Portugal no séc.xv 2

6.441 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.441
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.843
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
203
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portugal no séc.xv 2

  1. 1. PORTUGAL NOS SÉCULOS XV E XVI De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança•O arranque da expansão marítima•A expansão marítima e terrestre
  2. 2. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança O arranque da expansão marítima•Os motivos que levaram os portugueses à conquistade Ceuta•A importância do Infante D. Henrique na fase inicialda expansão marítima
  3. 3. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa EsperançaQUESTÕES:1-Onde selocaliza Ceuta?2-Qual aimportância deCeuta para osportugueses?
  4. 4. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança Conquista de CeutaA expansão portuguesa iniciou com a conquistade Ceuta, em 1415. Esta cidade situa-se nolitoral do norte de África, próxima do Estreitode Gibraltar. Os motivos que levaram os portugueses a conquistar Ceuta foram: a)Controlar e dominar as rotas comerciais de ouro, especiarias e cereais; b)Impedir os ataques de piratas muçulmanos.
  5. 5. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa EsperançaA conquista de Ceuta não teve os resultados que o rei D. João I eos portugueses esperavam:•Os mouros desviaram as rotas comerciais para outras cidades donorte de África. Tânger No reinado de D. Duarte, em 1437, tentou-se a conquista de Tânger. Os portugueses foram derrotados e o irmão do rei, D. Fernando, morreu na prisão.
  6. 6. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa EsperançaA expansão portuguesa também se desenvolveu através danavegação no Oceano Atlântico e ao longo da costa africana.1419/1420 – Redescoberta daMadeira1427 – Redescoberta de ilhas dosAçores1434 – Passagem do Cabo Bojadorpor Gil Eanes
  7. 7. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa EsperançaAs primeiras viagens marítimas foram organizadaspelo Infante D. Henrique.O Infante D. Henrique morreu em 1460. Nesta data,os navegadores portugueses tinham explorado acosta africana até à Serra Leoa e Cabo Verde. Infante D. Henrique Era o quinto filho de João I de Portugal e de Dona Filipa de Lencastre.
  8. 8. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança A expansão terrestre e marítima•O rumo da expansão portuguesa no tempo de D.Afonso V•O Tratado de Tordesilhas D. Afonso V
  9. 9. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança D. Afonso V (1446-1481)Filho de D. Duarte, interessou-se sobretudo pela conquistade cidades no norte de África.Entregou a tarefa deexploração da costa africana aum rico comerciante deLisboa: Fernão Gomes.
  10. 10. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança D. João IIA partir de 1474, D. João II (ainda príncipe) passoua chefiar a organização das viagens marítimas.O principal objetivo de D. João II era conseguiratingir a Índia por via marítima.Bartolomeu Dias, em 1488, conseguiu passar oCabo da Boa Esperança. Ficou provado que erapossível passar do Atlântico para o Índico e chegarà Índia por mar.
  11. 11. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança O Tratado de TordesilhasEm 1494, Portugal e Espanhaassinaram o Tratado deTordesilhas:•Um meridiano 370 léguas aocidente de Cabo Verde dividiao mundo a descobrir entrePortugal e Espanha•Portugal tinha direito à Em 1492, Cristóvão Colombo descobriu adescoberta de terras a oriente América ao serviço da Coroa espanhola.desse meridiano e a Espanha aocidente.
  12. 12. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança•Os barcos utilizados nos Descobrimentos•Os meios técnicos de apoio à navegação
  13. 13. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa EsperançaNas viagens dos Descobrimentos marítimos portugueses foramutilizados diferentes tipos de barcos:•Barcas e barinéis: nas primeirasviagens de exploração da costaafricana;•Caravelas: a partir da passagem doCabo Bojador•Naus: depois da passagem do BarinelCabo da Boa Esperança
  14. 14. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança Nau Tinha velas triangulares e maior capacidade de carga. Estava equipado, Barca geralmente, com três mastros, castelos à popa e à proa e peças de artilharia. Caravela
  15. 15. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa EsperançaA navegação em alto mar exigiu a utilização deinstrumentos de orientação:•Astrolábio Balestilha•Quadrante Quadrante•Balestilha•Bússola Astrolábio Bússola
  16. 16. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa EsperançaÀ medida que se iam descobrindo terras na direção do suldo Atlântico, os navegadores portugueses registavam alinha de costa, as ilhas, a direção dos ventos e correntesmarítimas em cartas náuticas.
  17. 17. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança A chegada à Índia e ao Brasil•A importância da descoberta do caminhomarítimo para a Índia•A descoberta do Brasil
  18. 18. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança A chegada à ÍndiaA armada de Vasco da Gamachegou a Calecute (Índia) emMaio de 1498. Estavadescoberto o caminhomarítimo para a Índia.Este acontecimento permitiu aPortugal o transporte dasespeciarias e dos produtosorientais por via marítima esem intermediários.
  19. 19. De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao Cabo da Boa Esperança A descoberta do BrasilAo dirigir-se à Índia para garantir o domínio de Portugalnaquela região, Pedro Álvares Cabral descobriu o Brasilno ano de 1500.

×