Foto: Divulgação
Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 | Ano V . nº 371 . R$ 0,50
A Traça
Foto: Jander Nogueira
Certa...
Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014
Foto: Divulgação
Lanchonete Blau Blau (Praça Getulio Vargas);
Universidade Está...
Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014
Foto: Divulgação
O tema o seminário foi “Empreendedorismo Inovador”
Agilidade n...
Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014
Previsão do Tempo
Climatempo
Sol o dia todo, com muitas nuvens de manhã. Noi-
t...
Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014
Fotos: José Duarte
Reflexões
Karine Merecci
kpmerecci@hotmail.com
Professora
Qu...
Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014
Ensaio Geral
jepduarte@gmail.com
por José Duarte
Paulo Veiga passou alguns mese...
Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014
O Direito é seu
Irene Caetano
irene@icadv.com.br
P I N G
P I N G
P O N G
P I N ...
Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014
Saúde bucal
Angela Scarparo
angelascarparo@gmail.com
Primeiro molar permanente ...
Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014
Aplausos & Ridículos
Aplausos
Mito
Para o SBT. A credibilidade de Sílvio Santos...
Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014
Fotos: Jander Nogueira
Sase segue fechado desde a tragédia de 2011
Olaria: um b...
Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014
Fotos: Divulgação
Tels.: 2533-0339 | 2522-1805 | 99961-0292
Jornalista José Dua...
Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014
Corujão também se sagrou campeão
em 2001, 2003, 2012 e 2014
Foto: José Duarte
F...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Divulgação - Projeto Grão Especial - Jornal 18 11-2014

340 visualizações

Publicada em

Divulgação do workshop e projeto Grão Especial
Saiba mais em: https://www.facebook.com/events/1645318615696023/

Publicada em: Serviços
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Divulgação - Projeto Grão Especial - Jornal 18 11-2014

  1. 1. Foto: Divulgação Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 | Ano V . nº 371 . R$ 0,50 A Traça Foto: Jander Nogueira Certamente muita gente não vai gostar desta manchete, mas o bairro de Olaria tem sido o mais desprezado pelos nossos governantes nos últimos anos. O desdém com que se trata os assuntos relacionados à Olaria tem sido alvo de grandes perdas para aquela comunidade com mais de 65 mil habitantes. Desde as grandes festas, até os próprios públicos, estão deixando de existir, num bairro, que já poderia ser um distrito independente, pela pujança de sua vida diária. Pg. 10 Olaria: de mais populoso a bairro mais desprezado Emburradinho Cara feia é fome. Se o administrador não tem competência para ocupar o cargo público, peça demissão,renuncie.Ficamaisbonito,principalmente porqueseusalárioépagocomodinheirodosimpostos que a população paga mensalmente na Prefeitura. Nãoéonariztorcidododirigenteesuaequipequevai impedir o NOVA IMPRENSA de escrever a verdade. É muito fácil ganhar 10% de desconto no restaurante Dom João! Basta apresentar este exemplar no caixa e pronto! Você recebe 10% de desconto no seu jantar. A promoção não é cumulativa e vai até o dia 30. O restaurante fica na Rua Deolinda Thurler, Cônego. Pg. 02 Quer 10% de desconto no seu jantar no Dom João? Liga define destino do carnaval Problemas na saúde continuam Perigo em Conselheiro Paulino Emissora de TV lança documentário Tem estréia no NI Correios aguarda sua cartinha Trabalho formidável do cinegrafista Paulo Veiga, resultou no documentário Futuro do Amanhã, lançado semana passada pela Luau TV durante a reunião da Câmara Municipal. Pg. 06 “Reflexões”, com Karine Pena Merecci é a nova coluna do jornal que fará parte das edições de terça-feira. Pg. 05 Marcada para esta terça-feira, 18 de novembro, na sede da Associação Friburguense de Imprensa, às 20h, a reunião da Liga das Escolas de Samba que vai definir os desfiles do carnaval de 2015. O NOVA IMPRENSA, não tem nenhuma intenção de perseguir quer que seja, muito menos a equipe da Secretaria Municipal de Saúde, mas os problemas aumentam a cada dia e surgem como uma bomba. Pg. 10 Moradora da Rua Sebastião Martins teme por acidentes com vitimas fatais e denuncia a Rota 116, pelo erro que está cometendo com um trabalho não condizente como local. Pg. 06 Os Correios já disponibilizaram desde o dia 13 o projeto adote uma cartinha de Papai Noel. As pessoas interessadas já podem se dirigir à agencia da Praça Getúlio Vargas, 85, Centro, onde poderão obter melhores informações sobre o assunto. Pg. 04 E mais: os analfabetos do esporte Pg. 12
  2. 2. Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 Foto: Divulgação Lanchonete Blau Blau (Praça Getulio Vargas); Universidade Estácio de Sá; Padaria Suspiro; Bramil Supermercados (Olaria); Construmil Padaria Superpão (Estacionamento) Cavalo Preto (Euterpe e Olaria) Cadima Shopping Centro de Turismo da Praça Dermeval Moreira; Saguão da Câmara Municipal; Lanchonete Gula Café (Galeria São José); Restaurante Vovó Maria (Rua Marques Braga) Galeria Central - Sobreloja Auto Posto dos Amigos (Barracão dos Mendes) Padaria Barracão (Barracão dos Mendes) Mercado Barracão (Barracão dos Mendes) Lanchonete do Nonito (Barracão dos Mendes) Aprobém (Barracão dos Mendes) Drogaria Nacional Alberto Braune 18 Drogaria Nacional Alberto Braune 98 Drogaria Nacional Moises Amélio Drogaria Nacional Pç. Getulio Vargas Drogaria Nacional Olaria Drogaria Nacional Conselheiro Mundo Verde (Centro) Superpão Padaria Casa Hamburgo (Mury) Galeria Central Innter Light Edifício Comércio e Indústria Peteleco Pizzaria Papillon Fripão Euterpe Confetaria Prado Colégio Miosótis Desfraldemos nossa bandeira Se enrolar na Bandeira Nacional, usá-la nos estádios de futebol nos jogos da Seleção Brasileira, exibir nosso Pa- vilhão Nacional somente em eventos importantes, onde a mídia dá ênfase, é muito pouco para um símbolo que nos representa em todos os momentos do país. O povo brasileiro esquece que o dia 19 de novembro é dedicado à Bandeira Nacional. A bandeira é definida classicamente como sendo o sím- bolo representativo de um estado soberano, país, estado, município, intendência, província, bairro, organização, so- ciedade, clã, coroa, reino, ou seja todo ente constituído seja uma nação e seu povo, até mesmo uma família tra- dicional, desde que reconhecidos pelos entes interagidos por Lei ou tradição. Disposto na Constituição Federal, deve ser sempre hasteada em um mastro, com altura e dimensões estabe- lecidas em leis, estatutos sociais, convenções ou simples- mente num projeto pré-definido. Não se trata somente de um pedaço de pano simples, pois em seu conteúdo é representada toda a história de um povo, suas convicções, lutas e esperanças. Usada tanto em períodos de paz como de guerra, é um dos símbolos universais mais abrangentes e comunicativos. Truta Dom João encanta a crítica por ser prática e refinada Pedro Toledo Excelente localização, ambien- te tranquilo, temperatura agradável e uma excelente seleção de pratos que vão fazer qualquer crítico gas- tronômico ceder aos encantos dos sabores oferecidos no restaurante Dom João. São diversos pratos, dentre eles a Truta Dom João, que faz parte do 8° Festival da Truta de Nova Friburgo e promete inovar na preparação do peixe cultivado nas montanhas da serra fluminense. O Nova Imprensa foi até o Dom João para experimentar a famosa Truta que vem fazendo sucesso na cidade e recebendo excelentes crí- ticas de quem entende do assunto. Um peixe leve, com nuances de temperos indianos, manteiga e alca- parras. Para acompanhar, arroz com vegetais e batatas fritas bem sequi- nhas. Na taça, água e vinho são bem vindos e, segundo o chefe, uma ex- celenteindicaçãoéumvinhobranco. Embora seja sofisticado, o prato não é difícil de ser feito e pode ser preparado até pelos menos agra- ciados nas artes gastronômicas. De acordo com o chefe Ciro Thurler, a preparação é rápida e não demanda muita delicadeza, por isso pode ser feita por qualquer um. O Nova Imprensa também acompanhou o preparo do prato e trouxe a truta direto para a sua leitu- ra. A receita é fácil e os ingredientes são baratos e naturais, importantes para tornar o prato ainda mais sau- dável. Para preparar a Truta Dom João você precisará de: •1 filé de truta com pele •1 batata média cozida com casca •½ cenoura •100g de nirá •2 flores de brócolis cortadinhas •1 copo de arroz cozido •50g de alcaparras •50g de manteiga •4 colheres de azeite •1 pitada de curry Modo de Preparo Tempere o filé de truta a gosto. Seque-o no trigo e grelhe no azeite em uma frigideira teflon. Corte a cenoura em cubos bem pequenos juntamente com o nirá e a cebola. Leve-os ao fogo brando com um pouco de água para cozinha-los. Misture o brócolis e cozinhe por mais um minuto, acrescente sal a gosto. Acrescenteoarrozeocurryedes- ligue o fogo. Frite as batatas com casca e re- serve-as. Em seguida derreta a man- teiga em uma frigideira e acrescente as alcaparras. Montagem do Prato Em um prato, arrume as trutas nas extremidades. Enforme o ar- roz em um pote redondo e depois o desenforme no centro do prato. Acrescente as batatas e derrame as alcaparras por cima das trutas. Uma refeição leve, com muito sabor e carregada de ingredientes saudáveis que só trarão benefícios e sofisticação para seu jantar. Um prato que não demanda muito, mas que devolve satisfação para quem o experimenta.Opratoestádisponível nocardápiodorestauranteDomJoão e, para a surpresa dos consumidores assíduos de trutas, ele não será re- tirado do cardápio após o fim do 8° Festival da Truta de Nova Friburgo. Promoção Nova Imprensa & Dom João Aproveite a promoção do Jornal Nova Imprensa em parceria com o restaurante Dom João e apresente este exemplar no caixa para ganhar 10% de desconto em seu jantar. A promoção não é cumulativa, vai até o dia 30 deste mês e só poderá ser apre- sentado um exemplar por mesa.
