SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 51
Baixar para ler offline
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
07.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE
27/10/2009 15:04:59 Pág: 1
Senhores Acionistas,
Em cumprimento as disposições legais e estatutárias, submetemos a apreciação de Vs.Sas. o
Balanço Patrimonial correspondente ao período de nove meses findo em 30 de setembro de
2009, assim como as demais Demonstrações Financeiras apuradas em relação ao respectivo
período, e também ao período de três meses findo em 30 de setembro de 2009.
Durante o terceiro trimestre de 2009, havendo a Administração entendido que a fase mais
difícil da crise financeira, iniciada em setembro do ano passado, havia ficado para trás, e
inclusive diante da gradativa retomada da oferta de financiamento para negócios imobiliários
pelo sistema bancário brasileiro, a Companhia retomou seus projetos de expansão baseados
na aquisição de novas propriedades imobiliárias comerciais para locação. Uma primeira e
significativa transação (que por si só representou expansão de quase 12% na área bruta locavel
total da BR Properties) , concluída logo após o encerramento do trimestre, resultou na
ampliação da parcela do portfólio dedicada a galpões para uso industrial e logístico, com a
aquisição de um centro de distribuição na região de Itapevi, próxima a cidade de São Paulo,
com área atual de aproximadamente 49 mil m2, totalmente locada e com uma expansão
planejada de mais 24 mil m2 a serem entregues ao longo de 2010. Diversas outras negociações
encontram-se em progresso neste momento, tanto no segmento de galpões quanto no de
edifícios de escritórios, e a Administração espera poder completar novas e significativas
aquisições ainda em 2009.
Também ao longo do terceiro trimestre a Administração empenhou-se na busca de novas
fontes de recursos para suportar o crescimento dos negócios simultaneamente a manutenção
de uma estrutura financeira hígida e flexível. Estes esforços se materializaram com a
finalização, na segunda semana de outubro, de um aumento de capital através da colocação
privada de novas ações ordinárias no montante de R$ 220.900 mil, totalmente subscrito e
integralizado por acionistas existentes e novos, recursos estes a serem completados por novas
captações no mercado bancário e majoritariamente investidos na expansão do portfólio
mediante novas aquisições de propriedades para locação.
Adicionalmente, informamos que, no trimestre, a Administração contratou a Ernst & Young
Serviços Tributários S/S para assessorá-la na revisão dos demonstrativos de apuração de IRPJ e
CSLL, e no preenchimento das Declarações de IRPJ 2008/2009 da Controladora e de algumas
de suas principais controladas, previamente a sua apresentação a Receita Federal do Brasil
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
07.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE
27/10/2009 15:04:59 Pág: 2
(RFB), medida esta considerada indispensável diante das significativas inovações contábeis
trazidas pela Lei no. 11.638/07 e conseqüentes novas disposições da RFB. Por outro lado, não
foram prestados, no exercício corrente, pela Ernst & Young Auditores Independentes S/S,
quaisquer outros serviços que não os relacionados a auditoria das demonstrações financeiras
da BR Properties S. A. e controladas.
Permanecemos a inteira disposição para eventuais esclarecimentos.
A Diretoria
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA , SENDO OS SEUS
ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.
35300316592
4 - NIRE
Data-Base - 30/09/2009
ANTONIO HUMBERTO BARROS DOS SANTOS
ERNST & YOUNG AUDITORES INDEPENDENTES S.S. 00471-5
104.575.398-01
01.03 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia)
PEDRO MARCIO DALTRO DOS SANTOS
RUA FUNCHAL, 418 - 15. ANDAR CJTO 1502
04551-060 SÃO PAULO SP
VILA OLIMPIA
11 3201-1020 3201-1019 3201-1021
11 3201-1001 - -
01.04 - REFERÊNCIA / AUDITOR
EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO
01/01/2009
1 - NOME
2 - ENDEREÇO COMPLETO 3 - BAIRRO OU DISTRITO
4 - CEP 5 - MUNICÍPIO
7 - DDD 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEFONE 11 - TELEX
12 - DDD 13 - FAX 14 - FAX 15 - FAX
01.02 - SEDE
RUA FUNCHAL, 418 - 15. ANDAR CJTO 1502 VILA OLIMPIA
04551-060 SÃO PAULO
11 3201-1000 3201-1019 3201-1021
--3201-100111
SP
PEDRO@BRPR.COM.BR
1 - ENDEREÇO COMPLETO
3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF
6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX
11 - DDD 12 - FAX 13 - FAX 14 - FAX
15 - E-MAIL
6 - UF
PEDRO@BRPR.COM.BR
16 - E-MAIL
2 - BAIRRO OU DISTRITO
1 - INÍCIO 2 - TÉRMINO
TRIMESTRE ATUAL
3 - NÚMERO 4 - INÍCIO 5 - TÉRMINO
TRIMESTRE ANTERIOR
6 - NÚMERO 7 - INÍCIO 8 - TÉRMINO
31/12/2009 01/07/2009 30/09/2009 01/04/2009 30/06/20093 2
9 - NOME/RAZÃO SOCIAL DO AUDITOR
11 - NOME DO RESPONSÁVEL TÉCNICO
10 - CÓDIGO CVM
12 - CPF DO RESP. TÉCNICO
Pág: 127/10/2009 15:02:40
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
Data-Base - 30/09/2009
Sem Ressalva
30/09/200830/06/200930/09/2009
01.06 - CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA
01.07 - SOCIEDADES NÃO INCLUÍDAS NAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CONSOLIDADAS
1 - ITEM 2 - CNPJ 3 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
Total
6 - TIPO DE CONSOLIDADO
Empresa Comercial, Industrial e Outras
1 - TIPO DE EMPRESA
Operacional
2 - TIPO DE SITUAÇÃO
Nacional Holding
3 - NATUREZA DO CONTROLE ACIONÁRIO
5 - ATIVIDADE PRINCIPAL
Número de Ações
(Mil)
1 - TRIMESTRE ATUAL 2 - TRIMESTRE ANTERIOR
1 - Ordinárias
2 - Preferenciais
3 - Total
Em Tesouraria
4 - Ordinárias
5 - Preferenciais
6 - Total
Do Capital Integralizado
241.034
0
241.034
01.05 - COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL
241.467
0
241.467
0
0
0
0
0
0
3990 - Emp. Adm. Part. - Sem Setor Principal
4 - CÓDIGO ATIVIDADE
3 - IGUAL TRIMESTRE EX. ANTERIOR
241.034
0
241.034
0
0
0
7 - TIPO DO RELATÓRIO DOS AUDITORES
PARTICIPAÇÃO EM OUTRAS SOCIEDADES
01.08 - PROVENTOS EM DINHEIRO DELIBERADOS E/OU PAGOS DURANTE E APÓS O TRIMESTRE
1 - ITEM 2 - EVENTO 4 - PROVENTO 5 - INÍCIO PGTO. 6 - ESPÉCIE E
CLASSE DE
AÇÃO
7 - VALOR DO PROVENTO P/ AÇÃO3 - APROVAÇÃO
227/10/2009 15:02:40 Pág:
7 - QUANTIDADE DE AÇÕES EMITIDAS
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
01992-5
01.09 - CAPITAL SOCIAL SUBSCRITO E ALTERAÇÕES NO EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO
1- ITEM 2 - DATA DA
ALTERAÇÃO
3 - VALOR DO CAPITAL SOCIAL
(Reais Mil)
4 - VALOR DA ALTERAÇÃO
(Reais Mil)
5 - ORIGEM DA ALTERAÇÃO
BR PROPERTIES S.A.
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
(Mil)
8 - PREÇO DA AÇÃO NA
EMISSÃO
(Reais)
06.977.751/0001-49
3 - CNPJ
Legislação Societária
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
Data-Base - 30/09/2009
08/01/200701 63 53.897 Integralização do Capital 25.000 2,1559000000
16/04/200702 55.040 1.080 Integralização do Capital 500 2,1593000000
31/05/200703 106.605 51.566 Integralização do Capital 23.891 2,1583982000
19/06/200704 203.745 97.140 INtegralização do Capital 45.005 2,1584073000
27/07/200705 300.920 97.175 Integralização do Capital 45.173 2,1511753000
17/10/200706 300.920 0 Integralização do Capital 0 2,1108000000
18/12/200707 305.695 4.775 Integralização do Capital 2.500 1,9100000000
18/12/200708 305.789 94 Integralização do Capital 50 1,8781000000
18/12/200709 310.260 4.471 Integralização do Capital 2.389 1,8712000000
18/12/200710 318.639 8.379 Integralização do Capital 4.501 1,8618000000
18/12/200711 327.000 8.361 Integralização do Capital 4.517 1,8509000000
28/12/200712 597.033 270.033 Integralização do Capital 87.278 3,0939320000
29/08/200813 597.422 389 Integralização do Capital 230 1,6912667320
21/07/200914 598.310 888 Subscrição Particular em Dinheiro 433 2,0500000000
01.10 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES
1 - DATA 2 - ASSINATURA
27/10/2009
27/10/2009 15:02:40 Pág: 3
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
02.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 - 30/06/20093 - 30/09/2009
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
1 Ativo Total 711.307 703.167
1.01 Ativo Circulante 85.166 87.401
1.01.01 Disponibilidades 82.114 83.914
1.01.01.01 Caixa e Bancos 17 9
1.01.01.02 Aplicações Financeiras 82.097 83.905
1.01.02 Créditos 0 0
1.01.02.01 Clientes 0 0
1.01.02.02 Créditos Diversos 0 0
1.01.03 Estoques 0 0
1.01.04 Outros 3.052 3.487
1.01.04.01 Impostos a Compensar 2.961 3.057
1.01.04.02 Adiantamentos 0 20
1.01.04.03 Outros Valores a Receber entre as Cias 0 276
1.01.04.04 Outros Valores a Receber 6 4
1.01.04.05 Despesas Antecipadas 85 130
1.02 Ativo Não Circulante 626.141 615.766
1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 0 0
1.02.01.01 Créditos Diversos 0 0
1.02.01.02 Créditos com Pessoas Ligadas 0 0
1.02.01.02.01 Com Coligadas e Equiparadas 0 0
1.02.01.02.02 Com Controladas 0 0
1.02.01.02.03 Com Outras Pessoas Ligadas 0 0
1.02.01.03 Outros 0 0
1.02.02 Ativo Permanente 626.141 615.766
1.02.02.01 Investimentos 625.688 615.306
1.02.02.01.01 Participações Coligadas/Equiparadas 0 0
1.02.02.01.02 Participações Coligadas/Equiparadas-Ágio 0 0
1.02.02.01.03 Participações em Controladas 500.180 498.470
1.02.02.01.04 Participações em Controladas - Ágio 8.080 8.080
1.02.02.01.05 Outros Investimentos 0 0
1.02.02.01.06 Equivalência Patrimonial Reserva (7.505) (7.504)
1.02.02.01.07 Participação Reavaliação Controlada 97.943 97.943
1.02.02.01.08 Participação em Controladas 26.990 18.317
1.02.02.02 Imobilizado 453 460
1.02.02.02.01 Equipamento Proc. Dados 229 228
1.02.02.02.02 Softwares 103 103
1.02.02.02.03 Instalações 182 182
1.02.02.02.04 Móveis e Utensílios 148 145
1.02.02.02.05 Imobilizado em Andamento 15 0
1.02.02.02.06 Depreciação (224) (198)
1.02.02.03 Intangível 0 0
1.02.02.04 Diferido 0 0
27/10/2009 15:03:11 Pág: 1
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
02.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 - 30/06/20093 - 30/09/2009
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
2 Passivo Total 711.307 703.167
2.01 Passivo Circulante 3.604 2.730
2.01.01 Empréstimos e Financiamentos 0 0
2.01.02 Debêntures 0 0
2.01.03 Fornecedores 223 104
2.01.04 Impostos, Taxas e Contribuições 2.810 1.999
2.01.04.01 Salários e Contribuições Previdenciárias 164 100
2.01.04.02 Impostos e Contribuições 12 90
2.01.04.03 Provisão de Férias e Encargos a Pagar 227 309
2.01.04.04 Provisão de Bônus e Encargos a Pagar 2.250 1.500
2.01.04.05 Provisão de 13. e Encargos a Pagar 157 0
2.01.05 Dividendos a Pagar 0 0
2.01.06 Provisões 0 0
2.01.07 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 2
2.01.08 Outros 571 625
2.01.08.01 Obrigações por Aquisição de Imóveis 134 0
2.01.08.02 Derivativos 437 464
2.01.08.03 Outras Contas a Pagar 0 161
2.02 Passivo Não Circulante 0 37
2.02.01 Passivo Exigível a Longo Prazo 0 37
2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 0 0
2.02.01.02 Debêntures 0 0
2.02.01.03 Provisões 0 0
2.02.01.04 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0
2.02.01.05 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0
2.02.01.06 Outros 0 37
2.02.01.06.01 Derivativos 0 37
2.03 Resultados de Exercícios Futuros 0 0
2.05 Patrimônio Líquido 707.703 700.400
2.05.01 Capital Social Realizado 598.310 597.422
2.05.01.01 Capital Social Subscrito 598.310 597.422
2.05.02 Reservas de Capital 3.297 3.113
2.05.02.01 Reservas Stock Options/Swaps 3.297 3.113
2.05.03 Reservas de Reavaliação 95.041 95.441
2.05.03.01 Ativos Próprios 0 0
2.05.03.02 Controladas/Coligadas e Equiparadas 95.041 95.441
2.05.04 Reservas de Lucro 0 0
2.05.04.01 Legal 0 0
2.05.04.02 Estatutária 0 0
2.05.04.03 Para Contingências 0 0
2.05.04.04 De Lucros a Realizar 0 0
2.05.04.05 Retenção de Lucros 0 0
2.05.04.06 Especial p/ Dividendos Não Distribuídos 0 0
2.05.04.07 Outras Reservas de Lucro 0 0
2.05.04.07.01 Reservas Stock Options/Swap 0 0
27/10/2009 15:03:20 Pág: 1
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
02.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 -30/06/20093 -30/09/2009
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
2.05.05 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0
2.05.05.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0
2.05.05.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0
2.05.05.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0
2.05.06 Lucros/Prejuízos Acumulados 11.055 4.424
2.05.07 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0
27/10/2009 15:03:20 Pág: 2
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
03.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - 01/07/2008 a 30/09/20084 - 01/01/2009 a 30/09/20093 - 01/07/2009 a 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
6 - 01/01/2008 a 30/09/2008
Data-Base - 30/09/2009
3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 00 0 0
3.01.01 Serviços Prestados 00 0 0
3.02 Deduções da Receita Bruta 00 0 0
3.02.01 Tributos PIS/COFINS E ISSQN 00 0 0
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 00 0 0
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos 00 0 0
3.05 Resultado Bruto 00 0 0
3.06 Despesas/Receitas Operacionais 5786.231 24.049 2.867
3.06.01 Com Vendas 00 0 0
3.06.02 Gerais e Administrativas (3.572)(3.812) (10.581) (8.840)
3.06.02.01 Despesas Administrativas (506)(1.692) (4.114) (3.077)
3.06.02.02 Despesas Comerciais (423)0 0 (128)
3.06.02.03 Despesas de Pessoal (2.597)(2.350) (6.697) (5.564)
3.06.02.04 Despesas IPO 00 0 0
3.06.02.05 Depreciação/Amortização 00 0 0
3.06.02.06 Outras Receitas e Despesas Operacionais 0230 230 0
3.06.02.07 Despesas Tributárias (46)0 0 (71)
3.06.03 Financeiras 4.2611.370 7.640 15.138
3.06.03.01 Receitas Financeiras 4.6911.843 8.707 15.804
3.06.03.02 Despesas Financeiras (430)(473) (1.067) (666)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 00 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais 00 0 0
3.06.05.01 Plano de Opção de Compras de Ações 00 0 0
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial (111)8.673 26.990 (3.431)
3.06.06.01 Equivalência Patrimonial (111)8.673 26.990 (3.431)
Pág: 127/10/2009 15:03:34
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
03.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - 01/07/2008 a 30/09/20084 - 01/01/2009 a 30/09/20093 - 01/07/2009 a 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
6 - 01/01/2008 a 30/09/2008
Data-Base - 30/09/2009
3.07 Resultado Operacional 5786.231 24.049 2.867
3.08 Resultado Não Operacional 2520 0 282
3.08.01 Receitas 2520 0 282
3.08.02 Despesas 00 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 8306.231 24.049 3.149
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social (214)0 (266) (1.534)
3.11 IR Diferido 00 0 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 00 0 0
3.12.01 Participações 00 0 0
3.12.02 Contribuições 00 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 00 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período 6166.231 23.783 1.615
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)
LUCRO POR AÇÃO (Reais)
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Mil)
0,02580 0,09849 0,00256
241.467 241.467 241.034 241.034
0,00670
Pág: 227/10/2009 15:03:34
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
05.01 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/07/2009 a 30/09/2009 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - RESERVAS DE
REAVALIAÇÃO
4 - RESERVAS DE
CAPITAL
6 - RESERVAS DE
LUCRO
7 - LUCROS/ PREJUÍZOS
ACUMULADOS
3 - CAPITAL SOCIAL 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
LÍQUIDO
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
8 - AJUSTES DE
AVALIAÇÃO
PATRIMONIAL
5.01 Saldo Inicial 95.441597.422 3.113 0 4.424 700.4000
5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 00 0 0 0 00
5.03 Saldo Ajustado 95.441597.422 3.113 0 4.424 700.4000
5.04 Lucro / Prejuízo do Período 00 0 0 6.231 6.2310
5.05 Destinações (400)0 0 0 400 00
5.05.01 Dividendos 00 0 0 0 00
5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 00 0 0 0 00
5.05.03 Outras Destinações (400)0 0 0 400 00
5.05.03.01 Reversão e Transferência de Reservas (400)0 0 0 400 00
5.06 Realização de Reservas de Lucros 00 0 0 0 00
5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 00 0 0 0 00
5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 00 0 0 0 00
5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 00 0 0 0 00
5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 00 0 0 0 00
5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0888 0 0 0 8880
5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 00 184 0 0 1840
5.10 Ações em Tesouraria 00 0 0 0 00
5.11 Outras Transações de Capital 00 0 0 0 00
5.12 Outros 00 0 0 0 00
5.13 Saldo Final 95.041598.310 3.297 0 11.055 707.7030
1Pág:27/10/2009 15:04:09
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
05.02 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2009 a 30/09/2009 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - RESERVAS DE
REAVALIAÇÃO
4 - RESERVAS DE
CAPITAL
6 - RESERVAS DE
LUCRO
7 - LUCROS/ PREJUÍZOS
ACUMULADOS
3 - CAPITAL SOCIAL 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
LÍQUIDO
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
8 - AJUSTES DE
AVALIAÇÃO
PATRIMONIAL
5.01 Saldo Inicial 101.168597.422 2.512 0 (13.940) 687.1620
5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 00 0 0 0 00
5.03 Saldo Ajustado 101.168597.422 2.512 0 (13.940) 687.1620
5.04 Lucro / Prejuízo do Período 00 0 0 23.783 23.7830
5.05 Destinações (6.127)0 0 0 1.212 (4.915)0
5.05.01 Dividendos 00 0 0 0 00
5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 00 0 0 0 00
5.05.03 Outras Destinações (6.127)0 0 0 1.212 (4.915)0
5.05.03.01 Reversão e Transferência de Reservas (6.127)0 0 0 1.212 (4.915)0
5.06 Realização de Reservas de Lucros 00 0 0 0 00
5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 00 0 0 0 00
5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 00 0 0 0 00
5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 00 0 0 0 00
5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 00 0 0 0 00
5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0888 0 0 0 8880
5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 00 785 0 0 7850
5.10 Ações em Tesouraria 00 0 0 0 00
5.11 Outras Transações de Capital 00 0 0 0 00
5.12 Outros 00 0 0 0 00
5.12.01 Realização de Reservas de Reavaliação 00 0 0 0 00
5.13 Saldo Final 95.041598.310 3.297 0 11.055 707.7030
1Pág:27/10/2009 15:04:20
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
04.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 - 01/01/2009 a 30/09/20093 - 01/07/2009 a 30/09/2009
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
5 - 01/07/2008 a 30/09/2008 6 - 01/01/2008 a 30/09/2008
4.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais (959) (7.433) 136 5.428
4.01.01 Caixa Gerado nas Operações (2.232) (5.318) 752 (1.886)
4.01.01.01 Lucro (Prejuízo) do Período 6.231 23.783 616 1.615
4.01.01.02 Ajustes para reconciliação do Lucro Líqu 0 0 0 0
4.01.01.03 Depreciação 26 75 24 (70)
4.01.01.04 Resultado de Equivalência Patrimonial (8.673) (26.990) 112 (3.431)
4.01.01.05 Juros e Variações Monetárias 0 0 0 0
4.01.01.06 Plano de Opção de Compra de Ações 184 785 0 0
4.01.01.07 Reversão da Reserva de Reavaliação 0 (2.971) 0 0
4.01.02 Variações nos Ativos e Passivos 1.273 (2.115) (616) 7.314
4.01.02.01 Contas a Receber de Clientes 0 0 (117) 3.864
4.01.02.02 Impostos a Recuperar 96 1.142 (255) 0
4.01.02.03 Outros Ativos 339 409 0 (68)
4.01.02.04 Provisão Para Gratificação a Empregados 750 (2.345) 0 0
4.01.02.05 Obrigações Por Aquisição de Imóveis 134 (37) (102) 0
4.01.02.06 Contas a pagar e outros (46) (1.284) (142) 3.518
4.01.03 Outros 0 0 0 0
4.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento (841) (10.623) (10.218) (129.517)
4.02.01 Aumento de Capital 888 888 389 389
4.02.02 Outros Investimentos. Líquido (1.710) (11.483) (10.595) (129.826)
4.02.03 Baixa do Imobilizado 0 0 0 0
4.02.04 Aplicação de Imobilizado (19) (28) (12) (80)
4.03 Caixa Líquido Atividades Financiamento 0 0 0 0
4.03.01 Tomada de Empréstimos e Financiamentos 0 0 0 0
4.03.02 Pagto de Empréstimos e Financiamentos 0 0 0 0
27/10/2009 15:03:54 Pág: 1
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
04.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 -01/01/2009 a 30/09/20093 -01/07/2009 a 30/09/2009
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
5 - 01/07/2008 a 30/09/200801/07/2008 a 30/09/20086 - 01/01/2008 a 30/09/200801/01/2008 a 30/09/2008
4.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 0 0 0 0
4.05 Aumento(Redução) de Caixa e Equivalentes (1.800) (18.056) (10.082) (124.089)
4.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 83.914 100.170 157.974 271.981
4.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 82.114 82.114 147.892 147.892
