SlideShare uma empresa Scribd logo
Universidade Federal do Amazonas – UFAM
   Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente – IEAA
           Campus Vale do Rio Madeira – CVRM




Metodologia do Ensino de Língua
         Portuguesa I
  Acadêmica: Bruna Wagner
  Professora: Fernanda de Los Rios

                        Humaitá - 2011
Português: Linguagens - 8ª Série
                    William Roberto Cereja
                  Thereza Cochar Magalhães


Português: linguagens, 8ª série : Língua Portuguesa / William Roberto Cereja, Thereza
                Cochar Magalhães. – 4. ed. – São Paulo : Atual, 2006.
Questões & Reformulações
Gramática
                  1. Página 28
• Questão: Observe a fala do sapo no 3º
  quadrinho: “Acho que exagerei”. Qual a função
  sintática da palavra exagerei?
• Reformulação: Releia a tira e observe a oração no
  ultimo quadrinho. Qual é a classe gramatical que
  a palavra exagerei pertence? Qual é a função
  sintática que essa plavra desempenha na oração?
  Em seguida, substitua a palavra exagerei por
  outra palavra ou expressão da língua portuguesa
  fazendo com que esta não altere o sentido da
  frase.
• Objetivo: Fazer com que o aluno saiba
  identificar a classe gramatical e a função
  sintática da palavra exagerei através de um
  contexto. Além disso, fazer com que o aluno
  pense no sentido da oração e possa mudar os
  elementos da mesma sem alterar o sentido
  final que esta tem a intenção de transmitir,
  exercitando assim as suas habilidades de
  escrita e compreenção.
2. Página 30
• Questão: Qual é o sujeito do poema?
• Reformulação: Identifique o sujeito do poema e
  escreva o poema alterando o seu sujeito para a
  terceira pessoa do singular. Diga quais alterações
  tiveram que ser feitas para isso sem alterar a
  intenção de sentido do poema. Em seguida, diga
  qual a função sintática dos termos saudades e de
  muitas coisas do meu tempo de menina e
  substitua no poema os termos saudades e tempo
  de menina por outras expressões da língua
  portuguesa sem alterar o sentido do mesmo.
• Objetivo: Fazer com que o aluno saiba utilizar
  outras conjugações num mesmo texto a partir
  do conhecimento prévio das conjugações do
  sujeito, a partir disso, fazer com que ele possa
  modificar termos do texto sem alterar a
  coesão do mesmo. E também, fazer com que o
  aluno saiba identificar as funções sintáticas de
  termos do texto e substitui-los por outros sem
  alterar o sentido final que o texto pretende
  passar.
3. Página 39
• Questão: Observe a fala do peru, no último
  quadrinho. Quantos verbos foram empregados
  nessa fala?
• Reformulação: Leia a tira. Em seguida, identifique
  as palavras que dão ação as orações contidas na
  tira. Depois disso, releia o ultimo quadrinho da
  tira e diga quantas palavras estão dando ação ao
  texto. A qual classe gramatical essas palavras
  pertencem? Essas palavras podem ser
  substituídas por palavras de outras classes
  gramaticais sem alterar o sentido do texto?
  Justifique.
• Objetivo: Fazer com que o aluno possa refletir
  sobre os componentes sintáticos de uma
  frase, que ele compreenda a função sintática
  do verbo e que possa compreender o papel
  que exerce o verbo dentro das orações.
  Exercitando assim suas capacidades de
  raciocínio.
4. Página 45
• Questão: Em seu caderno complete as frases
   com onde, em que e aonde.
a) Eu gostaria de saber_______vamos passear
   hoje.
b) Era uma família _______todos eram calmos.
c) Ela foi cedo_______combinamos.
d) _______você pensa que vai?
• Reformulação: De acordo com a variedade
  padrão da língua portuguesa, o pronome
  relativo onde é empregado somente para
  indicar um lugar concreto, nunca uma
  situação. Se o contexto fizer referência a uma
  situação, e não a um lugar, recomenda-se
  empregar em que. Para acompanhar verbos
  que indicam movimento, como ir, chegar,
  levar, etc., a variedade padrão indica o uso de
  aonde. Sabendo disso, complete as orações
  abaixo em seu caderno de acordo com o
  contexto:
a) Eu gostaria de saber_______vamos passear
   hoje.
b) Era uma família _______todos eram calmos.
c) Ela foi cedo_______combinamos.
d) _______você pensa que vai?
• Depois de completar as orações, observe a
   posição do pronome onde na oração em que
   ele aparece. Releia a oração e diga: De acordo
   com o sentido da oração, qual a função
   sintática que esse pronome está exercendo
   dentro da mesma?
• Objetivo: Fazer com que o aluno compreenda
  a utilização do pronome onde, das expressões
  em que e aonde, dentro de um contexto para
  que ele possa refletir sobre essa utilização. E
  também, fazer com que ele compreenda a
  função sintática do pronome onde dentro de
  uma oração através do sentido que esse
  pronome transmite dentro da oração
  apresentada.
5. Página 102
• Questão: Na segunda oração do período presente no
  segundo quadrinho da tira, identifique o sujeito da
  forma verbal sumiram.
• Reformulação: Leia a tira. Releia a segunda oração
  da tira. Observe que ela é formada por um período
  composto. Identifique as orações que formam esse
  período composto.
  Responda: Elas podem ser sintaticamente
