Apito Dourado<br />Foi Há Quatro Anos Que Tudo Começou…<br />
O caso Apito Dourado é um escândalo de corrupção no meio do futebol português que emergiu em 2004.<br />Desde de então as ...
È desta forma que a Sra. Carolina Salgado se apresenta ao público com este derradeiro livro, mais que uma autobiografia, u...
Cronologia<br />
20 De Abril De 2004<br />É desencadeada uma operação dezasseis pessoas foram detidas, entre dirigentes e árbitros, incluin...
2 De Dezembro de 2004<br />A PJ desloca-se a casa de Pinto da Costa, com mandados de busca e detenção, mas não encontra o ...
3 De Dezembro de 2004<br />Pinto da Costa comparece no Tribunal de Gondomar. O interrogatório é adiado por quatro dias e f...
5 De Abril de 2004<br />A PJ do Porto conclui a investigação da operação < <Apito Dourado>> e remete para o procurador Car...
31 De Janeiro de 2006<br />O Ministério Público acusa 27 arguidos no processo de Gondomar, incluindo Valentim Loureiro, Jo...
19 De Setembro de 2006<br />Um parecer de Gomes Canotilho, feito a pedido da defesa dos arguidos, considera inconstitucion...
20 De Novembro de 2006<br />O Tribunal de Gondomar delibera a abertura da instrução do processo de Gondomar, solicitada pe...
1 De Dezembro de 2006<br />A publicação do livro "Eu, Carolina", da autoria da ex-companheira de Pinto da Costa, Carolina ...
14 De Dezembro de 2006<br />O Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro, nomeia Maria José Morgado como coordenadora d...
16 De Janeiro de 2007<br />Maria José Morgado assina despacho onde reabre oficialmente os processos conexos ao de Gondomar...
9 De Fevereiro de 2007<br />Sabe-se que entre os dez processos avocados por Maria José Morgado no caso <<Apito Dourado>> f...
6 De Março de 2007<br />O juiz Pedro Miguel Vieira decide levar a julgamento 24 dos 27 acusados do processo de Gondomar, i...
8 De Março de 2007<br />O líder da claque dos Super Dragões é constituído arguido no âmbito do processo, por suspeita de e...
21 De Março de 2007<br />A Equipa de Coordenação do Apito Dourado anuncia, num memorando, estarem em curso 55 inquéritos p...
14 De Maio de 2007<br />O árbitro Pedro Sanhudo é citado em três de cinco processos disciplinares instaurados pelo Conselh...
22 De Junho de 2007<br />O presidente do FC Porto é acusado de corrupção desportiva activa, no Nacional-Benfica da época 2...
27 De Junho de 2007<br />Ministério Público valida acusações contra Carolina Salgado por alegados crimes de difamação agra...
25 De Julho de 2007<br />A equipa de Maria José Morgado divulga as conclusões dos principais inquéritos de corrupção despo...
28 De Fevereiro de 2008<br />Valentim Loureiro é pronunciado, juntamente com o filho João Loureiro, por corrupção desporti...
25 De Março de 2008<br />Jorge Nuno Pinto da Costa é pronunciado, juntamente com António Araújo, por corrupção desportiva ...
Maio De 2009<br />Jorge Nuno Pinto da Costa é ilibado de todas as acusações. <br />
14 De Setembro de 2009<br />O Tribunal Administrativo de Lisboa determinou que as certidões das escutas telefónicas ao pre...
27 De Janeiro de 2010<br />Novamente apanhando com boca na botija:<br />O presidente foi suspenso por três meses por incum...
Opinião Pessoal....<br />Porque será que os adeptos do FCP ficam tão irritados quando se fala do apito dourado? Quem não d...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apito Dourado

1.956 visualizações

Publicada em

A História do nossos chulos portugueses no futebol.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.956
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apito Dourado

