Um show que gostaria de
       assistir
Tristania apareceu para mim depois do Nightwish. Confesso que
      no começo tinha uma certa resistência em ouvir. Eu tin...
Qual foi a música? My Lost Lenore.
Algo tão triste. É a capacidade que bandas voltadas para o Doom têm.
    Colocar em que...
Por tua promessa lamentada
Pelos seus olhos de rapina
Pela sua beleza e um nascer do sol escarlate
Possa teu rio sepultar ...
Não me recordo de datas; sei apenas que eu a conheci.
Então, feito louca, fui atrás de álbuns. Hoje em dia acredito que os...
O álbum que eu mais gosto e mais ouço é o 3º deles, o Beyond the Veil.
A última faixa, Dementia, é a que mais me deixou in...
Nunca o Tristania veio ao nosso estado. Epica e Nightwish, bandas que
   não são tão semelhantes assim, mas que se enquadr...
Eu adoraria ter ouvido esta música.
         [...] Deadlocked.
Querer ainda é poder? Ou nunca foi?
Que pena não saber muito sobre isso.
  O Tristania com a Vibeke acabou.
          Não ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Um Show Que Gostaria De Assistir

244 visualizações

Publicada em

Uma pequena parte do todo.

Publicada em: Espiritual, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
244
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Um Show Que Gostaria De Assistir

  1. 1. Um show que gostaria de assistir
  2. 2. Tristania apareceu para mim depois do Nightwish. Confesso que no começo tinha uma certa resistência em ouvir. Eu tinha apenas umas músicas, que havia baixado, mas nunca tinha tido coragem de trair o Nightwish. Então, não sei bem o porquê, acho que foi um amigo, que me disse que sempre que ele e seu grupo de RPG se reuniam, rolava o som do Tristania, eu comecei a ficar intrigada.
  3. 3. Qual foi a música? My Lost Lenore. Algo tão triste. É a capacidade que bandas voltadas para o Doom têm. Colocar em questão sentimentos tão inexplicáveis nas melodias. Eu me identifiquei sim, claro. O gutural sendo rasgado no mesmo compasso que meu sentimentos de raiva, ou de paixão não correspondida rasgavam em meu peito.
  4. 4. Por tua promessa lamentada Pelos seus olhos de rapina Pela sua beleza e um nascer do sol escarlate Possa teu rio sepultar suas lágrimas prateadas Um anjo caído... Conservado como relíquia em mares enluarados Deixando a vitalidade Tão serena cria-se minha escuridão Suplicando ventos de inverno Ainda que eu parta... eu abraço a ti Noite de inverno Oculte tua preciosa sabedoria angelical Eu segrego minha alma Sob tuas asas do sofrimento Escuridão eu abraço teus olhos Viagem perdida no estreito caminho da vida Eu revelo meu coração Para esta beleza vestida de preto [...]
  5. 5. Não me recordo de datas; sei apenas que eu a conheci. Então, feito louca, fui atrás de álbuns. Hoje em dia acredito que os tenho em totalidade.
  6. 6. O álbum que eu mais gosto e mais ouço é o 3º deles, o Beyond the Veil. A última faixa, Dementia, é a que mais me deixou intrigada. Ela possui um pouco mais do que 2 minutos e tem um letra doentia, ao meu ver. “ Ressurreição de um terrível sonho Mistura de sangue e intenso desejo.. Putrificar... Desprezível.. surreal .” Lembro-me que foi por causa desta música que eu escrevi uma coisa minha, chamada Vermes.
  7. 7. Nunca o Tristania veio ao nosso estado. Epica e Nightwish, bandas que não são tão semelhantes assim, mas que se enquadram dentro de uma mesma classificatória (será?), já vieram e não foram capazes, não por incompetência, nem nada deste tipo, fazer um público muito grande. Isso tem a ver com outros fatores, mas não entrarei nesta discussão. É uma pena, para mim. Adoraria ter visto a Vibeke entoar qualquer uma das canções do Tristania. Lá vem a Bruna com seu saudosismo disfarçado. Mas é engraçado. Não sou tão assim. Mas são os fatos. Eu queria e pronto!
  8. 8. Eu adoraria ter ouvido esta música. [...] Deadlocked.
  9. 9. Querer ainda é poder? Ou nunca foi? Que pena não saber muito sobre isso. O Tristania com a Vibeke acabou. Não posso mais. Só em pensamentos. Tá bom. Não custa imaginar.

×