Ansiedade, estresse e depressão
Prof. Me. Caio Maximino
Laboratório de Neurociências e Comportamento “Frederico Guilherme ...
Um pouco de história
• Transtornos de ansiedade e humor não são fenômenos
modernos, a descrição e os sintomas mudam.
• No ...
Características da melancolia
1.Bile negra natural.
2.Transtorno de melancolia, baseada no excesso de bile
negra ou na com...
Mecanicismo do
século 17
• Robert Burton, Anatomia da
melancolia (1621): Compilação
do conhecimento
contemporâneo sobre a
...
Passiones
concuscipibiles Passiones
irascibiles
Pesar
 Causada pelo
desastre presente
 Causa maior da
melancolia, e sua
...
Visão de um
animal
perigoso
Liberação de
esprits
animaux da
pineal
Efeito sobre o
coração,
músculos da
perna e
sistema
cir...
Século XIX
• Nascimento da Psicologia como ciência independente.
• Conceito de “insanidade parcial” (aquela que não
incapa...
Emil Kraepelin
• Observação sistemática de pacientes psiquiátricos.
• Depressão caracterizada pela tríade tristeza ou
ansi...
Über Platzschwindel
• Descrição de sintomas de tontura e despersonalização
em espaços abertos.
• Benedikt: Considerado o p...
As guerras
• Da Costa (Guerra Civil americana): “Coração irritável” em
soldados exauridos.
• Lewis (entre-guerras): Não se...
Neurastenia, ou o “nervosismo
americano”
• George M. Beard (segunda metade do séc. XIX): falta de
força e reservas psíquic...
Neurose de ansiedade em Freud
• Ansiedade como resultado da repressão sexual.
• Enquanto a ansiedade “normal” é causada po...
Classificação atual dos transtornos
de ansiedade
● TAG: Ansiedade flutuante, sem objeto
● TP: Episódios de medo intenso, s...
Farmacoterapia da ansiedade
BZD Tr-BZD Bus Imi Clom iMAO ISRS ASIR β
TAG ↓ ↓ ↓ ↓ ↓ 0 ↓ ↓ 0
TP 0 ↓ 0 ↓ ↓↓ ↓ ↓ ? 0
TEPT 0 ? ...
Definição de estresse
• Uma diminuição do termo francês medieval destresse,
em parte originado no francês antigo estrece (...
Síndrome de adaptação geral:
Selye, 1946
As respostas a estressores são
variáveis
• O estresse têm sido apontado como promotor de
sintomatologia de transtornos de ...
Sistemas responsivos a
estressores
• Eixo HPA.
• SNA.
• Sistemas CRFérgicos extra-hipotalâmicos.
• Sistemas monoaminérgico...
SNA e HPA
Cérebro
Resposta adaptativa
atrasada
Alarme
Resistência
Homeostase
Resposta adaptativa
imediata
Adrenais
Alvos dos glicocorticóides:
Sistema límbico
Brandão, 2004
Sistema cerebral aversivo e sistema de
inibição comportamental
Brandão, 2004
BAS, BIS e FFFS
McNaughton & Corr, 2004
Alvos dos glicocorticóides: Monoaminas
Monoaminas: Rafe e loco cerúleo
Haines, 2001
McNaughton & Corr, 2004
Respostas atrasadas
GC
↓ GPx ↑ EROs
↑ NFκB
↑ COX-2
↑ NOS-2
Aspectoscomparativos:Roedores
Blanchard et al. 1997
Aspectoscomparativos:Lagartos
Aspectoscomparativos:Peixes
Maximinoetal.2011
Aspectoscomparativos:Peixes
Maximinoetal.2011
5-HT e ansiedade: Frederico Graeff
5-HT e ansiedade
Substância Comportamento 5-HT
CRF Ansiogênico ↑ Hipocampo, amígdala,
PFC
↓ Septo lateral
Colecistocinina ...
