SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
PLANO RORAIMA DE TURISMO
2013-2017: REGIÕES
TURÍSTICAS, ROTEIROS E
INDICADORES
Roraima, Turismo na
Amazônia com Diferencial
PARCEIROS E COLABORADORES:
-Secretarias Municipais
-Universidades e Institutos de Ensino, Pesquisa e
Capacitação Profissional (UERR, UFRR, IFRR, SENAC,
etc.)
-SEBRAE
-ICMBio
-ABAV
-Roraima Adventures
-Adventure Park
-Boa Vista-Roraima Convention & Visitors Bureau
-Federação do Comércio de Bens, Turismo e Serviços do
Estado de Roraima
APRESENTAÇÃO
O Plano Roraima de Turismo 2013-2017: Regiões Turísticas,
Roteiros e Indicadores é um plano estratégico estadual para o
ordenamento, planejamento, desenvolvimento, investimentos e de
marketing das quatro regiões turísticas e dos atuais 11 roteiros
turísticos existentes no Estado.
O Plano segue as orientações do Ministério do Turismo no âmbito do
Programa de Regionalização do Turismo e dividiu o Estado em quatro
principais regiões turísticas, e os destinos foram agrupados em 11
roteiros turísticos, e inclui estratégias, subprogramas e projetos de
competitividade mercadológica.
O Plano tem como um dos objetivos induzir o desenvolvimento turístico
em nível municipal e atrair investimentos, e se assenta em três pilares
principais de ação: a consolidação das regiões turísticas, a formatação
e marketing dos roteiros, e a elaboração e aplicação dos indicadores
turísticos.
REGIÕES
TURÍSTICAS
DE RORAIMA
Autor: Ismar Lima, 2013.
ABORDAGEM DE TRABALHO
E T A P A I
DIAGNÓSTICO COMPETITIVO
ESTRATÉGIA COMPETITIVA
PLANO ESTRATÉGICO
-Apresentação e Discussão do Plano Roraima de Turismo
no Fórum Estadual de Turismo
-Lançamento do Plano Roraima de Turismo
-Criação do Banco de Dados Turístico Integrado de
Roraima
-Seminários Regionais de divulgação do Plano e nos
municípios roraimenses
-Encontros de base participativa-consultiva com Prefeitos
e Secretários Municipais para se traçar estratégias de
implementação do Plano em nível municipal, e se criar os
vínculos e as redes interativos para a formação do Arranjo
Institucional de Governança Regional
- Seminários de Nivelamento
- Apresentação Ministério do Turismo
- Diagnóstico de Competitividade
- Plano Estratégico de Competitividade
- Realização de pesquisa nos municípios e regiões
estabelecidas no Plano
ABORDAGEM DE TRABALHO
E T A P A II
PLANOS OPERACIONAIS
PLANOS DE EXECUÇÃO
GESTÃO DO PLANO
- Detalhamento dos Subprogramas e
Ações
- Elaboração dos Projetos Executivos
- Consolidação do Arranjo Institucional
- Implantação do Sistema de Gestão
ROTEIROS TURÍSTICOS DE
RORAIMA
Roteiro Boa Vista e Entorno
*Turismo Urbano, Lazer,
Eventos, Negócios, Patrimônio
Histórico, Orla, Banhos e
Igarapés
ROTEIROS TURÍSTICOS DE
RORAIMA
Roteiro BR-174
*Turismo Lazer Urbano: Mucajaí, Iracema,
Caracaraí.
*Assentamentos: Vicinais.
*Estâncias, Balneários e Resorts: Bem
Querer
*Turismo Rural.
*Parques Temáticos: AquaMak e
Adventure Park.
*Paisagístico e lazer: Buritizais, igarapés,
banhos.
ROTEIROS TURÍSTICOS DE
RORAIMA
Roteiro Religioso (Sazonal)
*Caracaraí: Festejo de Nossa Senhora do
Livramento
*Mucajaí: Encenação da Paixão de Cristo.
ROTEIROS TURÍSTICOS DE
RORAIMA
Roteiro de Compras e de Integração
Roraima–Guiana–Venezuela
*Bonfim/Lethem
*Pacaraima/Santa Elena de Uairén
ROTEIROS TURÍSTICOS DE
RORAIMA
Roteiro Parque Nacional
Monte Roraima
*Ecoturismo *Geoturismo *Turismo
Aventura
*Turismo Científico *Turismo
ROTEIROS TURÍSTICOS DE
RORAIMA
Roteiro Comunidades Indígenas
(Turismo Cultural, Ecoturismo, Geoturismo,
Turismo Científico)
* Região de Pacaraima (Comunidade Nova
Esperança – Reserva São Marcos)
* Região de Uiramutã (Comunidades
Macunaima, Água Fria e Flexal - Reserva
Raposa Serra do Sol).
ROTEIROS TURÍSTICOS DE
RORAIMA
