Guaianás 128

350 visualizações

Publicada em

Jornal Guaianás e Cidade Tiradentes Edição 128

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
350
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
248
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guaianás 128

  1. 1. T i r a g e m 3 0 m i l - w w w . f b . c o m / F o l h a It a i m C u r u c a - T e l . : ( 1 1 ) 2 0 3 1 - 2 3 6 4 - r a l e s t e @ g m a i l . c o m 30 DE SETEMBRO DE 2015ANO 7 / Nº 128 SÃO PAULO DISTRIBUIÇÃO GRATUITA GUAIANÁS & CIDADE TIRADENTES Educação Líder Comunitário de Cidade Tiradentes recebe Titulo de Cidadão Paulistano Fundação Casa em Guaianases tem nova fuga, a terceira em nove dias Atualidade Prefeitura no Bairro agiliza a entrega de mais de 800 títulos de moradias em Cidade Tiradentes Solenidade torna São Paulo, oficialmente, uma das seis cida- des-sedes olímpicas; a capital paulista receberá oito seleções para 10 partidas de futebol O prefeito da cidade de São Geraldo Alckmin e Haddad assinam contrato de cidade-sede do futebol da “Rio-2016” Paulo Fernando Haddad e o go- vernador Geraldo Alckmin as- sinaram nesta quarta-feira, 30, o contrato que torna São Paulo, oficialmente, uma das seis cida- des-sedes... leia na pág 05 Avelázio Jacobina recebeu a homenagem da Câmara Mu- nicipal de SP por iniciativa do vereador Adolfo Quintas Na quinta-feira (24/09), o vereador Adolfo Quintas en- tregou ao líder comunitário e militante do PSDB, Avelázio da Silva Jacobina, o Título de Cidadão Paulistano na Câmara Municipal de São Paulo. Além de Quintas, participaram da homenagem os vereadores An- drea Matarazzo e Mario Covas Neto, Paulo Trofino, Francisco de Assis e a Maria Aparecida de Souza. Avélazio é conhecido por defender a cultura nordestina e trabalhar em defesa das comu- nidades carentes como a Cida- de Tiradentes. “Fico muito con- tente por poder conceder a essa personalidade forte o Título de Cidadão Paulistano. leia na pág 04 A ação integrada Prefeitura no Bairro agilizou a entrega de mais de 800 títulos de quitação final de imóveis da Companhia Metropoli- tana de Habitação (Cohab) em Ci- dade Tiradentes. Os postos móveis de serviços municipais realizaram 10 mil atendimentos na praça Ma- ria da Graça dos Reis, em frente ao terminal de ônibus do bairro. Leia na pág 04 Um adolescente estava com defensora pública quando pu- lou pela janela. É a terceira fuga do com- plexo em pouco mais de uma semana. Um adolescente do comple- xo de Guaianases da Fundação Casa,fugiu pela... leianapág07 Roldão inaugura nova loja na Cidade Tiradentes Contran publica resolução e fim da obrigatoriedade começa a valer. Decisão gera reclama- ções de quem comprou extintor ABC. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou no Diário Oficial da União no dia 18, a nova.. leia na pag 02 Extintor em carro passa a ter uso facultativo Atualidade O Atacadista Roldão, uma das maiores referências de auto serviço do País, inaugurou no último dia 23, quarta-feira, mais uma loja no bairro Cidade Tiradentes, no extremo da Zona Leste de São Paulo. A 21ª unida- de do Atacadista Roldão no Es- tado vai gerar 160 empregos di- retos e 120 indiretos e será mais uma opção de compra para os transformadores.. leia na pág 03
  2. 2. 2 BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Atualidades Bancas Ass. Educacional Brasil Para o Mun- do - Rua Arnaldo BonaVentura Banca do Sr Francisco-Ao lado do Clube Andre Vital Banca do Sr. João-Rua Nascer do Sol Banca Fabiana & Irmãos-Av. dos Me- talurgicos Banca Sr Gilberto-Av. dos Metalurgi- cos - Setor 65 Onde encontrar o jornal em Cidade Tiradentes Contran publica resolução e fim da obrigatoriedade começa a valer. Decisão gera reclamações de quem comprou extintor ABC. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou no Diário Oficial da União no dia 18, a nova resolução que torna facultativo o uso do extintor de incêndio em carros, caminho- netes, camionetas e triciclos de cabine fechadas, ou seja, a falta do equipamento não mais será considerada infração nem resul- tará em multa.O fim da obriga- toriedade do extintor para carros entra em vigor imediatamente com a publicação e a decisão ge- rou reclamações de quem com- prou o extintor do tipo ABC, que era previsto para ser obrigatório a partir de 1º de outubro.A en- tidade justifica que os carros atuais possuem tecnologia com maior segurança contra incêndio e, além disso, o despreparo para o uso do extintor poderia causar mais perigo para os motoristas. Caso os usuário optem por uti- lizar extintor nestes veículos, o item de segurança deve ser do tipo ABC a partir de 1º de ou- Extintor de incêndio em carro passa a ter uso facultativo tubro, informa o Contran.O equipamento continuará sen- do exigido no país apenas para caminhões, caminhão-trator, micro-ônibus, ônibus e veículos destinados ao transporte de pro- dutos inflamáveis. Além disso, está mantida a exigência o ex- tintor do tipo ABC para estes veículos, que começa a vigorar em 1º de outubro. Muita gente trocou