SlideShare uma empresa Scribd logo

CAFVIR 2013 - Ferramentas da web social ao serviço da formação online - o caso do Twitter

1 de 20
IV Congreso Internacional sobre Calidad y Accesibilidad de la Formación Virtual
#cafvir2013
Paulo Simões
Lina Morgado
Ferramentas da web social ao serviço da
formação online: o caso do Twitter
Introdução
Investigação
Resultados
Conclusão
De que modo se realiza o uso do Twitter no contexto
do Personal Learning Environment - o PLE - por parte
dos indivíduos que se encontram a frequentar um
módulo num contexto académico/profissional?
De que modo, os indivíduos que frequentaram o módulo
Twitter alteraram os seus comportamentos e práticas, depois
de passarem por um processo de aprendizagem formal da
ferramenta?
O uso do Twitter de modo sistemático no âmbito do módulo
de formação deu um lugar central no PLE dos indivíduos que o
frequentaram?
CAFVIR 2013 - Ferramentas da web social ao serviço da formação online - o caso do Twitter
Questionário Inicial

Recomendados

Proposta da oficina - O USO DO FACEBOOK COMO RECURSO PEDAGÓGICO NA CONSTRUÇÃO...
Proposta da oficina - O USO DO FACEBOOK COMO RECURSO PEDAGÓGICO NA CONSTRUÇÃO...Proposta da oficina - O USO DO FACEBOOK COMO RECURSO PEDAGÓGICO NA CONSTRUÇÃO...
Proposta da oficina - O USO DO FACEBOOK COMO RECURSO PEDAGÓGICO NA CONSTRUÇÃO...aninhaw2
 
Oficina - Redes Sociais: uso pessoal e pedagógico
Oficina - Redes Sociais: uso pessoal e pedagógicoOficina - Redes Sociais: uso pessoal e pedagógico
Oficina - Redes Sociais: uso pessoal e pedagógicoDebora Sebriam
 
Projeto integrado de aprendizagem Redes Sociais na Escola
Projeto integrado de aprendizagem Redes Sociais na EscolaProjeto integrado de aprendizagem Redes Sociais na Escola
Projeto integrado de aprendizagem Redes Sociais na EscolaAleloira
 
Redes sociaiscomo ferramentas na educação
Redes sociaiscomo ferramentas na educaçãoRedes sociaiscomo ferramentas na educação
Redes sociaiscomo ferramentas na educaçãoJesus Rosa
 
Sociedade, cultura e tecnologia - Dinâmica das Redes Sociais
Sociedade, cultura e tecnologia - Dinâmica das Redes SociaisSociedade, cultura e tecnologia - Dinâmica das Redes Sociais
Sociedade, cultura e tecnologia - Dinâmica das Redes SociaisGabriel Bemfica
 
Projeto Comunitário Suruacá na Era Digital
Projeto Comunitário Suruacá na Era DigitalProjeto Comunitário Suruacá na Era Digital
Projeto Comunitário Suruacá na Era DigitalLABICEDCOM
 
FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...
FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...
FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...José Erigleidson da Silva
 

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Digital activities for creative and performing arts
Digital activities for creative and performing artsDigital activities for creative and performing arts
Digital activities for creative and performing artsFernando Albuquerque Costa
 
Literacia Digital de Adultos: Contributos para o desenvolvimento de dinâmicas...
Literacia Digital de Adultos: Contributos para o desenvolvimento de dinâmicas...Literacia Digital de Adultos: Contributos para o desenvolvimento de dinâmicas...
Literacia Digital de Adultos: Contributos para o desenvolvimento de dinâmicas...Lidia Proj
 
Escola Digital: expectativas de professores e educadores
Escola Digital: expectativas de professores e educadoresEscola Digital: expectativas de professores e educadores
Escola Digital: expectativas de professores e educadoresFernando Albuquerque Costa
 
New Literacy in the Web 2.0 World
New Literacy in the Web 2.0 WorldNew Literacy in the Web 2.0 World
New Literacy in the Web 2.0 WorldDaniel Churchill
 
Transmedia storytelling Narrative strategies, fictional worlds and branding ...
Transmedia storytelling  Narrative strategies, fictional worlds and branding ...Transmedia storytelling  Narrative strategies, fictional worlds and branding ...
Transmedia storytelling Narrative strategies, fictional worlds and branding ...Carlos Alberto Scolari
 

Destaque (11)

Costa pdw corfu 2014
Costa pdw corfu 2014Costa pdw corfu 2014
Costa pdw corfu 2014
 
