Câncer de Mama - SIPAT 2013

4.046 visualizações

Publicada em

Uma abordagem rápida e simples sobre o câncer de mama.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.046
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
157
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Câncer de Mama - SIPAT 2013

  1. 1. SEMANA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO American Airlines CAMPANHA CONTRA O CÂNCER DE MAMA - 2013
  2. 2. SIPAT – Semana de Prevenção de Acidentes de Trabalho BEATRIZ PORTELLA CAMILA FERREIRA
  3. 3. “O Câncer de Mama é uma doença causada pela multiplicação anormal das células da mama, que forma um tumor maligno” Fonte: Ministério da Saúde
  4. 4. “ A cada dia é assustador o índice de mulheres e homens diagnosticados com Câncer de Mama...Precisamos mudar isto!! Acabe com o medo e preconceito, TOQUE-SE! -OUTUBRO ROSA É VIDA- ” O movimento Outubro Rosa se originou nos Estados Unidos, em 1997. A origem do nome Outubro Rosa remonta a última década do século 20, quando o laço cor de rosa foi distribuído pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, em 1990, a todos os participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York. Desde então, o laço cor de rosa simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula entidades, empresas e população a se envolverem nessa causa.
  5. 5. * 1.050.000 Casos novos/ano no mundo (OMS) * Incidência Maior em RJ, SP, DF e Porto Alegre. * 1ª Causa de Morte, por câncer em mulheres. (MS)
  6. 6. ESTATÍSTICAS
  7. 7. É importante saber...
  8. 8. População de Risco • Mulheres com História familiar de pelo menos 1 parente de 1º Grau; • < 50 anos de idade • Diagnóstico de câncer de mama Bilateral ou Câncer de Ovário em qualquer faixa etária • Mulheres com História Familiar de Câncer de mama Masculino; • Mulheres que tiveram o primeiro filho em idade avançada; • Mulheres que nunca tiveram filhos.
  9. 9. População de Risco  Terapia de reposição hormonal: após o início da menopausa.  Anticoncepcionais Orais: por tempo prolongado  Ingestão irregular de Álcool  Obesidade pós menopausa  Dieta saudável;  Exercícios Físicos  Exposição à Radiação: A exposição do tecido mamário à radiação, particularmente durante as 2 ou 3 primeiras décadas de vida.
  10. 10. Prevenção e Detecção Precoce “Quanto mais rápido se detecta, melhor é o tratamento e mais rápido é a cura” Exame Clínico da Mama para todas as Mulheres com mais de 40 anos: Realizado Anualmente; Realizado em TODAS as consultas clínicas;
  11. 11. Testes de Rastreamento do Câncer de Mama  Durante um autoexame, uma mulher verifica seus próprios seios em busca de irregularidades, que podem incluir protuberâncias, mudanças no tamanho dos seios ou na forma, secreção mamilar, ou espessamento do tecido. Campanha realizada em Moçambique: “ Ninguém está imune”
  12. 12. Mamografia •Mulheres com Idade entre 50 e 69 anos: Rastreamento por mamografia, intervalo de no máx. 2 anos; * Exame Clínico da Mama e Mamografia Anual após os 35 anos para população de risco;
  13. 13. A mamografia previne câncer de mama? • Extremamente importante para confirmação do Diagnóstico • No entanto, ela não previne o seu aparecimento, apenas proporciona a possibilidade de um diagnóstico em fase inicial.
  14. 14. SINAIS E SINTOMAS
  15. 15. Lembrando que: • sintoma mais comum: aparecimento de um caroço. • Nódulos indolores, duros e irregulares têm mais chances de ser malignos, • há tumores que são macios e arredondados.
  16. 16. Tratamento  Realização da biópsia da lesão descoberta na mama para diagnóstico;  Cirurgia para remover o tumor;  Preservação a estética da mama;  Tratamentos adicionais podem ser empregados para diminuir o risco do câncer retornar (recidiva).  Na maioria dos casos são utilizados radioterapia, quimioterapia, terapia alvo-direcionada e/ou hormonioterapia.
  17. 17. Vamos falar do Outubro Rosa? A ação de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatros e etc. Não há informação oficial, de como, quando e onde foi efetuada a primeira iluminação. O importante é que foi uma forma prática de conscientizar a população da importância da prevenção do câncer de mama. A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em torno de tão nobre causa. Isso faz que a iluminação em rosa assuma importante papel, pois tornou-se uma leitura visual, compreendida em qualquer lugar no mundo.
  18. 18. Objetivo  O objetivo é divulgar, de modo simples e verdadeiro, esta ação mundial, que embeleza com seu tom rosa, nas mais diversas nuances, monumentos e locais históricos, no sentido de nos mostrar, de modo belo e feminino, a importância da luta contra o câncer que mais mata mulheres em todo o mundo. Curiosidade: A partir do mesmo ideal, foi criado o Novembro Azul, com o objetivo de conscientizar os homens sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata e outras doenças.
  19. 19. „A luta contra o câncer de mama não deve ocorrer apenas no mês de Outubro, mas sim o ano todo. Mulheres e Homens são acometidos por este mal, dissemine esta ideia.‟ TODOS UNIDOS EM PRÓ DE UM MUNDO MAIS HUMANO E MELHOR
  20. 20. MUITO OBRIGADO!!! SEMANA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO - SIPAT
  21. 21. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  MS. Documento de Consenso para controle do câncer de mama. 2004, divulgado pelo Instituto do câncer do Brasil. Disponível para acesso em: http://www.inca.gov.br/90CA5D4DE354-4AA6-9632-95CF14A6ED4F/FinalDownload/DownloadIdAF8A2B78BEED3E67FF637F8F0ECD60C0/90CA5D4D-E354-4AA6-963295CF14A6ED4F/publicacoes/consensointegra.pdf  Centro de Combate ao Câncer. Câncer de Mama. Disponível para acesso em: http://www.cccancer.net/downloads/mama_net.pdf

×