  independentes? Existe algum termo que liga essas
  orações? Qual é esse termo? A que classe gramatical
  esse termo pertence? Qual outra palavra pode
  substituir esse termo?
  Em seguida, identifique o sujeito da forma verbal
  sumiram. Em que oração o sujeito dessa forma
  verbal se encontra?
• Objetivo: Fazer com que o aluno reflita sobre
  as orações de um período composto em que
  existe um termo de ligação, e fazer com que
  ele saiba identificar o termo que liga essas
  orações, no caso a conjunção mas. E também,
  fazer com que o aluno reflita sobre a posição
  do sujeito de uma forma verbal quando este
  sujeito não se encontrar na mesma oração
  requerida pela forma verbal, no caso o verbo
  sumiram.
Interpretação
                       1. Página 30
• Questão: Observe as “coisas” de que o eu lírico tem
  saudades. Entre elas, há apenas “coisas” boas? Justifique
  sua resposta.
• Reformulação: No poema, entre as coisas de que o eu lírico
  tem saudades, existem coisas boas e ruins. Identifique
  quais são as coisas boas e as ruins. Em seguida, reflita e
  diga por quê o eu lírico tem saudade das coisas ruins. Qual
  o motivo que leva o eu lírico a sentir saudades das coisas
  ruins? Por fim, encontre uma palavra que pode resumir os
  sentimentos do eu lírico no poema.
• Objetivo: Fazer com que o aluno reflita sobre o sentido do
  texto e saiba identificar os sentimentos expressos pelo
  mesmo. Desenvolvendo assim suas habilidades de
  interpretação textual.
2. Página 160
• Questão: O que a expressão “para a surpresa de todos” quer
  dizer?
• Reformulação: O rapaz prestou vestibular e passou, “para a
  surpresa de todos”. Tomando como base o emprego desse
  comentário, conclua: Que julgamento a família fazia sobre o
  desempenho intelectual do rapaz? O que essa expressão tem
  a intenção de transmitir ao interlocutor? Ela é usada com
  mais frequência em qual variedade da língua: a padrão ou a
  coloquial? Substitua essa expressão por outra de sentido
  equivalente.
• Objetivo: Fazer com que o aluno reflita sobre a expressão da
  língua “para a surpresa de todos” e entenda o contexto em
  que ela é aplicada. Assim, fazer com que ele compreenda a
  finalidade de sentido que a expressão tem a intenção de
  transmitir. Fazer com que ele também, possa refletir e
  perceber em que variedade da língual, padrão ou coloquial,
  essa expressão é mais utilizada e substitui-la por outra
  expressão de sentido equivalente, sem alterar o sentido do
  texto.
3. Página 200
• Questão: Que características do gênero carta são evidentes
  no texto?
• Reformulação: O texto, intitulado “Carta do Pleistoceno”,
  tem como referência um fato real. Cite algumas das
  características do gênero textual carta que são evidentes
  no texto e diga a que tipo de correspondência o texto mais
  se aproxima: carta pessoal, carta do leitor, carta de
  reclamação ou carta de solicitação? Depois disso, produza
  uma correspondência de sua preferência utilizando as
  características do tipo de carta que você escolheu.
• Objetivo: Fazer com que o aluno reflita sobre o gênero
  textual carta, através da leitura e da produção de uma,
  aplicando suas características. Desse modo, fazer com que
  ele possa identificar posteriormente uma carta através das
  características pertinentes a esse gênero textual.
4. Página 200
• Questão: Identifique o locutor do texto.
• Reformulação: Considerando o texto como carta,
  identifique: o locutor, o interlocutor e o assunto. Em
  seguida, observe se o texto pode ser considerado
  realmente como carta, ou se, nesse caso, o texto
  pertence inicialmente a outro gênero textual e teria
  incorporado alguns elementos pertencentes ao gênero
  carta. Justifique sua resposta.
• Objetivo: Fazer com que o aluno adquira senso crítico
  a respeito dos gêneros textuais da língua portuguesa,
  nesse caso o gênero carta. E também, fazer com que o
  aluno seja capaz de identificar os elementos narrativos
  presentes no texto.
5. Página 200
• Questão: No 4º parágrafo do texto existe a seguinte
  frase: “Boas razões tivemos para sumir”. Qual a
  intenção de sentido dessa frase?
• Reformulação: Considere este trecho do 4º parágrafo
  do texto:
• “Boas razões tivemos para sumir, embora ainda não
  pudéssemos prever o que vocês aprontariam. [...]
  Nosso erro, talvez, foi ter deixado o retrato nas paredes
  das cavernas. Sem querer, alimentamos saudades. “
• Que palavra desse trecho do texto revela um
  julgamento do mamute a respeito dos feitos do ser
  humano? Qual é esse julgamento? Em seguida,
  explique a ironia da última frase desse trecho.
• Objetivo: Fazer com que o aluno reflita sobre
  os termos utilizados no texto e possa, através
  do entendimento desses termos, produzir
  conclusões de sentido a respeito do texto
  trabalhado. Fazer com que ele também saiba
  extrair significados de frases em que
  aparecem ironias, através da leitura e do
  exercício do raciocínio crítico.
Obrigada.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sugestao avaliacao 3a serie
Sugestao avaliacao 3a serieSugestao avaliacao 3a serie
Sugestao avaliacao 3a serie
Bianca Pagotto
 
