Folha 245

38 visualizações

Publicada em

Jornal Folha do Itaim & Curuçá edição 245

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
38
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Folha 245

  1. 1. T i r a g e m 3 5 m i l - w w w . f b . c o m / F o l h a It a i m C u r u c a - T e l . : ( 1 1 ) 2 0 3 1 - 2 3 6 4 - r a l e s t e @ g m a i l . c o m 30 de Setembro de 2015ANO X / Nº 245 SÃO PAULO DISTRIBUIÇÃO GRATUITA A Arena Corinthians foi palco da maior celebração de amor Não somos gringos Minha atuação na vida pú- blica tem me levado a ambientes diversos. Um aspecto que se evi- dencia de forma gritante, confir- mando algo que eu já apontava na minha antiga função de jorna- lista, é a total ausência de negros em alguns espaços de poder, seja ele econômico ou político, desmascarando a farsa da demo- cracia racial brasileira. Recentemente, estive em um evento que premiou as maiores empresas e os principais empre- sários deste país. Leia na pag 06 Economia Politica Primeiro foi a Internet grátis, por meio do Programa “WiFi Livre SP”, que aportou por lá em outubro do ano passado. Agora, novamente a Secretaria de Serviços marca presença na Praça Kantuta (antiga Praça Pa- dre Bento), na região do Pari, ao levar iluminação para o local. Ao todo, são 19 luminárias com lâmpadas de vapor de sódio e duas pedonais, ao custo de R$ 67 mil, instaladas pelo Depar- tamento de Iluminação Pública (Ilume). A iluminação, que faz parte do programa... Leia na pag 04 Praça Kantuta ganha iluminação SUVIS Itaim Paulista: “Ambiente seguro, trabalhador saudável” No mês de Outubro, a SU- VIS - Supervisão de Vigilância Sanitária Itaim Paulista/Vila Curuçá, realizará a 5ª. SIPAT - Semana Interna de Prevenção de Acidentes. O evento será re- alizado entre os dias 01, 08, 15 e 22 do mês de outubro e com o encerramento no dia 26 no Par- que Ecológico Chico Mendes. A abertura do evento foi re- alizada no anfiteatro do CEU Parque Veredas, no Itaim Pau- lista. Leia na pag 10 Variedade A 1º Igreja Batista do Itaim Paulista presidida pelo pastor Ismael de Oliveira junto com o grupo de ação social e membros voluntários tem feito um bri- lhante trabalho para a comuni- 1º Igreja Batista do Itaim Pta ganha destaque em seus projetos sociais dade carente da região. A igreja tem diferentes pro- jetos sociais voltado para crian- ça, adolescente e adulto que moram nas imediações do tem- plo. Leia na pág 03 O subprefeito da Sé, Alci- des Amazonas recebeu cente- nas de lideranças comunitárias, sindicalistas e políticos em um animado churrasco no CMTC Clube para comemorar mais Aniversário do Amazonas reúne grande número de lideranças no CMTC Clube um aniversário desta liderança da Zona Leste, que se tornou personalidade de toda cidade ao ser designado para administrar a maior subprefeitura da cidade. Leia na pag 09 Neste sábado (26), a Arena Corinthians, em Itaquera, que foi palco da abertura da Copa de 2014 e templo alvinegro, casa do “Timão”, recebeu mais de 9000 pessoas que lotaram as ar- quibancadas do setor leste. Não era um jogo... Leia na pág 08
  2. 2. 2 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Atualidades Dr Sérgio Tiago OAB 166.621 A recém-inaugurada Esta- ção Ferraz de Vasconcelos, na Linha 11-Coral (Luz –Estudan- tes), completou 30 dias de ope- ração no último sábado, 26/9, e a satisfação dos usuários já pode ser comprovada: a nova unidade recebeu a mais, por dia útil, cerca de 2.000 passageiros no período. A estação provisória recebia cerca de 22 mil passageiros dia- riamente. Após a inauguração, o embarque diário frequentemen- Nova estação de Ferraz de Vasconcelos completa um mês com aumento de usuários te ultrapassa os 24 mil. Com in- vestimentos de R$ 41,8 milhões, a nova unidade tem 4.800 m² de área construída e está equipada com três elevadores e sete es- cadas rolantes, proporcionando mais conforto e segurança para os usuários. Diogo de Souza Botelho, de 26 anos, e há 20 morador do Itaim paulista, é um dos usuá- rios que voltou a utilizar a es- tação, após o novo prédio ser entregue. “Ficou bem melhor, inclusive os acessos. Acho que foi uma grande evolução para a cidade, precisávamos de uma estação assim”, afirmou. “A infraestrutura ficou muito boa. Realmente me surpreendi, po- sitivamente”, concluiu Botelho. Os moradores comemoram, principalmente, a nova passare- la, em área não paga, que liga os dois lados da cidade e que funciona por 24 horas. Além de ser coberta, iluminada e segura, possui escadas rolantes e eleva- dores que facilitam o desloca- mento e movimento intenso no centro comercial da cidade. “A travessia ficou muito boa, temos as escadas rolantes e elevadores que facilitam muito o acesso”, disse a aposentada Nélia Estrela de