SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 44
Histórico e Importância
de Redes de
Comunicação
Bruno César Silveira Emilio
Cristiano Scatena dos Santos
Edvar Edilson Lima
Sorocaba - SP
MBA Engenharia de Redes e Telecomunicações
Prof. Me. Alessandro Jordão
Bruno César Silveira Emilio
Cristiano Scatena dos Santos
Edvar Edilson Lima
Evolução das Redes de
Comunicação
E
• Em meados de 1746, Jean Antoine Nollet
conduziu um dos primeiros experimentos
documentados sobre a transmissão de
impulsos elétricos.
B
• Em 1790 uma cadeia de torres foram
espalhadas pela Europa, idealizado por
Claude Chappe.
• Essas torres consistiam no primeiro telégrafo.
• Transmitiam mensagens visuais em até
160Km/h, através dos braços mecânicos que
se posicionavam em até 90 posições
diferentes.
C
• As torres se espalharam pela Europa
e Norte da África
• Cada país passou a investir no seu
próprio sistemas de torres
• Em 1822 os britânicos alcançaram
velocidades de 300km/h
• Essa rede de transmissão de
telégrafos ópticos, podemos até
classificá-la com a “Internet
Mecânica da Europa”
E
• Samuel Morse percebeu que um impulso
elétrico poderia ser mais rápido que o
telégrafo óptico
• Morse concebeu a ideia do seu invento
em 1832, baseada em sinais elétricos.
Cada caractere é composto de um
código binário (formado por pontos e
traços).
• Em 24 de maio de 1844, foi transmitida a
primeira mensagem de longa distância
com telégrafo elétrico. 65 km de fios
foram instalados, ligando Washington a
Baltimore.
B
• 1858: O primeiro cabo telegráfico
atravessa o Atlântico.
• 5 de agosto de 1858 Londres e Nova York
estavam conectados, porém 4 semanas
depois a conexão foi perdida.
• Após mais 2 tentativas, em 1862, Europa e
América finalmente estavam conectadas
via cabo.
C
• Padre Giovanni Caselli aproveita o
princípio do telégrafo de Morse e inventa
o Pantelégrafo
• O Pantelégrafo transmitia imagens, através
de um sistema de pêndulo e impulsos
elétricos
• É considerado o primeiro sistema de FAX
E
• Em 1876, Alexander Graham Bell e seu
assistente Thomas Watson, obtêm a
patente do telefone
• Bell não conseguiu vender sua invenção
para nenhuma grande empresa
• Resolveu realizar pequenas
apresentações para o público em busca
de chamar atenção
• Uma empresa de alarmes compra 12
telefones e cria a primeira mesa
telefônica do mundo
• Em pouco tempo as linhas telegráficas
estavam trafegando voz, graças a
invenção de Bell e Watson
B
• Radiocomunicação: em 1886 Heinrich Hertz provou
experimentalmente, a analogia entre ondas de luz e
elétricas.
• Guglielmo Marconi, usando os fundamentos de
James Maxwell e de Hertz, construiu o primeiro
transmissor de rádio (1895).
C
• Fios de Ferro são substituídos por fios
de Cobre
• Mais caros
• Porém conduzem melhor a
eletricidade e alcançam distâncias
maiores
E
• Em 4 de outubro de 1957, a Rússia
colocava em órbita o Satélite Sputnik I.
• O governo americano foi pego
desprevenido e decidiu que isso nunca
mais aconteceria.
• Em 10 de junho de 1962 foi colocado
em órbita o primeiro satélite ativo de
comunicações - o Telstar 1
B
• O governo americano cria a “Agência de
Projetos e Pesquisa Avançada”, a ARPA.
• Os grandes computadores das
Universidades foram utilizados para as
pesquisas
• Porém com a necessidade de
compartilhar os estudos, o governo
colocou esses computadores em uma
rede: a ARPANET.
C
• Em 1969 Leonard Kleinrock, foi convidado a
supervisionar a implantação de um
computador para controlar o tráfego da
ARPANET
• O “Interface Message Processor” mais parecia
uma geladeira
• Sua função era dividir o fluxo de dados em
pequenos pacotes e enviá-los através das
linha telefônicas
• Em 2 de setembro de 1969 a INTERNET dava
seu primeiro suspiro, quando aconteceu a
troca de informações entre o IMP e o
computador central da Universidade da
Califórnia
E
• Experimentos paralelos, em 1956, Lawrence Curtis,
em um trabalho de física para a faculdade, utilizou
finas fibras de vidro e percebeu que conseguiria
refletir uma imagem em curta distância.
• Decidiu então juntar várias fibras para aumentar a
