Biblioteca Digital
Brasiliana Guita
e José Mindlin
Imagem - Digitalização de obras na casa de José Mindlin,
máquina apelid...
DADOS FÍSICOS E ONLINE DA INSTITUIÇÃO
Endereço: Rua da Biblioteca, s/n Cidade Universitária (USP) - São Paulo, SP
Horário ...
MISSÃO E/OU OBJETIVOS
Conservar, divulgar e facilitar o acesso de
estudantes, pesquisadores e do público em geral ao
acerv...
HISTÓRICO
A Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin é um órgão da Pró-reitoria de
Cultura e Extensão Universitária da U...
Preparativos para a mudança dos livros da Biblioteca
Mindlin no Brooklin para a USP
JOSÉ MINDLIN
“Sempre tudo foi
escolhido por mim e
comprado por mim, no
Brasil e no exterior [...]”
Para Mindlin não era
ex...
A Brasiliana USP começou a digitalização dos livros da Biblioteca
Mindlin mesmo antes da mudança para a USP, facilitando a...
CONSTRUÇÃO DE UM MODERNO EDIFÍCIO
A USP juntamente com o apoio do Ministério da Cultura, da Fundação
Lampadia e do BNDES, ...
BRASILIANA USP
Construção – ainda no concreto, sem acabamento
nem estrutura metálica.
Maquete - Acesso principal à esquerda, Biblioteca
M...
Maquete - Praça coberta: vista da cafeteria/exposição
e do IEB.
Maquete - Vista da cidade a partir da cafeteria na
praça c...
Livros distribuídos por três andares do edifício da
Biblioteca Mindlin, na USP.
Livros recém transferidos a Biblioteca.
INAUGURAÇÃO DA BIBLIOTECA – MARÇO DE 2013
Biblioteca Brasiliana abre suas portas
Fruto de uma doação sem igual no País,
e ...
Biblioteca Mindlin na USP: atendimento ao público
começa no dia 2 de abril
ACERVO
 Obras raras
Obras brasilianas
32 mil títulos que correspondem à 60 mil volumes
TIPOS DE OBRAS
Formada por obras de literatura, de história, relatos de viajantes,
manuscritos históricos e literários, do...
OBRAS RARAS
Entre as obras raras que
fazem parte do acervo,
destacam-se a primeira
edição de O Guarani, de
José de Alencar...
CUIDADO COM O ACERVO
No local, a temperatura é estável, a umidade é baixa, há pouca
incidência de luz, e é protegido por a...
Primeira edição brasileira de “Marília de Dirceu”, de Tomás
Antônio Gonzaga (só existem três unidades no mundo).
Acervo
ACESSO VIRTUAL AO ACERVO
Plataforma de acesso: www.brasiliana.usp.br/bbd
Plataforma Corisco versão 2.0 - sistema integrado...
DIGITALIZAÇÃO
Máquina Kirtas Kabis III, parecida
com a Maria Bonita, primeiro escaner
de digitalização. Em 2012, eram ao
t...
ACESSO FÍSICO AO ACERVO
Puntoni, afirma também:
"Não é recomendável que sejam folheadas à exaustão, já que existe uma pers...
PRODUTOS E
SERVIÇOS
 Visualização e/ou Download de Obras
 Pesquisa
BUSCA ONLINE
MATERIAL PARA DOWNLOAD
USUÁRIOS
Público em geral, por se tratar de uma Biblioteca
Digital, onde o seu acervo é livre para consulta via
internet. ...
PROFISSIONAIS ATUANTES
Atualmente com 16 funcionários, fora os colaboradores – entre
bolsistas, professores, alunos de pós...
EQUIPE MULTIDISCIPLINAR
especialistas em pesquisa;
especialista em laboratório/digitalização de imagens;
Bibliotecárias...
AÇÃO CULTURAL
 exposições de inauguração do prédio
centro interdisciplinar devotado aos estudos da "cultura do
livro”
c...
EXPOSIÇÃO DE INAUGURAÇÃO
Permanente: "Uma Vida Entre Livros", com destaque ao casal Mindlin e sua
disposição de formar uma...
BIBLIOTECA MINDLIN: UM CENTRO DE PESQUISA
A Biblioteca além de abrigar a coleção de Mindlin e pretender adquirir mais
obra...
Guita (08/1916 - 06/2006) & José Mindlin (09/1914 – 02/2010)
Em janeiro de 2010, falando sobre sua
biblioteca e sobre o no...
REFERÊNCIAS
Arquitetura de uma ideia: Biblioteca Brasiliana-USP José Mindlin. Disponível em:<
http://acessohot.blogspot.co...
