Noções de
Contabilidade
Princípios Básicos
Postulados, Princípios e
Convenções
• POSTULADOS
• Postulado da Entidade Contábil (não misturar com outra entidade)
• Post...
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Teoria da Contabilidade
I. Postulado da ...
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Teoria da Contabilidade
a. Jurídico – A ...
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Teoria da Contabilidade
II. Postulado da...
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Teoria da Contabilidade
1) Princípio do ...
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Teoria da Contabilidade
2) Princípio da ...
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Teoria da Contabilidade
3) Princípio do ...
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Teoria da Contabilidade
4) Princípio da ...
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Teoria da Contabilidade
1) Convenção da ...
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Teoria da Contabilidade
2) Convenção da ...
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Teoria da Contabilidade
3) Convenção da ...
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Universidade Santa Cecília – Santos / SP
Teoria da Contabilidade
4) Convenção do ...
Controles e Testes de Auditoria
• Conciliação com o extrato bancário
• Cálculo da conversão cambial
• Contagem física do c...
Controles e Testes de Auditoria
• Recálculo do valor das mercadorias em estoque
• PEPS, UEPS ou Custo médio
• Inventário f...
Conceitos Básicos de Contabilidade
Conceitos Básicos de Contabilidade
Conceitos Básicos de Contabilidade
Conceitos Básicos de Contabilidade
Conceitos Básicos de Contabilidade
Conceitos Básicos de Contabilidade
Conceitos Básicos de Contabilidade
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Conceitos Básicos de Contabilidade

505 visualizações

Publicada em

Anotações do treinamento da Deloitte para NovosTalentos. Alguns slides foram retirados de outras apresentações. Serve como material para lembrar de alguns conceitos e criar uma lógica de estudo da contabilidade.

O conteúdo é de responsabilidade exclusiva minha e não corresponde com o material exposto pela Deloitte (embora seja o mesmo conteúdo)

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
505
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conceitos Básicos de Contabilidade