capacidade, porém o resultado foi o oposto. A
imagem despareceu.
• Percebeu então que as fibras juntas dispersavam a
luz, decidiu então revestir o feixe de fibras com um
vidro mais claro e puro.
• Assim nasceu o conceito da fibra óptica, usado a
princípio por médicos, no gastroscópio.
B
• Em 1974 Robert Kahn e Vint Cerf
desenvolveram o protocolo TCP/IP,
revolucionando o modo como a rede de
comunicava entre dispositivos.
• Nos anos 80 apenas Universidades e órgãos
governamentais possuíam acesso a internet.
• Rebatizaram a rede para INTERNET.
C
• Em 1980, Tim Bernes Lee, consultor do CERN,
desenvolve o ENQUIRE, com o objetivo de
compartilhar seus projetos.
• O ENQUIRE permitia que informações fossem
adicionadas a um banco de dados compartilhado,
não se assemelhava em nada com uma página WEB.
• Após esse projeto, Lee imaginava se era possível
desenvolver algo que permitisse armazenar dados em
vários computadores.
• Esse projeto recebeu o nome de Hipertexto.
E
• Lee costumava se referir ao Hipertexto como malha,
mas ninguém entendia o conceito.
• Buscando um nome melhor para sua invenção, Lee
pensou em :
- MOI: Mine of Information
- TIM: The Information Mine
• Por fim, encontrou em WWW – World Wide Web a
expressão perfeita.
• Em Dezembro de 1990, colocou em prática seus
estudos e em poucos meses desenvolveu o
navegador e o servidor.
• Nascia assim a primeira WebPage.
B
• Lee renunciou os direitos de patente da
www para garantir o crescimento da rede.
“Se tivesse que acrescentar algo, e é patenteado
tem que pagar uma taxa. A rede não teria
expandido tanto e não estaríamos aqui agora.”
Sir Tim Burnes Lee, History Documentary
C
• Anos depois a Corning Glass, montou uma
equipe para aprimorar o processo de
fabricação da fibra óptica.
• Liderados por Donald Keck, foi adotada a
sílica fundida para produzir o vidro. Processo
que mais se assemelha ao usado hoje.
E
Um dos meio de transmissão de dados mais avançado que temos hoje, são as
fibras submarinas.
Essas fibras conectam os continentes trocando informações a velocidades
inimagináveis.
B
Vídeo sobre Cabos Submarinos
Meios de Transmissão mais
utilizados
C
Transmissão de Dados
• Ao nível mais baixo, todas as comunicações entre
computadores, envolvem a codificação dos dados numa forma
de energia e o envio dessa energia através de um meio de
transmissão.
• Meios de transmissão
– Cabos de cobre
– Fibra óptica
– Rádio
– Satélite
– Micro-ondas
– Infravermelhos
– Laser
Uso de voltagens para a transmissão de bits.
C
Cabos de Cobre
• Meio mais usado para ligar computadores.
• Vantagens
– Boa condutividade.
– Baixo custo.
– Fácil instalação.
• Desvantagens
– Vulnerável ao ruído eletromagnético.
E
Fibra Óptica
• Emissão de um impulso de luz através de uma fibra de vidro
flexível.
• Vantagens
– Imunes a interferências eletromagnéticas.
– Menores perdas.
– Maior débito.
• Desvantagens
– Interfaces dispendiosas.
– Resolução de problemas difícil.
B
Rádio
• Utilização da radiação eletromagnética para transmissão de
dados entre computadores a qual funciona numa
determinada rádio frequência.
• A dimensão da antena emissora/receptora
determina o alcance da rede.
• Não é necessária uma ligação física direta.
• As redes wireless são um exemplo de aplicação.
C
Satélite
• Utilizados para transmissão ao longo de grandes
distâncias.
Dois tipos em função da altura da órbita:
– Geoestacionários – mantêm-se sincronizados com a
rotação da Terra. Instalados a 36.000Km de altura.
– Baixa Órbita Terrestre – Próxima dos 700Km.
• Uma configuração em malha pode ser utilizada
com os satélites de baixa órbita, permitindo uma
cobertura permanente.
E
Micro-Ondas
• Recurso à radiação eletromagnética em gamas de
frequência para além daquelas utilizadas pela rádio ou
televisão.
• Uma transmissão micro-ondas pode ser
direcionada, ao contrário do que acontece
com as outras ondas.
• Mais susceptíveis a interferências.
A instalação é feita com linha de vista.
B
Infravermelhos
• Tecnologia de radiação eletromagnética usada nos
telecomandos.
• Vantagens:
– Boa segurança.
– Ausência dos problemas de interferência.
– Espectro não licenciado.
• Desvantagens:
– Limitada a distâncias curtas.
– Transmissão em linha de vista ou por reflexão.
C
Laser
• Um feixe de luz direcionado
através do ar pode ser usado
para transmitir dados.
• A transmissão é feita em linha reta e não pode ser
bloqueada.
• Muito vulnerável a interferências por isso de uso limitado.
E
TIPOS DE REDES DE
TRANSMISSÃO DE DADOS E
COMUNICAÇÕES
Uma rede consiste em diversos tipos de processadores que interligam
e compartilham recursos entre si. Antigamente essas redes existiam
principalmente dentro de escritórios (rede local), com o passar do
tempo a necessidade de troca de informações aumentou, fazendo
com que surgisse diversos outros tipos de Rede.
B
LAN – Rede Local
Interligam computadores dentro de um mesmo espaço físico.
Isso pode acontecer dentro de uma empresa, de uma escola
ou dentro da sua própria casa.
MAN – Rede Metropolitana
Para uma empresa que possui dois ou mais escritórios na
cidade e deseja que os computadores permaneçam
interligados dentro de algumas dezenas de quilômetros.
WAN – Rede de Longa Distância
A Wide Area Network, consegue abranger uma área maior,
como um país ou até mesmo um continente.
B
WLAN – Rede Local Sem Fio
Rede Local Sem Fio. Esse tipo de rede conecta-se à
internet e é bastante usado tanto em ambientes
residenciais quanto em empresas e em lugares
públicos.
WMAN – Rede Metropolitana Sem Fio
Versão sem fio da MAN, alcance de dezenas de
quilômetros, sendo possível conectar redes diversas
WWAN – Rede de Longa Distância Sem Fio
Rede de Longa Distância Sem Fio, alcança diversas
partes do mundo.
C
SAN – Rede de Área de Armazenamento
Redes de Área de Armazenamento, utilizadas para fazer a
comunicação de um servidor e outros computadores,
ficando restritas a isso.
PAN – Rede de Área Pessoal
Redes de Área Pessoal, usadas para que dispositivos se
comuniquem dentro de uma distância bastante limitada.
Ex. Bluetooth e UWB.
C
A importância das redes de
telecomunicações
E
Basear-se no antes e depois, no passado, presente e futuro da humanidade, um
comparativo para os mais velhos de como era antes e como é agora, a
incredulidade dos mais jovens de como podia se viver antigamente sem as
redes de comunicações e recursos tecnológicos atuais.
Hoje é possível se comunicar de variados tipos de redes sociais e troca de
informações em tempo real, antigamente tão somente através de cartas,
quando queria algo mais rápido utilizava-se do telegrama via telex.
Dentre outras acessibilidades tecnológicas na rede de comunicações como a
TV, Internet, Celulares etc. Temos:
A solicitação de taxi via APP a assistir uma partida de futebol Espanhol via
celular, de uma conversa via WhatsApp a uma compra ou pagamento via
Internet Bank, de um trabalho acadêmico enviado via e-mail a uma cirurgia via
webcam.
E
Atualmente, a cada dia que passa, somos cada vez mais
necessitados de novas tecnologias de comunicações, estamos
seguros e vulneráveis ao mesmo tempo.
Porém, não podemos deixar de ver e aceitar a importância das
Redes de Comunicação no presente e no futuro da
humanidade.
Podemos afirmar que dentre 10 situações que nos encontramos,
ela estará presente na maioria delas.
O ambiente corporativo é 100% dependente de redes de
comunicação, com a troca de dados e voz.
E
B
Tecnologia no Sistema Bancário
B
“ A web não é uma rede de computadores, a web é
uma rede de pessoas.”
B
Referencias Bibliográficas:
Fonte: http://web.fe.up.pt/~ssn/disciplinas/crc/redes-de-comunicacao.pdf
Fonte / Matéria completa: http://corporate.canaltech.com.br/o-que-e/infra/lan-
wlan-man-wan-pan-conheca-os-principais-tipos-de-redes/
Fonte: http://www-usr.inf.ufsm.br/~candia/aulas/espec/Aula_1_Historico.pdf
Fonte:
http://www.lanwan.com.br/Aulas_Senac/Tecnico_Redes_Noturno/Aula%200605201
0%20-%20Historia%20das%20redes.pdf
Fonte: http://www.ufpa.br/dicas/net1/int-h199.htm
Fonte: Documentário Maravilhas Modernas History Channel – Ep.
Telecomunicações
Vídeos: Discovery Channel
AFP – Agence France-Presse