Fã Page do Facebook - BIREME. Disponível em:
<https://www.facebook.com/BIREME?ref=ts&fref=ts>. Acesso em: 08 mar. 2013.
Fã...
GLOBO NEWS JORNAL DAS DEZ. Acervo com 60 mil títulos traduz a história do
Brasil. Disponível em: < http://globotv.globo.co...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Biblioteca Digital Brasiliana Guita e José Mindlin (março de 2013)

1.341 visualizações

Publicada em

Slide apresentado em março de 2013 no 1º período de Biblioteconomia da Ufes para a disciplina de "Fundamentos de Biblioteconomia".

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.341
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biblioteca Digital Brasiliana Guita e José Mindlin (março de 2013)

  1. 1. Biblioteca Digital Brasiliana Guita e José Mindlin Imagem - Digitalização de obras na casa de José Mindlin, máquina apelidada de “Maria Bonita”. Carolina Cândido Pereira (face: carolbiblio) Março de 2013
  2. 2. DADOS FÍSICOS E ONLINE DA INSTITUIÇÃO Endereço: Rua da Biblioteca, s/n Cidade Universitária (USP) - São Paulo, SP Horário de funcionamento Exposições: segunda a sexta, das 9:30 às 18h30 Pesquisa: segunda a sexta, das 13:00 às 17:00 Administração: segunda a sexta, das 8:00 às 17:00 Consulta virtual ao acervo digitalizado: 24 por dia através da web Telefone: (11) 3091-1154 E-mail: brasiliana@usp.br Portal: www.brasiliana.usp.br
  3. 3. MISSÃO E/OU OBJETIVOS Conservar, divulgar e facilitar o acesso de estudantes, pesquisadores e do público em geral ao acervo; assim como promover a disseminação de estudos de assuntos brasileiros por meio de programas e projetos específicos.
  4. 4. HISTÓRICO A Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin é um órgão da Pró-reitoria de Cultura e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo (USP). Foi criada, em janeiro de 2005, para abrigar e integrar a brasiliana reunida ao longo de mais de oitenta anos pelo bibliófilo José Mindlin e sua esposa Guita. A coleção foi doada pela família Mindlin à USP em um gesto de extrema generosidade para com a nação. Com o seu expressivo conjunto de livros e manuscritos, a brasiliana da BBM é considerada a mais importante coleção do gênero formada por um particular.
  5. 5. Preparativos para a mudança dos livros da Biblioteca Mindlin no Brooklin para a USP
  6. 6. JOSÉ MINDLIN “Sempre tudo foi escolhido por mim e comprado por mim, no Brasil e no exterior [...]” Para Mindlin não era exagero dizer que ele conhecia cada um de seus livros e que sabia onde estavam. Em setembro de 2008, o então ministro da Cultura, Juca Ferreira, visitou a biblioteca particular de José Mindlin.
  7. 7. A Brasiliana USP começou a digitalização dos livros da Biblioteca Mindlin mesmo antes da mudança para a USP, facilitando assim o acesso público aos livros
  8. 8. CONSTRUÇÃO DE UM MODERNO EDIFÍCIO A USP juntamente com o apoio do Ministério da Cultura, da Fundação Lampadia e do BNDES, e com o patrocínio (por meio da Lei Rouanet) da Petrobras, CBMM, CSN, Fundação Telefônica, Suzano Papel e Celulose, Votorantim e Grupo Santander, construíram o edifício de 21.950 m² (quase dois campos de futebol), no coração da Cidade Universitária em São Paulo, para abrigar a Biblioteca Brasiliana. Teve como inspiração conceituadas bibliotecas, tais como Biblioteca Pública de Nova York, a do Congresso Americano e a Biblioteca Nacional de Paris.
  9. 9. BRASILIANA USP
  10. 10. Construção – ainda no concreto, sem acabamento nem estrutura metálica. Maquete - Acesso principal à esquerda, Biblioteca Mindlin, à direita, Biblioteca IEB.
  11. 11. Maquete - Praça coberta: vista da cafeteria/exposição e do IEB. Maquete - Vista da cidade a partir da cafeteria na praça coberta.
  12. 12. Livros distribuídos por três andares do edifício da Biblioteca Mindlin, na USP. Livros recém transferidos a Biblioteca.
  13. 13. INAUGURAÇÃO DA BIBLIOTECA – MARÇO DE 2013 Biblioteca Brasiliana abre suas portas Fruto de uma doação sem igual no País, e que recebeu um investimento da ordem de R$ 130 milhões, a coleção de José Mindlin, abriu suas portas físicas, e assim, concretizou o sonho de Mindlin, no último sábado, dia 23 de março às 16 horas.
