Coninter poster religiosidade_pop_relacoes_umbanda_dutra_sanches_dazzi

217 visualizações

Publicada em

Pôster apresentado no II Coninter - Congresso Internacional Interdisciplinar em Sociais e Humanidades promovido pela ANINTER-SH e UFMG, out/2013, Belo Horizonte.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
217
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Coninter poster religiosidade_pop_relacoes_umbanda_dutra_sanches_dazzi

  1. 1. RELIGIOSIDADE POPULAR E TURISMO ÉTNICO-CULTURAL: IDENTIFICAÇÃO E REGISTRO DA FOLIA DE REIS EM NOVA FRIBURGO/RJ E SUAS RELAÇÕES COM A UMBANDA DUTRA, Adriana da Rocha Silva; SANCHES, Diego Bonan; DAZZI, Camila O trabalho tem como proposta apresentar os primeiros resultados do projeto de pesquisa. Nesse sentido, dá-se especial atenção ao processo de “miscigenação” que compõem as matrizes étnicas de Nova Friburgo. A cidade, embora celebrada como a Suíça Brasileira possui uma história bem menos pitoresca: a presença de aproximadamente 2.000 escravos africanos e afrobrasileiros os quais trabalharam nas lavouras de café do Barão de Nova Friburgo sendo relegada a segundo plano pela história oficial.
  2. 2. RELIGIOSIDADE POPULAR E TURISMO ÉTNICO-CULTURAL: IDENTIFICAÇÃO E REGISTRO DA FOLIA DE REIS EM NOVA FRIBURGO/RJ E SUAS RELAÇÕES COM A UMBANDA DUTRA, Adriana da Rocha Silva; SANCHES, Diego Bonan; DAZZI, Camila Trazida no século XVIII pelos portugueses, as Folias de Reis não se caracterizavam exatamente “por profundas introspecções espirituais uma vez que a maior ênfase recaia nos atos exteriores de culto aos santos, especialmente nos rituais festivos” (JURKEVICS, 2006). Nesse sentido, houve a apropriação dessas nova praticas pela religião católica como estratégia de catequização de novos cristãos podendo assim: (...) expressar livremente as suas tradições religiosas,(...) até mesmo, evocar, no caso dos escravos, suas divindades africanas, ainda que sob nomes católicos. (idem, 2006). Na área delimitada pela pesquisa, identificou-se cinco Grupos de Folias de Reis, totalizando uma média de 120 integrantes dos quais dois grupos possuem como sede um Centro de Umbanda.
  3. 3. RELIGIOSIDADE POPULAR E TURISMO ÉTNICO-CULTURAL: IDENTIFICAÇÃO E REGISTRO DA FOLIA DE REIS EM NOVA FRIBURGO/RJ E SUAS RELAÇÕES COM A UMBANDA DUTRA, Adriana da Rocha Silva; SANCHES, Diego Bonan; DAZZI, Camila As Relações Étnicorraciais se dão por meio da etnicidade compreendida como "forma de organização social“, onde os grupos étnicos são categorias de identificação utilizadas pelos próprios atores e têm, a característica de organizar a interação entre os indivíduos. Na prática, os atores utilizam as identidades étnicas para categorizar a si próprios e a outros, no propósito de uma interação (BARTH,1976). Assim compreendendo como se deu o processo de sincretismo religioso identificado nas Folias pesquisadas observou-se nos grupos de Palhaços, personagem tradicional, evidentes traços de uma religiosidade de matriz africana. Esses traços revelam a proximidade com o Exu da Umbanda e faz com que certos rituais de proteção/purificação sejam realizados antes do início e ao fim da jornada das Folias.
  4. 4. RELIGIOSIDADE POPULAR E TURISMO ÉTNICO-CULTURAL: IDENTIFICAÇÃO E REGISTRO DA FOLIA DE REIS EM NOVA FRIBURGO/RJ E SUAS RELAÇÕES COM A UMBANDA DUTRA, Adriana da Rocha Silva; SANCHES, Diego Bonan; DAZZI, Camila Compreende-se que a cultura é arcabouço da atividade turística. Sendo assim, a via que se acredita ser mais frutífera para este propósito é a do Turismo Étnico-Cultural. No entanto, os encontros de Folia e apresentações públicas observa-se que há um esforço em “ocultar o vínculo das Folias de Reis a espiritualidade da Umbanda” GOLTARA (2007) ou seja, o não reconhecimento da existência das relações interétnicas. Todavia, se bem pensado, o Turismo Étnico-Cultural pode ser um modo privilegiado de promover a valorização das “cerimônias e preservar seu conteúdo religioso” JURKEVICS (2007) ou seja, investir nas manifestações sem ser “desligado da espiritualidade” GOLTARA (2007)
  5. 5. RELIGIOSIDADE POPULAR E TURISMO ÉTNICO-CULTURAL: IDENTIFICAÇÃO E REGISTRO DA FOLIA DE REIS EM NOVA FRIBURGO/RJ E SUAS RELAÇÕES COM A UMBANDA DUTRA, Adriana da Rocha Silva; SANCHES, Diego Bonan; DAZZI, Camila Obrigado! DUTRA, Adriana da Rocha Silva adrianarochaeducpatrimonial@yahoo.com.br SANCHES, Diego Bonan diegobsanches@hotmail.com.br DAZZI, Camila camiladazzi@yahoo.com.br

×