O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Palestra - Desajustes

630 visualizações

Publicada em

Apresentada no dia 22/07/2012.

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Palestra - Desajustes

  1. 1. DESAJUSTES
  2. 2. 1. acerto, prudência, afinar, reflexão, sensatez, concordância, aliança; 1. Ato de desajustar; 2. Quebra de ajuste, pacto ou convenção; (Dicionário)
  3. 3. Como agir diante dos desajustes?
  4. 4. “Sede indulgentes, meus amigos,porquanto a indulgência atrai, acalma,ao passo que o rigor desanima, afasta e irrita.” (Item 16, Cap X, do ESE)
  5. 5. (Item 16, Cap X, do ESE)
  6. 6. O casamento pode adoecer? Quais seriam os motivos principais?
  7. 7. “Uma mulher que busca no marido afigura do pai e o esposo que busca a “mãe” na esposa.” (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  8. 8. (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  9. 9. Largamos o cais dos laços afetivos... (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  10. 10. Como é a viagem docasamento (relacionamento)?
  11. 11. (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  12. 12. (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  13. 13. (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  14. 14. “É no “mar” da vida a dois(quaisquer tipos de casamento) que defeitos e virtudes serão revelados um ao outro.” (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  15. 15. (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  16. 16. “Homem e mulher, usando a chave deste entendimento, passam a reconhecer que é preciso renovar sentimentos, agora em bases decompreensão, serenidade, amor e paz...” (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  17. 17. (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  18. 18. (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  19. 19. É possível mudar o outro?
  20. 20. (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  21. 21. (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  22. 22. “Muitas vezes, o homem encontra a mulher (ou o contrário) como a deixou no passado, para a continuidade da obra de resgate e de elevação.” (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  23. 23. Não é fácil aceitar o outro!
  24. 24. (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  25. 25. (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  26. 26. (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  27. 27. Por que ocorrem traições num casamento?
  28. 28. “Um parceiro infiel pode ser aquele homem que a parceira conduziu à perturbação, doença ou deslealdade...” (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  29. 29. (Item 16, Cap X, do ESE)
  30. 30. Seria o tédio, umapreocupação no casamento?
  31. 31. “Seja qual for o motivo em que o tédio se fundamente, oscompanheiros do lar devem recorrer ao apoio recíproco...” (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  32. 32. “...Assim, estarão no caminho daharmonia íntima, sem castigarem opróprio corpo. Reeducar-se-ão, sem hostilizar os que lhe demonstrem afeto...” (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  33. 33. “...Acolhendo o companheiro, nãomais na condição de cúmplices, das aventuras deprimentes, e sim por irmãos queridos, com quempodemos fundirmos em espírito, no mais alto amor espiritual ...” (Emmanuel – Vida e Sexo – Chico Xavier)
  34. 34. Mas...Você sabe o que é o amor?
  35. 35. “É nesta fase que o sentimento do amor tem início, confundindo-se ainda com as manifestações do instinto em primitivas formas predatórias...” (Joanna de Ângelis – Conflitos Existenciais – Divaldo Franco)
  36. 36. “Atados, entretanto, às heranças do gozo, às vezes asselvajado pela imposição grosseira, passamos a administrar os impulsos que se tornam ao longo das sucessivas reencarnações, mais sutis e nobres..” (Joanna de Ângelis – Conflitos Existenciais – Divaldo Franco)
  37. 37. Como o amor nasce?
  38. 38. “Uma faísca ridícula responde pela calamidade de um incêndio devorador, desde que encontrecombustível próprio para expandir- se...” (Joanna de Ângelis – Conflitos Existenciais – Divaldo Franco)