27/10/2009 15:03:54 Pág: 2
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
08.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 - 30/06/20093 - 30/09/2009
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
1 Ativo Total 1.331.363 1.332.193
1.01 Ativo Circulante 153.793 154.788
1.01.01 Disponibilidades 137.265 137.419
1.01.01.01 Caixa e Bancos 992 973
1.01.01.02 Aplicações Financeiras 136.273 136.446
1.01.02 Créditos 16.528 17.369
1.01.02.01 Clientes 11.983 12.685
1.01.02.01.01 Aluguéis a Receber 11.717 11.414
1.01.02.01.02 Outros Valores a Receber 171 779
1.01.02.01.03 Cotas de Condomínio 95 492
1.01.02.02 Créditos Diversos 4.545 4.684
1.01.02.02.01 Adiantamentos Para Aquisição de Imóveis 122 122
1.01.02.02.02 Impostos a Compensar/Recuperar 4.162 4.271
1.01.02.02.03 Despesas do Exercício Seguinte 261 291
1.01.02.02.04 Impostos Diferidos 0 0
1.01.02.02.05 Imóveis Destinados à Venda 0 0
1.01.03 Estoques 0 0
1.01.04 Outros 0 0
1.02 Ativo Não Circulante 1.177.570 1.177.405
1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 92 92
1.02.01.01 Créditos Diversos 0 0
1.02.01.02 Créditos com Pessoas Ligadas 0 0
1.02.01.02.01 Com Coligadas e Equiparadas 0 0
1.02.01.02.02 Com Controladas 0 0
1.02.01.02.03 Com Outras Pessoas Ligadas 0 0
1.02.01.03 Outros 92 92
1.02.01.03.01 Depósitos Judiciais 92 92
1.02.02 Ativo Permanente 1.177.478 1.177.313
1.02.02.01 Investimentos 9.487 9.487
1.02.02.01.01 Participações Coligadas/Equiparadas 0 0
1.02.02.01.02 Participações em Controladas 0 0
1.02.02.01.03 Outros Investimentos 0 0
1.02.02.01.06 Participação em Controladas - Ágio 9.487 9.487
1.02.02.02 Imobilizado 1.167.991 1.167.826
1.02.02.02.01 Terrenos 293.119 293.119
1.02.02.02.02 Reavaliação Patrimonial Terrenos 42.880 42.880
1.02.02.02.03 Edifícios 734.392 736.082
1.02.02.02.04 Reavaliação Patrimonial Edifícios 105.335 105.335
1.02.02.02.05 Equipamentos Processamento de Dados 280 269
1.02.02.02.06 Softwares 121 119
1.02.02.02.07 Instalações 182 182
1.02.02.02.08 Móveis e Utensílios 159 156
1.02.02.02.09 Construções em Andamento 26.373 20.109
1.02.02.02.10 ( - ) Depreciação (34.850) (30.425)
1.02.02.03 Intangível 0 0
27/10/2009 15:05:21 Pág: 1
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
08.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 -30/06/20093 -30/09/2009
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
1.02.02.04 Diferido 0 0
27/10/2009 15:05:21 Pág: 2
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
08.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 - 30/06/20093 - 30/09/2009
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
2 Passivo Total 1.331.363 1.332.193
2.01 Passivo Circulante 79.682 80.196
2.01.01 Empréstimos e Financiamentos 69.812 68.423
2.01.02 Debêntures 0 0
2.01.03 Fornecedores 1.388 3.544
2.01.04 Impostos, Taxas e Contribuições 1.836 2.430
2.01.04.01 Salários e Contribuições Previdenciárias 236 320
2.01.04.02 Impostos e Contribuições a Recolher 767 1.251
2.01.04.03 IRPJ E CSLL a pagar 833 859
2.01.05 Dividendos a Pagar 0 0
2.01.06 Provisões 2.803 1.935
2.01.06.01 Provisão de Férias e Encargos 343 435
2.01.06.02 Provisão de Bônus e Encargos 2.250 1.500
2.01.06.03 Provisão de 13. Salário e Encargos 210 0
2.01.07 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0
2.01.08 Outros 3.843 3.864
2.01.08.01 Obrigações por Aquisição de Imóvel 2.124 1.990
2.01.08.02 Adiantamentos de Clientes 1.184 1.167
2.01.08.03 Cotas de Condomínio 0 0
2.01.08.04 Depósito Conta Caução 0 0
2.01.08.05 Outras Contas a Pagar 98 243
2.01.08.06 Derivativos 437 464
2.02 Passivo Não Circulante 543.978 551.597
2.02.01 Passivo Exigível a Longo Prazo 543.978 551.597
2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 495.018 502.392
2.02.01.01.01 Empréstimos Bancários 495.018 502.392
2.02.01.02 Debêntures 0 0
2.02.01.03 Provisões 48.960 49.167
2.02.01.03.01 Provisão de IRPJ s/ Diferido 35.999 36.152
2.02.01.03.02 Provisão de CSLL s/ Diferido 12.961 13.015
2.02.01.04 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0
2.02.01.05 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0
2.02.01.06 Outros 0 38
2.02.01.06.01 Derivativos 0 38
2.03 Resultados de Exercícios Futuros 0 0
2.04 Part. de Acionistas Não Controladores 0 0
2.05 Patrimônio Líquido 707.703 700.400
2.05.01 Capital Social Realizado 598.310 597.422
2.05.02 Reservas de Capital 3.297 3.113
2.05.02.01 Reservas Stock Options/Swaps 3.297 3.113
2.05.03 Reservas de Reavaliação 95.041 95.441
2.05.03.01 Ativos Próprios 0 0
2.05.03.02 Controladas/Coligadas e Equiparadas 95.041 95.441
2.05.04 Reservas de Lucro 0 0
2.05.04.01 Legal 0 0
27/10/2009 15:05:30 Pág: 1
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
08.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 -30/06/20093 -30/09/2009
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
2.05.04.02 Estatutária 0 0
2.05.04.03 Para Contingências 0 0
2.05.04.04 De Lucros a Realizar 0 0
2.05.04.05 Retenção de Lucros 0 0
2.05.04.06 Especial p/ Dividendos Não Distribuídos 0 0
2.05.04.07 Outras Reservas de Lucro 0 0
2.05.04.07.01 Reservas Stock Options/Swap 0 0
2.05.05 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0
2.05.05.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0
2.05.05.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0
2.05.05.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0
2.05.06 Lucros/Prejuízos Acumulados 11.055 4.424
2.05.07 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0
27/10/2009 15:05:30 Pág: 2
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
09.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - 01/07/2008 a 30/09/20084 - 01/01/2009 a 30/09/20093 - 01/07/2009 a 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
6 - 01/01/2008 a 30/09/2008
Data-Base - 30/09/2009
3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 25.34730.579 96.508 69.609
3.01.01 Receita de Locações 25.02530.060 95.032 68.974
3.01.02 Receita de Serviços 322519 1.476 635
3.02 Deduções da Receita Bruta (2.878)(2.963) (9.622) (7.423)
3.02.01 Abatimentos (708)(464) (1.653) (1.468)
3.02.02 Impostos PIS/COFINS e ISSQN (2.170)(2.499) (7.969) (5.955)
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 22.46927.616 86.886 62.186
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (3.981)(4.059) (12.292) (11.507)
3.05 Resultado Bruto 18.48823.557 74.594 50.679
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (17.520)(16.516) (48.238) (47.043)
3.06.01 Com Vendas 00 0 0
3.06.02 Gerais e Administrativas (4.284)(5.531) (15.486) (12.363)
3.06.02.01 Despesas Administrativas (1.523)(3.398) (8.151) (5.838)
3.06.02.02 Despesas Comerciais 00 0 (644)
3.06.02.03 Despesas com Pessoal (2.761)(2.621) (7.823) (5.881)
3.06.02.04 Despesas de IPO 00 0 0
3.06.02.05 Depreciação 00 0 0
3.06.02.06 Outras Receitas/Despesas Operacionais 0488 488 0
3.06.02.07 Despesas Tributárias 00 0 0
3.06.03 Financeiras (13.236)(10.985) (32.752) (34.680)
3.06.03.01 Receitas Financeiras 5.3453.341 12.077 16.831
3.06.03.02 Despesas Financeiras (18.581)(14.326) (44.829) (51.511)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 00 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais 00 0 0
3.06.05.01 Plano de Opção de Compras de Ações 00 0 0
Pág: 127/10/2009 15:05:41
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
09.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - 01/07/2008 a 30/09/20084 - 01/01/2009 a 30/09/20093 - 01/07/2009 a 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
6 - 01/01/2008 a 30/09/2008
Data-Base - 30/09/2009
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 00 0 0
3.07 Resultado Operacional 9687.041 26.356 3.636
3.08 Resultado Não Operacional 2970 0 496
3.08.01 Receitas 00 0 0
3.08.02 Despesas 00 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 1.2657.041 26.356 4.132
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social (650)(1.017) (3.251) (2.517)
3.11 IR Diferido 0207 678 0
3.11.01 IR Diferido 062 202 0
3.11.02 CSLL Diferida 0145 476 0
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 00 0 0
3.12.01 Participações 00 0 0
3.12.02 Contribuições 00 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 00 0 0
3.14 Part. de Acionistas Não Controladores 00 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período 6156.231 23.783 1.615
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)
LUCRO POR AÇÃO (Reais)
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Mil)
0,02580 0,09849 0,00255
241.467 241.467 241.034 241.034
0,00670
Pág: 227/10/2009 15:05:41
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
11.01 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/07/2009 a 30/09/2009 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - RESERVAS DE
REAVALIAÇÃO
4 - RESERVAS DE
CAPITAL
6 - RESERVAS DE
LUCRO
7 - LUCROS/ PREJUÍZOS
ACUMULADOS
3 - CAPITAL SOCIAL 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
LÍQUIDO
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
8 - AJUSTES DE
AVALIAÇÃO
PATRIMONIAL
5.01 Saldo Inicial 95.441597.422 3.113 0 4.424 700.4000
5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 00 0 0 0 00
5.03 Saldo Ajustado 95.441597.422 3.113 0 4.424 700.4000
5.04 Lucro / Prejuízo do Período 00 0 0 6.231 6.2310
5.05 Destinações (400)0 0 0 400 00
5.05.01 Dividendos 00 0 0 0 00
5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 00 0 0 0 00
5.05.03 Outras Destinações (400)0 0 0 400 00
5.05.03.01 Reversão e Transferência de Reservas (400)0 0 0 400 00
5.06 Realização de Reservas de Lucros 00 0 0 0 00
5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 00 0 0 0 00
5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 00 0 0 0 00
5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 00 0 0 0 00
5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 00 0 0 0 00
5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0888 0 0 0 8880
5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 00 184 0 0 1840
5.10 Ações em Tesouraria 00 0 0 0 00
5.11 Outras Transações de Capital 00 0 0 0 00
5.12 Outros 00 0 0 0 00
5.13 Saldo Final 95.041598.310 3.297 0 11.055 707.7030
1Pág:27/10/2009 15:06:09
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
11.02 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2009 a 30/09/2009 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - RESERVAS DE
REAVALIAÇÃO
4 - RESERVAS DE
CAPITAL
6 - RESERVAS DE
LUCRO
7 - LUCROS/ PREJUÍZOS
ACUMULADOS
3 - CAPITAL SOCIAL 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
LÍQUIDO
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
8 - AJUSTES DE
AVALIAÇÃO
PATRIMONIAL
5.01 Saldo Inicial 101.168597.422 2.512 0 (13.940) 687.1620
5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 00 0 0 0 00
5.03 Saldo Ajustado 101.168597.422 2.512 0 (13.940) 687.1620
5.04 Lucro / Prejuízo do Período 00 0 0 23.783 23.7830
5.05 Destinações (6.127)0 0 0 1.212 (4.915)0
5.05.01 Dividendos 00 0 0 0 00
5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 00 0 0 0 00
5.05.03 Outras Destinações (6.127)0 0 0 1.212 (4.915)0
5.05.03.01 Reversão e Transferência de Reservas (6.127)0 0 0 1.212 (4.915)0
5.06 Realização de Reservas de Lucros 00 0 0 0 00
5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 00 0 0 0 00
5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 00 0 0 0 00
5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 00 0 0 0 00
5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 00 0 0 0 00
5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0888 0 0 0 8880
5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 00 785 0 0 7850
5.10 Ações em Tesouraria 00 0 0 0 00
5.11 Outras Transações de Capital 00 0 0 0 00
5.12 Outros 00 0 0 0 00
5.13 Saldo Final 95.041598.310 3.297 0 11.055 707.7030
1Pág:27/10/2009 15:06:29
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO - METODO INDIRETO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 - 01/01/2009 a 30/09/20093 - 01/07/2009 a 30/09/2009
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
5 - 01/07/2008 a 30/09/2008 6 - 01/01/2008 a 30/09/2008
4.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais 23.013 61.561 1.992 (8.757)
4.01.01 Caixa Gerado nas Operações 24.320 77.456 4.911 13.293
4.01.01.01 Lucro (Prejuízo) do Período 6.231 23.783 616 1.615
4.01.01.02 Ajustes para reconciliação do Lucor Líqu 0 0 0 0
4.01.01.03 Depreciação 4.108 12.292 4.295 11.678
4.01.01.04 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0
4.01.01.05 Juros e Variações Monetárias 13.797 43.567 0 0
4.01.01.06 Plano de Opção de Compra de Ações 184 785 0 0
4.01.01.07 Reversão da Reserva de Reavaliação 0 (2.971) 0 0
4.01.02 Variações nos Ativos e Passivos (1.307) (15.895) (2.919) (22.050)
4.01.02.01 Contas a Receber de Clientes 94 (2.178) (1.266) (4.639)
4.01.02.02 Impostos a Recuperar 109 773 (435) 0
4.01.02.03 Outros Ativos 638 586 1.428 (1.764)
4.01.02.04 Provisão para Gratificações a Empregados 750 (2.345) 0 0
4.01.02.05 Obrigação para Aquisição de Imóveis 134 (7.970) (1.655) (13.072)
4.01.02.06 Contas a Pagar e Outros (3.032) (4.761) (991) (2.575)
4.01.03 Outros 0 0 0 0
4.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento (3.385) 12.036 (9.749) (187.187)
4.02.01 Aumento de Capital 888 888 389 389
4.02.02 Outros Investimentos. Líquido 0 0 0 (17.606)
4.02.03 Baixa do Imobilizado 0 20.170 0 0
4.02.04 Aplicação no Imobilizado (4.273) (9.022) (10.138) (169.970)
4.03 Caixa Líquido Atividades Financiamento (19.782) (59.039) 9.342 85.082
4.03.01 Tomada de Empréstimos e Financiamentos 0 0 9.342 87.394
4.03.02 Pagto de Empréstimos e Financiamentos (19.782) (59.039) 0 (2.312)
27/10/2009 15:05:51 Pág: 1
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
Legislação Societária
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS
10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO - METODO INDIRETO (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 -01/01/2009 a 30/09/20093 -01/07/2009 a 30/09/2009
Data-Base - 30/09/2009
(USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA)
1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ
5 - 01/07/2008 a 30/09/200801/07/2008 a 30/09/20086 - 01/01/2008 a 30/09/200801/01/2008 a 30/09/2008
4.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 0 0 0 0
4.05 Aumento(Redução) de Caixa e Equivalentes (154) 14.558 1.585 (110.862)
4.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 137.419 122.707 168.527 280.974
4.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 137.265 137.265 170.112 170.112
27/10/2009 15:05:51 Pág: 2
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 1
1. Contexto operacional
A Companhia foi constituída em 26 de maio de 2004 sob a forma de sociedade
anônima com a denominação social de Itarema Participações S.A. Em 22 de
dezembro de 2006, houve a alteração de sua denominação social para BR
Properties S.A. (“BR Properties” ou “Companhia”).
Em 22 de dezembro de 2006, a Companhia recebeu aportes de capital dos
acionistas, inclusive de novos acionistas, no montante de R$ 53.000. Os principais
novos acionistas foram o GP Investments Ltd, Private Equity Partners A, LLC,
Private Equity Partners B, LLC, Reic Brasil Holding LLC, Castlerigg Latin American
Investments LLC, Peter L. Malkin Family 2000 LLC, Talisman Special Purpose
Fund Ltd, Tudor Proprietary Trading LLC e Tudor Brazil Investments LLC.
Os acionistas estabeleceram o plano de negócios da Companhia e determinaram
sua atuação como Holding para a aquisição, administração, arrendamento e venda
de imóveis comerciais no Brasil, principalmente edifícios e andares comerciais e de
escritórios, lojas de varejo e armazéns, desde que sejam ativos existentes ou
construídos sob medida (“built to suit”).
A partir do mês de abril de 2007, a Companhia iniciou as suas operações mediante
a constituição de sociedades de propósito específicas – SPEs para adquirir os
imóveis para locação comercial, tendo investido mais de R$1 bilhão até 31 de
dezembro de 2008. A Companhia também investiu, até o trimestre encerrado em
30 de setembro de 2009, aproximadamente R$54 milhões no desenvolvimento de
incorporações de propriedades comerciais e na expansão de propriedades já
integrantes de seu portfólio.
2. Base de preparação e apresentação das informações trimestrais
As informações trimestrais foram elaboradas com base nas normas da Comissão
de Valores Mobiliários (CVM), aplicáveis à elaboração das Informações Trimestrais
(ITRs), observando as diretrizes contábeis emanadas da legislação societária (Lei
nº 6.404/76) que incluem os dispositivos introduzidos, alterados e revogados pela
Lei nº 11.638, de 28 de dezembro de 2007, pela Medida Provisória nº 449, de 03
de dezembro de 2008, e pelos pronunciamentos contábeis, aplicáveis à
Companhia, emitidos pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) e
aprovados pela CVM e Conselho Federal de Contabilidade.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 2
2. Base de preparação e apresentação das informações trimestrais -
- continuação
As informações trimestrais referente ao trimestre findo em 30 de setembro de
2008, apresentadas de forma conjunta com as informações do trimestre corrente,
foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil vigentes
até 31 de dezembro de 2007 e, como facultado pelo Ofício--
Circular/CVM/SNC/SEP nº 02/2009, não estão sendo reapresentadas com os
ajustes para fins de comparação.
Conforme também requerido pelo Ofício—Circular mencionado no parágrafo
anterior, a Companhia estimou os efeitos das práticas contábeis vigentes em 2009
no patrimônio liquido de 30 de setembro de 2008 e no resultado do trimestre findo
naquela data, a seguir demonstrados:
Consolidado
Breve
descrição
Patrimônio
líquido
Resultado do
trimestre
Saldos antes das alterações introduzidas
pela Lei 11.638/07 e MP 449/08 689.394 615
Valor justo de pagamentos baseados em
ações (a) (i) (1.797) (194)
Valor justo dos instrumentos financeiros e
derivativos (ii) (2.800) 3.435
Efeitos líquidos decorrentes da aplicação
integral da Lei 11.638/07 e MP 449/08 (4.597) 3.241
Saldos com as alterações introduzidas
pela Lei 11.638/07 e MP 449/08 684.797 3.856
(i) O Pronunciamento Técnico CPC 10 – Pagamento Baseado em Ações
determina que os efeitos das transações de pagamentos baseados em
ações estejam refletidos no resultado e no balanço patrimonial da
entidade, incluindo despesas associadas com transações nas quais
opções de ações são outorgadas a empregados. Conforme mencionado
na Nota 15 (c), a Companhia possui Plano de Outorga de Opções de
Compra de Ações aos administradores e principais executivos.
(ii) O Pronunciamento Técnico CPC 14 – Instrumentos Financeiros
determina que instrumentos financeiros, inclusive derivativos, sejam
registrados: (i) pelo seu valor de mercado ou valor equivalente, quando
se tratar de aplicações destinadas à negociação ou disponíveis para
venda; e (ii) pelo valor de custo de aquisição ou valor de emissão, dos
dois o menor. Os instrumentos da Companhia são considerados como
hedge de valor justo destinado a compensar riscos da exposição à
variação no valor justo do item objeto de hedge (Nota 18).
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 3
3. Demonstrações Financeiras consolidadas
As demonstrações financeiras consolidadas incluem as operações da Companhia
e das seguintes empresas controladas, cuja participação percentual na data do
balanço é assim resumida:
Percentual de
participação
Direta
Critério de
Consolidação
BRPR I Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR II Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR III Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR IV Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR V Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR VII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR VIII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR IX Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR X Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR XI Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR XII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR XIII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR XIV Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR XV Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR XVI Empreendimentos e Participações Ltda. 99,90% Integral
BRPR XVII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR XVIII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,90% Integral
PP II SPE Empreendimentos Imobiliários Ltda. 50,00% Proporcional
BRPR XX Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR XXI Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral
BRPR XXII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,90% Integral
BRPR XXIII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,90% Integral
BRPR XXIV Empreendimentos e Participações Ltda. 99,90% Integral