o extin- tor A medida foi anunciada pouco antes de começar a valer a obrigatoriedade dos extinto- res do tipo ABC, prevista para 1º de outubro. Quem não fizes- se a substituição poderia ser multado.O CONTRAN havia decidido pelo uso desse tipo de equipamento porque ele com- bate o fogo em mais tipos de materiais do que o do tipo BC, que equipava carros até alguns anos atrás.Exigência de troca de extintor pelo tipo ABC levou a correria às lojas, falta do produ- to e denúncias de preços exorbi- tantes e de fraude. A exigência da troca começou a valer em 1º janeiro deste ano e provocou correria às lojas no fim do ano passado, resultando emfalta do produto e denúncias de preços exorbitantes e de venda de equi- pamentos vencidos “maquia- dos” como novos. Com isso, ela foi adiada para abril, para que as fabri- cantes conseguissem aumentar a produção e atender à deman- da, Mas o extintor continuou em falta em diversas cidades e houve novos adiamentos.De- pois da terceira e última pror- rogação do prazo, para outubro, o CONTRAN realizou reuniões e ouviu dos fabricantes que era necessário um tempo maior, de cerca de 3 a 4 anos, para aten- der à demanda. Porém, segun- do o presidente do conselho, essa justificativa já estava sen- do dada pelas indústrias há 11 anos. E foi decidido o fim da obrigatoriedade para carros. Estudos e pesquisas realiza- das pelo Denatran constataram que as inovações tecnológicas introduzidas nos veículos resul- taram em maior segurança con- tra incêndio, afirma a nota. O subprefeito da Sé, Al- cides Amazonas recebeu cen- tenas de lideranças comunitá- rias, sindicalistas e políticos em um animado churrasco no CMTC Clube para comemo- rar mais um aniversário desta liderança da Zona Leste, que se tornou personalidade de toda cidade ao ser designado para administrar a maior sub- prefeitura da cidade. Apesar da noite fria e chu- vosa, os amigos do Amazonas compareceram em peso, su- perlotando o salão principal do velho clube dos funcio- nários da CMTC e o estacio- namento. O churrasco e a cerveja estava ao alcance de todos convidados e o ambien- te festivo era animado por um agradável grupo musical. Amazonas fez questão de cumprimentar a todos, pas- sando a circular por todas as mesas e ao final do evento discursou aos presentes e nos concedeu uma rápida entre- vista: Jornal: Amazonas reali- zar uma festa de aniversário Aniversário do Amazonas reúne grande número de lideranças no CMTC Clube como esta, cheia de lideranças e debaixo de chuva e frio é uma grande demonstração de força política, isto sugere que você está se preparando para se candidatar nas próximas eleições? Amazonas: Eu costumo di- zer que todos que temos vida pública temos que saber esta- belecer prioridades em nossas vidas e neste momento a mi- nha única ocupação tem sido me dedicar de corpo e alma na administração da Subpre- feitura da Sé. Agora no ano que vem, se for uma para for- talecer o prefeito Haddad e o meu partido PCdoB, eu estarei aceitando o desafio de concor- rer a num novo mandato.
  3. 3. 3BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Destaque Local As matérias publicadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam necessariamente a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. Diretor e Chefe de Redação: Divaldo Rosa MTb: 42.488 • Jornalista (fl): Silmara Galvão Nunes • Diretor em Cidade Tiradentes: Pastor Odair Bento • Designer: Ademir Rodrigues • Marketing e pós vendas: ArianeAndrade • Revisora: Prof. Suseli Corumba • Administração Financeira: Ademir Rodrigues • Distribuição: Mart Press Distrib.de Jornais • Redação e Publicidade • Fone/Fax: 2031-2364 / 2513-0928 • Av. Guachos, 166 • Cep: 08030-360 • Vila Curuçá - SP - (fl = Freelancer). Bom Dia Guaianas & Cidade Tiradentes - Edição 128 - 2ª Quinzena de Setembro de 2015 GUAIANÁS & CIDADE TIRADENTES Associado a : Animais de circo com mais de 5 metros de altura, os ‘Gi- gantes de Ar’, serão a atração especial da semana das crianças nas Fábricas de Cultura Animais gigantes dos fa- mosos números de circo e seus amestradores, além dos palha- ços e trapezistas serão as atra- ções do espetáculo. A Fábricas de Cultura da Cidade Tiradentes receberá o espetáculo teatral infantil ‘Os Gigantes de Ar’, do Grupo Pia Fraus na semana que comemora o Dia das Crianças, que reúne palhaços, trapezistas e bonecos infláveis gigantes para divertir o público infantil no mês das Semana da Criança: Cidade Tiradentes recebe animais de circo crianças. Dirigido por Carla Candiot- to e Pia Fraus, o espetáculo é uma reunião de cenas inspira- das nas populares apresentações circenses de animais de circo e seus amestradores. Um elefante azul de 5 metros de altura, três girafas, leões e um casal de can- gurus infláveis gigantes se reú- nem com palhaços e trapezistas em uma atmosfera de humor e poesia circense, criando um verdadeiro ‘circo a céu aberto’. Com mais de 24 anos de existência, o Grupo Pia Fraus é um dos principais grupos de te- atro e circo em atuação no país. Em sua jornada, já