Roteiro Baixo Rio Branco
Roteiro Roraima Sudeste
(Rorainópolis, São João da Baliza, São
Luís do Anauá, e Caroebe).
Agro-turismo, turismo rural, ecoturismo.
ROTEIROS TURÍSTICOS DE
RORAIMA
ROTEIROS TURÍSTICOS DE
RORAIMA
Roteiro Tepequém/Amajari
Ecoturismo, turismo rual, agro-turismo.
ROTEIROS TURÍSTICOS DE
RORAIMA
Roteiro Roraima Oeste (Normandia,
Bonfim, Uiramutã).
Ecoturismo, turismo rural, gastronômico,
turismo de eventos.
ROTEIROS TURÍSTICOS DE
RORAIMA
Roteiro PARNA e FLONA do Centro-Sul
(Ecoturismo, Turismo Aventura, Turismo
Científico)
* Parque Nacional do Viruá
* Parque Nacional da Serra da Mocidade
* Floresta Nacional do Anauá
QUADRO GERAL DE
ATIVIDADES
Segmentos Prioritários Mercados Prioritários Identidade
- Ecoturismo
- Geoturismo
- Turismo Rural
- Turismo de Compras
- Turismo de Negócios
- Turismo de Eventos
- Turismo de Aventura
- Turismo Indígena
- Turismo Cultural
- Manaus
- Brasília
- São Paulo
- Boa Vista
- Interior de Roraima
- Venezuela
- Guiana Inglesa
- Estados Unidos
- Japão
- Europa
- Natureza
- Cultura
- Diversidade
- Qualidade de Vida
- Simplicidade
- Tranquilidade
- Singularidade
- Peculiaridade
QUADRO GERAL DE
ATIVIDADES
Estratégias Ações
Promoção em âmbito nacional
A. Material Impresso
I.Show case das regiões, destinos, roteiros, e municípios;
II. Folders dos segmentos, dos roteiros e dos destinos;
III. Cartões postais
A. Portal Institucional na Internet
I.Disponibilização de conteúdo: textos, banco de imagens,
ferramentas de planejamento de viagem, informações do trade
turístico, etc.;
II.Informação sobre regiões e segmentos;
III.Redirecionamento de links para operadores emissivos e
receptivos locais;
A. Mídia Impressa
I.Artigos, matérias e material publicitário em revistas de turismo,
cultura e meio ambiente de média e grande circulação;
II.Cadernos de turismo de média e grande circulação na mídia em
São Paulo, Rio de Janeiro e Brasílla.
QUADRO GERAL DE
ATIVIDADES
Estratégias Ações
Apoio à Comercialização em
Âmbito Nacional
A. Cooperação com ações dos Conventions & Visitors Bureau
A. Participação em feiras
I.Direcionadas para negócios;
II.Direcionadas para agentes de viagem;
III.Direcionadas ao consumidor final;
A. Realização de Oficinas (Workshops) com operadoras e
agentes de viagem nas principais capitais brasileiras
B. Realização de fam tours, fam trips, press tours;
C. Escritório Roraimense de Turismo em São Paulo
I. Avaliação de mercados alvo;
II. Atividades de relações públicas com operadores.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
O Plano Turismo de Roraima após a realização de pesquisa e da
elaboração de subprogramas e de projetos poderá servir como um guia
de orientação para os gestores públicos e para o trade turístico
ajudando-os a direcionar ações e investimentos. O Plano não é uma
panaceia para todos os desafios que existem ou que surgirão nesta
jornada de se fazer acontecer o turismo na Amazônia Setentrional
roraimense, mas reúne um conjunto de diretrizes e de apontamentos de
direções a seguir.
Indubitavelmente, o Plano possibilita a construção de um cenário
promissor em futuro próximo para os roraimenses e para os turistas que
venham a escolher o Estado como destino ao passo que se possibilitará
também empreender projetos exequíveis que sirvam para sustentar uma
pujança econômica na Amazônia Setentrional com distribuição de
riquezas, justiça social e qualidade ambiental.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano de ação - Prodetur Nacional - Baía de Todos-os-Santos
Plano de ação - Prodetur Nacional - Baía de Todos-os-SantosPlano de ação - Prodetur Nacional - Baía de Todos-os-Santos
Plano de ação - Prodetur Nacional - Baía de Todos-os-SantosSecretaria de Turismo da Bahia
 