Aguiar, de 60 anos, que sem- pre morou em Ferraz de Vas- concelos. De acordo com ela, a estação nova melhorou 100% em relação à antiga. Os colaboradores da CPTM que trabalham na nova estação de Ferraz de Vasconcelos tam- bém compartilham da mesma alegria dos moradores e não escondem orgulho de atuar em uma estação moderna e acessí- vel. De acordo com o líder da Estação, Juarez Carlos Fonseca de Oliveira, que está na ferrovia há 28 anos e trabalhou nas duas estações (antiga e provisória) que antecederam a nova unida- de, “...muitos usuários vêm até aqui para só fazer fotos. Estou muito orgulhoso de fazer parte dessa história. Trabalhei no pri- meiro dia da inauguração e isso jamais esquecerei”. Dotada de todos os itens de acessibilidade, como elevado- res, comunicação em Braille, corrimãos e rampas adequadas, piso e rota táteis, a nova estação também dispõe de banheiros públicos comuns e exclusivos para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. A estrutura do novo prédio conta com plataformas cobertas, que utilizam telhas translúcidas para permitir o aproveitamento da iluminação natural, gerando economia de energia elétrica. O local também tem sistema de captação de água da chuva, que após tratamento, é utilizada na limpeza e banheiros da estação. A comunicação visual moder- na facilita o deslocamento dos usuários no interior do edifício, que também terá lixeiras para descarte de lixo comum e reci- clável. A estação conta com dois acessos: um pela Praça da Bí- blia e outro pela Praça da Inde- pendência. Cada acesso conta com duas escadas rolantes, uma fixa e um elevador. Essas duas praças também foram reurbani- zadas pela CPTM, bem como o viário do entorno. O local ga- nhou novo paisagismo, revitali- zando o centro. Para quem quer fazer parte do percurso de bike, a estação Ferraz oferece um bicicletário gratuito com 136 vagas.
  3. 3. 3FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Destaque Local Diretor Executivo: Jornalistas (fl): Assistênte de Redação: Designer Gráfico Gerente Comercial: Representantes: Redes Sociais: Reporter Fotográfico(fl): Revisora: Administrativo Financeiro: Distrib./Logistica: Divaldo Rosa Silmara Galvão Nunes-MTb 51.096 Ariane Andrade Ademir Rodrigues João Victor e Eduardo Eduardo Rocha e Luciana Bruno Barreto Rosa Eduardo Rocha Prof. Suseli Corumba Ademir Rodrigues MULTI-Distrib.Jornais e Folhetos As matérias publicadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam necessariamente a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. REDAÇÃO E PUBLICIDADE Fone/Fax: 2031-2364 / 2513-0928 Av. dos Guachos, 166 - 08030-360-Vl.Curuçá–SP www.aconteceagora.com.br | E-mail: raleste@gmail.com CIRCULAÇÃO: Itaim Paulista, Vl Curuçá, Jd Camargo, Jd Oliveira, Encostra Norte, Jd Robrú, Um veículo do GRUPO ACONTECE de Jornais e Revistas Associado a: Ed. 245 - 2ª Quinz. Setembro de 2015 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ A 1º Igreja Batista do Itaim Paulista presidida pelo pastor Ismael de Oliveira junto com o grupo de ação social e membros voluntários tem feito um brilhante trabalho para a comunidade caren- te da região. A igreja tem diferentes proje- tos sociais voltado para criança, adolescente e adulto que moram nas imediações do templo. Um do grande destaque dos projetos sociais da igreja é o CE- CON- Centro de Convivência localizado no prédio à frente da igreja, em que atender cerca de 50 portadores de necessidades especiais, que são atendidos pe- los programas e não conta com ajuda financeira de órgãos públi- cos e são totalmente mantidos por pessoas comprometidas com as causas sociais, em sua maioria, membros da Batista. Segundo os coordenadores do projeto, o CE- CON tem como missão promover qualidade de vida oferecendo a eles oficinas, lazer, diversão e en- tretenimento em período integral promovendo sua ressocialização em um ambiente acolhedor. Todas as atividades do centro acontecem com a colaboração de voluntários da própria igreja. Além deste projeto a igreja também tem o CRI- Centro de Re- creação Infantil, Sopão da Madru- gada, Escola de Elétrica, Escola de skate, dentre outros. Pensando nisto para celebrar o próximo dia das crianças a pri- meira Igreja Batista esta aceitando doações de alimentos, vestuários e brinquedos. Todos os interessa- dos em ajudar poderão entrar em contato no endereço a seguir ou por telefone: Rua: Curicharas, 203 Bairro: Itaim Paulista 2561-1873 1º Igreja Batista do Itaim Paulista ganha destaque em seus projetos sociais Na última sexta (25), aconteceu no Itaim Paulista a reinauguração da Megalo- ja da Plastipel Embalagens, que mudou de endereço para poder servir melhor a região, contando agora com estacio- namento e instalações mais amplas. Na reinauguração a linda mesa e o delicioso co- Reinauguração da Plastipel Embalagens no Itaim quetel foram servidos com maestria pela equipe da Pa- daria Renascer aos convi- dados, amigos e equipe de funcionários da Plastipel. A nova loja está a 50 metros da antiga, localizada na Estrada Dom João Nery, 80. Eduardo Rocha
