SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 49
Baixar para ler offline
Curso de Engenharia Civil – 4º Período
Professor: Ms. Eduardo Martins Toledo
Mecânica Aplicada
Aluno (a):________________________________
Anápolis – GO
2014/1
Prefácio
A presente apostila, corresponde à compilação de uma pequena coletânea de exercícios
do conteúdo de Mecânica Vetorial – Estática. Os exercícios contidos nesta apostila, estão se-
parados em 7 tópicos: estática de partículas, sistemas equivalentes de forças em corpos rígidos,
equilíbrio de corpos rígidos, forças distribuídas: centroides e centro de gravidade (baricentro),
forças distribuídas: momentos de inercia, atrito e método do trabalho virtual. Cada tópico,
possui uma seção denominada respostas, onde, como sugere o nome, as repostas são apresen-
tadas.
Espero que esta apostila atenda as expectativas dos alunos e contribua para facilitar o
aprendizado da disciplina de Mecânica Aplicada. Como está é a primeira versão da apostila, é
bem vinda a colaboração daqueles que queiram enviar sugestões que possam contribuir para o
aprimoramento e melhoria desta obra.
Prof. Ms. Eduardo Martins Toledo (eduardomtoledo@gmail.com)
Índice
PREFÁCIO......................................................................................................................................................... II
ESTÁTICA DE PARTÍCULAS................................................................................................................................ 1
RESPOSTAS - ESTÁTICA DE PARTÍCULAS.........................................................................................................................8
SISTEMAS EQUIVALENTES DE FORÇAS EM CORPOS RÍGIDOS ........................................................................... 9
RESPOSTAS - SISTEMAS EQUIVALENTES DE FORÇAS EM CORPOS RÍGIDOS ..........................................................................15
EQUILÍBRIO DE CORPOS RÍGIDOS....................................................................................................................16
RESPOSTAS - EQUILÍBRIO DE CORPOS RÍGIDOS .............................................................................................................21
FORÇAS DISTRIBUÍDAS: CENTROIDES E CENTRO DE GRAVIDADE (BARICENTRO).............................................22
RESPOSTAS - FORÇAS DISTRIBUÍDAS: CENTROIDES E CENTRO DE GRAVIDADE (BARICENTRO).................................................27
FORÇAS DISTRIBUÍDAS: MOMENTO DE INÉRCIA.............................................................................................28
RESPOSTAS - FORÇAS DISTRIBUÍDAS: MOMENTO DE INÉRCIA..........................................................................................33
ATRITO............................................................................................................................................................34
RESPOSTAS - ATRITO...............................................................................................................................................37
MÉTODO DO TRABALHO VIRTUAL ..................................................................................................................38
RESPOSTAS - MÉTODO DO TRABALHO VIRTUAL............................................................................................................41
REFERÊNCIAS ..................................................................................................................................................42
APÊNDICE .......................................................................................................................................................43
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
1 | P á g i n a
Estática de Partículas
1. Duas forças 𝑷 e 𝑸 são aplicadas no ponto 𝐴 de um suporte tipo gancho, como mostra a figura.
Sabendo que 𝑃 = 60 𝑙𝑏 e 𝑄 = 25 𝑙𝑏, determine a intensidade, a direção e o sentido da resul-
tante usando a regra do triângulo.
2. Duas forças são aplicadas no ponto 𝐵 da viga 𝐴𝐵. Determine a intensidade, a direção e o
sentido de sua resultante usando a regra do triângulo.
3. Duas forças são aplicadas, como mostra a figura, a um suporte tipo gancho. Usando trigono-
metria e sabendo que a intensidade de 𝑷 é 35 𝑁, determine (a) o ângulo requerido 𝛼 se a resul-
tante 𝑹 das duas forças aplicadas no suporte horizontal, (b) a correspondente intensidade de 𝑹.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
2 | P á g i n a
4. Determine as componentes 𝑥 e 𝑦 de cada uma das forças indicadas.
5. Determine as componentes 𝑥 e 𝑦 de cada uma das forças mostradas.
6. O elemento 𝐶𝐵 de um torno de bancada (morsa) exerce no bloco 𝐵 uma força 𝑷 dirigida ao
longo da linha 𝐶𝐵. Sabendo que 𝑷 deve ter uma componente horizontal de 1200 𝑁, determine
(a) a intensidade da força 𝑷, e (b) a sua componente vertical.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
3 | P á g i n a
7. Cabo 𝐴𝐶 exerce sobre viga 𝐴𝐵 uma força 𝑷 dirigida ao longo da linha 𝐴𝐶. Sabendo que 𝑷
deve ter uma componente vertical de 350 𝑙𝑏, determine (a) a magnitude da força 𝑷, (b) a sua
componente horizontal.
8. Sabendo que 𝛼 = 35°, determine a resultante das forças mostradas.
9. Dois cabo estão ligados em 𝐶 e são carregado tal como mostra a figura. Sabendo que 𝛼 =
20°, determine a tração (a) no cabo 𝐴𝐶 e (b) no cabo 𝐵𝐶.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
4 | P á g i n a
10. Dois cabo estão ligados em 𝐶 e são carregado tal como mostra a figura. Sabendo que 𝑷 =
500 𝑁e 𝛼 = 60°, determine a tração (a) no cabo 𝐴𝐶 e (b) no cabo 𝐵𝐶.
11. Dois cabo estão ligados em 𝐶 e são carregado tal como mostra a figura. Determine a tração
(a) no cabo 𝐴𝐶 e (b) no cabo 𝐵𝐶.
12. Duas forças 𝑷 e 𝑸 são aplicados tal como mostra a figura a uma conexão de uma aeronave.
Sabendo-se que conexão está em equilí-
brio e que 𝑃 = 500 𝑙𝑏 e 𝑄 = 650 𝑙𝑏 Q,
determine as intensidades das forças
exercidas nas hastes 𝐴 e 𝐵.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
5 | P á g i n a
13. A conexão soldada está em equilíbrio sob a ação das quatro forças mostradas. Sabendo que
𝐹𝐴 = 750 𝑙𝑏 e 𝐹𝐵 = 450 𝑙𝑏, determine a
magnitude das forças 𝑷 e 𝑸.
14. Sabendo que as porções 𝐴𝐶 e 𝐵𝐶 do cabo 𝐴𝐵𝐶 devem ser iguais, determine o menor com-
primento de cabo que pode ser usado para su-
portar a caga mostrada se a tração no cabo não
puder exceder 870 𝑁.
15. Determine(a) as componentes 𝑥, 𝑦 e 𝑧 da força de 750 𝑁, os ângulos 𝜃𝑥, 𝜃 𝑦 e 𝜃𝑧 que a força
forma com os eixos coordenados.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
6 | P á g i n a
16. Uma placa horizontal está suspensa, como mostra a figura, por três fios que estão ligados a
um suporte 𝐷 e formam ângulos de 30° com a vertical. Sabendo que a componente 𝑥 da força
exercida pelo fio 𝐴𝐷 na placa é 110.3 𝑁, determine (a) a tensão no fio 𝐴𝐷, (b) os ângulos 𝜃𝑥,
𝜃 𝑦 e 𝜃𝑧 que a força exercida em 𝐴 forma com os eixos coordenados.
17. Três cabos são usados par amarra um balão, como mostra a figura. Determine a força ver-
tical 𝑷 exercida pelo balão em 𝐴, sabendo que a tração 𝐴𝐵 é 259 𝑁.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
7 | P á g i n a
18. Um caixote é sustentado por três cabos, como mostrado na figura. Determine o peso do
caixote, sabendo que a tração no cabo 𝐴𝐵 é 750 𝑙𝑏.
19. Uma placa retangular é sustentada por três cabos, como mostra a figura. Sabendo que a
tração no cabo 𝐴𝐶 é 60 𝑁, determine o peso da placa.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
8 | P á g i n a
Respostas - Estática de Partículas
1. 𝑹 = 71,1 𝑙𝑏 (∡ 85,4° → 𝑐𝑜𝑚 𝑠𝑒𝑛𝑡. 𝑛𝑒𝑔𝑎𝑔𝑖𝑣𝑜 𝑑𝑒 𝑥)
2. 𝑹 = 3,30 𝑘𝑁 (∡ 66,6°)
3. (a) 𝛼 = 37,1°
(b) 𝑅 = 73,2 𝑁
4. 𝑃𝑎𝑟𝑎 𝐹 = 800 𝑁: 𝐹𝑥 = +640 𝑁 e 𝐹𝑦 = +480 𝑁
𝑃𝑎𝑟𝑎 𝐹 = 424 𝑁: 𝐹𝑥 = −224 𝑁 e 𝐹𝑦 = −360 𝑁
𝑃𝑎𝑟𝑎 𝐹 = 408 𝑁: 𝐹𝑥 = +192,0 𝑁 e 𝐹𝑦 = −360 𝑁
5. 𝑃𝑎𝑟𝑎 𝐹 = 80 𝑁: 𝐹𝑥 = 61,3 𝑁 e 𝐹𝑦 = 51,4 𝑁
𝑃𝑎𝑟𝑎 𝐹 = 120 𝑁: 𝐹𝑥 = 41,0 𝑁 e 𝐹𝑦 = 112,8 𝑁
𝑃𝑎𝑟𝑎 𝐹 = 150 𝑁: 𝐹𝑥 = −112,9 𝑁 e 𝐹𝑦 = 86,0 𝑁
6. (a) 𝑃 = 1465 𝑁
(b) 𝑷 𝑦 = 840 𝑁 (↓)
7. (a) 𝑃 = 610 𝑙𝑏
(b) 𝑷 𝑥 = 500 𝑙𝑏 (→)
8. 𝑅 = 309 𝑁 (∡ 86,6° → 𝑐𝑜𝑚 𝑠𝑒𝑛𝑡. 𝑛𝑒𝑔𝑎𝑔𝑖𝑣𝑜 𝑑𝑒 𝑥)
9. (a) 𝑇𝐴𝐶 = 2,13 𝑘𝑁
(b) 𝑇𝐵𝐶 = 1,735 𝑘𝑁
10. (a) 𝑇𝐴𝐶 = 305 𝑁
(b) 𝑇𝐵𝐶 = 514 𝑁
11. (a) 𝑇𝐴𝐶 = 586 𝑁
(b) 𝑇𝐵𝐶 = 2190 𝑁
12. 𝐹𝐴 = 1303 𝑙𝑏 e 𝐹𝐵 = 420 𝑙𝑏
13. 𝐹𝐶 = 6,40 𝑘𝑁 e 𝐹𝐷 = 480 𝑘𝑁
14. 𝐿 = 5,80 𝑚
15. (a) 𝐹𝑥 = +390 𝑁 e 𝐹𝑦 = +614 𝑁 e 𝐹𝑧 = +181,8 𝑁
(b) 𝜃𝑥 = 58,7°, 𝜃 𝑦 = 35,0° e 𝜃𝑧 = 76,0°
16. (a) F= 288 𝑁
(b) 𝜃𝑥 = 67,5°, 𝜃 𝑦 = 30,0° e 𝜃𝑧 = 108,7°
17. 𝑷 = 1031 𝑁 (↑)
18. 𝑾 = 2100 𝑙𝑏 (↓)
19. 𝑾 = 1049 𝑙𝑏 (↓)
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
9 | P á g i n a
Sistemas Equivalentes de Forças em Corpos Rígidos
1. Uma força 𝑷 de 8 𝑙𝑏 é aplicada em uma alavanca de câmbio. Determine o momento de 𝑷
sobre 𝐵 quando 𝛼 = 25°.
2. Sabe-se que a força vertical de 200 𝑙𝑏 para remover da tábua o prego fixado em 𝐶. Ao pri-
meiro momento do prego, determine (a) o momento em relação a 𝐵 da força exercida sobre o
prego, (b) a intensidade da força 𝑷 que cria o mesmo momento em relação a 𝐵 se 𝛼 = 10°, (c)
a menor força 𝑷 que cria o mesmo momento em relação ao ponto 𝐵.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
10 | P á g i n a
3. A porta traseira de um carro é sustentada por uma haste hidráulica 𝐵𝐶. Se a haste exerce uma