  3. 3. Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 Foto: Divulgação O tema o seminário foi “Empreendedorismo Inovador” Agilidade na leitura, dinamismo e conteúdo incisivo sempre foram características marcantes do NOVA IMPRENSA. O jornal está disponível também em forma digital, aproximando ainda mais a notícia do leitor, em formato intuitivo e de fácil leitura. NossoJornalestáinovando paraestarsemprecomvocê. Estudantes participam do Seminário na Firjan Papo Reto nelsonlpc@gmail.com por Nelson Cunha Estamos na maior crise política na história deste país. Muito pior que o impeachment de Collor, a legitimidade deste governo está na lama. Depois de uma campanha multimilionária e extremamente mentirosa, a pergunta agora é: “Quem pagou esta conta?” O que tudo indica foi corrupção, fomos nós que pagamos um dos maiores impostos do mundo. Depois dos aumentos de juros e gasolina, a “economia que cresce como nunca” nos premia com a menortaxadegeraçãodeempregonomêsdesde1999,comsaldonegativode mais de 30 mil postos de trabalho. Isto é o que as bolsas fazem, geram votos e destroem o futuro dos nossos jovens. Como se não bastasse, afloram novas investigações sobre o caso Petrobrás. A maior empresa brasileira, que já foi uma das maiores do mundo, foi sangrada e exposta ao ridículo de não ter suas contas demonstradas. Nenhum auditor externo quis assinar o documento, apenas isso, fez as ações despencarem em mais 3%. Que belo trabalho o da Polícia Federal que desta vez colocou a mão em grandes corruptores. Diretores, executivos e até presidentes de empreiteiras não escaparam das garras dos agentes federais. Agora vão ter que explicar o superfaturamento, poderão propor outras delações premiadas e a bola de neve vai crescendo e passando por cima dos criminosos. Não foi surpresa para ninguém que mais uma vez o nome de José Dirceu veio à tona com o apa- drinhamento de Renato Duque para o cargo de diretor da Petrobrás. O PT está envolvido nisso até as vísceras e apodrece a reputação da multinacional. Até quando os mandachuvas vão ficar blindados? A necessidade de explodir a corja urge, antes que a ingovernabilidade tome conta do país.O Brasil não é tão frágil como a Venezuela e a Bolívia, mas estamos acéfalos com um gover- no que se preocupa apenas com o poder. “Não podemos abandonar o Brasil”, mesmo que isso seja um luta árdua. Agora chegou a vez da Justiça agir com pulso forte, como uma instituição realmente independente, preparada para o que possa estar além deste horizonte de lama. Além do horizonte O Sistema Firjan, através do Instituto Euvaldo Lodie (IEL) iniciativa do Conselho de Jovens Empresários (CJE) realizou o VIII Seminário de Empreendedorismo, integrado à Semana Global de Em- preendedorismo. A Representação Regional Firjan/CIRJ no Centro Norte Fluminense organizou uma caravana para levar estudantes da região ao evento, que aconteceu na cidade do Rio de Janeiro. O tema do Seminário foi “Empreendedorismo Inovador” e, na abertura, a presi- dente do Conselho de Jovens Em- presários, Poliana Botelho, desta- cou que inovação é primordial para a competitividade. “A inovação é revolucionária e possibilita alavan- carmos negócios e conquistarmos mercado. Os empresários têm hoje oportunidade de conhecer ideias que podem acelerar seus negócios e os jovens empreendedores, uma chance de descobrir maneiras de acelerar ideias”, afirmou Poliana. Em seguida, Gregory Dibbs, geren- te sênior do Centro de Pesquisa da Nissan no Vale do Silício falou do projeto do carro autônomo em par- ceria com o Google e também sobre as pesquisas em veículos conecta- dos e interação homem-máquina. Para Gregory, o caminho para ino- var é testar sua ideia de forma rápi- da, fácil e barata: “Assim, descobri que a inovação acelera de uma ma- neira muito maior que imaginamos. As empresas devem testar peque- nos protótipos em vez de focar na solução final”. No painel sobre “A importância da prototipagem para as empresas que querem inovar e as vantagens competitivas da utilização da prototi- pagem em diversos segmentos”, He- loísa Neves, da Fablab Brasil, falou que “a prototipagem ajuda a facilitar o conhecimento”. Luiz Fernando Dompieri, da Robtec, fabricante de impressoras 3D e Rodrigo Krug, da Cliever, primeira empresa brasilei- ra a fabricar impressoras 3D 100% nacional, disseram que “este mode- lo veio para ficar e vai trazer mais velocidade e baratear o preço dos produtos, tornando a empresa mais competitiva”. Dompieri comentou que em breve trará a impressora 3D que imprime chocolates. No segundo painel, os empre- sários apresentaram como utilizam a tecnologia 3D e a prototipagem. Po- lianaBotelho,doLaboratórioSimões e presidente do CJE, enfatizou como o treinamento é essencial, por isso o investimento em capacitar os fun- cionários da área fabril por meio de um simulador 3D. Já Marcelo Brum, gerente de Operações da FMC Te- chnologies, líder global de soluções de tecnologia para a indústria de energia, espera que a tecnologia evo- lua um pouco mais para ser possível imprimir uma imagem no meio da sala através de um robô impressor. ClaudioPatrick,daCleverPack,em- presa que desenvolve embalagens plásticas mais sustentáveis e ino- vadoras, disse que atualmente usa prototipagem em 95% dos projetos: ”Um diferencial que agrega valor e torna a empresa mais competitiva”. Os painéis tiveram mediação de Bruno Gomes, diretor de Inovação do Sistema Firjan, que afirmou que “a prototipagem é uma estratégia de negócio.Esteéomomentodeempre- ender,deaproveitar”.Opresidentedo Sistema, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, encerrou o encontro e aprovei- tou para questionar o governo sobre algumas dificuldades das empresas para empreender no país: “Temos que dizer ao governo, sociedade e po- líticos que sem as grandes, pequenas, micros e médias empresas não há país que siga em frente”. Gouvêa Vieira completou: “O estado arrecada uma barbaridade de impostos e não nos serve adequadamente para termos liberdade empreendedora”.