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
Aron Sporkens
 
Aula 01 - Introdução ao curso - Projeto de Redes de Computadores
Aula 01 - Introdução ao curso - Projeto de Redes de ComputadoresAula 01 - Introdução ao curso - Projeto de Redes de Computadores
Aula 01 - Introdução ao curso - Projeto de Redes de Computadores
Dalton Martins
 
Apostila projetode redes
Apostila projetode redesApostila projetode redes
Apostila projetode redes
redesinforma
 
Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis módulo i - aula 2
Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis   módulo i - aula 2Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis   módulo i - aula 2
Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis módulo i - aula 2
Carlos Eugenio Torres
 
Aula 05 - Exercício de projeto - Projeto de Redes de Computadores
Aula 05 - Exercício de projeto - Projeto de Redes de ComputadoresAula 05 - Exercício de projeto - Projeto de Redes de Computadores
Aula 05 - Exercício de projeto - Projeto de Redes de Computadores
Dalton Martins
 

Mais procurados (20)

Redes de-computadores-tipos-de-redes
Redes de-computadores-tipos-de-redesRedes de-computadores-tipos-de-redes
Redes de-computadores-tipos-de-redes
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
 
Redes de Computadores - Aula 01
Redes de Computadores - Aula 01Redes de Computadores - Aula 01
Redes de Computadores - Aula 01
 
Aula 01 - Introdução ao curso - Projeto de Redes de Computadores
Aula 01 - Introdução ao curso - Projeto de Redes de ComputadoresAula 01 - Introdução ao curso - Projeto de Redes de Computadores
Aula 01 - Introdução ao curso - Projeto de Redes de Computadores
 
Planejamento rede
Planejamento rede Planejamento rede
Planejamento rede
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
 
Redes de Computadores
Redes de Computadores Redes de Computadores
Redes de Computadores
 
Redes de Computadores - Aula 02
Redes de Computadores - Aula 02Redes de Computadores - Aula 02
Redes de Computadores - Aula 02
 
Comunicação de dados!
Comunicação de dados!Comunicação de dados!
Comunicação de dados!
 
Curso de redes de computador Parte 2
Curso de redes de computador Parte 2Curso de redes de computador Parte 2
Curso de redes de computador Parte 2
 
Apostila projetode redes
Apostila projetode redesApostila projetode redes
Apostila projetode redes
 
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fioAula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
 
Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis módulo i - aula 2
Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis   módulo i - aula 2Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis   módulo i - aula 2
Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis módulo i - aula 2
 
Fundamentos de Redes
Fundamentos de RedesFundamentos de Redes
Fundamentos de Redes
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
 
Conceitos de Banco de dados e SGBD
Conceitos de Banco de dados e SGBDConceitos de Banco de dados e SGBD
Conceitos de Banco de dados e SGBD
 
Sistema operacional introdução
Sistema operacional introduçãoSistema operacional introdução
Sistema operacional introdução
 
Aula - Internet
Aula - InternetAula - Internet
Aula - Internet
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
 
Aula 05 - Exercício de projeto - Projeto de Redes de Computadores
Aula 05 - Exercício de projeto - Projeto de Redes de ComputadoresAula 05 - Exercício de projeto - Projeto de Redes de Computadores
Aula 05 - Exercício de projeto - Projeto de Redes de Computadores
 

Destaque

Evolução das redes
Evolução das redes Evolução das redes
Evolução das redes
fredmi fred
 
A evolução da rede de computadores fredmi
A evolução da rede de computadores fredmiA evolução da rede de computadores fredmi
A evolução da rede de computadores fredmi
fredmi fred
 
Infraestrutura e Componentes de Redes de Dados
Infraestrutura e Componentes de Redes de DadosInfraestrutura e Componentes de Redes de Dados
Infraestrutura e Componentes de Redes de Dados
tiredes
 

Destaque (15)

Evolução das redes
Evolução das redes Evolução das redes
Evolução das redes
 
Redes de comunicação
Redes de comunicaçãoRedes de comunicação
Redes de comunicação
 
A evolução da rede de computadores fredmi
A evolução da rede de computadores fredmiA evolução da rede de computadores fredmi
A evolução da rede de computadores fredmi
 
A importância da Engenharia de Processos para o Desenvolvimento Sustentável n...
A importância da Engenharia de Processos para o Desenvolvimento Sustentável n...A importância da Engenharia de Processos para o Desenvolvimento Sustentável n...
A importância da Engenharia de Processos para o Desenvolvimento Sustentável n...
 
Historia das redes de computadores
Historia das redes de computadoresHistoria das redes de computadores
Historia das redes de computadores
 
Case 006 Rádio de Comunicação - Voz, Dados e Imagem
Case 006 Rádio de Comunicação - Voz, Dados e ImagemCase 006 Rádio de Comunicação - Voz, Dados e Imagem
Case 006 Rádio de Comunicação - Voz, Dados e Imagem
 
L3m4 marco civil
L3m4 marco civilL3m4 marco civil
L3m4 marco civil
 
Marco Civil da Internet e Direitos dos cidadãos e consumidores
Marco Civil da Internet e Direitos dos cidadãos e consumidoresMarco Civil da Internet e Direitos dos cidadãos e consumidores
Marco Civil da Internet e Direitos dos cidadãos e consumidores
 
14-03-11_Marco-Civil-Da-Internet
14-03-11_Marco-Civil-Da-Internet14-03-11_Marco-Civil-Da-Internet
14-03-11_Marco-Civil-Da-Internet
 
Marco Civil da Internet
Marco Civil da InternetMarco Civil da Internet
Marco Civil da Internet
 
O Marco Civil da Internet
O Marco Civil da InternetO Marco Civil da Internet
O Marco Civil da Internet
 
Mídias sociais e a evolução da comunicação
Mídias sociais e a evolução da comunicaçãoMídias sociais e a evolução da comunicação
Mídias sociais e a evolução da comunicação
 
