Aula 2: Fundamentos e canais de redes sem fio

434 visualizações

Publicada em

Slide tem como conteúdo fundamentos básicos das frequencias e canais das Redes Wireless. Assim como seu funcionamento e aplicabilidades.

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

Aula 2: Fundamentos e canais de redes sem fio

  1. 1. FAIXA 2,4 GHz  A faixa de 2,4 GHz começa na frequência de 2,401 MHz e termina na frequência de 2,483 MHz. Esta faixa é dividida em 14 canais, com uma distancia de 5 MHz entre cada canal (exceto nos canais 13 e 14, que possuem uma distancia de 12 MHz entre cada canal.)  Porém, redes IEEE 802.11 operando nesta faixa podem usar 20 MHz, 22 MHz ou 40 MHz, dependendo do protocolo. Com isso, o canal oferecido é menor que o necessário.
  2. 2. FAIXA 2,5 GHz  A vantagem da faixa de frequência de 5 GHz é que ela é menos utilizada, possuindo menos interferência , possibilitando em uma maior taxa de transferência.  Porém, uma de suas desvantagens é que quanto maior a frequência de transmissão menor o alcance.  Esta faixa é dividida em 13 canais de 20 MHz cada, e diferentemente do que ocorre na faixa de 2,4 GHz, os canais não se sobrepõem.
  3. 3. PADRÃO 802.11b  Lançado em 1999, este padrão sucedeu o padrão 802.11 e passou a fornecer taxas de transferência de 5,5 Mbps e 11 Mbps.
  4. 4. PADRÃO IEEE 802.11a  Foi lançado na mesma época que o 802.11b (1999) e permite que redes operem a até 54 Mbps.  Este padrão trabalha na faixa de 5 GHz, o que traz o problema da incompatibilidade com dispositivos que utilizam a faixa de 2,4 GHz.  Por exemplo, um computador que utiliza placa de rede de 2,4 GHz não se comunica com um ponto de acesso que trabalhe exclusivamente na frequência 2,5 GHz.
  5. 5. PADRÃO 802.11g  Padrão mais usado em redes sem fio que operam a 54 Mbps, foi criado em 2003.  Basicamente idêntico ao padrão a, porém, trabalha em uma faixa diferente, porém permite um alcance maior que o padrão 802.11 a.  Possui como grande obrigatoriedade ser compatível com os padrões primeiro padrões.
  6. 6. PADRÃO 802.11n  Foi lançado em 2009, tendo como objetivo atingir uma taxa de transferência de 100 Mbps. Podendo trabalhar tanto na faixa de 2,4 quanto na de 5 GHz.  Aparelhos que tem capacidade de operar em ambas as faixas recebem o nome de “dual band”, e geralmente são compatíveis com todos os padrões anteriores.
  7. 7. PADRÃO 802.11ac  Lançado em 2014, é o padrão Wi-Fi mais recente atualmente, tem como objetivo trazer a mesma taxa de transferência do Gigabit Ethernet para as redes sem fio.  É semelhante ao padrão n porém só trabalha na faixa de 5 GHz.  Placas de rede e pontos de acesso possuem um segundo circuito de rádio de 2,4 GHz para permitir operações com protocolos de 2,4 GHz.
  8. 8. FAIXA 60 GHz  A faixa de 60 GHz é uma faixa do espectro que será usada pelo futuro padrão IEEE 802.11 ad (“WiGig”).  Neste caso, são usados quatro canais, e como cada canal é muito mais largo que nas outras faixas , muito mais dados poderão ser transportados, possibilitando taxas de transferências muito mais elevadas.  No Brasil esses canais são restritos por uma resolução da Anatel, e no momento não podem ser utilizados. Para sua utilização a Anatel deve criar uma nova resolução liberando sua utilização pelo padrão 802.11.
  9. 9. REFERENCIAS WEBGRÁFICAS  TORRES, Gabriel. Redes de Computadores. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Terra, 2014.  DIGERATI, Equipe. Curso de Redes Wireless. São Paulo: Digerati Books, 2011.

×