  4. 4. Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 Previsão do Tempo Climatempo Sol o dia todo, com muitas nuvens de manhã. Noi- te com muita nebulosidade. Sol com algumas nuvens. Não chove. Sol com algumas nuvens. Não chove. Quarta 19/11 Quinta 20/11 Terça 18/11 Índice UV Índice UV Índice UV DeSegundaaSexta-15h RádioNovaFriburgoAM ApresentaçãoGilbertoCunha Correios realiza campanha de apadrinhamento de cartas (ComunicaçãoeImprensa/Ascom/RJ) Já estão à disposição desde o dia 13 e prosseguirão até dia 5 de dezembro as cartas para os interes- sados em adotar uma das cartinhas do Papai Noel dos Correios. As cartas podem ser entregues em 45 pontos de apadrinhamento, locali- zados em agências de correio nos municípios de Armação de Búzios, Bom Jesus de Itabapoana, Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Con- ceição de Macabu, Itaboraí, Italva, Itaperuna, Itatiaia (Penedo),Macaé, Magé, Natividade, Niterói, Nova Iguaçu, Nova Friburgo,Paracambi, Petrópolis, Porto Real, Quatis, Rio das Flores, Rio das Ostras, Rio de Janeiro, São Fidélis, São Gonçalo, Saquarema,Seropédica (Universi- dade Rural), Tanguá, Teresópolis, Valença(Conservatória) e Volta Redonda. As cartinhas ficarão dis- ponibilizadas para apadrinhamento, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. A entrega dos presentes deve- rá ser feita até o dia 8 de dezembro, nos mesmos locais de adoção. Eles devem ser novos, atender às solici- tações de cada criança e entregues devidamente embalados e acondi- cionados para o transporte postal. Além dos 45 pontos de apadri- nhamento, uma Central do Papai Noel funcionará no saguão do edifício sede dos correios do Rio de Janeiro, Rua Afonso Cavalcanti, 58, Cidade Nova, telefone: (21) 2503-8049 e (21) 2503.8327, com atendimento das 9h às 16h. Realizada há 25 anos, a cam- panha tem como principal objetivo responder às cartas das crianças que escrevem para Papai Noel e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade so- cial. Nos últimos três anos, em todo o país, foram recebidos 3,1 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios. Desse total, 1,9 milhões atendiam aos critérios da campanha e quase 74% foram adotadas, o que equivale a 1,4 milhão de cartas. Em 2013, no Rio de Janeiro, 17 mil car- tas foram adotadas. Desde 2010, os correios estabeleceram parcerias com escolaspúblicas,crecheseabrigosque atendem crianças em situação finan- ceira desfavorável. A meta é trabalhar ações, como desenvolver a habilidade da redação de carta, endereçar e usar corretamente o CEP. PADRINHOS - Disseminar o encantamento natalino por meio da campanha só é possível com a ajuda dos mais de 120 mil empregados dos correios e da sociedade brasileira que podem participar atuando como pa- drinhos, aqueles que adotam as car- tinhas providenciando os presentes solicitados pelas crianças. COMO FUNCIONA - A ado- ção de cartas da campanha é feita da mesma maneira em todo o Brasil: as cartas enviadas pelas crianças são li- das e selecionadas. Em seguida, são disponibilizadas para adoção na casa doPapaiNoelouemoutrasunidades da empresa. Os Correios não entre- gam cartas para adoção diretamente àpopulaçãoemsuasresidências,mas ficam disponíveis nos locais indica- dos pela empresa. Os presentes relativos às cartas adotadas são entregues pelos padri- nhos nos pontos divulgados pelos Correios para que posteriormente a entrega seja feita pela empresa. Não é permitida a entrega direta do pre- sente e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança não é informado ao padrinho. Infor- mações oficiais sobre o Papai Noel dos Correios podem ser obtidas na página http://blog.correios.com.br/ papainoeldoscorreiosoupelos tele- fones 3003 0100 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800 725 7282 (de- mais localidades). As agências dos correios estão espalhadas em todo Estado do Rio de Janeiro nos seguin- tes endereços: Barra da Tijuca (Av. Armando Lombardi, 597), Bonsucesso (Rua Dona Isabel, 158), Botafogo (Rua Voluntários da Pátria, 254), Campo Grande (Praça Dr. Raul Boaventura, 61), Cascadura (Rua Sidônio Pais, 42, Central (Rua Primeiro de Março, 64), Copacabana (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 540), Engenho de Dentro (Rua Adolfo Bergamini, 50), Leblon (Av. Ataulfo de Paiva, 822), Méier (Rua Dias da Cruz, 182 - Loja B), Posto Cinco (Avenida Nossa Se- nhora de Copacabana, 1.059), Presi- dente Vargas (Av. Presidente Vargas, 3.077, Térreo), Recreio dos Bandei- rantes (Avenida das Américas, 19.019/ Loja 105B), Rua da Alfândega (Rua da Alfândega, 91), Santa Cruz (Rua Felipe Cardoso, 909), São Cristóvão (Campo de São Cristóvão, 378), Nova Iguaçu (Rua Otávio Tarquino, 87 - Centro), Paracambi (Rua Francisco Dias Raposo, 26 - Centro), Itaboraí (Praça Marechal Floriano Peixoto, s/ nº - Centro), Niterói (Rua Visconde do Rio Branco, 481 - Centro), São GonçaloShopping(AvenidaSãoGon- çalo, 100/Rodovia Niterói-Manilha km 8,5), Tanguá (Rua Vereador Antônio Teixeira de Macedo, 393 - Centro),ArmaçãodosBúzios(Estrada da Usina Velha, 360 - Centro), Bom Jesus do Itabopoana (Av. Governa- dor Roberto Silveira, 136 - Centro), Cabo Frio (Largo de Santo Antônio, 55 - Centro), Campos dos Goytacazes (Praça Santíssimo Salvador, 53 - Cen- tro), Conceição de Macabu (Praça N. Srª da Conceição, 114 – Centro), Conservatória (Rua Monsenhor Pas- coal Libreloto, 63 - Centro - Valença), Italva(RuaOlivaFaria,152-Centro), Itaperuna (Av. Cardoso Moreira, 534 - Centro), Macaé (Rua Teixeira de Gouveia, 712 - Centro), Magé (Av. Simão da Mota, 900 - Centro), Na- tividade (Rua Dr. Raul Travassos, 9 - Centro), Nova Friburgo (Praça Pre- sidente Getúlio Vargas, 85 - Centro), Penedo (Rua das Velas, 100 - Bairro Fazenda Penedo - Itatiaia), Petrópo- lis (Rua do Imperador, 350 - Centro), Porto Real (Av. Dom Pedro II, 1.050 - Lojas 7 e 8 - Centro), Quatis (Rua Faustino Pinheiro, 222 - Loja 224 - Centro), Rio das Flores (Rua Aniceto de Medeiros Correa, 3 - Centro), Rio das Ostras (Rua Paranaíba, 126 - Cen- tro), São Fidélis (Rua Alberto Torres, 246 - Centro), Saquarema (Praça Os- car de Macedo Soares, 12 - Centro), Teresópolis (Av. Lúcio Meira, 259 - Várzea), Universidade Rural (Rodo- via Rio-São Paulo, s/nº - km 47 - sala 7 -Pavilhão Central s/nº - Seropédica), VoltaRedonda(Av.PaulodeFrontin, 897 - Aterrado).