Infraestrutura e Componentes de Redes de Dados
Infraestrutura e Componentes de Redes de DadosInfraestrutura e Componentes de Redes de Dados
Infraestrutura e Componentes de Redes de Dados
 
Fundamentos de Redes de Computadores parte 1
Fundamentos de Redes de Computadores parte 1Fundamentos de Redes de Computadores parte 1
Fundamentos de Redes de Computadores parte 1
 
Geografia11ºano
Geografia11ºanoGeografia11ºano
Geografia11ºano
 

Semelhante a Histórico e importância de redes de comunicação

Aula 01 introdução a redes - apresentação e introdução
Aula 01   introdução a redes - apresentação e introduçãoAula 01   introdução a redes - apresentação e introdução
Aula 01 introdução a redes - apresentação e introdução
Robson Ferreira
 
Evolução histórica
Evolução histórica Evolução histórica
Evolução histórica
fredmi fred
 
Rct 1 - histórico e evolução das redes de telecomunicações e de computadores
Rct   1 - histórico e evolução das redes de telecomunicações e de computadoresRct   1 - histórico e evolução das redes de telecomunicações e de computadores
Rct 1 - histórico e evolução das redes de telecomunicações e de computadores
Universal.org.mx
 
Apostila sistematelefonico
Apostila sistematelefonicoApostila sistematelefonico
Apostila sistematelefonico
sartur
 

Semelhante a Histórico e importância de redes de comunicação (20)

Aula 01 introdução a redes - apresentação e introdução
Aula 01   introdução a redes - apresentação e introduçãoAula 01   introdução a redes - apresentação e introdução
Aula 01 introdução a redes - apresentação e introdução
 
Redes De Computadores
Redes De ComputadoresRedes De Computadores
Redes De Computadores
 
Introdução-a-Redes-01-2023.pptx
Introdução-a-Redes-01-2023.pptxIntrodução-a-Redes-01-2023.pptx
Introdução-a-Redes-01-2023.pptx
 
IRL - Aula 1
IRL - Aula 1IRL - Aula 1
IRL - Aula 1
 
Histórico das comunicações, teleprocessamento e tipos de processamento
Histórico das comunicações, teleprocessamento e tipos de processamentoHistórico das comunicações, teleprocessamento e tipos de processamento
Histórico das comunicações, teleprocessamento e tipos de processamento
 
Redes Teórico - Capítulo 02 Tanenbaum
Redes Teórico - Capítulo 02 TanenbaumRedes Teórico - Capítulo 02 Tanenbaum
Redes Teórico - Capítulo 02 Tanenbaum
 
Tic
TicTic
Tic
 
Slide informática
Slide informáticaSlide informática
Slide informática
 
Trabalhoredes
TrabalhoredesTrabalhoredes
Trabalhoredes
 
Redes fibras ópticas
Redes fibras ópticasRedes fibras ópticas
Redes fibras ópticas
 
Comunicaç...Ppt1
Comunicaç...Ppt1Comunicaç...Ppt1
Comunicaç...Ppt1
 
Undersea Fiber Communications
Undersea Fiber CommunicationsUndersea Fiber Communications
Undersea Fiber Communications
 
Evolução histórica
Evolução histórica Evolução histórica
Evolução histórica
 
Rct 1 - histórico e evolução das redes de telecomunicações e de computadores
Rct   1 - histórico e evolução das redes de telecomunicações e de computadoresRct   1 - histórico e evolução das redes de telecomunicações e de computadores
Rct 1 - histórico e evolução das redes de telecomunicações e de computadores
 
Apostila sistematelefonico
Apostila sistematelefonicoApostila sistematelefonico
Apostila sistematelefonico
 
Redes i aula 01
Redes i   aula 01Redes i   aula 01
Redes i aula 01
 
FIBRA ÓPTICA TECNOLOGIA GPON
FIBRA ÓPTICA TECNOLOGIA GPONFIBRA ÓPTICA TECNOLOGIA GPON
FIBRA ÓPTICA TECNOLOGIA GPON
 
Apresentação de trabalho sobre a internet
 Apresentação de trabalho sobre a internet Apresentação de trabalho sobre a internet
Apresentação de trabalho sobre a internet
 
intro Redes De Computadores -VersãoMiniGuia.pdf
intro Redes De Computadores -VersãoMiniGuia.pdfintro Redes De Computadores -VersãoMiniGuia.pdf
intro Redes De Computadores -VersãoMiniGuia.pdf
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
 

Mais de Bruno Cesar Silveira Emilio

Mais de Bruno Cesar Silveira Emilio (9)

Artigo Uber
Artigo UberArtigo Uber
Artigo Uber
 
Artigo - Crise Netflix
Artigo - Crise NetflixArtigo - Crise Netflix
Artigo - Crise Netflix
 