  4. 4. 4 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Politica VIVER Em Segurança Coronel Emanuel de Aquino O aumento do encarce- ramento no Brasil tem atin- gido índices alarmantes. Temos a 4ª maior popula- ção carcerária do mundo, com mais de 600 mil presos para uma oferta aproximada de 375 mil vagas. Ao invés de estancar a criminalida- de, estamos vendo que esse ambiente é favorável para articulações ilícitas cres- centes valendo como uma verdadeira “universidade do crime”. Em resumo, quase não existe ressociali- zação e os presos padecem em um sistema agredido pelo descaso e violação das leis. O Brasil só perde para os EUA, China e Rússia e estamos falando de um pro- blema em escala planetária. Acalentando os sonhos dos jovens marginais, os sím- bolos de glamour, osten- tação, falsa independência e autoestima inflada coro- am a carreira criminal. A política carcerária precisa ser revista urgentemen- te focando com atenção a possibilidade de impor pe- nas alternativas, dentro de uma visão multidisciplinar que permita ao transgressor da lei recuperar seu status como cidadão, deixan- do o encarceramento para aqueles criminosos autores de delitos violentos ou de grande dano para a socieda- de. Defendamos as futuras gerações. Sistema prisional em colapso Emanuel de Aquino Lopes é Coronel da Reserva da Policia Militar, Mestre em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, especializado em Di- reitos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas, membro do Núcleo de Proje- tos Estratégicos –ISAE Amazônia edo Luxembourg Brasil Business Council. Primeiro foi a Internet grátis, por meio do Progra- ma “WiFi Livre SP”, que aportou por lá em outubro do ano passado. Agora, nova- mente a Secretaria de Servi- ços marca presença na Praça Kantuta (antiga Praça Padre Bento), na região do Pari, ao levar iluminação para o lo- cal. Ao todo, são 19 luminá- rias com lâmpadas de vapor de sódio e duas pedonais, ao custo de R$ 67 mil, instala- das pelo Departamento de Iluminação Pública (Ilume). A iluminação, que faz parte do programa “Praças e Parques”, foi entregue oficialmente neste domingo Praça Kantuta ganha iluminação (27/09) durante o lançamen- to do projeto Casa Latina – Cidadania nas Ruas da Kan- tuta, cujas ações envolvem oficinas de arte, pintura dos muros, construção do mobi- liário e rodas de conversa. Na cerimônia, estiveram pre- sentes o secretário Simão Pe- dro, de Serviços, além do se- cretário-adjunto de Direitos Humanos, Rogério Sotilli. Pedro Simão Secretário de Serviços Local é reduto de bolivianos, que promovem feira típica aos domingos desde 2002 Com pêsames sinceros, o Grupo Acontece de Jornais e Revista lamenta o falecimento da Presidente da ONG “Sem- pre amigos Educacional de São Paulo”, Sandra Soares, no úl- timo domingo dia 27 e deixou saudades entre amigos e fami- liares. Sandra nasceu em 25/03/1962, sempre foi autênti- ca, de bem com a vida e com- prometida com as causas so- ciais, trabalhou na subprefeitura na gestão do ex-subprefeito Dr. Diógenes, quando foi assessora e supervisora de habitação. Querida por todos e uma lí- der comunitária de grande res- peito pela comunidade, Sandra sempre lutou pela igualdade e nos últimos meses, lutou brava- mente pela vida, mas não resis- tiu à falta de um transplante de fígado. Morre a líder comunitária Sandra Soares NOTA FELECIMENTO O projeto é a terceira ex- periência de ressignificação urbana prevista no Plano de Ocupação do Espaço Públi- co pela Cidadania, iniciado em janeiro de 2014 pela Se- cretaria Municipal de Direi- tos Humanos e Cidadania, por meio da Coordenação de Promoção do Direito à Cida- de. Antes de chegar à Kantu- ta, o plano foi implementado na Luz, no território do Pro- grama “De Braços Abertos”, pelo projeto “Cidadania nas Ruas da Luz – Casa Rodan- te”, e no Largo do Arouche, a partir do projeto Wikipra- ça. Localizada entre as ruas Pedro Vicente, Carnot e das Olarias, a praça, que passou a ser chamada de “Kantuta” em 2004, recebe todos os do- mingos cerca de 2 mil pes- soas à procura de uma feira organizada pela comunidade boliviana desde 2002. Nela, é possível encontrar desde quitutes típicos, como as salteñas, até instrumentos musicais de sopro, malhas e os bordados tradicionais do país. O nome “Kantuta” vem da flor que cresce no altipla- no andino e que tem as cores verde, amarelo e vermelho, as mesmas da bandeira da Bolívia.