força 125 𝑙𝑏 dirigida ao longo da sua linha de centro sobre a rótula em 𝐵, determine o momento
de inércia em relação ao ponto 𝐴.
4. Determine o momento em relação a origem 𝑂 da força 𝑭 = 4𝒊 + 5𝒋 + 𝟑𝒌 que atua em um
ponto 𝐴. Suponha que o vetor posição 𝐴 seja: (a) 𝒓 = 2𝒊 + 3𝒋 + 4𝒌, (b) 𝒓 = 2𝒊 + 2,5𝒋 − 1,5𝒌,
(c) 𝒓 = 2𝒊 + 5𝒋 + 6𝒌
5. Uma força de 200 𝑁 é aplicada em um suporte 𝐴𝐵𝐶 como mostrado na figura. Determine o
momento da força sobre 𝐴.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
11 | P á g i n a
6. Uma barra de 6 𝑚 tem uma ponta fixada em 𝐴. Um cabo de aço é esticado da ponta livre 𝐵
da barra ao ponto 𝐶 localizado na parede vertical. Se a tensão no cabo é 2,5 𝑘𝑁, determine o
binário que a força exerce sobre 𝐴 através do cabo 𝐵.
7. Dados os vetores 𝑷 = 3𝒊 − 𝒋 + 2𝒌, 𝑸 = 4𝒊 + 5𝒋 − 𝟑𝒌 e 𝑺 = −2𝒊 + 3𝒋 − 𝒌, calcule os pro-
dutos escalares 𝑷 ∙ 𝑸, 𝑷 ∙ 𝑺 e 𝑸 ∙ 𝑺.
8. Dados os vetores 𝑷 = 4𝒊 − 2𝒋 + 3𝒌, 𝑸 = 2𝒊 + 4𝒋 − 5𝒌 e 𝑺 = 𝑆 𝑥 𝒊 − 𝒋 + 2𝒌, determine o
valor de 𝑆 𝑥 para qual os três vetores são coplanares.
9. A tampa 𝐴𝐵𝐶𝐷 de uma caixa de armazenagem, de 0,61 𝑚 × 1,0 𝑚, é articulada ao longo
do lado 𝐴𝐵 e mantida aberta com uma
corda 𝐷𝐸𝐶 lançada sem atrito a um gan-
cho em 𝐸. Sabe-se que a tração na corda
é 66 𝑁, determine o momento em rela-
ção a cada um dos eixos de coordenadas
da força exercida pela corda em 𝐷.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
12 | P á g i n a
10. Para erguer um caixote pesado, um homem utiliza uma talha presa embaixo de uma viga I
pelo gancho 𝐵. Sabendo que os momentos em relação aos eixos 𝑦 e 𝑧 da força exercida em 𝐵
pela porção 𝐴𝐵 da corda são, respectivamente, 120 𝑁 ∙ 𝑚 e −460 𝑁 ∙ 𝑚, determine a distância
𝑎.
11. Duas forças paralelas de 60 𝑁 são aplicadas a uma alavanca como mostrado na figura. De-
termine o momento do binário formado pelas duas forças (a) resolvendo para cada componente
horizontal e vertical e adicionado os momentos dos binários resultantes, (b) usando a distância
perpendicular entre as duas forças, (c) somando o momento de duas forças em relação ao ponto
𝐴.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
13 | P á g i n a
12. Uma força 𝑷 de 160 𝑙𝑏 é aplicada no ponto 𝐴 de um elemento estrutural. Substitua 𝑷 por
(a) um sistema força-binário equivalente em 𝐶, (b) um sistema equivalente que consista em
uma força vertical em 𝐵 e uma segunda força em 𝐷.
13. Uma força 𝑷 de 80 𝑁 atua sobre uma alavanca em ângulo como mostrado na figura. (a)
Substitua 𝑷 por um sistema força-binário equivalente 𝐵, (b) encontre as duas forças verticais
em 𝐶 e uma segunda força em 𝐷 que seja equivalente ao binário encontrado na parte (a).
14. Uma viga de 4 𝑚 de comprimento está sujeita a uma variedade de cargas, substitua cada
carga por um sistema força-binário equivalente na extremidade 𝐴 da viga.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
14 | P á g i n a
15. Três refletores de palco são montado em um tubo, como mostra a figura. As luzes em 𝐴 e
𝐵 pesam 4,1 𝑙𝑏 cada uma, enquanto a outra em 𝐶 pesa 3,5 𝑙𝑏. (a) Se 𝑑 = 25 𝑖𝑛, determine a
distância do ponto 𝐷 até a linha de ação da resultante dos pesos dos três refletores. (b) Deter-
mine o valor de 𝑑 de modo que a resultante dos pesos passe pelo ponto médio do tubo.
16. Uma treliça sustenta a carga mostrada na figura. Determine a força equivalente que atua
sobre a treliça e o ponto de interseção da sua linha de ação com uma linha, que passa pelos
pontos 𝐴 e 𝐺.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
15 | P á g i n a
Respostas - Sistemas Equivalentes de Forças em Corpos Rígidos
1. 𝑴 𝐵 = 186,6 𝑙𝑏 ∙ 𝑖𝑛 (↷)
2. (a) 𝑴 𝐵 = 800 𝑙𝑏 ∙ 𝑖𝑛 (↷)
(b) 𝑃 = 51,3 𝑙𝑏
(c) 𝑃 𝑚í𝑛 = 44,4 𝑙𝑏 (∡20°)
3. 𝑴 𝐴 = 116,2 𝑙𝑏 ∙ 𝑖𝑛 (↶)
4. (a) 𝑴 𝑜 = −11𝒊 + 22𝒋 + 22𝒌
(b) 𝑴 𝑜 = 0
(c) 𝑴 𝑜 = −45𝒊 + 30𝒋 + 10𝒌
5. 𝑴 𝐴 = 7,89𝒋 + 4,74𝒌
7. 𝑷 ∙ 𝑸 = 1, 𝑷 ∙ 𝑺 = −11 e 𝑸 ∙ 𝑺 = 10
8. 𝑆 𝑥 = 7
9. 𝑀𝑥 = −31,2 𝑁 ∙ 𝑚, 𝑀 𝑦 = 13,20 𝑁 ∙ 𝑚 e 𝑀𝑧 = −2,42 𝑁 ∙ 𝑚
10. 𝑎 = 1,252 𝑚
11. (a) 𝑀 = 12,39 𝑁 ∙ 𝑚
(b) 𝑀 = 12,39 𝑁 ∙ 𝑚
(c) 𝑀 = 12,39 𝑁 ∙ 𝑚
12. (a) 𝑴 𝐶 = 334 𝑙𝑏 ∙ 𝑓𝑡 (↶)
(b) 𝑷 𝐵 = 20,0 𝑙𝑏 (↑) e 𝑃𝐷 = 143,0 𝑙𝑏 (∡ 56°)
13. (a) 𝑴 𝐵 = 4,00 𝑁 ∙ 𝑚 (↶)
(b) 𝑭 𝐶 = 100,0 𝑁 (↓) e 𝑭 𝐷 = 100,0 𝑁 (↑)
14. (a) 𝑹 𝐴 = 600 𝑁 (↓) e 𝑴 𝐴 = 1000 𝑁 ∙ 𝑚 (↶)
(b) 𝑹 𝐴 = 600 𝑁 (↓) e 𝑴 𝐴 = 900 𝑁 ∙ 𝑚 (↷)
(c) 𝑹 𝐴 = 600 𝑁 (↓) e 𝑴 𝐴 = 900 𝑁 ∙ 𝑚 (↶)
(d) 𝑹 𝐴 = 400 𝑁 (↑) e 𝑴 𝐴 = 900 𝑁 ∙ 𝑚 (↶)
(e) 𝑹 𝐴 = 600 𝑁 (↓) e 𝑴 𝐴 = 200 𝑁 ∙ 𝑚 (↷)
(f) 𝑹 𝐴 = 600 𝑁 (↓) e 𝑴 𝐴 = 800 𝑁 ∙ 𝑚 (↶)
15. (a) 𝐿 = 39,6 𝑖𝑛
(b) 𝑑 = 33,1 𝑖𝑛
16. 𝑹 = 773 𝑙𝑏 (∡ 79,0°)
𝑑 = 9,54 𝑓𝑡
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
16 | P á g i n a
Equilíbrio de Corpos Rígidos
1. Para a viga e carregamento mostrados na figura, determine (a) a reação em 𝐴, (b)a tração no
cabo 𝐵𝐶 pesam
2. Dois caixotes, de massa 350 𝑘𝑔 cada, são colocados na caçamba de uma caminhonete de
1400 𝑘𝑔. Determine as reações em cada uma das duas (a) rodas traseiras 𝐴, (b) rodas dianteiras
𝐵.
3. Um apoio em 𝑇 sustenta quatro cargas mostradas na figura. Determine as reações em 𝐴 e 𝐵
Dois (a) se 𝑎 = 10 𝑖𝑛, (b) se 𝑎 = 7 𝑖𝑛.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
17 | P á g i n a
4. O máximo valor admissível em cada uma das reações é de 180 𝑁. Desprezando o peso da
viga, determine o intervalo de valores da distância 𝑑 para o qual a viga está segura.
5. Duas hastes 𝐴𝐵 e 𝐷𝐸 são conectadas por uma alavanca 𝐵𝐶𝐷 como mostrado na figura. Sa-
bendo que a tração na haste é 720 𝑁, determine (a) a tração na haste 𝐷𝐸, (b) a reação em 𝐶.
6. O suporte 𝐵𝐶𝐷 é articulado em 𝐶 e preso e preso a um cabo de controle em 𝐵. Para o carre-
gamento mostrado na figuram determine (a) a tração no cabo, (b) a reação em 𝐶.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
18 | P á g i n a
7. Determine as reações em 𝐴 e em 𝐵 quando (a) 𝛼 = 0°, (b) 𝛼 = 90°
8. Desprezando o atrito, determine a tração no cabo 𝐴𝐵𝐷 e a reação no suporte 𝐶.
9. Uma haste leve é suportada sem atrito por cavilhas em 𝐵 e 𝐶 e apoia sem atrito na parede em
𝐴. A força vertical de 220 𝑙𝑏 é aplicada em 𝐷. Determine as reações em 𝐴, 𝐵 e 𝐶.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
19 | P á g i n a
10. Uma barra leve 𝐴𝐵 é suspensa pelo cabo 𝐵𝐸 e suporta um bloco de 50 𝑙𝑏 em 𝐶. As extre-
midade 𝐴 e 𝐷 da barra estão em contato, sem
atrito, com as paredes. Determine a tração no
cabo 𝐵𝐸 e as reações em 𝐴 e 𝐷.
11. Determine a tração em cada cabo e a reação em 𝐷.
12. Um caixote de 50 𝑘𝑔 é preso a uma viga de rolamento mostrado na figura. Sabendo que
𝑎 = 1,5 𝑚, determine (a) a tração no cabo
𝐶𝐷, (b) a reação em 𝐵.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
20 | P á g i n a
13. A extremidade de uma haste 𝐴𝐵 apoiada no canto 𝐴 e a outra extremidade é presa a uma
corda 𝐵𝐷. Se a haste suporta uma carga de 40 𝑙𝑏 no ponto
médio 𝐶, encontre a reação em 𝐴 e a tração na corda.
14. A placa quadrada de extremidade de 24 𝑙𝑏 mostrada na figura é sustentada por três arames
verticais. Determine (a) a tração em
casa arame quando 𝑎 = 10 𝑖𝑛,
(b) o valor de 𝑎 para qual as trações
nos três arames sejam iguais.
15. Sobre uma lança 10 𝑓𝑡 atua uma força de 840 𝑙𝑏 como mostrado na figura. Determine a
tração em cada cabo e a reação da rótula em 𝐴.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
21 | P á g i n a
Respostas - Equilíbrio de Corpos Rígidos
1. (a) 𝑨 = 245 𝑙𝑏 (↑)
(b) 𝐹𝐵𝐶 = 140,0 𝑙𝑏
2. (a) 𝑨 = 6,07 𝑘𝑁 (↑)
(b) 𝑩 = 4,23 𝑘𝑁 (↑)
3. (a) 𝑨 = 20, 0 𝑙𝑏 (↓)
(b) 𝑩 = 4,23 𝑘𝑁 (↑)
4. 𝑑 ≥ 150,0 𝑚𝑚 e 𝑑 ≤ 400 𝑚𝑚
5. (a) 𝐹𝐷𝐸 = 600 𝑁
(b) 𝑪 = 41253 𝑁 (∡ 69,8 °)
6. (a) 𝑇 = 2,00 𝑘𝑁
(b) 𝑪 = 2,32 𝑘𝑁 (∡ 46,4 °)
7. (a) 𝑨 = 37,5 𝑙𝑏 (↓) e 𝑩 = 37,5 𝑙𝑏 (↑)
(b) 𝑨 = 62,5 𝑙𝑏 (→) e 𝑩 = 62,5 𝑙𝑏 (←)
8. (a) 𝑇 = 80,0 𝑁
(b) 𝑪 = 89,4 𝑁 (∡ 26,6 °)
9. 𝑨 = 69,3 𝑙𝑏 (→), 𝑪 = 173,2 𝑙𝑏 (∡ 60,0 °) e 𝑩 = 34, 6 𝑙𝑏 (∡ 60,0°)
10. 𝑨 = 18,75 𝑙𝑏 (→) e 𝑫 = 18,75 𝑙𝑏 (←)
11. 𝑫 = 3750 𝑁 (←)
12. 𝑩 = 457 𝑁 (∡ 26,6°)
13. 𝑨 = 37,1 𝑙𝑏 (∡ 62,4 °) e 𝑇 = 18,57 𝑙𝑏
14. (a) 𝐴 = 6,00 𝑙𝑏 e 𝐵 = 𝐶 = 9,00 𝑙𝑏
(b) 𝑎 = 15,00 𝑖𝑛
15. 𝑇𝐵𝐷 = 1100 𝑙𝑏, 𝑇𝐵𝐸 = 1100 𝑙𝑏 e 𝑨 = (1200 𝑙𝑏)𝒊 − (560 𝑙𝑏)𝒋
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
22 | P á g i n a
Forças Distribuídas: Centroides e Centro de Gravidade (Baricen-
tro)
Determine o centroide das áreas planas a seguir:
1. 2.
3. 4.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
23 | P á g i n a
5. 6.
7 e 8 O eixo horizontal passa pelo centroide 𝐶 da área mostrada na figura e divide a superfície
em duas áreas componentes, 𝐴1 e 𝐴2. Determine o momento de primeira ordem de cada com-
ponente de superfície em relação ao eixo 𝑥 e explique os resultados obtidos.
Exercício 7
Exercício 8
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
24 | P á g i n a
Determine por integração direta os centroides das áreas a seguir. Determine sua resposta em
termos de 𝑎 e ℎ.
9. 10.
Para a viga e o carregamento mostrados nas figuras, determine (a) a intensidade e a localização
da resultante da carga distribuída, (b)as reações de apoio da viga.
11.
12.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
25 | P á g i n a
Determine as reações de apoio da viga para a carga dada.
13.
14.
15.
16. Para a viga mostrada na figura abaixo, determine (a)a distância 𝑎 para 𝜔 𝐴 = 20 𝑘𝑁/𝑚, (b)
o valor correspondente de 𝜔 𝐵.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
26 | P á g i n a