BRPR XXV Empreendimentos e Participações Ltda. 99,90% Integral
BRPR A Administração de Ativos Imobiliários Ltda 99,90% Integral
BRPR Participações S/A 100,00% Integral
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 4
3. Demonstrações Financeiras consolidadas -- continuação
As políticas contábeis foram aplicadas de forma uniforme nas empresas consolidadas.
Para fins de consolidação, a controlada BRPR I consolida as operações da sua
controlada integral BRPR VI e a controlada BR PR XI consolida as operações da SPE
Cidade Jardim proporcionalmente de acordo com sua participação acionária de 50%.
Os principais procedimentos de consolidação são:
- Eliminação dos saldos das contas de ativos e passivos entre as empresas
consolidadas;
- Eliminação das participações no capital, reservas e lucros acumulados das
empresas consolidadas;
- Eliminação dos saldos de receitas e despesas, decorrentes de negócios entre
as empresas.
4. Sumário das principais práticas contábeis
a) Apuração do resultado
As receitas de locação estão sendo apresentadas brutas, ou seja, incluem os
impostos e os descontos incidentes sobre as mesmas, os quais estão
apresentados como contas redutoras das receitas. O resultado das operações
é apurado em conformidade com o regime contábil de competência de
exercício. Uma receita não é reconhecida se há uma incerteza significativa da
sua realização.
b) Moeda funcional e de apresentação das demonstrações financeiras:
A moeda funcional da Companhia é o Real, mesma moeda de preparação e
apresentação das demonstrações financeiras da controladora (Companhia) e
consolidadas.
c) Ativos e passivos financeiros:
Os principais ativos financeiros reconhecidos pela Empresa são: caixa e
equivalentes de caixa e contas a receber de clientes. Os principais passivos
financeiros são empréstimos e contas a pagar a fornecedores.
Os ativos e passivos financeiros estão representados pelos valores de custo e
respectivas apropriações de receitas e despesas até a data dos balanços, os
quais se aproximam dos valores de mercado.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 5
4. Sumário das principais práticas contábeis -- continuação
d) Operações de hedge:
Os instrumentos financeiros derivativos utilizados para proteger exposições a
risco ou para modificar as características de ativos e passivos financeiros,
compromissos firmes não reconhecidos, transações altamente prováveis ou
investimentos líquidos em operações no exterior, e que sejam: (i) altamente
correlacionados no que se refere às alterações no seu valor de mercado em
relação ao valor de mercado do item que estiver sendo protegido, tanto no
início quanto ao longo da vida do contrato (efetividade entre 80% e 125%); (ii)
possuir identificação documental da operação, do risco objeto de hedge, do
processo de gerenciamento de risco e da metodologia utilizada na avaliação
da efetividade; e (iii) considerados efetivos na redução do risco associado à
exposição a ser protegida, são classificados e contabilizados como operações
de hedge de acordo com sua natureza:
• hedge de valor justo - devem ser classificados os instrumentos financeiros
derivativos que se destinem a compensar riscos decorrentes da exposição à
variação no valor justo do item objeto de hedge. Os itens objeto de hedge e
os respectivos instrumentos financeiros derivativos relacionados são
contabilizados em contrapartida à adequada conta de receita ou despesa, no
resultado do período.
e) Caixa e equivalentes de caixa:
Inclui caixa, saldos positivos em conta movimento, aplicações financeiras
resgatáveis no prazo de 90 dias das datas dos balanços e com risco
insignificante de mudança de seu valor de mercado. As aplicações financeiras
incluídas nos equivalentes de caixa, em sua maioria, são classificadas na
categoria “ativos financeiros ao valor justo por meio do resultado”.
f) Contas a receber de clientes:
Estão apresentadas a valores de realização. Foi constituída provisão em
montante considerado suficiente pela Administração para os créditos cuja
recuperação é considerada duvidosa.
g) Investimentos
Os investimentos em empresas controladas estão avaliados pelo método de
equivalência patrimonial.
h) Imobilizado
Registrado ao custo de aquisição, acrescido da reavaliação de edificações e
terrenos, registrada em dezembro de 2007 pelas empresas controladas, com
base em laudo de avaliação preparado por peritos independentes.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 6
4. Sumário das principais práticas contábeis -- continuação
As depreciações de bens do imobilizado são calculadas pelo método linear às
taxas anuais mencionadas na nota explicativa nº 10. A reavaliação foi
reconhecida contra uma reserva de reavaliação no patrimônio líquido, líquida
dos efeitos dos impostos. A reserva de reavaliação será realizada contra
lucros acumulados, por ocasião da depreciação e baixa dos respectivos bens
reavaliados. Os gastos incorridos com manutenção e reparo são
contabilizados somente se os benefícios econômicos associados a esses
itens forem prováveis e os valores mensurados de forma confiável, enquanto
que os demais gastos são registrados diretamente no resultado quando
incorridos.
i) Intangível
Os ágios gerados nas aquisições de investimentos ocorridas até 31 de
dezembro de 2008, que têm como fundamento econômico a rentabilidade
futura, não foram amortizados até aquela data em função dos prazos
estimados de rentabilidade dos projetos, e a partir de 1º de janeiro de 2009
passaram a ser submetidos a teste anual para análise de perda do seu valor
recuperável.
j) Recuperação de ativos:
A Administração revisa anualmente o valor contábil líquido dos ativos, inclusive
o ágio, com o objetivo de avaliar eventos ou mudanças nas circunstâncias
econômicas, operacionais ou tecnológicas, que possam indicar deterioração ou
perda de seu valor recuperável. Quando tais evidências são identificadas, e o
valor contábil líquido excede o valor recuperável, é constituída provisão para
deterioração ajustando o valor contábil líquido ao valor recuperável.
k) Outros ativos e passivos:
Um passivo é reconhecido no balanço quando a Companhia possui uma
obrigação legal ou constituída como resultado de um evento passado, sendo
provável que um recurso econômico seja requerido para liquidá-lo. As
provisões são registradas tendo como base as melhores estimativas do risco
envolvido. Um ativo é reconhecido no balanço quando for provável que seus
benefícios econômicos futuros serão gerados em favor da Companhia e seu
custo ou valor puder ser mensurado com segurança.
Os ativos e passivos são classificados como circulantes quando é provável
que sua realização ou liquidação ocorra nos próximos doze meses. Caso
contrário são demonstrados como não circulantes.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 7
4. Sumário das principais práticas contábeis – continuação
l) Tributação
As receitas de locação dos imóveis estão sujeitas aos seguintes impostos e
contribuições, pelas seguintes alíquotas básicas:
Impostos e Contribuições Sigla Alíquotas
Programa de Integração Social PIS 1,65% e 0,65%
Contribuição Social para Financiamento da
Seguridade Social
COFINS 7,6% e 3,00%
Esses encargos são apresentados como deduções das receitas de aluguel na
demonstração do resultado. Os créditos decorrentes da não cumulatividade do
PIS e COFINS são apresentados dedutivamente do custo dos imóveis
alugados e dos serviços prestados na demonstração do resultado.
A tributação sobre o lucro compreende o imposto de renda e a contribuição
social. O imposto de renda é computado sobre o lucro tributável pela alíquota
de 15%, acrescido do adicional de 10% para os lucros que excederem R$ 240
no período de 12 meses, enquanto que a contribuição social é computada pela
alíquota de 9% sobre o lucro tributável, reconhecidos pelo regime de
competência
Conforme facultado pela legislação tributária, certas empresas controladas
optaram pelo regime de lucro presumido.
m) Pagamento baseado em ações:
Os principais executivos e administradores da Companhia possuem
remuneração baseada num plano de opção de compra de ações. Os custos
dessas transações são reconhecidos no resultado durante o período em que os
serviços foram recebidos em contrapartida a uma reserva no patrimônio líquido,
e mensurados pelo seu valor justo, no momento em que as opções são
outorgadas.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 8
4. Sumário das principais práticas contábeis – continuação
n) Demonstrações dos fluxos de caixa e demonstrações do valor adicionado:
As demonstrações dos fluxos de caixa foram preparadas e estão apresentadas
de acordo com a Deliberação CVM n° 547, de 13 de agosto de 2008 que
aprovou o pronunciamento contábil CPC 03 – Demonstração dos Fluxos de
Caixa, emitido pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC). As
demonstrações do valor adicionado foram preparadas e estão apresentadas de
acordo com a Deliberação CVM ° 557, de 12 de novembro de 2008 que
aprovou o pronunciamento contábil CPC 09 – Demonstração do Valor
Adicionado, emitido pelo CPC.
5. Caixa e equivalentes de caixa
30/9/2009 30/6/2009 30/9/2009 30/6/2009
Caixa e bancos 17 9 992 973
Aplicações financeiras e CDB’s (a) 82.097 83.905 136.273 136.446
82.114 83.914 137.265 137.419
Controladora Consolidado
(a) As aplicações financeiras referem-se substancialmente a certificados de depósito bancário, com
liquidez imediata, realizadas junto a banco de primeira linha. Essas aplicações são remuneradas por
taxas entre 90,0% e 103,8% do certificado de depósito interbancário (CDI)
6. Contas a receber de clientes
30/09/2009 30/06/2009
Aluguéis a receber 12.217 11.961
Despesas a serem reembolsadas (condomínios) 95 492
Provisão para devedores duvidosos (500) (547)
11.812 11.906
Consolidado
De acordo com os contratos celebrados com os clientes, os aluguéis são
normalmente recebidos até o 10º dia útil do mês subseqüente.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 9
7. Impostos a recuperar
30/9/2009 30/6/2009 30/9/2009 30/6/2009
Imposto de renda retido na fonte 2.675 2.779 3.280 3.410
Antecipações de imposto de renda e contribuição social 284 277 859 812
Outros 1 1 24 49
2.961 3.057 4.162 4.271
Controladora Consolidado
8. Investimentos
30/9/2009 30/6/2009
Participações em controladas 617.608 607.226
617.608 607.226
Controladora
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 10
8. Investimentos – continuação
a) Informações sobre as empresas controladas em 30 de setembro de 2009
As participações em controladas, avaliadas pelo método de equivalência patrimonial,
foram apuradas de acordo com os balanços na data-base de 30 de setembro de 2009.
O valor contábil do investimento em 30 de setembro de 2009 e o resultado de
equivalência patrimonial de R$ 26.990 em 2009, estão assim demonstrados:
Controladas
BRPR I Empreend. e Part. Ltda. 101.241.500 101.242 30.697 134.172 7.470 134.172 7.470
BRPR II Empreend.e Part. Ltda. 33.016.000 33.016 27.265 60.459 1.907 60.459 1.907
BRPR III Empreend. e Part. Ltda. 23.785.000 23.785 14.011 40.560 1.500 40.560 1.500
BRPR IV Empreend. e Part. Ltda. 66.896.620 66.897 4.232 73.797 2.204 73.797 2.204
BRPR V Empreend. e Part. Ltda. 56.869.000 56.869 1.071 61.716 2.571 61.716 2.571
BRPR VII Empreend. e Part. Ltda. 23.799.400 23.799 5.800 30.633 861 30.633 861
BRPR VIII Empreend. e Part. Ltda. 15.001.000 15.001 - 15.408 1.418 15.408 1.418
BRPR IX Empreend. e Part. Ltda. 15.208.771 15.209 11.965 30.334 1.955 30.334 1.955
BRPR X Empreend. e Part. Ltda. 68.851.000 68.851 - 73.768 4.694 73.768 4.694
BRPR XI Empreend. e Part. Ltda. 28.071.000 - - 28.083 4 28.083 4
BRPR XII Empreend. e Part. Ltda. 151.000 151 - 186 (0) 186 (0)
BRPR XIII Empreend. e Part. Ltda. 5.701.000 5.701 - 7.187 255 7.187 255
BRPR XIV Empreend. e Part. Ltda. 22.131.000 26.931 - 26.121 1.125 26.121 1.125
BRPR XV Empreend. e Part. Ltda. 8.671.000 8.671 - 8.755 213 8.755 213
BRPR XVI Empreend. e Part. Ltda. 2.000 2 - 41 (34) 41 (34)
BRPR XVII Empreend e Part. Ltda. 5.501.000 5.501 - 5.792 260 5.792 260
BRPR XVIII Empreend e Part Ltda 1.000 1 - 46 (1) 46 (1)
PP II Empreend Imobiliários Ltda. 19.423.500 19.424 - 19.837 229 9.919 114
BRPR XX Empreend e Part. Ltda. 21.000 21 - 18 (1) 18 (1)
BRPR XXI Empreend e Part. Ltda. 9.301.000 9.301 - 10.130 493 10.130 493
BRPR XXII Empreend e Part. Ltda. 1.000 1 - 19 (1) 19 (1)
BRPR XXIII Empreend e Part. Ltda. 1.000 1 - 19 (1) 19 (1)
BRPR XXIV Empreend e Part. Ltda. 1.000 1 - 19 (1) 19 (1)
BRPR XXV Empreend e Part. Ltda. 1.000 1 - 19 (1) 19 (1)
BRPR A Adm. de Ativos Imob. Ltda 401.000 401 - 357 (6) 357 (6)
BRPR Participações S/A 51.000 51 - 52 (9) 52 (9)
95.041 617.608 26.990
Controladora
Ações / Quotas
Capital
social
Reserva de
reavaliação
Patrimônio
Liquido
Resultado do
Período
Valor contábil do
investimento
Resultado de
equivalência
patrimonial
Os percentuais de participação da Companhia nas empresas controladas estão
demonstrados na Nota 3.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 11
8. Investimentos - continuação
b) Informações sobre os principais grupos de ativo, passivo e resultado das
empresas controladas em 30 de setembro de 2009
BRPR I Empreend. e Part. Ltda. 22.382 92 291.013 313.487 23.055 156.260 134.172 313.487
BRPR II Empreend.e Part. Ltda. 3.531 - 150.125 153.655 10.205 82.992 60.459 153.655
BRPR III Empreend. e Part. Ltda. 3.118 - 92.463 95.581 6.135 48.886 40.560 95.581
BRPR IV Empreend. e Part. Ltda. 8.831 - 134.101 142.932 9.200 59.934 73.797 142.932
BRPR V Empreend. e Part. Ltda. 6.844 - 156.005 162.849 12.404 88.729 61.716 162.849
BRPR VII Empreend. e Part. Ltda. 788 - 57.707 58.495 3.187 24.675 30.633 58.495
BRPR VIII Empreend. e Part. Ltda. 1.942 - 39.639 41.581 3.206 22.967 15.408 41.581
BRPR IX Empreend. e Part. Ltda. 2.403 - 34.320 36.723 226 6.164 30.334 36.723
BRPR X Empreend. e Part. Ltda. 3.711 - 70.699 74.410 641 - 73.768 74.410
BRPR XI Empreend. e Part. Ltda. 200 - 27.886 28.086 3 - 28.083 28.086
BRPR XII Empreend. e Part. Ltda. 119 - 85 204 18 - 186 204
BRPR XIII Empreend. e Part. Ltda. 711 - 15.320 16.031 792 8.053 7.187 16.031
BRPR XIV Empreend. e Part. Ltda. 1.884 - 54.029 55.913 4.436 25.355 26.121 55.913
BRPR XV Empreend. e Part. Ltda. 581 - 21.219 21.800 1.535 11.510 8.755 21.800
BRPR XVI Empreend. e Part. Ltda. 41 - - 41 0 - 41 41
BRPR XVII Empreend e Part. Ltda. 398 - 14.632 15.030 786 8.452 5.792 15.030
BRPR XVIII Empreend e Part Ltda 46 - - 46 0 - 46 46
PP II Empreend Imobiliários Ltda. 561 - 19.292 19.854 16 - 19.837 19.854
BRPR XX Empreend e Part. Ltda. 18 - - 18 - - 18 18
BRPR XXI Empreend e Part. Ltda. 10.136 - - 10.136 6 - 10.130 10.136
BRPR XXII Empreend e Part. Ltda. 19 - - 19 - - 19 19
BRPR XXIII Empreend e Part Ltda 19 - - 19 - - 19 19
BRPR XXIV Empreend e Part Ltda 19 - - 19 - - 19 19
BRPR XXV Empreend e Part. Ltda. 19 - - 19 - - 19 19
BRPR A Adm. de Ativos Imob Ltda 537 - 56 594 237 - 357 594
BRPR Participações S/A 52 - 0 52 - - 52 52
68.911 92 1.178.591 1.247.594 76.089 543.978 627.526 1.247.594
ATIVO PASSIVO
Circulante Longo prazo Permanente Total Circulante Longo prazo
Patrimônio
líquido Total
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 12
8. Investimentos - continuação
b) Informações sobre os principais grupos de ativo, passivo e resultado das
empresas controladas em 30 de setembro de 2009
BRPR I Empreend. e Part. Ltda. 26.666 (4.907) (13.572) (716) 7.470
BRPR II Empreend.e Part. Ltda. 11.647 (3.392) (6.433) 84 1.907
BRPR III Empreend. e Part. Ltda. 7.245 (1.865) (3.780) (99) 1.500
BRPR IV Empreend. e Part. Ltda. 9.804 (2.398) (5.229) 26 2.204
BRPR V Empreend. e Part. Ltda. 13.310 (3.074) (7.447) (217) 2.571
BRPR VII Empreend. e Part. Ltda. 4.555 (1.243) (2.498) 47 861
BRPR VIII Empreend. e Part. Ltda. 3.540 (957) (901) (264) 1.418
BRPR IX Empreend. e Part. Ltda. 2.963 (823) (16) (169) 1.955
BRPR X Empreend. e Part. Ltda. 6.201 (863) 40 (683) 4.694
BRPR XI Empreend. e Part. Ltda. - - 5 (1) 4
BRPR XII Empreend. e Part. Ltda. - - (0) - (0)
BRPR XIII Empreend. e Part. Ltda. 1.208 (242) (697) (15) 255
BRPR XIV Empreend. e Part. Ltda. 4.726 (1.253) (2.347) (1) 1.125
BRPR XV Empreend. e Part. Ltda. 1.665 (393) (1.059) - 213
BRPR XVI Empreend. e Part. Ltda. - - (34) - (34)
BRPR XVII Empreend e Part. Ltda. 1.305 (267) (752) (27) 260
BRPR XVIII Empreend e Part. Ltda. - - (1) - (1)
PP II Empreend Imobiliários Ltda. 396 (37) (40) (91) 229
BRPR XX Empreend e Part. Ltda. - - (1) - (1)
BRPR XXI Empreend e Part. Ltda. - - 719 (226) 493
BRPR XXII Empreend e Part. Ltda. - - (1) - (1)
BRPR XXIII Empreend e Part. Ltda. - - (1) - (1)
BRPR XXIV Empreend e Part. Ltda. - - (1) - (1)
BRPR XXV Empreend e Part. Ltda. - - (1) - (1)
BRPR A Adm. de Ativos Imob. Ltda 1.477 (219) (1.265) - (6)
BRPR Participações S/A - - (9) - (9)
96.707 (21.932) (45.319) (2.352) 27.104
Demonstração do Resultado
Receita
bruta de
aluguéis e
serviços
Impostos,
abatimentos e
custos dos
imóveis
Despesas
operacionais
Imposto de
renda e
contribuição
social
Resultado
do período
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 13
9. Intangível
Controladora Consolidado
Ágio na aquisição da DVR V Empreendimentos Imobiliários Ltda. (i) 8.080 1.407
Ágio na aquisição da Icomap Industria e Comércio Ltda. (ii) - 8.080
8.080 9.487
(i) Esta empresa é proprietária de dois galpões industriais localizados na cidade de Jandira-SP. Após a
aquisição pela Companhia, a denominação social passou a ser BRPR VI Empreendimentos e
Participações Ltda.
(ii) Esta empresa é proprietária do Edifício ICOMAP localizado no Rio de Janeiro. Após a aquisição pela
Companhia, a denominação social passou a ser BRPR IX Empreendimentos Participações Ltda.
Os ágios gerados nas aquisições de investimentos têm como fundamento
econômico a rentabilidade futura. Com base nas projeções de fluxo de caixa
descontado gerado pelos ativos mantidos por estas empresas controladas, a
Administração da Companhia não identificou nenhum indicador de perda da
substância econômica do ágio registrado em 30 de setembro de 2009.
Em consonância com o CPC 01 item 107, CPC 02 item 32 e CPC 13 item 49 e
50, a partir de 1º de janeiro de 2009, os saldos dos ágios não são mais
amortizados, estando sujeitos a análises anuais de recuperabilidade.
10. Imobilizado
Controladora
30/6/2009
Taxa Anual Depreciação
de Custo Acumulada Líquido Líquido
depreciação
Softwares 20% 103 (43) 60 66
Instalações 10% 182 (40) 142 147
Móveis e Utensílios 10% 148 (34) 114 114
Equipamentos de informática 20% 229 (107) 122 133
Imobilizado em andamento 15 - 15 -
677 (224) 453 460
30/9/2009
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 14
10. Imobilizado -- continuação
Consolidado
30/6/2009
Taxa Anual Depreciação
de depreciação Custo acumulada Líquido Líquido
Terrenos - 293.119 - 293.119 293.119
Reavaliação terrenos - 42.880 - 42.880 42.880
Edificações * 734.392 (30.395) 703.997 707.779
Reavaliação edificações * 105.335 (4.213) 101.122 101.728
Softwares 10% 121 (48) 74 78
Instalações 10% 182 (40) 142 147
Moveis e utensílios 10% 159 (36) 123 124
Equipamentos de informática 20% 280 (118) 161 165
Imobilizado em andamento - 26.373 26.373 21.806
1.202.841 (34.850) 1.167.991 1.167.826
30/9/2009
*
A depreciação é computada de acordo com o período durante o qual se espera que os imóveis sejam usados pela
Companhia, por prazos variáveis entre 33 e 50 anos, conforme vidas úteis remanescentes determinadas em laudos de
avaliação emitidos por avaliadores independentes.
Em 31 de dezembro de 2007, as controladas da Companhia, com base em laudo
de avaliação emitido por peritos independentes, registraram a reavaliação de
edificações e terrenos no montante de R$155.847 em contrapartida à reserva de
reavaliação no patrimônio líquido. O imposto de renda diferido passivo, no
montante de R$52.988, foi constituído no passivo exigível a longo prazo reduzindo
o saldo da referida reserva no patrimônio líquido, sendo sua realização na
alienação, venda e depreciação dos ativos reavaliados. Durante o trimestre findo
em 30 de setembro de 2009, foi realizado por depreciação o montante de R$607.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 15
11. Empréstimos e financiamentos
Finalidade Encargos financeiros Vencimento final 30/09/2009 30/06/2009
Aquisição do Edifício KPMG Tower (*) IGP M+8,84% a.a. 17/04/2017 11.394 11.731
Aquisição do Condomínio Panamérica Park e Ed. Plaza Centenário TR+9,90% a.a. 25/05/2017 48.764 49.163
Aquisição do Condomínio Ed. Glória (RJ), prédio sob o no. 1280 da
Av. Piraporinha, Alphaville Centro Empresarial, prédio industrial em
Jundiaí, e Conjunto de Galpões Comerciais em Itapevi TR+9,90% a.a. 17/08/2017 136.870 138.618
Aquisição de 2 imóveis em Jandira CDI+1,27% a.a. 17/08/2017 36.195 36.701
Aquisição do Edifício Henrique Schauman TR+10,15% a.a. 17/10/2017 30.290 30.421