  5. 5. 5FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Imprensa e Politica
  6. 6. 6 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Economia Uma das conquistas recen- tes do jornal Bom Dia Acontece Agora foi à construção da nova Ponte Vila Any, depois de uma reunião com lideranças da região e uma reportagem que teve desta- que na capa onde frisava os gran- des problemas dos moradores da região, já que a ponte apresentava risco de desabamento e colocava em risco a vida dos pedestres e motoristas. Uma causa social que o Gru- po Acontece de Jornais e Revista acompanhou de perto e fez ques- tão de sensibilizar o olhar público para tal área de risco. Sensibilizados com a situa- ção, o valor foi dividido por meio de um convênio entre as Prefei- turas de São Paulo, Guarulhos e o Governo do Estado. O repasse financeiro ficou dividido em: R$ 2,5 milhões (Governo do Esta- do), R$ 1,8 milhão (Prefeitura de Guarulhos), e R$ 1,8 milhão (Prefeitura de São Paulo), totali- zando R$ 6,2 milhões. O repasse de São Paulo já foi finalizado e publicado no Diário Oficial no dia 24/09/2015. Começa obras da “Ponte da Vila Any” madeira e pré-laje. Isto represen- ta 70% da obra. A nova ponte, executada em estrutura metálica, terá 45 metros de comprimento, 16 metros de largura, duas pistas, iluminação, calçadas e ciclovia. A ponte liga a rua Braz da Rocha Cardoso (Itaim Paulista/SP) com a avenida da Estação (Guarulhos) e será um ganho de qualidade para os moradores tanto de Gua- rulhos quanto de São Paulo. A previsão é concluir as obras até o final deste ano. A SIURB - Secretaria de In- fraestrutura Urbana e Obras de São Paulo interditou a ponte em 30/10/2013 por problemas es- truturais graves. Em 03/07/2014 o convênio foi assinado. Em 03/10/14 as obras começaram. Primeiro foi executada uma pas- sarela provisória para a passa- gem dos pedestres, e removida a adutora, que ficou apoiada na passarela. Depois a antiga ponte foi demolida e iniciadas as funda- ções da nova ponte. A etapa atual é o lançamento das cinco vigas de concreto. A obra conta com cerca de 45 funcionários para esta fase. Histórico O bairro de Vila Itaim, São Paulo, na divisa do bairro dos Pi- mentas, cidade de Guarulhos, uti- liza os equipamentos sociais, tais como: escolas, hospital, unidades de saúde, transporte. A comuni- cação é necessária e era feita por uma ponte de mão única, que era equipada com um semáforo para organizar a travessia dos veículos nos dois sentidos. Participaram da vistoria O Deputado Estadual Alencar Santana, o Subprefeito de São Mi- guel Paulista Professor Adalberto Dias de Souza, que é conhecido como Tim Maia, o Vereador de Guarulhos Claudison Pezão, e a Vereadora de Guarulhos Genilda Sueli Bernardes e o ex-vereador de São Paulo José Ferreira (Ze- lão) também estiveram presentes na vistoria, além das lideranças e moradores da região. O Secretário de Infraestrutura Urbana e Obras, Roberto Garibe, e o Superintendente de Obras Vi- árias, Ariovaldo José Lopes, esti- veram no lançamento das primei- ras vigas da nova ponte da Vila Any, acompanhando o prefeito de Guarulhos Sebastião Almeida, e o secretário de Transportes de Guarulhos, Atílio André Pereira. As vigas de concreto da nova ponte da Vila Any, Itaim Pau- lista, começaram a ser lançadas. Três guindastes foram acionados para este trabalho, sendo que um transfere a viga para os ou- tros dois maiores, que ficam um de cada lado da ponte. As cinco vigas, que pesam 90 toneladas cada, ficarão uma ao lado da ou- tra, paralelamente. Até o final desta semana, as vigas devem es- tar lançadas, conforme explicou a empresa Construções, Engenha- ria e Pavimentação Enpavi Ltda. No entanto, dependerá das condi- ções climáticas. Em seguida será feito o serviço de travamento com A nova ponte fica pronta no fim deste ano Minha atuação na vida pú- blica tem me levado a ambientes diversos. Um aspecto que se evi- dencia de forma gritante, confir- mando algo que eu já apontava na minha antiga função de jorna- lista, é a total ausência de negros em