Vitaminas

937 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Vitaminas

  1. 1. Tabela de Vitaminas O que são, funções das vitaminas, tipos de vitaminas, vitaminas das frutas, avitaminoses, vitaminas hidrossolúveis lipossolúveis, importância, vitamina C e outras Frutas: uma das principais fontes de vitaminas O que são vitaminas As vitaminas são nutrientes importantes para o nosso organismo. São de extrema importância para o bom funcionamento do nosso organismo, principalmente, porque ajuda a evitar muitas doenças. Elas não são produzidas pelo organismo e, portanto, devem ser adquiridas através da ingestão de alimentos (frutas, verduras, legumes, carnes etc). A falta de vitaminas pode acarretar em diversas doenças (avitaminoses). Elas podem ser de dois tipos: hidrossolúveis (solúveis em água e absorvidas pelo intestino) e lipossolúveis (solúveis em gorduras e absorvidas pelo intestino com a ajuda dos sais biliares produzidos pelo fígado). Doenças provocadas pela Fontes Funções no organismoVitaminas carência (avitaminoses) problemas de visão, secura da pele, diminuição fígado de aves, animais combate radicais livres, formaçãoA de glóbulos vermelhos, e cenoura dos ossos, pele; funções da retina formação de cálculos renais óleo de peixe, fígado, regulação do cálcio do sangue eD raquitismo e osteoporose gema de ovos dos ossos verduras, azeite e dificuldades visuais eE atua como agente antioxidante. vegetais alterações neurológicas atua na coagulação do sangue, fígado e verduras de deficiência na coagulação previne osteoporose, ativa aK folhas verdes, abacate do sangue, hemorragias. osteocalcina (importante proteína dos ossos). cereais, carnes, atua no metabolismo energéticoB1 verduras, levedo de beribéri dos açúcares cerveja inflamações na língua, atua no metabolismo de enzimas,B2 leites, carnes, verduras anemias, seborréia proteção no sistema nervoso. fígado, cogumelos, fadigas, cãibras metabolismo de proteínas, gordurasB5 milho, abacate, ovos, musculares, insônia e açúcares leite, vegetais crescimento, proteção celular, carnes, frutas, verduras seborréia, anemia,B6 metabolismo de gorduras e e cereais distúrbios de crescimento proteínas, produção de hormônios formação de hemácias eB12 fígado, carnes anemia perniciosa multiplicação celularC laranja, limão, abacaxi, escorbuto atua no fortalecimento de sistema
  2. 2. kiwi, acerola, morango, imunológico, combate radicais brócolis, melão, manga livres e aumenta a absorção do ferro pelo intestino. noz, amêndoa, castanha, lêvedo de cerveja, leite, eczemas, exaustão, dores H metabolismo de gorduras, gema de ovo, arroz musculares, dermatite integral metabolismo dos aminoácidos, cogumelos, hortaliças anemia megaloblástica, M ou B9 formação das hemácias e tecidos verdes doenças do tubo neural nervosos ervilha, amendoim, insônia, dor de cabeça, manutenção da pele, proteção do PP ou B3 fava, peixe, feijão, dermatite, diarréia, fígado, regula a taxa de colesterol fígado depressão no sangue,
  3. 3. SuperestruturaOrigem: Wikipédia, a enciclopédia livre.Ir para: navegação, pesquisaSegundo Karl Marx, a superestrutura é um dos níveis da estrutura social, sendo o outro nível ainfraestrutura (ou base econômica).A superestrutura compreende a estrutura jurídica (o Direito e o Estado) e a ideologia (moral, política,religião etc.).Ver também Marxismo Comunismo Capitalismo Ideologia Mais-valiaLigações externas Algumas considerações acerca da indústria cultural: suas potencialidades politizadoras e reprodutoras Este artigo sobre economia ou sobre um economista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.EstruturaEstrutura é uma noção fundamental e às vezes intangível cobrindo o reconhecimento, observação, natureza,e estabilidade de padrões e relacionamentos de entidades. Da descrição verbal de uma criança sobre umfloco de neve até uma análise científica detalhada sobre as propriedades dos campos magnéticos, o conceitode estrutura é uma fundação essencial de praticamente todos os modos de inquisição e descoberta na ciência,filosofia, e arte.