Aquisição do Ed. Generali (SP) e Edifício da Bovespa RJ TR+9,90% a.a. 17/08/2017 24.094 24.495
Aquisição de conjuntos do Ed. Paulista Park, Ed. Berrini,
Condomínio Ed. Isabella Plaza, 3o pavimento do Ed. Olympic
Tower, Ed. Joaquim Floriano, Cond. Ed. Midas, Ed. Number One e
conjunto no. 31 do Ed. Network Empresarial, Ed. Celebration, Ed.
Athenas, Ed. Paulista Plaza TR+10,15% a.a. 17/08/2017 66.104 66.457
Aquisição dos edifícios MV9, Sylvio Fraga, Raja Hills, Ericsson e
galpão industrial Coveright TR+9,90% a.a. 20/12/2017 100.340 100.560
Aquisição dos edifícios Avaya e Presidente Vargas TR+10,15% a.a. 18/09/2017 24.786 25.213
Aquisição dos edifícios São José e Santo Antônio IGPM+6% a.a. 17/01/2018 26.099 26.646
Aquisição do edifício Ericsson São José dos Campos TR+10,15% a.a. 17/01/2018 28.813 29.406
Aquisição do edifício Souza Aranha TR+10,15% a.a. 17/01/2021 8.832 8.918
Aquisição do Galpão Industrial Trisoft TR+10,15% a.a. 09/04/2018 13.028 13.178
Aquisição do Galpão Industrial Tecsis TR+10,15% a.a. 04/09/2021 9.221 9.308
564.830 570.815
Parcela vencível nos próximos 12 meses (69.812) (68.423)
Passivo não circulante 495.018 502.392
* Financiamento transferido para imóvel Icomap (SPE BRPR IX Empreendimentos e Participações Ltda.) durante
o 3º. Trimestre/09, nos mesmos termos e condições da contratação original.
Conforme divulgado na nota 18, para parte dos empréstimos indexados a TR com
juros pré fixados, a Companhia contratou instrumentos financeiros derivativos
visando indexar esses empréstimos à variação do IGPM.
Os imóveis adquiridos foram hipotecados como garantia principal dos
empréstimos. Adicionalmente, foram oferecidas garantias representadas pela
alienação fiduciária de quotas representativas do capital social das empresas
controladas, tomadoras dos recursos, e cessão fiduciária dos direitos creditórios
dos contratos de aluguel celebrados com os locatários dos imóveis.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 16
12. Empréstimos e financiamentos -- continuação
As parcelas de longo prazo têm o seguinte cronograma de vencimentos:
30/09/2009
2010 15.289
2011 61.281
2012 54.619
2013 a 2021 363.829
495.018
12. Obrigações por aquisição de imóveis
Em 30 de setembro de 2009, o saldo consolidado de R$ 2.124 corresponde aos
valores a pagar relacionados com a aquisição de imóveis comerciais, assim
demonstrados:
30/9/2009 30/6/2009
Galpão Jandira 1.740 1.740
Twin Towers 250 250
Outros 134 -
2.124 1.990
Consolidado
13. Imposto de renda e contribuição social
A Companhia não apurou resultado tributável durante o trimestre findo em 30 de
setembro de 2009 e não constituiu imposto de renda diferido ativo oriundo de
prejuízos fiscais e de base negativa da contribuição social, que serão reconhecidos
somente no momento em que houver consistentes perspectivas de sua realização.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 17
13. Imposto de renda e contribuição social -- continuação
Em 2009, a Controladora optou pela apuração do Lucro Real Trimestral. Durante o
primeiro trimestre, a Controladora registrou despesa de imposto de renda e
contribuição social de R$ 266 e apurou prejuízo fiscal no segundo e terceiro
trimestres de 2009 totalizando R$ 2.675, conforme apuração detalhada abaixo:
(Valores em milhares de reais)
BR Properties S.A.
Lucro Real Trimestral
1 Trimestre 2 Trimestre 3 Trimestre Acumulado
Lucro contábil 7.282 10.271 6.497
Equivalência (6.263) (12.054) (8.673)
Resultado Contábil 1.019 (1.783) (2.176)
Exclusão (926) (635) (167)
Adição 1.050 1.050 1.036
Result. Antes IRPJ 1.143 (1.368) (1.307)
Comp. Base Negativa (343) - -
Base cálculo 800 (1.368) (1.307)
IRPJ (194) - -
CSL (72) - -
Despesa de Imposto de
(266) (266)
Renda e Contribuição
lançada no resultado do
período de 9 meses
findo em 30/09/2009
A despesa de imposto de renda e contribuição social de R$ 2.573 lançada no
resultado consolidado refere-se a R$ 266 (Controladora) e R$ 2.307 (líquidos de R$
202 de IRPJ Diferido e R$ 476 de CSLL Diferida) pagos por certas empresas
controladas com base na apuração do lucro presumido. Em 30 de setembro de
2009, o saldo de prejuízo fiscal e base negativa de contribuição social da
Controladora é de R$ 5.170.
O imposto de renda e a contribuição social diferidos passivos com saldo de R$
48.960 mil em 30 de setembro de 2009 foram constituídos sobre os valores de
reserva de reavaliação sobre itens do ativo imobilizado (terrenos e edificações).
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 18
14. Contingências
As operações da Companhia foram iniciadas em abril de 2007. Em 30 de setembro
de 2009, a Companhia e suas empresas controladas estavam envolvidas em
poucas ações de despejo ou execução de seus imóveis, sempre no pólo ativo
destes processos de natureza civil, decorrentes do curso normal dos seus
negócios, que não envolvem valores individuais significativos. Com base na
opinião dos consultores jurídicos da Companhia e avaliação da administração, não
foram registradas provisões para contingências, pois não havia processos
classificados de perda provável.
15. Patrimônio líquido
a) Capital social
Em 21 de julho de 2009, foi homologado o aumento de capital da Companhia
no montante de R$ 887 representado por 432.868 ações ordinárias, escriturais,
e sem valor nominal, ao preço de emissão de aproximadamente R$2,05. O
aumento é decorrente do exercício da opção de compra de ações de
determinados beneficiários, outorgadas na forma do plano de opções aprovado
em Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária realizada em 16 de abril de
2007 e do Primeiro Programa de Opções de Compra de ações, aprovado pelo
Conselho de Administração em 17 de julho de 2007.
Em 30 de setembro de 2009, o capital social integralizado de R$ 598.310 está
representado por 241.467.569 ações ordinárias, todas nominativas, sem valor
nominal. Do total do capital social integralizado, R$ 591.132 é composto por
ações pertencentes a acionistas domiciliados no exterior.
Em 30 de setembro de 2009, o limite de capital autorizado é de 400.000.000 de
ações ordinárias.
b) Reserva de capital
Com o advento da Lei 11.638/07 foi criada a conta “opções outorgadas
reconhecidas” para o reconhecimento dos pagamentos efetuados a
administração a título de remuneração conforme CPC 10.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 19
15. Patrimônio líquido -- continuação
c) Plano de opção de compra de ações
Na Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária de 16 de abril de 2007, foi
aprovado o Plano de Opção de Compra de Ações, pelo qual o Conselho de
Administração poderá outorgar opções de compra de ações em favor dos
administradores e empregados da companhia. As opções representarão o
máximo de 10% do total de ações do capital da companhia existentes na data
da concessão e o preço de exercício será o valor em moeda nacional
equivalente a US$ 1.00 (um dólar norte-americano), corrigido pela taxa libor
(6 meses).
c) Plano de opção de compra de ações -- continuação
Em 17 de julho de 2007 e 31 de agosto de 2007, foram aprovados,
respectivamente, o primeiro e o segundo Programas de Opção de Compra de
Ações para o ano de 2007, contemplando o número de opções outorgadas
(num total de 13.956.935), preço e demais condições de exercício das
correspondentes opções, cujos beneficiários são os membros da Diretoria da
Companhia. A opção outorgada aos membros da Diretoria poderá ser exercida
a partir de 17 de julho de 2008 para o Primeiro Programa, e a partir de 31 de
agosto de 2008 para o Segundo Programa, em cinco lotes anuais iguais, cada
qual equivalente a 20% do total da opção concedida. Em 11 de Agosto de 2008
alguns membros da Diretoria exerceram parcela do primeiro lote de opções de
compra de ações, outorgados no âmbito do Primeiro Programa de Opção de
Compra de Ações.
Na Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária de 30 de abril de 2008, foi
aprovado o Plano de Opção de Compra de Ações 2008, pelo qual o Conselho
de Administração poderá outorgar opções de compra de ações em favor dos
administradores e empregados da Companhia. As opções representarão o
máximo de 10% do total de ações do capital da companhia existentes na data
da concessão e o prazo de exercício será o valor em moeda nacional
equivalente a R$3,09 por ação, acrescido de 4% de juros a.a, corrigido pelo
índice do IGPM/FVG.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 20
15. Patrimônio líquido -- continuação
Em reunião do Conselho de Administração realizada em 30 de maio de 2008,
foi aprovado o Primeiro Programa de Opção de Compra de Ações para o
exercício de 2008 e alocação da outorga de 3.559.871 opções de compras de
ações. O preço do exercício de opções está fixado em R$3,09 por ação,
acrescidos de 4% de juros a.a e correção pelo IGPM/FGV.
Em 29 de agosto de 2008, foi aprovado pelo Conselho da Administração da
Companhia, o Segundo programa de opções de compra de ações sob o âmbito
do Plano de Opções de Compra de Ações aprovado em AGOE de 30 de Abril
de 2008, correspondente a 647.248 ações bem como a alocação das outorgas
a determinados empregados da Companhia.
c) Plano de opção de compra de ações
O quadro a seguir apresenta a movimentação das outorgas de opções de
compra de ações, o valor da opção e o valor de mercado da ação, nessa data:
Em milhares 1a Outorga 2a Outorga 3a Outorga 4a Outorga Total
Total de opções de compra de ações emitidas 9.440 4.517 3.560 647 18.164
(-) Exercício das opções de compra de ações (230) (433) - - (663)
(=) saldo atual do número de opções de compra de
ações em 30/09/2009 9.209 4.084 3.560 647 17.501
Valor de exercício da opção em 30/09/2009 - R$ 1,90 1,90 3,25 3,17
Valor de mercado da ação em 30/09/2009 - R$ 3,09 3,09 3,09 3,09
Na determinação do valor justo das opções de ações, foram utilizadas as
seguintes premissas econômicas:
1a Outorga 2a Outorga 3a Outorga 4a Outorga
Data da Outorga 17/07/07 31/08/07 30/05/08 29/08/08
Volatilidade do preço da ação 3,01% 3,01% 3,01% 3,01%
Taxa de juro livre de risco 7,47% 7,47% 4,24% 4,24%
"Vesting period" 3,54 anos 3,66 anos 4,41 anos 4,66 anos
Número de opções 9.440 4.517 3.560 647
Valor justo na data da outorga 3.183 1.491 0 0
Valor de exercício da opção em 30/09/2009 - R$ 1,90 1,90 3,25 3,17
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 21
15. Patrimônio líquido -- continuação
A despesa contabilizada corresponde ao valor justo dos respectivos
instrumentos financeiros, calculado na data da outorga, com base no modelo
Black&Scholes, registrado em uma base “pro rata temporis”, durante o período
de prestação de serviços que se inicia na data da outorga, até a data em que o
beneficiário adquire o direito ao exercício da opção. No trimestre findo em 30
de setembro de 2009, a Companhia reconheceu esta despesa no montante de
R$184 no resultado do período.
c) Reserva de reavaliação
Em 31 de dezembro de 2007, foi constituída reserva de reavaliação reflexa
relativa aos valores registrados pelas empresas controladas, líquida dos
efeitos tributários. Essa reserva será transferida para lucros/prejuízos
acumulados à medida da realização dos ativos reavaliados pelas empresas
controladas com base nas depreciações, baixas ou alienações.
16. Resultado financeiro líquido
30/9/2009 30/9/2008 30/9/2009 30/9/2008
Receitas financeiras
Aplicações financeiras 6.979 15.800 9.799 16.580
Marcação a mercado dos instrumentos financeiros derivativos 1.728 - 1.728 -
Outras Receitas 0 4 550 251
8.707 15.804 12.077 16.831
Despesas financeiras
Juros e encargos financeiros sobre empréstimos - - 43.623 50.802
Perdas em operações com derivativos (swap) 788 - 788 -
IOF - - 51 -
Outros 279 666 367 709
1.067 666 44.829 51.511
Controladora Consolidado
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 22
17. Partes relacionadas
As transações com partes relacionadas correspondem a contas correntes entre as
empresas e são provenientes basicamente de pagamentos de despesas a serem
reembolsadas no curto prazo. Em 30 de setembro de 2009, não existem saldos em
aberto referente as transações com partes relacionadas.
A remuneração total dos administradores para o período findo em 30 de setembro
de 2009 foi de R$ 2.142 a qual é considerada benefício de curto prazo.
A despesa com o plano de opção de compra de ações aos administradores e
empregados totalizou R$ 785 no período de 9 meses findo em 30 de setembro de
2009.
18. Instrumentos financeiros e gerenciamento de riscos
A Companhia e empresas controladas participam de operações envolvendo
instrumentos financeiros com o objetivo de financiar suas atividades ou aplicar
seus recursos financeiros disponíveis. A administração desses riscos é realizada
por meio de definição de estratégias conservadoras, visando liquidez,
rentabilidade e segurança.
A Companhia restringe sua exposição a riscos de crédito associados a bancos e
a aplicações financeiras efetuando seus investimentos em instituições financeiras
de primeira linha e em títulos de curto prazo. O risco de crédito é minimizado, pois
os contratos de aluguel foram celebrados com clientes de primeira linha.
Em 30 de setembro de 2009, não havia nenhuma concentração de risco de
crédito relevante associado a clientes.
A Companhia e suas empresas controladas não têm dívidas, passivos ou custos
relevantes denominados em moeda estrangeira.
A Companhia operou com derivativos durante o terceiro trimestre de 2009, com o
objetivo de se proteger (“hedge”) do possível descasamento negativo entre a
variação da Taxa de Referência – TR, índice que corrige a maioria dos contratos
de financiamento bancários, e o Índice Geral de Preços – Mercado – IGP-M,
utilizado para atualização monetária da maior parte dos contratos de aluguéis. O
derivativo de proteção (“Swap”) foi contratado em fevereiro de 2008 pelo prazo de
30 meses e valor de referência (nocional) de R$ 39.421 mil, apresentando perda
não realizada de R$ 437 (valor justo) em 30 de setembro de 2009.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 23
18. Instrumentos financeiros e gerenciamento de riscos --
continuação
Os principais riscos financeiros são:
Risco de taxas de juros
As receitas e despesas da Companhia são afetadas pelas mudanças nas taxas
de juros devido aos impactos que essas alterações têm nas despesas de juros
provenientes dos instrumentos de dívida com taxas variáveis e das receitas de
juros geradas a partir dos saldos das aplicações financeiras.
Risco de liquidez
A Companhia gerencia o risco de liquidez efetuando uma administração baseada
em fluxo de caixa, de forma a manter uma forte estrutura de capital. Além disso,
eventuais descasamentos entre ativos e passivos são constantemente
monitorados.
Os instrumentos financeiros estão sendo apresentados em atendimento à
Deliberação CVM nº 566, de 17 de dezembro de 2008, que aprovou o
Pronunciamento Técnico CPC 14, e a instrução CVM 475, de 17 de dezembro de
2008.
Posição ativa
Índices (TR + 10%) 25.145 32.297 30.380 38.094
Posição passiva -
Índices (IGP-M + 7,06%) (25.145) (32.297) (30.817) (38.596)
- - (437) (502)
Contratos de "swaps" mensurados a valor justo por
meio do resultado
Valor de referência Valor Justo
Trimestre
Atual
Trimestre
Anterior Trimestre Atual
Trimestre
Anterior
Ganhos e perdas, realizados e não realizados, sobre esses contratos são
registrados no resultado financeiro líquido e totalizaram ganho de R$940 (Nota
16). O saldo a pagar em 30 de setembro de 2009 no valor justo de R$ 437 está
integralmente registrado na conta operações com derivativos no passivo
circulante.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 24
18. Instrumentos financeiros e gerenciamento de riscos --
continuação
Análise da sensibilidade dos instrumentos financeiros derivativos
A Instrução CVM estabelece que as companhias abertas, em complemento ao
disposto no item 59 do CPC 14 – Instrumentos Financeiros: Reconhecimento,
Mensuração e Evidenciação, devem divulgar quadro demonstrativo de análise de
sensibilidade, para cada tipo de risco de mercado considerado relevante pela
administração, originado por instrumentos financeiros, ao qual a entidade esteja
exposta na data de encerramento de cada período, incluídas todas as operações
com instrumentos financeiros derivativos.
A tabela a seguir demonstra a análise de sensibilidade preparada pela
Administração da Companhia e o efeito caixa das operações em aberto em 30 de
setembro de 2009:
Operação Risco Provável Possível Remoto
a Pagar
Índices (TR + 10%) Aumento da TR/ Queda IGPM 6.235 6.229 6.224
Índices (IGP-M + 7,06%) Aumento do IGPM/ Queda da TR (6.898) (7.004) (7.110)
Efeito líquido das variações dos cenários (663) (775) (886)
Cenário
a Pagar a Pagar
Em 30 de setembro de 2009, os contratos em aberto possuem diversos
vencimentos até julho de 2010.
Em cumprimento ao disposto acima, foi considerado como cenário mais provável,
na avaliação da Administração, uma variação do IGP-M e TR de 0,35% e 0,70%
respectivamente em 2009, e 6,22% e 0,37% em 2010. O cenário possível
considera uma deterioração de 25% na variação dos índices. Deste modo, foi
assumida uma variação do IGP-M e TR de 0,39% e 0,61% respectivamente em
2009, e 7,00% e 0,33% em 2010. O cenário remoto considera uma deterioração
de 50% na variação dos índices. Deste modo, assume-se uma variação do IGP-M
e TR e 0,44% e 0,53% respectivamente em 2009, e 7,77% e 0,28% em 2010. A
Administração entende que em qualquer cenário, as operações com derivativos
não geram impactos significativos na posição patrimonial e financeira da
Companhia.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 25
20. Eventos Subseqüentes
Em 02 de outubro de 2009, a Controladora, através de sua subsidiaria BRPR XVIII
Empreendimentos e Participações Ltda., adquiriu a totalidade das quotas
representativas do capital social da MGM – Empresa de Participações e
Empreendimentos Imobiliários Ltda. (atualmente denominada BRPR XXVI
Empreendimentos e Participações Ltda.), sociedade detentora de um imóvel comercial
de aproximadamente 49 mil m2 no município de Itapevi – SP. O preço de compra da
totalidade das quotas da antiga MGM, após ajustes previstos no respectivo contrato de
compra e venda, foi de R$ 14.137 mil, dos quais R$ 1.850 mil ficaram retidos na forma
estabelecida no contrato. A aquisição representou, para a BRPR XVIII, um
desembolso total de R$ 79.000 mil, já que também envolveu o provimento de recursos
para liquidação de dívidas bancárias da antiga MGM no valor aproximado de R$
64.863 mil.
Em 06 de outubro de 2009, foi aprovado um aumento de capital na Controladora no
montante de R$ 220.900 mil, mediante a emissão de 84.961.539 novas ações
ordinárias, ao preço de emissão de aproximadamente R$ 2,60 por ação, que foram
integralmente subscritas em dinheiro em 13 de outubro de 2009 por um conjunto
compreendendo acionistas então existentes e novos investidores. Em razão desta
subscrição, os novos investidores tornaram-se detentores de 15,14% do capital da
Controladora, e celebraram com os acionistas existentes, na data de aprovação do
aumento de capital, o Terceiro Aditamento e Consolidação do Acordo de Acionistas da
Controladora. Os recursos deste aumento de capital serão empregados na
continuidade da implementação dos propósitos corporativos do grupo BR Properties,
quais sejam, a compra, venda, desenvolvimento, administração e aluguel de
propriedades imobiliárias comerciais no Brasil (com exceção de shopping centers). Em
conexão também com este aumento de capital, o limite de capital autorizado da
Controladora foi ampliado para ate 400.000.000 de ações.
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009
01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49
06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS
03/11/2009 14:42:10 Pág: 26
21 – Demonstração de Valor Adicionado – DVA
30/9/2009 30/9/2008 30/9/2009 30/9/2008
Receitas - 94.855 68.141
Receitas não operacional 230 282 488 496
Provisão para devedores duvidosos - (128)
Custos dos serviços prestados - (12.217) (11.507)
Insumos adquiridos de terceiros (4.039) (3.110) (8.079) (6.311)
Valor adicionado bruto (3.809) (2.828) 74.919 50.819
Retenções (Depreciação, amortização e exaustão) (75) (167) (75) (171)
Valor adicionado líquido gerado (3.884) (2.995) 74.844 50.648
Valor adicionado recebido em transferência 35.697 12.373 12.077 16.831
Resultado de equivalência patrimonial 26.990 (3.431) - -
Receitas financeiras 8.707 15.804 12.077 16.831
Valor adicionado para distribuição 31.813 9.378 86.921 67.479
- -
Distribuição do valor adicionado
Governo (1.301) (2.047) (11.551) (8.985)
Empregados (5.662) (5.050) (6.758) (5.368)
Remuneração do capital de terceiros/ financiadores (juros e aluguéis) (1.067) (666) (44.829) (51.511)
Lucros (prejuízos) retidos 23.783 1.615 23.783 1.615
Total distribuído e retido 31.813 9.378 86.921 67.479
Período de nove meses findo em
Controladora Consolidado