  5. 5. Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 Fotos: José Duarte Reflexões Karine Merecci kpmerecci@hotmail.com Professora Quando a dor se transforma em sorriso Em agosto deste ano, Flávia Santos Silva e Anderson Frossard, de- pois de lutarem bravamente contra um câncer raro no tronco cerebral do filho Yan de 9 anos, viram a esperança da cura se transformar em lágrimas de perda e saudade. O guerreiro Yan, como ficou conhecido, não resistiu. Quando foi diagnosticada a doença, os pais tiveram que mudar completamente suas rotinas, deixando para trás casa, trabalho e o restante da família. Foram meses árduos de extrema dificuldade, pre- ocupação e tristeza. Yan ficou sob os cuidados da TUCCA, Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer em parceria com o Hospital Santa Marcelina, um dos maiores e mais importantes da zona leste de São Paulo, integrando uma ONG com profissionais da área de saúde, pais de pacientes e representantes de diversos segmentos da sociedade brasileira que doam tempo e talento por acreditarem nesse empreendi- mento social.Uma entidade sem fins lucrativos com a missão de elevar as taxas de cura a 100% e de melhorar a qualidade de vida de crianças e jovenscomcâncer,independentedecondiçãofinanceira,credoeetnia. Durante o tratamento, pessoas consternadas solidarizaram-se com o fato e usaram vários artifícios em prol de Yan e seus pais. Cremos que não deva existir dor maior que a perda de um filho, sobretudo quando em idade tão tenra. Mas mesmo com os corações em “frangalhos”, eles, com a ajuda de amigos e colaboradores, na tentativa de amenizarem suas dores e ajudarem outras crianças, adolescentes e seus familiare- sestão promovendo a Campanha Estrela Yan, objetivando arrecadar brinquedos e roupas para a festa de Natal que será realizada na TUC- CA. Em meio a um mundo marcado por corrupções e valores sociais invertidos, é raro encontrarmos casos como esse, de pais, que mesmo enfrentando uma dor tão profunda, superam a tristeza da perda de um filho e arregaçam as mangas, transformando as lágrimas em sorrisos de abnegação e solidariedade, trabalhando pelo bem estar de outras pesso- as que viveram ou vivem a mesma dor que sentiram. Mais informações podem ser obtidas na página do facebook: “Estrela Yan”. Lá estão des- critos os postos de arrecadação e a data limite para tal. Seja voluntário e faça alguém sorrir! A humanização dos valores depende de cada um! Grão Especial, inovação e tendência no universo dos cafés em Bom Jardim Scheyla Santiago A Sempre Produtora Cultural, dando continuidade às ações imple- mentadas durante a 5ª Festa da Flor & Café de Bom Jardim/RJ, ocorrida em setembro, inova na região com a proposta de implantação do Projeto “Grão Especial”. Mergulhando no novo mundo dos cafés, em parceria com a Café!Café!Café!, representa- da pela cafeóloga, barista e escritora, Moni Abreu, o projeto busca inserir o produtor da agricultura familiar no universo da qualidade dos cafés especiais. Apresentado na forma de programa, visa dar suporte, desde a colheita ao café torrado, moído e em grãos. Desta forma, a proposta traz mais um encontro gratuito que será promovido no dia 5 de dezembro, às 19h, no Distrito de Barra Alegre, na sede da Associação de Produto- res Rurais, no município de Bom Jardim.Outro objetivo desta ação empreendedora é trazer para a re- gião oficinas e cursos de capacitação no segmento de cafés especiais. A estratégia utilizada pelo projeto em prol da sustentabilidade da produção local é destacada com a realização da oficina“Alquimia do Café: novas tecnologias e tendências de consu- mo” no dia 6 de dezembro, às 14h, abrindo o cronograma de capacitação previsto para o ano de 2015. A oficina é voltada aos consumi- dores de café em geral, aficionados e profissionais do ramo. O merca- do de café é dinâmico e o simples cafezinho já não satisfaz mais. Os consumidores estão ávidos por bons cafés e novas formas de preparo que possibilitem inovar no consumo e descobrir novos sabores.“Estamos diante de um ‘boom do café tecno- lógico’. Novas tecnologias de pre- paro estão provando que cada xícara pode ser diferente da outra. Nesses novos equipamentos, os processos precisam de padrões meticulosos e noções de quantidade e tempo têm uma relação precisa para se extrair cafés de alta qualidade. Ainda assim, por serem simples de manusear e ga- rantirem sabores diferenciados com qualidade de extração e requinte no serviço, esses equipamentos possibi- litam a qualquer apreciador ter uma cafeteria particular em casa”, explica Moni Abreu, da Café!Café!Café!. A oficina é aberta a todos os in- teressados e será dividida em duas partes: teórica e prática, com duração média de duas horas, onde haverá a degustação do café especial Palma- res. Durante o evento será possível adquirir equipamentos importados de preparo. O evento acontecerá na sede da Sempre Produtora Cultural (1,5Km do centro de Bom Jardim, no Jardim Ouro Verde) e o investimento para quem desejar participar será de R$35,00. Haverá transporte saindo da Rodoviária de Bom Jardim até o local do evento. As vagas para a oficina são limitadas e as inscrições e outras informações podem ser obtidas pelos telefones (22) 98127-5494 / 99907- 6703 / (21) 98117-7505 e pelo e-mail: festadaflorecafe@yahoo.com.br. A oficina é voltada aos consumidores, aficionados e profissionais do ramo
  6. 6. Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 Ensaio Geral jepduarte@gmail.com por José Duarte Paulo Veiga passou alguns meses filmando dezenas de instituições locais Moradora teme acidentes em Conselheiro Paulino Por questões éticas não va- mos citar o nome completo da denunciante, mas ela se chama Rosângela e mora na Rua Sebas- tião Martins, na qual localiza-se a Stam Metalúrgica, em Conselhei- Definidos Até agora, somente a Unidos da Saudade e a Alunos do Samba partici- parão do desfile de carnaval do ano de 2015. As duas agremiações já disse- ram sim e estão se preparando para o desfile. Quanto aos blocos de enredo, por enquanto confirmados estão: Raio de Luar e Unidos do Imperador. Os demais ainda estão pensando. E enquanto eles pensam, a banda passa. Respeito Na verdade, a participação das agremiações citadas no carnaval de 2015 é sinal de respeito ao público. Não aqueles mais abastados que pegam carro ou ônibus e viajam para fora da cidade, mas a maioria da população fribur- guense, a classe mais pobre que não tem para onde ir e fica na cidade para assistir os desfiles das escolas ou blocos. Uma atitude bastante nobre é a do Governo Municipal e da Liga das Escolas de Samba que tem feito todos os esforços para que o desfile conte com todas as oito agremiações da cidade, quatro blocos e quatro escolas. Por isso, Saudade, Alunos do Samba, Raio de Luar e Unidos do Imperador merecem todo o apoio do público que vai estar na avenida e também, ainda maior, do Governo Municipal. Incompetência É por essas e outras que o nosso carnaval está cada dia mais pobre. Incompetência, briga entre diretores, vaidade acima da razão, picuinha, má administração, gastos excessivos sem ter verba para pagar, entre outros problemas. E não adianta torcer o nariz para o jornalista. Não tenho medo de cara feia, mas sou pago para escrever o que vejo e a verdade hoje é esta. Verba Quanto à verba para 2015, ela só será liberada na primeira semana de janeiro. Isso ficou claro na primeira reunião da Liga das Escolas de Samba e a maioria das agremiações se comprometeram a desfilar sem concurso, apenas paraexibiçãoecomomaterialquetememmãos.Nasegundareunião,jácom o prefeito Rogério Cabral, no Gabinete do Palácio Barão de Nova Friburgo, a coisa mudou e o quadro hoje é esse. Com isso, perde todo mundo. Surpresas Fora isso, a Secretaria Municipal de Turismo está prometendo várias surpresas no concurso da corte do carnaval, Concurso Gay e Desfile de Fantasias. Com desfile ou sem desfile das escolas de samba, o carnaval vai acontecer e o Secretário Nauro Grehs e a subsecretária Valéria Mendonça já começaram a se movimentar para agilizar o processo carnavalesco de 2015. Conjunto A Liga Independente das Escolas de Samba e as agremiações in- tegrantes do Grupo Especial decidiram pela exclusão, no Carnaval de 2015, do quesito “Conjunto”, entre os itens a serem julgados em suas apresentações. Desta forma, serão nove os quesitos em julgamento: Ba- teria, Enredo, Samba-Enredo, Comissão de Frente, Mestre-Sala e Porta- -Bandeira, Alegorias e Adereços, Fantasias, Harmonia e Evolução. Tam- bém foi decidido que serão substituídos os 20 