  1. 1. Noções de Contabilidade Princípios Básicos
  2. 2. Postulados, Princípios e Convenções • POSTULADOS • Postulado da Entidade Contábil (não misturar com outra entidade) • Postulado da Continuidade das Entidades (não é periódica) • PRINCÍPIOS • Princípio do Custo como Base de Valor (controlar a supervalorização) • Princípio da Realização da Receita (regime de competência) • Princípio do Denominador Comum Monetário (balanço em reais) • Princípio do Confronto das Despesas com as Receitas e com os Períodos Contábeis (demonstração de resultados) • CONVENÇÕES • Convenção da Objetividade (evidências, apurações embasadas) • Convenção da Materialidade (valores relevantes) • Convenção do Conservadorismo (se há dúvida, escolha o menor para ativo e maior para o passivo) • Convenção da Consistência (fácil de análise)
  3. 3. Universidade Santa Cecília – Santos / SP Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade I. Postulado da Entidade Considera que as transações da atividade econômica seja mantida separada dos sócios que a compõem. Pode ser analisado de acordo com os seguintes enfoques: a. Jurídico b. Econômico c. Organizacional d. Social
  4. 4. Universidade Santa Cecília – Santos / SP Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade a. Jurídico – A contabilidade deve efetuar separadamente os registros dos sócios da empresa; b. Econômico – Mostra que as entidades possuem um patrimônio, nos aspectos qualitativo e quantitativo; c. Organizacional – As entidades são consideradas grupo de pessoas ou pessoas exercendo um controle sobre as receitas e despesas. Neste enfoque procura mostrar a forma como está organizada a entidade e como deve demonstrar seu resultado; d. Social – A entidade deve mostrar em seus relatórios a contribuição em termos de benefícios a sociedade. Não só mostrar o seu resultado, mas sim evidenciar a sua contribuição para a sociedade, essa contribuição deverá ser mostrada em percentuais.
  5. 5. Universidade Santa Cecília – Santos / SP Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade II. Postulado da Continuidade Observa a entidade como algo em continuidade, cuja principal finalidade é gerir e utilizar ativos não para serem vendidos, mas para servirem à entidade no esforço de produzir receita.
  6. 6. Universidade Santa Cecília – Santos / SP Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 1) Princípio do Custo como Base de Valor Sua aplicação é importante para a Contabilidade na medida em que ele descarta a possibilidade do uso de valores subjetivos para o registro dos bens, estabelecendo que seja utilizado o valor que a entidade sacrificou no momento de sua aquisição.
  7. 7. Universidade Santa Cecília – Santos / SP Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 2) Princípio da Realização da Receita e Confrontação da Despesa Determina o momento em que a receita deve ser considerada como realizada para compor o resultado do exercício social. Da mesma forma, determina que a despesa que foi necessária à obtenção daquela receita seja igualmente confrontada na apuração do resultado. De acordo com a teoria contábil do lucro, as receitas são consideradas realizadas no momento da entrega do bem ou do serviço para o cliente e neste momento, todas as despesas que foram necessárias à realização daquelas receitas devem ser computadas na apuração do resultado. Assim, ao relacionar as despesas com as receitas, o resultado estará sendo apurado e poderá refletir o mais próximo possível a realidade da entidade.
  8. 8. Universidade Santa Cecília – Santos / SP Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 3) Princípio do Denominador Comum Monetário Estabelece que a Contabilidade seja processada em uma única moeda, oferecendo maior consistência aos registros e maior confiabilidade às informações constantes nos relatórios contábeis. Considerando que as entidades realizam transações com base em outras moedas, esse princípio torna-se muito importante por estabelecer que as transações sejam convertidas em moeda nacional no momento do registro contábil, evitando a impossibilidade de se comparar os diversos fenômenos patrimoniais e de reuni-los em um só balanço demonstrativo, pois não se podem somar ou comparar coisas heterogêneas.
  9. 9. Universidade Santa Cecília – Santos / SP Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 4) Princípio da Competência Estabelece que as receitas e as despesas devem ser atribuídas aos períodos de sua ocorrência, independentemente de recebimento e pagamento.
  10. 10. Universidade Santa Cecília – Santos / SP Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 1) Convenção da Objetividade: O profissional deve procurar sempre exercer a Contabilidade de forma objetiva, não se deixando levar por sentimentos ou expectativas de administradores ou qualquer pessoa que venha a influenciar no seu trabalho e os registros devem estar baseados, sempre que possível, em documentos que comprovem a ocorrência do fato administrativo.
  11. 11. Universidade Santa Cecília – Santos / SP Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 2) Convenção da Materialidade: A informação contábil deve ser relevante, justa e adequada e o profissional deve considerar a relação custo x benefício da informação que será gerada, evitando perda de recursos e de tempo da entidade.
  12. 12. Universidade Santa Cecília – Santos / SP Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 3) Convenção da Consistência: Os relatórios devem ser elaborados com a forma e o conteúdo das informações consistentes, para facilitar sua interpretação e análise pelos diversos usuários. Quando houver necessidade de adoção de outro critério ou método de avaliação, o profissional deve informar a modificação e apresentar os reflexos que a mudança poderá causar se não for observada pelo usuário.
  13. 13. Universidade Santa Cecília – Santos / SP Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 4) Convenção do Conservadorismo: Estabelece que o profissional da Contabilidade deve manter uma conduta mais conservadora em relação aos resultados que serão apresentados, evitando que projeções distorcidas sejam feitas pelos usuários. Assim, é preferível ter expectativa de prejuízo e a entidade apresentar resultados positivos, ou seja, se houver duas opções igualmente válidas deve-se optar sempre por aquela que acusa um menor valor para os ativos e para as receitas e o maior valor para os passivos e para as despesas.
  14. 14. Controles e Testes de Auditoria • Conciliação com o extrato bancário • Cálculo da conversão cambial • Contagem física do caixa • Prevenção: Provisão para créditos duvidosos • Carta de Circularização • Análise dos contratos e verificação de assinatura do cliente • Recálculo dos valores • Avaliação do saldo da conta de devedores duvidosos e critérios para composição do seu valor, incluindo arrasto para mesmo cliente / Grupo Econômico
  15. 15. Controles e Testes de Auditoria • Recálculo do valor das mercadorias em estoque • PEPS, UEPS ou Custo médio • Inventário físico • Produtos Acabados, em elaboração e matéria prima • Chapeamento (identificar os ativos e sua localização) • Avaliação de itens obsoletos ou vencidos • Produtos fora de linha ou com tecnologia antiga • Alimentos • Produtos a muito tempo em estoque

×