Artigo - Apple
Artigo - AppleArtigo - Apple
Artigo - Apple
 
Artigo - Compliance: Pirataria Corporativa
Artigo - Compliance: Pirataria CorporativaArtigo - Compliance: Pirataria Corporativa
Artigo - Compliance: Pirataria Corporativa
 
Compliance - Visão geral
Compliance - Visão geralCompliance - Visão geral
Compliance - Visão geral
 
Artigo - WhatsApp x Operadoras
Artigo - WhatsApp x OperadorasArtigo - WhatsApp x Operadoras
Artigo - WhatsApp x Operadoras
 
PDT Plano Diretor de Tecnologia da Informação
PDT  Plano Diretor de Tecnologia da InformaçãoPDT  Plano Diretor de Tecnologia da Informação
PDT Plano Diretor de Tecnologia da Informação
 
Peti plano estratégico de tecnologia da informação
Peti   plano estratégico de tecnologia da informaçãoPeti   plano estratégico de tecnologia da informação
Peti plano estratégico de tecnologia da informação
 
Tecnologia lte – 4 g
Tecnologia lte – 4 gTecnologia lte – 4 g
Tecnologia lte – 4 g
 

Último

Último (8)

ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdfAula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor SucroenergéticoConvergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 

Histórico e importância de redes de comunicação

  • 1. Histórico e Importância de Redes de Comunicação Bruno César Silveira Emilio Cristiano Scatena dos Santos Edvar Edilson Lima
  • 2. Sorocaba - SP MBA Engenharia de Redes e Telecomunicações Prof. Me. Alessandro Jordão Bruno César Silveira Emilio Cristiano Scatena dos Santos Edvar Edilson Lima
  • 3. Evolução das Redes de Comunicação E
  • 4. • Em meados de 1746, Jean Antoine Nollet conduziu um dos primeiros experimentos documentados sobre a transmissão de impulsos elétricos. B
  • 5. • Em 1790 uma cadeia de torres foram espalhadas pela Europa, idealizado por Claude Chappe. • Essas torres consistiam no primeiro telégrafo. • Transmitiam mensagens visuais em até 160Km/h, através dos braços mecânicos que se posicionavam em até 90 posições diferentes. C
  • 6. • As torres se espalharam pela Europa e Norte da África • Cada país passou a investir no seu próprio sistemas de torres • Em 1822 os britânicos alcançaram velocidades de 300km/h • Essa rede de transmissão de telégrafos ópticos, podemos até classificá-la com a “Internet Mecânica da Europa” E
  • 7. • Samuel Morse percebeu que um impulso elétrico poderia ser mais rápido que o telégrafo óptico • Morse concebeu a ideia do seu invento em 1832, baseada em sinais elétricos. Cada caractere é composto de um código binário (formado por pontos e traços). • Em 24 de maio de 1844, foi transmitida a primeira mensagem de longa distância com telégrafo elétrico. 65 km de fios foram instalados, ligando Washington a Baltimore. B
  • 8. • 1858: O primeiro cabo telegráfico atravessa o Atlântico. • 5 de agosto de 1858 Londres e Nova York estavam conectados, porém 4 semanas depois a conexão foi perdida. • Após mais 2 tentativas, em 1862, Europa e América finalmente estavam conectadas via cabo. C
  • 9. • Padre Giovanni Caselli aproveita o princípio do telégrafo de Morse e inventa o Pantelégrafo • O Pantelégrafo transmitia imagens, através de um sistema de pêndulo e impulsos elétricos • É considerado o primeiro sistema de FAX E
  • 10. • Em 1876, Alexander Graham Bell e seu assistente Thomas Watson, obtêm a patente do telefone • Bell não conseguiu vender sua invenção para nenhuma grande empresa • Resolveu realizar pequenas apresentações para o público em busca de chamar atenção • Uma empresa de alarmes compra 12 telefones e cria a primeira mesa telefônica do mundo • Em pouco tempo as linhas telegráficas estavam trafegando voz, graças a invenção de Bell e Watson B
  • 11. • Radiocomunicação: em 1886 Heinrich Hertz provou experimentalmente, a analogia entre ondas de luz e elétricas. • Guglielmo Marconi, usando os fundamentos de James Maxwell e de Hertz, construiu o primeiro transmissor de rádio (1895). C
  • 12. • Fios de Ferro são substituídos por fios de Cobre • Mais caros • Porém conduzem melhor a eletricidade e alcançam distâncias maiores E
  • 13. • Em 4 de outubro de 1957, a Rússia colocava em órbita o Satélite Sputnik I. • O governo americano foi pego desprevenido e decidiu que isso nunca mais aconteceria. • Em 10 de junho de 1962 foi colocado em órbita o primeiro satélite ativo de comunicações - o Telstar 1 B
  • 14. • O governo americano cria a “Agência de Projetos e Pesquisa Avançada”, a ARPA. • Os grandes computadores das Universidades foram utilizados para as pesquisas • Porém com a necessidade de compartilhar os estudos, o governo colocou esses computadores em uma rede: a ARPANET. C