julgadores que atuaram no Carnaval 2014. A escolha de seus substitutos ficará a cargo do presidente da LIESA, Jorge Castanheira, e os nomes dos novos julgadores serão divulgados oportunamente. ro Paulino. A moradora denuncia que a Rota 116 implantou quebra molas em meia pista na rua e, com isso, o perigo de atropelamentos aumentou, principalmente porque a quantidade de crianças e idosos que passam pelo local é muito grande. Ela teme por um problema mais grave, inclusive com vítimas fatais. Por isso pede às autoridades que tomem providências o mais rá- pido possível. Luau lança documentário Em cerimônia solene realizada na noite da última quinta-feira no Plenário João Bazet da Câmara Mu- nicipal, a Luau TV – canal 5 do siste- ma RCATV, lançou o documentário “Futuro do Amanhã”, que breve- mente estará na grade de programa- ção da emissora. O projeto mostra o trabalho de diversas entidades como: Afape, Banda Euterpe Friburguen- se, Power Full, entre outras. Mas mostra também profissionais conhe- cidosnacidadequefazemdoseutra- balho o dia a dia de Nova Friburgo, como: Jaburu, Monara Costa, Daniel Lage, o músico mais antigo da Banda Euterpe com 50 anos de atividades na Banda, entre outros. A cerimônia foi apresentada pela editora Angela Pedretti, mas o trabalho tem todos os méritos do ci- negrafista Paulo Veiga, que passou alguns meses filmando dezenas de entidades na cidade, pretendendo, com isso, contribuir com a quali- dade de nossos artistas. O projeto tem 1h55 minutos e será, com cer- teza, uma grande atração. Paulinho, como é conhecido, se emocionou quando chamado a falar e chegou às lágrimas, “passei alguns meses fazendo este trabalho, porque acho que a comunidade precisa conhecer a cidade. Nossos artistas precisam ser revelados e as entidades preci- sam ser mais valorizadas. Por isso me integrei de corpo e alma à fil- magem do documentário Futuro do Amanhã”, finalizou Paulo Veiga. Família Lamblet convida para Assembleia O coordenador da Comissão de Formação da Associação da Família Lamblet, José Carlos Schuenck, convida todos os membros da famí- lia Lambelet e Lamblet para par- ticipar da Assembleia Geral Extra- ordinária que será realizada dia 29 de novembro com início às 19h em primeira convocação e meia hora depois, em segunda convocação, na sede da Banda Euterpe Fribur- guense, Avenida Euterpe Fribur- guense, 53, Vilage. A pauta da reunião será a criação da associação da família Lamblet, aprovação de seu estatuto social, elei- çãodopresidenteevicepresidenteda sua primeira diretoria executiva e de seu primeiro Conselho Fiscal, escolha do local e data do 1º Encontro Nacio- nal da Família Lamblet. Foto: Divulgação
  7. 7. Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 O Direito é seu Irene Caetano irene@icadv.com.br P I N G P I N G P O N G P I N G P I N G P O N G Se você não aguenta mais ser jogado de um lado pro outro pelo SAC, ligue pra gente. Aqui, vamos ouvir e acompanhar suas reclamações sobre leis que não estão sendo cumpridas e até mesmo de serviços mal prestados por empresas privadas. Praça Getúlio Vargas, 105 - Galeria União - Centro Agilidade na leitura, dinamismo e conteúdo incisivo sempre foram características marcantes do NOVA IMPRENSA. O jornal está disponível também em forma digital, aproximando ainda mais a notícia do leitor, em formato intuitivo e de fácil leitura. NossoJornalestáinovando paraestarsemprecomvocê. Giro Moda apresentou as novidades do Verão 2016 Estácio promove feira de empregos Duas mulheres são presas com drogas Aproximadamente 150 pessoas lotaram o auditório do Senai Espaço da Moda, nesta quinta, dia 13, para conferirem as novidades e tendên- cias da moda para o Verão 2016, apresentadas pela estilista do Senai Moda Design, Milena Cariello. Os participantes receberam informa- ções sobre as macrotendências de comportamento que irão orientar o desenvolvimento de novos produ- tos em diversos setores e os pontos fortes para o Verão 2016. Entre elas, destaque para a “Transcendência”, que abrange a tecnologia e a relação desta com a moda e o “Minimal A UNESA - Universidade Está- cio de Sá de Nova Friburgo promove nesta quarta-feira, 19, a partir das 18h, em seu campus, a “I Feira de Estágios e Empregos”, aberta ao pú- blico. Na programação, palestra com o tema “Empregabilidade: desafios e oportunidades para o sucesso”, Na madrugada de sábado, 15, a equipe do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) prendeu duas mu- lheres e apreendeu um menor no bairro Alto de Olaria. Elas estavam vendendo drogas no local quando Alimentos gravídicos Mais comum do que pudesse se esperar, grávidas recorrem a orientação ju- rídicacomvistasaobterinformaçãoparaapercepçãode“alimentosgravídicos”. O que seria tal direito? A legislação brasileira busca a proteção do indi- víduo em diversas etapas da vida, incluindo a proteção dos direitos daque- les que ainda não nasceram. O direito a percepção de alimentos durante a gestação é do nascituro (o bebê) e não da mãe. A partir da gravidez os alimentos gravídicos, também chamados de alimentos de ventre proporcio- nam condições financeiras para que a gravidez flua nas melhoras condições possíveis, respaldando o direito a uma gestação saudável, nas suas condi- ções mínimas do direito à vida do indivíduo que está para nascer. Além disso, e principalmente é garantia legal o direito ao reconhecimento da paternidade, antes mesmo do nascimento. Assim, conforme a Lei 11.804/08, convencido o Juiz da existência de indícios da paternidade, fixará alimentos gravídicos que serão pagos até o nascimento da criança, sempre considerando as necessidades da parte autora e as possibilidades da parte ré. A concessão dos alimentos objetiva as despesas da gestação, como por exemplo: uma alimentação especial, assistências médica e psicológica, exa- mes e terapias, entre outras despesas, e inclusive aquelas referentes ao parto. Para fazer prova do relacionamento, considerando que a palavra da mu- lher grávida é de grande relevância são, ainda, observadas indicações de romance e mensagens afetivas trocadas entre o casal e até fotografias do par em demonstrações de afeto, justamente em época coincidente com a concepção. Estes são indícios suficientes para que se tenha demonstrado o requisito para a fixação de alimentos gravídicos, ou seja, para obrigar o suposto pai a pagar a pensão alimentícia de ventre. É um chamado à res- ponsabilidade parental. Após o nascimento com vida da criança, os alimentos gravídicos serão convertidos em pensão alimentícia. Singular”, no qual o simples e o intimista figuram como novos di- ferenciais para o consumidor. “Se você tem algo diferente no produto, explore isso, pois é uma forma sin- gular de se mostrar. É isso que podemos trazer para o universo da lingerie: produtos simples, mas com muita personali- dade”, comentou a estilista. Milena destacou as principais apostas em cores, materiais e estampas, além de exemplos de marcas internacio- nais que apostam na inovação. “A grande referência para a moda ínti- ma ainda é a renda que precisa ser proferida por Alexandre Neves, do Alianças Alterdata Software. Além disso, várias empresas parceiras esta- rão presentes em stands com ofertas de estágios e empregos, cadastro no banco de currículos e consultoria de RH. Entre elas, CIEE, Alterdata software, Mary Kay, Sine, Balcão de foram abordadas pelos policiais. Se- gundo informações da PM, uma das presas seria irmã do traficante Jar- del, considerado o chefe do tráfico no local. Após revista nas mulheres, foram encontrados seis sacolés de retrabalhada em sobreposições, no- vos formatos ou com estamparia”. Além disso, a estilista aponta para a importância das cores: azuis, rosas e, principalmente, os amarelos que estarão em alta na estação. O fitness, setor crescente em Nova Friburgo, também apareceu durante a apresentação e a inovação nessa área está cada vez maior, com produtos mais elaborados (bolsos, vazados) e tecnológicos (fitness modelador, estampa com efeito de iluminação). Para Milena, o rele- vante é focar no que conecta e vai interessar ao público. empregos, Ázeres consultoria, Tar- getcomunicação,Sebrae,Faol eWi- zard. Inscrições para a palestra pelo site da empresa Alterdata software no link: http://www.alterdata.com. br/Empresa/Palestras. Os contatos podem ser mantidos com Amanda Custódio pelo telefone: 2525.1519 cocaína e quase R$ 1 mil em di- nheiro. Todos os suspeitos foram levados para a 151ª Delegacia de Polícia. O menor ficou apreendido e as mulheres responderão por trá- fico de drogas.