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Certificado da condição de microempreendedor individual
Certificado da condição de microempreendedor individualCertificado da condição de microempreendedor individual
Certificado da condição de microempreendedor individualvanderson29
 
Release de Resultados 3T07
Release de Resultados 3T07Release de Resultados 3T07
Release de Resultados 3T07brproperties
 
Formularios para abertura de Empresas
Formularios para abertura de EmpresasFormularios para abertura de Empresas
Formularios para abertura de EmpresasClaudio Parra
 
Operação Zelotes CPI CARF Gerdau permissao-agio-interno1
Operação Zelotes CPI CARF Gerdau permissao-agio-interno1Operação Zelotes CPI CARF Gerdau permissao-agio-interno1
Operação Zelotes CPI CARF Gerdau permissao-agio-interno1Daniel Reis Duarte Pousa
 
Fbr maiane construções ltda
Fbr maiane construções ltdaFbr maiane construções ltda
Fbr maiane construções ltdarafaellalima20
 
Manual jucesp v20100520
Manual jucesp v20100520Manual jucesp v20100520
Manual jucesp v20100520Claudio Parra
 
Release de Resultados 1T07
Release de Resultados 1T07Release de Resultados 1T07
Release de Resultados 1T07brproperties
 
Relatório Financeiro e Administrativo de Gravatá 2012
Relatório Financeiro e Administrativo de Gravatá 2012Relatório Financeiro e Administrativo de Gravatá 2012
Relatório Financeiro e Administrativo de Gravatá 2012Jamildo Melo
 
PPP SANEAMENTO RS-CORSAN -REGIÃO METROPOLITANA- PLANO DE NEGÓCIOS-CONSULTA PR...
PPP SANEAMENTO RS-CORSAN -REGIÃO METROPOLITANA- PLANO DE NEGÓCIOS-CONSULTA PR...PPP SANEAMENTO RS-CORSAN -REGIÃO METROPOLITANA- PLANO DE NEGÓCIOS-CONSULTA PR...
PPP SANEAMENTO RS-CORSAN -REGIÃO METROPOLITANA- PLANO DE NEGÓCIOS-CONSULTA PR...PLANORS
 
Extinção do RTT - Carlos Alberto Barreto - Receita Federal do Brasil
Extinção do RTT - Carlos Alberto Barreto - Receita Federal do BrasilExtinção do RTT - Carlos Alberto Barreto - Receita Federal do Brasil
Extinção do RTT - Carlos Alberto Barreto - Receita Federal do BrasilRoberto Dias Duarte
 
Release de Resultados 3T08
Release de Resultados 3T08Release de Resultados 3T08
Release de Resultados 3T08brproperties
 
Manual do cliente
Manual do clienteManual do cliente
Manual do clienteDystik
 
Prova comentada Contabilidade Pública TCM-SP
Prova comentada Contabilidade Pública TCM-SPProva comentada Contabilidade Pública TCM-SP
Prova comentada Contabilidade Pública TCM-SPEstratégia Concursos
 
Parecer PGFN ICMS PIS COFINS
Parecer PGFN ICMS PIS COFINSParecer PGFN ICMS PIS COFINS
Parecer PGFN ICMS PIS COFINSConsulcamp
 
CONTABILIDADE PÚBLICA PARA CONCURSOS DEBORA DE ARAUJO MARINHO
CONTABILIDADE PÚBLICA PARA CONCURSOS DEBORA DE ARAUJO MARINHOCONTABILIDADE PÚBLICA PARA CONCURSOS DEBORA DE ARAUJO MARINHO
CONTABILIDADE PÚBLICA PARA CONCURSOS DEBORA DE ARAUJO MARINHOHelena Andrade
 

Mais procurados (17)

Certificado da condição de microempreendedor individual
Certificado da condição de microempreendedor individualCertificado da condição de microempreendedor individual
Certificado da condição de microempreendedor individual
 
Release de Resultados 3T07
Release de Resultados 3T07Release de Resultados 3T07
Release de Resultados 3T07
 
Formularios para abertura de Empresas
Formularios para abertura de EmpresasFormularios para abertura de Empresas
Formularios para abertura de Empresas
 
Operação Zelotes CPI CARF Gerdau permissao-agio-interno1
Operação Zelotes CPI CARF Gerdau permissao-agio-interno1Operação Zelotes CPI CARF Gerdau permissao-agio-interno1
Operação Zelotes CPI CARF Gerdau permissao-agio-interno1
 
Fbr maiane construções ltda
Fbr maiane construções ltdaFbr maiane construções ltda
Fbr maiane construções ltda
 
Manual jucesp v20100520
Manual jucesp v20100520Manual jucesp v20100520
Manual jucesp v20100520
 
Release de Resultados 1T07
Release de Resultados 1T07Release de Resultados 1T07
Release de Resultados 1T07
 
Relatório Financeiro e Administrativo de Gravatá 2012
Relatório Financeiro e Administrativo de Gravatá 2012Relatório Financeiro e Administrativo de Gravatá 2012
Relatório Financeiro e Administrativo de Gravatá 2012
 
PPP SANEAMENTO RS-CORSAN -REGIÃO METROPOLITANA- PLANO DE NEGÓCIOS-CONSULTA PR...
PPP SANEAMENTO RS-CORSAN -REGIÃO METROPOLITANA- PLANO DE NEGÓCIOS-CONSULTA PR...PPP SANEAMENTO RS-CORSAN -REGIÃO METROPOLITANA- PLANO DE NEGÓCIOS-CONSULTA PR...
PPP SANEAMENTO RS-CORSAN -REGIÃO METROPOLITANA- PLANO DE NEGÓCIOS-CONSULTA PR...
 
Extinção do RTT - Carlos Alberto Barreto - Receita Federal do Brasil
Extinção do RTT - Carlos Alberto Barreto - Receita Federal do BrasilExtinção do RTT - Carlos Alberto Barreto - Receita Federal do Brasil
Extinção do RTT - Carlos Alberto Barreto - Receita Federal do Brasil
 
Formulario unico 071013 1
Formulario unico 071013 1Formulario unico 071013 1
Formulario unico 071013 1
 
Release de Resultados 3T08
Release de Resultados 3T08Release de Resultados 3T08
Release de Resultados 3T08
 
Ir rildo
Ir rildoIr rildo
Ir rildo
 
Manual do cliente
Manual do clienteManual do cliente
Manual do cliente
 
Prova comentada Contabilidade Pública TCM-SP
Prova comentada Contabilidade Pública TCM-SPProva comentada Contabilidade Pública TCM-SP
Prova comentada Contabilidade Pública TCM-SP
 
Parecer PGFN ICMS PIS COFINS
Parecer PGFN ICMS PIS COFINSParecer PGFN ICMS PIS COFINS
Parecer PGFN ICMS PIS COFINS
 
CONTABILIDADE PÚBLICA PARA CONCURSOS DEBORA DE ARAUJO MARINHO
CONTABILIDADE PÚBLICA PARA CONCURSOS DEBORA DE ARAUJO MARINHOCONTABILIDADE PÚBLICA PARA CONCURSOS DEBORA DE ARAUJO MARINHO
CONTABILIDADE PÚBLICA PARA CONCURSOS DEBORA DE ARAUJO MARINHO
 

Destaque

Aula 35 políticas comercial e industrial
Aula 35   políticas comercial e industrialAula 35   políticas comercial e industrial
Aula 35 políticas comercial e industrialpetecoslides
 
Aula 45 o método da economia economia política
Aula 45  o método da economia economia políticaAula 45  o método da economia economia política
Aula 45 o método da economia economia políticapetecoslides
 
Processos de Produção
Processos de ProduçãoProcessos de Produção
Processos de ProduçãoMauro Enrique
 
Práticas Administrativas - Aulas 11 e 12
Práticas Administrativas - Aulas 11 e 12Práticas Administrativas - Aulas 11 e 12
Práticas Administrativas - Aulas 11 e 12Wandick Rocha de Aquino
 
Capítulo 09 - Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais
Capítulo 09 - Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitaisCapítulo 09 - Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais
Capítulo 09 - Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitaisEverton Souza
 
Livro Manual do Auxiliar Administrativo - Turma 2011015
Livro Manual do Auxiliar Administrativo - Turma 2011015Livro Manual do Auxiliar Administrativo - Turma 2011015
Livro Manual do Auxiliar Administrativo - Turma 2011015Carlos Augusto
 
Práticas administrativas - Aulas 9 e 10
Práticas administrativas - Aulas 9 e 10Práticas administrativas - Aulas 9 e 10
Práticas administrativas - Aulas 9 e 10Wandick Rocha de Aquino
 
Sistema de Planejamento e Controle da Produção - PCP
Sistema de Planejamento e Controle da Produção - PCPSistema de Planejamento e Controle da Produção - PCP
Sistema de Planejamento e Controle da Produção - PCPMauro Enrique
 
Estrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e TiposEstrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e TiposMatheus Inácio
 
Rotinas administrativas
Rotinas administrativasRotinas administrativas
Rotinas administrativasValéria Lins
 
Fichas 28 palavras
Fichas 28 palavrasFichas 28 palavras
Fichas 28 palavrasCelina Sousa
 
Apostila rotinas administrativa 2013
Apostila rotinas administrativa 2013Apostila rotinas administrativa 2013
Apostila rotinas administrativa 2013Anderson Vasconcelos
 

Destaque (16)

Empresa comercial
Empresa comercialEmpresa comercial
Empresa comercial
 
Aula 35 políticas comercial e industrial
Aula 35   políticas comercial e industrialAula 35   políticas comercial e industrial
Aula 35 políticas comercial e industrial
 
Aula 45 o método da economia economia política
Aula 45  o método da economia economia políticaAula 45  o método da economia economia política
Aula 45 o método da economia economia política
 
1
11
1
 
Função Produção
Função ProduçãoFunção Produção
Função Produção
 
Processos de Produção
Processos de ProduçãoProcessos de Produção
Processos de Produção
 
Práticas Administrativas - Aulas 11 e 12
Práticas Administrativas - Aulas 11 e 12Práticas Administrativas - Aulas 11 e 12
Práticas Administrativas - Aulas 11 e 12
 
Capítulo 09 - Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais
Capítulo 09 - Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitaisCapítulo 09 - Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais
Capítulo 09 - Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais
 
Práticas administrativas - Aulas 5 e 6
Práticas administrativas - Aulas 5 e 6Práticas administrativas - Aulas 5 e 6
Práticas administrativas - Aulas 5 e 6
 
Livro Manual do Auxiliar Administrativo - Turma 2011015
Livro Manual do Auxiliar Administrativo - Turma 2011015Livro Manual do Auxiliar Administrativo - Turma 2011015
Livro Manual do Auxiliar Administrativo - Turma 2011015
 
Práticas administrativas - Aulas 9 e 10
Práticas administrativas - Aulas 9 e 10Práticas administrativas - Aulas 9 e 10
Práticas administrativas - Aulas 9 e 10
 
Sistema de Planejamento e Controle da Produção - PCP
Sistema de Planejamento e Controle da Produção - PCPSistema de Planejamento e Controle da Produção - PCP
Sistema de Planejamento e Controle da Produção - PCP
 
Estrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e TiposEstrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e Tipos
 
Rotinas administrativas
Rotinas administrativasRotinas administrativas
Rotinas administrativas
 
Fichas 28 palavras
Fichas 28 palavrasFichas 28 palavras
Fichas 28 palavras
 
Apostila rotinas administrativa 2013
Apostila rotinas administrativa 2013Apostila rotinas administrativa 2013
Apostila rotinas administrativa 2013
 

Semelhante a Release de Resultados 3T09

Earnings Release 1Q07
Earnings Release 1Q07Earnings Release 1Q07
Earnings Release 1Q07brproperties
 
Release de Resultados 1T09
Release de Resultados 1T09Release de Resultados 1T09
Release de Resultados 1T09brproperties
 
Earnings Release 2Q07
Earnings Release 2Q07Earnings Release 2Q07
Earnings Release 2Q07brproperties
 
Importância da contabilidade na transparência das fundações
Importância da contabilidade na transparência das fundaçõesImportância da contabilidade na transparência das fundações
Importância da contabilidade na transparência das fundaçõesapfbr
 
Tozzi contabilidade abcr sp 30 set2013
Tozzi   contabilidade abcr sp 30 set2013Tozzi   contabilidade abcr sp 30 set2013
Tozzi contabilidade abcr sp 30 set2013ABCR SP
 
Curso - Prestação de Contas - Modelos de n fs
Curso - Prestação de Contas - Modelos de n fsCurso - Prestação de Contas - Modelos de n fs
Curso - Prestação de Contas - Modelos de n fsCultura e Mercado
 
Novo Plano De Contas ApresentaçãO Em Sala De Aula
Novo Plano De Contas   ApresentaçãO Em Sala De AulaNovo Plano De Contas   ApresentaçãO Em Sala De Aula
Novo Plano De Contas ApresentaçãO Em Sala De AulaWilson Galdino
 
Situacao despesa orcamentaria
Situacao despesa orcamentariaSituacao despesa orcamentaria
Situacao despesa orcamentariaAngelo Rigon
 
Apresentacao 2 t09_12-08-2009port
Apresentacao 2 t09_12-08-2009portApresentacao 2 t09_12-08-2009port
Apresentacao 2 t09_12-08-2009portTriunfoRi
 
WORKSHOP " Pequenas Empresas – Riscos e Cuidados Tributários, Contábeis e a R...
WORKSHOP " Pequenas Empresas – Riscos e Cuidados Tributários, Contábeis e a R...WORKSHOP " Pequenas Empresas – Riscos e Cuidados Tributários, Contábeis e a R...
WORKSHOP " Pequenas Empresas – Riscos e Cuidados Tributários, Contábeis e a R...Maria Betania Alves
 
Inspeção 2008 tcm-ce-sucessão de administradores
Inspeção 2008 tcm-ce-sucessão de administradoresInspeção 2008 tcm-ce-sucessão de administradores
Inspeção 2008 tcm-ce-sucessão de administradoresFrancisco Luz
 
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.comProjeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.comClaudio Parra
 
Tribunal de Contas do Estado de São Paulo
Tribunal de Contas do Estado de São PauloTribunal de Contas do Estado de São Paulo
Tribunal de Contas do Estado de São PauloAPEPREM
 

Semelhante a Release de Resultados 3T09 (20)

Earnings Release 1Q07
Earnings Release 1Q07Earnings Release 1Q07
Earnings Release 1Q07
 
Release de Resultados 1T09
Release de Resultados 1T09Release de Resultados 1T09
Release de Resultados 1T09
 
Earnings Release 2Q07
Earnings Release 2Q07Earnings Release 2Q07
Earnings Release 2Q07
 
Ian2007 (1)
Ian2007 (1)Ian2007 (1)
Ian2007 (1)
 
Documento Petrobrás
Documento PetrobrásDocumento Petrobrás
Documento Petrobrás
 
ITR 3T05
ITR 3T05ITR 3T05
ITR 3T05
 
Acórdao mufato
Acórdao mufatoAcórdao mufato
Acórdao mufato
 
Importância da contabilidade na transparência das fundações
Importância da contabilidade na transparência das fundaçõesImportância da contabilidade na transparência das fundações
Importância da contabilidade na transparência das fundações
 
Tozzi contabilidade abcr sp 30 set2013
Tozzi   contabilidade abcr sp 30 set2013Tozzi   contabilidade abcr sp 30 set2013
Tozzi contabilidade abcr sp 30 set2013
 
Relatório de gestão Apex-Brasil 2009
Relatório de gestão Apex-Brasil 2009Relatório de gestão Apex-Brasil 2009
Relatório de gestão Apex-Brasil 2009
 
020745000101011
020745000101011020745000101011
020745000101011
 
Curso - Prestação de Contas - Modelos de n fs
Curso - Prestação de Contas - Modelos de n fsCurso - Prestação de Contas - Modelos de n fs
Curso - Prestação de Contas - Modelos de n fs
 
Novo Plano De Contas ApresentaçãO Em Sala De Aula
Novo Plano De Contas   ApresentaçãO Em Sala De AulaNovo Plano De Contas   ApresentaçãO Em Sala De Aula
Novo Plano De Contas ApresentaçãO Em Sala De Aula
 
Situacao despesa orcamentaria
Situacao despesa orcamentariaSituacao despesa orcamentaria
Situacao despesa orcamentaria
 
Apresentacao 2 t09_12-08-2009port
Apresentacao 2 t09_12-08-2009portApresentacao 2 t09_12-08-2009port
Apresentacao 2 t09_12-08-2009port
 
WORKSHOP " Pequenas Empresas – Riscos e Cuidados Tributários, Contábeis e a R...
WORKSHOP " Pequenas Empresas – Riscos e Cuidados Tributários, Contábeis e a R...WORKSHOP " Pequenas Empresas – Riscos e Cuidados Tributários, Contábeis e a R...
WORKSHOP " Pequenas Empresas – Riscos e Cuidados Tributários, Contábeis e a R...
 