alguns espaços de poder, seja ele econômico ou político, des- mascarando a farsa da democra- cia racial brasileira. Recentemente, estive em um evento que premiou as maiores empresas e os principais em- presários deste país. Como ide- alizador do fórum de desenvol- vimento econômico inclusivo Não somos gringos ‘São Paulo Diverso’ e Secretário de Promoção da Igualdade Ra- cial da cidade de São Paulo fui acomodado na mesa das autori- dades. Sentei de frente para o go- vernador Geraldo Alckmin e do Presidente Interino da Re- pública, Michel Temer porque a presidenta Dilma estava em Nova York. Nesta mesa também estavam o Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e, ao meu lado, o presidente do Bradesco, Luís Carlos Trabuco, e o presidente executivo da Editora Três, Caco Alzugaray, além de outros dez ou quinze pesos pesados da eco- nomia nacional. Daquela mesa, eu era o único negro. Em todo o jantar, servido para mais de duzentas pessoas, contei somente mais um negro, o jornalista econômico Rosenildo Gomes Ferreira. Ou seja, após mais de um século da libertação dos escravizados, os espaços de poder econômico neste país continuam como nos tempos da colônia, hegemonicamente bran- cos. O que mais me chama aten- ção é o “pseudo” clima de nor- malidade que paira sobre esses ambientes. É como se tudo fosse normal, aliás a normalidade só é interrompida pela expressão de espanto, quando abro a boca e começo a conversar e as pessoas percebem que não tenho sotaque inglês, portanto não sou gringo, sou alguém que apenas repre- senta a metade da população deste país. A democracia se faz com in- clusão e com reconhecimento. Por isso, as ações afirmativas e as cotas raciais são tão impor- tantes e necessárias para que em médio e longo prazo alterem a cor e a lógica colonial desses espaços de poder e, por ora, dis- farce um pouco mais nossa pro- funda e vergonhosa desigualda- de racial. Maurício Pestana-Secretaria de Promoção Igualdade Racial Mauricio Pestana
  7. 7. 7FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Mundo Na cerimônia que marcará os 70 anos de criação das Nações Unidas, a presidenta Dilma Rous- seff abrirá a Assembleia Geral da ONU, levando à comunidade internacional uma mensagem de solidariedade em relação à crise humanitária que atinge refugiados vítimas de violação dos Direitos Humanos em todo o mundo. A in- formação é do subsecretário-geral de Política do Itamaraty, Fernando Simas. De acordo com o embaixador, a ideia da presidenta é transmitir o espírito de solidariedade e de acolhimento do povo brasileiro em relação à tragédia recente que atinge, sobretudo, a população do Oriente Médio e do norte da Áfri- ca, vítima da guerra civil síria. “A mensagem que ela levará, em nome de todos os brasileiros, é desse espírito solidário e aco- lhedor da sociedade brasileira em relação aos fenômenos da migra- ção, da mobilidade humana e de deslocamentos por razões huma- Dilma defenderá solidariedade aos refugiados na Assembleia-Geral da ONU nitárias”, afirmou E destacou ainda a iniciativa do governo brasileiro que, na úl- tima semana, prorrogou por mais dois anos o processo de emissão simplificada de vistos a refugiados sírios. Desde setembro de 2013, o Brasil concedeu – por meio de processo mais ágil – 7.752 vistos a refugiados da guerra civil na Síria. “O Brasil tem feito, inclusi- ve, através da sua política de vis- tos sob a orientação do Conselho Nacional de Refugiados (Conare) uma ampliação das oportunidade de processamentos ágeis de so- licitações. Temos concedido um grande número de vistos para ci- dadãos do Haiti, que estão vindo para o Brasil, e agora para cida- dãos sírios”, ressaltou. Posição brasileira Durante a entrevista, Simas também enfatizou a posição clara do Brasil em relação à tragédia humanitária que atinge os refugia- dos de guerra e de crises humani- tárias recentes. E lembrou que a presidenta Dilma já se posicionou publicamente em algumas oportu- nidades sobre o assunto. Na visão da presidenta Dil- ma, a atual crise migratória impõe desafios a toda a humanidade, ao cobrar que a comunidade inter- nacional, em especial as Nações Unidas, não fique inerte em rela- ção às evidências claras de viola- ção dos direitos humanos. “São necessárias ações urgentes de soli- dariedade”, defendeu a presidenta em artigo publicado pelo jornal Folha de S.Paulo no dia 10 de se- tembro. - Fonte: Blog do Planalto
