Brasil colonial

517 visualizações

Publicada em

Formação socioeconômica do período colonial.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Brasil colonial

  1. 1. A COLÔNIA BRASILEIRA E O DOCE SABORA COLÔNIA BRASILEIRA E O DOCE SABOR DO AÇÚCARDO AÇÚCAR
  2. 2. 1 - O CICLO DO AÇÚCAR  Séc. XVI e XVII (auge).  Nordeste (BA e PE).  Litoral.  Solo e clima favoráveis.  Experiência de cultivo (Açores, CaboVerde e Madeira).  Alto valor na Europa.  Participação de capital holandês: financiamento da produção, transporte, refino e distribuição na Europa.
  3. 3. O Pacto Colonial pode ser definido como um conjunto de regras, leis e normas que as metrópoles impunham às suas colônias durante o período colonial. Estas leis tinham como objetivo principal fazer com que as colônias só comprassem e vendessem produtos de sua metrópole. Através deste exclusivismo econômico, as metrópoles européias garantiam seus lucros no comércio , pois compravam matérias-primas baratas e vendiam produtos manufaturados a preços elevados.
  4. 4. Casa Grande (residência do senhor de engenho e família). Senzala (ambiente insalubre destinado aos escravos). Engenhos (unidade produtiva básica) CASA GRANDE SENZALA
  5. 5. Tipos deTipos de MoinhoMoinho
  6. 6. Plantation Exportação Grandes plantações de um só tipo de produto ou seja monocultura, que seria exportada ou vendida a Portugal. Ex. Cana de Açúcar O MODELO AGRÁRIO E EXPORTADORO MODELO AGRÁRIO E EXPORTADOR Plantation Consumo Interno Plantações de vário tipos de produtos para o consumo e o comércio nas cidades e vilas. Ex: Arroz, feijão, milho, mandioca, algodão e etc....
  7. 7. Outros produtos: ◦ GADO (exploração do interior, couro, tração, carne, leite, pecuária extensiva, trabalho livre). ◦ FUMO (troca por escravos na África). ◦ DROGAS DO SERTÃO: produtos extraídos da floresta amazônica com relativo valor na Europa, tais como anil, guaraná, salsa, corantes, e sobretudo o cacau.
  8. 8. ADMINISTRAÇÃO NASVILAS EADMINISTRAÇÃO NASVILAS E CIDADESCIDADES
  9. 9. –Cuidar das finanças A Coroa Portuguesa havia criado os cargos de Governador-Geral e Capitão Donatário, todos eles cargos de confiança, para controlar seus interesses na América Portuguesa. Em cada Vila ou cidade havia uma Câmara Municipal e sua função era: Participavam da Câmara os chamados HOMENS BONS, eles eram proprietários de terras, que buscavam defender seus próprios interesses. –Arrecadar Impostos; –Nomear Juízes –Julgar crimes –Cuidar de locais públicos como ruas, praças e etc
  10. 10. ExercíciosExercícios 1,2 E 3 Pág.246 E 2471,2 E 3 Pág.246 E 247 Pesquisar: Quais países da África mais vieram escravos para o Brasil.
  11. 11. Por que os Portugueses trouxeram os Africanos para a América Portuguesa? Mudança na Escravidão Colonial
  12. 12. BRASIL COLÔNIA (1500-1822) EscravidãoEscravidão AfricanaAfricana
  13. 13. Fontes de açúcarFontes de açúcar Beterraba Cultivada em regiões de clima frio. Estados Unidos, Canadá, e Europa Cana-de-açúcar Cultivada em regiões de clima quente. África, Índia,América Central e do Sul
  14. 14. BRASIL COLÔNIA (1500-1822) Como Beterraba vira açúcar?Como Beterraba vira açúcar? Não é muito diferente da extração do açúcar da cana. Vejamos: 1.Tirar as folhas e limpar as beterrabas. 2.Depois, elas são cortadas em fatias finas e deixadas em repouso em uma enorme tina com água quente, para extrair o açúcar e outras substâncias. 3.O resultado é um verdadeiro chá de beterraba, que é purificado e filtrado usando cal, gás carbônico e outras técnicas que retiram do chá tudo o que não é água e açúcar. 4.O passo seguinte é levar esse líquido açucarado para uma série de tubos em que parte da água, aquecida com vapor quente, evapora da mistura. Sobra um xarope grosso que vai para a cristalização, ou seja, ele é fervido e tem mais um pouco de água extraída, até que minúsculos cristais de açúcar comecem a surgir espontaneamente. A pouca água que resta é separada em uma centrífuga. 5.Depois, basta secar os grãos de açúcar e o produto está pronto, sendo exatamente o mesmo que o gerado pela cana. Na Europa, o clima favorece mais o cultivo da beterraba, enquanto no Brasil a cana é a matéria-prima mais comum.
  15. 15. BRASIL COLÔNIA (1500-1822)
  16. 16. BRASIL COLÔNIA (1500-1822) CASTIGAR PARA DOMINAR
  17. 17. BRASIL COLÔNIA (1500-1822)
  18. 18. BRASIL COLÔNIA (1500-1822)
  19. 19. BRASIL COLÔNIA (1500-1822)
  20. 20. BRASIL COLÔNIA (1500-1822) Sociedade açucareira: ◦ Senhores. ◦ Escravos. ◦ Patriarcal. ◦ Ruralismo.
  21. 21. BRASIL COLÔNIA (1500-1822)

×