Inspeção 2008 tcm-ce-sucessão de administradores
Inspeção 2008 tcm-ce-sucessão de administradoresInspeção 2008 tcm-ce-sucessão de administradores
Inspeção 2008 tcm-ce-sucessão de administradores
 
Cemig
CemigCemig
Cemig
 
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.comProjeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com
Projeto Modulo III .:. Rubber Again .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Tribunal de Contas do Estado de São Paulo
Tribunal de Contas do Estado de São PauloTribunal de Contas do Estado de São Paulo
Tribunal de Contas do Estado de São Paulo
 

Mais de brproperties

2 t14 divulgação de resultados apresentação
2 t14 divulgação de resultados apresentação2 t14 divulgação de resultados apresentação
2 t14 divulgação de resultados apresentaçãobrproperties
 
2 q14 earnings release presentation (1)
2 q14 earnings release presentation (1)2 q14 earnings release presentation (1)
2 q14 earnings release presentation (1)brproperties
 
1 q14 earnings release presentation
1 q14 earnings release presentation1 q14 earnings release presentation
1 q14 earnings release presentationbrproperties
 
1 t14 divulgação de resultados apresentação
1 t14 divulgação de resultados apresentação1 t14 divulgação de resultados apresentação
1 t14 divulgação de resultados apresentaçãobrproperties
 
4 q13 earnings release presentation
4 q13 earnings release presentation4 q13 earnings release presentation
4 q13 earnings release presentationbrproperties
 
4 t13 divulgação de resultados
4 t13 divulgação de resultados4 t13 divulgação de resultados
4 t13 divulgação de resultadosbrproperties
 
3 q13 br properties earnings release presentation
3 q13 br properties   earnings release presentation3 q13 br properties   earnings release presentation
3 q13 br properties earnings release presentationbrproperties
 
3 t13 br properties divulgação dos resultados apresentação
3 t13 br properties   divulgação dos resultados apresentação3 t13 br properties   divulgação dos resultados apresentação
3 t13 br properties divulgação dos resultados apresentaçãobrproperties
 
Presentation real estate investment fund
Presentation   real estate investment fundPresentation   real estate investment fund
Presentation real estate investment fundbrproperties
 
Apresentação propriedades fii
Apresentação   propriedades fiiApresentação   propriedades fii
Apresentação propriedades fiibrproperties
 
Apresentação reunião apimec 2013
Apresentação   reunião apimec 2013Apresentação   reunião apimec 2013
Apresentação reunião apimec 2013brproperties
 
Portfolio presentation august 2013
Portfolio presentation   august 2013Portfolio presentation   august 2013
Portfolio presentation august 2013brproperties
 
Apresentação do portfólio agosto 2013
Apresentação do portfólio   agosto 2013Apresentação do portfólio   agosto 2013
Apresentação do portfólio agosto 2013brproperties
 
Company presentation august 2013
Company presentation   august 2013Company presentation   august 2013
Company presentation august 2013brproperties
 
Apresentação institucional agosto de 2013
Apresentação institucional   agosto de 2013Apresentação institucional   agosto de 2013
Apresentação institucional agosto de 2013brproperties
 
2 t13 br properties divulgação dos resultados apresentação
2 t13 br properties   divulgação dos resultados apresentação2 t13 br properties   divulgação dos resultados apresentação
2 t13 br properties divulgação dos resultados apresentaçãobrproperties
 
2 q13 br properties earnings release presentation
2 q13 br properties   earnings release presentation2 q13 br properties   earnings release presentation
2 q13 br properties earnings release presentationbrproperties
 
1 q13 br properties nova apresentaçao
1 q13 br properties   nova apresentaçao1 q13 br properties   nova apresentaçao
1 q13 br properties nova apresentaçaobrproperties
 
1 q13 br properties earnings release presentation
1 q13 br properties   earnings release presentation1 q13 br properties   earnings release presentation
1 q13 br properties earnings release presentationbrproperties
 
1 t13 br properties divulgação dos resultados apresentação
1 t13 br properties   divulgação dos resultados apresentação1 t13 br properties   divulgação dos resultados apresentação
1 t13 br properties divulgação dos resultados apresentaçãobrproperties
 

Mais de brproperties (20)

2 t14 divulgação de resultados apresentação
2 t14 divulgação de resultados apresentação2 t14 divulgação de resultados apresentação
2 t14 divulgação de resultados apresentação
 
2 q14 earnings release presentation (1)
2 q14 earnings release presentation (1)2 q14 earnings release presentation (1)
2 q14 earnings release presentation (1)
 
1 q14 earnings release presentation
1 q14 earnings release presentation1 q14 earnings release presentation
1 q14 earnings release presentation
 
1 t14 divulgação de resultados apresentação
1 t14 divulgação de resultados apresentação1 t14 divulgação de resultados apresentação
1 t14 divulgação de resultados apresentação
 
4 q13 earnings release presentation
4 q13 earnings release presentation4 q13 earnings release presentation
4 q13 earnings release presentation
 
4 t13 divulgação de resultados
4 t13 divulgação de resultados4 t13 divulgação de resultados
4 t13 divulgação de resultados
 
3 q13 br properties earnings release presentation
3 q13 br properties   earnings release presentation3 q13 br properties   earnings release presentation
3 q13 br properties earnings release presentation
 
3 t13 br properties divulgação dos resultados apresentação
3 t13 br properties   divulgação dos resultados apresentação3 t13 br properties   divulgação dos resultados apresentação
3 t13 br properties divulgação dos resultados apresentação
 
Presentation real estate investment fund
Presentation   real estate investment fundPresentation   real estate investment fund
Presentation real estate investment fund
 
Apresentação propriedades fii
Apresentação   propriedades fiiApresentação   propriedades fii
Apresentação propriedades fii
 
Apresentação reunião apimec 2013
Apresentação   reunião apimec 2013Apresentação   reunião apimec 2013
Apresentação reunião apimec 2013
 
Portfolio presentation august 2013
Portfolio presentation   august 2013Portfolio presentation   august 2013
Portfolio presentation august 2013
 
Apresentação do portfólio agosto 2013
Apresentação do portfólio   agosto 2013Apresentação do portfólio   agosto 2013
Apresentação do portfólio agosto 2013
 
Company presentation august 2013
Company presentation   august 2013Company presentation   august 2013
Company presentation august 2013
 
Apresentação institucional agosto de 2013
Apresentação institucional   agosto de 2013Apresentação institucional   agosto de 2013
Apresentação institucional agosto de 2013
 
2 t13 br properties divulgação dos resultados apresentação
2 t13 br properties   divulgação dos resultados apresentação2 t13 br properties   divulgação dos resultados apresentação
2 t13 br properties divulgação dos resultados apresentação
 
2 q13 br properties earnings release presentation
2 q13 br properties   earnings release presentation2 q13 br properties   earnings release presentation
2 q13 br properties earnings release presentation
 
1 q13 br properties nova apresentaçao
1 q13 br properties   nova apresentaçao1 q13 br properties   nova apresentaçao
1 q13 br properties nova apresentaçao
 
1 q13 br properties earnings release presentation
1 q13 br properties   earnings release presentation1 q13 br properties   earnings release presentation
1 q13 br properties earnings release presentation
 
1 t13 br properties divulgação dos resultados apresentação
1 t13 br properties   divulgação dos resultados apresentação1 t13 br properties   divulgação dos resultados apresentação
1 t13 br properties divulgação dos resultados apresentação
 