Digital activities for creative and performing arts
Digital activities for creative and performing artsDigital activities for creative and performing arts
Digital activities for creative and performing arts
 
Literacia Digital de Adultos: Contributos para o desenvolvimento de dinâmicas...
Literacia Digital de Adultos: Contributos para o desenvolvimento de dinâmicas...Literacia Digital de Adultos: Contributos para o desenvolvimento de dinâmicas...
Literacia Digital de Adultos: Contributos para o desenvolvimento de dinâmicas...
 
escol@21 - um espaço pessoal de aprendizagem
escol@21 - um espaço pessoal de aprendizagemescol@21 - um espaço pessoal de aprendizagem
escol@21 - um espaço pessoal de aprendizagem
 
Projeto escola digital e transformação
Projeto escola digital e transformaçãoProjeto escola digital e transformação
Projeto escola digital e transformação
 
Costa2013 Recursos Educativos Digitais
Costa2013 Recursos Educativos DigitaisCosta2013 Recursos Educativos Digitais
Costa2013 Recursos Educativos Digitais
 
escol@21 - aprender em ambiente personalizado
escol@21 - aprender em ambiente personalizadoescol@21 - aprender em ambiente personalizado
escol@21 - aprender em ambiente personalizado
 
Escola Digital: expectativas de professores e educadores
Escola Digital: expectativas de professores e educadoresEscola Digital: expectativas de professores e educadores
Escola Digital: expectativas de professores e educadores
 
Repensar as TIC na Educação
Repensar as TIC na EducaçãoRepensar as TIC na Educação
Repensar as TIC na Educação
 
New Literacy in the Web 2.0 World
New Literacy in the Web 2.0 WorldNew Literacy in the Web 2.0 World
New Literacy in the Web 2.0 World
 
Transmedia storytelling Narrative strategies, fictional worlds and branding ...
Transmedia storytelling  Narrative strategies, fictional worlds and branding ...Transmedia storytelling  Narrative strategies, fictional worlds and branding ...
Transmedia storytelling Narrative strategies, fictional worlds and branding ...
 

Semelhante a CAFVIR 2013 - Ferramentas da web social ao serviço da formação online - o caso do Twitter

Tarefa 3 - Comentários aos tutoriais
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriaisTarefa 3 - Comentários aos tutoriais
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriaismartamedeiros
 
Modulo 2 - exercicio obrigatorio
Modulo 2 -  exercicio obrigatorioModulo 2 -  exercicio obrigatorio
Modulo 2 - exercicio obrigatorioVictor Passos
 
Criando Redes de Aprendência...
Criando Redes de Aprendência...Criando Redes de Aprendência...
Criando Redes de Aprendência...Selma Bessa
 
Redes sociais na educação
Redes sociais na educaçãoRedes sociais na educação
Redes sociais na educaçãomilena meneses
 
Tarefa da 4ª semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Tarefa da 4ª  semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de ComunicaçãoTarefa da 4ª  semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Tarefa da 4ª semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de ComunicaçãoPrefeitura Municipal
 
A1 ana fernandes
A1 ana fernandesA1 ana fernandes
A1 ana fernandes13apf2000
 
Relatório crítico final
Relatório crítico finalRelatório crítico final
Relatório crítico finalLuisa1959
 
Plataformas Colaborativas e de Aprendizagem
Plataformas Colaborativas e de Aprendizagem Plataformas Colaborativas e de Aprendizagem
Plataformas Colaborativas e de Aprendizagem Sandra Oliveira
 
Sistemas de tutoria_em_cursos_a_distância_03_a_pvou114_ravel_gimenes
Sistemas de tutoria_em_cursos_a_distância_03_a_pvou114_ravel_gimenes Sistemas de tutoria_em_cursos_a_distância_03_a_pvou114_ravel_gimenes
Sistemas de tutoria_em_cursos_a_distância_03_a_pvou114_ravel_gimenes Ravel Gimenes
 
Cooperação e interação em rede
Cooperação e interação em redeCooperação e interação em rede
Cooperação e interação em redemaritania.linux
 
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes] Pedro Príncipe
 
DEVICES COMO FERRAMENTAS DE APRENDIZAGEM
DEVICES COMO FERRAMENTAS DE APRENDIZAGEMDEVICES COMO FERRAMENTAS DE APRENDIZAGEM
DEVICES COMO FERRAMENTAS DE APRENDIZAGEMRenata Vasconcellos
 