  1. 1. Apito Dourado<br />Foi Há Quatro Anos Que Tudo Começou…<br />
  2. 2. O caso Apito Dourado é um escândalo de corrupção no meio do futebol português que emergiu em 2004.<br />Desde de então as investigações levaram a incriminar vários dirigentes dos mais importantes do futebol português como: Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do Futebol Clube do Porto e Valentim Loureiro antigo presidente do Boavista Futebol Clube e da Liga de Futebol.<br />Em Dezembro de 2006, novas acusações foram lançadas, desta vez por Carolina Salgado, antiga companheira de Jorge Nuno Pinto da Costa, através do livro: Eu, Carolina. O presidente do FC Porto negou sempre as acusações.<br />As acusações incluíam entre outros dados o tráfico de influências, a coação sobre equipas de arbitragem, assim como o pagamento de orgias com prostitutas para possível beneficiação das equipas.<br />Sobre o escândalo «Apito Dourado» foi rodado o filme «Corrupção», realizado por João Botelho e que contava nos papéis principais com os actores Nicolau Breyner e Margarida Vila-Nova. O filme baseou-se no best-seller escrito por Carolina Salgado: «Eu, Carolina».<br />Introdução<br />
  3. 3. È desta forma que a Sra. Carolina Salgado se apresenta ao público com este derradeiro livro, mais que uma autobiografia, um testemunho pessoal .E tal como diz a seguinte frase todos os portugueses percebem no mundo em que vivemos.<br />“Não tinha intenção de difamar fosse quem fosse”<br />Agora pergunto eu …<br />Então a Sra. Carolina queria elogiar ??<br />E preciso ter lata ….<br />Sra. Carolina Salgado e o famoso Livro…<br />
  4. 4. Cronologia<br />
  5. 5. 20 De Abril De 2004<br />É desencadeada uma operação dezasseis pessoas foram detidas, entre dirigentes e árbitros, incluindo o presidente da liga de clubes e da Câmara Municipal de Gondomar, Valentim Loureiro, o líder da arbitragem da FPF, Pinto de Sousa, e o presidente do Gondomar SC e vice-presidente da Câmara de Gondomar, José Luís Oliveira. <br />
  6. 6. 2 De Dezembro de 2004<br />A PJ desloca-se a casa de Pinto da Costa, com mandados de busca e detenção, mas não encontra o dirigente, o árbitro Jacinto Paixão é detido no âmbito da investigação de um alegado esquema com prostitutas após o jogo FC Porto-Amadora, bem como Augusto Duarte, José Chilrito e Manuel Quadrado e o empresário António Araújo. <br />
  7. 7. 3 De Dezembro de 2004<br />Pinto da Costa comparece no Tribunal de Gondomar. O interrogatório é adiado por quatro dias e finalmente no dia 7 de Dezembro o presidente portista é interrogado, saindo em liberdade mediante uma caução de 200 mil euros. <br />
  8. 8. 5 De Abril de 2004<br />A PJ do Porto conclui a investigação da operação < <Apito Dourado>> e remete para o procurador Carlos Teixeira, da Comarca de Gondomar, um processo com 17 mil páginas. <br />
  9. 9. 31 De Janeiro de 2006<br />O Ministério Público acusa 27 arguidos no processo de Gondomar, incluindo Valentim Loureiro, José Oliveira e Pinto de Sousa, extraindo 81 certidões que são remetidas a diversas comarcas. <br />
  10. 10. 19 De Setembro de 2006<br />Um parecer de Gomes Canotilho, feito a pedido da defesa dos arguidos, considera inconstitucional a legislação sobre corrupção no desporto. <br />
  11. 11. 20 De Novembro de 2006<br />O Tribunal de Gondomar delibera a abertura da instrução do processo de Gondomar, solicitada pela maioria dos arguidos<br />
  12. 12. 1 De Dezembro de 2006<br />A publicação do livro "Eu, Carolina", da autoria da ex-companheira de Pinto da Costa, Carolina Salgado, volta a dar notoriedade ao caso «Apito Dourado», ao revelar várias acusações<br />
  13. 13. 14 De Dezembro de 2006<br />O Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro, nomeia Maria José Morgado como coordenadora do caso «Apito Dourado», com poderes para reabrir processos. <br />
  14. 14. 16 De Janeiro de 2007<br />Maria José Morgado assina despacho onde reabre oficialmente os processos conexos ao de Gondomar, justificando a decisão com as declarações de Carolina Salgado<br />
  15. 15. 9 De Fevereiro de 2007<br />Sabe-se que entre os dez processos avocados por Maria José Morgado no caso <<Apito Dourado>> figuram as agressões ao ex-vereador de Gondomar Ricardo Bexiga e a fuga de informação que terá levado Pinto da Costa a evitar a PJ. <br />
  16. 16. 6 De Março de 2007<br />O juiz Pedro Miguel Vieira decide levar a julgamento 24 dos 27 acusados do processo de Gondomar, incluindo Valentim Loureiro e Pinto de Sousa. O magistrado valida as escutas telefónicas feitas na investigação. Os dois principais arguidos apresentam recursos, alegando ilegalidade das escutas.<br />
