Linguagem e língua 97

3.118 visualizações

Publicada em

Diferenciação entre Linguagem e Língua

Publicada em: Educação
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.118
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
117
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Linguagem e língua 97

  1. 1. LINGUAGEM E LÍNGUA Uma relação entre usuários
  2. 2. LINGUAGEM <ul><li>Linguagem é uma atividade humana que, nas representações de mundo que constrói, revela aspectos históricos, sociais e culturais. </li></ul><ul><li>É por meio da linguagem que o ser humano organiza e dá forma às suas experiências. </li></ul><ul><li>Seu uso ocorre na interação social e pressupõe a existência de interlocutores. </li></ul>
  3. 3. EXEMPLOS DE LINGUAGEM <ul><li>Língua </li></ul>
  4. 4. LÍNGUAS
  5. 5. PINTURA
  6. 6. DANÇA
  7. 7. LOGOTIPOS
  8. 8. QUADRINHOS
  9. 9. GESTOS
  10. 10. MÚSICA
  11. 11. LÍNGUA <ul><li>É um sistema de representação socialmente construído, constituído por signos linguísticos. </li></ul><ul><li>SIGNIFICANTE SIGNIFICADO </li></ul><ul><li>Cão (português) </li></ul><ul><li>Dog (inglês) </li></ul><ul><li>Chien (francês) </li></ul><ul><li>Cane (italiano) </li></ul>
  12. 12. SIGNO LINGUÍSTICO <ul><li>As linguagens utilizadas pelos seres humanos pressupõem conhecimento, por parte de seus usuários, do valo simbólico dos seus signos; </li></ul><ul><li>É um acordo entre os usuários – o contrário impossibilita a comunicação. </li></ul>
  13. 13. SIGNO LINGUÍSTICO <ul><li>Unidade de significação que possui dupla face: </li></ul><ul><li>SIGNIFICANTE </li></ul><ul><li>Suporte para uma ideia; </li></ul><ul><li>sequência de sons que se combinam para formar palavras; </li></ul><ul><li>SIGNIFICADO </li></ul><ul><li>Conceito; </li></ul><ul><li>A própria ideia ou conteúdo intelectual. </li></ul>
  14. 14. ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO <ul><li>CONTEXTO </li></ul><ul><li>EMISSOR MENSAGEM RECEPTOR </li></ul><ul><li>CANAL </li></ul><ul><li>CÓDIGO </li></ul>
  15. 15. OS ELEMENTOS E AS FUNÇÕES DA LINGUAGEM <ul><li>EMISSOR – FUNÇÃO EMOTIVA;EXPRESSIVA - 1 </li></ul><ul><li>CONTEXTO – FUNÇÃO REFERENCIAL </li></ul><ul><li>RECEPTOR – FUNÇÃO CONATIVA; APELATIVA </li></ul><ul><li>CANAL – FUNÇÃO FÁTICA </li></ul><ul><li>CÓDIGO – FUNÇÃO METALINGUÍSTICA </li></ul><ul><li>MENSAGEM – FUNÇÃO POÉTICA </li></ul>
  16. 16. FUNÇÃO EMOTIVA <ul><li>Por meio dessa função, o emissor imprime no texto as marcas de sua atitude pessoal: emoções, opiniões, avaliações. Podemos sentir no texto a presença do emissor (que pode ser clara ou sutil). Está presentes nas cartas pessoais, resenhas críticas, na poesia confessional, nas canções sentimentais </li></ul>
  17. 17. FUNÇÃO REFERENCIAL <ul><li>Referente é o objeto ou situação de que a mensagem trata. A função referencial privilegia justamente o referente da mensagem, buscando transmitir informações objetivas sobre ele. Valoriza-se, assim, o objeto ou a situação de que trata a mensagem, sem que haja manifestações pessoais ou persuasivas. Está nos textos de caráter científico e em muitos textos jornalísticos. </li></ul>
  18. 18. FUNÇÃO CONATIVA <ul><li>A palavra conativo provém do latim conatus, que significa “esforço ou ação que procura impor-se a uma resistência”. Essa função procura organizar o texto de forma a que se imponha sobre o receptor da mensagem, persuadindo-o, seduzindo-o. nas mensagens em que predomina essa função (como por exemplo as publicitárias), busca-se envolver o leitor com o conteúdo transmitido, levando-o a adotar este ou aquele comportamento </li></ul>
  19. 19. FUNÇÃO FÁTICA <ul><li>A palavra fático vem do grego phátis, que significa “ruído, rumor”. Foi utilizada inicialmente para designar certas formas que se usam para chamar a atenção (psiu, ahn, ei). Essa função ocorre quando a mensagem se orienta sobre o canal de comunicação ou contato, buscando verificar e fortalecer sua eficiência. Para ela contribuem nos textos escritos desde a disposição gráfica sobre o papel até a seleção vocabular e as estruturas de frase utilizadas. </li></ul>
  20. 20. FUNÇÃO METALINGUÍSTICA <ul><li>Quando a linguagem se volta sobre si mesma, transformando-se em seu próprio referente. </li></ul><ul><li>Os textos metalinguísticos têm sua mensagem orientada para os elementos do código, explicando-os, definindo-os ou analisando-os. É isso que acontece nos dicionários, nos textos que estudam ou interpretam outros textos, nos poemas que falam da própria poesia, nas canções que falam de outras canções ou de como se fazem canções. </li></ul>
  21. 21. FUNÇÃO POÉTICA <ul><li>Quando a mensagem é elaborada de forma inovadora e imprevista, utilizando combinações sonoras ou rítmicas, jogos de imagens ou de ideias. </li></ul><ul><li>Nessa função, a linguagem é manipulada de forma pouco convencional, capaz de despertar no leitor surpresa e prazer estético. </li></ul><ul><li>Predomina na poesia, mas pode também ser encontrada em textos publicitários, em determinadas formas jornalísticas e populares (crônicas e provérbios) </li></ul>

×