Seminário 06 projeto inventário mtur 2009
Seminário 06   projeto inventário mtur 2009Seminário 06   projeto inventário mtur 2009
Seminário 06 projeto inventário mtur 2009Bruno Muniz de Brito
 
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...Aristides Faria
 
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)Aristides Faria
 
Aula inaugural de Organizacao de Eventos (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugural de Organizacao de Eventos (IFSP Campus Cubatao)Aula inaugural de Organizacao de Eventos (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugural de Organizacao de Eventos (IFSP Campus Cubatao)Aristides Faria
 
Mapeamento No Turismo Acessível
Mapeamento No Turismo AcessívelMapeamento No Turismo Acessível
Mapeamento No Turismo AcessívelScott Rains
 
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)Aristides Faria
 
Instância de Governança da Grande Florianópolis
Instância de Governança da Grande FlorianópolisInstância de Governança da Grande Florianópolis
Instância de Governança da Grande FlorianópolisRenato Müller
 
Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.
Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.
Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.EcoHospedagem
 
Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 02 a 04)
Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 02 a 04)Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 02 a 04)
Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 02 a 04)Aristides Faria
 
Agenda propositiva do turismo - Visitas tecnicas
Agenda propositiva do turismo - Visitas tecnicasAgenda propositiva do turismo - Visitas tecnicas
Agenda propositiva do turismo - Visitas tecnicasAristides Faria
 
2007 2010 balanço da gestão
2007   2010 balanço da gestão2007   2010 balanço da gestão
2007 2010 balanço da gestãoEspalhe Minas
 
Case - Fair Play Centro de Treinamento
Case - Fair Play Centro de TreinamentoCase - Fair Play Centro de Treinamento
Case - Fair Play Centro de TreinamentoAgência Blitz
 
Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.
Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.
Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.EcoHospedagem
 
Slide Estrela Turismo
Slide Estrela TurismoSlide Estrela Turismo
Slide Estrela TurismomarceloTDM
 
Disciplina Gestao Publica (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)
Disciplina Gestao Publica (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)Disciplina Gestao Publica (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)
Disciplina Gestao Publica (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)Aristides Faria
 
Projeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeirosProjeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeirosPATRICIA OLIVEIRA
 
Inventário Turístico - Município de Ilhéus, BA
Inventário Turístico - Município de Ilhéus, BAInventário Turístico - Município de Ilhéus, BA
Inventário Turístico - Município de Ilhéus, BASecom Ilhéus
 

Mais procurados (20)

Plano de ação - Prodetur Nacional - Baía de Todos-os-Santos
Plano de ação - Prodetur Nacional - Baía de Todos-os-SantosPlano de ação - Prodetur Nacional - Baía de Todos-os-Santos
Plano de ação - Prodetur Nacional - Baía de Todos-os-Santos
 
Seminário 06 projeto inventário mtur 2009
Seminário 06   projeto inventário mtur 2009Seminário 06   projeto inventário mtur 2009
Seminário 06 projeto inventário mtur 2009
 
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...
 
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
 
Aula inaugural de Organizacao de Eventos (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugural de Organizacao de Eventos (IFSP Campus Cubatao)Aula inaugural de Organizacao de Eventos (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugural de Organizacao de Eventos (IFSP Campus Cubatao)
 
Apresentação Pastoral do Turismo Bragança Miranda
Apresentação Pastoral do Turismo Bragança MirandaApresentação Pastoral do Turismo Bragança Miranda
Apresentação Pastoral do Turismo Bragança Miranda
 
Mapeamento No Turismo Acessível
Mapeamento No Turismo AcessívelMapeamento No Turismo Acessível
Mapeamento No Turismo Acessível
 
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
 
Instância de Governança da Grande Florianópolis
Instância de Governança da Grande FlorianópolisInstância de Governança da Grande Florianópolis
Instância de Governança da Grande Florianópolis
 
Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.
Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.
Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.
 
Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 02 a 04)
Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 02 a 04)Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 02 a 04)
Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 02 a 04)
 
Agenda propositiva do turismo - Visitas tecnicas
Agenda propositiva do turismo - Visitas tecnicasAgenda propositiva do turismo - Visitas tecnicas
Agenda propositiva do turismo - Visitas tecnicas
 
2007 2010 balanço da gestão
2007   2010 balanço da gestão2007   2010 balanço da gestão
2007 2010 balanço da gestão
 
Case - Fair Play Centro de Treinamento
Case - Fair Play Centro de TreinamentoCase - Fair Play Centro de Treinamento
Case - Fair Play Centro de Treinamento
 
Relatos de um Ouvidor Observador da Copa do Mundo FIFA 2010
Relatos de um Ouvidor Observador da Copa do Mundo FIFA 2010Relatos de um Ouvidor Observador da Copa do Mundo FIFA 2010
Relatos de um Ouvidor Observador da Copa do Mundo FIFA 2010
 
Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.
Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.
Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.
 
Slide Estrela Turismo
Slide Estrela TurismoSlide Estrela Turismo
Slide Estrela Turismo
 
Disciplina Gestao Publica (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)
Disciplina Gestao Publica (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)Disciplina Gestao Publica (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)
Disciplina Gestao Publica (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)
 
Projeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeirosProjeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeiros
 
Inventário Turístico - Município de Ilhéus, BA
Inventário Turístico - Município de Ilhéus, BAInventário Turístico - Município de Ilhéus, BA
Inventário Turístico - Município de Ilhéus, BA
 

Destaque

Tecnologia Como Diferencial Competitivo
Tecnologia Como Diferencial CompetitivoTecnologia Como Diferencial Competitivo
Tecnologia Como Diferencial CompetitivoJulio Verna
 