[1]Uma estrutura define do que um sistema é feito. É uma configuração de itens. É uma coleção decomponentes ou serviços inter-relacionados. A estrutura pode ser uma hierarquia (uma cascata derelacionamentos um-para-vários) ou uma rede contendo relacionamentos vários-para-vários.Tipos de estruturasEstruturas biológicasNa biologia, as estruturas existem em todos os níveis de organização, indo hierarquicamente dos níveis deátomos e moléculas para os de células, tecidos, órgãos, organismos, população, comunidade e ecossistema.Normalmente uma estrutura de alto-nível é composta de múltiplas cópias de estruturas de baixo-nível.Estruturas químicas
  4. 4. A química é a ciência que trata da matéria do nível atômico à escala macromolecular, das reações,transformações e agressões da matéria, assim como as trocas de energia e entropia durante estes processos.As estruturas químicas se referem tanto a geometria molecular como a estrutura eletrônica. A fórmulaestrutural dos compostos químicos é uma representação gráfica da estrutura molecular mostrando como osátomos são arranjados. Uma estrutura de proteína é uma representação em coordenadas tridimensionais dosátomos dentro das (macro) moléculas formadas de proteína.Estruturas construídasUma estrutura normalmente se refere a qualquer objeto largo, construído pelo homem, fixadopermanentemente na superfície terrestre, como resultado de uma construção. Essas estruturas são divididasentre construções e não-construções, e ao todo formam a infraestrutura da sociedade humana. Há tambémestruturas criadas por animais, como as colméiasfeita por abelhas.Estrutura musicalA música é uma forma de arte consistindo na exposição de sons e silêncio através do tempo. O termo formamusical, um tipo de estrutura, se refere a dois conceitos relacionados : o tipo de composição (por exemplo, um trabalho musical pode ter a forma de uma sinfonia, concerto, ou outro tipo genérico) a estrutura de uma parte particular (por exemplo, uma peça pode ser escrita na forma binária, forma de sonata, como um fugue, etc.)Estrutura socialA estrutura social é um padrão de relacionamentos. Eles são organizações sociais de indivíduos em váriassituações da vida. As estruturas são aplicáveis para as pessoas em como a sociedade é um sistemaorganizado por padrões característicos de relacionamentos. Isso é conhecido como a organização social dogrupo. Sociologistas têm estuado as mudanças de estrutura destes grupos. Estrutura e agência são as duasteorias sobre o comportamento humano que se opões. O debate a cerca da influência das estruturas eagências no pensamento e comportamento humano é um dos temas centrais da sociologia. Neste contexto"agência" se refere a capacidade de indivíduos humanos a agirem independentemente e de tomarem suaspróprias decisões. "Estrutura" se refere aos fatores como a classe social, religião, gênero, etnicidade,costumes, etc, que parecem limitar ou influenciar as oportunidades que estes indivíduos têm.Estrutura de dadosNa ciência da computação, uma estrutura de dados é um modo de armazenar os dados no computador paraque ele seja usado eficientemente. Normalmente uma estrutura de dados é escolhida cuidadosamente parapermitir a melhor eficiência dos algorítmos a serem usados. A escolha da estrutura de dados normalmentecomeça com a escolha do tipo de dadoabstrato. Uma estrutura de dados bem desenvolvida permite que umavariedade de operações críticas sejam implementadas por uma linguagem de programação com os tipos dedados e referências e as operações que deles provêm.