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2
ADRIANA BECKER
 
Plano anual 9 ano
Plano anual 9 anoPlano anual 9 ano
Plano anual 9 ano
Muller Lima
 
Pauta formativa pnaic 6º encontro
Pauta formativa pnaic   6º encontroPauta formativa pnaic   6º encontro
Pauta formativa pnaic 6º encontro
taboao
 
S agrupo 4 definitiva
S agrupo 4   definitivaS agrupo 4   definitiva
S agrupo 4 definitiva
Murilo Lopes
 
Metas curriculares port_1ciclo word
Metas curriculares port_1ciclo wordMetas curriculares port_1ciclo word
Metas curriculares port_1ciclo word
Alice Maia
 
Grelha de reg aval metas de port 1parteturma
Grelha de reg aval  metas de port 1parteturmaGrelha de reg aval  metas de port 1parteturma
Grelha de reg aval metas de port 1parteturma
Marta Isabel
 
Apostila CBTU - Língua portuguesa - Part #2
Apostila CBTU - Língua portuguesa - Part #2Apostila CBTU - Língua portuguesa - Part #2
Apostila CBTU - Língua portuguesa - Part #2
Thomas Willams
 
Tp5
Tp5Tp5
Tp5
cleia
 
curso-de-latim
curso-de-latimcurso-de-latim
curso-de-latim
Saulo Gomes
 
EXERCÍCIOS DE COMPREENSÃO OU COPIAÇÃO NOS MANUAIS DE ENSINO DE LINGUA?
EXERCÍCIOS DE COMPREENSÃO OU COPIAÇÃO NOS MANUAIS DE ENSINO DE LINGUA?EXERCÍCIOS DE COMPREENSÃO OU COPIAÇÃO NOS MANUAIS DE ENSINO DE LINGUA?
EXERCÍCIOS DE COMPREENSÃO OU COPIAÇÃO NOS MANUAIS DE ENSINO DE LINGUA?
Diana Pilatti
 
Consciência fonologica revisto_abril_2013
Consciência fonologica revisto_abril_2013Consciência fonologica revisto_abril_2013
Consciência fonologica revisto_abril_2013
Andreá Perez Leinat
 
Gestão temporal do programa anual português 15 16
Gestão temporal do programa anual português 15 16Gestão temporal do programa anual português 15 16
Gestão temporal do programa anual português 15 16
Ministry of Education (Brazil)
 
Português instrumental I
Português instrumental IPortuguês instrumental I
Português instrumental I
Sinara Lustosa
 
