Mídias sociais e ortodontia - SBO 2015 - George Bueno

554 visualizações

Publicada em

Aula dada na Sociedade Brasileira de Ortodontia no dia 09 de setembro de 2015.

Contato: georgenbueno@gmail.com

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
554
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mídias sociais e ortodontia - SBO 2015 - George Bueno

  1. 1. Mídias Sociais e Ortodontia
  2. 2. Prof. George Bueno Bueno Odontologia e Change Consultoria e Comunicação Cirurgião-dentista – UFES Especialista em Ortodontia – UERJ Mestre em Odontologia (Ortodontia) – UERJ Doutorando em Saúde Coletiva (Epidemiologia) - UFES Prof. Curso de Especialização em Ortodontia (ABO-ES) Especialização em Comunicação em Mídias Digitais – Estácio de Sá Especialização em Internet e Saúde - UNIFESP Colunista e autor em diversos Sites e Blogs www.changecomunica.com.br www.buenoodontologia.com.br
  3. 3. Internet: ameaça ou oportunidade?
  4. 4. Você é feliz?
  5. 5. O que são redes (mídias) sociais?
  6. 6. Redes sociais são estruturas sociais formadas por pessoas, empresas e organizações, conectadas entre si, com o objetivo de trocar valores, informações e objetivos comuns, por meio de relacionamentos horizontais e não hierárquicos entre os participantes.
  7. 7. O que é Marketing?
  8. 8. “Marketing é uma ideia de que as organizações podem satisfazer seus objetivos de longo prazo, como a lucratividade, coordenando e concentrando todas as suas atividades na identificação e satisfação das necessidades e desejos dos consumidores”. Nickels e Wood, 1999
  9. 9. “O produto varia de acordo com a necessidade de cada cliente.” SCHNEIDER, 2012
  10. 10. Maslow
  11. 11. Que ações de marketing utiliza ou pensa em utilizar no consultório?
  12. 12. • Os autores utilizaram questionários preenchidos durante uma jornada odontológica para avaliar o comportamento dos profissionais quanto às suas práticas de marketing realizadas após a primeira consulta. Nakama R, Junior LGG, Chiavini PCR, Sakima MT. Conquistar clientes na primeira consulta: uma abordagem pratica para clinica particular de Ortodontia e Ortopedia. R Cli n Ortodon Dental Press 2004;3(1):76-82
  13. 13. Resultados Ações para conquistar o cliente, realizadas após a primeira consulta: • Envio de cartas: 7,9% • Telefonavam pessoalmente: 11,1% • Solicitavam às suas secretarias para telefonarem: 17,4% • Nenhuma ação: 57,1% Nakama R, Junior LGG, Chiavini PCR, Sakima MT. Conquistar clientes na primeira consulta: uma abordagem pratica para clinica particular de Ortodontia e Ortopedia. R Cli n Ortodon Dental Press 2004;3(1):76-82
  14. 14. 80 cirurgiões-dentistas foram pesquisados. 85,0% disseram utilizar um sistema organizado para o retorno dos pacientes, enquanto que 15,0% ainda não o possuíam. Arcier NM, Silva MM, Arcieri RM, Garbin C. A Importancia do marketing odontologico para enfrentar um mercado competitivo. Rev Odontol de Aracatuba 2008;29(jan/jun):13-9.
  15. 15. As ferramentas de marketing mais utilizadas pelos entrevistados foram: • Logomarcas; • Telefone; • Lista telefônica; • Uniformes padronizados; • artigos em jornais, colunas e revistas. Arcier NM, Silva MM, Arcieri RM, Garbin C. A Importancia do marketing odontologico para enfrentar um mercado competitivo. Rev Odontol de Aracatuba 2008;29(jan/jun):13-9.
  16. 16. Posso investir em mídias? Qual? Meu paciente acharia isso bom ou ruim?
  17. 17. • Com o auxilio de um questionário, foram avaliados os fatores que influenciavam o paciente na escolha de um ortodontista. • Diferentes mídias foram avaliadas (rádio, televisão, jornal, revista, mala-direta e outdoor).