17. Determine a posição do centroide do corpo composto mostrado na figura, quando (a) ℎ =
2𝑏, (b) ℎ = 2,5𝑏.
18. Para o elemento mecânico mostrado na figura, determine a coordenada 𝑦 do centro de gra-
vidade.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
27 | P á g i n a
Respostas - Forças Distribuídas: Centroides e Centro de Gravidade (Bari-
centro)
1. 𝑋̅ = 175,6 𝑚𝑚 e 𝑌̅ = 94,4 𝑚𝑚
2. 𝑋̅ = 16,21 𝑚𝑚 e 𝑌̅ = 31,9 𝑚𝑚
3. 𝑋̅ = 19,28 𝑖𝑛 e 𝑌̅ = 6,94 𝑖𝑛
4. 𝑋̅ = 7,22 𝑖𝑛 e 𝑌̅ = 9,56 𝑖𝑛
5. 𝑋̅ = −10,00 𝑚𝑚 e 𝑌̅ = 87,5 𝑚𝑚
6. 𝑌̅ = 6,45 𝑖𝑛
7. (𝑄 𝑥)1 = 25, 0 𝑖𝑛³, (𝑄 𝑥)2 = −25, 0 𝑖𝑛³ e 𝑄 𝑥 = 0
8. (𝑄 𝑥)1 = 23, 0 𝑖𝑛³, (𝑄 𝑥)2 = −23, 0 𝑖𝑛³ e 𝑄 𝑥 = 0
9. 𝑥̅ =
𝟐
𝟑
𝑎 e 𝑦̅ =
𝟏
𝟑
ℎ
10. 𝑥̅ =
𝟐
𝟓
𝑎 e 𝑦̅ =
𝟐
𝟕
ℎ
11. (a) 𝑹 = 1215 𝑙𝑏 (↓), 𝑋̅ = 4,33 𝑓𝑡
(b) 𝑩 = 585 𝑙𝑏 (↑) e 𝑨 = 630 𝑙𝑏 (↑)
12. (a) 𝑅 = 2400 𝑁 (↓), 𝑋̅ = 2,33 𝑚
(b) 𝑨 = 1000 𝑁 (↑) e 𝑩 = 1400 𝑁 (↑)
13. 𝑨 = 32,0 𝑘𝑁 (↑), 𝑴 𝐴 = 124,0 𝑘𝑁 ⋅ 𝑚 (↺)
14. 𝑪 = 2360 𝑙𝑏 (↑) e 𝑩 = 1360 𝑙𝑏 (↑)
15. 𝑨 = 480 𝑁 (↑) e 𝑩 = 840 𝑁 (↓)
16. 𝑎 = 0,375 𝑚 e 𝜔 𝐵 = 40,0 𝑘𝑁/𝑚
17. (a)
1
10
𝑏 𝑎 𝒆𝒔𝒒𝒖𝒆𝒓𝒅𝒂 𝑑𝑎 𝑏𝑎𝑠𝑒 𝑑𝑜 𝑐𝑜𝑛𝑒 , (b) 0,01136𝑏 𝑎 𝒅𝒊𝒓𝒆𝒊𝒕𝒂 𝑑𝑎 𝑏𝑎𝑠𝑒 𝑑𝑜 𝑐𝑜𝑛𝑒
18. 𝑌̅ = 19,13 𝑚𝑚
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
28 | P á g i n a
Forças Distribuídas: Momento de Inércia
Determine por integração direta o momento de inercia da superfície sombreada em relação ao
eixo 𝑦.
1. 2.
3 e 4 Determine o momento de inércia polar e o raio de giração polar da superfície sombreada
mostra nas figura em relação ao ponto 𝑃.
5. Determine o momento de inércia polar e o raio de giração polar do triângulo isósceles mos-
trado na figura em relação ao ponto 𝑂.
Exercício 3
Exercício 4
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
29 | P á g i n a
6. Determine o momento de inércia polar e o raio de giração da superfície sombreada em relação
ao eixo 𝑥.
7. Duas chapas de aço de 20 𝑚𝑚 são soldados a um perfil duplo 𝑇 laminado tal como mostra
a figura. Determine o momento de inércia e o raio de
giração da seção em relação aos eixos 𝑥 e 𝑦.
8. Dois perfis são soldados no perfil duplo 𝐼 laminado como mostra a figura. Determine o mo-
mento de inércia e o raio de giração da seção com-
posta em relação aos eixos centroidais dos eixos
𝑥 e 𝑦.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
30 | P á g i n a
9. Determine por integração direta o produto de inercia da superfície dada em relação aos eixos
𝑥 e 𝑦.
10 e 11 Usando o teorema dos eixo paralelos determine o produto de inércia da superfície mos-
trada em relação aos eixos centroidais 𝑥 e 𝑦.
Exercício 10
Exercício 11
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
31 | P á g i n a
12. Usando o teorema dos eixo paralelos, determine o produto de inércia da superfície mostrada
na figura em relação aos eixos centroidais 𝑥 e 𝑦.
13. Uma placa delgada semicircular tem massa 𝑚. Determine o momento de inércia de massa
da placa em relação (a) ao eixo centroidal
𝐵𝐵′, (b) ao eixo centroidal 𝐶𝐶′ perpendicular
a placa.
14. Determine por integração direta o mento de inércia em relação ao eixo 𝑦 do cilindro circular
mostrado na figura, considerando que ele tem massa específica uniforme e massa 𝑚.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
32 | P á g i n a
15. Determine os produtos de inercia 𝐼 𝑥𝑦, 𝐼 𝑦𝑧 e 𝐼𝑧𝑥 da peça de máquina de aço mostrado na
figura. (A massa específica do aço é 7850 𝑘𝑔/𝑚³.)
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
33 | P á g i n a
Respostas - Forças Distribuídas: Momento de Inércia
1. 𝐼 𝑦 =
𝟏
𝟏𝟐
𝑏³ℎ
2. 𝐼 𝑦 =
𝟐
𝟏𝟓
𝑎³𝑏
3. 𝐽 𝑃 = 20 𝑎4
e 𝑘 𝑃 = 1,82 𝑎
4. 𝐽 𝑂 =
43
48
𝑎4
e 𝑘 𝑂 = 0,773 𝑎
5. 𝐽 𝑂 =
𝑏ℎ
48
(12ℎ2
+ 𝑏2
) e 𝑘 𝑂 =
√12ℎ2+𝑏2
24
6. 𝐼 𝑥 = 390 ∙ 103
𝑚𝑚4
e 𝑘 𝑥 = 21,9 𝑚𝑚
7. 𝐼 𝑥
̅ = 260 ∙ 106
𝑚𝑚4
e 𝑘̅ 𝑥 = 144,0 𝑚𝑚, 𝐼 𝑦
̅ = 17,53 ∙ 106
𝑚𝑚4
e 𝑘̅ 𝑦 = 37,6 𝑚𝑚
8. 𝐼 𝑥
̅ = 2,54 𝑖𝑛4
e 𝑘̅ 𝑥 = 4,00 𝑖𝑛, 𝐼 𝑦
̅ = 102,1 𝑖𝑛4
e 𝑘̅ 𝑦 = 2,54 𝑖𝑛
9. 𝐼 𝑥𝑦 = −
𝟏
𝟖
𝑏²ℎ²
10. 𝐼̅𝑥𝑦 = −1,760 ∙ 106
𝑚𝑚4
11. 𝐼̅𝑥𝑦 = −0,380 𝑖𝑛4
12. 𝐼̅𝑥𝑦 = 471 ∙ 103
𝑚𝑚4
13. 𝐼 𝐵𝐵′ = 0,0699 𝑚𝑎² e 𝐼 𝐶𝐶′ = 0,32 𝑚𝑎²
14. 𝐼 𝑦 =
𝟏
𝟏𝟐
𝑚(3𝑎2
+ 𝐿2
)
15. 𝐼 𝑥𝑦 = 2,44 ∙ 10−3
𝑘𝑔 ∙ 𝑚², 𝐼 𝑦𝑧 = 1,415 ∙ 10−3
𝑘𝑔 ∙ 𝑚² e 𝐼𝑧𝑥 = 4,59 ∙ 10−3
𝑘𝑔 ∙ 𝑚²
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
34 | P á g i n a
Atrito
1. Determine se o bloco mostrado na figura está em equilíbrio e encontre a intensidade e o
sentido da força de atrito quando 𝜃 = 25° e 𝑃 = 150 𝑙𝑏.
2. Sabe-se que o coeficiente de atrito entre o bloco de 𝑚 = 15 𝑘𝑔 e o plano inclinado é 𝜇 𝑠 =
0,25, determine (a) o menor valor de 𝑃 necessário para manter o bloco em equilíbrio, (b) o
valor correspondente de 𝛽.
3. Os coeficientes de atrito são 𝜇 𝑠 = 0,40 e 𝜇 𝑘 = 0,30 entre todas as superfícies de contato.
Determine a menor força 𝑷 necessária para iniciar o movimento do bloco de 𝑚 = 30 𝑘𝑔 se o
cabo 𝐴𝐵 (a) está ligado tal qual como mostra a figura, (b) é removido.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
35 | P á g i n a
4. Uma escada 𝐴𝐵 de 6,5 𝑚 encosta-se em uma parede como mostrado na figura. Considerando
que o coeficiente de atrito estático 𝜇 𝑠 é o mesmo para 𝐴 e
𝐵, determine o menor valor de 𝜇 𝑠 para que o equilíbrio
seja mantido.
5. Duas tábuas uniformes idênticas, cada qual pesando 40 𝑙𝑏, estão temporariamente encostadas
uma contra a outra tal como mostra a figura.
Sabe-se que o coeficiente de atrito estático
entre todas as superfícies é 0,40, determine
(a) a maior intensidade da força 𝑷 para que
o equilíbrio seja mantido, (b) a superfície em
que o movimento e iminente.
6. A peça 𝐴𝐵𝐶 é sustentada por uma articulação sem atrito em 𝐵 e por uma cunha de 10° em
𝐶. Sabendo que o coeficiente de
atrito estático 0,20 em ambas as fa-
ces da cunha, determine (a) a força 𝑷
necessária para mover a cunha para
esquerda, (b) os componentes da rea-
ção correspondente em 𝐵.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
36 | P á g i n a
7. Duas cunhas de 8° e massa desprezível são usadas para mover e posicionar uma bloco de
𝑚 = 800 𝑘𝑔. Sabendo que o coeficiente de
atrito estático em todas as superfícies de con-
tato e de 0,30, determine a menor força 𝑷
que poderá ser aplicada, como mostrado na
figura na cunha da esquerda.
8. A elevação da extremidade de uma viga de aço apoiada em um piso de concreto é ajustada
através das cunhas de aço 𝐸 e 𝐹. A placa de base 𝐶𝐷 foi soldada no flange inferior da viga e
sabe-se que a realçai na extremidade da viga é 100 𝑘𝑁. O coeficiente de atrito estático é 0,30
entre as duas superfícies de aço e 0,60 entre o aço e o concreto. Se o movimento horizontal da
viga é contido pela força 𝑸, determine (a) a força 𝑷 necessária para erguer a viga, (b) a força
𝑸 correspondente.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
37 | P á g i n a
Respostas - Atrito
1. 𝑂 𝑏𝑙𝑜𝑐𝑜 𝑒𝑠𝑡á 𝑒𝑚 𝑒𝑞𝑢𝑖𝑙í𝑏𝑟𝑖𝑜 𝑭 = 34,5 𝑙𝑏 (↘)
2. 𝑃 = 108,0 𝑁 e 𝛽 = 46,0°
3. (a) 𝑷 = 353 𝑁 (←)
(b) 𝑷 = 196,2 𝑁 (←)
4. 𝜇 𝑠 = 0,200
5. (a) 𝑃 𝑚á𝑥 = 11,43 𝑙𝑏
(b) 𝑒𝑚 𝐶
6. (a) 𝑷 = 56,6 𝑙𝑏 (←)
(b) 𝑩 𝒙 = 82,6 𝑙𝑏 (←) e 𝑩 𝒚 = 96, 0 𝑙𝑏 (↓)
7. 𝑷 = 2080 𝑁 (↓)
8. (a) 𝑷 = 80,3 𝑘𝑁 (←)
(b) 𝑸 = 50,3 𝑘𝑁 (→)
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
38 | P á g i n a
Método do Trabalho Virtual
1. Determine a força vertical 𝑷 que deve ser aplicada em 𝐶 para se manter o equilíbrio do
sistema articulado.
2. Determine o binário 𝑴 que deve ser aplicado ao elemento 𝐴𝐵𝐶 para se manter em equilíbrio
do sistema articulado.
3. O mecanismo articulado de duas barras mostrado na figura é sustentado por um pino e um
suporte em 𝐵 e por um colar em 𝐷, que desliza livremente sobre uma haste vertical. Determine
a força 𝑷 necessária para manter o equilíbrio do mecanismo.
Exercícios 1 e 2
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
39 | P á g i n a
4. A haste fina 𝐴𝐵 é presa a um colar 𝐴 e repousa sobre uma pequena roda em 𝐶. Desprezando
o raio da roda e o efeito do atrito, deduza uma expressão para
intensidade da força 𝑸 necessária para manter o equilíbrio da
haste.
5. Deduza uma expressão para a intensidade do binário 𝑴 necessário para manter o equilíbrio
do mecanismo articulado mostrado na figura.
6. Usando o método do trabalho virtual, determine a reação em 𝐸.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
40 | P á g i n a
7. Determine a força vertical 𝑷 que deve ser aplicada em 𝐺 para se manter o equilíbrio do
sistema articulado
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
41 | P á g i n a
Respostas - Método do Trabalho Virtual
1. 𝑷 = 82,5 𝑁 (↓)
2. 𝑴 = 49, 5 𝑁 ∙ 𝑚 (↷)
3. 𝑷 = 125,0 𝑙𝑏 (↓)
4. 𝑄 = 𝑃 (
𝑙
𝑎
𝑐𝑜𝑠3
𝜃 − 1)
5. 𝑀 =
𝑃𝑙
2𝑡𝑎𝑛𝜃
6. 𝑬 = 7,75 𝑘𝑁 (↑)
7. 𝑃 = 6𝑂, 0 𝑙𝑏
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
42 | P á g i n a
Referências
BEER, F.P.; JOHNSTON J. E.R. Mecânica Vetorial para Engenheiros – Estática. 9ª edição.
Porto Alegre: AMGH, 2012.
HIBBERLER, R.C. Mecânica para Engenharia – Estática. 12ª ed. São Paulo: Person Prentice
Hall, 2011.
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
43 | P á g i n a
Apêndice
Reações em apoios e conexões para uma estrutura bidimensional
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
44 | P á g i n a
Reações em apoios e conexões para uma estrutura tridimensional
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
45 | P á g i n a
Centroides de áreas e linhas de formatos comuns
Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo
46 | P á g i n a
Momentos de inercia de áreas e sólidos comuns

