EDTED 2011 Brasília-DF Marketing digital: indo além do convencional!

1.256 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.256
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

EDTED 2011 Brasília-DF Marketing digital: indo além do convencional!

  1. 1. Resultados digitais devem gerar experiências reais. Marketing digital: indo além do convencional!
  2. 2. Definição <ul><li>O Marketing Digital é a forma de utilizar dos benefícios e avanços da tecnologia para: </li></ul><ul><li>divulgar e comercializar seus produtos; </li></ul><ul><li>conquistar novos clientes e; </li></ul><ul><li>melhorar a sua rede de relacionamentos. </li></ul>
  3. 3. Guerra do Vietnã X Marketing Digital Vamos contextualizar a realidade!
  4. 4. O que foi a Guerra do Vietnã? <ul><li>Guerra entre: </li></ul><ul><ul><li>Vietnã do Norte com apoio da União Soviética (Apoio Logístico); </li></ul></ul><ul><ul><li>Vietnã do Sul com apoio dos Estados Unidos (Apoio efetivo). </li></ul></ul><ul><li>Em 1965 os EUA envia tropas para o Vietnã do Sul, que se demonstrava incapaz de sustentar a guerra. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>O destaque foi o grande poder de fogo dos EUA: </li></ul><ul><li>bombardeios maciços; </li></ul><ul><li>armas químicas desfolhantes; </li></ul><ul><li>sabotagens da guerrilha; </li></ul><ul><li>quilômetros de sensores de fronteira de alta tecnologia; </li></ul><ul><li>sofisticado sistema de comunicação. </li></ul>Pontos importantes
  6. 6. Pontos importantes
  7. 7. O final da história? EUA perdeu a guerra! <ul><li>Estados Unidos abandona o Vietnã do Sul e a guerra; </li></ul><ul><li>Em 15 de janeiro de 1973, o presidente Nixon anunciou ao mundo a suspensão das operações ofensivas. </li></ul><ul><li>E o reconhecimento da derrota... </li></ul>
  8. 8. O final da história? EUA perdeu a guerra! <ul><li>“ Em primeiro lugar, nós não nos reconhecemos no Vietnã. Pensamos que estávamos entrando em uma nova Guerra da Coréia , mas este era um país diferente. Em segundo lugar, nós não conhecíamos nossos aliados sul-vietnamitas e conhecíamos ainda menos o Vietnã do Norte. Quem era Ho Chi Minh? Ninguém realmente sabia. Sendo assim, até que pudéssemos conhecer melhor nossos amigos e inimigos , e conhecer melhor a nós mesmos , nós deveríamos ter nos mantido fora deste negócio sujo. Era muito perigoso.&quot; </li></ul><ul><ul><li>General Maxwell Taylor, um dos principais arquitetos da guerra </li></ul></ul>
  9. 9. Lições do Pós Guerra <ul><li>  No Vietnã, o exército experimentou uma vitória tática e uma estratégia fracassada; </li></ul><ul><li>Os fatores sociais , culturais , políticos , humanos e históricos devem sempre sobrepor o fato militar ; </li></ul><ul><li>O sucesso não recai apenas num progresso militar, mas numa análise correta da natureza de um conflito em particular. </li></ul>
  10. 10. Lições aplicadas como princípios ao marketing digital <ul><li>  Nunca aplicar “receitas de bolo”, utilizando estratégias que deram certo com um cliente/case para outros; </li></ul><ul><li>Conhecer melhor a nós mesmos, concorrentes, parceiros e clientes; </li></ul><ul><li>Os fatores sociais, culturais, humanos e históricos devem sempre sobrepor o fator de tendências; </li></ul><ul><li>O sucesso não recai apenas em uma ação isolada ou ferramenta, mas numa análise completa das metas e da realidade do seu cliente. </li></ul>
  11. 11. Cada cliente, uma guerra diferente <ul><li>Como nós vamos lutar essa guerra? </li></ul><ul><li>Que tal começar pelas falhas dos EUA? </li></ul><ul><li>Mergulhe no mundo do seu cliente COM ele, para que assim, e somente assim possa saber inovar com maturidade; </li></ul>
