INSTITUTO FEDERAL DE
EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE
PERNAMBUCO
IFPE - Campus Pesqueira

Carlos Henrique ¹
Ana Raquel Ga...












Descrição:É
uma
doença
infecciosa
,sexualmente
transmissível.Apresenta-se clinicamente de forma comple...
HOMENS











Ardência e dor ao urinar
Aumento na frequência ou
urgência urinária
Corrimento do pênis (de cor
br...




Clínico,epidemiológico e laboratorial.Este último, por meio da
observação de uma amostra de tecido ou corrimento no
...




Nunca tente se tratar por conta própria sem antes procurar
um médico. O médico determinará o tratamento mais
adequad...



Aconselhamento
Promoção do uso de preservativos













Descrição:Doença crônica granulomatosa,proveniente de
infecção,está relacionada ao poder imunológico....


Consiste, principalmente, na avaliação clínica: aplicação de testes
de sensibilidade, força motora e palpação dos nervo...








Diagnóstico precoce dos casos;
Vigilância em casos de menores de 15 anos,de recidivas,e áreas de
ex-colônias ...
OBRIGADO!
Gonorréia e hanseníase
Gonorréia e hanseníase
Gonorréia e hanseníase
Gonorréia e hanseníase
Gonorréia e hanseníase
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gonorréia e hanseníase

1.169 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.169
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
233
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gonorréia e hanseníase

  1. 1. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO IFPE - Campus Pesqueira Carlos Henrique ¹ Ana Raquel Galindo² Anny Kariny de Oliveira² Brunna Roberta² Claudiany Miro² Iranilson Galindo² 1- Orientador 2- Acadêmicos de Bacharelado em Enfermagem
  2. 2.         Descrição:É uma doença infecciosa ,sexualmente transmissível.Apresenta-se clinicamente de forma completamente diferente no homem e na mulher. Sinônimos:Esquentamento,pingadeira,fogagem,gota matutina,gono e Uretrite Gonocópica. Agente etiológico:Neisseria gonorrhoeae. Reservatório: O homem. Modo de transmissão:Contato sexual. Período de incubação:Geralmente,entre 2 e 5 dias. Período de transmissibilidade:O risco é de 50% de um parceiro pro outro,por ato.Pode durar de meses a anos ,se o paciente não for tratado. Complicações:Artrite,Meningite,Faringite,Miocardite,Pericardite...
  3. 3. HOMENS       Ardência e dor ao urinar Aumento na frequência ou urgência urinária Corrimento do pênis (de cor branca, amarela ou verde) Vermelhidão ou inchaço na abertura do pênis (uretra) Testículos doloridos ou inchados Dor de garganta (faringite gonocócica) MULHERES        Corrimento vaginal Ardência e dor ao urinar Aumento na frequência urinária Dor de garganta Dor durante o ato sexual Dor aguda na parte inferior do abdomên (se a infecção se espalhar para as trompas de falópio e a região abdominal) Febre (se a infecção se espalhar para as trompas de falópio e a região abdominal)
  4. 4.   Clínico,epidemiológico e laboratorial.Este último, por meio da observação de uma amostra de tecido ou corrimento no microscópio. Essa técnica é chamada de coloração de Gram. Apesar de ser rápido, esse método não é o mais preciso. Diagnóstico diferencial: Infecção clamídia,ureoplasma,micoplasma,tricomoníase,vaginose bacteriana e artrite séptica bacteriana. por
  5. 5.   Nunca tente se tratar por conta própria sem antes procurar um médico. O médico determinará o tratamento mais adequado e atualizado para seu caso. Cerca de metade das mulheres com gonorréia também é infectada com clamídia, outra infecção sexualmente transmissível muito comum. A clamídia é tratada juntamente com a infecção por gonorréia.
  6. 6.   Aconselhamento Promoção do uso de preservativos
  7. 7.         Descrição:Doença crônica granulomatosa,proveniente de infecção,está relacionada ao poder imunológico. Sinônimos:Mal de Hansen,conhecida antigamente por lepra. Agente etiológico:Mycobacterium leprae. Reservatório:O homem. Modo de transmissão:A principal via de transmissão é área superior,sendo,também,o trato respiratório a mais provável via de entrada. Período de incubação:Em média de 2 a 7 anos. Sinais e sintomas:consiste no aparecimento de manchas dormentes, de cor avermelhada ou esbranquiçada, em qualquer região do corpo. Placas, caroços, inchaço, fraqueza muscular e dor nas articulações podem ser outros sintomas. Período de transmissibilidade:Enquanto não for iniciado o tratamento específico.
  8. 8.  Consiste, principalmente, na avaliação clínica: aplicação de testes de sensibilidade, força motora e palpação dos nervos dos braços, pernas e olhos. Exames laboratoriais, como biópsia, podem ser necessários.
  9. 9.      Diagnóstico precoce dos casos; Vigilância em casos de menores de 15 anos,de recidivas,e áreas de ex-colônias de Hanseníase; Prevenção de incapacidades – fazer tratamento poliquimioterápico de modo regular e completo; Vacinação – BCG(bacilo de Calmette-Guërin); Educação em Saúde.
  10. 10. OBRIGADO!

×