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Resistência dos materiais - Exercícios Resolvidos
Resistência dos materiais - Exercícios ResolvidosResistência dos materiais - Exercícios Resolvidos
Resistência dos materiais - Exercícios ResolvidosMoreira1972
 
Solução da lista 2
Solução da lista 2Solução da lista 2
Solução da lista 2Ayrton Lira
 
Exercicios de torção
Exercicios de torçãoExercicios de torção
Exercicios de torçãoRomualdo SF
 
Tabela de dimensões e unidades
Tabela de dimensões e unidadesTabela de dimensões e unidades
Tabela de dimensões e unidadesDaniellycc
 
Soluções resistência dos materiais - beer & johnston - 3a ed
Soluções   resistência dos materiais - beer & johnston - 3a edSoluções   resistência dos materiais - beer & johnston - 3a ed
Soluções resistência dos materiais - beer & johnston - 3a edLeandroHFDiogenes
 
Exercicios resolvidos resmat
Exercicios resolvidos resmatExercicios resolvidos resmat
Exercicios resolvidos resmatMarinaldo Junior
 
Fenômenos de transporte MecFlu.
Fenômenos de transporte MecFlu.Fenômenos de transporte MecFlu.
Fenômenos de transporte MecFlu.Ailton Souza
 
Exercicios resolvidos hidraulica
Exercicios resolvidos hidraulicaExercicios resolvidos hidraulica
Exercicios resolvidos hidraulicafernando correa
 
Resolução do livro de estática hibbeler 10ª ed - cap 4-6
Resolução do livro de estática   hibbeler 10ª ed - cap 4-6Resolução do livro de estática   hibbeler 10ª ed - cap 4-6
Resolução do livro de estática hibbeler 10ª ed - cap 4-6Jefferson_Melo
 
Relatório de carga e descarga de capacitores
Relatório de carga e descarga de capacitoresRelatório de carga e descarga de capacitores
Relatório de carga e descarga de capacitoresAnderson Totimura
 
Questoes resolvidas de termodinmica
Questoes resolvidas de termodinmicaQuestoes resolvidas de termodinmica
Questoes resolvidas de termodinmicasjfnet
 
Reações de Apoio em Estruturas
Reações de Apoio em EstruturasReações de Apoio em Estruturas
Reações de Apoio em Estruturascamilapasta
 
Perdas de cargas em tubulações
Perdas de cargas em tubulaçõesPerdas de cargas em tubulações
Perdas de cargas em tubulaçõesVivi Basilio
 
Relatório de física resistência e resistividade
Relatório de física   resistência e resistividadeRelatório de física   resistência e resistividade
Relatório de física resistência e resistividadeVictor Said
 
Apostila resistencia dos_materiais_parte_1
Apostila resistencia dos_materiais_parte_1Apostila resistencia dos_materiais_parte_1
Apostila resistencia dos_materiais_parte_1Hudson Luiz Pissini
 
Exercicios resolvidos de_hidraulica
Exercicios resolvidos de_hidraulicaExercicios resolvidos de_hidraulica
Exercicios resolvidos de_hidraulicaSérgio Lessa
 
Resistência dos materiais r. c. hibbeler
Resistência dos materiais   r. c. hibbelerResistência dos materiais   r. c. hibbeler
Resistência dos materiais r. c. hibbelerMeireles01
 

Mais procurados (20)

Resistência dos materiais - Exercícios Resolvidos
Resistência dos materiais - Exercícios ResolvidosResistência dos materiais - Exercícios Resolvidos
Resistência dos materiais - Exercícios Resolvidos
 
Solução da lista 2
Solução da lista 2Solução da lista 2
Solução da lista 2
 
Exercicios de torção
Exercicios de torçãoExercicios de torção
Exercicios de torção
 
Flexao
Flexao Flexao
Flexao
 
Tabela de dimensões e unidades
Tabela de dimensões e unidadesTabela de dimensões e unidades
Tabela de dimensões e unidades
 
Soluções resistência dos materiais - beer & johnston - 3a ed
Soluções   resistência dos materiais - beer & johnston - 3a edSoluções   resistência dos materiais - beer & johnston - 3a ed
Soluções resistência dos materiais - beer & johnston - 3a ed
 
Exercicios resolvidos resmat
Exercicios resolvidos resmatExercicios resolvidos resmat
Exercicios resolvidos resmat
 
Fenômenos de transporte MecFlu.
Fenômenos de transporte MecFlu.Fenômenos de transporte MecFlu.
Fenômenos de transporte MecFlu.
 
Exercicios resolvidos hidraulica
Exercicios resolvidos hidraulicaExercicios resolvidos hidraulica
Exercicios resolvidos hidraulica
 
Resolução do livro de estática hibbeler 10ª ed - cap 4-6
Resolução do livro de estática   hibbeler 10ª ed - cap 4-6Resolução do livro de estática   hibbeler 10ª ed - cap 4-6
Resolução do livro de estática hibbeler 10ª ed - cap 4-6
 
Relatório de física 3 lei de ohm
Relatório de física 3  lei de ohmRelatório de física 3  lei de ohm
Relatório de física 3 lei de ohm
 
Relatório de carga e descarga de capacitores
Relatório de carga e descarga de capacitoresRelatório de carga e descarga de capacitores
Relatório de carga e descarga de capacitores
 
Questoes resolvidas de termodinmica
Questoes resolvidas de termodinmicaQuestoes resolvidas de termodinmica
Questoes resolvidas de termodinmica
 
Reações de Apoio em Estruturas
Reações de Apoio em EstruturasReações de Apoio em Estruturas
Reações de Apoio em Estruturas
 
Perdas de cargas em tubulações
Perdas de cargas em tubulaçõesPerdas de cargas em tubulações
Perdas de cargas em tubulações
 
Relatório de física resistência e resistividade
Relatório de física   resistência e resistividadeRelatório de física   resistência e resistividade
Relatório de física resistência e resistividade
 
Apostila resistencia dos_materiais_parte_1
Apostila resistencia dos_materiais_parte_1Apostila resistencia dos_materiais_parte_1
Apostila resistencia dos_materiais_parte_1
 
Exercicios resolvidos de_hidraulica
Exercicios resolvidos de_hidraulicaExercicios resolvidos de_hidraulica
Exercicios resolvidos de_hidraulica
 
Resistência dos materiais r. c. hibbeler
Resistência dos materiais   r. c. hibbelerResistência dos materiais   r. c. hibbeler
Resistência dos materiais r. c. hibbeler
 
Lista 1 2 e 3 gabarito
Lista 1 2 e 3 gabaritoLista 1 2 e 3 gabarito
Lista 1 2 e 3 gabarito
 

Semelhante a Apostila de mecânica aplicada

Exercicios resistencia dos materias online unip
Exercicios resistencia dos materias online   unipExercicios resistencia dos materias online   unip
Exercicios resistencia dos materias online unipBruna Kono
 
Lista de exercícios_-_estática211020100949 (1)
Lista de exercícios_-_estática211020100949 (1)Lista de exercícios_-_estática211020100949 (1)
Lista de exercícios_-_estática211020100949 (1)Emerson Assis
 
Introdução a mecânica i 10 dias de mecânica
Introdução a mecânica i   10 dias de mecânicaIntrodução a mecânica i   10 dias de mecânica
Introdução a mecânica i 10 dias de mecânicaHelder Guerreiro
 
Lista de exercícios
Lista de exercícios    Lista de exercícios
Lista de exercícios josejunio
 
Trigonometria no Triângulo Retângulo (Telecomunicações)
Trigonometria no Triângulo Retângulo (Telecomunicações)Trigonometria no Triângulo Retângulo (Telecomunicações)
Trigonometria no Triângulo Retângulo (Telecomunicações)Equipe_FAETEC
 
3º simulado periódico 2016 física
3º simulado periódico 2016   física3º simulado periódico 2016   física
3º simulado periódico 2016 físicaGustavo Mendonça
 
5 - Corpos Rigidos - Sistemas Equivalentes de Forcas.pdf
5 - Corpos Rigidos - Sistemas Equivalentes de Forcas.pdf5 - Corpos Rigidos - Sistemas Equivalentes de Forcas.pdf
5 - Corpos Rigidos - Sistemas Equivalentes de Forcas.pdfRaniellyHenriques
 
2º simulado periódico 2016 física
2º simulado periódico 2016   física2º simulado periódico 2016   física
2º simulado periódico 2016 físicaGustavo Mendonça
 
1º simulado fuvest 2016 (2ª fase 3º dia) - física
1º simulado fuvest 2016 (2ª fase   3º dia) - física1º simulado fuvest 2016 (2ª fase   3º dia) - física
1º simulado fuvest 2016 (2ª fase 3º dia) - físicaGustavo Mendonça
 