se apresen- taram em diversos estados do Brasil e em mais de 17 países, sendo reconhecido em diversos prêmios nacionais e internacio- nais. O espetáculo teatral infan- til será apresentado em todas as unidades da Zona Leste das Fábricas de Cultura no mês de outubro. Após as apresentações do espetáculo nas Fábricas de Vila Curuçá e Itaim Paulista na última semana, na semana das crianças o espetáculo será apresentado na Fábrica Cidade Tiradentes no dia 9 e na Fábrica de Sapopemba no dia 10. E para quem não puder comparecer, a última apresentação dos gigan- tes infláveis acontecerá na uni- dade Parque Belém no dia 17 de outubro. Todos os espetáculos serão gratuitos e terão início às 14h30, com 1 hora de duração. A faixa SERVIÇO: Fábrica de Cultura Cidade Tiradentes - Espetáculo Teatral Infantil ‘Gigantes de Ar’ - Dia: 9 de outubro - Horário: a partir das 14h30 - Endereço: Rua Henriqueta NoguezBrieba, 281 - Tel: (11) 2556-3624 Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h às 21h - Sábados das 10h00 às 21h00 e Domingos das 10h00 às 17h00 Encontro será na próxima quinta, dia 1, às 19 horas. A nova subprefeita de Guaianases, Mara Gianetti realizará na próxima quinta-feira, dia 1 de outubro, ás 19 horas, no auditório do CEU Jambeiro, uma apresentação para os comercian- Subprefeita de Guaianases fará apresentação no CEU Jambeiro tes e representantes do terceiro setor que atuam na região. O encontro também servirá para que a comunidade em geral, possa conhecer os atuais e também os novos projetos que a região irá rece- ber até o final da atual gestão. O Atacadista Roldão, uma das maiores referências de auto serviço do País, inaugurou no último dia 23, quarta-feira, mais uma loja no bairro Cidade Tira- dentes, no extremo da Zona Les- te de São Paulo. A 21ª unidade do Atacadista Roldão no Estado vai gerar 160 empregos diretos e 120 indiretos e será mais uma opção de compra para os trans- formadores e consumidores fi- nais da região. O Jornal Guaianás & Cidade Tiradentes esteve presente, atra- vés do nosso parceiro Vanderley do CidTiradentes.com que fez a seguinte entrevista com Alexan- dre Primo Battaglini, diretor de Marketing do Roldão. Jornal: O que fez o Roldão decidir montar esta loja na Cida- de Tiradentes? Alexandre– A idéia é trazer para o bairro uma nova propos- ta, novos produtos, atendimento diferenciado e preços realmen- te baixos, tanto para quem faz as compras para casa, família como para os comerciantes locais donos de restaurantes, pizzarias,bares e lanchonetes. A partir de hoje eles vão ter uma nova opção para abastecer o seu negócio ou seu lar, com preços e diversidade de produtos muito mais vantajosos em um só lugar bem pertinho deles. Jornal - Em questão de em- prego e economia, o que o Roldão vai acrescentar ao bairro? Alexandre - O roldão está fazendo 15 anos, o roldão é uma empresa familiar, onde os donos começaram vendendo linguiça em um fusca até chegarem à primeira loja ,que hoje virou essa grande rede. E quando abrem uma nova loja temos como prioridade con- tratar pessoas que moram no bair- ro, esses novos funcionários já conhecem o bairro,seu vizinho e seus hábitos e desta forma o aten- dimento se torna melhor. Jornal - CRISE - O Roldão foi ousado em abrir essa nova unidade nessa época de crise? Ou já estava no cronograma? Alexandre -Nesse cenário de- licado que o país está passando, o Roldão pesando em seus clientes, onde muitos da classe “C” aca- baram voltando para classe “D”, continuará a dar o poder de com- pra a esses clientes. Se ele pegar o que ele gasta em outro concorren- te e comprar aqui ele vai ter uma economia de 15 á 20%. É uma forma que o roldão achou para proporcionar aos cliente o poder de compra . Jornal - O que a população pode esperar do Roldão na ques- tão de atendimento? Alexandre - Um dos pilares do roldão é na contratação de pessoas do bairro, para criar essa proximidade com o consumidor, não queremos vender apenas uma vez e sim vender sempre,cliente bem atendido,satisfeito e voltan- do sempre. A população pode esperar além de preços baixos, um ótimo e rápido atendimen- to, e uma gama muito grande de produtos. O interesse do Roldão é que os nossos clientes prospe- rem e eles prosperando nós tam- bém vamos crescer. A cidade Tiradentes,as dona de casa e os pequenos comerciantes agora um novo parceiro. Roldão inaugura nova loja na Cidade Tiradentes etária é livre e 290 ingressos serão distribuídos gratuitamen- te na recepção das Fábricas de Cultura uma hora antes das apresentações. Alexandre Primo Battaglini, diretor de Marketing do Roldão ROLDÃO CID TIRADENTES: Rua Inacio Monteiro, 8 - Cidade Tiradentes - Tel.: 2075-7980 - E-Mail: atendimento22@roldao.com.br