  8. 8. 8FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Cultura Neste sábado (26), a Arena Corinthians, em Itaquera, que foi palco da abertura da Copa de 2014 e templo alvinegro, casa do “Timão”, recebeu mais de 9000 pessoas que lotaram as arquiban- cadas do setor leste. Não era um jogo, foi o encontro de 400 casais que disseram “sim”, oficializan- do seus casamentos. O maior casamento comu- nitário da zona leste foi iniciati- va da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado A Arena Corinthians foi palco da maior celebração de amor de São Paulo através do Centro de Integração da Cidadania (CIC Leste), subprefeitura de Itaquera, apoiado pela Associação dos Re- gistradores de Pessoas Naturais de São Paulo (ARPEN-SP) e pa- trocinado pelo Centro Comercial Aricanduva. Não faltou romantismo, como na história de Sergio Mu- rilo da Silveira e Márcia Rodri- gues Amaro, que estão juntos há 15 anos. O casamento era para ser uma surpresa, mas o cartório ligou para a residência do casal, Márcia atendeu e quase desmaiou do outro lado da linha. Márcia tem leucemia e com a ajuda de Sergio luta para sobreviver. Sergio apro- veitou a oportunidade para dizer aos quatro cantos que Márcia é a mulher da vida dele. “Casar com ela é o meu compromisso público de dizer: eu te amo!”, afirmou. O casamento comunitário procura dar oportunidade aos casais para regularizarem sua si- tuação civil, além de fortalecer o vínculo familiar e a realização do sonho de pessoas que não pos- suem condições de arcar com os custos de casamento no civil. A celebração das uniões foi feita por juízes de paz. A Came- rata da Polícia Militar abrilhantou o evento com sua música. Depois da cerimônia, a Escola de Samba Gaviões da Fiel animou os noivos e convidados. Eduardo Rocha O Casamento Comuni- tário organizado pelo CIC- -Leste passa para a história não apenas pela quantidade de casais participantes, cerca de 400 casais e pelo grande público presente, mas prin- cipalmente pela excelente organização e engajamento total das pessoas envolvidas na Equipe de Apoio, Casais e Coordenação primorosa da Dra. Ivete dos Reis, diretora do Centro de Integração da Cidadania, cuja sede fica no Encosta Norte, Itaim Paulis- ta. O Grupo Acontece e em especial o Jornal Folha do Itaim & Curuçá vem acom- panhando, passo a passo, cada dia da organização des- te evento, inclusive fizemos a primeira reportagem sobre o assunto. Vimos os esforços da Dra. Ivete do Reis que tra- balhou diuturnamente junto com sua equipe e família para tornar realidade o Casamento Comunitário do CIC-Leste. Assim nos causou estra- nheza no dia do evento a Dra. Ivete sequer ser chamada para o palco no “Itaquerão”. Em nossa opinião ela deveria ser aclamada por todos que lá estiveram, porque se não fos- se seus esforços o casamento comunitário poderia ser um fiasco. A Diretora do CIC Leste só foi lembrada pelo Vereador Cabra Bom e pelo Padre Rosalvino que conhe- cendo bem o trabalho desta “mulher guerreira”, a convi- dou para subir no palco. Foi também uma surpre- sa o Secretário de Justiça do Estado de SP, Desembarga- dor Toledo Cezar não com- parecer a este grande evento, representando o Governador Geraldo Alckmin. Na ausên- cia do chefe da pasta, coube à Coordenadora dos CIC’s, Ilda da Silva Nascimento assumir a responsabilidade pelo evento no “Itaquerão” e pior que isso, ignorando totalmente a principal orga- nizadora do Casamento Co- munitário, que se tornou uma unanimidade entre os casais e seus convidados. Tirando este mau estar, o evento foi grandioso e mere- cedor de todos os elogios. Divaldo Rosa Diretor Executivo ...um evento para ficar na história. Apesar da falha...