Release de Resultados 3T09

  • 1.
  • 2. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 07.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE 27/10/2009 15:04:59 Pág: 1 Senhores Acionistas, Em cumprimento as disposições legais e estatutárias, submetemos a apreciação de Vs.Sas. o Balanço Patrimonial correspondente ao período de nove meses findo em 30 de setembro de 2009, assim como as demais Demonstrações Financeiras apuradas em relação ao respectivo período, e também ao período de três meses findo em 30 de setembro de 2009. Durante o terceiro trimestre de 2009, havendo a Administração entendido que a fase mais difícil da crise financeira, iniciada em setembro do ano passado, havia ficado para trás, e inclusive diante da gradativa retomada da oferta de financiamento para negócios imobiliários pelo sistema bancário brasileiro, a Companhia retomou seus projetos de expansão baseados na aquisição de novas propriedades imobiliárias comerciais para locação. Uma primeira e significativa transação (que por si só representou expansão de quase 12% na área bruta locavel total da BR Properties) , concluída logo após o encerramento do trimestre, resultou na ampliação da parcela do portfólio dedicada a galpões para uso industrial e logístico, com a aquisição de um centro de distribuição na região de Itapevi, próxima a cidade de São Paulo, com área atual de aproximadamente 49 mil m2, totalmente locada e com uma expansão planejada de mais 24 mil m2 a serem entregues ao longo de 2010. Diversas outras negociações encontram-se em progresso neste momento, tanto no segmento de galpões quanto no de edifícios de escritórios, e a Administração espera poder completar novas e significativas aquisições ainda em 2009. Também ao longo do terceiro trimestre a Administração empenhou-se na busca de novas fontes de recursos para suportar o crescimento dos negócios simultaneamente a manutenção de uma estrutura financeira hígida e flexível. Estes esforços se materializaram com a finalização, na segunda semana de outubro, de um aumento de capital através da colocação privada de novas ações ordinárias no montante de R$ 220.900 mil, totalmente subscrito e integralizado por acionistas existentes e novos, recursos estes a serem completados por novas captações no mercado bancário e majoritariamente investidos na expansão do portfólio mediante novas aquisições de propriedades para locação. Adicionalmente, informamos que, no trimestre, a Administração contratou a Ernst & Young Serviços Tributários S/S para assessorá-la na revisão dos demonstrativos de apuração de IRPJ e CSLL, e no preenchimento das Declarações de IRPJ 2008/2009 da Controladora e de algumas de suas principais controladas, previamente a sua apresentação a Receita Federal do Brasil
  • 3. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 07.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE 27/10/2009 15:04:59 Pág: 2 (RFB), medida esta considerada indispensável diante das significativas inovações contábeis trazidas pela Lei no. 11.638/07 e conseqüentes novas disposições da RFB. Por outro lado, não foram prestados, no exercício corrente, pela Ernst & Young Auditores Independentes S/S, quaisquer outros serviços que não os relacionados a auditoria das demonstrações financeiras da BR Properties S. A. e controladas. Permanecemos a inteira disposição para eventuais esclarecimentos. A Diretoria
  • 4. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA , SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS. 35300316592 4 - NIRE Data-Base - 30/09/2009 ANTONIO HUMBERTO BARROS DOS SANTOS ERNST & YOUNG AUDITORES INDEPENDENTES S.S. 00471-5 104.575.398-01 01.03 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia) PEDRO MARCIO DALTRO DOS SANTOS RUA FUNCHAL, 418 - 15. ANDAR CJTO 1502 04551-060 SÃO PAULO SP VILA OLIMPIA 11 3201-1020 3201-1019 3201-1021 11 3201-1001 - - 01.04 - REFERÊNCIA / AUDITOR EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO 01/01/2009 1 - NOME 2 - ENDEREÇO COMPLETO 3 - BAIRRO OU DISTRITO 4 - CEP 5 - MUNICÍPIO 7 - DDD 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEFONE 11 - TELEX 12 - DDD 13 - FAX 14 - FAX 15 - FAX 01.02 - SEDE RUA FUNCHAL, 418 - 15. ANDAR CJTO 1502 VILA OLIMPIA 04551-060 SÃO PAULO 11 3201-1000 3201-1019 3201-1021 --3201-100111 SP PEDRO@BRPR.COM.BR 1 - ENDEREÇO COMPLETO 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF 6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX 11 - DDD 12 - FAX 13 - FAX 14 - FAX 15 - E-MAIL 6 - UF PEDRO@BRPR.COM.BR 16 - E-MAIL 2 - BAIRRO OU DISTRITO 1 - INÍCIO 2 - TÉRMINO TRIMESTRE ATUAL 3 - NÚMERO 4 - INÍCIO 5 - TÉRMINO TRIMESTRE ANTERIOR 6 - NÚMERO 7 - INÍCIO 8 - TÉRMINO 31/12/2009 01/07/2009 30/09/2009 01/04/2009 30/06/20093 2 9 - NOME/RAZÃO SOCIAL DO AUDITOR 11 - NOME DO RESPONSÁVEL TÉCNICO 10 - CÓDIGO CVM 12 - CPF DO RESP. TÉCNICO Pág: 127/10/2009 15:02:40
  • 5. CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) Data-Base - 30/09/2009 Sem Ressalva 30/09/200830/06/200930/09/2009 01.06 - CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA 01.07 - SOCIEDADES NÃO INCLUÍDAS NAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CONSOLIDADAS 1 - ITEM 2 - CNPJ 3 - DENOMINAÇÃO SOCIAL Total 6 - TIPO DE CONSOLIDADO Empresa Comercial, Industrial e Outras 1 - TIPO DE EMPRESA Operacional 2 - TIPO DE SITUAÇÃO Nacional Holding 3 - NATUREZA DO CONTROLE ACIONÁRIO 5 - ATIVIDADE PRINCIPAL Número de Ações (Mil) 1 - TRIMESTRE ATUAL 2 - TRIMESTRE ANTERIOR 1 - Ordinárias 2 - Preferenciais 3 - Total Em Tesouraria 4 - Ordinárias 5 - Preferenciais 6 - Total Do Capital Integralizado 241.034 0 241.034 01.05 - COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL 241.467 0 241.467 0 0 0 0 0 0 3990 - Emp. Adm. Part. - Sem Setor Principal 4 - CÓDIGO ATIVIDADE 3 - IGUAL TRIMESTRE EX. ANTERIOR 241.034 0 241.034 0 0 0 7 - TIPO DO RELATÓRIO DOS AUDITORES PARTICIPAÇÃO EM OUTRAS SOCIEDADES 01.08 - PROVENTOS EM DINHEIRO DELIBERADOS E/OU PAGOS DURANTE E APÓS O TRIMESTRE 1 - ITEM 2 - EVENTO 4 - PROVENTO 5 - INÍCIO PGTO. 6 - ESPÉCIE E CLASSE DE AÇÃO 7 - VALOR DO PROVENTO P/ AÇÃO3 - APROVAÇÃO 227/10/2009 15:02:40 Pág:
  • 6. 7 - QUANTIDADE DE AÇÕES EMITIDAS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 01992-5 01.09 - CAPITAL SOCIAL SUBSCRITO E ALTERAÇÕES NO EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO 1- ITEM 2 - DATA DA ALTERAÇÃO 3 - VALOR DO CAPITAL SOCIAL (Reais Mil) 4 - VALOR DA ALTERAÇÃO (Reais Mil) 5 - ORIGEM DA ALTERAÇÃO BR PROPERTIES S.A. 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL (Mil) 8 - PREÇO DA AÇÃO NA EMISSÃO (Reais) 06.977.751/0001-49 3 - CNPJ Legislação Societária (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) Data-Base - 30/09/2009 08/01/200701 63 53.897 Integralização do Capital 25.000 2,1559000000 16/04/200702 55.040 1.080 Integralização do Capital 500 2,1593000000 31/05/200703 106.605 51.566 Integralização do Capital 23.891 2,1583982000 19/06/200704 203.745 97.140 INtegralização do Capital 45.005 2,1584073000 27/07/200705 300.920 97.175 Integralização do Capital 45.173 2,1511753000 17/10/200706 300.920 0 Integralização do Capital 0 2,1108000000 18/12/200707 305.695 4.775 Integralização do Capital 2.500 1,9100000000 18/12/200708 305.789 94 Integralização do Capital 50 1,8781000000 18/12/200709 310.260 4.471 Integralização do Capital 2.389 1,8712000000 18/12/200710 318.639 8.379 Integralização do Capital 4.501 1,8618000000 18/12/200711 327.000 8.361 Integralização do Capital 4.517 1,8509000000 28/12/200712 597.033 270.033 Integralização do Capital 87.278 3,0939320000 29/08/200813 597.422 389 Integralização do Capital 230 1,6912667320 21/07/200914 598.310 888 Subscrição Particular em Dinheiro 433 2,0500000000 01.10 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES 1 - DATA 2 - ASSINATURA 27/10/2009 27/10/2009 15:02:40 Pág: 3
  • 7. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 02.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 - 30/06/20093 - 30/09/2009 Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 1 Ativo Total 711.307 703.167 1.01 Ativo Circulante 85.166 87.401 1.01.01 Disponibilidades 82.114 83.914 1.01.01.01 Caixa e Bancos 17 9 1.01.01.02 Aplicações Financeiras 82.097 83.905 1.01.02 Créditos 0 0 1.01.02.01 Clientes 0 0 1.01.02.02 Créditos Diversos 0 0 1.01.03 Estoques 0 0 1.01.04 Outros 3.052 3.487 1.01.04.01 Impostos a Compensar 2.961 3.057 1.01.04.02 Adiantamentos 0 20 1.01.04.03 Outros Valores a Receber entre as Cias 0 276 1.01.04.04 Outros Valores a Receber 6 4 1.01.04.05 Despesas Antecipadas 85 130 1.02 Ativo Não Circulante 626.141 615.766 1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 0 0 1.02.01.01 Créditos Diversos 0 0 1.02.01.02 Créditos com Pessoas Ligadas 0 0 1.02.01.02.01 Com Coligadas e Equiparadas 0 0 1.02.01.02.02 Com Controladas 0 0 1.02.01.02.03 Com Outras Pessoas Ligadas 0 0 1.02.01.03 Outros 0 0 1.02.02 Ativo Permanente 626.141 615.766 1.02.02.01 Investimentos 625.688 615.306 1.02.02.01.01 Participações Coligadas/Equiparadas 0 0 1.02.02.01.02 Participações Coligadas/Equiparadas-Ágio 0 0 1.02.02.01.03 Participações em Controladas 500.180 498.470 1.02.02.01.04 Participações em Controladas - Ágio 8.080 8.080 1.02.02.01.05 Outros Investimentos 0 0 1.02.02.01.06 Equivalência Patrimonial Reserva (7.505) (7.504) 1.02.02.01.07 Participação Reavaliação Controlada 97.943 97.943 1.02.02.01.08 Participação em Controladas 26.990 18.317 1.02.02.02 Imobilizado 453 460 1.02.02.02.01 Equipamento Proc. Dados 229 228 1.02.02.02.02 Softwares 103 103 1.02.02.02.03 Instalações 182 182 1.02.02.02.04 Móveis e Utensílios 148 145 1.02.02.02.05 Imobilizado em Andamento 15 0 1.02.02.02.06 Depreciação (224) (198) 1.02.02.03 Intangível 0 0 1.02.02.04 Diferido 0 0 27/10/2009 15:03:11 Pág: 1
  • 8. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 02.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 - 30/06/20093 - 30/09/2009 Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 2 Passivo Total 711.307 703.167 2.01 Passivo Circulante 3.604 2.730 2.01.01 Empréstimos e Financiamentos 0 0 2.01.02 Debêntures 0 0 2.01.03 Fornecedores 223 104 2.01.04 Impostos, Taxas e Contribuições 2.810 1.999 2.01.04.01 Salários e Contribuições Previdenciárias 164 100 2.01.04.02 Impostos e Contribuições 12 90 2.01.04.03 Provisão de Férias e Encargos a Pagar 227 309 2.01.04.04 Provisão de Bônus e Encargos a Pagar 2.250 1.500 2.01.04.05 Provisão de 13. e Encargos a Pagar 157 0 2.01.05 Dividendos a Pagar 0 0 2.01.06 Provisões 0 0 2.01.07 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 2 2.01.08 Outros 571 625 2.01.08.01 Obrigações por Aquisição de Imóveis 134 0 2.01.08.02 Derivativos 437 464 2.01.08.03 Outras Contas a Pagar 0 161 2.02 Passivo Não Circulante 0 37 2.02.01 Passivo Exigível a Longo Prazo 0 37 2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 0 0 2.02.01.02 Debêntures 0 0 2.02.01.03 Provisões 0 0 2.02.01.04 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0 2.02.01.05 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0 2.02.01.06 Outros 0 37 2.02.01.06.01 Derivativos 0 37 2.03 Resultados de Exercícios Futuros 0 0 2.05 Patrimônio Líquido 707.703 700.400 2.05.01 Capital Social Realizado 598.310 597.422 2.05.01.01 Capital Social Subscrito 598.310 597.422 2.05.02 Reservas de Capital 3.297 3.113 2.05.02.01 Reservas Stock Options/Swaps 3.297 3.113 2.05.03 Reservas de Reavaliação 95.041 95.441 2.05.03.01 Ativos Próprios 0 0 2.05.03.02 Controladas/Coligadas e Equiparadas 95.041 95.441 2.05.04 Reservas de Lucro 0 0 2.05.04.01 Legal 0 0 2.05.04.02 Estatutária 0 0 2.05.04.03 Para Contingências 0 0 2.05.04.04 De Lucros a Realizar 0 0 2.05.04.05 Retenção de Lucros 0 0 2.05.04.06 Especial p/ Dividendos Não Distribuídos 0 0 2.05.04.07 Outras Reservas de Lucro 0 0 2.05.04.07.01 Reservas Stock Options/Swap 0 0 27/10/2009 15:03:20 Pág: 1
  • 9. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 02.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 -30/06/20093 -30/09/2009 Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 2.05.05 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 2.05.05.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 2.05.05.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 2.05.05.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 2.05.06 Lucros/Prejuízos Acumulados 11.055 4.424 2.05.07 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0 27/10/2009 15:03:20 Pág: 2
  • 10. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 03.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - 01/07/2008 a 30/09/20084 - 01/01/2009 a 30/09/20093 - 01/07/2009 a 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 6 - 01/01/2008 a 30/09/2008 Data-Base - 30/09/2009 3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 00 0 0 3.01.01 Serviços Prestados 00 0 0 3.02 Deduções da Receita Bruta 00 0 0 3.02.01 Tributos PIS/COFINS E ISSQN 00 0 0 3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 00 0 0 3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos 00 0 0 3.05 Resultado Bruto 00 0 0 3.06 Despesas/Receitas Operacionais 5786.231 24.049 2.867 3.06.01 Com Vendas 00 0 0 3.06.02 Gerais e Administrativas (3.572)(3.812) (10.581) (8.840) 3.06.02.01 Despesas Administrativas (506)(1.692) (4.114) (3.077) 3.06.02.02 Despesas Comerciais (423)0 0 (128) 3.06.02.03 Despesas de Pessoal (2.597)(2.350) (6.697) (5.564) 3.06.02.04 Despesas IPO 00 0 0 3.06.02.05 Depreciação/Amortização 00 0 0 3.06.02.06 Outras Receitas e Despesas Operacionais 0230 230 0 3.06.02.07 Despesas Tributárias (46)0 0 (71) 3.06.03 Financeiras 4.2611.370 7.640 15.138 3.06.03.01 Receitas Financeiras 4.6911.843 8.707 15.804 3.06.03.02 Despesas Financeiras (430)(473) (1.067) (666) 3.06.04 Outras Receitas Operacionais 00 0 0 3.06.05 Outras Despesas Operacionais 00 0 0 3.06.05.01 Plano de Opção de Compras de Ações 00 0 0 3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial (111)8.673 26.990 (3.431) 3.06.06.01 Equivalência Patrimonial (111)8.673 26.990 (3.431) Pág: 127/10/2009 15:03:34
  • 11. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 03.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - 01/07/2008 a 30/09/20084 - 01/01/2009 a 30/09/20093 - 01/07/2009 a 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 6 - 01/01/2008 a 30/09/2008 Data-Base - 30/09/2009 3.07 Resultado Operacional 5786.231 24.049 2.867 3.08 Resultado Não Operacional 2520 0 282 3.08.01 Receitas 2520 0 282 3.08.02 Despesas 00 0 0 3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 8306.231 24.049 3.149 3.10 Provisão para IR e Contribuição Social (214)0 (266) (1.534) 3.11 IR Diferido 00 0 0 3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 00 0 0 3.12.01 Participações 00 0 0 3.12.02 Contribuições 00 0 0 3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 00 0 0 3.15 Lucro/Prejuízo do Período 6166.231 23.783 1.615 PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) LUCRO POR AÇÃO (Reais) NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Mil) 0,02580 0,09849 0,00256 241.467 241.467 241.034 241.034 0,00670 Pág: 227/10/2009 15:03:34
  • 12. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 05.01 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/07/2009 a 30/09/2009 (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - RESERVAS DE REAVALIAÇÃO 4 - RESERVAS DE CAPITAL 6 - RESERVAS DE LUCRO 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS ACUMULADOS 3 - CAPITAL SOCIAL 9 - TOTAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 8 - AJUSTES DE AVALIAÇÃO PATRIMONIAL 5.01 Saldo Inicial 95.441597.422 3.113 0 4.424 700.4000 5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 00 0 0 0 00 5.03 Saldo Ajustado 95.441597.422 3.113 0 4.424 700.4000 5.04 Lucro / Prejuízo do Período 00 0 0 6.231 6.2310 5.05 Destinações (400)0 0 0 400 00 5.05.01 Dividendos 00 0 0 0 00 5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 00 0 0 0 00 5.05.03 Outras Destinações (400)0 0 0 400 00 5.05.03.01 Reversão e Transferência de Reservas (400)0 0 0 400 00 5.06 Realização de Reservas de Lucros 00 0 0 0 00 5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 00 0 0 0 00 5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 00 0 0 0 00 5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 00 0 0 0 00 5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 00 0 0 0 00 5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0888 0 0 0 8880 5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 00 184 0 0 1840 5.10 Ações em Tesouraria 00 0 0 0 00 5.11 Outras Transações de Capital 00 0 0 0 00 5.12 Outros 00 0 0 0 00 5.13 Saldo Final 95.041598.310 3.297 0 11.055 707.7030 1Pág:27/10/2009 15:04:09
  • 13. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 05.02 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2009 a 30/09/2009 (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - RESERVAS DE REAVALIAÇÃO 4 - RESERVAS DE CAPITAL 6 - RESERVAS DE LUCRO 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS ACUMULADOS 3 - CAPITAL SOCIAL 9 - TOTAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 8 - AJUSTES DE AVALIAÇÃO PATRIMONIAL 5.01 Saldo Inicial 101.168597.422 2.512 0 (13.940) 687.1620 5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 00 0 0 0 00 5.03 Saldo Ajustado 101.168597.422 2.512 0 (13.940) 687.1620 5.04 Lucro / Prejuízo do Período 00 0 0 23.783 23.7830 5.05 Destinações (6.127)0 0 0 1.212 (4.915)0 5.05.01 Dividendos 00 0 0 0 00 5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 00 0 0 0 00 5.05.03 Outras Destinações (6.127)0 0 0 1.212 (4.915)0 5.05.03.01 Reversão e Transferência de Reservas (6.127)0 0 0 1.212 (4.915)0 5.06 Realização de Reservas de Lucros 00 0 0 0 00 5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 00 0 0 0 00 5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 00 0 0 0 00 5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 00 0 0 0 00 5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 00 0 0 0 00 5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0888 0 0 0 8880 5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 00 785 0 0 7850 5.10 Ações em Tesouraria 00 0 0 0 00 5.11 Outras Transações de Capital 00 0 0 0 00 5.12 Outros 00 0 0 0 00 5.12.01 Realização de Reservas de Reavaliação 00 0 0 0 00 5.13 Saldo Final 95.041598.310 3.297 0 11.055 707.7030 1Pág:27/10/2009 15:04:20
  • 14. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 04.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 - 01/01/2009 a 30/09/20093 - 01/07/2009 a 30/09/2009 Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 5 - 01/07/2008 a 30/09/2008 6 - 01/01/2008 a 30/09/2008 4.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais (959) (7.433) 136 5.428 4.01.01 Caixa Gerado nas Operações (2.232) (5.318) 752 (1.886) 4.01.01.01 Lucro (Prejuízo) do Período 6.231 23.783 616 1.615 4.01.01.02 Ajustes para reconciliação do Lucro Líqu 0 0 0 0 4.01.01.03 Depreciação 26 75 24 (70) 4.01.01.04 Resultado de Equivalência Patrimonial (8.673) (26.990) 112 (3.431) 4.01.01.05 Juros e Variações Monetárias 0 0 0 0 4.01.01.06 Plano de Opção de Compra de Ações 184 785 0 0 4.01.01.07 Reversão da Reserva de Reavaliação 0 (2.971) 0 0 4.01.02 Variações nos Ativos e Passivos 1.273 (2.115) (616) 7.314 4.01.02.01 Contas a Receber de Clientes 0 0 (117) 3.864 4.01.02.02 Impostos a Recuperar 96 1.142 (255) 0 4.01.02.03 Outros Ativos 339 409 0 (68) 4.01.02.04 Provisão Para Gratificação a Empregados 750 (2.345) 0 0 4.01.02.05 Obrigações Por Aquisição de Imóveis 134 (37) (102) 0 4.01.02.06 Contas a pagar e outros (46) (1.284) (142) 3.518 4.01.03 Outros 0 0 0 0 4.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento (841) (10.623) (10.218) (129.517) 4.02.01 Aumento de Capital 888 888 389 389 4.02.02 Outros Investimentos. Líquido (1.710) (11.483) (10.595) (129.826) 4.02.03 Baixa do Imobilizado 0 0 0 0 4.02.04 Aplicação de Imobilizado (19) (28) (12) (80) 4.03 Caixa Líquido Atividades Financiamento 0 0 0 0 4.03.01 Tomada de Empréstimos e Financiamentos 0 0 0 0 4.03.02 Pagto de Empréstimos e Financiamentos 0 0 0 0 27/10/2009 15:03:54 Pág: 1
  • 15. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 04.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 -01/01/2009 a 30/09/20093 -01/07/2009 a 30/09/2009 Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 5 - 01/07/2008 a 30/09/200801/07/2008 a 30/09/20086 - 01/01/2008 a 30/09/200801/01/2008 a 30/09/2008 4.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 0 0 0 0 4.05 Aumento(Redução) de Caixa e Equivalentes (1.800) (18.056) (10.082) (124.089) 4.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 83.914 100.170 157.974 271.981 4.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 82.114 82.114 147.892 147.892 27/10/2009 15:03:54 Pág: 2
  • 16. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 08.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 - 30/06/20093 - 30/09/2009 Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 1 Ativo Total 1.331.363 1.332.193 1.01 Ativo Circulante 153.793 154.788 1.01.01 Disponibilidades 137.265 137.419 1.01.01.01 Caixa e Bancos 992 973 1.01.01.02 Aplicações Financeiras 136.273 136.446 1.01.02 Créditos 16.528 17.369 1.01.02.01 Clientes 11.983 12.685 1.01.02.01.01 Aluguéis a Receber 11.717 11.414 1.01.02.01.02 Outros Valores a Receber 171 779 1.01.02.01.03 Cotas de Condomínio 95 492 1.01.02.02 Créditos Diversos 4.545 4.684 1.01.02.02.01 Adiantamentos Para Aquisição de Imóveis 122 122 1.01.02.02.02 Impostos a Compensar/Recuperar 4.162 4.271 1.01.02.02.03 Despesas do Exercício Seguinte 261 291 1.01.02.02.04 Impostos Diferidos 0 0 1.01.02.02.05 Imóveis Destinados à Venda 0 0 1.01.03 Estoques 0 0 1.01.04 Outros 0 0 1.02 Ativo Não Circulante 1.177.570 1.177.405 1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 92 92 1.02.01.01 Créditos Diversos 0 0 1.02.01.02 Créditos com Pessoas Ligadas 0 0 1.02.01.02.01 Com Coligadas e Equiparadas 0 0 1.02.01.02.02 Com Controladas 0 0 1.02.01.02.03 Com Outras Pessoas Ligadas 0 0 1.02.01.03 Outros 92 92 1.02.01.03.01 Depósitos Judiciais 92 92 1.02.02 Ativo Permanente 1.177.478 1.177.313 1.02.02.01 Investimentos 9.487 9.487 1.02.02.01.01 Participações Coligadas/Equiparadas 0 0 1.02.02.01.02 Participações em Controladas 0 0 1.02.02.01.03 Outros Investimentos 0 0 1.02.02.01.06 Participação em Controladas - Ágio 9.487 9.487 1.02.02.02 Imobilizado 1.167.991 1.167.826 1.02.02.02.01 Terrenos 293.119 293.119 1.02.02.02.02 Reavaliação Patrimonial Terrenos 42.880 42.880 1.02.02.02.03 Edifícios 734.392 736.082 1.02.02.02.04 Reavaliação Patrimonial Edifícios 105.335 105.335 1.02.02.02.05 Equipamentos Processamento de Dados 280 269 1.02.02.02.06 Softwares 121 119 1.02.02.02.07 Instalações 182 182 1.02.02.02.08 Móveis e Utensílios 159 156 1.02.02.02.09 Construções em Andamento 26.373 20.109 1.02.02.02.10 ( - ) Depreciação (34.850) (30.425) 1.02.02.03 Intangível 0 0 27/10/2009 15:05:21 Pág: 1
  • 17. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 08.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 -30/06/20093 -30/09/2009 Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 1.02.02.04 Diferido 0 0 27/10/2009 15:05:21 Pág: 2
  • 18. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 08.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 - 30/06/20093 - 30/09/2009 Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 2 Passivo Total 1.331.363 1.332.193 2.01 Passivo Circulante 79.682 80.196 2.01.01 Empréstimos e Financiamentos 69.812 68.423 2.01.02 Debêntures 0 0 2.01.03 Fornecedores 1.388 3.544 2.01.04 Impostos, Taxas e Contribuições 1.836 2.430 2.01.04.01 Salários e Contribuições Previdenciárias 236 320 2.01.04.02 Impostos e Contribuições a Recolher 767 1.251 2.01.04.03 IRPJ E CSLL a pagar 833 859 2.01.05 Dividendos a Pagar 0 0 2.01.06 Provisões 2.803 1.935 2.01.06.01 Provisão de Férias e Encargos 343 435 2.01.06.02 Provisão de Bônus e Encargos 2.250 1.500 2.01.06.03 Provisão de 13. Salário e Encargos 210 0 2.01.07 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0 2.01.08 Outros 3.843 3.864 2.01.08.01 Obrigações por Aquisição de Imóvel 2.124 1.990 2.01.08.02 Adiantamentos de Clientes 1.184 1.167 2.01.08.03 Cotas de Condomínio 0 0 2.01.08.04 Depósito Conta Caução 0 0 2.01.08.05 Outras Contas a Pagar 98 243 2.01.08.06 Derivativos 437 464 2.02 Passivo Não Circulante 543.978 551.597 2.02.01 Passivo Exigível a Longo Prazo 543.978 551.597 2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 495.018 502.392 2.02.01.01.01 Empréstimos Bancários 495.018 502.392 2.02.01.02 Debêntures 0 0 2.02.01.03 Provisões 48.960 49.167 2.02.01.03.01 Provisão de IRPJ s/ Diferido 35.999 36.152 2.02.01.03.02 Provisão de CSLL s/ Diferido 12.961 13.015 2.02.01.04 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0 2.02.01.05 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0 2.02.01.06 Outros 0 38 2.02.01.06.01 Derivativos 0 38 2.03 Resultados de Exercícios Futuros 0 0 2.04 Part. de Acionistas Não Controladores 0 0 2.05 Patrimônio Líquido 707.703 700.400 2.05.01 Capital Social Realizado 598.310 597.422 2.05.02 Reservas de Capital 3.297 3.113 2.05.02.01 Reservas Stock Options/Swaps 3.297 3.113 2.05.03 Reservas de Reavaliação 95.041 95.441 2.05.03.01 Ativos Próprios 0 0 2.05.03.02 Controladas/Coligadas e Equiparadas 95.041 95.441 2.05.04 Reservas de Lucro 0 0 2.05.04.01 Legal 0 0 27/10/2009 15:05:30 Pág: 1
  • 19. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 08.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 -30/06/20093 -30/09/2009 Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 2.05.04.02 Estatutária 0 0 2.05.04.03 Para Contingências 0 0 2.05.04.04 De Lucros a Realizar 0 0 2.05.04.05 Retenção de Lucros 0 0 2.05.04.06 Especial p/ Dividendos Não Distribuídos 0 0 2.05.04.07 Outras Reservas de Lucro 0 0 2.05.04.07.01 Reservas Stock Options/Swap 0 0 2.05.05 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 2.05.05.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 2.05.05.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 2.05.05.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 2.05.06 Lucros/Prejuízos Acumulados 11.055 4.424 2.05.07 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0 27/10/2009 15:05:30 Pág: 2
  • 20. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 09.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - 01/07/2008 a 30/09/20084 - 01/01/2009 a 30/09/20093 - 01/07/2009 a 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 6 - 01/01/2008 a 30/09/2008 Data-Base - 30/09/2009 3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 25.34730.579 96.508 69.609 3.01.01 Receita de Locações 25.02530.060 95.032 68.974 3.01.02 Receita de Serviços 322519 1.476 635 3.02 Deduções da Receita Bruta (2.878)(2.963) (9.622) (7.423) 3.02.01 Abatimentos (708)(464) (1.653) (1.468) 3.02.02 Impostos PIS/COFINS e ISSQN (2.170)(2.499) (7.969) (5.955) 3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 22.46927.616 86.886 62.186 3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (3.981)(4.059) (12.292) (11.507) 3.05 Resultado Bruto 18.48823.557 74.594 50.679 3.06 Despesas/Receitas Operacionais (17.520)(16.516) (48.238) (47.043) 3.06.01 Com Vendas 00 0 0 3.06.02 Gerais e Administrativas (4.284)(5.531) (15.486) (12.363) 3.06.02.01 Despesas Administrativas (1.523)(3.398) (8.151) (5.838) 3.06.02.02 Despesas Comerciais 00 0 (644) 3.06.02.03 Despesas com Pessoal (2.761)(2.621) (7.823) (5.881) 3.06.02.04 Despesas de IPO 00 0 0 3.06.02.05 Depreciação 00 0 0 3.06.02.06 Outras Receitas/Despesas Operacionais 0488 488 0 3.06.02.07 Despesas Tributárias 00 0 0 3.06.03 Financeiras (13.236)(10.985) (32.752) (34.680) 3.06.03.01 Receitas Financeiras 5.3453.341 12.077 16.831 3.06.03.02 Despesas Financeiras (18.581)(14.326) (44.829) (51.511) 3.06.04 Outras Receitas Operacionais 00 0 0 3.06.05 Outras Despesas Operacionais 00 0 0 3.06.05.01 Plano de Opção de Compras de Ações 00 0 0 Pág: 127/10/2009 15:05:41