  4. 4. 4 BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 As matérias publicadas nesta página são de exclusiva responsabilidade do site cidtiradentes.com Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. No dia 4 de outubro, das 10 às 15h, alunos da Faculdade de Odontologia da Unicaste- lo, campus São Paulo, partici- parão de um evento realizado pela sede da Igreja Evangélica União Pentecostal, em Guaia- nases, para prestar auxílio odontológico, gratuito, durante a comemoração antecipada ao Dia das Crianças. Na ocasião, os alunos farão avaliações dentárias e darão orientações de higiene bucal à toda comunidade local, além de encaminhar, posteriormente, casos específicos à Clínica de Odontologia da Universidade. Avelázio Jacobina recebeu a homenagem da Câmara Mu- nicipal de SP por iniciativa do vereador Adolfo Quintas Na quinta-feira (24/09), o vereador Adolfo Quintas en- tregou ao líder comunitário e militante do PSDB, Avelázio da Silva Jacobina, o Título de Cidadão Paulistano na Câmara Municipal de São Paulo. Além de Quintas, participaram da homenagem os vereadores An- drea Matarazzo e Mario Covas Neto, Paulo Trofino, Francisco de Assis e a Maria Aparecida de Souza. Avélazio é conhecido por defender a cultura nordestina e trabalhar em defesa das co- munidades carentes como a A ação integrada Prefeitura no Bairro agilizou a entrega de mais de 800 títulos de quitação final de imóveis da Companhia Metropolitana de Habitação (Co- hab) em Cidade Tiradentes. Os postos móveis de serviços muni- cipais realizaram 10 mil atendi- mentos na praça Maria da Graça dos Reis, em frente ao terminal de ônibus do bairro. Em visita ao bairro a vice prefeita Nádia Campeão defen- deu a importância da aproxima- ção da administração municipal com a população dos bairros. “Nesta semana fizemos mui- ta coisa em Cidade Tiradentes, porque demos prioridade a quem mais precisa. A equipe de habita- ção esteve aqui e fez um trabalho Prefeitura no Bairro agiliza a entrega de mais de 800 títulos de moradias em Cidade Tiradentes Postos móveis realizaram 10 mil atendimentos na praça Maria da Graça dos Reis, em frente ao terminal de ônibus do bairro inédito com 1500 atendimentos e vai continuar na subprefeitura, porque temos 40 mil unidades da Cohab em Cidade Tiradentes”, afirmou Nádia Campeão. Com os resultados positivos verificados na ação Prefeitura no Bairro, o atendimento da Cohab no bairro se tornará permanente, em um posto avançado na sub- prefeitura de Cidade Tiradentes. Trata-se de uma iniciativa inédita para agilizar a regularização dos imóveis de habitação popular. A entrega dos títulos de quita- ção aconteceu ao longo da sema- na, por meio de uma parceria en- tre a Cohab e a subprefeitura, que auxiliou na comunicação com as famílias que teriam o documento disponibilizado. “Eu queria cha- mar a atenção para a importância deste documento, que é emitido depois que a pessoa termina de pagar o imóvel. Sem ele, a Cohab continua com a propriedade do imóvel e a pessoa, apesar de ter quitado, fica desprotegida com relação ao seguro e também às garantias para herdeiros e fami- liares”, explicou João Abukater, presidente da Cohab. Após a visita à praça de aten- dimento, Nádia Campeão visto- riou as obras do projeto Florestan Fernandes, em que o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra Leste 1 estão construindo 396 unidades habitacionais em muti- rão de auto-gestão, pelo progra- ma Minha Casa Minha Vida, do governo federal. Alunos de Odontologia participam de evento em comemoração ao Dia das Crianças Para o prof. Milton Satou- iquiMasuda, coordenador do curso, a ação trará uma experi- ência importante para os alunos. “Será uma ótima oportunidade para o corpo discente ter conta- to com o diagnóstico preventivo para diversas áreas das doenças bucais. Com certeza contribuirá para o aumento do conhecimen- to acadêmico”, disse o docente. A sede da Igreja Evangélica União Pentecostal está locali- zada na rua Igarapé Mirim 54, Vila Chabilândia, Guaianases, São Paulo. O evento é aberto ao público. Líder Comunitário de Guaianases recebe Titulo de Cidadão Paulistano Cidade Tiradentes. “Fico muito contente por poder conceder a essa personalidade forte o Tí- tulo de Cidadão Paulistano. Temos que homenagear pes- soas como o Avelázio que são de origem simples, mas lutam por um bairro melhor, por mais qualidade de vida”, afirmou o vereador Adolfo Quintas. Avelázio nasceu na cida- de de Saúde, Estado da Bahia. Em 1960 chegou a São Paulo, acompanhado de sua Mãe Fran- cisca da Silva quando tinha três anos de idade, vieram em uma Maria Fumaça, demorando 10 dias de viagem, o destino era o norte do Paraná, mas acabaram ficando em São Paulo indo mo- rar no bairro de Ermelino Ma- tarazzo, na Av. Paranaguá, onde passou sua infância e juventude. Seu primeiro emprego foi na Padaria Central de Erme- lino, Avelázio sempre lutou pelas causas sociais, em 1983, mudou-se para o bairro Cida- de Tiradentes, na Cohab Inácio Monteiro, amigo próximo do saudoso Mario Covas, comba- teu muitas lutas em defesa de melhorias para o bairro. Ativista Sindical, Metroviá- rio, fundador do PSDB, enfren- tou muitas batalhas por mais qualidade de vida no bairro e na região. Foi através de sua luta a ligação de água na Vila Iolanda II, Serra Dágua e Vila Paulisti- nha, em Cidade Tiradentes.