  14. 14. Biblioteca Mindlin na USP: atendimento ao público começa no dia 2 de abril
  15. 15. ACERVO  Obras raras Obras brasilianas 32 mil títulos que correspondem à 60 mil volumes
  16. 16. TIPOS DE OBRAS Formada por obras de literatura, de história, relatos de viajantes, manuscritos históricos e literários, documentos, periódicos, mapas, livros científicos e didáticos, iconografia e livros de artistas sendo que parte deste acervo pertencia a Rubens Borba de Morais que deixou sua biblioteca ao casal Mindlin em testamento. O conjunto reúne material sobre o Brasil — ou que tenha sido escrito e/ou publicado por brasileiros e estrangeiros — e totaliza mais de 32 mil títulos que correspondem à 60 mil volumes, aproximadamente.
  17. 17. OBRAS RARAS Entre as obras raras que fazem parte do acervo, destacam-se a primeira edição de O Guarani, de José de Alencar (1857); o original de Vidas Secas, de Graciliano Ramos (1938); e a primeira edição de Marília de Dirceu, de Tomás Antonio Gonzaga (1810).
  18. 18. CUIDADO COM O ACERVO No local, a temperatura é estável, a umidade é baixa, há pouca incidência de luz, e é protegido por alarme, tudo para preservar a maior coleção particular de obras de brasileiros ou de estrangeiros falando sobre o nosso país.
  19. 19. Primeira edição brasileira de “Marília de Dirceu”, de Tomás Antônio Gonzaga (só existem três unidades no mundo). Acervo
  20. 20. ACESSO VIRTUAL AO ACERVO Plataforma de acesso: www.brasiliana.usp.br/bbd Plataforma Corisco versão 2.0 - sistema integrado de aplicativos e recomendações para sustentar a implantação e gerenciamento de bibliotecas (repositórios) digitais, que inclui procedimentos para digitalização, preparação e publicação de objetos digitais de acordo com padrões de interoperabilidade. Cerca de 3,5 mil títulos dos 32 existentes, já foram digitalizados e estão acessíveis aos usuários para download.
  21. 21. DIGITALIZAÇÃO Máquina Kirtas Kabis III, parecida com a Maria Bonita, primeiro escaner de digitalização. Em 2012, eram ao todo 6 máquinas. Segundo Pedro Puntoni, diretor da biblioteca e coordenador do Projeto Brasiliana USP: “Temos mais títulos digitalizados, mas estamos colocando aos poucos [no site], porque o maior trabalho não tem sido a digitalização e sim os metadados, a catalogação, a preparação.”
  22. 22. ACESSO FÍSICO AO ACERVO Puntoni, afirma também: "Não é recomendável que sejam folheadas à exaustão, já que existe uma perspectiva de preservação.“ Segundo ele, regras de acesso ainda serão definidas. "Será a primeira tarefa dos bibliotecários. O que se sabe é que a coleção não será aberta ao público para consulta nos primeiros meses. E que o acesso às obras não digitalizadas precisará ser justificado", explica. Por outro lado, o diretor defende que a digitalização do acervo será capaz de garantir o acesso ao conteúdo por vezes exclusivo da coleção. "Com as novas tecnologias, estamos preparados para garantir acesso universal, dentro dos limites impostos pelo direito autoral."
  23. 23. PRODUTOS E SERVIÇOS  Visualização e/ou Download de Obras  Pesquisa
  24. 24. BUSCA ONLINE
  25. 25. MATERIAL PARA DOWNLOAD
  26. 26. USUÁRIOS Público em geral, por se tratar de uma Biblioteca Digital, onde o seu acervo é livre para consulta via internet. Entretanto, por ser tratar de uma Brasiliana, deverão ter interesse especial, estudiosos das áreas de história da ciência, história do livro e da leitura, história do Brasil e de humanidades, entre outros.
  27. 27. PROFISSIONAIS ATUANTES Atualmente com 16 funcionários, fora os colaboradores – entre bolsistas, professores, alunos de pós e da graduação e estagiários – mas com a pretensão de chegar a 33. Precisam contratar mais Bibliotecários, para assim poder estender o horário de funcionamento também pela manhã.