Palestra Jeanine Pires sobre Indicadores do Turismo - Out 2011
Palestra Jeanine Pires sobre Indicadores do Turismo - Out 2011Palestra Jeanine Pires sobre Indicadores do Turismo - Out 2011
Palestra Jeanine Pires sobre Indicadores do Turismo - Out 2011Jeanine Pires
 
AssembléIas Setoriais De Cultura De Roraima
AssembléIas Setoriais De Cultura De RoraimaAssembléIas Setoriais De Cultura De Roraima
AssembléIas Setoriais De Cultura De RoraimaEdgar Borges
 
Indicadores de cultura, esporte e e turismo
Indicadores de cultura, esporte e e turismo Indicadores de cultura, esporte e e turismo
Indicadores de cultura, esporte e e turismo Durango Duarte
 
Módulo 2 - procura e motivações turísticas.
Módulo 2 - procura e motivações turísticas.Módulo 2 - procura e motivações turísticas.
Módulo 2 - procura e motivações turísticas.Sónia Araújo
 
TIAT - acolhimento turistico
TIAT - acolhimento turisticoTIAT - acolhimento turistico
TIAT - acolhimento turisticoteresam15
 

Destaque (8)

Tecnologia Como Diferencial Competitivo
Tecnologia Como Diferencial CompetitivoTecnologia Como Diferencial Competitivo
Tecnologia Como Diferencial Competitivo
 
Palestra Jeanine Pires sobre Indicadores do Turismo - Out 2011
Palestra Jeanine Pires sobre Indicadores do Turismo - Out 2011Palestra Jeanine Pires sobre Indicadores do Turismo - Out 2011
Palestra Jeanine Pires sobre Indicadores do Turismo - Out 2011
 
AssembléIas Setoriais De Cultura De Roraima
AssembléIas Setoriais De Cultura De RoraimaAssembléIas Setoriais De Cultura De Roraima
AssembléIas Setoriais De Cultura De Roraima
 
Indicadores de sustentabilidade do turismo nos Açores: o papel das opiniões e...
Indicadores de sustentabilidade do turismo nos Açores: o papel das opiniões e...Indicadores de sustentabilidade do turismo nos Açores: o papel das opiniões e...
Indicadores de sustentabilidade do turismo nos Açores: o papel das opiniões e...
 
Indicadores de cultura, esporte e e turismo
Indicadores de cultura, esporte e e turismo Indicadores de cultura, esporte e e turismo
Indicadores de cultura, esporte e e turismo
 
Iat
IatIat
Iat
 
Módulo 2 - procura e motivações turísticas.
Módulo 2 - procura e motivações turísticas.Módulo 2 - procura e motivações turísticas.
Módulo 2 - procura e motivações turísticas.
 
TIAT - acolhimento turistico
TIAT - acolhimento turisticoTIAT - acolhimento turistico
TIAT - acolhimento turistico
 

Semelhante a Plano estadual de turismo 2013 2033

Conheça a ONG Araucária!
Conheça a ONG Araucária!Conheça a ONG Araucária!
Conheça a ONG Araucária!Alexandre Maitto
 
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009Trilha_dos_Inconfidentes
 
Projeto prda turismo
Projeto prda   turismoProjeto prda   turismo
Projeto prda turismows_mathues
 
Plano de Desenvolvimento Regional de Turismo de Santa Catarina 2010/2020
Plano de Desenvolvimento Regional de Turismo de Santa Catarina 2010/2020Plano de Desenvolvimento Regional de Turismo de Santa Catarina 2010/2020
Plano de Desenvolvimento Regional de Turismo de Santa Catarina 2010/2020maittomkt
 
Plano Regional de Turismo do Estado de Santa Catarina 2010/2020
Plano Regional de Turismo do Estado de Santa Catarina 2010/2020Plano Regional de Turismo do Estado de Santa Catarina 2010/2020
Plano Regional de Turismo do Estado de Santa Catarina 2010/2020Alexandre Maitto
 
4. Apresentação CPETUR 26 02
4. Apresentação CPETUR 26 024. Apresentação CPETUR 26 02
4. Apresentação CPETUR 26 02Toni Sando
 
ANNA KARLA MOURA
ANNA KARLA MOURAANNA KARLA MOURA
ANNA KARLA MOURAgtci_rtd6
 
plano-municipal-de-turismo-de-veranopolis-jun16.pdf
plano-municipal-de-turismo-de-veranopolis-jun16.pdfplano-municipal-de-turismo-de-veranopolis-jun16.pdf
plano-municipal-de-turismo-de-veranopolis-jun16.pdfLúcio Flávio Rufino
 
Seminário 06 projeto inventário - mtur
Seminário 06   projeto inventário - mturSeminário 06   projeto inventário - mtur
Seminário 06 projeto inventário - mturBruno Muniz de Brito
 
Teoria e técnica profissional 3
Teoria e técnica profissional 3Teoria e técnica profissional 3
Teoria e técnica profissional 3Vinicius Raszl
 
Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil
Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil
Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil Eduardopsilva
 