Exercicios area 1 com resposta
Exercicios area 1 com respostaExercicios area 1 com resposta
Exercicios area 1 com respostaBruna Racoski
 
Terceira lista de_exercícios
Terceira lista de_exercíciosTerceira lista de_exercícios
Terceira lista de_exercíciosRicardo Ignácio
 
1ª Lista de exercícios de resistência de materiais
1ª Lista de exercícios de resistência de materiais1ª Lista de exercícios de resistência de materiais
1ª Lista de exercícios de resistência de materiaisLuciano Santos
 
Lista de exercícios de Resistência dos Materiais
Lista de exercícios de Resistência dos MateriaisLista de exercícios de Resistência dos Materiais
Lista de exercícios de Resistência dos MateriaisLuciano Santos
 
1º simulado unicamp 2016 (1ª fase) física
1º simulado unicamp 2016 (1ª fase)   física1º simulado unicamp 2016 (1ª fase)   física
1º simulado unicamp 2016 (1ª fase) físicaGustavo Mendonça
 
Exp 3 vibrações alef
Exp 3 vibrações alefExp 3 vibrações alef
Exp 3 vibrações alefAlef Maia
 

Semelhante a Apostila de mecânica aplicada (20)

9 equilibrio dos corpos rigidos
9   equilibrio dos corpos rigidos9   equilibrio dos corpos rigidos
9 equilibrio dos corpos rigidos
 
Exercicios resistencia dos materias online unip
Exercicios resistencia dos materias online   unipExercicios resistencia dos materias online   unip
Exercicios resistencia dos materias online unip
 
Lista de exercícios_-_estática211020100949 (1)
Lista de exercícios_-_estática211020100949 (1)Lista de exercícios_-_estática211020100949 (1)
Lista de exercícios_-_estática211020100949 (1)
 
Introdução a mecânica i 10 dias de mecânica
Introdução a mecânica i   10 dias de mecânicaIntrodução a mecânica i   10 dias de mecânica
Introdução a mecânica i 10 dias de mecânica
 
Lista de exercícios
Lista de exercícios    Lista de exercícios
Lista de exercícios
 
Trigonometria no Triângulo Retângulo (Telecomunicações)
Trigonometria no Triângulo Retângulo (Telecomunicações)Trigonometria no Triângulo Retângulo (Telecomunicações)
Trigonometria no Triângulo Retângulo (Telecomunicações)
 
3º simulado periódico 2016 física
3º simulado periódico 2016   física3º simulado periódico 2016   física
3º simulado periódico 2016 física
 
5 - Corpos Rigidos - Sistemas Equivalentes de Forcas.pdf
5 - Corpos Rigidos - Sistemas Equivalentes de Forcas.pdf5 - Corpos Rigidos - Sistemas Equivalentes de Forcas.pdf
5 - Corpos Rigidos - Sistemas Equivalentes de Forcas.pdf
 
Lista de resistência dos materiais
Lista de resistência dos materiaisLista de resistência dos materiais
Lista de resistência dos materiais
 
2º simulado periódico 2016 física
2º simulado periódico 2016   física2º simulado periódico 2016   física
2º simulado periódico 2016 física
 
1º simulado fuvest 2016 (2ª fase 3º dia) - física
1º simulado fuvest 2016 (2ª fase   3º dia) - física1º simulado fuvest 2016 (2ª fase   3º dia) - física
1º simulado fuvest 2016 (2ª fase 3º dia) - física
 
Exercicios area 1 com resposta
Exercicios area 1 com respostaExercicios area 1 com resposta
Exercicios area 1 com resposta
 
Terceira lista de_exercícios
Terceira lista de_exercíciosTerceira lista de_exercícios
Terceira lista de_exercícios
 
110 estatica
110 estatica110 estatica
110 estatica
 
Lista1
Lista1Lista1
Lista1
 
1ª Lista de exercícios de resistência de materiais
1ª Lista de exercícios de resistência de materiais1ª Lista de exercícios de resistência de materiais
1ª Lista de exercícios de resistência de materiais
 
Lista de exercícios de Resistência dos Materiais
Lista de exercícios de Resistência dos MateriaisLista de exercícios de Resistência dos Materiais
Lista de exercícios de Resistência dos Materiais
 
I esforços internos
I esforços internosI esforços internos
I esforços internos
 
1º simulado unicamp 2016 (1ª fase) física
1º simulado unicamp 2016 (1ª fase)   física1º simulado unicamp 2016 (1ª fase)   física
1º simulado unicamp 2016 (1ª fase) física
 
Exp 3 vibrações alef
Exp 3 vibrações alefExp 3 vibrações alef
Exp 3 vibrações alef
 

Último

SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptxSEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptxavaseg
 
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsxST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsxmarketing18485
 
NR10-Treinamento-Basico-Parte-2-Jul-21.pptx
NR10-Treinamento-Basico-Parte-2-Jul-21.pptxNR10-Treinamento-Basico-Parte-2-Jul-21.pptx
NR10-Treinamento-Basico-Parte-2-Jul-21.pptxMarceloLeoSanttana
 
treinamento de moldagem por injeção plástica
treinamento de moldagem por injeção plásticatreinamento de moldagem por injeção plástica
treinamento de moldagem por injeção plásticaleilannygaldino
 
Ateliê de costura trabalho final apresentação.pdf
Ateliê de costura trabalho final apresentação.pdfAteliê de costura trabalho final apresentação.pdf
Ateliê de costura trabalho final apresentação.pdfJaquelineMoura42
 
Proposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptx
Proposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptxProposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptx
Proposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptxWiliamArmandoHarisso
 
Integração_de__Segurança do Trabalho.pdf
Integração_de__Segurança do Trabalho.pdfIntegração_de__Segurança do Trabalho.pdf
Integração_de__Segurança do Trabalho.pdfEderAlexandre7
 
Aula Estruturas de concreto I - apresentaçaõ em slides
Aula Estruturas de concreto I - apresentaçaõ em slidesAula Estruturas de concreto I - apresentaçaõ em slides
Aula Estruturas de concreto I - apresentaçaõ em slidesAntonioJhennysonSouz1
 
pdfcoffee.com_cod1122-treinamento-de-paleteira-eletrica-pdf-free (1).pdf
pdfcoffee.com_cod1122-treinamento-de-paleteira-eletrica-pdf-free (1).pdfpdfcoffee.com_cod1122-treinamento-de-paleteira-eletrica-pdf-free (1).pdf
pdfcoffee.com_cod1122-treinamento-de-paleteira-eletrica-pdf-free (1).pdfrwewerw
 

Último (9)

SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptxSEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
 
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsxST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
 
NR10-Treinamento-Basico-Parte-2-Jul-21.pptx
NR10-Treinamento-Basico-Parte-2-Jul-21.pptxNR10-Treinamento-Basico-Parte-2-Jul-21.pptx
NR10-Treinamento-Basico-Parte-2-Jul-21.pptx
 
treinamento de moldagem por injeção plástica
treinamento de moldagem por injeção plásticatreinamento de moldagem por injeção plástica
treinamento de moldagem por injeção plástica
 
Ateliê de costura trabalho final apresentação.pdf
Ateliê de costura trabalho final apresentação.pdfAteliê de costura trabalho final apresentação.pdf
Ateliê de costura trabalho final apresentação.pdf
 
Proposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptx
Proposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptxProposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptx
Proposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptx
 
Integração_de__Segurança do Trabalho.pdf
Integração_de__Segurança do Trabalho.pdfIntegração_de__Segurança do Trabalho.pdf
Integração_de__Segurança do Trabalho.pdf
 
Aula Estruturas de concreto I - apresentaçaõ em slides
Aula Estruturas de concreto I - apresentaçaõ em slidesAula Estruturas de concreto I - apresentaçaõ em slides
Aula Estruturas de concreto I - apresentaçaõ em slides
 
pdfcoffee.com_cod1122-treinamento-de-paleteira-eletrica-pdf-free (1).pdf
pdfcoffee.com_cod1122-treinamento-de-paleteira-eletrica-pdf-free (1).pdfpdfcoffee.com_cod1122-treinamento-de-paleteira-eletrica-pdf-free (1).pdf
pdfcoffee.com_cod1122-treinamento-de-paleteira-eletrica-pdf-free (1).pdf
 