4º ANO - EDUCAÇÃO INTEGRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
4º ANO - EDUCAÇÃO INTEGRAL - ENSINO FUNDAMENTAL4º ANO - EDUCAÇÃO INTEGRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
4º ANO - EDUCAÇÃO INTEGRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Jakes Paulo
 
Plano anual 7 ano
Plano anual 7 anoPlano anual 7 ano
Plano anual 7 ano
Muller Lima
 
Situação de aprendizagem: leitura e análise do texto PAUSA de Moacyr Scliar
Situação de aprendizagem: leitura e análise do texto PAUSA de Moacyr ScliarSituação de aprendizagem: leitura e análise do texto PAUSA de Moacyr Scliar
Situação de aprendizagem: leitura e análise do texto PAUSA de Moacyr Scliar
230608
 
Olimpíadas de Língua Portuguesa 2016
Olimpíadas de Língua Portuguesa 2016Olimpíadas de Língua Portuguesa 2016
Olimpíadas de Língua Portuguesa 2016
Alberto Hans Hans
 
Plano anual 8 ano
Plano anual 8 anoPlano anual 8 ano
Plano anual 8 ano
Muller Lima
 
07 2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c
07  2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c07  2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c
07 2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c
Nivea Neves
 

Mais procurados (20)

Sugestao avaliacao 3a serie
Sugestao avaliacao 3a serieSugestao avaliacao 3a serie
Sugestao avaliacao 3a serie
 
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2
 
Plano anual 9 ano
Plano anual 9 anoPlano anual 9 ano
Plano anual 9 ano
 
Pauta formativa pnaic 6º encontro
Pauta formativa pnaic   6º encontroPauta formativa pnaic   6º encontro
Pauta formativa pnaic 6º encontro
 
S agrupo 4 definitiva
S agrupo 4   definitivaS agrupo 4   definitiva
S agrupo 4 definitiva
 
Metas curriculares port_1ciclo word
Metas curriculares port_1ciclo wordMetas curriculares port_1ciclo word
Metas curriculares port_1ciclo word
 
Grelha de reg aval metas de port 1parteturma
Grelha de reg aval  metas de port 1parteturmaGrelha de reg aval  metas de port 1parteturma
Grelha de reg aval metas de port 1parteturma
 
Apostila CBTU - Língua portuguesa - Part #2
Apostila CBTU - Língua portuguesa - Part #2Apostila CBTU - Língua portuguesa - Part #2
Apostila CBTU - Língua portuguesa - Part #2
 
Tp5
Tp5Tp5
Tp5
 
curso-de-latim
curso-de-latimcurso-de-latim
curso-de-latim
 
EXERCÍCIOS DE COMPREENSÃO OU COPIAÇÃO NOS MANUAIS DE ENSINO DE LINGUA?
EXERCÍCIOS DE COMPREENSÃO OU COPIAÇÃO NOS MANUAIS DE ENSINO DE LINGUA?EXERCÍCIOS DE COMPREENSÃO OU COPIAÇÃO NOS MANUAIS DE ENSINO DE LINGUA?
EXERCÍCIOS DE COMPREENSÃO OU COPIAÇÃO NOS MANUAIS DE ENSINO DE LINGUA?
 
Consciência fonologica revisto_abril_2013
Consciência fonologica revisto_abril_2013Consciência fonologica revisto_abril_2013
Consciência fonologica revisto_abril_2013
 
Gestão temporal do programa anual português 15 16
Gestão temporal do programa anual português 15 16Gestão temporal do programa anual português 15 16
Gestão temporal do programa anual português 15 16
 
Português instrumental I
Português instrumental IPortuguês instrumental I
Português instrumental I
 
4º ANO - EDUCAÇÃO INTEGRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
4º ANO - EDUCAÇÃO INTEGRAL - ENSINO FUNDAMENTAL4º ANO - EDUCAÇÃO INTEGRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
4º ANO - EDUCAÇÃO INTEGRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Plano anual 7 ano
Plano anual 7 anoPlano anual 7 ano
Plano anual 7 ano
 
Situação de aprendizagem: leitura e análise do texto PAUSA de Moacyr Scliar
Situação de aprendizagem: leitura e análise do texto PAUSA de Moacyr ScliarSituação de aprendizagem: leitura e análise do texto PAUSA de Moacyr Scliar
Situação de aprendizagem: leitura e análise do texto PAUSA de Moacyr Scliar
 