Guia caminhos do fazer guia de produtos associados ao turismo, mtur
Guia caminhos do fazer   guia de produtos associados ao turismo, mturGuia caminhos do fazer   guia de produtos associados ao turismo, mtur
Guia caminhos do fazer guia de produtos associados ao turismo, mturEcoHospedagem
 
De La Hoz Advisor [Modo de Compatibilidade] (1)
De La Hoz Advisor [Modo de Compatibilidade] (1)De La Hoz Advisor [Modo de Compatibilidade] (1)
De La Hoz Advisor [Modo de Compatibilidade] (1)Ignacio Amigó
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 08 e 09
Fundamentos do Turismo (I): aulas 08 e 09Fundamentos do Turismo (I): aulas 08 e 09
Fundamentos do Turismo (I): aulas 08 e 09Aristides Faria
 
Quem somos - Guia da temporada
Quem somos - Guia da temporadaQuem somos - Guia da temporada
Quem somos - Guia da temporadaThiago
 
Samuel Oliveira
Samuel OliveiraSamuel Oliveira
Samuel OliveiraMarco Bahe
 
Módulo 6- Técnicas de informação turística.pdf
Módulo 6- Técnicas de informação turística.pdfMódulo 6- Técnicas de informação turística.pdf
Módulo 6- Técnicas de informação turística.pdfssuserdcfabe
 
10 parana cetur_cnc_11092018
10 parana cetur_cnc_1109201810 parana cetur_cnc_11092018
10 parana cetur_cnc_11092018Sistema CNC
 

Semelhante a Plano estadual de turismo 2013 2033 (20)

Conheça a ONG Araucária!
Conheça a ONG Araucária!Conheça a ONG Araucária!
Conheça a ONG Araucária!
 
Portfólio Consultoria em Turismo.
Portfólio Consultoria em Turismo.Portfólio Consultoria em Turismo.
Portfólio Consultoria em Turismo.
 
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
 
Projeto prda turismo
Projeto prda   turismoProjeto prda   turismo
Projeto prda turismo
 
Plano de Desenvolvimento Regional de Turismo de Santa Catarina 2010/2020
Plano de Desenvolvimento Regional de Turismo de Santa Catarina 2010/2020Plano de Desenvolvimento Regional de Turismo de Santa Catarina 2010/2020
Plano de Desenvolvimento Regional de Turismo de Santa Catarina 2010/2020
 
Plano Regional de Turismo do Estado de Santa Catarina 2010/2020
Plano Regional de Turismo do Estado de Santa Catarina 2010/2020Plano Regional de Turismo do Estado de Santa Catarina 2010/2020
Plano Regional de Turismo do Estado de Santa Catarina 2010/2020
 
4. Apresentação CPETUR 26 02
4. Apresentação CPETUR 26 024. Apresentação CPETUR 26 02
4. Apresentação CPETUR 26 02
 
ANNA KARLA MOURA
ANNA KARLA MOURAANNA KARLA MOURA
ANNA KARLA MOURA
 
plano-municipal-de-turismo-de-veranopolis-jun16.pdf
plano-municipal-de-turismo-de-veranopolis-jun16.pdfplano-municipal-de-turismo-de-veranopolis-jun16.pdf
plano-municipal-de-turismo-de-veranopolis-jun16.pdf
 
Seminário 06 projeto inventário - mtur
Seminário 06   projeto inventário - mturSeminário 06   projeto inventário - mtur
Seminário 06 projeto inventário - mtur
 
Teoria e técnica profissional 3
Teoria e técnica profissional 3Teoria e técnica profissional 3
Teoria e técnica profissional 3
 
Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil
Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil
Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil
 
Guia caminhos do fazer guia de produtos associados ao turismo, mtur
Guia caminhos do fazer   guia de produtos associados ao turismo, mturGuia caminhos do fazer   guia de produtos associados ao turismo, mtur
Guia caminhos do fazer guia de produtos associados ao turismo, mtur
 
De La Hoz Advisor [Modo de Compatibilidade] (1)
De La Hoz Advisor [Modo de Compatibilidade] (1)De La Hoz Advisor [Modo de Compatibilidade] (1)
De La Hoz Advisor [Modo de Compatibilidade] (1)
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 08 e 09
Fundamentos do Turismo (I): aulas 08 e 09Fundamentos do Turismo (I): aulas 08 e 09
Fundamentos do Turismo (I): aulas 08 e 09
 
Quem somos - Guia da temporada
Quem somos - Guia da temporadaQuem somos - Guia da temporada
Quem somos - Guia da temporada
 
2010 turismo legislativo
2010 turismo legislativo2010 turismo legislativo
2010 turismo legislativo
 
Samuel Oliveira
Samuel OliveiraSamuel Oliveira
Samuel Oliveira
 
Módulo 6- Técnicas de informação turística.pdf
Módulo 6- Técnicas de informação turística.pdfMódulo 6- Técnicas de informação turística.pdf
Módulo 6- Técnicas de informação turística.pdf
 
