O castelo de santa maria da feira afonso-tiago coelho-5ºa

2.028 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.028
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
841
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O castelo de santa maria da feira afonso-tiago coelho-5ºa

  1. 1. O Castelo de Santa Maria da Feira Afonso Oliveira e Tiago Araújo (5ª A, Ano Letivo 2013/2014, Professor Carlos Baptista)
  2. 2. Fundação do Castelo - Vestígios Romanos • Supõe-se que foram os Romanos que primeiro construíram um Templo Fortificado no local onde hoje é o castelo da Feira. • Esta suposição baseia-se nas três aras romanas existentes com mensagens aos deuses romanos. • Também se fundamenta num arco romano existente ao fim da praça de armas. • Depois de expulsos os romanos da Península Ibérica pelos visigodos (e pelos suevos), há indicações que os visigodos ocuparam Lancóbriga (território fundado em 390 a.c. e que se presume ter sido em Terras de Santa Maria). • Os visigodos adaptaram e aumentaram a fortaleza construída pelos romanos. Aras romanas Arco romano
  3. 3. Conquista do Castelo aos Mouros • No início do século VIII a Península Ibérica foi invadida pelos Muçulmanos • Existe a versão de que foram dois condes de Leão, que no reinado de Bermudo III (tio-bisavô de D. Afonso Henriques) conquistaram o castelo aos mouros depois de lhes terem ganho uma batalha na Villa de Cezar (hoje Cesar – Oliveira de Azeméis). • Os condes Guterres e Lucídio reconstruíram o castelo transformando o seu aspeto muçulmano nas muralhas que hoje existem e construíram uma parte do seu interior. • Foram estes condes que deram à terra que estava à volta do castelo o nome de Terras de Santa Maria.
  4. 4. Século XI e XII • Existem documentos históricos onde é possível ver que em 1093 o alcaide do castelo era Flacêncio. • Em 1128, o senhor do castelo da Feira apoia a revolta de Afonso Henriques contra a sua mãe D. Teresa. É do castelo da Feira que partem soldados para auxiliar Afonso Henriques na batalha de S. Mamede, daí a sua importância na formação do Reino de Portugal. • Como o castelo estava localizado a sul do Rio Douro também desempenhou um papel muito importante na conquista dos territórios para sul aos muçulmanos - Reconquista Cristã.
  5. 5. Século XIII e XIV • Em 1300 – o castelo foi doado à Rainha Santa Isabel. • Em 1385 - foi conquistado por D. João I, Mestre de Avis, aos condes de Barcelos (que tinham tomado o partido de Castela) e entregue a Álvaro Pereira, iniciando-se a dinastia dos Pereira como senhores do castelo da Feira. Brasão dos Pereira
  6. 6. Século XV – O Paço dos Condes • Em 1472 – é atribuído o título de conde aos senhores do castelo e são realizadas obras de embelezamento e de melhoria das capacidades de defesa do castelo. • O castelo ganha a forma atualmente existente. Ruínas do Paço dos Condes
  7. 7. Século XVII – Um novo Paço no Castelo • Foi construído um palácio para os condes da Feira para terem mais conforto. • O chafariz (fonte dos Pereira), que ainda hoje existe, foi reconstruído e foi plantado um jardim à sua volta. • A capela exterior que existe junto à muralha – Capela de Nª Senhora da Encarnação - também foi mandada construir neste século pela 6ª condessa da Feira – D. Joana Forjaz Pereira de Meneses e Silva. Capela Nª Sª Encarnação Fonte dos Pereira
  8. 8. Século XVIII – O fim dos Condes, Declínio do Paço • 1700 - Com a morte do 8º conde da Feira (D. Fernando), sem deixar herdeiros, acaba a dinastia dos Pereira como senhores do castelo da Feira. • 1722 – O castelo sofreu um incêndio que o danificou. • 1755 – As consequências do terramoto também se fizeram sentir e danificaram o castelo. • O castelo entrava num ciclo de decadência e abandono. Paço dos Condes demolido
  9. 9. Século XIX e XX – Reconstrução do Castelo • 1852 – Foi visitado pela Família Real Portuguesa. • 1881 – Foi classificado como Monumento Nacional pelo Parlamento. • 1909 – Foi criada a Comissão de Vigilância do Castelo para proteger e reconstruir o castelo. • 1935 – O castelo foi restaurado sob a orientação do Arquiteto Baltasar de Castro, tendo ficado como hoje existe.
  10. 10. DEPOIS ANTES
  11. 11. Lendas do Castelo – O Poço do Castelo • Diz a lenda que o poço do castelo, que é muito profundo, tem um misterioso tesouro, lá escondido pelos mouros, e que nunca ninguém encontrou... • Em 1877, a vereação municipal limpou o poço, mas nunca lá foi encontrado o tesouro...
  12. 12. Lendas do Castelo – Cisterna • Diz outra lenda que, no fundo da escada da cisterna grande do castelo, existia um túnel que se estendia até ao mar, em caso de invasão por tropas inimigas. • Após as invasões napoleónicas esta lenda foi ainda mais reforçada, pois dizia-se que os soldados franceses lançaram grande número de cadáveres e armas que não podiam transportar para o seu país. • Há cerca de 140 anos o município limpou e desobstruiu a cisterna e a escada, e só lá encontrou um dente de javali... Cisterna Interior da cisterna
  13. 13. • Fontes: • - “Santa Maria da Feira – O Castelo” – Instituto Português do Património Cultural, 1990 • - “Guia do Visitante do Castelo da Feira”, Câmara Municipal da Feira Obrigada pela vossa atenção!

×