  5. 5. 5BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Política Escreve VIVER EM SEGURANÇA Coronel Aquino Lopes Sistema prisional em colapso O aumento do encarcera- mento no Brasil tem atingido índices alarmantes. Temos a 4ª maior população carce- rária do mundo, com mais de 600 mil presos para uma oferta aproximada de 375 mil vagas. Ao invés de estan- car a criminalidade, estamos vendo que esse ambiente é favorável para articulações ilícitas crescentes valendo como uma verdadeira “uni- versidade do crime”. Em resumo, quase não existe ressocialização e os presos padecem em um sistema agredido pelo descaso e vio- lação das leis. O Brasil só perde para os EUA, China e Rússia e estamos falando de um problema em escala pla- netária. Acalentando os so- nhos dos jovens marginais, os símbolos de glamour, ostentação, falsa indepen- dência e autoestima inflada coroam a carreira criminal. A política carcerária preci- sa ser revista urgentemente focando com atenção a pos- sibilidade de impor penas alternativas, dentro de uma visão multidisciplinar que permita ao transgressor da lei recuperar seu status como cidadão, deixando o encar- ceramento para aqueles cri- minosos autores de delitos violentos ou de grande dano para a sociedade. Defenda- mos as futuras gerações. Emanuel de Aquino Lopes é Coronel da Reser- va da Policia Militar, Mes- tre em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, especializado em Direitos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas, membro do Núcleo de Projetos Estraté- gicos –ISAE Amazônia edo Luxembourg Brasil Business Council. (email: majaqui- no@yahoo.com.br) Minha atuação na vida pú- blica tem me levado a ambientes diversos. Um aspecto que se evi- dencia de forma gritante, confir- mando algo que eu já apontava na minha antiga função de jorna- lista, é a total ausência de negros em alguns espaços de poder, seja ele econômico ou político, des- Não somos gringos mascarando a farsa da democra- cia racial brasileira. Recentemente, estive em um evento que premiou as maiores empresas e os principais em- presários deste país. Como ide- alizador do fórum de desenvol- vimento econômico inclusivo ‘São Paulo Diverso’ e Secretário de Promoção da Igualdade Ra- cial da cidade de São Paulo fui acomodado na mesa das autori- dades. Sentei de frente para o go- vernador Geraldo Alckmin e do Presidente Interino da Re- pública, Michel Temer porque a presidenta Dilma estava em Nova York. Nesta mesa também estavam o Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e, ao meu lado, o presidente do Bradesco, Luís Carlos Trabuco, e o presidente executivo da Editora Três, Caco Alzugaray, além de outros dez ou quinze pesos pesados da eco- nomia nacional. Daquela mesa, eu era o único negro. Em todo o jantar, servido para mais de duzentas pessoas, contei somente mais um negro, o jornalista econômico Rosenildo Gomes Ferreira. Ou seja, após mais de um século da libertação dos escravizados, os espaços de poder econômico neste país continuam como nos tempos da colônia, hegemonicamente bran- cos. O que mais me chama aten- ção é o “pseudo” clima de nor- malidade que paira sobre esses ambientes. É como se tudo fosse normal, aliás a normalidade só é Maurício Pestana-Secretaria de Promoção Igualdade Racial Mauricio Pestana interrompida pela expressão de espanto, quando abro a boca e começo a conversar e as pessoas percebem que não tenho sotaque inglês, portanto não sou gringo, sou alguém que apenas repre- senta a metade da população deste país. A democracia se faz com inclusão e com reconhecimento. Por isso, as ações afirmativas e as cotas raciais são tão impor- tantes e necessárias para que em médio e longo prazo alterem a cor e a lógica colonial desses espaços de poder e, por ora, dis- farce um pouco mais nossa pro- funda e vergonhosa desigualda- de racial. Solenidade torna São Paulo, oficialmente, uma das seis cida- des-sedes olímpicas; a capital paulista receberá oito seleções para 10 partidas de futebol O prefeito da cidade de São Paulo Fernando Haddad e o go- vernador Geraldo Alckmin as- sinaram nesta quarta-feira, 30, o contrato que torna São Pau- lo, oficialmente, uma das seis cidades-sedes dos Jogos Olím- picos Rio 2016. A solenidade, realizada na Arena Corinthians, contou com a presença do pre- feito Fernando Haddad, do pre- sidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Geraldo Alckmin e Haddad assinam contrato de cidade-sede do futebol da “Rio-2016” Carlos Arthur Nuzman, do pre- sidente do Corinthians, Rober- to de Andrade, e do secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor, Ro- gério Hamam, representando o ministro dos Esportes, George Hilton. O contrato foi celebrado en- tre o Governo do Estado de São Paulo e o Comitê Organizador Rio 2016, e traz compromissos recíprocos para a realização da competição de futebol, princi- palmente, nas áreas de seguran- ça pública, saúde e mobilidade urbana. “Nós poderemos receber em São Paulo mais delegações do que na Copa do Mundo [re- alizada em 2014]. Bem prová- vel que isso aconteça, porque serão 42 modalidades, 206 pa- íses e 11 mil atletas. Esse é um dos maiores eventos mundiais e São Paulo fica muito feliz de receber os jogos e as delega- ções”, disse o governador. São Paulo receberá oito seleções olímpicas (masculi- nas e femininas) para 10 parti- das de futebol. Serão sete dias de jogos, com uma novidade: três deles com rodadas duplas. Os jogos serão realizados na Arena Corinthians, utilizada durante a Copa do Mundo de Futebol de 2014. Os jogos olímpicos serão realizados entre 5 e 21 de agos- to, mas a primeira partida de fu- tebol em São Paulo será no dia 3, antes da abertura oficial. Já o último jogo na capital será em 19 de agosto. A cidade vai se- diar seis jogos da primeira fase, dois das quartas de final, um da semifinal e um da disputa pela medalha de bronze. As seleções que irão jogar em São Paulo serão conhecidas até abril de 2016, mas o Brasil, que tem vaga garantida por se- diar os Jogos Olímpicos, tem grandes chances de disputar al- guns dos seus jogos na capital paulista, tanto com a seleção feminina quanto a masculina. O Governo do Estado, des- de a assinatura da Garantia Master Estadual (carta de in- tenções), assinada em 2008, e depois com a Lei do Ato Olím- pico, em 2010, se comprometeu a apoiar a realização dos jogos em São Paulo, valendo-se, in- clusive, do legado da Copa do Mundo de 2014. Como exem- plos, há o Centro Integrado de Comando e Controle Regional, que funciona como centro de coordenação de ações de segu- rança, a governança integrada e as oportunidades turísticas para o Estado. Os compromissos do Es- tado serão de reponsabilidade do Comitê Paulista das Olim- píadas 2016, que atuará como órgão planejador e executor das ações necessárias à operaciona- lização e realização do evento.
