Humanos - Crise e Prisão

1.169 visualizações

Publicada em

O homem de hoje encontra um desafio em sua frente. As marcas um bem maior diante desse novo homem. Discutiremos isso.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.169
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
646
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Humanos - Crise e Prisão

  1. 1. HUMANOS – CRISE E PRISÃO #1 IDENTIDADE MASCULINA HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  2. 2. “A identidade somente se torna uma questão quando está em crise, quando algo que se supõe como fixo, coerente e estável é deslocado pela experiência da dúvida e da incerteza.” (Mercer, 1990, p. 43). HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  3. 3. PRIMEIRO, PRECISAMOS CONSTRUIR UMA IDEIA SOBRE IDENTIDADE.... O sujeito era uma concepção de um indivíduo totalmente centrado, unificado, dotado da capacidade de razão, de consciência e de ação, cujo “centro” consistia em um núcleo interior, que emergia pela primeira vez no seu nascimento e se desenvolvia, mesmo permanecendo essencialmente o mesmo, durante a vida.* No Iluminismo: *A identidade cultural na pós-modernidade, S. Hall. HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  4. 4. O sujeito psicológico tem consciência de que seu núcleo interior não era auto-suficiente. E sim, formado na relação com “outras pessoas importantes para ele”. A identidade era fruto da “interação” entre o eu e a sociedade, ou seja, moldado pelos elementos exteriores.* No mundo moderno: *A identidade cultural na pós-modernidade, S. Hall. PRIMEIRO, PRECISAMOS CONSTRUIR UMA IDEIA SOBRE IDENTIDADE.... *A identidade cultural na pós-modernidade, S. Hall. HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  5. 5. A identidade do indivíduo se torna fragmentada (múltipla), algumas vezes contraditórias e não-resolvidas. Diferentes identidades e em diferentes momentos que não estão unificadas ao redor de um “eu” coerente. Podendo ver toda a multiplicidade do mundo e, mesmo que em um breve momento, se identificar com cada uma delas.* Na pós-modernidade: *A identidade cultural na pós-modernidade, S. Hall. PRIMEIRO, PRECISAMOS CONSTRUIR UMA IDEIA SOBRE IDENTIDADE.... *A identidade cultural na pós-modernidade, S. Hall. HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  6. 6. OLHANDO EM DIREÇÃO A LINHA DO TEMPO DOS COMPORTAMENTOS MASCULINOS HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  7. 7. O ESTERÉOTIPO MASCULINO PERDUROU ANOS. E APESAR DAS MUDANÇAS SOCIAIS OU CULTURAIS, AS MESMAS CARACTERÍSTICAS GUIARAM A IDENTIDADE MASCULINA COMO SINGULAR E DEFINIDA. PRETO NO BRANCO. Todo homem tinha as mesmas funções independente do seu status social. Em sua definição, família, atitudes, honra e na grande maioria das civilizações era: o grande líder, provedor, protetor e responsável. HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  8. 8. TODAVIA A PÓS-MODERNIDADE REVELOU AO HOMEM NOVAS POSSIBILIDADES E EQUIPAROU A MULHER NA LIBERDADE DE REALIZAR AQUILO QUE ANTES ERA EXCLUSIVO AOS HOMENS. SE O QUE OS DEFINIA ERA O STATUS DE LÍDER, PROVEDOR, PROTETOR E RESPONSÁVEL, AGORA QUE ESSAS COISAS SÃO COMPARTILHADAS COM AS MULHERES, O QUE DEFINE O MASCULINO? HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  9. 9. UMA FORMA SIMPLIFICADA DE VER A MASCULINIDADE NA PÓS-MODERNIDADE É ENTENDER QUE O HOMEM CARREGA DENTRO DE SI VÁRIAS IDENTIDADES DIFERENTES DE SI MESMO, E PRECISA PARAR DE QUERER SE RESUMIR EM UMA SÓ. HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  10. 10. TALVEZ, A CRISE SEJA SE ACEITAR MÚLTIPLO E NÃO MAIS ESTEREOTIPADO. VER A CAPACIDADE DAS MULHERES DE SE EVOLUÍREM SEM PERDER SUA FEMINILIDADE E SEGUI-LAS NESSA EVOLUÇÃO CRIANDO UMA NOVA E MULTÍPLA IDENTIDADE MASCULINA. HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  11. 11. AGORA, O “HOMEM MÚLTIPLO” PODE EVOCAR DIVERSAS IDENTIDADES E EM DIVERSOS MOMENTOS. E ENTRE TODAS, ALGUMAS SE DESTACAM POR SEREM DIFERENTE DO ANTIGO ESTERÓTIPO MASCULINO: HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  12. 12. SENSÍVEL O estereótipo de inabalável ou da negação da demonstração de sentimentos se desintegram diante de um homem capaz de sentir e se compadecer a vista de todos. HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  13. 13. COOPERADOR Decisões tomadas em conjunto. O trabalho, as tarefas e as contas partilhadas entre dois. O homem se torna mais compreensível das necessidades domésticas e não vê mais a mulher como subalterna, e sim no mesmo patamar, social e familiar, de liderança. HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  14. 14. ESTÉTICO A beleza e o cuidado pelo corpo torna-se uma das suas preocupações. Isso não implica em se tornar feminino ou excessivamente vaidoso. Porém, a vaidade que antes era quase nula se torna algo aparente e evoca certo orgulho. HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  15. 15. E AINDA MUITAS OUTRAS CARACTERÍSTICAS DESTACAM O NOVO HOMEM, TODAVIA, AO PERCEBÊ-LAS JÁ PODEMOS COMEÇAR A REFLETIR SOBRE NOSSAS ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS AO FALAR COM ESSE NOVO SUJEITO, QUE AINDA SE FORMA E TRANSFORMA... POR ISSO, PERGUNTE-SE: HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  16. 16. SUA MARCA EVOCA QUAL IDENTIDADE MASCULINA? HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  17. 17. QUAL COMPORTAMENTO MASCULINO VOCÊ ATRIBUI COMO NECESSÁRIO PARA SUA MARCA? HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  18. 18. ATÉ QUE PONTO VOCÊ PODE TRABALHAR COM MAIS DE UMA IDENTIDADE SEM ELAS SE OPOREM ? HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  19. 19. QUAIS SÃO OS PREJUÍZOS DE SE EVOCAR IDENTIDADES MASCULINAS EM UM SUJEITO QUE AINDA TRABALHA EM SUAS DEFINIÇÕES? HUMANOS - CRISE E PRISÃO BRUNO LOBO | 2012 | C.C. BY-SA
  20. 20. BRUNO LOBO PINHEIRO PLANNER lobo71185@hotmail.com Skype: lobo-pinheiro Linkedin: br.linkedin.com/pub/ bruno-lobo/23/891/375/ HUMANOS - CRISE E PRISÃO by Bruno Lobo Pinheiro is offer with Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
  21. 21. Entre toda pluralidade masculina e feminina desse novo tempo o desafio do homem é ser, em relação a mulher, alguém que não tenha medo dela e não se incomode com seu progresso. Que seja capaz de se resolver em sua pluralidade sem deturpar sua masculinidade. Promovendo à mulher: proteção e cuidado como também compreensão e várias nuances que ajudarão, a ambos, construírem um relacionamento ou uma nova comunicação entre os sexos. EM BREVE:

×