UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
CENTRO DE CIÊNCIAS
DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA
Disciplina: Cartografia
NATALIA LIDIA GARCIA
EL...
INTRODUÇÃO
Importância do estudo dos mapas antigos para entender o desenvolvimento atual da
cartografia;
Importancia de co...
como cartografia são documentos rudimentares feitos através de técnicas e
materiais disponíveis na época. Segundo os estud...
MAPAS ÁRABES (n inclui?)
REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS
JOLY, Fernand. A Cartografia. Campinas, 1990. Papirus Editora, 8º ediç...
Figura 2- Mapa de Ga-Sur - Fonte:
http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/galeria/detalhe.php?foto=439&evento=5 – Data...
Figura 2- Mapa de Ga-Sur - Fonte:
http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/galeria/detalhe.php?foto=439&evento=5 – Data...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mapas antigos parte natália

471 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
471
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mapas antigos parte natália

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Disciplina: Cartografia NATALIA LIDIA GARCIA ELEN KARINE FORTE PESSOA WILLER ISIDORO DA SILVA BRUNO PALHARES MAPAS PRIMITIVOS FORTALEZA / CE 2013
  2. 2. INTRODUÇÃO Importância do estudo dos mapas antigos para entender o desenvolvimento atual da cartografia; Importancia de conhecer como foram desenvolvidos os primeiros mapas e quem foram os principais pensadores dessa ciência; OBJETIVOS DA CARTOGRAFIA NA ANTIGUIDADE Desde a antiguidade a humanidade vem utilizando a confecção de mapas. Obter o conhecimento sobre o meio terrestre e conseguir representa-lo através da cartografia era sinônimo de poder. O descobrimento de novos caminhos, traçar rotas através das representações cartográficas, produzir mapas de locais até então desconhecidos, eram objetivos com a obtenção de descobrir novas terras, mas o interesse em racionalizar e dominar esses locais era a finalidade para se obter esse conhecimento. Os interesses comerciais e militares também foram fundamentais para o desenvolvimento da cartografia. Rotas eram documentadas a fim de facilitar o deslocamento. Durante o Império Romano, os Imperadores utilizavam itinerários para facilitar as direções do exercito. Os mapas eram feitos através de relatos de viajantes. Um exemplo de mapa do Império Romano é a Tábua de Peutinger (Figura 1), uma rede de caminhos em que mostravam lagos, encostas, montanhas, distância entre as cidades, entre outras informações. No inicio das atividades cartográficas a representação da Terra a partir de novos descobrimentos foi o principal trabalho desenvolvido pelos cartógrafos, sendo assim o principal objetivo da cartografia até o século XVII. Devido a falta de informações, muitos dos mapas da época possuíam uma série de desenhos para suprir as faltas de informações a respeito do conhecimento da Terra. Assim, a partir do século XVII, houve a necessidade de se produzir mapas mais detalhados, para a utilização em guerras e administração. Esses mapas dão origem ao que hoje chamamos de Mapas topográficos, onde a expansão do conhecimento desses mapas se deu principalmente durante o século XIX. O MAIS ANTIGO DOS MAPAS: OS BABILÔNIOS A confecção dos mapas antigos está diretamente ligada ao armazenamento de conhecimento da Terra. Os primeiros registros do que vem a ser constituído
  3. 3. como cartografia são documentos rudimentares feitos através de técnicas e materiais disponíveis na época. Segundo os estudos cartográficos um dos mapas mais antigos encontrados foram confeccionados pelos babilônios, entre 2500 e 4500 a.C. Sendo este uma pequena placa de barro cozido que possui a representação do rio Eufrates e alguns acidentes geográficos adjacentes, o chamado Mapa de Ga-Sur (figura 2), encontrado na região da Mesopotâmica. Sabe-se que os babilônios possuíam vários estudos em distintas áreas, destaca-se uma delas: a escrita cuneiforme. Outros mapas antigos foram encontrados, como o mapa feito de tiras de fibra vegetal e conchas (figura 3), confeccionados pelos indígenas das Ilhas Marshall, próximo ao Oceano Pacífico, onde são representadas as ilhas da região. Através da observação dos mapas percebe-se a preocupação dos povos antigos em representar a superfície terrestre com os elementos de seus interesses, como os mapas rupestres encontrados no norte da Itália, onde representam uma paisagem agropastoril, inclusive com uma riqueza de detalhes. INFLUÊNCIA DA RELIGIÃO NOS MAPAS ANTIGOS A Índia foi um local onde se desenvolveram o conhecimento das Ciências Matemáticas, mas pouco se têm sobre os registros cartográficos, principalmente devido a ocupação europeia na área. Apesar dos poucos documentos preservados, sabe-se que os mapas da época tinham uma forte influência de religiosidade, principalmente do Budismo, do Hinduísmo e do Jainismo, como o mapa jainista do século XVIII que tem como representação central o monte sagrado Sumeru ou mapas indianos do século XVII e XIX que representam o local do nascimento de Krishna. A influência da religiosidade da produção dos mapas antigos está explicita nas representações cartográficas da época, como em muitos mapas onde o ponto central são montanhas ou cidades sagradas. A preocupação para a viagem aos céus também estava representadas em alguns mapas, que orientavam a ida até este local. Um dos mapas onde essa influência é explicita é o Mapa cristão do século XV, onde mostra a Ásia, Europa e África, os continentes então conhecidos, como pertencentes aos filhos de Noé. MAPAS MAIAS E ASTECAS (n inclui?)
  4. 4. MAPAS ÁRABES (n inclui?) REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS JOLY, Fernand. A Cartografia. Campinas, 1990. Papirus Editora, 8º edição. Duarte, Paulo Araújo. Fundamentos de Cartografia. Florianópolis: Ed. Da UFSC, 2006. 3 ª Edição. ANEXOS Figura 1 – Tábua de Peutinger - Fonte: http://jonatasneto.wordpress.com/2012/02/29/241-a- queda-de-romacontribuicao-dos-leitores/ - Data de acesso: 16/03/2014
  5. 5. Figura 2- Mapa de Ga-Sur - Fonte: http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/galeria/detalhe.php?foto=439&evento=5 – Data de acesso: 16/03/2014 Figura 3 – Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/topografia/topografia-2.php - Data de acesso: 13/03/2014
  6. 6. Figura 2- Mapa de Ga-Sur - Fonte: http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/galeria/detalhe.php?foto=439&evento=5 – Data de acesso: 16/03/2014 Figura 3 – Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/topografia/topografia-2.php - Data de acesso: 13/03/2014

×