1
COMPUTAÇÃO MÓVEL
Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003
Sistemas de
Comunicação Via Satélite
Seminário ministrado ...
2
4
COMPUTAÇÃO MÓVEL
Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003
A área de cobertura geográfica de um único satélite em
ó...
3
7
COMPUTAÇÃO MÓVEL
Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003
Geometria das Órbitas.
Somente as órbitas Média - MEO e ...
4
10
COMPUTAÇÃO MÓVEL
Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003
Tipos de Conexões.
• Conexão Ponto-a-ponto ou Ponto-mul...
5
13
COMPUTAÇÃO MÓVEL
Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003
Conexão por Satélite Repetidor.
14
COMPUTAÇÃO MÓVEL
Car...
6
16
COMPUTAÇÃO MÓVEL
Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003
Aplicações.
• Comunicação de dados
¬Serviços de disaste...
7
19
COMPUTAÇÃO MÓVEL
Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003
Aplicações: COSPAS-SARSAT.
Sistemas operando nos EUA:
N...
8
22
COMPUTAÇÃO MÓVEL
Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003
Notícias.
23
COMPUTAÇÃO MÓVEL
Carlos Eduardo Silva Cast...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Carlos Eduardo UFMA-DEINF Mestrado-Satelite-ap

135 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
135
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Carlos Eduardo UFMA-DEINF Mestrado-Satelite-ap

  1. 1. 1 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Sistemas de Comunicação Via Satélite Seminário ministrado na disciplina “COMPUTAÇÃO MÓVEL”. Pós-Graduação em Engenharia Elétrica, Mestrado em Ciência da Computação. Universidade Federal do Maranhão. Setembro / 2003. 2 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Resumo • Introdução. • Cobertura. Constelação de Satélites. • Órbitas de Satélites. • Conexões e Serviços por Satélite. • Redes de Satélites: Redes de Dados. Conclusão SUMÁRIO 3 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 • Crucial para o desenvolvimento das telecomunicações; RESUMO • Importância comparável à das Fibras Óticas; • Altos custos dificultam a universalização, mas tem contribuição relevante para as comunicações sem fio e a computação móvel; • Várias Constelações de satélites em operação; • Serviços ofertados: Telefonia, Sinais de Geodésia, Navegação, GPS, Transmissão de dados, Sensoreamento remoto e Internet banda larga.
  2. 2. 2 4 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 A área de cobertura geográfica de um único satélite em órbita geoestacionária sobre o Equador, não consegue ser maior do que 30% da superfície da terra [Athur Clarke, 1945] [1] Constelação de Satélites. “Um número de satélites similares, de tipo e funções similares, desenhado para estar em órbitas similares e complementares, para um propósito compartilhado, sob um controle compartilhado”. COBERTURA 5 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Tipos de Órbitas. • Órbita Elíptica Alta - HEO No percurso, o satélite descreve uma elipse. Usada em transmissões de TV por broadcast. • Órbita Geoestacionária - GEO Satélite fixo em relação a um ponto ou área do planeta sobre alinha do equador, a uma altitude de 35,8 mil km. • Órbita Média - MEO Satélite girando ao redor da terra, numa altitude entre 7 mil km e 10,5 mil km, cobrindo um mesmo ponto a intervalos regulares. • Órbita Baixa - LEO Satélite girando ao redor da terra, numa altitude entre 500 km e 1500 km, cobrindo um mesmo ponto a intervalos regulares. 6 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003
  3. 3. 3 7 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Geometria das Órbitas. Somente as órbitas Média - MEO e Baixa - LEO utilizam geometria distinta da equatorial (GEO). • Órbita Walker Delta ou Rosette Também chamada de órbita Inclinada. 8 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 • Órbita Walker Estrela ou Polar 9 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Freqüências de Uso. Aplicações. Banda Faixa de freqüência Largura de banda Aplicação geral L 1 a 2 GHz 1 GHz Serviço móvel de satelital (MSS). S 2 a 4 GHz 2 GHz MSS, NASA, pesquisa espacial. C 4 a 8 GHz 4 GHz Serviço satelital fixo (FSS). X 8 a 12,5 GHz 4,5 GHz FSS militar, exploração da terra e satélites meteorológicos. Ku 12,5 a 18 GHz 5,5 GHz FSS, serviços de difusão satelital (BSS). K 18 a 26,5 GHz 8,5 GHz BSS, FSS. Ka 26,5 a 40 GHz 13,5 GHz FSS.
  4. 4. 4 10 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Tipos de Conexões. • Conexão Ponto-a-ponto ou Ponto-multiponto. a) b) a) Conexão Unicast. b) Conexão Multicast. 11 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Tipos de Conexões. • Conexão Broadcast. Transmissor Receptores múltiplos Receptores múltiplos 12 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Constelações em operação * * Todas implementadas nos anos 90
  5. 5. 5 13 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Conexão por Satélite Repetidor. 14 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Conexão por Satélite Roteador. 15 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Aplicações.
  6. 6. 6 16 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Aplicações. • Comunicação de dados ¬Serviços de disaster recovery confiáveis ¬Utilities: óleo, gás, água, eletricidade ¬Acompanhamento de cargas perigosas • Telefonia ¬Telefonia remota para segurança de infraestrutura ¬Telefonia para locais de baixa teledensidade e/ou sem rede • Internet Trunking • Backbone Internet 17 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 • Serviços de vídeo / DBS • Serviços de Rede Corporativa • Segurança residencial de qualquer lugar a qualquer hora • Dados de telemetria • Monitoramento de trens/caminhões • Reparo / manutenção de barragens ou pontes • Comunicação Marítima/Aeronáutica • Acompanhamento de tempo de uso para navios e aviões • Serviços banda larga comerciais e governamentais Aplicações. 18 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Aplicações: GPS.
  7. 7. 7 19 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Aplicações: COSPAS-SARSAT. Sistemas operando nos EUA: NESDIS National Environmental Satel- lite, Data and Information Service NOAA National Oceanic and Atmos- pheric Administration SARSAT Search and Rescue Satellite Aided Tracking EPIRB Emergency Position-indica- ting Radio Beacon 20 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Principais fabricantes 21 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Notícias.
  8. 8. 8 22 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Notícias. 23 COMPUTAÇÃO MÓVEL Carlos Eduardo Silva Castro. Setembro / 2003 Conclusão. • Cobertura global para telecomunicações; • Atinge lugares onde a Fibra Ótica não chega; • Dificuldades no manuseio de TCP/IP em processo avançado de solução (MPLS e outros); • Diminuição dos custos para o usuário final • Aumento constante na oferta de serviços; • Várias Constelações de satélites operando; • Satélites com mais tecnologia embarcada

×