  9. 9. 9 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Variedade Medidas simples podem pre- venir esta doença que atinge as grávidas Uma doença bem peculiar, o diabetes gestacional é um dis- túrbio que age de maneira silen- ciosa, e pode apresentar diversos riscos à mulher grávida e ao bebê. Segundo a endocrinologis- ta Mariana Narbot, essa doença consiste na “intolerância aos carboidratos diagnosticada pela primeira vez durante a gestação e que pode ou não persistir após o parto”. Ela ainda ressalta que esse é o problema metabólico mais comum na gestação e pode ocorrer em 3 a 25% das gesta- ções, dependendo da população. Veja a seguir: Segundo a médica Mariana Narbot, entre os principais ris- cos para o diabetes gestacional estão: — Idade de 35 anos ou mais; — Sobrepeso, obesidade ou ganho excessivo de peso na gra- videz atual; — Deposição central exces- siva de gordura corporal; — História familiar de dia- betes em parentes de primeiro grau; Ainda podem estar no grupo de risco os seguintes casos — Crescimento fetal exces- Diabetes gestacional oferece riscos para a mãe e o bebê sivo, polidrâmnio, hipertensão ou pré-eclâmpsia na gravidez atual; — Antecedentes obstétricos de abortamentos de repetição, malformações, morte fetal ou neonatal, macrossomia ou diabe- tes mellitus gestacional prévio; — Sídrome de ovários poli- císticos; — Baixa estatura (menos de 1,5 m) Mas como controlar (ou aca- bar) com essa doença silenciosa? — É possível prevenir o dia- betes gestacional em muitos ca- sos. Dos fatores de risco citados anteriormente, o peso é o que, sem dúvida, podemos controlar com o objetivo de se evitar a instalação da doença. Portanto, planejar a gravidez para que esta aconteça com um peso adequado e na vigência de atividade física pode ajudar muito. Mas não é só o controle do peso o fator determinante para controlar a doença — Também é muito impor- tante o diagnóstico precoce e controle adequado da glicemia, seja com medidas não farmaco- lógicas ou farmacológicas, para evitar complicações para o bebê e a gestante. O subprefeito da Sé, Al- cides Amazonas recebeu cen- tenas de lideranças comunitá- rias, sindicalistas e políticos em um animado churrasco no CMTC Clube para comemo- rar mais um aniversário desta liderança da Zona Leste, que se tornou personalidade de toda cidade ao ser designado para administrar a maior sub- prefeitura da cidade. Apesar da noite fria e chu- vosa, os amigos do Amazonas compareceram em peso, su- perlotando o salão principal do velho clube dos funcio- nários da CMTC e o estacio- namento. O churrasco e a cerveja estava ao alcance de todos convidados e o ambien- te festivo era animado por um agradável grupo musical. Amazonas fez questão de cumprimentar a todos, pas- sando a circular por todas as mesas e ao final do evento discursou aos presentes e nos concedeu uma rápida entre- vista: Jornal: Amazonas reali- zar uma festa de aniversário Aniversário do Amazonas reúne grande número de lideranças no CMTC Clube como esta, cheia de lideranças e debaixo de chuva e frio é uma grande demonstração de força política, isto sugere que você está se preparando para se candidatar nas próximas eleições? Amazonas: Eu costumo di- zer que todos que temos vida pública temos que saber esta- belecer prioridades em nossas vidas e neste momento a mi- nha única ocupação tem sido me dedicar de corpo e alma na administração da Subpre- feitura da Sé. Agora no ano que vem, se for uma para for- talecer o prefeito Haddad e o meu partido PCdoB, eu estarei aceitando o desafio de concor- rer a num novo mandato.
  10. 10. 1 0 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Variedades No mês de Outubro, a SUVIS - Supervisão de Vigilância Sani- tária Itaim Paulista/Vila Curuçá, realizará a 5ª. SIPAT - Semana Interna de Prevenção de Aciden- tes. O evento será realizado entre os dias 01, 08, 15 e 22 do mês de outubro e com o encerramento no dia 26 no Parque Ecológico Chi- co Mendes. A abertura do evento foi rea- lizada no anfiteatro do CEU Par- que Veredas, no Itaim Paulista. Cerca de 100 funcionários estive- ram presentes. A mesa foi composta pelas autoridades locais; subprefeito Miguel Gianetti, Coordenadoria Regional de Saúde Leste, Coman- dante da Guarda Civil Metropo- litana, Supervisão de Vigilância de Saúde, Supervisão Técnica de Vigilância e saúde, com a equipe e o Coral da Policia Militar. Na ocasião, o Coral da Po- lícia Militar fez uma belíssima apresentação e foi aplaudido por todos. Dentre as programações de abertura, todos puderam partici- par de um café da manhã e pos- teriormente foram apresentadas palestras sobre prevenção de aci- dentes de trabalho, importância da família e liderança de trabalho em equipe. O subprefeito Miguel Gia- netti explica que o evento é de Quando o assunto é amiza- de, a maior prova esta no en- contro dos ex alunos do CEIP (Colégio Estadual de Itaim Paulista), na última sexta-feira (25), a comissão organizadora conseguiu reunir no Salão Perez Eventos mais de 250 pessoas no 8º Encontro dos ex alunos do Colégio CEIP. Reunidos alunos e profes- sores tiveram a oportunidade de se reencontrarem e relembrarem memoráveis