  8. 8. Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 Saúde bucal Angela Scarparo angelascarparo@gmail.com Primeiro molar permanente – parte II Conforme conversamos na semana retrasada, a “chegada” dos primeiros molares permanentes precisa ser conhecida, assim como os cuidados exerci- dos para que a criança não desenvolva a doença cárie; pois, caso isso ocorra e não se perceba, possivelmente haverá a necessidade de tratamento endo- dôntico (considerando que não se busque ajuda profissional em tempo ainda terapêutico preventivo e/ou conservador), ou até mesmo de implantodontia, nos casos em que houver a perda do elemento dental. E, para que isso tudo não ocorra, o que fazer? Como prevenir? Existe algo específico a ser feito? Falaremos sobre isso na próxima coluna. Em primeiro lugar, saber que próximo dos 6 anos de idade os primeiros molares irromperão (“nascerão”) sem que nenhum dente decíduo tenha caí- do.Apartirdaí,escovaçãoindividualizada,istoé,emfunçãodestedenteficar em um plano abaixo dos demais dentes presentes, é preciso que se entenda que as cerdas da escova dental não tocarão o primeiro molar permanente se não fizermos alguma angulação no cabo da escova dental, certo? A angula- ção no cabo da escova pode ser: inclinando a cabeça da escova para baixo, observando se esse movimento foi suficiente ou não. Se não for, existe uma técnica, denominada Pádua Lima, em que se posiciona a escova sobre o den- te, paralelamente; a cabeça da escova sobre o dente, em seu longo eixo. Em seguida, gira-se a escova, 90 graus, de tal forma que a cabeça dela fique em posição perpendicular e, faz-se então, a escovação apenas do primeiro molar, garantindo que o dente está sendo escovado. Para muitos fica difícil imagi- nar tudo isso. Então, quando tiverem um tempinho, procurem esquemas ilustrativos disponíveis na internet. Valerá a pena. Aprendemos a prevenir, realizando a escovação unitária do dente, utilizando esta técnica de escovação específica. Por isso, mais uma vez, a prevenção é a escovação, de preferência com dentifrício fluoretado, após todas as refeições. Obras de asfaltamento atrapalham o trânsito em Nova Friburgo Prefeitura resgata valor pago pela Fábrica Ypu Pedro Toledo Desde a última semana estão sendo realizadas obras de asfaltamen- to nas ruas que interligam os bairros do Centro e Olaria. O asfalto de alta qualidadequeestásendoaplicadode- verá melhorar a vida de quem trafega pelas vias. O projeto parece ser bom, não fosse os transtornos que vem cau- sando para o transporte público, ou mesmo para os carros que realizam o trajeto. Isso por que as obras acon- tecem durante o dia, em horários de pico, fechando parcialmente as vias e causando congestionamentos. Os ônibus da concessionária FAOL parecem não respeitar os ho- rários propostos usualmente, e com as vias congestionadas, os atrasos chegam a mais de 1h, fazendo com que os utilizadores do transporte público se atrasem ainda mais para seus compromissos. É o caso de uma leitora do Nova Imprensa que prefe- riu não se identificar. De acordo com ela, que é moradora do Cônego, os atrasos renderam além de estresse, transtornos no trabalho. As obras, de acordo com a Secre- taria Municipal de Obras, estão acon- tecendo durante o dia, mas sem uma explicação plausível para isto. O Nova Imprensa tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa da Pre- feitura Municipal de Nova Friburgo, mas nenhuma resposta foi obtida até o fechamento desta edição. A concessionária de transporte público de Nova Friburgo, a FAOL, também não se manifestou com relação aos atrasos, embora fontes oficiosas afirmem que as rotas foram alteradas a fim de evitar o centro do bairro Olaria. Ônibus do Cônego es- tão preferencialmente utilizando a Via-Expressa, em vez de trafegarem por dentro de Olaria, desafogando o trânsito e colaborando para o fluxo de veículos no local. Sem os dados do governo, nos basta esperar para que as obras ca- minhem o mais depressa possível para que a vida dos usuários das vias públicas que ligam alguns bairros da zona sul ao centro seja descomplica- da quando o assunto for mobilidade. Agilidade na leitura, dinamismo e conteúdo incisivo sempre foram características marcantes do NOVA IMPRENSA. O jornal está disponível também em forma digital, aproximando ainda mais a notícia do leitor, em formato intuitivo e de fácil leitura. NossoJornalestáinovando paraestarsemprecomvocê. Foto: Jander Nogueira Valor investido, já com correção, soma um total de R$ 15.995.850,00 A prefeitura de Nova Friburgo resgatou o dinheiro investido na com- pra da Fábrica Ypu, um total de R$ 15.995.850,00, o que significa um ga- nho de R$ 833.907,00, uma correção de mais de 1% ao mês, uma vez que tinha depositado, em 20 de maio des- teano,noatodacompradafábrica,R$ 15.161.943,15. Estes valores já foram disponibilizados pela Justiça Federal devidamente corrigidos e, a partir de agora, o governo municipal voltará a avaliar a possibilidade de participar da aquisição do imóvel, tão logo o Judici- ário promova um novo leilão. “O prédio da Fábrica Ypu é im- portante para que a prefeitura possa se reorganizar fisicamente e, além disso, continuamos interessados em repassar parte do imóvel para que a UFF (Universidade Federal Flumi- nense)possaimplantaremNovaFri- burgoosonhadocursodemedicina”, destacou o prefeito Rogério Cabral.
  9. 9. Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 Aplausos & Ridículos Aplausos Mito Para o SBT. A credibilidade de Sílvio Santos conseguiu R$ 30 milhões semana passada no Teleton e a meta era R$ 26 mil. O Brasil inteiro colaborou e o programa passou de 24h, terminando às 2h30min do domingo, quando a previsão era zero hora. Certamente, Silvio Santos é um mito no país. Eternizado Para a Prefeitura Municipal que eterniza o nome de Geraldo Leão no campo do Pastão. Realmente uma homenagem mais do que merecida. Um abnegado do esporte, uma pessoa que dedicou a vida inteira ao futebol do Grêmio Esportivo. Operação Para os soldados do 11° Batalhão de Policia Militar de Nova Friburgo que realizaram uma brilhante operação na Comunidade do Dedé. Um trabalho longo, mas que apresentou efeito imediato pela quantidade de apreensões que foram feitas. Coragem Para a coragem do Vereador Zezinho do Caminhão que não tem medo de falar a verdade e usa toda sua sinceridade nas reuniões da Câmara Municipal, mesmo sua atitude não agradando os colegas, até porque nem todo mundo gosta de ouvir a verdade. Ridículos Mau exemplo Para um morador do Edifício Itália que teve o trabalho de atravessar a rua e jogar uma poltrona velha dentro do rio Bengalas. Ridículo, além de ser surpreendido por populares que acharam seu ato uma violação à natureza, o morador soltou: “está com pena, leva pra sua casa”! Abusado Para o torcedor mal educado que não respeita o silencio público depois das 22h: promove um churrasco em sua casa, toca música alta até 2h da madrugada, soltafogosequandoavizinhançareclamaelediz:“táreclamandodoque,eusou policial, eu que faço a lei nesta merda aqui”. Virou bagunça mesmo. Incompetência Para a antiga direção da Rádio Comunidade FM que não se manifesta sobre os destinos da emissora, prejudicando seus funcionários. Aliás, esta di- reção já deveria ter pendurado as chuteiras há muito tempo, pois já mostrou que não tem competência para administrar. Marmanjos ParaosmarmanjosquecontinuamdepredandoaPraçaDermevalBarbosa Moreira com seus malditos skates. Eles reclamavam que não tinham espaço. Agora tem dois: a pista do Cônego, construída no Governo Paulo Azevedo e a pista recentemente construída pelo prefeito Rogério Cabral no Bairro Ypu. Um bando de marmanjos que não respeita o patrimônio público.