  17. 17. 8 De Março de 2007<br />O líder da claque dos Super Dragões é constituído arguido no âmbito do processo, por suspeita de envolvimento nas agressões a Ricardo Bexiga. <br />
  18. 18. 21 De Março de 2007<br />A Equipa de Coordenação do Apito Dourado anuncia, num memorando, estarem em curso 55 inquéritos por crimes de corrupção desportiva. <br />
  19. 19. 14 De Maio de 2007<br />O árbitro Pedro Sanhudo é citado em três de cinco processos disciplinares instaurados pelo Conselho de Disciplina da FPF, relacionados com o <<Apito Dourado>>. <br />
  20. 20. 22 De Junho de 2007<br />O presidente do FC Porto é acusado de corrupção desportiva activa, no Nacional-Benfica da época 2003/04, depois de ter sido constituído arguido nos casos dos jogos Porto x Amadora e Beira Mar x Porto. <br />
  21. 21. 27 De Junho de 2007<br />Ministério Público valida acusações contra Carolina Salgado por alegados crimes de difamação agravados, depois de queixas do vice-presidente portista, Reinaldo Teles, e Lourenço Pinto, advogado do presidente do FC Porto. <br />
  22. 22. 25 De Julho de 2007<br />A equipa de Maria José Morgado divulga as conclusões dos principais inquéritos de corrupção desportiva, revelando que houve 20 acusações em 56 inquéritos. <br />
  23. 23. 28 De Fevereiro de 2008<br />Valentim Loureiro é pronunciado, juntamente com o filho João Loureiro, por corrupção desportiva activa. Em causa está a arbitragem do jogo Boavista x Porto. O árbitro Jacinto Paixão e o observador da Liga Pinto Correia também irão a julgamento. <br />
  24. 24. 25 De Março de 2008<br />Jorge Nuno Pinto da Costa é pronunciado, juntamente com António Araújo, por corrupção desportiva activa. Em causa está a arbitragem do jogo Beira Mar-FC Porto. O árbitro Augusto Duarte foi também pronunciado mas pelo crime de corrupção passiva. <br />
  25. 25. Maio De 2009<br />Jorge Nuno Pinto da Costa é ilibado de todas as acusações. <br />
  26. 26. 14 De Setembro de 2009<br />O Tribunal Administrativo de Lisboa determinou que as certidões das escutas telefónicas ao presidente da União de Leiria, João Bartolomeu, no âmbito do processo “Apito Final”, lhe fossem devolvidas. Mas mais, foi considerado nulo o acórdão do Conselho de Justiça sobre a mesma matéria. Trata-se uma derrota da Comissão Disciplinar da Liga, mas também do Conselho de Justiça da FPF, com o Tribunal Administrativo de Lisboa a considerar definitivamente ilegal a utilização das escutas telefónicas do Apito Dourado, no âmbito do processo de corrupção desportiva Apito Final. Com esta decisão, de que já não há recurso, o FC Porto e o seu presidente Pinto da Costa, a quem foram aplicados pela justiça desportiva a perda de seis pontos no campeonato de 2007/08 e uma suspensão de dois anos ao dirigente, podem solicitar a anulação dos castigos. Do mesmo modo, o Boavista, que desceu à Liga de Honra, decisão tomada também com base nas escutas telefónicas, poderá igualmente apelar. Após esta decisão do Tribunal Administrativo de Lisboa, João Bartolomeu vai avançar com processos de indemnização contra a Liga e a FPF. <br />
  27. 27. 27 De Janeiro de 2010<br />Novamente apanhando com boca na botija:<br />O presidente foi suspenso por três meses por incumprimento da pena suspensa aplicada no âmbito dos processos disciplinares relativos ao caso “Apito Final”, a que acresce o pagamento de uma multa. A Comissão Disciplinar da Liga suspendeu Pinto da Costa por três meses, que não poderá exercer as funções de dirigente em competições desportivas neste período. Em causa estão as declarações do presidente dos “dragões”, na qualidade de presidente da Sociedade Anónima Desportiva do FC Porto, “sobre a competição desportiva Liga Sagres organizada pela Liga Portuguesa de Futebol no dia 1 de Outubro de 2009, por ocasião do Simpósio Internacional de Futebol da Maia, e no dia 5 do mesmo mês, nacomemoração do 75.º aniversário do Futebol Clube de Infesta, e divulgadas pelos órgãos de comunicação social”. A deliberação da Comissão Disciplinar da Liga prevê ainda o pagamento de uma multa no valor de 1 500 euros.<br />
  28. 28. Opinião Pessoal....<br />Porque será que os adeptos do FCP ficam tão irritados quando se fala do apito dourado? Quem não deve não teme e quem não se sente não è filho de boa gente, a não ser que o pai se chame Pinto da C. e depois os mouros é que são os culpados por jogarem limpo? <br />Entendem onde quero chegar?????<br />

×