Portugal na 2ª metade do século xix resumo

34.982 visualizações

Publicada em

1 comentário
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
34.982
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17.071
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
412
Comentários
1
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portugal na 2ª metade do século xix resumo

  1. 1. PORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉCULO XIX <ul><li>AGRICULTURA </li></ul><ul><li>INDÚSTRIA </li></ul><ul><li>VIAS DE COMUNICAÇÃO/TRANSPORTES </li></ul><ul><li>MOVIMENTOS DA POPULAÇÃO </li></ul>
  2. 2. PORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉCULO XIX <ul><li>No início da 2ª metade do século XIX, os governos liberais tomaram medidas para desenvolver a agricultura em Portugal: </li></ul><ul><li>Foram abolidos os impostos senhoriais </li></ul><ul><li>Extinguiu-se o regime de morgadio </li></ul><ul><li>Grandes propriedades agrícolas foram vendidas a burgueses </li></ul><ul><li>Os baldios foram distribuídos pelos camponeses </li></ul>A Agricultura <ul><li>Substituição do pousio pela alternância de culturas </li></ul><ul><li>Cultivo de novos produtos: batata e arroz </li></ul><ul><li>Incremento de culturas: vinha, amendoeira, legumes e fruta… </li></ul><ul><li>Mecanização </li></ul><ul><li>Adubos e selecção de sementes </li></ul><ul><li>Crescimento da área cultivada </li></ul><ul><li>Modernização agrícola </li></ul><ul><li>Aumento da produção </li></ul>Mouzinho da Silveira (1780-1849) Ministro liberal que elaborou leis que tinham a finalidade de desenvolver a agricultura
  3. 3. PORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉCULO XIX A Indústria Em Portugal, 50 anos depois da Inglaterra, em 1835 é, pela primeira vez, introduzida a máquina a vapor na indústria. A utilização da máquina a vapor na indústria vai provocar grandes mudanças: a produção deixa de ser artesanal e passa a ser industrial (mecanizada) Máquina a vapor inventada por James Watt em 1768 Produção artesanal Produção industrial Artesão Operário Trabalho manual Trabalho mecanizado Energia muscular Energia do vapor (máquina) Produção reduzida Produção elevada Preço elevado dos produtos Preço reduzido
  4. 4. PORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉCULO XIX Vias de comunicação e meios de transporte Na 2ª metade do século XIX, os governos liberais puseram em prática uma política de investimento na modernização das vias de comunicação e transportes . Sem boas vias de comunicação e meios de transporte as outras actividades, como a agricultura, indústria e comércio, não se podiam desenvolver. <ul><li>Principais medidas: </li></ul><ul><li>Construção de estradas favorecendo a deslocação mais rápida das diligências </li></ul><ul><li>Construção de caminhos-de-ferro </li></ul><ul><li>Construção de pontes, túneis e estações ferroviárias </li></ul><ul><li>Construção de faróis e portos para o desenvolvimento dos transportes marítimos </li></ul>O aparecimento do comboio revolucionou os transportes: deslocações mais rápidas, baratas e seguras; transporte de mais pessoas e mercadorias; aumento da mobilidade das populações.
  5. 5. PORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉCULO XIX Os movimentos da população <ul><li>A partir desta época os governos começaram a dar importância à contagem da população: </li></ul><ul><li>Numeramentos (até 1860) </li></ul><ul><li>Recenseamentos ((a partir de 1864) </li></ul>Ao longo do século XIX, verificou-se um acentuado crescimento populaciona l em Portugal. <ul><li>Melhoria da alimentação </li></ul><ul><li>Progressos da Medicina </li></ul><ul><li>Maior higiene </li></ul>DIMINUIÇÃO DA MORTALIDADE Louis Pasteur (1822-1895) Cientista francês que fez importantes descobertas: a vacina contra a raiva foi uma das mais importantes.
  6. 6. PORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉCULO XIX Os movimentos da população Os progressos nas vias de comunicação e nos meios de transporte aumentaram acentuadamente a mobilidade da população . <ul><li>Novos empregos nas cidades </li></ul><ul><li>Falta de trabalho no campo </li></ul><ul><li>Fracas condições de vida nas zonas rurais </li></ul>ÊXODO RURAL Cidades Emigração Com a crescente industrialização das principais cidades surge um novo grupo social: o operariado (trabalhadores industriais que viviam e trabalhavam nas cidades).

×