Maximino, 2012
5-HT e ansiedade
Apoio:Realização:
Ansiedade, estresse e depressão - Semana do Cérebro
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ansiedade, estresse e depressão - Semana do Cérebro

1.357 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.357
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ansiedade, estresse e depressão - Semana do Cérebro

  1. 1. Ansiedade, estresse e depressão Prof. Me. Caio Maximino Laboratório de Neurociências e Comportamento “Frederico Guilherme Graeff” Departamento de Morfologia e Ciências Fisiológicas
  2. 2. Um pouco de história • Transtornos de ansiedade e humor não são fenômenos modernos, a descrição e os sintomas mudam. • No Corpus Hippocraticum, não há separação entre ansiedade e depressão: melainè cholè.
  3. 3. Características da melancolia 1.Bile negra natural. 2.Transtorno de melancolia, baseada no excesso de bile negra ou na combustão de um dos quatro humores (melancholia adusta). 3.Predominância crônica da bile negra em pessoas com temperamento melancólico. Patologia moral (medievo): melacólicos, fleumáticos e coléricos são degenerados.
  4. 4. Mecanicismo do século 17 • Robert Burton, Anatomia da melancolia (1621): Compilação do conhecimento contemporâneo sobre a melancolia. Embasamento na teoria da dicotomia das paixões de Tomás de Aquino. • Descrição da agorafobia, claustrofobia, e fobia social.
  5. 5. Passiones concuscipibiles Passiones irascibiles Pesar  Causada pelo desastre presente  Causa maior da melancolia, e sua maior manifestação Medo  Causada pelo desastre futuro (expectativa)  A emoção (perturbatione) que mais afeta a imaginação
  6. 6. Visão de um animal perigoso Liberação de esprits animaux da pineal Efeito sobre o coração, músculos da perna e sistema circulatório Resposta fuga-ou-luta Descartes: Les Passions de l’Âme
  7. 7. Século XIX • Nascimento da Psicologia como ciência independente. • Conceito de “insanidade parcial” (aquela que não incapacita totalmente o juízo). • Phillipe Pinel, Traité Médico-Philosophique sur l’Aliénation Mentale: melancolia é insanidade parcial, não completa.  Fim do conceito de melancolia como entidade nosológica.
  8. 8. Emil Kraepelin • Observação sistemática de pacientes psiquiátricos. • Depressão caracterizada pela tríade tristeza ou ansiedade, inibição do pensamento, e espontaneidade reduzida. • Gundzustände (características de personalidade de predisposição) formam a base para o desenvolvimento dos transtornos de humor: • Depressivo • Maníaco • Irritável • Ciclotímico
  9. 9. Über Platzschwindel • Descrição de sintomas de tontura e despersonalização em espaços abertos. • Benedikt: Considerado o primeiro tratamento extenso da agorafobia. • Descreve a ansiedade como medo de experienciar esses sintomas (evitação). • Westphal: Ansiedade causa tontura, e não o contrário.
  10. 10. As guerras • Da Costa (Guerra Civil americana): “Coração irritável” em soldados exauridos. • Lewis (entre-guerras): Não se trata de um sintoma cardíaco, mas de uma síndrome de esgotamento  desenvolvimento de programas de condicionamento físico. • Outros termos: coração de soldado, neurose de guerra, astenia neurocirculatória, neurose cardíaca.
  11. 11. Neurastenia, ou o “nervosismo americano” • George M. Beard (segunda metade do séc. XIX): falta de força e reservas psíquicas para lutar contra as alterações da função nervosa causadas por estressores. • Beard a considerava um produto típico de uma sociedade industrial na qual a burguesia estava condenada a um estilo de vida frenético. • Mistura vitalística de forças físicas e psíquicas. • Hecker: observação de crises de ansiedade em pacientes neurastênicos na ausência de sintomas subjetivos de ansiedade; guarda semelhança com ataques de pânico.
  12. 12. Neurose de ansiedade em Freud • Ansiedade como resultado da repressão sexual. • Enquanto a ansiedade “normal” é causada por uma ameaça externa, a ansiedade neurótica é uma reação a uma ameaça interna. • Etimologia: angst, “sufocar”. • “A ansiedade é a sensação do acúmulo de outro estímulo endógeno, o estímulo da respiração, estímulo este que não é passível de ser psiquicamente elaborado além da própria respiração”. • A ansiedade é a “moeda de troca” no conflito neurótico.