  6. 6. 6 BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Politica Primeiro foi a Internet grátis, por meio do Programa “WiFi Livre SP”, que apor- tou por lá em outubro do ano passado. Agora, novamente a Secretaria de Serviços mar- ca presença na Praça Kantuta (antiga Praça Padre Bento), na região do Pari, ao levar ilumi- nação para o local. Ao todo, são 19 luminárias com lâmpadas de vapor de sódio e duas pedonais, ao custo de R$ 67 mil, instala- das pelo Departamento de Ilu- Praça Kantuta ganha iluminação minação Pública (Ilume). A iluminação, que faz par- te do programa “Praças e Par- ques”, foi entregue oficialmente neste domingo (27/09) durante o lançamento do projeto Casa Latina – Cidadania nas Ruas da Kantuta, cujas ações envolvem oficinas de arte, pintura dos mu- ros, construção do mobiliário e rodas de conversa. Na cerimô- nia, estiveram presentes o se- Pedro Simão Secretário de Serviços Local é reduto de bolivianos, que promovem feira típica aos domingos desde 2002 cretário Simão Pedro, de Servi- ços, além do secretário-adjunto de Direitos Humanos, Rogério Sotilli. O projeto é a terceira ex- periência de ressignificação ur- bana prevista no Plano de Ocu- pação do Espaço Público pela Cidadania, iniciado em janeiro de 2014 pela Secretaria Mu- nicipal de Direitos Humanos e Cidadania, por meio da Coorde- nação de Promoção do Direito à Cidade. Antes de chegar à Kan- tuta, o plano foi implementado na Luz, no território do Progra- ma “De Braços Abertos”, pelo projeto “Cidadania nas Ruas da Luz – Casa Rodante”, e no Largo do Arouche, a partir do projeto Wikipraça. Localizada entre as ruas Pedro Vicente, Carnot e das Olarias, a praça, que passou a ser chamada de “Kantuta” em 2004, recebe todos os domingos cerca de 2 mil pessoas à procu- ra de uma feira organizada pela comunidade boliviana desde 2002. Nela, é possível encontrar desde quitutes típicos, como as salteñas, até instrumentos musicais de sopro, malhas e os bordados tradicionais do país. O nome “Kantuta” vem da flor que cresce no altiplano andino e que tem as cores verde, amarelo e vermelho, as mesmas da ban- deira da Bolívia.
  7. 7. 7BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Educação Um adolescente estava com defensora pública quan- do pulou pela janela. É a terceira fuga do com- plexo em pouco mais de uma semana. Um adolescente do com- plexo de Guaianases da Fun- Fundação Casa em Guaianases tem nova fuga, a terceira em nove dias dação Casa,fugiu pela janela na manhã de quarta-feira (23). É a terceira fuga em nove dias da unidade chamada Novo Ho- rizonte. De acordo com a assessoria de imprensa da Fundação, o menor era ouvido por uma de- fensora pública em uma sala fechada, quando se levantou, pulou pela janela e empreen- deu fuga. A defensora avisou um agente que fazia a segurança do lado de fora da sala, mas o jovem não foi recapturado. A Corregedoria Geral da Fundação Casa instaurou sin- dicância para apurar a fuga desta segunda. Fugas Na noite de segunda-feira (21) 33 adolescentes fugiram da mesma unidade em Guaia- nases. Nenhum foi recaptu- rado. A fuga anterior ocorreu na terça-feira(15), quando 28 internos escaparam e 11 foram recapturados. Segundo levantamento 133 adolescentes fugiram de uni- dades da Fundação Casa em menos de um mês. Desse total, apenas 32 foram recapturados. A Fundação Casa informou que há uma semana uma nova empresa responsável pela vigi- lância externa atua na unidade Guaianases. Em maio de 2015, a empre- sa Anviseg Segurança e Vigi- lância faliu e os postos de vigi- lância passaram a ser cobertos por funcionários da fundação em regime de hora extra. Uma licitação foi aberta e uma nova empresa contratada. Outra unidades da Capital seguem sem empresa de vi- gilância, mas a Fundação não divulgou quais por questão de segurança. Os vigilantes tomam conta da porta de entrada da funda- ção, cadastrando as informa- ções dos visitantes e verifican- do a possibilidade de entrada com a diretoria. Na terça-feira (22), o go- vernador Geraldo Alckmin disse que parte das instala- ções terá reforço na seguran- ça. “Pedimos à Secretaria de Segurança Pública que em alguns locais em que a Fun- dação tem maior vulnerabili- dade, uma presença maior da polícia”, disse. De acordo com Alckmin, a própria fundação vem cui- dando da segurança, o que não ocorria. “Nós tivemos uma empresa de segurança que fa- liu (em maio) e aí a Fundação Casa está fazendo essa segu- rança com seus próprios fun- cionários, até contratar uma nova empresa”.