  12. 12. Case de Links Patrocinados <ul><li>Primeiros seis (6) meses para mergulhar no mundo do cliente; </li></ul><ul><li>Inúmeras reuniões de mais de 4 horas analisando estratégias com os diretores da empresa; </li></ul><ul><li>Cada derrota um novo desafio, e cada desafio foi a força para superação; </li></ul><ul><li>Quase 2 anos como cliente e hoje a internet é a principal fonte de negócios da marca; </li></ul><ul><li>Mensuração COMPLETA ; </li></ul>
  13. 13. Case de Redes Sociais <ul><li>Visita em todas as lojas para conhecer o dia a dia e o relacionamento com os clientes; </li></ul><ul><li>Alinhamento com estilista e temas para tratar nas redes; </li></ul><ul><li>Proximidade da equipe de Social Media com toda equipe do cliente; </li></ul><ul><li>Hoje para a Triagem, o digital já não é mais um hot site, mas parte essencial em todas ações da empresa. </li></ul>
  14. 14. Case de Criação - LG Sistemas <ul><li>Análise de mercado, objetivos e comportamento do público da LG Sistemas; </li></ul><ul><li>Criação da rede social para profissionais de RH, focada em geração de conteúdo; </li></ul><ul><li>Lançamento no Rio de Janeiro e São Paulo no CONARH; </li></ul><ul><li>LG Sistemas vencedora do Prêmio Ser Humano com o Colabore Mais, na modalidade: Ações para Integração da Comunidade de RH </li></ul>
  15. 15. Case de Criação
  16. 16. Case de Criação
  17. 17. Case de Criação
  18. 18. A internet e o medo de ficar para trás Ao longo da história dos negócios, os pioneiros raramente vencem no final. Este padrão do segundo (ou terceiro, ou quarto) seguidor derrotar os primeiros desbravadores, aparece ao longo de toda a história das transformações.
  19. 19. Casos históricos <ul><li>Planilha de cálculos </li></ul><ul><ul><li>O VisiCalc foi a grande planilha de cálculos dos computadores pessoais, e onde está o VisiCalc hoje? </li></ul></ul><ul><ul><li>O Lotus 1-2-3 tomou o mercado da VisiCalc que posteriormente perdeu para o Excell; </li></ul></ul>
  20. 20. Casos históricos <ul><li>Jatos comerciais </li></ul><ul><ul><li>A Boeing não foi a pioneira nos jatos comerciais; </li></ul></ul><ul><ul><li>Quem começou foi a De Havilland, com o Cometa; mas a empresa perdeu terreno quando um de seus primeiros jatos explodiu em pleno ar; </li></ul></ul><ul><ul><li>A Boeing mais lenta no aspecto mercadológico, investiu em construir os jatos mais seguros e confiáveis. </li></ul></ul>
  21. 21. Casos históricos <ul><li>Provedores de internet </li></ul><ul><ul><li>A Compuserve (criadora do formato GIF) e a Prodigy foram as primeiras a explorar a internet, onde estão hoje? </li></ul></ul><ul><ul><li>A AOL tomou conta logo depois destas empresas. </li></ul></ul>
  22. 22. Casos históricos <ul><li>Provedores de internet </li></ul><ul><ul><li>A Compuserve (criadora do formato GIF) e a Prodigy foram as primeiras a explorar a internet, onde estão hoje? </li></ul></ul><ul><ul><li>A AOL tomou conta logo depois destas empresas; </li></ul></ul>
  23. 23. Conclusão <ul><li>Que possamos ser como os soldados do Vietnã foram, simples e coerentes, conhecendo o território e as fraquezas do “inimigo”; </li></ul><ul><li>Que não sejamos como os EUA, trabalhando com a sensação de invencibilidade por ter a melhor ferramenta ou inovação; </li></ul><ul><li>Que sejamos como a Boeyng, preocupada com a duração e o sucesso do produto e não em ser o pioneiro. </li></ul>
  24. 24. Obrigado! Bruno Bueno Twitter: @bamboobrasil Facebook: facebook.com/bamboobrasil Website: agenciabamboo.com.br Twitter: @brunobvbrasil LinkedIn: http://br.linkedin.com/in/brunobuenovieira E-mail: bruno@agenciabamboo.com.br

×