Apostila de mecânica aplicada

  • 1. Curso de Engenharia Civil – 4º Período Professor: Ms. Eduardo Martins Toledo Mecânica Aplicada Aluno (a):________________________________ Anápolis – GO 2014/1
  • 2. Prefácio A presente apostila, corresponde à compilação de uma pequena coletânea de exercícios do conteúdo de Mecânica Vetorial – Estática. Os exercícios contidos nesta apostila, estão se- parados em 7 tópicos: estática de partículas, sistemas equivalentes de forças em corpos rígidos, equilíbrio de corpos rígidos, forças distribuídas: centroides e centro de gravidade (baricentro), forças distribuídas: momentos de inercia, atrito e método do trabalho virtual. Cada tópico, possui uma seção denominada respostas, onde, como sugere o nome, as repostas são apresen- tadas. Espero que esta apostila atenda as expectativas dos alunos e contribua para facilitar o aprendizado da disciplina de Mecânica Aplicada. Como está é a primeira versão da apostila, é bem vinda a colaboração daqueles que queiram enviar sugestões que possam contribuir para o aprimoramento e melhoria desta obra. Prof. Ms. Eduardo Martins Toledo (eduardomtoledo@gmail.com)
  • 3. Índice PREFÁCIO......................................................................................................................................................... II ESTÁTICA DE PARTÍCULAS................................................................................................................................ 1 RESPOSTAS - ESTÁTICA DE PARTÍCULAS.........................................................................................................................8 SISTEMAS EQUIVALENTES DE FORÇAS EM CORPOS RÍGIDOS ........................................................................... 9 RESPOSTAS - SISTEMAS EQUIVALENTES DE FORÇAS EM CORPOS RÍGIDOS ..........................................................................15 EQUILÍBRIO DE CORPOS RÍGIDOS....................................................................................................................16 RESPOSTAS - EQUILÍBRIO DE CORPOS RÍGIDOS .............................................................................................................21 FORÇAS DISTRIBUÍDAS: CENTROIDES E CENTRO DE GRAVIDADE (BARICENTRO).............................................22 RESPOSTAS - FORÇAS DISTRIBUÍDAS: CENTROIDES E CENTRO DE GRAVIDADE (BARICENTRO).................................................27 FORÇAS DISTRIBUÍDAS: MOMENTO DE INÉRCIA.............................................................................................28 RESPOSTAS - FORÇAS DISTRIBUÍDAS: MOMENTO DE INÉRCIA..........................................................................................33 ATRITO............................................................................................................................................................34 RESPOSTAS - ATRITO...............................................................................................................................................37 MÉTODO DO TRABALHO VIRTUAL ..................................................................................................................38 RESPOSTAS - MÉTODO DO TRABALHO VIRTUAL............................................................................................................41 REFERÊNCIAS ..................................................................................................................................................42 APÊNDICE .......................................................................................................................................................43
  • 4. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 1 | P á g i n a Estática de Partículas 1. Duas forças 𝑷 e 𝑸 são aplicadas no ponto 𝐴 de um suporte tipo gancho, como mostra a figura. Sabendo que 𝑃 = 60 𝑙𝑏 e 𝑄 = 25 𝑙𝑏, determine a intensidade, a direção e o sentido da resul- tante usando a regra do triângulo. 2. Duas forças são aplicadas no ponto 𝐵 da viga 𝐴𝐵. Determine a intensidade, a direção e o sentido de sua resultante usando a regra do triângulo. 3. Duas forças são aplicadas, como mostra a figura, a um suporte tipo gancho. Usando trigono- metria e sabendo que a intensidade de 𝑷 é 35 𝑁, determine (a) o ângulo requerido 𝛼 se a resul- tante 𝑹 das duas forças aplicadas no suporte horizontal, (b) a correspondente intensidade de 𝑹.
  • 5. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 2 | P á g i n a 4. Determine as componentes 𝑥 e 𝑦 de cada uma das forças indicadas. 5. Determine as componentes 𝑥 e 𝑦 de cada uma das forças mostradas. 6. O elemento 𝐶𝐵 de um torno de bancada (morsa) exerce no bloco 𝐵 uma força 𝑷 dirigida ao longo da linha 𝐶𝐵. Sabendo que 𝑷 deve ter uma componente horizontal de 1200 𝑁, determine (a) a intensidade da força 𝑷, e (b) a sua componente vertical.
  • 6. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 3 | P á g i n a 7. Cabo 𝐴𝐶 exerce sobre viga 𝐴𝐵 uma força 𝑷 dirigida ao longo da linha 𝐴𝐶. Sabendo que 𝑷 deve ter uma componente vertical de 350 𝑙𝑏, determine (a) a magnitude da força 𝑷, (b) a sua componente horizontal. 8. Sabendo que 𝛼 = 35°, determine a resultante das forças mostradas. 9. Dois cabo estão ligados em 𝐶 e são carregado tal como mostra a figura. Sabendo que 𝛼 = 20°, determine a tração (a) no cabo 𝐴𝐶 e (b) no cabo 𝐵𝐶.
  • 7. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 4 | P á g i n a 10. Dois cabo estão ligados em 𝐶 e são carregado tal como mostra a figura. Sabendo que 𝑷 = 500 𝑁e 𝛼 = 60°, determine a tração (a) no cabo 𝐴𝐶 e (b) no cabo 𝐵𝐶. 11. Dois cabo estão ligados em 𝐶 e são carregado tal como mostra a figura. Determine a tração (a) no cabo 𝐴𝐶 e (b) no cabo 𝐵𝐶. 12. Duas forças 𝑷 e 𝑸 são aplicados tal como mostra a figura a uma conexão de uma aeronave. Sabendo-se que conexão está em equilí- brio e que 𝑃 = 500 𝑙𝑏 e 𝑄 = 650 𝑙𝑏 Q, determine as intensidades das forças exercidas nas hastes 𝐴 e 𝐵.
  • 8. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 5 | P á g i n a 13. A conexão soldada está em equilíbrio sob a ação das quatro forças mostradas. Sabendo que 𝐹𝐴 = 750 𝑙𝑏 e 𝐹𝐵 = 450 𝑙𝑏, determine a magnitude das forças 𝑷 e 𝑸. 14. Sabendo que as porções 𝐴𝐶 e 𝐵𝐶 do cabo 𝐴𝐵𝐶 devem ser iguais, determine o menor com- primento de cabo que pode ser usado para su- portar a caga mostrada se a tração no cabo não puder exceder 870 𝑁. 15. Determine(a) as componentes 𝑥, 𝑦 e 𝑧 da força de 750 𝑁, os ângulos 𝜃𝑥, 𝜃 𝑦 e 𝜃𝑧 que a força forma com os eixos coordenados.
  • 9. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 6 | P á g i n a 16. Uma placa horizontal está suspensa, como mostra a figura, por três fios que estão ligados a um suporte 𝐷 e formam ângulos de 30° com a vertical. Sabendo que a componente 𝑥 da força exercida pelo fio 𝐴𝐷 na placa é 110.3 𝑁, determine (a) a tensão no fio 𝐴𝐷, (b) os ângulos 𝜃𝑥, 𝜃 𝑦 e 𝜃𝑧 que a força exercida em 𝐴 forma com os eixos coordenados. 17. Três cabos são usados par amarra um balão, como mostra a figura. Determine a força ver- tical 𝑷 exercida pelo balão em 𝐴, sabendo que a tração 𝐴𝐵 é 259 𝑁.
  • 10. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 7 | P á g i n a 18. Um caixote é sustentado por três cabos, como mostrado na figura. Determine o peso do caixote, sabendo que a tração no cabo 𝐴𝐵 é 750 𝑙𝑏. 19. Uma placa retangular é sustentada por três cabos, como mostra a figura. Sabendo que a tração no cabo 𝐴𝐶 é 60 𝑁, determine o peso da placa.
  • 11. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 8 | P á g i n a Respostas - Estática de Partículas 1. 𝑹 = 71,1 𝑙𝑏 (∡ 85,4° → 𝑐𝑜𝑚 𝑠𝑒𝑛𝑡. 𝑛𝑒𝑔𝑎𝑔𝑖𝑣𝑜 𝑑𝑒 𝑥) 2. 𝑹 = 3,30 𝑘𝑁 (∡ 66,6°) 3. (a) 𝛼 = 37,1° (b) 𝑅 = 73,2 𝑁 4. 𝑃𝑎𝑟𝑎 𝐹 = 800 𝑁: 𝐹𝑥 = +640 𝑁 e 𝐹𝑦 = +480 𝑁 𝑃𝑎𝑟𝑎 𝐹 = 424 𝑁: 𝐹𝑥 = −224 𝑁 e 𝐹𝑦 = −360 𝑁 𝑃𝑎𝑟𝑎 𝐹 = 408 𝑁: 𝐹𝑥 = +192,0 𝑁 e 𝐹𝑦 = −360 𝑁 5. 𝑃𝑎𝑟𝑎 𝐹 = 80 𝑁: 𝐹𝑥 = 61,3 𝑁 e 𝐹𝑦 = 51,4 𝑁 𝑃𝑎𝑟𝑎 𝐹 = 120 𝑁: 𝐹𝑥 = 41,0 𝑁 e 𝐹𝑦 = 112,8 𝑁 𝑃𝑎𝑟𝑎 𝐹 = 150 𝑁: 𝐹𝑥 = −112,9 𝑁 e 𝐹𝑦 = 86,0 𝑁 6. (a) 𝑃 = 1465 𝑁 (b) 𝑷 𝑦 = 840 𝑁 (↓) 7. (a) 𝑃 = 610 𝑙𝑏 (b) 𝑷 𝑥 = 500 𝑙𝑏 (→) 8. 𝑅 = 309 𝑁 (∡ 86,6° → 𝑐𝑜𝑚 𝑠𝑒𝑛𝑡. 𝑛𝑒𝑔𝑎𝑔𝑖𝑣𝑜 𝑑𝑒 𝑥) 9. (a) 𝑇𝐴𝐶 = 2,13 𝑘𝑁 (b) 𝑇𝐵𝐶 = 1,735 𝑘𝑁 10. (a) 𝑇𝐴𝐶 = 305 𝑁 (b) 𝑇𝐵𝐶 = 514 𝑁 11. (a) 𝑇𝐴𝐶 = 586 𝑁 (b) 𝑇𝐵𝐶 = 2190 𝑁 12. 𝐹𝐴 = 1303 𝑙𝑏 e 𝐹𝐵 = 420 𝑙𝑏 13. 𝐹𝐶 = 6,40 𝑘𝑁 e 𝐹𝐷 = 480 𝑘𝑁 14. 𝐿 = 5,80 𝑚 15. (a) 𝐹𝑥 = +390 𝑁 e 𝐹𝑦 = +614 𝑁 e 𝐹𝑧 = +181,8 𝑁 (b) 𝜃𝑥 = 58,7°, 𝜃 𝑦 = 35,0° e 𝜃𝑧 = 76,0° 16. (a) F= 288 𝑁 (b) 𝜃𝑥 = 67,5°, 𝜃 𝑦 = 30,0° e 𝜃𝑧 = 108,7° 17. 𝑷 = 1031 𝑁 (↑) 18. 𝑾 = 2100 𝑙𝑏 (↓) 19. 𝑾 = 1049 𝑙𝑏 (↓)
  • 12. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 9 | P á g i n a Sistemas Equivalentes de Forças em Corpos Rígidos 1. Uma força 𝑷 de 8 𝑙𝑏 é aplicada em uma alavanca de câmbio. Determine o momento de 𝑷 sobre 𝐵 quando 𝛼 = 25°. 2. Sabe-se que a força vertical de 200 𝑙𝑏 para remover da tábua o prego fixado em 𝐶. Ao pri- meiro momento do prego, determine (a) o momento em relação a 𝐵 da força exercida sobre o prego, (b) a intensidade da força 𝑷 que cria o mesmo momento em relação a 𝐵 se 𝛼 = 10°, (c) a menor força 𝑷 que cria o mesmo momento em relação ao ponto 𝐵.