  18. 18. Resultados • 50% a 57% escolhiam seu ortodontista por encaminhamento de dentistas e de outros pacientes; • O cuidado (53%) e a boa reputação do profissional (49%) foram considerados como motivos de escolha; • Os anúncios em jornal, revista e mala-direta foram vistos como mais positivos do que anúncios em televisão e outdoor pelos pacientes de maior renda; • A maioria dos pacientes não teve uma percepcão negativa do ortodontista que investe em publicidade. Edwards DT, Shroff B, Lindauer SJ, Fowler CE, Tufekci E. Media Advertising Effects on Consumer Perception of Orthodontic Treatment Quality. The Angle Orthodontist 2008;78(5):771-7.
  19. 19. • 25 questões sobre demografia e marketing: 2447 membros da AAO; • 455 ortodontistas responderam ao questionário. Haas J, Park JH. Management & marketing: orthodontic marketing through online social networks. J Clin Orthod 2012.
  20. 20. Resultados • 55% dos entrevistados utilizavam as redes sociais para oferecer seus serviços; • 44,2% consideraram a falta de conhecimento como a principal causa para o não uso das mídias sociais; • 95% consideraram que o uso das mídias sociais vai aumentar. Haas J, Park JH. Management & marketing: orthodontic marketing through online social networks. J Clin Orthod 2012.
  21. 21. O que os pacientes precisam? Os meus serviços atendem esta necessidade? Sou a pessoa certa para fazer o trabalho? Se eu fosse o paciente, como eu gostaria de ser tratado?
  22. 22. História recente
  23. 23. Minha história recente
  24. 24. Parcerias
  25. 25. Porque estar presente?
  26. 26. www.google.com
  27. 27. www.google.com
  28. 28. Vídeo – We are the future
  29. 29. DAMASCENO, 2014
  30. 30. Redes sociais mais acessadas no Brasil SERASA EXPERIAN, 2013
  31. 31. SERASA EXPERIAN, 2014
  32. 32. O Facebook foi o site mais acessado por mais de 67% dos brasileiros, inclusive como fonte de informação. BRASIL, 2014
  33. 33. Apesar da sua crescente importância, é alto o percentual de entrevistados que ainda não utilizam a internet (51%). Contudo, entre os usuários, a exposição é intensa e com um padrão semelhante: 76% das pessoas acessam a internet todos os dias BRASIL, 2015
  34. 34. Os dados mostram que 65% dos jovens com até 25 anos acessam internet todos os dias. Entre os que têm acima de 65 anos, esse percentual cai para 4%. BRASIL, 2015
  35. 35. Entre as redes sociais e os programas de trocas de mensagens instantâneas mais usadas estão o Facebook (83%), o Whatsapp (58%), o Youtube (17%), o Instagram (12%) e o Google+ (8%). O Twitter, popular entre as elites políticas e formadores de opinião, foi mencionado apenas por 5% dos entrevistados. BRASIL, 2015
  36. 36. Vídeo – Revolução das mídias sociais
  37. 37. www.google.com
  38. 38. Case 1
  39. 39. Métricas
  40. 40. Case 2
  41. 41. Métricas
  42. 42. O que fazer com tantas informações?
  43. 43. “Nossa cultura e economia estão mudando do foco de um pequeno número de 'hits’ (produtos que vendem muito no grande mercado) no topo da curva de demanda, para um grande número de nichos na cauda”. “Produtos e serviços segmentados podem ser economicamente tão atrativos quanto produtos de massa”.
  44. 44. Facebook Ads
  45. 45. Case 3
  46. 46. Marketing Tradicional Público Alvo Verba RESULTADO
  47. 47. Público Alvo Verba Marketing Digital RESULTADO
  48. 48. Case 4
  49. 49. Curiosidades
  50. 50. www.terra.com.br
  51. 51. www.twitter.com
  52. 52. www.twitter.com
  53. 53. www.twitter.com
  54. 54. www.twitter.com
  55. 55. www.twitter.com
  56. 56. www.twitter.com
  57. 57. Relacionamento
  58. 58. Cases
  59. 59. PONTO FRIO
  60. 60. Twitter Entre 5 minutos e 2 horas Facebook Entre 30 minutos e 6 horas Chat Até 5 dias úteis Resolução em mais de 5 dias úteis 0800 Até 5 dias úteis Resolução em mais de 5 dias úteis Procon Até 1 mês / Sem prazo para resolução Tempo médio de resposta info.abril.com.br
  61. 61. Sugestões... • Assista a algumas transmissões; • Crie uma chamada criativa e atrativa para sua transmissão; • Escolha assuntos sobre os quais você ame falar; • Envolva sua audiência.