  5. 5. Processos de eletrizaçãoConsidera-se um corpo eletrizado quando este tiver número diferente de prótons e elétrons, ou seja, quandonão estiver neutro. O processo de retirar ou acrescentar elétrons a um corpo neutro para que este fiqueeletrizado denomina-se eletrização.Cabelo sendo eletrizado por contatoO estudo da eletricidade originou-se de observações que, aparentemente, foram feitas pela primeira vezpelos gregos. Na realidade, é possível que outros povos tenham também observado esses fenômenos, mas osrelatos mais antigos de que temos registro são dos gregos, e assim atribui-se a eles a primazia desse feito.A primeira observação foi feita com um material denominado âmbar. Semelhante ao plástico, resultadoendurecimento da seiva de árvores de uma espécie extinta. Tales de Mileto, o primeiro filósofo do qualtemos conhecimento, parece ter sido também o primeiro a chamar atenção para o fato de que o âmbar, apósser atritado com lã ou pelo de animal, adquire a propriedade de atrair objetos “leves”, como, por exemplo,penas, fios de algodão, papel picado, etc.Depois de algum tempo e alguns estudos sobre o âmbar foi constatado que a eletricidade não era exatamenteuma propriedade exclusiva do âmbar, mas tratava-se de um fenômeno generalizado e que podia serobservado em diversas substâncias. Hoje sabemos que estamos rodeados de uma série de fenômenoselétricos e de suas incontáveis aplicações práticas: rádio, transmissão via satélite, internet, chapinha,chuveiro elétrico, etc.Em alguns momentos do nosso cotidiano nos deparamos com situações um pouco estranhas, nas quaistomamos choques em maçanetas de portas, na tela da TV, ou até mesmo quando encostamos em outrapessoa. Esses pequenos choques ocorrem em razão da eletricidade estática que adquirimos diariamente.Essas cargas são adquiridas por alguns processos de eletrização conhecidos há séculos. São três os processosde eletrização: eletrização por atrito, eletrização por contato e eletrização por indução.Processos de eletrizaçãoEletrização por atritoComo o próprio nome diz, atritando-se, ou melhor, colocando-se dois corpos constituídos de substânciasdiferentes e inicialmente neutros em contato muito próximo, um deles cede elétrons, enquanto o outrorecebe. Ao final, os dois corpos estarão eletrizados e com cargas elétricas opostas.Eletrização por contato
  6. 6. Dizemos que a eletrização por contato é um processo no qual um corpo eletrizado é colocado em contatocom um corpo neutro. De preferência, devem ser usados dois corpos condutores de eletricidade.Eletrização por induçãoDizemos que a indução eletrostática é o fenômeno de separação das cargas elétricas de sinais contrários emum mesmo corpo. Portanto, esse tipo de eletrização pode ocorrer apenas pela aproximação entre um corpoeletrizado e um corpo neutro, sem que entre eles aconteça qualquer tipo de contato.Como citado anteriormente, algumas vezes, ao abrirmos a porta do carro levamos um pequeno choque. Essechoque é proveniente do processo de eletrização por atrito, pois, ao se movimentarem, os automóveis eoutros veículos se eletrizam por atrito com o ar. Isso é mais notado em locais de clima seco. É muito comumum passageiro levar um choque quando o ônibus chega à parada: basta ele se encostar a qualquer uma daspartes metálicas do veículo. Nesse caso, o passageiro faz o papel de fio terra.Muitas vezes, também é possível levar um choque quando se desce de um automóvel. Geralmente, o veículoestá eletrizado por atrito com o ar e, ao descer do carro, a pessoa estabelece um contato entre a carcaçametálica eletrizada do carro e a terra. Eis uma das causas de choque elétrico.No entanto, existe outra razão para ocorrer o choque elétrico ao se descer de um carro: o passageiro, porficar sentado no banco, causa atrito entre o tecido de sua roupa e o tecido do banco do veículo. Assim, apessoa fica eletrizada e, ao descer do carro, carrega essas cargas elétricas espalhadas em seu corpo. Quando,então, toca em um metal (carro), este faz escoar as cargas para a terra, ocasionando o choque elétrico.

×