  8. 8. 8 BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Meio Ambiente Conservar a biodiversidade brasileira e, ao mesmo tempo, gerar renda e assegurar os modos de vivência das comunidades tra- dicionais e dos agricultores fami- liares. Esse é o principal objetivo do projeto lançado na segunda- -feira (28), em Brasília, pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Vários órgãos e instituições se uniram em torno do projeto, entre eles o Ministério do Meio Ambien- te, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o Serviço Florestal Brasileiro (SFB). Além deles, integram o projeto, o Programa das Nações Unidas para o Desen- volvimento (PNUD), os ministé- rios do Desenvolvimento Social (MDS), Desenvolvimento Agrá- rio (MDA) e Agricultura (Mapa), a Companhia Nacional de Abas- tecimento (Conab), e organismos da sociedade civil. Os recursos são do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF). Políticas públicas Ao longo da execução do Embrapa lança projeto com foco em proteção ambiental e renda projeto “Integração da conser- vação da biodiversidade e uso sustentável nas práticas de pro- dução de produtos florestais não madeireiros e sistemas agroflo- restais em paisagens florestais de usos múltiplos de alto valor para a conservação” serão geradas também informações para subsi- diar o aprimoramento de políticas públicas de uso sustentável e con- servação da biodiversidade. O projeto será executado em três biomas brasileiros: Amazô- nia, Caatinga e Cerrado. Nestes, foram selecionadas áreas de com- provada importância para a biodi- versidade global e que estão sob ameaça pelo aumento da pressão do uso da terra, com práticas agrí- colas e pecuárias que degradam o ambiente, como, por exemplo, o desmatamento, o mau uso do fogo e a monocultura. A proposta do projeto é faci- litar a troca destas práticas agrí- colas não sustentáveis por novas abordagens, que conservem a biodiversidade das paisagens e, ao mesmo tempo, assegurem ren- da e ocupação às famílias.
  9. 9. 9BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Propaganda
  10. 10. 1 0 BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Feminissima A televisão roubando o convívio do casal no quarto, o excesso de tempo nas redes sociais e WhatsApp e até uma alimentação inadequada podem prejudicar o casal. Não é todo dia que um casal se sente disposto para trocar ca- rícias e deixar o romance rolar, como se nada mais importasse. Contas para pagar, problemas no trabalho, desgaste emocio- nal e outros fatores são desesti- mulantes. Outros detalhes bem mais banais também podem atrapalhar a vida sexual do ca- sal, como a presença de uma Coisas banais que atrapalham o sexo, mas os casais ignoram simples televisão no quarto. Muitas vezes, esses pequenos descontentamentos mascaram um problema mais profundo no relacionamento, como a falta de diálogo. Se o casal não conver- sa sobre as atitudes e comporta- mentos desagradáveis, qualquer coisa vira desculpa para deixar o sexo e as carícias de lado. Daí para se acostumar a uma relação morna e sem graça é um pulo. As pessoas têm que pensar que toda relação precisa ser praze- rosa para ambos, mesmo que o orgasmo não surja. Então, se você vai se deitar com alguém, tem que fazer valer a pena. Nin- guém tem que se contentar com uma relação mais ou menos. Por isso, vale prestar atenção a algumas atitudes rotineiras que se transformaram em obstácu- los para uma vida sexual ativa e prazerosa, como você pode ver a seguir. Noites mal dormidas Insônia e dificuldade para descansar à noite conseguem derrubar qualquer um. Se já fica complicado se concentrar no trabalho, que esperança pode restar para as relações sexuais, que demandam empenho e de- dicação do casal? Não há quem aguente. Uma pessoa que não dorme não consegue ter uma boa disposição. O dia dela vai ser muito mais cansativo, e isso interfere muito na relação sexual, principalmente para a mulher. Separados pelo celular Você passa o dia sem ver ou ter uma conversa de verdade com o parceiro. Então, ao che- gar à casa, ambos acabam se distraindo e se divertindo mais com conversas no WhatsApp com o feed das redes sociais, mesmo estando lado a lado. Se isso acontece com frequência, a conexão do casal vai ficando cada vez mais fraca – e o desejo sexual, naturalmente, segue o mesmo caminho. Lugar de tv não é o quarto Falando ou não sobre sexo, a simples ideia de ter uma tele- visão no quarto já pode ser con- siderada inadequada, mesmo se for para ver um filme mais romântico. Isso atrapalha a inti- midade do casal, o sono, as re- lações... Lugar de televisão é na sala, onde outras coisas podem ser discutidas – inclusive os problemas cotidianos, que não devem ser levados para o quarto de jeito nenhum. A libido morre pela boca A influência negativa de uma alimentação incorreta vai muito além do peso do prato no self-service. A libido também pode ser comprometida nessa brincadeira, principalmente se a dieta for combinada à baixa au- toestima. A alimentação inade- quada mexe com várias coisas, desde disposição até problemas emocionais. Se você come mui- to açúcar, por exemplo, você pode ter certo desânimo depois, porque é um alimento que dá uma agitação momentânea e de- pois te derruba. Neuras sobre o corpo Será que ele vai reparar na barriguinha um pouco mais flá- cida? E nessas estrias da coxa? Pode parecer besteira, mas mui- tos desses questionamentos pas- sam pela cabeça das mulheres antes e durante uma relação se- xual. Com tantas preocupações, é natural que o desejo fique mais uma vez prejudicado.