Olimpíadas de Língua Portuguesa 2016
Olimpíadas de Língua Portuguesa 2016Olimpíadas de Língua Portuguesa 2016
Olimpíadas de Língua Portuguesa 2016
 
Plano anual 8 ano
Plano anual 8 anoPlano anual 8 ano
Plano anual 8 ano
 
07 2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c
07  2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c07  2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c
07 2º bimestre - bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano c
 

Semelhante a Questões reformuladas para o ensino de português

Apresentação cris (1)
 Apresentação cris (1) Apresentação cris (1)
Apresentação cris (1)
crisvintecinque
 
6 anol portuguesaprofessor3cadernonovo
6 anol portuguesaprofessor3cadernonovo6 anol portuguesaprofessor3cadernonovo
6 anol portuguesaprofessor3cadernonovo
Giselda morais rodrigues do
 
A GramáTica
A GramáTicaA GramáTica
A GramáTica
Luciane Oliveira
 
521183 (1).pptx
521183 (1).pptx521183 (1).pptx
521183 (1).pptx
RosenildaAparecidaLa
 
Compreensão de textos
Compreensão de textosCompreensão de textos
Compreensão de textos
Lindiomar Rios
 
Introdução ao estudo do parágrafo no texto dissertativo
Introdução ao estudo do parágrafo no texto dissertativoIntrodução ao estudo do parágrafo no texto dissertativo
Introdução ao estudo do parágrafo no texto dissertativo
Sandra Aparecida Dias
 
124475 s agrupo 4 - definitiva
124475 s agrupo 4 - definitiva124475 s agrupo 4 - definitiva
124475 s agrupo 4 - definitiva
Débora da Fonseca
 
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2 (2)
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2 (2)Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2 (2)
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2 (2)
ADRIANA BECKER
 
Oficina final presencial 2dia
Oficina final presencial 2diaOficina final presencial 2dia
Oficina final presencial 2dia
mgmegrupodois
 
Workshop III
Workshop IIIWorkshop III
Workshop III
Bruna Moreno
 
2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR
2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR
2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR
Jakes Paulo
 
Gramática - Sujeito I
Gramática - Sujeito IGramática - Sujeito I
Gramática - Sujeito I
Carson Souza
 
Epilinguística Sugestão de Aula
Epilinguística Sugestão de AulaEpilinguística Sugestão de Aula
Epilinguística Sugestão de Aula
Roger de Assis
 
3ºBIMESTRE-BLOCO 5- 26-07 a20-08-2021-8º ANO B.pdf
3ºBIMESTRE-BLOCO 5- 26-07 a20-08-2021-8º ANO B.pdf3ºBIMESTRE-BLOCO 5- 26-07 a20-08-2021-8º ANO B.pdf
3ºBIMESTRE-BLOCO 5- 26-07 a20-08-2021-8º ANO B.pdf
Nivea Neves
 
PDF_JACKSON_BEZERRA_PORTUGUES_TEORIA.pdf
PDF_JACKSON_BEZERRA_PORTUGUES_TEORIA.pdfPDF_JACKSON_BEZERRA_PORTUGUES_TEORIA.pdf
PDF_JACKSON_BEZERRA_PORTUGUES_TEORIA.pdf
SelmaViana4
 
Gestar Ii 26 05 09
Gestar Ii 26 05 09Gestar Ii 26 05 09
Gestar Ii 26 05 09
Marystela
 
Diferença e exemplos de ensino prescritivo
Diferença e exemplos de ensino prescritivoDiferença e exemplos de ensino prescritivo
Diferença e exemplos de ensino prescritivo
Jenifer Ferreira
 
Slide jornada 1 - Fundamental 1
Slide jornada 1 - Fundamental 1Slide jornada 1 - Fundamental 1
Slide jornada 1 - Fundamental 1
cfvila
 
Dicas Para Compreender E Interpretar Textos
Dicas Para Compreender E Interpretar TextosDicas Para Compreender E Interpretar Textos
Dicas Para Compreender E Interpretar Textos
agx123
 
PNAIC - Refletindo sobre a ortografia na sala de aula
PNAIC - Refletindo sobre a ortografia na sala de aulaPNAIC - Refletindo sobre a ortografia na sala de aula
PNAIC - Refletindo sobre a ortografia na sala de aula
ElieneDias
 

Semelhante a Questões reformuladas para o ensino de português (20)

Apresentação cris (1)
 Apresentação cris (1) Apresentação cris (1)
Apresentação cris (1)
 