  10. 10. Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 Fotos: Jander Nogueira Sase segue fechado desde a tragédia de 2011 Olaria: um bairro desprezado Criado pelo Projeto de Lei 4.488/09 que oficializou os nomes dos bairros tornou-se a Lei Mu- nicipal número 3.792/09. Olaria é hoje o bairro mais desprezado pelas nossas autoridades. Os projetos de campanha não saem do papel e as promessas dos políticos, às vezes até mesmo do próprio bairro, não surtem o efeito desejado. Olaria é o bairro mais populoso da cidade, com 65.000 habitantes. É cortado pelo rio Cônego e popularmente dividido em duas áreas principais; Olaria e Alto de Olaria. Tem uma diversificada gama de serviços e comércios, além de indústrias têxteis e metalúrgicas e uma área residencial de classes B e C. Conta com boa infraestrutura de água e esgoto e serviços de coleta de lixo e energia. Estuda-se a passagem dos ônibus da praça para a Via Ex- pressa. Nos últimos governos, Olaria tem perdido toda sua característica, justamenteobairroquejáquisinclu- sive ter uma subprefeitura em gover- nos anteriores. No centro do bairro, as Praças 1º de Março e Monsenhor Caetano Antônio Mieli são o ponto de encontro da população. O bairro tem a escola de samba, Imperatriz de Olaria, com sete títu- los do carnaval friburguense, que em 2015nãovaidesfilar;oSaseestátotal- mente abandonado desde a tragédia e poderia, certamente, ser reformado e devolvido à população; o Parque de EventosdaViaExpressaquefoipalco de centenas de grandes eventos, hoje é um canteiro de obras abandonado, se igualando a Bagdad. Com isso, o bairro de Olaria foi perdendo aos poucosaidentidade,oseventosforam acabando, as atrações que serviam à comunidade mais pobre não existem mais. Enfim, Olaria se tornou um bairro desprezado. A mais nova falta derespeitoéaconstruçãodaUPAque foiprometidaeque,agora,serádentro doHospitalMunicipalRaulSertã.Do outro lado está o Sase, que durante muitos anos foi um ponto de atendi- mento médico dos mais eficientes, hoje um casarão abandonado, se de- predandopelasintempériesdotempo e pela falta de zelo das autoridades. É uma pena, porque Olaria tem um grande shopping center, o Ciep Licínio Teixeira, três grandes colé- gios: Canadá, Nossa Senhora das Gra- ças e Messias Moraes Teixeira; duas grandes paróquias: São Roque e Nos- sa Senhora das Graças, um comércio muito grande, inclusive com lojas de padrão nacional como a Americanas; a Afape, com um grande trabalho; o Bloco Unidos do Imperador, grande atração. Olaria, ainda, é sede da Au- tran,daAcioc,UnidadedeSaúdeTu- ney Kassuga; rede bancária completa; feira livre; Jornal Fala Olaria, cinco emissoras de TV: Focus, TVC News, Zoom, Inter TV e TV Friburgo e, além de tudo isso, há a Via Expressa queliga oCônegoaocentrodacidade com um tempo de no máximo 10 mi- nutos de carro e 15 de ônibus. O desprezo com o bairro mais populoso da cidade e a falta de res- peito com aquela população deve- riam merecer uma reflexão maior, tanto da nossa Câmara de Vereado- res, como do Governo Municipal, empresariado do bairro, população e etc. Deveria ser feito um plebiscito em Olaria para ouvir os clamores do povo, para, somente depois disso, tomar as decisões que hoje são arbi- trariamente decididas. Mais problemas na saúde Por mais que evitemos falar em problemas na saúde, fica difícil, pois eles se avolumam a cada dia. Em to- dos os setores há alguma coisa errada e não há como solucionar isso em tempo recorde ou, pelo menos, para que os pacientes tenham melhores condições de atendimento. O Hospital Municipal Raul Sertã trabalhava com compressor a óleo, que inclusive já é ultrapassa- do. Na gestão do Heródoto Bento de Mello, em 2009, com o médico Ostivald Dantas dos Santos, então Secretário Municipal de Saúde, foi adquirido um outro compressor isento de óleo, que no expediente do dia 26 de maio de 2014, através do processo de número 8216/14, foi firmado contrato com a empresa Tecmed para manutenção correti- va do equipamento, em caráter de urgência, no valor de R$ 23.159.00. Mas não há confirmação de que o serviço tenha sido feito. Será que o serviço foi executado? Atualmente, o mesmo encontra-se paralisado e está sendo utilizada a central ante- rior movida a óleo que já deveria ter sido desativada. Isto é: o hospital possuía dois compressores a óleo. Ostivald Dan- tas dos Santos desativou ambas quando foi secretário e comprou uma que funciona direto à eletricidade, porque a Anvisa não autoriza mais compressor a óleo. Se a empresa fez o serviço, cadê a garantia? Além disso, tinham que ser desligados os compressores a óleo. OLARIA – E os problemas con- tinuam. Notícias não confirmadas, no final da semana, chegaram à redação no relato de que os funcio- nários da Unidade de Saúde Tuney Kassuga, (Posto de Saúde de Ola- ria), tiveram que fazer uma coleta entre eles para comprar material para fazer curativo nos pacientes. A reportagem esteve no local e não conseguiu apurar nada, porque os profissionais não quiseram se pro- nunciar e a chefia do setor não es- tava no local. Mas se isso é verdade, é bom que o Secretário Municipal de Saú- de, Luiz Fernando de Azevedo, tome providências urgentes, porque aquela unidade atende a dezenas de pessoas diariamente. Além disso, é a unidade de saúde mais próxima dos mais de 60 mil moradores do bairro mais populoso do município.
  11. 11. Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 Fotos: Divulgação Tels.: 2533-0339 | 2522-1805 | 99961-0292 Jornalista José Duarte - Hexacampeão da Bola de Ouro Espaço J. Terra João Terra terra.joaopedro@yahoo.com.br O passado foi ignorado Colocar um ídolo para um cargo administrativo dentro do clube é peri- goso. Na maioria dos casos, a idolatria é ofuscada pela quantidade enorme de críticas. Foi isso que aconteceu com Roberto Dinamite, já que sua ad- ministração culminou em dois rebaixamentos desde que assumiu a presi- dência do Vasco, em 2008. O título da segunda divisão que era obrigação, virou ilusão. O Vasco faz a pior campanha entre os grandes que já disputaram a série B. A parte econômica do clube também saiu de controle. A CBF teve que pagar os salários atrasados de jogadores diversas vezes na “Era Dinamite”. Até os torcedores, com o programa “Vasco Dívida Zero”, tiveram que dar uma forcinha para ajudar o clube a pagar a dívida com a Receita Federal. O fracasso de Dinamite deu espaço a ressurreição de Eurico Miranda, eleito na semana passada como novo presidente do Vasco da Gama, após o mandato de 1997 até 2008. O retorno de Eurico é a prova de que não se importam os meios para fazer um time campeão. Eurico é dirigente de caráter contestável, inclusive devendo hoje 3 milhões ao clube que acaba de elegê-lo. Muitos esquecem que a “Era Eurico”, marcada por muitos títulos, teve gigantescos escândalos presidenciais. As dívidas milionárias com Edmundo e Romário, até hoje não quitadas, são um exemplo disso.Muitos já esqueceram que em 2007 São Ja- nuário chegou a ser penhorado para garantir o pagamento de dívidas fiscais. A volta de Eurico também nos lembra o episódio da final Copa João Havelange. Ele não estava muito preocupado com as 160 vítimas da queda do alambrado. Estava preocupado, de fato, com o recomeço da partida. Em meio à tragédia, exigiu dos jogadores vascaínos a volta olímpica. Naquele episódio, ele mos- trou desumanidade. Está certo que o Vasco precisava mudar, Dinamite já está esgotado. No entanto, eleger Eurico Miranda, acreditando que ele faça a mudança esperada, é ignorar o que houve no passado. Campeonato Brasileiro Resultados 34ª rodada Campeonato Brasileiro - 35ª rodada Fluminense1x0Botafogo Criciúma0x3Grêmio Internacional1x0Goiás Flamengo3x2Coritiba Santos0x1Cruzeiro 12 de novembro – quarta-feira 22h: São Paulo 1 x 1 Internacional (Morumbi) 19 de novembro – quarta-feira 19h30min: Botafogo x Figueirense (Maracanã) 19h30min:Atlético/PRxSantos(ArenadaBaixada) 21h: Vitória x Coritiba (Barradão) Atlético/PR0x1Sport Bahia1x2Corinthians SãoPaulo2x0Palmeiras Atlético/MG1x1Figueirense Chapecoense0x1Vitória 21h: Criciúma x Bahia (Heriberto Hulse) 22h: Palmeiras x Sport (Alienz Arena) 22h: Atlético/MG x Flamengo (Independência) 22h: Goiás x Corinthians (Serra Dourada) 20 de novembro – quinta-feira 19h30min: Fluminense x Chapecoense (Maracanã) 21h50min: Grêmio x Cruzeiro (Arena do Grêmio) Cordeiro sedia Campeonato Brasileiro de Muay Thai e Kikboxing No dia 16 de novembro, domin- go, Cordeiro sediou o Campeonato Brasileiro de Muay Thai e Kickbo- xing,noGinásiodeEsportesEugênio Tavares, às 10 horas. As lutas foram realizadas em ringue montado no espaço esportivo do bairro: Rodolfo Gonçalves. O evento teve a realização da CBMTK,Confederação Brasilei- ra de Muay Thai e Kickboxing, da FIKAN, Federação Interestadual de Kickboxing e Artes Marciais (e da SecretariaMunicipaldeEsporteeLa- zer.AsecretáriaFannyMoulincontou com total apoio do prefeito Leandro Monteiro para promover o evento e facilitou toda a estrutura para que atletas de vários estados pudessem competir no evento de nível nacional. Fannydestacou,entreosmembrosda comissão organizadora, o mestre Ale- xandre Ribeiro e o professor Leonar- do Stumpo, ambos representantes da FIKAN. Vale lembrar que em 2013, naprimeiragestãodeFannycomose- cretária de Esporte e Lazer, Cordeiro sediou a Taça Rio de Muay Thai e o 8º Intermunicipal de Kickboxing. Houveparticipaçãodedelegações dos estados do Rio de Janeiro, Ama- zonas,MatoGrosso,SãoPaulo,Minas Gerais, Paraíba e Maranhão. O cam- peonato brasileiro foi disputado nas categorias adulto e Sub-17, masculino e feminino. O Muay Thai é uma arte marcial originária da Tailândia, onde é considerado desporto nacional. Esta disciplina física e mental que inclui golpes de combate em pé é conheci- da como “a arte das oito armas”, pois se caracteriza pelo uso combinado de punhos, cotovelos, joelhos, canelas e pés, estando associada a uma boa pre- paração física que a torna uma luta de contato total bastante eficiente. O Ki- ckboxingnãosóserefereapenasaum grupo de artes marciais e esportes de combate em pé baseados em chutes (em inglês: kick) e socos (em inglês: boxing),comotambéméumestilode arte marcial e desporto de combate. É frequentemente praticado como de- fesa pessoal, condicionamento físico geral ou como um esporte de contato.