  11. 11. 11BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Universo Masculino Para ir incorporando a careca aos poucos ao visual masculino, existem alguns truques de mes- tre. Confira! Se é dos carecas que elas gostam mais, a gente não sabe. Mas, fato é: perder os fios é um dos nossos piores pesadelos. E, para ajudar, o tipo mais comum de calvíce, a chamada Alopecia Androgenética, atinge 50% dos homens. Ou seja: a chance de ver seus fios indo pelo ralo é bastan- te alta. E aí uma das alternativas é assumir com orgulho a careca. Não faltam exemplos de caras que levantam a bandeira com orgulho e transformaram a suas Versátil, essa peça é o corin- ga que todo homem precisa ter no guarda-roupas; aprenda quan- do usá-la e como montar um vi- sual cheio de estilo Qualquer um, em algum mo- mento na vida, já teve uma peça jeans no guarda-roupa. O jeans é o símbolo do vestuário casual e, já que versatilidade é a palavra de ordem, camisas feitas nes- se tecido são uma boa dica para compor visuais que vão do traba- lho até a balada. Sendo assim, nada mais natu- ral do que combinar uma camisa e calça jeans, certo? Usar esse vi- sual é uma dica para valorizar a postura e dar a impressão de con- tinuidade, ajudando quem quer ganhar alguns centímetros. Aqui, vale usar jeans com lavagens di- ferentes para o conjunto não fi- car monocromático. Como essa é uma fórmula bastante casual, é interessante pensar em sapatos menos formais, como botas. Outro bom par para a camisa Assuma de vez a careca! carecas em verdadeiros ícones de estilo: Bruce Willis, Jude Law, Ja- son Statham, Kelly Slater, Zinedi- ne Zidane. E, para ir incorporando a careca aos poucos ao visual, há alguns truques de mestre. Heróis da resistência Para quem já está com entradas e ainda conta com alguns fios fir- mes e fortes lá no topo da cabeça, a ilusão de ótica será sua fiel aliada nessa transição. Diminuir a altura das laterais do cabelo em relação os fios do topo sempre dará aquela sensação de volume. Nesse caso, é legal dar aquela bagunçada no cabelo para preencher de maneira mais natural as áreas que já estão a mostra. Para isso, use o secador e uma pomada de efeito seco. E esqueça os pentes de dentes fi- nos: eles unem os fios e contri- buem para aquele visual espeta- do, que deixa o couro cabeludo à mostra. Antes que você caia em desespero e tente puxar aquele fio sobrevivente lá da esquerda pra preencher o vazio da direita, parta para o Buzz Cut. Assuma de vez Porém, chega aquele mo- mento em que negar só vai ser pior e, antes que você caia em desespero e tente puxar aquele fio sobrevivente lá da esquerda pra preencher o vazio da direita, parta para o Buzz Cut.Esse corte consiste em raspar o cabelo bem rente ao couro cabeludo com a maquininha, deixando uma espé- cie de sombra. O legal desse es- tilo é combiná-lo a uma barba do mesmo comprimento, diminuin- do o contraste entre as áreas. E, para complementar, vale apostar numa marca pessoal, que desvie o foco de atenção. Vale apostar numa barba ou numa armação de óculos em cor e material diferen- te, por exemplo. È assim que elas gostam mais Como usar camisa jeans jeans são as bermudas de sar- ja. Trata-se de uma boa opção para quem quer estar um pou- co mais arrumado, sem passar tanto calor. A única restrição são os shorts esportivos. Em geral, eles são feitos de tecidos como o dry fit, por exemplo, que têm um caimento mais leve do que o jeans, deixando o visual mais “pesado” na parte superior do corpo. Mas, nem só de descontra- ção vive uma camisa jeans: ela também pode ser uma opção para o trabalho. Nesse caso, combiná-la com um blazer ou uma gravata dá um tom de formalidade que um ambiente empresarial pede. Para a casual Friday, ela também é uma boa pedida para continuar bem- -vestido, caso o programa ao final do expediente peça isso. Com essas dicas, agora é só escolher a camisa jeans per- feita para qualquer uma dessas ocasiões.
  12. 12. 1 2 BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 TV em Ação
  13. 13. 13BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Passatempo Passatempo
  14. 14. 1 4 BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Esporte
  15. 15. 15BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Esporte
  16. 16. 1 6 BOM DIA GUAIANAS & CID. TIRADENTES - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Esporte

×