6 signos semiologia

1.793 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.793
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

6 signos semiologia

  1. 1. SAUSSURE (1857-1913) Noções de semiologia
  2. 2. EXEMPLOS DE SIGNOSFumaçaAliança no dedoA palavra marFoto 3x4O2O nome JoãoVaiaPegada de animalDesenho de um elefanteCheiro de caféPlim-plim da globoMiniatura de coca-colaPolegar para cima
  3. 3. INDICES
  4. 4. Símbolos
  5. 5. Icones
  6. 6.  A linguagem é um sistema de signos. O signo é o fato central da linguagem. O signo ( semeion ) União do Signifiant ou significante e Signifié ou significado
  7. 7. Significante – aspecto sensível do sígnoSignificado – aspecto inteligível ou semântico do signoEx 1: a palavra mesaO som ou a grafia da palavra é significanteO conceito de móvel sobre o qual se come, o significadoEx 2Campainha tocando – sinificanteChegou alguém - sinificado
  8. 8. Referente de um sígno É a coisa representada pelo signo significante significado referenteNa natureza Nuvens escuras Vai chover O fenomeno chuvaNo transito Sinal vermelho pare O ato de pararNo corpo febre Está doente A doençahumanoNo local do crime Móveis quebrados Houve luta A luta que houve
  9. 9. “O SIGNO LINGÜÍSTICO É UMA ENTIDADEPSÍQUICA DE DUAS FACES”. P. 80 Conceito Imagem Acústica
  10. 10. CADA LÍNGUA ORGANIZAOU ARTICULA SEU UNIVERSODIFERENTEMENTE.Azul claro – light blue Em russo são duas coresAzul escuro – dark blue primárias distintas
  11. 11. POLISSEMIAPolissemia -Quando o significante tem mais de um significadoEX: mala, fogo, coração, doce, amargo
  12. 12. OS CONCEITOS NÃO SÃOESTÁTICOS Silly Originalmente: pessoa feliz, abençoada. Sec. XVI: pessoa inocente, indefesa, digna de piedade. Hoje: Simplória, insensata, estúpida.
  13. 13.  “a linguagem não é uma nomenclatura, seus conceitos não são preexistentes, mas conceitos mutáveis e contingentes que variam de um estado de uma língua para outra.” “como a relação entre significante e significado é arbitrária, não há nenhuma razão para um conceito, em vez de outro, ser ligado a determinado significante. “o significado associado a um significante pode tomar qualquer forma

×