Informática na educação - 5
Informática na educação - 5Informática na educação - 5
Informática na educação - 5rafael_neves
 
Educação Sustentável e redes de aprendizagem
Educação Sustentável e redes de aprendizagemEducação Sustentável e redes de aprendizagem
Educação Sustentável e redes de aprendizagemLuis Borges Gouveia
 
Educação e Redes Sociais
Educação e Redes SociaisEducação e Redes Sociais
Educação e Redes SociaisSinara Lustosa
 
As TIC e o professor: uma reflexão sobre o potencial pedagógico da TV Digital
As TIC e o professor: uma reflexão sobre o potencial pedagógico da TV DigitalAs TIC e o professor: uma reflexão sobre o potencial pedagógico da TV Digital
As TIC e o professor: uma reflexão sobre o potencial pedagógico da TV DigitalElizabeth Fantauzzi
 
Oficina de planejamento
Oficina de planejamentoOficina de planejamento
Oficina de planejamentoacaidigital
 

Semelhante a CAFVIR 2013 - Ferramentas da web social ao serviço da formação online - o caso do Twitter (20)

Tarefa 3 - Comentários aos tutoriais
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriaisTarefa 3 - Comentários aos tutoriais
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriais
 
Modulo 2 - exercicio obrigatorio
Modulo 2 -  exercicio obrigatorioModulo 2 -  exercicio obrigatorio
Modulo 2 - exercicio obrigatorio
 
Criando Redes de Aprendência...
Criando Redes de Aprendência...Criando Redes de Aprendência...
Criando Redes de Aprendência...
 
Redes sociais na educação
Redes sociais na educaçãoRedes sociais na educação
Redes sociais na educação
 
Tarefa da 4ª semana - PIGEAD
Tarefa da 4ª semana  - PIGEADTarefa da 4ª semana  - PIGEAD
Tarefa da 4ª semana - PIGEAD
 
Tarefa da 4ª semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Tarefa da 4ª  semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de ComunicaçãoTarefa da 4ª  semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Tarefa da 4ª semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
 
A1 ana fernandes
A1 ana fernandesA1 ana fernandes
A1 ana fernandes
 
Relatório crítico final
Relatório crítico finalRelatório crítico final
Relatório crítico final
 
InclusãO Digital
InclusãO DigitalInclusãO Digital
InclusãO Digital
 
Plataformas Colaborativas e de Aprendizagem
Plataformas Colaborativas e de Aprendizagem Plataformas Colaborativas e de Aprendizagem
Plataformas Colaborativas e de Aprendizagem
 
Sistemas de tutoria_em_cursos_a_distância_03_a_pvou114_ravel_gimenes
Sistemas de tutoria_em_cursos_a_distância_03_a_pvou114_ravel_gimenes Sistemas de tutoria_em_cursos_a_distância_03_a_pvou114_ravel_gimenes
Sistemas de tutoria_em_cursos_a_distância_03_a_pvou114_ravel_gimenes
 
Cooperação e interação em rede
Cooperação e interação em redeCooperação e interação em rede
Cooperação e interação em rede
 
Twitter
TwitterTwitter
Twitter
 
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
 
DEVICES COMO FERRAMENTAS DE APRENDIZAGEM
DEVICES COMO FERRAMENTAS DE APRENDIZAGEMDEVICES COMO FERRAMENTAS DE APRENDIZAGEM
DEVICES COMO FERRAMENTAS DE APRENDIZAGEM
 
Informática na educação - 5
Informática na educação - 5Informática na educação - 5
Informática na educação - 5
 
Educação Sustentável e redes de aprendizagem
Educação Sustentável e redes de aprendizagemEducação Sustentável e redes de aprendizagem
Educação Sustentável e redes de aprendizagem
 
Educação e Redes Sociais
Educação e Redes SociaisEducação e Redes Sociais
Educação e Redes Sociais
 
As TIC e o professor: uma reflexão sobre o potencial pedagógico da TV Digital
As TIC e o professor: uma reflexão sobre o potencial pedagógico da TV DigitalAs TIC e o professor: uma reflexão sobre o potencial pedagógico da TV Digital
As TIC e o professor: uma reflexão sobre o potencial pedagógico da TV Digital
 
Oficina de planejamento
Oficina de planejamentoOficina de planejamento
Oficina de planejamento
 