  39. 39. “Da mesma forma, o amor, apresentando-se em mínima expressão, quando encontra estímulos, desenvolve ossentimentos e transforma-se em um oceano de riquezas...” (Joanna de Ângelis – Conflitos Existenciais – Divaldo Franco)
  40. 40. “Ninguém vive sem amar...”
  41. 41. Mas...Como começar a amar?
  42. 42. “O amor possessivo,herança do passado é composto de ciúmes, inseguranças e desconforto...” (Joanna de Ângelis – Conflitos Existenciais – Divaldo Franco)
  43. 43. “Somente é capaz de amar realmente o outro aquele que seama. É indispensável o auto-amor, o auto-respeito...” (Joanna de Ângelis – Conflitos Existenciais – Divaldo Franco)
  44. 44. “O amor é uma troca...!” (Joanna de Ângelis – Conflitos Existenciais – Divaldo Franco)
  45. 45. Uma pergunta importante:Vocês amam algum animal?
  46. 46. Quando você ama umcachorro, você espera que ele seja mais do que um cachorro? (Joanna de Ângelis – Conflitos Existenciais – Divaldo Franco)
  47. 47. “Todavia, quando se ama a outrem,no nível de humanidade, sempre se exige que o outro submeta-se, adquira valores que ainda não possui, cresça ao elevado patamar da expectativa de quem se lhe afeiçoa..” E isto é errado! (Joanna de Ângelis – Conflitos Existenciais – Divaldo Franco)
  48. 48. “É preciso entender que o desenvolvimento do amor faz-selentamente, conquista a conquista de experiência, de vivência, de entrega...” (Joanna de Ângelis – Conflitos Existenciais – Divaldo Franco)
  49. 49. Mas, afinal, como começar a amar?O que é preciso para ser feliz?
  50. 50. “Amar como Jesus amou...”
  51. 51. Um dia uma criança me parouOlhou-me nos meus olhos a sorrirCaneta e papel na sua mãoTarefa escolar para cumprirE perguntou no meio de um sorrisoO que é preciso para ser feliz?Amar como Jesus amouSonhar como Jesus sonhou Ouvindo o que eu falei ela me olhouPensar como Jesus pensou E disse que era lindo o que eu faleiViver como Jesus viveu Pediu que eu repetisse, por favorSentir o que Jesus sentia Mas não dissesse tudo de uma vezSorrir como Jesus sorria E perguntou de novo num sorrisoE ao chegar ao fim do dia O que é preciso para ser feliz?Eu sei que dormiria muito mais feliz Depois que eu terminei de repetir Seus olhos não saíram do papel Toquei no seu rostinho e a sorrir Pedi que ao transmitir fosse fiel E ela deu-me um beijo demorado E ao meu lado foi dizendo assim Amar como Jesus amou...
  52. 52. Será que precisamos de mais bons exemplos? Será possível amar como Jesus amou?
  53. 53. Imitando a vida de Cristo, desenvolveu umaprofunda identificação com os problemas de seus semelhantes e com a humanidade do próprio Cristo. Sua atitude foi original também quando afirmou a bondade e a maravilha daCriação num tempo em que o mundo era vistocomo essencialmente mau, quando se dedicou aos mais pobres dos pobres, e quando amou todas as criaturas chamando-as de irmãos.
  54. 54. Vamos orar juntos?
  55. 55. Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz;Onde houver ódio, que eu leve o amor;Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;Onde houver discórdia, que eu leve a união;Onde houver dúvida, que eu leve a fé;Onde houver erro, que eu leve a verdade;Onde houver desespero, que eu leve a esperança;Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;Onde houver trevas, que eu leve a luz.Ó Mestre, fazei que eu procure maisConsolar, que ser consolado;Compreender, que ser compreendido;Amar, que ser amado;Pois, é dando que se recebe,É perdoando que se é perdoado,E é morrendo que se vive para a vida eterna...
  56. 56. Ó Mestre, fazei que eu procure maisConsolar, que ser consolado;Compreender, que ser compreendido;Amar, que ser amado;Pois, é dando que se recebe,É perdoando que se é perdoado,E é morrendo que se vive para a vida eterna...
  57. 57. Vamos exercitar a Lei do Amor...?
  58. 58. “Sublime, em qualquer expressãoem que se apresente, é a presença da harmonia que deve vibrar no sentimento humano...” (Joanna de Ângelis – Conflitos Existenciais – Divaldo Franco)

×