  12. 12. Nova Friburgo, 18 a 20 de novembro de 2014 Corujão também se sagrou campeão em 2001, 2003, 2012 e 2014 Foto: José Duarte Foto: Ascom-Friburguense/Vinícius Gastim Jornalista José Duarte - Hexacampeão da Bola de Ouro Corujão é tetra campeão de OlariaA invasão dos analfabetos no esporte O esporte da cidade já foi melhor. Já chegamos a ter 44 modalidades es- portivas competindo ininterruptamen- te, fazendo campeões internacionais e numa época em que não havia televi- são ao vivo, internet, tablete, twitter, facebook, blogs, sites, etc. Era apenas a Rádio Nova Friburgo AM e o Jornal A Voz da Serra. Depois chegou a TV Zoom. Hoje temos seis emissoras de televisão locais, duas de padrão nacio- nal, uma rádio AM, quatro rádios FMs, cinco jornais, dezenas de blogs e sites e a quantidade de modalidades diminuiu sensivelmente. O esporte da cidade está restrito ao Friburguense, Campeonato de Olaria, Jogos Intercolegiais e dezenas de organizadores de eventos menores, que não revelam craques, não visam o esporte, não tem compromisso com a prata da casa e querem apenas engordar suas contas bancárias. A dificuldade de divulgação destes eventos, por incrível que pareça, está cada vez mais difícil, porque boa parte destes organizadores não tem cultura jornalística adequada para enviar rele- ases, participar de programas de rádio e televisão e ainda criam sites e blogs que não dizem nada. É triste receber releases escritos, “no fim de semana só teremos dois jogos por causa do feria- Com um gol de Léo aos 42 mi- nutos do segundo tempo, o Fribur- guense venceu o Resende e saiu na frente na semifinal da Copa Rio, em partida realizada sábado passado no Estádio Eduardo Guinle. No jogo de volta,oFriburguensetemavantagem doempate.OResendeprecisavencer do”, “As programação do evento são: capoeira, vôlei, dança de salão”, “ O organizador do torneio não quer falar do assunto”. “a competição começa com a festanacervejariadobairro”. Eissoésó o começo, porque a quantidade de tex- toshorrorososquerecebemoséumafes- ta, dá para escrever um livro de asneiras, proferidas por gente que só quer saber de ganhar dinheiro. Estes indivíduos que caíram de paraquedas no esporte de Nova Fri- burgo estão em todas as modalidades, justamente porque ganham dinheiro de patrocinadores, prefeitura, fazem vaqui- nha na comunidade, compram uma pre- miaçãobarataeembolsamoresto.Como não existe fiscalização sobre isso, eles continuam se proliferando pela cidade inteira. Essa gente não entende que fazer releases não é apenas escrever um bilhete, tem que ter cultura, é necessá- ria uma assessoria de imprensa e sobre isso nós temos vários jornalistas parados e capacitados para tal. O problema é que eles não querem pagar um profissional da imprensa e fazem o que querem, sem contar que vão para o rádio e a televi- são falar: “pobrema”,“cheguemo”, “ se encontremo”, “a gente ficamos esperan- do”, “os troféis é pago pela prefeitura”. Lamentável! por2x0nojogodestaquarta-feira,19, no Estádio do Trabalhador. No outro jogo da rodada, o Boavista venceu o Madureira por 1 x 0 com gol marcado por Claudio Pagodinho aos 29 minu- tos do 1º tempo. Também nesta quar- ta, o Boavista enfrenta novamente o Madureira, porém em Saquarema. Com gols de Marcelinho Ro- naldinho, Marcinho e Léo Rocha, o Corujão fez 3 x 0 no Unidos do Alto e venceu pela quarta vez o Campeona- to Amador de Olaria. A final entre os doistimesfoirealizadanestedomingo no Estádio Eduardo Guinle diante de um público de mais de 2.500 pessoas. O sol forte facilitou a qualidade téc- nica superior do Corujão, que possui umbomelencoeumtimebasefisica- mente completo. Mas mesmo assim, o Unidos do Alto valorizou a partida, jogou bola, não partiu para a agressão física. Da arquibancada, o presidente do Friburguense, Wagner Faria, os vereadores Christiano Huguenin e Gustavo Barroso e o Secretário Mu- nicipal de Esportes, que entregou o troféu de campeão ao capitão do time, assistiram a partida. A torcida fez a festa como nos bons tempos de futebol, sem serem organizadas, mas dando uma aula de alegria e descon- tração. Com esse resultado o Corujão conquista seu 4º título: 2001, 2003, 2012 e 2014. FALHA - É lamentável que numa festa como esta a Aesport – Associação de Esportes de Olaria Cônego e Cascatinha tenha cometido mais uma falha dentre as inúmeras já observadas durante a competição. A Nova TV comprou equipamento para transmitir o jogo ao vivo e foi proibi- da de exercer suas funções, porque a Aesport vendeu os direitos exclusivos para outra emissora. Uma prática ridí- cula, num campeonato amador, numa cidade tão pequena como Nova Fri- burgoenumaatitudeemquetodasas Associações de cronistas esportivos do Brasil estão brigando com a CBF por agir dessa forma, permitindo somente que a Rede Globo de Televisão faça transmissões ao vivo. Corujão 3 x 0 Unidos do Alto Campeonato de Olaria – Final Estádio Eduardo Guinle – 16/11 – 11h Árbitro: Ubiracy Damásio | Assistente 1: Eduardo Domingues | Assistente 2: Antônio José Oliveira 4º árbitro: Cristiano Paulo Gols: Marcelinho Ronaldinho, Marcinho e Léo Rocha Corujão: Wesley, Asprilla, Kitinha, Ucas e Miracema (Marcelinho), Deivid (Taruãn), Felipe (Tiago Veiga), Café e Marcinho, Léo Rocha e Clayton. Técnico: Ney Unidos do Alto: Gocite, Robert (Alan), Tijuca, Baloteli e Dan (Jair), Alexandro, Marquinhos (Romulo), Erenilson (Edney) e Leandrinho, W. Catata e Cristian (Claudio Marcio). Técnico: Marcel. O artilheiro da competição foi Tuim do (Barroso) com 7 gols. Friburguense 1 x 0 Resende Copa Rio – semifinal – 1ª partida Estádio Eduardo Guinle - 15/11 – 16h Árbitro: João Batista de Arruda | Assistente 1: Silbert Faria Sisquim | Assistente 2: Michael Correia Cartões amarelos: Pierre e Zé Victor (FRI); Arthur, Uallace e Geovane Maranhão (RES) Cartão vermelho: Arthur 40’/2ºT (RES) Gol: Léo 42’/2ºT (1-0) Público: 251 pagantes Renda: R$ 2.715,00 Friburguense: Luiz Felipe; Sérgio Gomes, Cadão, Pierre e Felipe (Zé Victor - intervalo); Bidu, Damião, Rômulo Corrêa (Léo 28’/2ºT) e Jorge Luiz; Ziquinha e Caíque. Técnico: Gerson Andreotti. Resende: Arthur; Muriel (Kim - intervalo), Admilton, Lucas e Uallace; Iuri Pimentel, Léo Silva (Ca- pone 29’/2ºT), Cássio e Marcel; Geovane Maranhão e Willian Vitorino (Felipe Linhares 35’/2ºT). Técnico: Edson Souza. Friburguense sai na frente na semifinal Andreotti ressalta que Frizão precisa apresentar “algo mais” se quiser chegar à decisão

×