6 anol portuguesaprofessor3cadernonovo
6 anol portuguesaprofessor3cadernonovo6 anol portuguesaprofessor3cadernonovo
6 anol portuguesaprofessor3cadernonovo
 
A GramáTica
A GramáTicaA GramáTica
A GramáTica
 
521183 (1).pptx
521183 (1).pptx521183 (1).pptx
521183 (1).pptx
 
Compreensão de textos
Compreensão de textosCompreensão de textos
Compreensão de textos
 
Introdução ao estudo do parágrafo no texto dissertativo
Introdução ao estudo do parágrafo no texto dissertativoIntrodução ao estudo do parágrafo no texto dissertativo
Introdução ao estudo do parágrafo no texto dissertativo
 
124475 s agrupo 4 - definitiva
124475 s agrupo 4 - definitiva124475 s agrupo 4 - definitiva
124475 s agrupo 4 - definitiva
 
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2 (2)
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2 (2)Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2 (2)
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2 (2)
 
Oficina final presencial 2dia
Oficina final presencial 2diaOficina final presencial 2dia
Oficina final presencial 2dia
 
Workshop III
Workshop IIIWorkshop III
Workshop III
 
2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR
2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR
2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR
 
Gramática - Sujeito I
Gramática - Sujeito IGramática - Sujeito I
Gramática - Sujeito I
 
Epilinguística Sugestão de Aula
Epilinguística Sugestão de AulaEpilinguística Sugestão de Aula
Epilinguística Sugestão de Aula
 
3ºBIMESTRE-BLOCO 5- 26-07 a20-08-2021-8º ANO B.pdf
3ºBIMESTRE-BLOCO 5- 26-07 a20-08-2021-8º ANO B.pdf3ºBIMESTRE-BLOCO 5- 26-07 a20-08-2021-8º ANO B.pdf
3ºBIMESTRE-BLOCO 5- 26-07 a20-08-2021-8º ANO B.pdf
 
PDF_JACKSON_BEZERRA_PORTUGUES_TEORIA.pdf
PDF_JACKSON_BEZERRA_PORTUGUES_TEORIA.pdfPDF_JACKSON_BEZERRA_PORTUGUES_TEORIA.pdf
PDF_JACKSON_BEZERRA_PORTUGUES_TEORIA.pdf
 
Gestar Ii 26 05 09
Gestar Ii 26 05 09Gestar Ii 26 05 09
Gestar Ii 26 05 09
 
Diferença e exemplos de ensino prescritivo
Diferença e exemplos de ensino prescritivoDiferença e exemplos de ensino prescritivo
Diferença e exemplos de ensino prescritivo
 
Slide jornada 1 - Fundamental 1
Slide jornada 1 - Fundamental 1Slide jornada 1 - Fundamental 1
Slide jornada 1 - Fundamental 1
 
Dicas Para Compreender E Interpretar Textos
Dicas Para Compreender E Interpretar TextosDicas Para Compreender E Interpretar Textos
Dicas Para Compreender E Interpretar Textos
 
PNAIC - Refletindo sobre a ortografia na sala de aula
PNAIC - Refletindo sobre a ortografia na sala de aulaPNAIC - Refletindo sobre a ortografia na sala de aula
PNAIC - Refletindo sobre a ortografia na sala de aula
 

Último

Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 

Último (20)

Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 

Questões reformuladas para o ensino de português

  • 1. Universidade Federal do Amazonas – UFAM Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente – IEAA Campus Vale do Rio Madeira – CVRM Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa I Acadêmica: Bruna Wagner Professora: Fernanda de Los Rios Humaitá - 2011
  • 2. Português: Linguagens - 8ª Série William Roberto Cereja Thereza Cochar Magalhães Português: linguagens, 8ª série : Língua Portuguesa / William Roberto Cereja, Thereza Cochar Magalhães. – 4. ed. – São Paulo : Atual, 2006.
  • 4. Gramática 1. Página 28 • Questão: Observe a fala do sapo no 3º quadrinho: “Acho que exagerei”. Qual a função sintática da palavra exagerei? • Reformulação: Releia a tira e observe a oração no ultimo quadrinho. Qual é a classe gramatical que a palavra exagerei pertence? Qual é a função sintática que essa plavra desempenha na oração? Em seguida, substitua a palavra exagerei por outra palavra ou expressão da língua portuguesa fazendo com que esta não altere o sentido da frase.
  • 5. • Objetivo: Fazer com que o aluno saiba identificar a classe gramatical e a função sintática da palavra exagerei através de um contexto. Além disso, fazer com que o aluno pense no sentido da oração e possa mudar os elementos da mesma sem alterar o sentido final que esta tem a intenção de transmitir, exercitando assim as suas habilidades de escrita e compreenção.
  • 6.
  • 7. 2. Página 30 • Questão: Qual é o sujeito do poema? • Reformulação: Identifique o sujeito do poema e escreva o poema alterando o seu sujeito para a terceira pessoa do singular. Diga quais alterações tiveram que ser feitas para isso sem alterar a intenção de sentido do poema. Em seguida, diga qual a função sintática dos termos saudades e de muitas coisas do meu tempo de menina e substitua no poema os termos saudades e tempo de menina por outras expressões da língua portuguesa sem alterar o sentido do mesmo.
  • 8. • Objetivo: Fazer com que o aluno saiba utilizar outras conjugações num mesmo texto a partir do conhecimento prévio das conjugações do sujeito, a partir disso, fazer com que ele possa modificar termos do texto sem alterar a coesão do mesmo. E também, fazer com que o aluno saiba identificar as funções sintáticas de termos do texto e substitui-los por outros sem alterar o sentido final que o texto pretende passar.
  • 9.
  • 10. 3. Página 39 • Questão: Observe a fala do peru, no último quadrinho. Quantos verbos foram empregados nessa fala? • Reformulação: Leia a tira. Em seguida, identifique as palavras que dão ação as orações contidas na tira. Depois disso, releia o ultimo quadrinho da tira e diga quantas palavras estão dando ação ao texto. A qual classe gramatical essas palavras pertencem? Essas palavras podem ser substituídas por palavras de outras classes gramaticais sem alterar o sentido do texto? Justifique.
  • 11. • Objetivo: Fazer com que o aluno possa refletir sobre os componentes sintáticos de uma frase, que ele compreenda a função sintática do verbo e que possa compreender o papel que exerce o verbo dentro das orações. Exercitando assim suas capacidades de raciocínio.
  • 12.
  • 13. 4. Página 45 • Questão: Em seu caderno complete as frases com onde, em que e aonde. a) Eu gostaria de saber_______vamos passear hoje. b) Era uma família _______todos eram calmos. c) Ela foi cedo_______combinamos. d) _______você pensa que vai?
  • 14. • Reformulação: De acordo com a variedade padrão da língua portuguesa, o pronome relativo onde é empregado somente para indicar um lugar concreto, nunca uma situação. Se o contexto fizer referência a uma situação, e não a um lugar, recomenda-se empregar em que. Para acompanhar verbos que indicam movimento, como ir, chegar, levar, etc., a variedade padrão indica o uso de aonde. Sabendo disso, complete as orações abaixo em seu caderno de acordo com o contexto:
  • 15. a) Eu gostaria de saber_______vamos passear hoje. b) Era uma família _______todos eram calmos. c) Ela foi cedo_______combinamos. d) _______você pensa que vai? • Depois de completar as orações, observe a posição do pronome onde na oração em que ele aparece. Releia a oração e diga: De acordo com o sentido da oração, qual a função sintática que esse pronome está exercendo dentro da mesma?
  • 16. • Objetivo: Fazer com que o aluno compreenda a utilização do pronome onde, das expressões em que e aonde, dentro de um contexto para que ele possa refletir sobre essa utilização. E também, fazer com que ele compreenda a função sintática do pronome onde dentro de uma oração através do sentido que esse pronome transmite dentro da oração apresentada.