  • 13. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 10 | P á g i n a 3. A porta traseira de um carro é sustentada por uma haste hidráulica 𝐵𝐶. Se a haste exerce uma força 125 𝑙𝑏 dirigida ao longo da sua linha de centro sobre a rótula em 𝐵, determine o momento de inércia em relação ao ponto 𝐴. 4. Determine o momento em relação a origem 𝑂 da força 𝑭 = 4𝒊 + 5𝒋 + 𝟑𝒌 que atua em um ponto 𝐴. Suponha que o vetor posição 𝐴 seja: (a) 𝒓 = 2𝒊 + 3𝒋 + 4𝒌, (b) 𝒓 = 2𝒊 + 2,5𝒋 − 1,5𝒌, (c) 𝒓 = 2𝒊 + 5𝒋 + 6𝒌 5. Uma força de 200 𝑁 é aplicada em um suporte 𝐴𝐵𝐶 como mostrado na figura. Determine o momento da força sobre 𝐴.
  • 14. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 11 | P á g i n a 6. Uma barra de 6 𝑚 tem uma ponta fixada em 𝐴. Um cabo de aço é esticado da ponta livre 𝐵 da barra ao ponto 𝐶 localizado na parede vertical. Se a tensão no cabo é 2,5 𝑘𝑁, determine o binário que a força exerce sobre 𝐴 através do cabo 𝐵. 7. Dados os vetores 𝑷 = 3𝒊 − 𝒋 + 2𝒌, 𝑸 = 4𝒊 + 5𝒋 − 𝟑𝒌 e 𝑺 = −2𝒊 + 3𝒋 − 𝒌, calcule os pro- dutos escalares 𝑷 ∙ 𝑸, 𝑷 ∙ 𝑺 e 𝑸 ∙ 𝑺. 8. Dados os vetores 𝑷 = 4𝒊 − 2𝒋 + 3𝒌, 𝑸 = 2𝒊 + 4𝒋 − 5𝒌 e 𝑺 = 𝑆 𝑥 𝒊 − 𝒋 + 2𝒌, determine o valor de 𝑆 𝑥 para qual os três vetores são coplanares. 9. A tampa 𝐴𝐵𝐶𝐷 de uma caixa de armazenagem, de 0,61 𝑚 × 1,0 𝑚, é articulada ao longo do lado 𝐴𝐵 e mantida aberta com uma corda 𝐷𝐸𝐶 lançada sem atrito a um gan- cho em 𝐸. Sabe-se que a tração na corda é 66 𝑁, determine o momento em rela- ção a cada um dos eixos de coordenadas da força exercida pela corda em 𝐷.
  • 15. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 12 | P á g i n a 10. Para erguer um caixote pesado, um homem utiliza uma talha presa embaixo de uma viga I pelo gancho 𝐵. Sabendo que os momentos em relação aos eixos 𝑦 e 𝑧 da força exercida em 𝐵 pela porção 𝐴𝐵 da corda são, respectivamente, 120 𝑁 ∙ 𝑚 e −460 𝑁 ∙ 𝑚, determine a distância 𝑎. 11. Duas forças paralelas de 60 𝑁 são aplicadas a uma alavanca como mostrado na figura. De- termine o momento do binário formado pelas duas forças (a) resolvendo para cada componente horizontal e vertical e adicionado os momentos dos binários resultantes, (b) usando a distância perpendicular entre as duas forças, (c) somando o momento de duas forças em relação ao ponto 𝐴.
  • 16. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 13 | P á g i n a 12. Uma força 𝑷 de 160 𝑙𝑏 é aplicada no ponto 𝐴 de um elemento estrutural. Substitua 𝑷 por (a) um sistema força-binário equivalente em 𝐶, (b) um sistema equivalente que consista em uma força vertical em 𝐵 e uma segunda força em 𝐷. 13. Uma força 𝑷 de 80 𝑁 atua sobre uma alavanca em ângulo como mostrado na figura. (a) Substitua 𝑷 por um sistema força-binário equivalente 𝐵, (b) encontre as duas forças verticais em 𝐶 e uma segunda força em 𝐷 que seja equivalente ao binário encontrado na parte (a). 14. Uma viga de 4 𝑚 de comprimento está sujeita a uma variedade de cargas, substitua cada carga por um sistema força-binário equivalente na extremidade 𝐴 da viga.
  • 17. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 14 | P á g i n a 15. Três refletores de palco são montado em um tubo, como mostra a figura. As luzes em 𝐴 e 𝐵 pesam 4,1 𝑙𝑏 cada uma, enquanto a outra em 𝐶 pesa 3,5 𝑙𝑏. (a) Se 𝑑 = 25 𝑖𝑛, determine a distância do ponto 𝐷 até a linha de ação da resultante dos pesos dos três refletores. (b) Deter- mine o valor de 𝑑 de modo que a resultante dos pesos passe pelo ponto médio do tubo. 16. Uma treliça sustenta a carga mostrada na figura. Determine a força equivalente que atua sobre a treliça e o ponto de interseção da sua linha de ação com uma linha, que passa pelos pontos 𝐴 e 𝐺.
  • 18. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 15 | P á g i n a Respostas - Sistemas Equivalentes de Forças em Corpos Rígidos 1. 𝑴 𝐵 = 186,6 𝑙𝑏 ∙ 𝑖𝑛 (↷) 2. (a) 𝑴 𝐵 = 800 𝑙𝑏 ∙ 𝑖𝑛 (↷) (b) 𝑃 = 51,3 𝑙𝑏 (c) 𝑃 𝑚í𝑛 = 44,4 𝑙𝑏 (∡20°) 3. 𝑴 𝐴 = 116,2 𝑙𝑏 ∙ 𝑖𝑛 (↶) 4. (a) 𝑴 𝑜 = −11𝒊 + 22𝒋 + 22𝒌 (b) 𝑴 𝑜 = 0 (c) 𝑴 𝑜 = −45𝒊 + 30𝒋 + 10𝒌 5. 𝑴 𝐴 = 7,89𝒋 + 4,74𝒌 7. 𝑷 ∙ 𝑸 = 1, 𝑷 ∙ 𝑺 = −11 e 𝑸 ∙ 𝑺 = 10 8. 𝑆 𝑥 = 7 9. 𝑀𝑥 = −31,2 𝑁 ∙ 𝑚, 𝑀 𝑦 = 13,20 𝑁 ∙ 𝑚 e 𝑀𝑧 = −2,42 𝑁 ∙ 𝑚 10. 𝑎 = 1,252 𝑚 11. (a) 𝑀 = 12,39 𝑁 ∙ 𝑚 (b) 𝑀 = 12,39 𝑁 ∙ 𝑚 (c) 𝑀 = 12,39 𝑁 ∙ 𝑚 12. (a) 𝑴 𝐶 = 334 𝑙𝑏 ∙ 𝑓𝑡 (↶) (b) 𝑷 𝐵 = 20,0 𝑙𝑏 (↑) e 𝑃𝐷 = 143,0 𝑙𝑏 (∡ 56°) 13. (a) 𝑴 𝐵 = 4,00 𝑁 ∙ 𝑚 (↶) (b) 𝑭 𝐶 = 100,0 𝑁 (↓) e 𝑭 𝐷 = 100,0 𝑁 (↑) 14. (a) 𝑹 𝐴 = 600 𝑁 (↓) e 𝑴 𝐴 = 1000 𝑁 ∙ 𝑚 (↶) (b) 𝑹 𝐴 = 600 𝑁 (↓) e 𝑴 𝐴 = 900 𝑁 ∙ 𝑚 (↷) (c) 𝑹 𝐴 = 600 𝑁 (↓) e 𝑴 𝐴 = 900 𝑁 ∙ 𝑚 (↶) (d) 𝑹 𝐴 = 400 𝑁 (↑) e 𝑴 𝐴 = 900 𝑁 ∙ 𝑚 (↶) (e) 𝑹 𝐴 = 600 𝑁 (↓) e 𝑴 𝐴 = 200 𝑁 ∙ 𝑚 (↷) (f) 𝑹 𝐴 = 600 𝑁 (↓) e 𝑴 𝐴 = 800 𝑁 ∙ 𝑚 (↶) 15. (a) 𝐿 = 39,6 𝑖𝑛 (b) 𝑑 = 33,1 𝑖𝑛 16. 𝑹 = 773 𝑙𝑏 (∡ 79,0°) 𝑑 = 9,54 𝑓𝑡
  • 19. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 16 | P á g i n a Equilíbrio de Corpos Rígidos 1. Para a viga e carregamento mostrados na figura, determine (a) a reação em 𝐴, (b)a tração no cabo 𝐵𝐶 pesam 2. Dois caixotes, de massa 350 𝑘𝑔 cada, são colocados na caçamba de uma caminhonete de 1400 𝑘𝑔. Determine as reações em cada uma das duas (a) rodas traseiras 𝐴, (b) rodas dianteiras 𝐵. 3. Um apoio em 𝑇 sustenta quatro cargas mostradas na figura. Determine as reações em 𝐴 e 𝐵 Dois (a) se 𝑎 = 10 𝑖𝑛, (b) se 𝑎 = 7 𝑖𝑛.
  • 20. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 17 | P á g i n a 4. O máximo valor admissível em cada uma das reações é de 180 𝑁. Desprezando o peso da viga, determine o intervalo de valores da distância 𝑑 para o qual a viga está segura. 5. Duas hastes 𝐴𝐵 e 𝐷𝐸 são conectadas por uma alavanca 𝐵𝐶𝐷 como mostrado na figura. Sa- bendo que a tração na haste é 720 𝑁, determine (a) a tração na haste 𝐷𝐸, (b) a reação em 𝐶. 6. O suporte 𝐵𝐶𝐷 é articulado em 𝐶 e preso e preso a um cabo de controle em 𝐵. Para o carre- gamento mostrado na figuram determine (a) a tração no cabo, (b) a reação em 𝐶.
  • 21. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 18 | P á g i n a 7. Determine as reações em 𝐴 e em 𝐵 quando (a) 𝛼 = 0°, (b) 𝛼 = 90° 8. Desprezando o atrito, determine a tração no cabo 𝐴𝐵𝐷 e a reação no suporte 𝐶. 9. Uma haste leve é suportada sem atrito por cavilhas em 𝐵 e 𝐶 e apoia sem atrito na parede em 𝐴. A força vertical de 220 𝑙𝑏 é aplicada em 𝐷. Determine as reações em 𝐴, 𝐵 e 𝐶.
  • 22. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 19 | P á g i n a 10. Uma barra leve 𝐴𝐵 é suspensa pelo cabo 𝐵𝐸 e suporta um bloco de 50 𝑙𝑏 em 𝐶. As extre- midade 𝐴 e 𝐷 da barra estão em contato, sem atrito, com as paredes. Determine a tração no cabo 𝐵𝐸 e as reações em 𝐴 e 𝐷. 11. Determine a tração em cada cabo e a reação em 𝐷. 12. Um caixote de 50 𝑘𝑔 é preso a uma viga de rolamento mostrado na figura. Sabendo que 𝑎 = 1,5 𝑚, determine (a) a tração no cabo 𝐶𝐷, (b) a reação em 𝐵.
  • 23. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 20 | P á g i n a 13. A extremidade de uma haste 𝐴𝐵 apoiada no canto 𝐴 e a outra extremidade é presa a uma corda 𝐵𝐷. Se a haste suporta uma carga de 40 𝑙𝑏 no ponto médio 𝐶, encontre a reação em 𝐴 e a tração na corda. 14. A placa quadrada de extremidade de 24 𝑙𝑏 mostrada na figura é sustentada por três arames verticais. Determine (a) a tração em casa arame quando 𝑎 = 10 𝑖𝑛, (b) o valor de 𝑎 para qual as trações nos três arames sejam iguais. 15. Sobre uma lança 10 𝑓𝑡 atua uma força de 840 𝑙𝑏 como mostrado na figura. Determine a tração em cada cabo e a reação da rótula em 𝐴.
  • 24. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 21 | P á g i n a Respostas - Equilíbrio de Corpos Rígidos 1. (a) 𝑨 = 245 𝑙𝑏 (↑) (b) 𝐹𝐵𝐶 = 140,0 𝑙𝑏 2. (a) 𝑨 = 6,07 𝑘𝑁 (↑) (b) 𝑩 = 4,23 𝑘𝑁 (↑) 3. (a) 𝑨 = 20, 0 𝑙𝑏 (↓) (b) 𝑩 = 4,23 𝑘𝑁 (↑) 4. 𝑑 ≥ 150,0 𝑚𝑚 e 𝑑 ≤ 400 𝑚𝑚 5. (a) 𝐹𝐷𝐸 = 600 𝑁 (b) 𝑪 = 41253 𝑁 (∡ 69,8 °) 6. (a) 𝑇 = 2,00 𝑘𝑁 (b) 𝑪 = 2,32 𝑘𝑁 (∡ 46,4 °) 7. (a) 𝑨 = 37,5 𝑙𝑏 (↓) e 𝑩 = 37,5 𝑙𝑏 (↑) (b) 𝑨 = 62,5 𝑙𝑏 (→) e 𝑩 = 62,5 𝑙𝑏 (←) 8. (a) 𝑇 = 80,0 𝑁 (b) 𝑪 = 89,4 𝑁 (∡ 26,6 °) 9. 𝑨 = 69,3 𝑙𝑏 (→), 𝑪 = 173,2 𝑙𝑏 (∡ 60,0 °) e 𝑩 = 34, 6 𝑙𝑏 (∡ 60,0°) 10. 𝑨 = 18,75 𝑙𝑏 (→) e 𝑫 = 18,75 𝑙𝑏 (←) 11. 𝑫 = 3750 𝑁 (←) 12. 𝑩 = 457 𝑁 (∡ 26,6°) 13. 𝑨 = 37,1 𝑙𝑏 (∡ 62,4 °) e 𝑇 = 18,57 𝑙𝑏 14. (a) 𝐴 = 6,00 𝑙𝑏 e 𝐵 = 𝐶 = 9,00 𝑙𝑏 (b) 𝑎 = 15,00 𝑖𝑛 15. 𝑇𝐵𝐷 = 1100 𝑙𝑏, 𝑇𝐵𝐸 = 1100 𝑙𝑏 e 𝑨 = (1200 𝑙𝑏)𝒊 − (560 𝑙𝑏)𝒋
  • 25. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 22 | P á g i n a Forças Distribuídas: Centroides e Centro de Gravidade (Baricen- tro) Determine o centroide das áreas planas a seguir: 1. 2. 3. 4.
  • 26. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 23 | P á g i n a 5. 6. 7 e 8 O eixo horizontal passa pelo centroide 𝐶 da área mostrada na figura e divide a superfície em duas áreas componentes, 𝐴1 e 𝐴2. Determine o momento de primeira ordem de cada com- ponente de superfície em relação ao eixo 𝑥 e explique os resultados obtidos. Exercício 7 Exercício 8
  • 27. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 24 | P á g i n a Determine por integração direta os centroides das áreas a seguir. Determine sua resposta em termos de 𝑎 e ℎ. 9. 10. Para a viga e o carregamento mostrados nas figuras, determine (a) a intensidade e a localização da resultante da carga distribuída, (b)as reações de apoio da viga. 11. 12.
  • 28. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 25 | P á g i n a Determine as reações de apoio da viga para a carga dada. 13. 14. 15. 16. Para a viga mostrada na figura abaixo, determine (a)a distância 𝑎 para 𝜔 𝐴 = 20 𝑘𝑁/𝑚, (b) o valor correspondente de 𝜔 𝐵.
