Grandes navegações e brasil colônia1

4.063 visualizações

Publicada em

Trabalho de História das alunas Bruna Evelin e Abigail Lima 1ºA

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.063
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grandes navegações e brasil colônia1

  1. 1. Grandes Navegações e Brasil Colônia<br />
  2. 2. As grandes navegações<br /> <br />Durante os séculos XV e XVI, os europeus, principalmente portugueses e espanhóis, lançaram-se nos oceanos Pacífico, Índico e Atlântico com dois objetivos principais: descobrir uma nova rota marítima para as Índias e encontrar novas terras. Este período ficou conhecido como a Era das Grandes Navegações e Descobrimentos Marítimos.<br />
  3. 3. Os objetivos<br />No século XV, os países europeus que quisessem comprar especiarias tinham que recorrer aos comerciantes de Veneza ou Gênova, que possuíam o monopólio destes produtos. Com acesso aos mercados orientais os burgueses italianos cobravam preços exagerados pelas especiarias do oriente. O canal de comunicação e transporte de mercadorias vindas do oriente era o Mar Mediterrâneo, dominado pelos italianos. Encontrar um novo caminho para as Índias era uma tarefa difícil, porém muito desejada. Portugal e Espanha desejavam muito ter acesso direto às fontes orientais, para poderem também lucrar com este interessante comércio.<br />
  4. 4. Um outro motivo, que estimulou as navegações nesta época, era a necessidade dos europeus de conquistarem novas terras. Eles queriam isso para poder obter matérias-primas, metais preciosos e produtos não encontrados na Europa. Até mesmo a Igreja Católica estava interessada neste empreendimento, pois, significaria novos fiéis.<br />Os reis também estavam interessados, tanto que financiaram grande parte dos empreendimentos marítimos, pois com o aumento do comércio, poderiam também aumentar a arrecadação de impostos para os seus reinos. Mais dinheiro significaria mais poder para os reis da época.<br />
  5. 5. Brasil Colônia<br />Denomina-se Brasil Colônia período da história entre a chegada dos primeiros portugueses em 1500, e a independência, em 1822, quando o Brasil estava sob domínio socioeconômico e político de Portugal. <br />
  6. 6. Cronologia<br />1500 - Expedição de Cabral chega ao Brasil.<br />1501 - Primeiras expedições de reconhecimento da costa.<br />1504 - Navegantes franceses chegam ao Brasil para exploração.<br />1530 - Dom João III institui o regime de capitanias hereditárias. Expedição colonizadora de Martim Afonso ao Brasil.<br />1532 - Fundação, por Martim Afonso, da primeira vila do Brasil, a Vila de São Vicente.<br />1534 - O Brasil é dividido em capitanias hereditárias. Início da escravização do índio no Brasil.<br />1543 - Braz Cubas funda a primeira Santa Casa do Brasil.<br />1548 - Cria-se o governo-geral com o intuito de centralizar a administração da Colônia.<br />
  7. 7. 1549 - É fundada a cidade de Salvador e instituído o primeiro governo geral do Brasil com Tomé de Souza.<br />1550 - Tem início a criação de gado bovino no Brasil, com chegada de espécies. Chega a Salvador a primeira leva de escravos africanos.<br />1554 - Padre Manoel da Nóbrega funda o Colégio de São Paulo.<br />1555 - Os franceses fundam a França Antártica, no Rio de Janeiro.<br />1562 - João Ramalho torna-se capitão-mor de São Paulo de Piratininga.<br />1563 - Estácio de Sá funda a cidade de São Sebastião (Rio de Janeiro).<br />1567 - Os franceses são expulsos do Rio de Janeiro.<br />1570 - Carta régia garante liberdade aos índios.<br />
  8. 8. A sociedade colonial<br /> Basicamente três grupos étnicos entraram na formação da sociedade colonial: o indígena, o europeu (português) e o negro africano. Desde o início da colonização mesclaram-se os grupos étnicos, através da miscigenação racial, originando-se vários tipos de mestiços:<br />Do branco com o negro = mulato<br />Do branco com o índio = mameluco (caboclo)<br />Do negro com o índio = cafuzo<br /> As condições históricas da colonização criaram formas de convivência e adaptação entre as raças formadoras da etnia brasileira. Os índios sempre que conseguiram, optaram pelo isolamento. Já o convívio entre portugueses e africanos obedecia às regras do sistema escravista aqui implantado, resultando em maior aproximação e em verdadeira mistura.<br />
  9. 9. Bruna Evelin nº7 e Abigail Lima nº:1<br />

×