10 parana cetur_cnc_11092018
10 parana cetur_cnc_1109201810 parana cetur_cnc_11092018
10 parana cetur_cnc_11092018
 

Mais de Bruno Muniz de Brito

Pacaraima turística - diretrizes para o desenvolvimento turístico na Amazônia...
Pacaraima turística - diretrizes para o desenvolvimento turístico na Amazônia...Pacaraima turística - diretrizes para o desenvolvimento turístico na Amazônia...
Pacaraima turística - diretrizes para o desenvolvimento turístico na Amazônia...Bruno Muniz de Brito
 
Diretrizes para o turismo em Pacaraima-RR
Diretrizes para o turismo em Pacaraima-RRDiretrizes para o turismo em Pacaraima-RR
Diretrizes para o turismo em Pacaraima-RRBruno Muniz de Brito
 
Seminários - Desafios do turismo em Roraima-RR
Seminários - Desafios do turismo em Roraima-RRSeminários - Desafios do turismo em Roraima-RR
Seminários - Desafios do turismo em Roraima-RRBruno Muniz de Brito
 
Seminário 05 política nacional de turismo - da municipalização à regionalização
Seminário 05  política nacional de turismo - da municipalização à regionalizaçãoSeminário 05  política nacional de turismo - da municipalização à regionalização
Seminário 05 política nacional de turismo - da municipalização à regionalizaçãoBruno Muniz de Brito
 
Pesquisa e desenvolvimento em roraima
Pesquisa e desenvolvimento em roraimaPesquisa e desenvolvimento em roraima
Pesquisa e desenvolvimento em roraimaBruno Muniz de Brito
 

Mais de Bruno Muniz de Brito (13)

Pacaraima turística - diretrizes para o desenvolvimento turístico na Amazônia...
Pacaraima turística - diretrizes para o desenvolvimento turístico na Amazônia...Pacaraima turística - diretrizes para o desenvolvimento turístico na Amazônia...
Pacaraima turística - diretrizes para o desenvolvimento turístico na Amazônia...
 
Diretrizes para o turismo em Pacaraima-RR
Diretrizes para o turismo em Pacaraima-RRDiretrizes para o turismo em Pacaraima-RR
Diretrizes para o turismo em Pacaraima-RR
 
Dia Mundial do Turismo
Dia Mundial do TurismoDia Mundial do Turismo
Dia Mundial do Turismo
 
Seminários - Desafios do turismo em Roraima-RR
Seminários - Desafios do turismo em Roraima-RRSeminários - Desafios do turismo em Roraima-RR
Seminários - Desafios do turismo em Roraima-RR
 
Seminário 05 política nacional de turismo - da municipalização à regionalização
Seminário 05  política nacional de turismo - da municipalização à regionalizaçãoSeminário 05  política nacional de turismo - da municipalização à regionalização
Seminário 05 política nacional de turismo - da municipalização à regionalização
 
Seminário 03 plano aquarela-2020
Seminário 03   plano aquarela-2020Seminário 03   plano aquarela-2020
Seminário 03 plano aquarela-2020
 
Seminário 02 pnt 2013-2016
Seminário 02   pnt 2013-2016Seminário 02   pnt 2013-2016
Seminário 02 pnt 2013-2016
 
Seminário 01 pnt 2007-2010
Seminário 01   pnt 2007-2010Seminário 01   pnt 2007-2010
Seminário 01 pnt 2007-2010
 
Seminário 01 pnt 2003-2007
Seminário 01   pnt 2003-2007Seminário 01   pnt 2003-2007
Seminário 01 pnt 2003-2007
 
Política de turismo aula 3
Política de turismo   aula 3Política de turismo   aula 3
Política de turismo aula 3
 
Política de turismo aula 2
Política de turismo   aula 2Política de turismo   aula 2
Política de turismo aula 2
 
Política de turismo aula 1
Política de turismo   aula 1Política de turismo   aula 1
Política de turismo aula 1
 
Pesquisa e desenvolvimento em roraima
Pesquisa e desenvolvimento em roraimaPesquisa e desenvolvimento em roraima
Pesquisa e desenvolvimento em roraima
 

Último

Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 BrasilGoverno Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasillucasp132400
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 5, CPAD, Os Inimigos do Cristão, 2Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 5, CPAD, Os Inimigos do Cristão, 2Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 5, CPAD, Os Inimigos do Cristão, 2Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 5, CPAD, Os Inimigos do Cristão, 2Tr24, Pr Henrique.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
AD2 DIDÁTICA.KARINEROZA.SHAYANNE.BINC.ROBERTA.pptx
AD2 DIDÁTICA.KARINEROZA.SHAYANNE.BINC.ROBERTA.pptxAD2 DIDÁTICA.KARINEROZA.SHAYANNE.BINC.ROBERTA.pptx
AD2 DIDÁTICA.KARINEROZA.SHAYANNE.BINC.ROBERTA.pptxkarinedarozabatista
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Prova uniasselvi tecnologias da Informação.pdf
Prova uniasselvi tecnologias da Informação.pdfProva uniasselvi tecnologias da Informação.pdf
Prova uniasselvi tecnologias da Informação.pdfArthurRomanof1
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfmirandadudu08
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Bullying - Atividade com caça- palavras
Bullying   - Atividade com  caça- palavrasBullying   - Atividade com  caça- palavras
Bullying - Atividade com caça- palavrasMary Alvarenga
 

