Processesamento de pedidos

483 visualizações

Publicada em

FORMATADO

Publicada em: Alimentos
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
483
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Processesamento de pedidos

  1. 1. Logística e Comex Amanda Regina – Breno Douglas – Dario Henrique - Ericksson Diorgenes Fernanda Ribeiro – Gleydson Ribeiro – Jose Henrique – Suev Mesquita Tatiana Chaves – Wilma Lins
  2. 2. 2. Transmissão do Pedido 3. Recebimento do Pedido 4. Atendimento do Pedido 5. Relatório de Situação ou Status 5 fases do Processamento de Pedidos 1. Preparação do Pedido
  3. 3. Investir em Tecnologia no Processamento de Pedidos Reduz Estoque Reduz Fator Humano Reduz Falhas Operacionais Aumenta Velocidade Logística Na verdade, há um controle do estoque. Sabemos os materiais que temos em grande quantidade, e os que necessitam de compra. Com o estoque controlado, a atribuição de um funcionário para fazer aquele serviço será dispensada. Minimiza ou impossibilita o erro na contagem do estoque e checagem na hora da compra. Com todo o processo esquematizado, a empresa só tende a ter lucros.
  4. 4. Existem várias ferramentas que são uma grande ajuda tais como: Os códigos de barra, que nos dão a descrição dos produtos pretendidos, tais como, o seu tamanho e quantidade, etc. * EAN Brasil - Associação Brasileira De Automação Comercial Investir em Tecnologia no Processamento de Pedidos
  5. 5. Os sites dos fornecedores com informação acerca dos seus produtos ou até a possibilidade de fazer as encomendas online. Investir em Tecnologia no Processamento de Pedidos Ou os computadores das empresas, que através do intercâmbio eletrônico de dados, já geram pedidos diretamente para evitar as faltas de estoque.
  6. 6. A primeira atividade a efetuar no ciclo de processamento é a transmissão de informações. Esta atividade passa por transmitir os documentos do ponto de origem para o fornecedor.
  7. 7. Esta transmissão pode ser realizada manualmente, ou seja por serviço postal ou entregue por funcionários; ou electronicamente, o método mais utilizado atualmente, através da internet, máquinas de fax, comunicações de satélite ou EDI, que é uma ligação electrônica exclusiva entre os computadores dos compradores e dos vendedores.
  8. 8. Antes de se poder atender os pedidos, existem várias tarefas que têm de ser realizadas ao receber o pedido. São elas: Verificar a exatidão das informações contidas, tais como, a descrição, a quantidade e o preço dos itens; Conferir se há existências dos itens encomendados; Preparar os documentos necessários para o pedido; Vericar a situação de crédito do cliente; Transcrever as informações do pedido à medida das necessidades; Fazer a faturação. Estas tarefas são indispensáveis e podem ainda surgir outras adicionais de preparação, antes do pedido ficar pronto. Já existem sistemas automatizados para realizar estas tarefas.
  9. 9. A distribuição de tarefas no atendimento de pedidos, a colheita dos pedidos, os seus limites de tamanho e o seu momento de entrada afectam o tempo de ciclo, ou seja, se uma equipa de vendas se se organizar e realizar várias tarefas ao mesmo tempo, vão conseguir reduzir o tempo de ciclo do pedido. Também pode ser imposto um volume mínimo de pedidos aceites, o que reduz os custos nos transportes. Juntando vários pedidos paralelos que vão para a mesma região, pode ser criada uma rota de transportes eficiente que vai reduzir substancialmente os custos. (Ballou, p. 123-125).
  10. 10. O atendimento pretende realizar as seguintes tarefas: Adquirir os itens mediante retirada das existências, produção e compra; Embalar os itens para embarque; Programar o embarque das entregas; Preparar a documentação para o embarque. Algumas destas atividades podem ser realizadas paralelamente às do recebimento de pedidos, reduzindo assim o tempo de ciclo.
  11. 11. As prioridades de atendimento que são estabelecidas têm influência no tempo total de processamento Algumas regras de priorização: •primeiro a ser recebido, primeiro a ser processado; •o pedido de menor tempo de processamento; •os pedidos com ordem de prioridade especificada; •primeiro os pedidos menores e menos complexos; •os pedidos com menor prazo de entrega; •os pedidos com menos tempo até à data de entrega. A escolha das regras de prioridade tem haver com os critérios de justiça para os clientes.
  12. 12. Para evitar entregas parciais e grandes demoras na informação sobre a situação dos pedidos, deve-se reter o pedido até à reposição dos itens em falta. Evidentemente, isto não é uma boa opção do ponto de vista do cliente, portanto tem de ser uma opção ponderada entre os custos de informação e transporte e o benefício da manutenção do nível dos serviços. Esta decisão requer procedimentos de processamento sofisticados . (Ballou, p. 125)
  13. 13. A última atividade do processamento de pedidos pretende manter os clientes informados acerca de quaisquer atrasos que possam ocorrer. As etapas destre processo são: O acompanhamento e localização dos pedidos ao longo de todo o seu ciclo; E a comunicação ao cliente da localização do pedido e a previsão da data da sua entrega.
  14. 14. A tecnologia tem grande influência no acompanhamento da situação dos pedidos. Por exemplo, as empresas de transporte de encomendas conseguem informar os seus clientes da localização dos produtos que transportam através de códigos de barra com leitura a laser e uma rede mundial de computadores e software projetado de propósito para estas empresas, que é aperfeiçoado constantemente. Estes sistemas de informação conseguem identificar quem recebeu determinada encomenda, assim como a sua localização fisica e temporal. (Ballou, p. 125-126)

×