  • 15. • Em 1969 Leonard Kleinrock, foi convidado a supervisionar a implantação de um computador para controlar o tráfego da ARPANET • O “Interface Message Processor” mais parecia uma geladeira • Sua função era dividir o fluxo de dados em pequenos pacotes e enviá-los através das linha telefônicas • Em 2 de setembro de 1969 a INTERNET dava seu primeiro suspiro, quando aconteceu a troca de informações entre o IMP e o computador central da Universidade da Califórnia E
  • 16. • Experimentos paralelos, em 1956, Lawrence Curtis, em um trabalho de física para a faculdade, utilizou finas fibras de vidro e percebeu que conseguiria refletir uma imagem em curta distância. • Decidiu então juntar várias fibras para aumentar a capacidade, porém o resultado foi o oposto. A imagem despareceu. • Percebeu então que as fibras juntas dispersavam a luz, decidiu então revestir o feixe de fibras com um vidro mais claro e puro. • Assim nasceu o conceito da fibra óptica, usado a princípio por médicos, no gastroscópio. B
  • 17. • Em 1974 Robert Kahn e Vint Cerf desenvolveram o protocolo TCP/IP, revolucionando o modo como a rede de comunicava entre dispositivos. • Nos anos 80 apenas Universidades e órgãos governamentais possuíam acesso a internet. • Rebatizaram a rede para INTERNET. C
  • 18. • Em 1980, Tim Bernes Lee, consultor do CERN, desenvolve o ENQUIRE, com o objetivo de compartilhar seus projetos. • O ENQUIRE permitia que informações fossem adicionadas a um banco de dados compartilhado, não se assemelhava em nada com uma página WEB. • Após esse projeto, Lee imaginava se era possível desenvolver algo que permitisse armazenar dados em vários computadores. • Esse projeto recebeu o nome de Hipertexto. E
  • 19. • Lee costumava se referir ao Hipertexto como malha, mas ninguém entendia o conceito. • Buscando um nome melhor para sua invenção, Lee pensou em : - MOI: Mine of Information - TIM: The Information Mine • Por fim, encontrou em WWW – World Wide Web a expressão perfeita. • Em Dezembro de 1990, colocou em prática seus estudos e em poucos meses desenvolveu o navegador e o servidor. • Nascia assim a primeira WebPage. B
  • 20. • Lee renunciou os direitos de patente da www para garantir o crescimento da rede. “Se tivesse que acrescentar algo, e é patenteado tem que pagar uma taxa. A rede não teria expandido tanto e não estaríamos aqui agora.” Sir Tim Burnes Lee, History Documentary C
  • 21. • Anos depois a Corning Glass, montou uma equipe para aprimorar o processo de fabricação da fibra óptica. • Liderados por Donald Keck, foi adotada a sílica fundida para produzir o vidro. Processo que mais se assemelha ao usado hoje. E
  • 22.
  • 23. Um dos meio de transmissão de dados mais avançado que temos hoje, são as fibras submarinas. Essas fibras conectam os continentes trocando informações a velocidades inimagináveis. B
  • 24. Vídeo sobre Cabos Submarinos
  • 25. Meios de Transmissão mais utilizados C
  • 26. Transmissão de Dados • Ao nível mais baixo, todas as comunicações entre computadores, envolvem a codificação dos dados numa forma de energia e o envio dessa energia através de um meio de transmissão. • Meios de transmissão – Cabos de cobre – Fibra óptica – Rádio – Satélite – Micro-ondas – Infravermelhos – Laser Uso de voltagens para a transmissão de bits. C
  • 27. Cabos de Cobre • Meio mais usado para ligar computadores. • Vantagens – Boa condutividade. – Baixo custo. – Fácil instalação. • Desvantagens – Vulnerável ao ruído eletromagnético. E
  • 28. Fibra Óptica • Emissão de um impulso de luz através de uma fibra de vidro flexível. • Vantagens – Imunes a interferências eletromagnéticas. – Menores perdas. – Maior débito. • Desvantagens – Interfaces dispendiosas. – Resolução de problemas difícil. B
  • 29. Rádio • Utilização da radiação eletromagnética para transmissão de dados entre computadores a qual funciona numa determinada rádio frequência. • A dimensão da antena emissora/receptora determina o alcance da rede. • Não é necessária uma ligação física direta. • As redes wireless são um exemplo de aplicação. C
  • 30. Satélite • Utilizados para transmissão ao longo de grandes distâncias. Dois tipos em função da altura da órbita: – Geoestacionários – mantêm-se sincronizados com a rotação da Terra. Instalados a 36.000Km de altura. – Baixa Órbita Terrestre – Próxima dos 700Km. • Uma configuração em malha pode ser utilizada com os satélites de baixa órbita, permitindo uma cobertura permanente. E