Último (20)

Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 BrasilGoverno Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Slides Lição 5, CPAD, Os Inimigos do Cristão, 2Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 5, CPAD, Os Inimigos do Cristão, 2Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 5, CPAD, Os Inimigos do Cristão, 2Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 5, CPAD, Os Inimigos do Cristão, 2Tr24, Pr Henrique.pptx
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
AD2 DIDÁTICA.KARINEROZA.SHAYANNE.BINC.ROBERTA.pptx
AD2 DIDÁTICA.KARINEROZA.SHAYANNE.BINC.ROBERTA.pptxAD2 DIDÁTICA.KARINEROZA.SHAYANNE.BINC.ROBERTA.pptx
AD2 DIDÁTICA.KARINEROZA.SHAYANNE.BINC.ROBERTA.pptx
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Prova uniasselvi tecnologias da Informação.pdf
Prova uniasselvi tecnologias da Informação.pdfProva uniasselvi tecnologias da Informação.pdf
Prova uniasselvi tecnologias da Informação.pdf
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdf
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Bullying - Atividade com caça- palavras
Bullying   - Atividade com  caça- palavrasBullying   - Atividade com  caça- palavras
Bullying - Atividade com caça- palavras
 

Plano estadual de turismo 2013 2033

  • 1. PLANO RORAIMA DE TURISMO 2013-2017: REGIÕES TURÍSTICAS, ROTEIROS E INDICADORES Roraima, Turismo na Amazônia com Diferencial
  • 2. PARCEIROS E COLABORADORES: -Secretarias Municipais -Universidades e Institutos de Ensino, Pesquisa e Capacitação Profissional (UERR, UFRR, IFRR, SENAC, etc.) -SEBRAE -ICMBio -ABAV -Roraima Adventures -Adventure Park -Boa Vista-Roraima Convention & Visitors Bureau -Federação do Comércio de Bens, Turismo e Serviços do Estado de Roraima
  • 3. APRESENTAÇÃO O Plano Roraima de Turismo 2013-2017: Regiões Turísticas, Roteiros e Indicadores é um plano estratégico estadual para o ordenamento, planejamento, desenvolvimento, investimentos e de marketing das quatro regiões turísticas e dos atuais 11 roteiros turísticos existentes no Estado. O Plano segue as orientações do Ministério do Turismo no âmbito do Programa de Regionalização do Turismo e dividiu o Estado em quatro principais regiões turísticas, e os destinos foram agrupados em 11 roteiros turísticos, e inclui estratégias, subprogramas e projetos de competitividade mercadológica. O Plano tem como um dos objetivos induzir o desenvolvimento turístico em nível municipal e atrair investimentos, e se assenta em três pilares principais de ação: a consolidação das regiões turísticas, a formatação e marketing dos roteiros, e a elaboração e aplicação dos indicadores turísticos.
  • 5. ABORDAGEM DE TRABALHO E T A P A I DIAGNÓSTICO COMPETITIVO ESTRATÉGIA COMPETITIVA PLANO ESTRATÉGICO -Apresentação e Discussão do Plano Roraima de Turismo no Fórum Estadual de Turismo -Lançamento do Plano Roraima de Turismo -Criação do Banco de Dados Turístico Integrado de Roraima -Seminários Regionais de divulgação do Plano e nos municípios roraimenses -Encontros de base participativa-consultiva com Prefeitos e Secretários Municipais para se traçar estratégias de implementação do Plano em nível municipal, e se criar os vínculos e as redes interativos para a formação do Arranjo Institucional de Governança Regional - Seminários de Nivelamento - Apresentação Ministério do Turismo - Diagnóstico de Competitividade - Plano Estratégico de Competitividade - Realização de pesquisa nos municípios e regiões estabelecidas no Plano
  • 6. ABORDAGEM DE TRABALHO E T A P A II PLANOS OPERACIONAIS PLANOS DE EXECUÇÃO GESTÃO DO PLANO - Detalhamento dos Subprogramas e Ações - Elaboração dos Projetos Executivos - Consolidação do Arranjo Institucional - Implantação do Sistema de Gestão
  • 7. ROTEIROS TURÍSTICOS DE RORAIMA Roteiro Boa Vista e Entorno *Turismo Urbano, Lazer, Eventos, Negócios, Patrimônio Histórico, Orla, Banhos e Igarapés
  • 8. ROTEIROS TURÍSTICOS DE RORAIMA Roteiro BR-174 *Turismo Lazer Urbano: Mucajaí, Iracema, Caracaraí. *Assentamentos: Vicinais. *Estâncias, Balneários e Resorts: Bem Querer *Turismo Rural. *Parques Temáticos: AquaMak e Adventure Park. *Paisagístico e lazer: Buritizais, igarapés, banhos.