  62. 62. Sugestões... • Use a função de filmar para mostrar os bastidores do consultório ou clínica; • Faça vídeos curtos e divertidos; • Delegue funções para a atualização do aplicativo; • Público-alvo: 13 a 24 anos; • Bom senso.
  63. 63. Em 2012, pela primeira vez, o uso de aplicativos superou o de torpedos nos celulares, segundo a consultoria Informa. E a distância só tende a aumentar. Serviços como o WhatsApp movimentarão cerca de 50 bilhões de mensagens por dia, ante a 21 bilhões de SMS.
  64. 64. Quem faz suas publicações nas redes sociais?
  65. 65. Não é preciso que tudo esteja perfeito para começar nas mídias sociais: • Pode-se atribuir a membros da equipe do consultório a função de gerenciamento das mídias.
  66. 66. Gerenciamento... • 33,3% relataram que são os próprios ortodontistas que gerenciam as mídias; • 33,8% delegam para um profissional específico do ramo de marketing; • A mídia mais utilizada pelos ortodontistas foi o Facebook (99,1%), e a segunda foi o YouTube (35,8%), seguido pelos blogs. Haas J, Park JH. Management & marketing: orthodontic marketing through online social networks. J Clin Orthod 2012.
  67. 67. Primeiramente... Como na própria especialidade ortodôntica é preciso planejamento para que os objetivos possam ser devidamente alcançados: • Informar-se sobre o assunto; • Conhecer o cliente; • Buscar pessoas mais experientes.
  68. 68. O que um site deve ter?
  69. 69. Resultados significativos... Para atrair novos pacientes, um site de Ortodontia precisa ter: • Fotos do ortodontista; • Declarações dos pacientes; • Informações sobre o tratamento; • Detalhes curriculares do ortodontista, • Fotos individuais da equipe com um texto sobre cada membro; • Conteúdo para o público-alvo; • Um bom design; • Fotos dominantes de pessoas felizes por todo o site; • Páginas para visitantes que acessam o site pela primeira vez; • Fotos com imagens de antes e depois.
  70. 70. Vídeo – Caxandre
  71. 71. Mais pesquisas...
  72. 72. Objetivo: Investigar o benefício das mídias sociais para o marketing e estratégias de comunicação na prática ortodôntica.
  73. 73. Principais resultados • 76% dos Ortodontistas e 89% dos pacientes usam as mídias sociais; • O Facebook é a mídia mais utilizada; • O público que mais utiliza é jovem e do sexo feminino; • Os pacientes fizeram relatos positivos sobre os sites e sobre as mídias sociais; • Os pacientes estão mais interessados em informação do que em fotos de outros pacientes; • A mídia social foi considerada uma boa ferramenta de marketing.
  74. 74. Pergunta: Será que os pacientes aprendem mais por meio do conteúdo audiovisual das mídias sociais?
  75. 75. Metodologia • Um dos grupos selecionados recebia informações pessoalmente e um e-mail a cada duas semanas (total de 6 semanas) com informações sobre a saúde bucal durante o tratamento ortodôntico; • O grupo controle recebia as mesmas informações, mas sem o vídeo por e-mail.
  76. 76. Principais resultados • O grupo que recebeu o e-mail obteve scores mais elevados após aplicação de questionário; • O sexo do participante não teve influência; • Participantes negros obtiveram maiores scores.
  77. 77. ENTRETANTO...
  78. 78. “A interação regular, com informações compartilhadas, mantendo o paciente e suas famílias conectados pode levar a futuras recomendações.” JORGENSEN, 2012
  79. 79. “As mídias sociais afetam nosso mercado. Quer você escolha participar ou não, os pacientes conversarão sobre nós.” “Incorporar as mídias socais à campanha de marketing permite que você participe desta discussão e, eventualmente, consiga captar novos pacientes para seu consultório.” JORGENSEN, 2012
  80. 80. “Se você realmente sonha em empreender, a sua idade não importa. O que importa é ser extremamente apaixonado por solucionar problemas e melhorar as vidas das pessoas e estar disposto a trabalhar arduamente para fazer as coisas acontecerem!” Bel Pesce
  81. 81. www.changecomunica.com.br www.buenoodontologia.com.br george@buenoodontologia.com.br

×