  • 31. Micro-Ondas • Recurso à radiação eletromagnética em gamas de frequência para além daquelas utilizadas pela rádio ou televisão. • Uma transmissão micro-ondas pode ser direcionada, ao contrário do que acontece com as outras ondas. • Mais susceptíveis a interferências. A instalação é feita com linha de vista. B
  • 32. Infravermelhos • Tecnologia de radiação eletromagnética usada nos telecomandos. • Vantagens: – Boa segurança. – Ausência dos problemas de interferência. – Espectro não licenciado. • Desvantagens: – Limitada a distâncias curtas. – Transmissão em linha de vista ou por reflexão. C
  • 33. Laser • Um feixe de luz direcionado através do ar pode ser usado para transmitir dados. • A transmissão é feita em linha reta e não pode ser bloqueada. • Muito vulnerável a interferências por isso de uso limitado. E
  • 34. TIPOS DE REDES DE TRANSMISSÃO DE DADOS E COMUNICAÇÕES Uma rede consiste em diversos tipos de processadores que interligam e compartilham recursos entre si. Antigamente essas redes existiam principalmente dentro de escritórios (rede local), com o passar do tempo a necessidade de troca de informações aumentou, fazendo com que surgisse diversos outros tipos de Rede. B
  • 35. LAN – Rede Local Interligam computadores dentro de um mesmo espaço físico. Isso pode acontecer dentro de uma empresa, de uma escola ou dentro da sua própria casa. MAN – Rede Metropolitana Para uma empresa que possui dois ou mais escritórios na cidade e deseja que os computadores permaneçam interligados dentro de algumas dezenas de quilômetros. WAN – Rede de Longa Distância A Wide Area Network, consegue abranger uma área maior, como um país ou até mesmo um continente. B
  • 36. WLAN – Rede Local Sem Fio Rede Local Sem Fio. Esse tipo de rede conecta-se à internet e é bastante usado tanto em ambientes residenciais quanto em empresas e em lugares públicos. WMAN – Rede Metropolitana Sem Fio Versão sem fio da MAN, alcance de dezenas de quilômetros, sendo possível conectar redes diversas WWAN – Rede de Longa Distância Sem Fio Rede de Longa Distância Sem Fio, alcança diversas partes do mundo. C
  • 37. SAN – Rede de Área de Armazenamento Redes de Área de Armazenamento, utilizadas para fazer a comunicação de um servidor e outros computadores, ficando restritas a isso. PAN – Rede de Área Pessoal Redes de Área Pessoal, usadas para que dispositivos se comuniquem dentro de uma distância bastante limitada. Ex. Bluetooth e UWB. C
  • 38. A importância das redes de telecomunicações E
  • 39. Basear-se no antes e depois, no passado, presente e futuro da humanidade, um comparativo para os mais velhos de como era antes e como é agora, a incredulidade dos mais jovens de como podia se viver antigamente sem as redes de comunicações e recursos tecnológicos atuais. Hoje é possível se comunicar de variados tipos de redes sociais e troca de informações em tempo real, antigamente tão somente através de cartas, quando queria algo mais rápido utilizava-se do telegrama via telex. Dentre outras acessibilidades tecnológicas na rede de comunicações como a TV, Internet, Celulares etc. Temos: A solicitação de taxi via APP a assistir uma partida de futebol Espanhol via celular, de uma conversa via WhatsApp a uma compra ou pagamento via Internet Bank, de um trabalho acadêmico enviado via e-mail a uma cirurgia via webcam. E
  • 40. Atualmente, a cada dia que passa, somos cada vez mais necessitados de novas tecnologias de comunicações, estamos seguros e vulneráveis ao mesmo tempo. Porém, não podemos deixar de ver e aceitar a importância das Redes de Comunicação no presente e no futuro da humanidade. Podemos afirmar que dentre 10 situações que nos encontramos, ela estará presente na maioria delas. O ambiente corporativo é 100% dependente de redes de comunicação, com a troca de dados e voz. E
  • 41. B
  • 42. Tecnologia no Sistema Bancário B
  • 43. “ A web não é uma rede de computadores, a web é uma rede de pessoas.” B
  • 44. Referencias Bibliográficas: Fonte: http://web.fe.up.pt/~ssn/disciplinas/crc/redes-de-comunicacao.pdf Fonte / Matéria completa: http://corporate.canaltech.com.br/o-que-e/infra/lan- wlan-man-wan-pan-conheca-os-principais-tipos-de-redes/ Fonte: http://www-usr.inf.ufsm.br/~candia/aulas/espec/Aula_1_Historico.pdf Fonte: http://www.lanwan.com.br/Aulas_Senac/Tecnico_Redes_Noturno/Aula%200605201 0%20-%20Historia%20das%20redes.pdf Fonte: http://www.ufpa.br/dicas/net1/int-h199.htm Fonte: Documentário Maravilhas Modernas History Channel – Ep. Telecomunicações Vídeos: Discovery Channel AFP – Agence France-Presse