  • 9. ROTEIROS TURÍSTICOS DE RORAIMA Roteiro Religioso (Sazonal) *Caracaraí: Festejo de Nossa Senhora do Livramento *Mucajaí: Encenação da Paixão de Cristo.
  • 10. ROTEIROS TURÍSTICOS DE RORAIMA Roteiro de Compras e de Integração Roraima–Guiana–Venezuela *Bonfim/Lethem *Pacaraima/Santa Elena de Uairén
  • 11. ROTEIROS TURÍSTICOS DE RORAIMA Roteiro Parque Nacional Monte Roraima *Ecoturismo *Geoturismo *Turismo Aventura *Turismo Científico *Turismo
  • 12. ROTEIROS TURÍSTICOS DE RORAIMA Roteiro Comunidades Indígenas (Turismo Cultural, Ecoturismo, Geoturismo, Turismo Científico) * Região de Pacaraima (Comunidade Nova Esperança – Reserva São Marcos) * Região de Uiramutã (Comunidades Macunaima, Água Fria e Flexal - Reserva Raposa Serra do Sol).
  • 14. Roteiro Roraima Sudeste (Rorainópolis, São João da Baliza, São Luís do Anauá, e Caroebe). Agro-turismo, turismo rural, ecoturismo. ROTEIROS TURÍSTICOS DE RORAIMA
  • 15. ROTEIROS TURÍSTICOS DE RORAIMA Roteiro Tepequém/Amajari Ecoturismo, turismo rual, agro-turismo.
  • 16. ROTEIROS TURÍSTICOS DE RORAIMA Roteiro Roraima Oeste (Normandia, Bonfim, Uiramutã). Ecoturismo, turismo rural, gastronômico, turismo de eventos.
  • 17. ROTEIROS TURÍSTICOS DE RORAIMA Roteiro PARNA e FLONA do Centro-Sul (Ecoturismo, Turismo Aventura, Turismo Científico) * Parque Nacional do Viruá * Parque Nacional da Serra da Mocidade * Floresta Nacional do Anauá
  • 18. QUADRO GERAL DE ATIVIDADES Segmentos Prioritários Mercados Prioritários Identidade - Ecoturismo - Geoturismo - Turismo Rural - Turismo de Compras - Turismo de Negócios - Turismo de Eventos - Turismo de Aventura - Turismo Indígena - Turismo Cultural - Manaus - Brasília - São Paulo - Boa Vista - Interior de Roraima - Venezuela - Guiana Inglesa - Estados Unidos - Japão - Europa - Natureza - Cultura - Diversidade - Qualidade de Vida - Simplicidade - Tranquilidade - Singularidade - Peculiaridade
  • 19. QUADRO GERAL DE ATIVIDADES Estratégias Ações Promoção em âmbito nacional A. Material Impresso I.Show case das regiões, destinos, roteiros, e municípios; II. Folders dos segmentos, dos roteiros e dos destinos; III. Cartões postais A. Portal Institucional na Internet I.Disponibilização de conteúdo: textos, banco de imagens, ferramentas de planejamento de viagem, informações do trade turístico, etc.; II.Informação sobre regiões e segmentos; III.Redirecionamento de links para operadores emissivos e receptivos locais; A. Mídia Impressa I.Artigos, matérias e material publicitário em revistas de turismo, cultura e meio ambiente de média e grande circulação; II.Cadernos de turismo de média e grande circulação na mídia em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasílla.
  • 20. QUADRO GERAL DE ATIVIDADES Estratégias Ações Apoio à Comercialização em Âmbito Nacional A. Cooperação com ações dos Conventions & Visitors Bureau A. Participação em feiras I.Direcionadas para negócios; II.Direcionadas para agentes de viagem; III.Direcionadas ao consumidor final; A. Realização de Oficinas (Workshops) com operadoras e agentes de viagem nas principais capitais brasileiras B. Realização de fam tours, fam trips, press tours; C. Escritório Roraimense de Turismo em São Paulo I. Avaliação de mercados alvo; II. Atividades de relações públicas com operadores.
  • 21. CONSIDERAÇÕES FINAIS O Plano Turismo de Roraima após a realização de pesquisa e da elaboração de subprogramas e de projetos poderá servir como um guia de orientação para os gestores públicos e para o trade turístico ajudando-os a direcionar ações e investimentos. O Plano não é uma panaceia para todos os desafios que existem ou que surgirão nesta jornada de se fazer acontecer o turismo na Amazônia Setentrional roraimense, mas reúne um conjunto de diretrizes e de apontamentos de direções a seguir. Indubitavelmente, o Plano possibilita a construção de um cenário promissor em futuro próximo para os roraimenses e para os turistas que venham a escolher o Estado como destino ao passo que se possibilitará também empreender projetos exequíveis que sirvam para sustentar uma pujança econômica na Amazônia Setentrional com distribuição de riquezas, justiça social e qualidade ambiental.