  • 29. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 26 | P á g i n a 17. Determine a posição do centroide do corpo composto mostrado na figura, quando (a) ℎ = 2𝑏, (b) ℎ = 2,5𝑏. 18. Para o elemento mecânico mostrado na figura, determine a coordenada 𝑦 do centro de gra- vidade.
  • 30. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 27 | P á g i n a Respostas - Forças Distribuídas: Centroides e Centro de Gravidade (Bari- centro) 1. 𝑋̅ = 175,6 𝑚𝑚 e 𝑌̅ = 94,4 𝑚𝑚 2. 𝑋̅ = 16,21 𝑚𝑚 e 𝑌̅ = 31,9 𝑚𝑚 3. 𝑋̅ = 19,28 𝑖𝑛 e 𝑌̅ = 6,94 𝑖𝑛 4. 𝑋̅ = 7,22 𝑖𝑛 e 𝑌̅ = 9,56 𝑖𝑛 5. 𝑋̅ = −10,00 𝑚𝑚 e 𝑌̅ = 87,5 𝑚𝑚 6. 𝑌̅ = 6,45 𝑖𝑛 7. (𝑄 𝑥)1 = 25, 0 𝑖𝑛³, (𝑄 𝑥)2 = −25, 0 𝑖𝑛³ e 𝑄 𝑥 = 0 8. (𝑄 𝑥)1 = 23, 0 𝑖𝑛³, (𝑄 𝑥)2 = −23, 0 𝑖𝑛³ e 𝑄 𝑥 = 0 9. 𝑥̅ = 𝟐 𝟑 𝑎 e 𝑦̅ = 𝟏 𝟑 ℎ 10. 𝑥̅ = 𝟐 𝟓 𝑎 e 𝑦̅ = 𝟐 𝟕 ℎ 11. (a) 𝑹 = 1215 𝑙𝑏 (↓), 𝑋̅ = 4,33 𝑓𝑡 (b) 𝑩 = 585 𝑙𝑏 (↑) e 𝑨 = 630 𝑙𝑏 (↑) 12. (a) 𝑅 = 2400 𝑁 (↓), 𝑋̅ = 2,33 𝑚 (b) 𝑨 = 1000 𝑁 (↑) e 𝑩 = 1400 𝑁 (↑) 13. 𝑨 = 32,0 𝑘𝑁 (↑), 𝑴 𝐴 = 124,0 𝑘𝑁 ⋅ 𝑚 (↺) 14. 𝑪 = 2360 𝑙𝑏 (↑) e 𝑩 = 1360 𝑙𝑏 (↑) 15. 𝑨 = 480 𝑁 (↑) e 𝑩 = 840 𝑁 (↓) 16. 𝑎 = 0,375 𝑚 e 𝜔 𝐵 = 40,0 𝑘𝑁/𝑚 17. (a) 1 10 𝑏 𝑎 𝒆𝒔𝒒𝒖𝒆𝒓𝒅𝒂 𝑑𝑎 𝑏𝑎𝑠𝑒 𝑑𝑜 𝑐𝑜𝑛𝑒 , (b) 0,01136𝑏 𝑎 𝒅𝒊𝒓𝒆𝒊𝒕𝒂 𝑑𝑎 𝑏𝑎𝑠𝑒 𝑑𝑜 𝑐𝑜𝑛𝑒 18. 𝑌̅ = 19,13 𝑚𝑚
  • 31. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 28 | P á g i n a Forças Distribuídas: Momento de Inércia Determine por integração direta o momento de inercia da superfície sombreada em relação ao eixo 𝑦. 1. 2. 3 e 4 Determine o momento de inércia polar e o raio de giração polar da superfície sombreada mostra nas figura em relação ao ponto 𝑃. 5. Determine o momento de inércia polar e o raio de giração polar do triângulo isósceles mos- trado na figura em relação ao ponto 𝑂. Exercício 3 Exercício 4
  • 32. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 29 | P á g i n a 6. Determine o momento de inércia polar e o raio de giração da superfície sombreada em relação ao eixo 𝑥. 7. Duas chapas de aço de 20 𝑚𝑚 são soldados a um perfil duplo 𝑇 laminado tal como mostra a figura. Determine o momento de inércia e o raio de giração da seção em relação aos eixos 𝑥 e 𝑦. 8. Dois perfis são soldados no perfil duplo 𝐼 laminado como mostra a figura. Determine o mo- mento de inércia e o raio de giração da seção com- posta em relação aos eixos centroidais dos eixos 𝑥 e 𝑦.
  • 33. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 30 | P á g i n a 9. Determine por integração direta o produto de inercia da superfície dada em relação aos eixos 𝑥 e 𝑦. 10 e 11 Usando o teorema dos eixo paralelos determine o produto de inércia da superfície mos- trada em relação aos eixos centroidais 𝑥 e 𝑦. Exercício 10 Exercício 11
  • 34. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 31 | P á g i n a 12. Usando o teorema dos eixo paralelos, determine o produto de inércia da superfície mostrada na figura em relação aos eixos centroidais 𝑥 e 𝑦. 13. Uma placa delgada semicircular tem massa 𝑚. Determine o momento de inércia de massa da placa em relação (a) ao eixo centroidal 𝐵𝐵′, (b) ao eixo centroidal 𝐶𝐶′ perpendicular a placa. 14. Determine por integração direta o mento de inércia em relação ao eixo 𝑦 do cilindro circular mostrado na figura, considerando que ele tem massa específica uniforme e massa 𝑚.
  • 35. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 32 | P á g i n a 15. Determine os produtos de inercia 𝐼 𝑥𝑦, 𝐼 𝑦𝑧 e 𝐼𝑧𝑥 da peça de máquina de aço mostrado na figura. (A massa específica do aço é 7850 𝑘𝑔/𝑚³.)
  • 36. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 33 | P á g i n a Respostas - Forças Distribuídas: Momento de Inércia 1. 𝐼 𝑦 = 𝟏 𝟏𝟐 𝑏³ℎ 2. 𝐼 𝑦 = 𝟐 𝟏𝟓 𝑎³𝑏 3. 𝐽 𝑃 = 20 𝑎4 e 𝑘 𝑃 = 1,82 𝑎 4. 𝐽 𝑂 = 43 48 𝑎4 e 𝑘 𝑂 = 0,773 𝑎 5. 𝐽 𝑂 = 𝑏ℎ 48 (12ℎ2 + 𝑏2 ) e 𝑘 𝑂 = √12ℎ2+𝑏2 24 6. 𝐼 𝑥 = 390 ∙ 103 𝑚𝑚4 e 𝑘 𝑥 = 21,9 𝑚𝑚 7. 𝐼 𝑥 ̅ = 260 ∙ 106 𝑚𝑚4 e 𝑘̅ 𝑥 = 144,0 𝑚𝑚, 𝐼 𝑦 ̅ = 17,53 ∙ 106 𝑚𝑚4 e 𝑘̅ 𝑦 = 37,6 𝑚𝑚 8. 𝐼 𝑥 ̅ = 2,54 𝑖𝑛4 e 𝑘̅ 𝑥 = 4,00 𝑖𝑛, 𝐼 𝑦 ̅ = 102,1 𝑖𝑛4 e 𝑘̅ 𝑦 = 2,54 𝑖𝑛 9. 𝐼 𝑥𝑦 = − 𝟏 𝟖 𝑏²ℎ² 10. 𝐼̅𝑥𝑦 = −1,760 ∙ 106 𝑚𝑚4 11. 𝐼̅𝑥𝑦 = −0,380 𝑖𝑛4 12. 𝐼̅𝑥𝑦 = 471 ∙ 103 𝑚𝑚4 13. 𝐼 𝐵𝐵′ = 0,0699 𝑚𝑎² e 𝐼 𝐶𝐶′ = 0,32 𝑚𝑎² 14. 𝐼 𝑦 = 𝟏 𝟏𝟐 𝑚(3𝑎2 + 𝐿2 ) 15. 𝐼 𝑥𝑦 = 2,44 ∙ 10−3 𝑘𝑔 ∙ 𝑚², 𝐼 𝑦𝑧 = 1,415 ∙ 10−3 𝑘𝑔 ∙ 𝑚² e 𝐼𝑧𝑥 = 4,59 ∙ 10−3 𝑘𝑔 ∙ 𝑚²
  • 37. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 34 | P á g i n a Atrito 1. Determine se o bloco mostrado na figura está em equilíbrio e encontre a intensidade e o sentido da força de atrito quando 𝜃 = 25° e 𝑃 = 150 𝑙𝑏. 2. Sabe-se que o coeficiente de atrito entre o bloco de 𝑚 = 15 𝑘𝑔 e o plano inclinado é 𝜇 𝑠 = 0,25, determine (a) o menor valor de 𝑃 necessário para manter o bloco em equilíbrio, (b) o valor correspondente de 𝛽. 3. Os coeficientes de atrito são 𝜇 𝑠 = 0,40 e 𝜇 𝑘 = 0,30 entre todas as superfícies de contato. Determine a menor força 𝑷 necessária para iniciar o movimento do bloco de 𝑚 = 30 𝑘𝑔 se o cabo 𝐴𝐵 (a) está ligado tal qual como mostra a figura, (b) é removido.
  • 38. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 35 | P á g i n a 4. Uma escada 𝐴𝐵 de 6,5 𝑚 encosta-se em uma parede como mostrado na figura. Considerando que o coeficiente de atrito estático 𝜇 𝑠 é o mesmo para 𝐴 e 𝐵, determine o menor valor de 𝜇 𝑠 para que o equilíbrio seja mantido. 5. Duas tábuas uniformes idênticas, cada qual pesando 40 𝑙𝑏, estão temporariamente encostadas uma contra a outra tal como mostra a figura. Sabe-se que o coeficiente de atrito estático entre todas as superfícies é 0,40, determine (a) a maior intensidade da força 𝑷 para que o equilíbrio seja mantido, (b) a superfície em que o movimento e iminente. 6. A peça 𝐴𝐵𝐶 é sustentada por uma articulação sem atrito em 𝐵 e por uma cunha de 10° em 𝐶. Sabendo que o coeficiente de atrito estático 0,20 em ambas as fa- ces da cunha, determine (a) a força 𝑷 necessária para mover a cunha para esquerda, (b) os componentes da rea- ção correspondente em 𝐵.
  • 39. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 36 | P á g i n a 7. Duas cunhas de 8° e massa desprezível são usadas para mover e posicionar uma bloco de 𝑚 = 800 𝑘𝑔. Sabendo que o coeficiente de atrito estático em todas as superfícies de con- tato e de 0,30, determine a menor força 𝑷 que poderá ser aplicada, como mostrado na figura na cunha da esquerda. 8. A elevação da extremidade de uma viga de aço apoiada em um piso de concreto é ajustada através das cunhas de aço 𝐸 e 𝐹. A placa de base 𝐶𝐷 foi soldada no flange inferior da viga e sabe-se que a realçai na extremidade da viga é 100 𝑘𝑁. O coeficiente de atrito estático é 0,30 entre as duas superfícies de aço e 0,60 entre o aço e o concreto. Se o movimento horizontal da viga é contido pela força 𝑸, determine (a) a força 𝑷 necessária para erguer a viga, (b) a força 𝑸 correspondente.
  • 40. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 37 | P á g i n a Respostas - Atrito 1. 𝑂 𝑏𝑙𝑜𝑐𝑜 𝑒𝑠𝑡á 𝑒𝑚 𝑒𝑞𝑢𝑖𝑙í𝑏𝑟𝑖𝑜 𝑭 = 34,5 𝑙𝑏 (↘) 2. 𝑃 = 108,0 𝑁 e 𝛽 = 46,0° 3. (a) 𝑷 = 353 𝑁 (←) (b) 𝑷 = 196,2 𝑁 (←) 4. 𝜇 𝑠 = 0,200 5. (a) 𝑃 𝑚á𝑥 = 11,43 𝑙𝑏 (b) 𝑒𝑚 𝐶 6. (a) 𝑷 = 56,6 𝑙𝑏 (←) (b) 𝑩 𝒙 = 82,6 𝑙𝑏 (←) e 𝑩 𝒚 = 96, 0 𝑙𝑏 (↓) 7. 𝑷 = 2080 𝑁 (↓) 8. (a) 𝑷 = 80,3 𝑘𝑁 (←) (b) 𝑸 = 50,3 𝑘𝑁 (→)
  • 41. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 38 | P á g i n a Método do Trabalho Virtual 1. Determine a força vertical 𝑷 que deve ser aplicada em 𝐶 para se manter o equilíbrio do sistema articulado. 2. Determine o binário 𝑴 que deve ser aplicado ao elemento 𝐴𝐵𝐶 para se manter em equilíbrio do sistema articulado. 3. O mecanismo articulado de duas barras mostrado na figura é sustentado por um pino e um suporte em 𝐵 e por um colar em 𝐷, que desliza livremente sobre uma haste vertical. Determine a força 𝑷 necessária para manter o equilíbrio do mecanismo. Exercícios 1 e 2
  • 42. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 39 | P á g i n a 4. A haste fina 𝐴𝐵 é presa a um colar 𝐴 e repousa sobre uma pequena roda em 𝐶. Desprezando o raio da roda e o efeito do atrito, deduza uma expressão para intensidade da força 𝑸 necessária para manter o equilíbrio da haste. 5. Deduza uma expressão para a intensidade do binário 𝑴 necessário para manter o equilíbrio do mecanismo articulado mostrado na figura. 6. Usando o método do trabalho virtual, determine a reação em 𝐸.
  • 43. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 40 | P á g i n a 7. Determine a força vertical 𝑷 que deve ser aplicada em 𝐺 para se manter o equilíbrio do sistema articulado
  • 44. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 41 | P á g i n a Respostas - Método do Trabalho Virtual 1. 𝑷 = 82,5 𝑁 (↓) 2. 𝑴 = 49, 5 𝑁 ∙ 𝑚 (↷) 3. 𝑷 = 125,0 𝑙𝑏 (↓) 4. 𝑄 = 𝑃 ( 𝑙 𝑎 𝑐𝑜𝑠3 𝜃 − 1) 5. 𝑀 = 𝑃𝑙 2𝑡𝑎𝑛𝜃 6. 𝑬 = 7,75 𝑘𝑁 (↑) 7. 𝑃 = 6𝑂, 0 𝑙𝑏
  • 45. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 42 | P á g i n a Referências BEER, F.P.; JOHNSTON J. E.R. Mecânica Vetorial para Engenheiros – Estática. 9ª edição. Porto Alegre: AMGH, 2012. HIBBERLER, R.C. Mecânica para Engenharia – Estática. 12ª ed. São Paulo: Person Prentice Hall, 2011.
  • 46. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 43 | P á g i n a Apêndice Reações em apoios e conexões para uma estrutura bidimensional
  • 47. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 44 | P á g i n a Reações em apoios e conexões para uma estrutura tridimensional
  • 48. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 45 | P á g i n a Centroides de áreas e linhas de formatos comuns
  • 49. Mecânica Aplicada – Prof.º: Ms. Eduardo M. Toledo 46 | P á g i n a Momentos de inercia de áreas e sólidos comuns