Mais de Paulo Simões

Pessoal e Intransmissível - 3º Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distânc...
Pessoal e Intransmissível - 3º Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distânc...Pessoal e Intransmissível - 3º Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distânc...
Pessoal e Intransmissível - 3º Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distânc...Paulo Simões
 
18 CIAED - Ambientes Pessoais de Aprendizagem
18 CIAED - Ambientes Pessoais de Aprendizagem18 CIAED - Ambientes Pessoais de Aprendizagem
18 CIAED - Ambientes Pessoais de AprendizagemPaulo Simões
 
Congreso Internacional Formacion Madrid 2012
Congreso Internacional Formacion Madrid 2012Congreso Internacional Formacion Madrid 2012
Congreso Internacional Formacion Madrid 2012Paulo Simões
 
VIII Conferência Internacional (e-)Learning 2012
VIII Conferência Internacional (e-)Learning 2012VIII Conferência Internacional (e-)Learning 2012
VIII Conferência Internacional (e-)Learning 2012Paulo Simões
 
PLE - Instituto da Educação
PLE - Instituto da EducaçãoPLE - Instituto da Educação
PLE - Instituto da EducaçãoPaulo Simões
 
Dia da Inovação - UTAD
Dia da Inovação - UTADDia da Inovação - UTAD
Dia da Inovação - UTADPaulo Simões
 
Boas práticas nas redes sociais
Boas práticas nas redes sociaisBoas práticas nas redes sociais
Boas práticas nas redes sociaisPaulo Simões
 
Redes Sociais na Sala de Aulas
Redes Sociais na Sala de AulasRedes Sociais na Sala de Aulas
Redes Sociais na Sala de AulasPaulo Simões
 
Apresentação #mpel3 na #mpelconf
Apresentação #mpel3 na #mpelconfApresentação #mpel3 na #mpelconf
Apresentação #mpel3 na #mpelconfPaulo Simões
 
Futuralia Tec Minho pgsimoes
Futuralia Tec Minho pgsimoesFuturalia Tec Minho pgsimoes
Futuralia Tec Minho pgsimoesPaulo Simões
 

Mais de Paulo Simões (14)

Pessoal e Intransmissível - 3º Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distânc...
Pessoal e Intransmissível - 3º Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distânc...Pessoal e Intransmissível - 3º Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distânc...
Pessoal e Intransmissível - 3º Colóquio Luso-Brasileiro de Educação a Distânc...
 
18 CIAED - Ambientes Pessoais de Aprendizagem
18 CIAED - Ambientes Pessoais de Aprendizagem18 CIAED - Ambientes Pessoais de Aprendizagem
18 CIAED - Ambientes Pessoais de Aprendizagem
 
Congreso Internacional Formacion Madrid 2012
Congreso Internacional Formacion Madrid 2012Congreso Internacional Formacion Madrid 2012
Congreso Internacional Formacion Madrid 2012
 
VIII Conferência Internacional (e-)Learning 2012
VIII Conferência Internacional (e-)Learning 2012VIII Conferência Internacional (e-)Learning 2012
VIII Conferência Internacional (e-)Learning 2012
 
PLE - Instituto da Educação
PLE - Instituto da EducaçãoPLE - Instituto da Educação
PLE - Instituto da Educação
 
Dia da Inovação - UTAD
Dia da Inovação - UTADDia da Inovação - UTAD
Dia da Inovação - UTAD
 
Seminario EAD MGS
Seminario EAD MGSSeminario EAD MGS
Seminario EAD MGS
 
O Formador na Rede
O Formador na RedeO Formador na Rede
O Formador na Rede
 
COIED -
COIED - COIED -
COIED -
 
Boas práticas nas redes sociais
Boas práticas nas redes sociaisBoas práticas nas redes sociais
Boas práticas nas redes sociais
 
Redes Sociais na Sala de Aulas
Redes Sociais na Sala de AulasRedes Sociais na Sala de Aulas
Redes Sociais na Sala de Aulas
 
Apresentação #mpel3 na #mpelconf
Apresentação #mpel3 na #mpelconfApresentação #mpel3 na #mpelconf
Apresentação #mpel3 na #mpelconf
 
Cartaz mpel web
Cartaz mpel webCartaz mpel web
Cartaz mpel web
 
Futuralia Tec Minho pgsimoes
Futuralia Tec Minho pgsimoesFuturalia Tec Minho pgsimoes
Futuralia Tec Minho pgsimoes
 

Último

ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 

Último (20)

ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 

CAFVIR 2013 - Ferramentas da web social ao serviço da formação online - o caso do Twitter