  28. 28. EQUIPE MULTIDISCIPLINAR especialistas em pesquisa; especialista em laboratório/digitalização de imagens; Bibliotecárias : Daniela Pires – Bibliotecária Responsável; Eliane Kano e Jeanne Beserra Lopez; analista de sistemas; especialista em laboratório Designer
  29. 29. AÇÃO CULTURAL  exposições de inauguração do prédio centro interdisciplinar devotado aos estudos da "cultura do livro” centro de pesquisa, de formação e de extensão
  30. 30. EXPOSIÇÃO DE INAUGURAÇÃO Permanente: "Uma Vida Entre Livros", com destaque ao casal Mindlin e sua disposição de formar uma grande biblioteca. Terá seções sobre a história do livro, desenvolvimento da tipografia, além de painéis, imagens e textos que se articulam em torno da paixão pela leitura. Temporária: "Não Faço Nada Sem Alegria", focalizará destaques da coleção. As duas exposições têm a curadoria de Pedro Puntoni e Cristina Antunes, respectivamente diretor e curadora-chefe da biblioteca.
  31. 31. BIBLIOTECA MINDLIN: UM CENTRO DE PESQUISA A Biblioteca além de abrigar a coleção de Mindlin e pretender adquirir mais obras brasilianas, tem atuado como um centro interdisciplinar de documentação, pesquisa e difusão científica de estudos brasileiros, da cultura do livro, promovendo a pesquisa sobre a prática da escrita e da leitura, a produção do livro e dos impressos em geral, da tecnologia da informação e das humanidades digitais, tornando um órgão de integração de diversas iniciativas acadêmicas, de interesse intersetorial e transdisciplinar. Portal: www.brasiliana.usp.br/pt-br/humanidades_digitais Blog do Grupo de Pesquisa: humanidadesdigitais.org
  32. 32. Guita (08/1916 - 06/2006) & José Mindlin (09/1914 – 02/2010) Em janeiro de 2010, falando sobre sua biblioteca e sobre o novo edifício que estava sendo construído para guardá-la, o bibliófilo afirmou de forma entusiasmada: “Ela tem de ser viva! [...]. Afinal, a gente passa, mas os livros ficam [...]; a ideia é que seja uma biblioteca viva, que cresça, que promova seminários, edições, debates.” O casal Mindlin: foram décadas de dedicação compartilhada aos livros.
  33. 33. REFERÊNCIAS Arquitetura de uma ideia: Biblioteca Brasiliana-USP José Mindlin. Disponível em:< http://acessohot.blogspot.com.br/2012/06/arquitetura-de-uma-ideia- biblioteca.htm>. Acesso em: 11 mar. 2013. Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin e IEB. Disponível em:< http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=872358>. Acesso em: 20 mar. 2013. Biblioteca Virtual em Saúde. Disponível em: <http://regional.bvsalud.org>. Acesso em: 08 mar. 2013. Bireme. Disponível em: <http://new.paho.org/bireme>. Acesso em: 08 mar. 2013. Brasiliana USP. Disponível em: <http://www.brasiliana.usp.br>. Acesso em: 01 mar. 2013.
  34. 34. Fã Page do Facebook - BIREME. Disponível em: <https://www.facebook.com/BIREME?ref=ts&fref=ts>. Acesso em: 08 mar. 2013. Fã Page do Facebook - Brasiliana USP. Disponível em: <https://www.facebook.com/pages/Brasiliana-USP/188993294457848?fref=ts>. Acesso em: 01 mar. 2013. FOLHA DE SÃO PAULO. Coleção doada por José Mindlin à USP é transferida ao prédio definitivo. Disponível em:< http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/1228362-colecao-doada-por-jose- mindlin-a-usp-e-transferida-ao-predio-definitivo.shtml>. Acesso em: 18 mar. 2013 GLOBO NEWS EM PAUTA. Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin será inaugurada em SP. Disponível em: < http://globotv.globo.com/globo- news/globo-news-em-pauta/v/biblioteca-brasiliana-guita-e-jose-mindlin-sera- inaugurada-em-sp/2467339/>. Acesso em: 19 mar. 2013.
  35. 35. GLOBO NEWS JORNAL DAS DEZ. Acervo com 60 mil títulos traduz a história do Brasil. Disponível em: < http://globotv.globo.com/globo-news/jornal-das- dez/v/acervo-com-60-mil-titulos-traduz-a-historia-do-brasil/2437814>. Acesso em: 11 mar. 2013. GOMES, Karina. Projeto Brasiliana da USP. Brasília: Ministério da Cultura, 2008. Disponível em:< http://www.cultura.gov.br/site/2008/09/22/projeto- brasiliana/>. Acesso em: 17 mar. 2013. JONES, Frances. Biblioteca Brasiliana Mindlin inaugura com exposições. São Paulo: Agência FAPESP, 2013. Disponível em: <http://agencia.fapesp.br/17008#.UUwn9QYAAz1.twitterhttp://www.brasiliana .usp.br/node/730>. Acesso em: 22 mar. 2013.

×