  13. 13. Classificação atual dos transtornos de ansiedade ● TAG: Ansiedade flutuante, sem objeto ● TP: Episódios de medo intenso, sem objeto aparente ● TEPT: Rememoração, pesadelos, e excitabilidade após evento traumático ● Fobia: Evitação de um objeto temido ● AS: Situações sociais altamente aversivas ● TOC: Rituais e idéias intrusivas
  14. 14. Farmacoterapia da ansiedade BZD Tr-BZD Bus Imi Clom iMAO ISRS ASIR β TAG ↓ ↓ ↓ ↓ ↓ 0 ↓ ↓ 0 TP 0 ↓ 0 ↓ ↓↓ ↓ ↓ ? 0 TEPT 0 ? - ↓ ? ↓ ↓ ? ? Fobia 0 ? ? 0 ? (↓) (↓) ? 0 AS ↓ (↓) (↓) 0 (↓) ↓ ↓ ↓ ↓ TOC 0 0 (↓) (↓) ↓↓ (↓) ↓↓ ↓ 0
  15. 15. Definição de estresse • Uma diminuição do termo francês medieval destresse, em parte originado no francês antigo estrece (aperto, opressão). Esse termo, por sua vez, vem do latim, strictus (comprimido). • Na Mecânica, é uma medida das forças internas agindo em um corpo deformável. Essas forças internas são uma reação às forças externas aplicadas ao corpo. • Termo usado no sentido psicológico em 1942. • Estresse é um estado psicofisiológico causado por um estressor.
  16. 16. Síndrome de adaptação geral: Selye, 1946
  17. 17. As respostas a estressores são variáveis • O estresse têm sido apontado como promotor de sintomatologia de transtornos de personalidade, de humor, dissociativos, e somáticos. • Nem todos manifestam a mesma conseqüência ao mesmo estressor: muitos indivíduos não desenvolvem doenças psiquiátricas após eventos adversos, e nem todos que desenvolvem doenças psiquiátricas tiveram um evento precipitante.
  18. 18. Sistemas responsivos a estressores • Eixo HPA. • SNA. • Sistemas CRFérgicos extra-hipotalâmicos. • Sistemas monoaminérgicos centrais.
  19. 19. SNA e HPA Cérebro Resposta adaptativa atrasada Alarme Resistência Homeostase Resposta adaptativa imediata Adrenais
  20. 20. Alvos dos glicocorticóides: Sistema límbico Brandão, 2004
  21. 21. Sistema cerebral aversivo e sistema de inibição comportamental Brandão, 2004
  22. 22. BAS, BIS e FFFS McNaughton & Corr, 2004
  23. 23. Alvos dos glicocorticóides: Monoaminas
  24. 24. Monoaminas: Rafe e loco cerúleo Haines, 2001
  25. 25. McNaughton & Corr, 2004
  26. 26. Respostas atrasadas GC ↓ GPx ↑ EROs ↑ NFκB ↑ COX-2 ↑ NOS-2
  27. 27. Aspectoscomparativos:Roedores Blanchard et al. 1997
  28. 28. Aspectoscomparativos:Lagartos
  29. 29. Aspectoscomparativos:Peixes Maximinoetal.2011
  30. 30. Aspectoscomparativos:Peixes Maximinoetal.2011
  31. 31. 5-HT e ansiedade: Frederico Graeff
  32. 32. 5-HT e ansiedade Substância Comportamento 5-HT CRF Ansiogênico ↑ Hipocampo, amígdala, PFC ↓ Septo lateral Colecistocinina Ansiogênico ↑ PFC Substância P Ansiogênico ↑ Hipocampo Galanina Ansiolítico ↓ Hipocampo Urocortinas Ansiogênico ↑ Hipocampo, Amígdala Somatostatina Ansiolítico ↑ Hipocampo Agonistas A1R Ansiolítico ↓ Hipocampo Agonistas CB1R Ansiolítico ↓ Hipocampo, PFC Doadores NO Bifásico ↕ DRN, Hipotálamo, Hipocampo, PFC BZDs Ansiolítico ↓ Hipocampo Triazolo-BZDs Ansiolítico ↑ Hipocampo
  33. 33. Maximino, 2012
  34. 34. 5-HT e ansiedade
  35. 35. Apoio:Realização:

×