lembranças , sau- SUVIS Itaim Paulista: “Ambiente seguro, trabalhador saudável” extrema relevância para o tra- balhador. “Temos que cuidar da segurança de todos, mas precisa- mos também cuidar da seguran- ça de nossos trabalhadores. Este é um evento muito importante aqui para nossa região, os temas que serão tratados aqui na SIPAT são de extrema importância para nossos trabalhadores. E no último ano não tivemos registros de aci- dentes com nossos funcionários, o que é muito bom”, frisa o sub- prefeito. Já no 5º ano da realização do SIPAT, a supervisora da SU- VIS Itaim Paulista/Curuçá Leo- nice Rossi afirma que o SIPAT é um trabalho de compromisso para com o funcionários. “Faço questão de me envolver com a equipe e trabalhar junto deles ele. Participo de reuniões, fiz parte da organização do SIPAT, sinto que é um trabalho muito gratifi- cante, pois a SIPAT trabalha em prol da melhoria do ambiente de trabalho. Isto contribui para que os trabalhadores se sintam mais seguros na empresa”. Os próximos eventos serão realizados nos dias 08, 15 e 22, a partir das 8h e com o encerramen- to no dia 26 no Parque Ecológico Chico Mendes – Rua Cembira, 1201 Vila Curuçá – Itaim Pau- lista. Professores e alunos do Colégio CEIP realizaram o 8º encontro entre Amigos dades de um tempo que passou mas que ainda se mantém pre- sente na memória de cada um. O jantar foi um sucesso, o objetivo que era consolidar os laços de amizade, ficou ainda mais evidente, apesar de se passarem quase 50 anos , se mantém os mesmos que um dia se encontram em um banco de escola e agora já casados com filhos e netos, voltam a serem aqueles adolescentes ao depara- rem com velhos amigos, em cada sorriso uma satisfação em cada abraço uma saudade. O congraçamento entre pro- fessores e alunos traz a certe- za de quanto os mestres foram importantes para suas vidas, os ajudando a trilhar os caminhos do saber. A comissão organi- zadora em nome de todos os ex alunos fez questão de agradecer a cada um por tudo que fizeram por nós e afirmaram ser uma grande honra tê-los como mes- tres.
  11. 11. 11FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Bem Estar O medo é um sentimento de grande inquietação frente a um perigo real ou imaginário. Todo mundo tem medo de al- guma coisa, medo de ser atro- pelado, medo de barata, medo de morrer, medo de andar de avião, medo diante de um cão bravo que pode vir a morder, medo de elevador. O medo é um sentimento natural e ne- cessário ao homem. O proble- ma é quando ele se torna exa- gerado e acaba prejudicando a vida da pessoa. O hipnoterapeuta, pre- sidente e fundador da Rede Clínica da Hipnose, Alessan- dro Baitello, explica qual a diferença entre medo e fobia. “O medo é um sentimento natural. Por exemplo: eu te- nho medo de ser atropelado. Então, para atravessar a rua, eu olho para os dois lados e vejo se não está vindo carro. Já a fobia é um medo incon- trolável, que não te deixa re- alizar nenhum movimento, te paralisa. Eu tenho medo de barata, se eu ver uma barata no chão eu não vou conseguir me mexer até que alguém me mostre que eu estou seguro novamente”. Baitello, que é também doutor e mestre em hipnose pela Academia Internacional de Hipnose Clínica e Experi- mental (AIHCE) na Espanha, garante que a hipnose clínica pode ajudar quem sofre com esse medo ou fobia. “Tudo o que é de ordem emocional pode ser tratado com a hipno- se. Geralmente esses medos ou fobias surgem em algum momento da vida e fica gra- vado no inconsciente da pes- soa, às vezes até sem ela se dar conta”. O hipnoterapeuta, através do transe hipnótico, vai aces- sar o inconsciente do cliente até chegar ao momento exato onde foi inserido o trauma. “No transe hipnótico nós va- mos voltando ao tempo até achar onde o problema foi in- serido. Por exemplo, um adul- to que tem medo exacerbado de cachorro pode nem se lem- brar, mas quando tinha meses de idade algum cão pode ter latido para ele ou ter se as- sustado com ele vindo em sua direção. E isso fica guardado na mente. Com a hipnose, nós ressignificamos a história, contamos que o cachorro latiu apenas como forma de brinca- deira e isso vai gerar o destra- vamento desse trauma para a Você tem medo de quê? Hipnose pode ajudar nos medos e fobias pessoa”, explica o doutor em hipnose. O doutor em hipnose ainda esclarece que todas as formas de medo e fobia podem ser tratadas com a hipnose. “To- dos os tipos de medo podem ser tratados com a técnica. Nossos medos são derivados de algum problema emocio- nal que tivemos. Por isso, é totalmente seguro e recomen- dado a hipnose como terapia complementar ao tratamento do cliente”. Mais informações sobre a téc- nica e também sobre as clínicas podem ser obtidas no site www. redeclinicadahipnose.com.br
  12. 12. 1 2 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 TV em Ação
  13. 13. 13FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Passatempo Passatempo
  14. 14. 1 4 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Esporte
  15. 15. 15FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Esporte
  16. 16. 1 6 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 30 DE SETEMBRO DE 2015 Esporte

×