  • 17. 5. Página 102 • Questão: Na segunda oração do período presente no segundo quadrinho da tira, identifique o sujeito da forma verbal sumiram. • Reformulação: Leia a tira. Releia a segunda oração da tira. Observe que ela é formada por um período composto. Identifique as orações que formam esse período composto. Responda: Elas podem ser sintaticamente independentes? Existe algum termo que liga essas orações? Qual é esse termo? A que classe gramatical esse termo pertence? Qual outra palavra pode substituir esse termo? Em seguida, identifique o sujeito da forma verbal sumiram. Em que oração o sujeito dessa forma verbal se encontra?
  • 18. • Objetivo: Fazer com que o aluno reflita sobre as orações de um período composto em que existe um termo de ligação, e fazer com que ele saiba identificar o termo que liga essas orações, no caso a conjunção mas. E também, fazer com que o aluno reflita sobre a posição do sujeito de uma forma verbal quando este sujeito não se encontrar na mesma oração requerida pela forma verbal, no caso o verbo sumiram.
  • 19.
  • 20. Interpretação 1. Página 30 • Questão: Observe as “coisas” de que o eu lírico tem saudades. Entre elas, há apenas “coisas” boas? Justifique sua resposta. • Reformulação: No poema, entre as coisas de que o eu lírico tem saudades, existem coisas boas e ruins. Identifique quais são as coisas boas e as ruins. Em seguida, reflita e diga por quê o eu lírico tem saudade das coisas ruins. Qual o motivo que leva o eu lírico a sentir saudades das coisas ruins? Por fim, encontre uma palavra que pode resumir os sentimentos do eu lírico no poema. • Objetivo: Fazer com que o aluno reflita sobre o sentido do texto e saiba identificar os sentimentos expressos pelo mesmo. Desenvolvendo assim suas habilidades de interpretação textual.
  • 21.
  • 22. 2. Página 160 • Questão: O que a expressão “para a surpresa de todos” quer dizer? • Reformulação: O rapaz prestou vestibular e passou, “para a surpresa de todos”. Tomando como base o emprego desse comentário, conclua: Que julgamento a família fazia sobre o desempenho intelectual do rapaz? O que essa expressão tem a intenção de transmitir ao interlocutor? Ela é usada com mais frequência em qual variedade da língua: a padrão ou a coloquial? Substitua essa expressão por outra de sentido equivalente. • Objetivo: Fazer com que o aluno reflita sobre a expressão da língua “para a surpresa de todos” e entenda o contexto em que ela é aplicada. Assim, fazer com que ele compreenda a finalidade de sentido que a expressão tem a intenção de transmitir. Fazer com que ele também, possa refletir e perceber em que variedade da língual, padrão ou coloquial, essa expressão é mais utilizada e substitui-la por outra expressão de sentido equivalente, sem alterar o sentido do texto.
  • 23.
  • 24. 3. Página 200 • Questão: Que características do gênero carta são evidentes no texto? • Reformulação: O texto, intitulado “Carta do Pleistoceno”, tem como referência um fato real. Cite algumas das características do gênero textual carta que são evidentes no texto e diga a que tipo de correspondência o texto mais se aproxima: carta pessoal, carta do leitor, carta de reclamação ou carta de solicitação? Depois disso, produza uma correspondência de sua preferência utilizando as características do tipo de carta que você escolheu. • Objetivo: Fazer com que o aluno reflita sobre o gênero textual carta, através da leitura e da produção de uma, aplicando suas características. Desse modo, fazer com que ele possa identificar posteriormente uma carta através das características pertinentes a esse gênero textual.
  • 25.
  • 26. 4. Página 200 • Questão: Identifique o locutor do texto. • Reformulação: Considerando o texto como carta, identifique: o locutor, o interlocutor e o assunto. Em seguida, observe se o texto pode ser considerado realmente como carta, ou se, nesse caso, o texto pertence inicialmente a outro gênero textual e teria incorporado alguns elementos pertencentes ao gênero carta. Justifique sua resposta. • Objetivo: Fazer com que o aluno adquira senso crítico a respeito dos gêneros textuais da língua portuguesa, nesse caso o gênero carta. E também, fazer com que o aluno seja capaz de identificar os elementos narrativos presentes no texto.
  • 27. 5. Página 200 • Questão: No 4º parágrafo do texto existe a seguinte frase: “Boas razões tivemos para sumir”. Qual a intenção de sentido dessa frase? • Reformulação: Considere este trecho do 4º parágrafo do texto: • “Boas razões tivemos para sumir, embora ainda não pudéssemos prever o que vocês aprontariam. [...] Nosso erro, talvez, foi ter deixado o retrato nas paredes das cavernas. Sem querer, alimentamos saudades. “ • Que palavra desse trecho do texto revela um julgamento do mamute a respeito dos feitos do ser humano? Qual é esse julgamento? Em seguida, explique a ironia da última frase desse trecho.
  • 28. • Objetivo: Fazer com que o aluno reflita sobre os termos utilizados no texto e possa, através do entendimento desses termos, produzir conclusões de sentido a respeito do texto trabalhado. Fazer com que ele também saiba extrair significados de frases em que aparecem ironias, através da leitura e do exercício do raciocínio crítico.