  • 21. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 09.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - 01/07/2008 a 30/09/20084 - 01/01/2009 a 30/09/20093 - 01/07/2009 a 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 6 - 01/01/2008 a 30/09/2008 Data-Base - 30/09/2009 3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 00 0 0 3.07 Resultado Operacional 9687.041 26.356 3.636 3.08 Resultado Não Operacional 2970 0 496 3.08.01 Receitas 00 0 0 3.08.02 Despesas 00 0 0 3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 1.2657.041 26.356 4.132 3.10 Provisão para IR e Contribuição Social (650)(1.017) (3.251) (2.517) 3.11 IR Diferido 0207 678 0 3.11.01 IR Diferido 062 202 0 3.11.02 CSLL Diferida 0145 476 0 3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 00 0 0 3.12.01 Participações 00 0 0 3.12.02 Contribuições 00 0 0 3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 00 0 0 3.14 Part. de Acionistas Não Controladores 00 0 0 3.15 Lucro/Prejuízo do Período 6156.231 23.783 1.615 PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) LUCRO POR AÇÃO (Reais) NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Mil) 0,02580 0,09849 0,00255 241.467 241.467 241.034 241.034 0,00670 Pág: 227/10/2009 15:05:41
  • 22. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 11.01 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/07/2009 a 30/09/2009 (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - RESERVAS DE REAVALIAÇÃO 4 - RESERVAS DE CAPITAL 6 - RESERVAS DE LUCRO 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS ACUMULADOS 3 - CAPITAL SOCIAL 9 - TOTAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 8 - AJUSTES DE AVALIAÇÃO PATRIMONIAL 5.01 Saldo Inicial 95.441597.422 3.113 0 4.424 700.4000 5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 00 0 0 0 00 5.03 Saldo Ajustado 95.441597.422 3.113 0 4.424 700.4000 5.04 Lucro / Prejuízo do Período 00 0 0 6.231 6.2310 5.05 Destinações (400)0 0 0 400 00 5.05.01 Dividendos 00 0 0 0 00 5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 00 0 0 0 00 5.05.03 Outras Destinações (400)0 0 0 400 00 5.05.03.01 Reversão e Transferência de Reservas (400)0 0 0 400 00 5.06 Realização de Reservas de Lucros 00 0 0 0 00 5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 00 0 0 0 00 5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 00 0 0 0 00 5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 00 0 0 0 00 5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 00 0 0 0 00 5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0888 0 0 0 8880 5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 00 184 0 0 1840 5.10 Ações em Tesouraria 00 0 0 0 00 5.11 Outras Transações de Capital 00 0 0 0 00 5.12 Outros 00 0 0 0 00 5.13 Saldo Final 95.041598.310 3.297 0 11.055 707.7030 1Pág:27/10/2009 15:06:09
  • 23. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 11.02 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2009 a 30/09/2009 (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 5 - RESERVAS DE REAVALIAÇÃO 4 - RESERVAS DE CAPITAL 6 - RESERVAS DE LUCRO 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS ACUMULADOS 3 - CAPITAL SOCIAL 9 - TOTAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 8 - AJUSTES DE AVALIAÇÃO PATRIMONIAL 5.01 Saldo Inicial 101.168597.422 2.512 0 (13.940) 687.1620 5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 00 0 0 0 00 5.03 Saldo Ajustado 101.168597.422 2.512 0 (13.940) 687.1620 5.04 Lucro / Prejuízo do Período 00 0 0 23.783 23.7830 5.05 Destinações (6.127)0 0 0 1.212 (4.915)0 5.05.01 Dividendos 00 0 0 0 00 5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 00 0 0 0 00 5.05.03 Outras Destinações (6.127)0 0 0 1.212 (4.915)0 5.05.03.01 Reversão e Transferência de Reservas (6.127)0 0 0 1.212 (4.915)0 5.06 Realização de Reservas de Lucros 00 0 0 0 00 5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 00 0 0 0 00 5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 00 0 0 0 00 5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 00 0 0 0 00 5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 00 0 0 0 00 5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0888 0 0 0 8880 5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 00 785 0 0 7850 5.10 Ações em Tesouraria 00 0 0 0 00 5.11 Outras Transações de Capital 00 0 0 0 00 5.12 Outros 00 0 0 0 00 5.13 Saldo Final 95.041598.310 3.297 0 11.055 707.7030 1Pág:27/10/2009 15:06:29
  • 24. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO - METODO INDIRETO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 - 01/01/2009 a 30/09/20093 - 01/07/2009 a 30/09/2009 Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 5 - 01/07/2008 a 30/09/2008 6 - 01/01/2008 a 30/09/2008 4.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais 23.013 61.561 1.992 (8.757) 4.01.01 Caixa Gerado nas Operações 24.320 77.456 4.911 13.293 4.01.01.01 Lucro (Prejuízo) do Período 6.231 23.783 616 1.615 4.01.01.02 Ajustes para reconciliação do Lucor Líqu 0 0 0 0 4.01.01.03 Depreciação 4.108 12.292 4.295 11.678 4.01.01.04 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0 0 4.01.01.05 Juros e Variações Monetárias 13.797 43.567 0 0 4.01.01.06 Plano de Opção de Compra de Ações 184 785 0 0 4.01.01.07 Reversão da Reserva de Reavaliação 0 (2.971) 0 0 4.01.02 Variações nos Ativos e Passivos (1.307) (15.895) (2.919) (22.050) 4.01.02.01 Contas a Receber de Clientes 94 (2.178) (1.266) (4.639) 4.01.02.02 Impostos a Recuperar 109 773 (435) 0 4.01.02.03 Outros Ativos 638 586 1.428 (1.764) 4.01.02.04 Provisão para Gratificações a Empregados 750 (2.345) 0 0 4.01.02.05 Obrigação para Aquisição de Imóveis 134 (7.970) (1.655) (13.072) 4.01.02.06 Contas a Pagar e Outros (3.032) (4.761) (991) (2.575) 4.01.03 Outros 0 0 0 0 4.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento (3.385) 12.036 (9.749) (187.187) 4.02.01 Aumento de Capital 888 888 389 389 4.02.02 Outros Investimentos. Líquido 0 0 0 (17.606) 4.02.03 Baixa do Imobilizado 0 20.170 0 0 4.02.04 Aplicação no Imobilizado (4.273) (9.022) (10.138) (169.970) 4.03 Caixa Líquido Atividades Financiamento (19.782) (59.039) 9.342 85.082 4.03.01 Tomada de Empréstimos e Financiamentos 0 0 9.342 87.394 4.03.02 Pagto de Empréstimos e Financiamentos (19.782) (59.039) 0 (2.312) 27/10/2009 15:05:51 Pág: 1
  • 25. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 01.01 - IDENTIFICAÇÃO Legislação Societária 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS 10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO - METODO INDIRETO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 4 -01/01/2009 a 30/09/20093 -01/07/2009 a 30/09/2009 Data-Base - 30/09/2009 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 5 - 01/07/2008 a 30/09/200801/07/2008 a 30/09/20086 - 01/01/2008 a 30/09/200801/01/2008 a 30/09/2008 4.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 0 0 0 0 4.05 Aumento(Redução) de Caixa e Equivalentes (154) 14.558 1.585 (110.862) 4.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 137.419 122.707 168.527 280.974 4.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 137.265 137.265 170.112 170.112 27/10/2009 15:05:51 Pág: 2
  • 26. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 1 1. Contexto operacional A Companhia foi constituída em 26 de maio de 2004 sob a forma de sociedade anônima com a denominação social de Itarema Participações S.A. Em 22 de dezembro de 2006, houve a alteração de sua denominação social para BR Properties S.A. (“BR Properties” ou “Companhia”). Em 22 de dezembro de 2006, a Companhia recebeu aportes de capital dos acionistas, inclusive de novos acionistas, no montante de R$ 53.000. Os principais novos acionistas foram o GP Investments Ltd, Private Equity Partners A, LLC, Private Equity Partners B, LLC, Reic Brasil Holding LLC, Castlerigg Latin American Investments LLC, Peter L. Malkin Family 2000 LLC, Talisman Special Purpose Fund Ltd, Tudor Proprietary Trading LLC e Tudor Brazil Investments LLC. Os acionistas estabeleceram o plano de negócios da Companhia e determinaram sua atuação como Holding para a aquisição, administração, arrendamento e venda de imóveis comerciais no Brasil, principalmente edifícios e andares comerciais e de escritórios, lojas de varejo e armazéns, desde que sejam ativos existentes ou construídos sob medida (“built to suit”). A partir do mês de abril de 2007, a Companhia iniciou as suas operações mediante a constituição de sociedades de propósito específicas – SPEs para adquirir os imóveis para locação comercial, tendo investido mais de R$1 bilhão até 31 de dezembro de 2008. A Companhia também investiu, até o trimestre encerrado em 30 de setembro de 2009, aproximadamente R$54 milhões no desenvolvimento de incorporações de propriedades comerciais e na expansão de propriedades já integrantes de seu portfólio. 2. Base de preparação e apresentação das informações trimestrais As informações trimestrais foram elaboradas com base nas normas da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), aplicáveis à elaboração das Informações Trimestrais (ITRs), observando as diretrizes contábeis emanadas da legislação societária (Lei nº 6.404/76) que incluem os dispositivos introduzidos, alterados e revogados pela Lei nº 11.638, de 28 de dezembro de 2007, pela Medida Provisória nº 449, de 03 de dezembro de 2008, e pelos pronunciamentos contábeis, aplicáveis à Companhia, emitidos pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) e aprovados pela CVM e Conselho Federal de Contabilidade.
  • 27. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 2 2. Base de preparação e apresentação das informações trimestrais - - continuação As informações trimestrais referente ao trimestre findo em 30 de setembro de 2008, apresentadas de forma conjunta com as informações do trimestre corrente, foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil vigentes até 31 de dezembro de 2007 e, como facultado pelo Ofício-- Circular/CVM/SNC/SEP nº 02/2009, não estão sendo reapresentadas com os ajustes para fins de comparação. Conforme também requerido pelo Ofício—Circular mencionado no parágrafo anterior, a Companhia estimou os efeitos das práticas contábeis vigentes em 2009 no patrimônio liquido de 30 de setembro de 2008 e no resultado do trimestre findo naquela data, a seguir demonstrados: Consolidado Breve descrição Patrimônio líquido Resultado do trimestre Saldos antes das alterações introduzidas pela Lei 11.638/07 e MP 449/08 689.394 615 Valor justo de pagamentos baseados em ações (a) (i) (1.797) (194) Valor justo dos instrumentos financeiros e derivativos (ii) (2.800) 3.435 Efeitos líquidos decorrentes da aplicação integral da Lei 11.638/07 e MP 449/08 (4.597) 3.241 Saldos com as alterações introduzidas pela Lei 11.638/07 e MP 449/08 684.797 3.856 (i) O Pronunciamento Técnico CPC 10 – Pagamento Baseado em Ações determina que os efeitos das transações de pagamentos baseados em ações estejam refletidos no resultado e no balanço patrimonial da entidade, incluindo despesas associadas com transações nas quais opções de ações são outorgadas a empregados. Conforme mencionado na Nota 15 (c), a Companhia possui Plano de Outorga de Opções de Compra de Ações aos administradores e principais executivos. (ii) O Pronunciamento Técnico CPC 14 – Instrumentos Financeiros determina que instrumentos financeiros, inclusive derivativos, sejam registrados: (i) pelo seu valor de mercado ou valor equivalente, quando se tratar de aplicações destinadas à negociação ou disponíveis para venda; e (ii) pelo valor de custo de aquisição ou valor de emissão, dos dois o menor. Os instrumentos da Companhia são considerados como hedge de valor justo destinado a compensar riscos da exposição à variação no valor justo do item objeto de hedge (Nota 18).
  • 28. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 3 3. Demonstrações Financeiras consolidadas As demonstrações financeiras consolidadas incluem as operações da Companhia e das seguintes empresas controladas, cuja participação percentual na data do balanço é assim resumida: Percentual de participação Direta Critério de Consolidação BRPR I Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR II Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR III Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR IV Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR V Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR VII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR VIII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR IX Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR X Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR XI Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR XII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR XIII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR XIV Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR XV Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR XVI Empreendimentos e Participações Ltda. 99,90% Integral BRPR XVII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR XVIII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,90% Integral PP II SPE Empreendimentos Imobiliários Ltda. 50,00% Proporcional BRPR XX Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR XXI Empreendimentos e Participações Ltda. 99,99% Integral BRPR XXII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,90% Integral BRPR XXIII Empreendimentos e Participações Ltda. 99,90% Integral BRPR XXIV Empreendimentos e Participações Ltda. 99,90% Integral BRPR XXV Empreendimentos e Participações Ltda. 99,90% Integral BRPR A Administração de Ativos Imobiliários Ltda 99,90% Integral BRPR Participações S/A 100,00% Integral
  • 29. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 4 3. Demonstrações Financeiras consolidadas -- continuação As políticas contábeis foram aplicadas de forma uniforme nas empresas consolidadas. Para fins de consolidação, a controlada BRPR I consolida as operações da sua controlada integral BRPR VI e a controlada BR PR XI consolida as operações da SPE Cidade Jardim proporcionalmente de acordo com sua participação acionária de 50%. Os principais procedimentos de consolidação são: - Eliminação dos saldos das contas de ativos e passivos entre as empresas consolidadas; - Eliminação das participações no capital, reservas e lucros acumulados das empresas consolidadas; - Eliminação dos saldos de receitas e despesas, decorrentes de negócios entre as empresas. 4. Sumário das principais práticas contábeis a) Apuração do resultado As receitas de locação estão sendo apresentadas brutas, ou seja, incluem os impostos e os descontos incidentes sobre as mesmas, os quais estão apresentados como contas redutoras das receitas. O resultado das operações é apurado em conformidade com o regime contábil de competência de exercício. Uma receita não é reconhecida se há uma incerteza significativa da sua realização. b) Moeda funcional e de apresentação das demonstrações financeiras: A moeda funcional da Companhia é o Real, mesma moeda de preparação e apresentação das demonstrações financeiras da controladora (Companhia) e consolidadas. c) Ativos e passivos financeiros: Os principais ativos financeiros reconhecidos pela Empresa são: caixa e equivalentes de caixa e contas a receber de clientes. Os principais passivos financeiros são empréstimos e contas a pagar a fornecedores. Os ativos e passivos financeiros estão representados pelos valores de custo e respectivas apropriações de receitas e despesas até a data dos balanços, os quais se aproximam dos valores de mercado.
  • 30. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 5 4. Sumário das principais práticas contábeis -- continuação d) Operações de hedge: Os instrumentos financeiros derivativos utilizados para proteger exposições a risco ou para modificar as características de ativos e passivos financeiros, compromissos firmes não reconhecidos, transações altamente prováveis ou investimentos líquidos em operações no exterior, e que sejam: (i) altamente correlacionados no que se refere às alterações no seu valor de mercado em relação ao valor de mercado do item que estiver sendo protegido, tanto no início quanto ao longo da vida do contrato (efetividade entre 80% e 125%); (ii) possuir identificação documental da operação, do risco objeto de hedge, do processo de gerenciamento de risco e da metodologia utilizada na avaliação da efetividade; e (iii) considerados efetivos na redução do risco associado à exposição a ser protegida, são classificados e contabilizados como operações de hedge de acordo com sua natureza: • hedge de valor justo - devem ser classificados os instrumentos financeiros derivativos que se destinem a compensar riscos decorrentes da exposição à variação no valor justo do item objeto de hedge. Os itens objeto de hedge e os respectivos instrumentos financeiros derivativos relacionados são contabilizados em contrapartida à adequada conta de receita ou despesa, no resultado do período. e) Caixa e equivalentes de caixa: Inclui caixa, saldos positivos em conta movimento, aplicações financeiras resgatáveis no prazo de 90 dias das datas dos balanços e com risco insignificante de mudança de seu valor de mercado. As aplicações financeiras incluídas nos equivalentes de caixa, em sua maioria, são classificadas na categoria “ativos financeiros ao valor justo por meio do resultado”. f) Contas a receber de clientes: Estão apresentadas a valores de realização. Foi constituída provisão em montante considerado suficiente pela Administração para os créditos cuja recuperação é considerada duvidosa. g) Investimentos Os investimentos em empresas controladas estão avaliados pelo método de equivalência patrimonial. h) Imobilizado Registrado ao custo de aquisição, acrescido da reavaliação de edificações e terrenos, registrada em dezembro de 2007 pelas empresas controladas, com base em laudo de avaliação preparado por peritos independentes.
  • 31. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 6 4. Sumário das principais práticas contábeis -- continuação As depreciações de bens do imobilizado são calculadas pelo método linear às taxas anuais mencionadas na nota explicativa nº 10. A reavaliação foi reconhecida contra uma reserva de reavaliação no patrimônio líquido, líquida dos efeitos dos impostos. A reserva de reavaliação será realizada contra lucros acumulados, por ocasião da depreciação e baixa dos respectivos bens reavaliados. Os gastos incorridos com manutenção e reparo são contabilizados somente se os benefícios econômicos associados a esses itens forem prováveis e os valores mensurados de forma confiável, enquanto que os demais gastos são registrados diretamente no resultado quando incorridos. i) Intangível Os ágios gerados nas aquisições de investimentos ocorridas até 31 de dezembro de 2008, que têm como fundamento econômico a rentabilidade futura, não foram amortizados até aquela data em função dos prazos estimados de rentabilidade dos projetos, e a partir de 1º de janeiro de 2009 passaram a ser submetidos a teste anual para análise de perda do seu valor recuperável. j) Recuperação de ativos: A Administração revisa anualmente o valor contábil líquido dos ativos, inclusive o ágio, com o objetivo de avaliar eventos ou mudanças nas circunstâncias econômicas, operacionais ou tecnológicas, que possam indicar deterioração ou perda de seu valor recuperável. Quando tais evidências são identificadas, e o valor contábil líquido excede o valor recuperável, é constituída provisão para deterioração ajustando o valor contábil líquido ao valor recuperável. k) Outros ativos e passivos: Um passivo é reconhecido no balanço quando a Companhia possui uma obrigação legal ou constituída como resultado de um evento passado, sendo provável que um recurso econômico seja requerido para liquidá-lo. As provisões são registradas tendo como base as melhores estimativas do risco envolvido. Um ativo é reconhecido no balanço quando for provável que seus benefícios econômicos futuros serão gerados em favor da Companhia e seu custo ou valor puder ser mensurado com segurança. Os ativos e passivos são classificados como circulantes quando é provável que sua realização ou liquidação ocorra nos próximos doze meses. Caso contrário são demonstrados como não circulantes.
  • 32. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 7 4. Sumário das principais práticas contábeis – continuação l) Tributação As receitas de locação dos imóveis estão sujeitas aos seguintes impostos e contribuições, pelas seguintes alíquotas básicas: Impostos e Contribuições Sigla Alíquotas Programa de Integração Social PIS 1,65% e 0,65% Contribuição Social para Financiamento da Seguridade Social COFINS 7,6% e 3,00% Esses encargos são apresentados como deduções das receitas de aluguel na demonstração do resultado. Os créditos decorrentes da não cumulatividade do PIS e COFINS são apresentados dedutivamente do custo dos imóveis alugados e dos serviços prestados na demonstração do resultado. A tributação sobre o lucro compreende o imposto de renda e a contribuição social. O imposto de renda é computado sobre o lucro tributável pela alíquota de 15%, acrescido do adicional de 10% para os lucros que excederem R$ 240 no período de 12 meses, enquanto que a contribuição social é computada pela alíquota de 9% sobre o lucro tributável, reconhecidos pelo regime de competência Conforme facultado pela legislação tributária, certas empresas controladas optaram pelo regime de lucro presumido. m) Pagamento baseado em ações: Os principais executivos e administradores da Companhia possuem remuneração baseada num plano de opção de compra de ações. Os custos dessas transações são reconhecidos no resultado durante o período em que os serviços foram recebidos em contrapartida a uma reserva no patrimônio líquido, e mensurados pelo seu valor justo, no momento em que as opções são outorgadas.
  • 33. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 8 4. Sumário das principais práticas contábeis – continuação n) Demonstrações dos fluxos de caixa e demonstrações do valor adicionado: As demonstrações dos fluxos de caixa foram preparadas e estão apresentadas de acordo com a Deliberação CVM n° 547, de 13 de agosto de 2008 que aprovou o pronunciamento contábil CPC 03 – Demonstração dos Fluxos de Caixa, emitido pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC). As demonstrações do valor adicionado foram preparadas e estão apresentadas de acordo com a Deliberação CVM ° 557, de 12 de novembro de 2008 que aprovou o pronunciamento contábil CPC 09 – Demonstração do Valor Adicionado, emitido pelo CPC. 5. Caixa e equivalentes de caixa 30/9/2009 30/6/2009 30/9/2009 30/6/2009 Caixa e bancos 17 9 992 973 Aplicações financeiras e CDB’s (a) 82.097 83.905 136.273 136.446 82.114 83.914 137.265 137.419 Controladora Consolidado (a) As aplicações financeiras referem-se substancialmente a certificados de depósito bancário, com liquidez imediata, realizadas junto a banco de primeira linha. Essas aplicações são remuneradas por taxas entre 90,0% e 103,8% do certificado de depósito interbancário (CDI) 6. Contas a receber de clientes 30/09/2009 30/06/2009 Aluguéis a receber 12.217 11.961 Despesas a serem reembolsadas (condomínios) 95 492 Provisão para devedores duvidosos (500) (547) 11.812 11.906 Consolidado De acordo com os contratos celebrados com os clientes, os aluguéis são normalmente recebidos até o 10º dia útil do mês subseqüente.
  • 34. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 9 7. Impostos a recuperar 30/9/2009 30/6/2009 30/9/2009 30/6/2009 Imposto de renda retido na fonte 2.675 2.779 3.280 3.410 Antecipações de imposto de renda e contribuição social 284 277 859 812 Outros 1 1 24 49 2.961 3.057 4.162 4.271 Controladora Consolidado 8. Investimentos 30/9/2009 30/6/2009 Participações em controladas 617.608 607.226 617.608 607.226 Controladora
  • 35. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 10 8. Investimentos – continuação a) Informações sobre as empresas controladas em 30 de setembro de 2009 As participações em controladas, avaliadas pelo método de equivalência patrimonial, foram apuradas de acordo com os balanços na data-base de 30 de setembro de 2009. O valor contábil do investimento em 30 de setembro de 2009 e o resultado de equivalência patrimonial de R$ 26.990 em 2009, estão assim demonstrados: Controladas BRPR I Empreend. e Part. Ltda. 101.241.500 101.242 30.697 134.172 7.470 134.172 7.470 BRPR II Empreend.e Part. Ltda. 33.016.000 33.016 27.265 60.459 1.907 60.459 1.907 BRPR III Empreend. e Part. Ltda. 23.785.000 23.785 14.011 40.560 1.500 40.560 1.500 BRPR IV Empreend. e Part. Ltda. 66.896.620 66.897 4.232 73.797 2.204 73.797 2.204 BRPR V Empreend. e Part. Ltda. 56.869.000 56.869 1.071 61.716 2.571 61.716 2.571 BRPR VII Empreend. e Part. Ltda. 23.799.400 23.799 5.800 30.633 861 30.633 861 BRPR VIII Empreend. e Part. Ltda. 15.001.000 15.001 - 15.408 1.418 15.408 1.418 BRPR IX Empreend. e Part. Ltda. 15.208.771 15.209 11.965 30.334 1.955 30.334 1.955 BRPR X Empreend. e Part. Ltda. 68.851.000 68.851 - 73.768 4.694 73.768 4.694 BRPR XI Empreend. e Part. Ltda. 28.071.000 - - 28.083 4 28.083 4 BRPR XII Empreend. e Part. Ltda. 151.000 151 - 186 (0) 186 (0) BRPR XIII Empreend. e Part. Ltda. 5.701.000 5.701 - 7.187 255 7.187 255 BRPR XIV Empreend. e Part. Ltda. 22.131.000 26.931 - 26.121 1.125 26.121 1.125 BRPR XV Empreend. e Part. Ltda. 8.671.000 8.671 - 8.755 213 8.755 213 BRPR XVI Empreend. e Part. Ltda. 2.000 2 - 41 (34) 41 (34) BRPR XVII Empreend e Part. Ltda. 5.501.000 5.501 - 5.792 260 5.792 260 BRPR XVIII Empreend e Part Ltda 1.000 1 - 46 (1) 46 (1) PP II Empreend Imobiliários Ltda. 19.423.500 19.424 - 19.837 229 9.919 114 BRPR XX Empreend e Part. Ltda. 21.000 21 - 18 (1) 18 (1) BRPR XXI Empreend e Part. Ltda. 9.301.000 9.301 - 10.130 493 10.130 493 BRPR XXII Empreend e Part. Ltda. 1.000 1 - 19 (1) 19 (1) BRPR XXIII Empreend e Part. Ltda. 1.000 1 - 19 (1) 19 (1) BRPR XXIV Empreend e Part. Ltda. 1.000 1 - 19 (1) 19 (1) BRPR XXV Empreend e Part. Ltda. 1.000 1 - 19 (1) 19 (1) BRPR A Adm. de Ativos Imob. Ltda 401.000 401 - 357 (6) 357 (6) BRPR Participações S/A 51.000 51 - 52 (9) 52 (9) 95.041 617.608 26.990 Controladora Ações / Quotas Capital social Reserva de reavaliação Patrimônio Liquido Resultado do Período Valor contábil do investimento Resultado de equivalência patrimonial Os percentuais de participação da Companhia nas empresas controladas estão demonstrados na Nota 3.
  • 36. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 11 8. Investimentos - continuação b) Informações sobre os principais grupos de ativo, passivo e resultado das empresas controladas em 30 de setembro de 2009 BRPR I Empreend. e Part. Ltda. 22.382 92 291.013 313.487 23.055 156.260 134.172 313.487 BRPR II Empreend.e Part. Ltda. 3.531 - 150.125 153.655 10.205 82.992 60.459 153.655 BRPR III Empreend. e Part. Ltda. 3.118 - 92.463 95.581 6.135 48.886 40.560 95.581 BRPR IV Empreend. e Part. Ltda. 8.831 - 134.101 142.932 9.200 59.934 73.797 142.932 BRPR V Empreend. e Part. Ltda. 6.844 - 156.005 162.849 12.404 88.729 61.716 162.849 BRPR VII Empreend. e Part. Ltda. 788 - 57.707 58.495 3.187 24.675 30.633 58.495 BRPR VIII Empreend. e Part. Ltda. 1.942 - 39.639 41.581 3.206 22.967 15.408 41.581 BRPR IX Empreend. e Part. Ltda. 2.403 - 34.320 36.723 226 6.164 30.334 36.723 BRPR X Empreend. e Part. Ltda. 3.711 - 70.699 74.410 641 - 73.768 74.410 BRPR XI Empreend. e Part. Ltda. 200 - 27.886 28.086 3 - 28.083 28.086 BRPR XII Empreend. e Part. Ltda. 119 - 85 204 18 - 186 204 BRPR XIII Empreend. e Part. Ltda. 711 - 15.320 16.031 792 8.053 7.187 16.031 BRPR XIV Empreend. e Part. Ltda. 1.884 - 54.029 55.913 4.436 25.355 26.121 55.913 BRPR XV Empreend. e Part. Ltda. 581 - 21.219 21.800 1.535 11.510 8.755 21.800 BRPR XVI Empreend. e Part. Ltda. 41 - - 41 0 - 41 41 BRPR XVII Empreend e Part. Ltda. 398 - 14.632 15.030 786 8.452 5.792 15.030 BRPR XVIII Empreend e Part Ltda 46 - - 46 0 - 46 46 PP II Empreend Imobiliários Ltda. 561 - 19.292 19.854 16 - 19.837 19.854 BRPR XX Empreend e Part. Ltda. 18 - - 18 - - 18 18 BRPR XXI Empreend e Part. Ltda. 10.136 - - 10.136 6 - 10.130 10.136 BRPR XXII Empreend e Part. Ltda. 19 - - 19 - - 19 19 BRPR XXIII Empreend e Part Ltda 19 - - 19 - - 19 19 BRPR XXIV Empreend e Part Ltda 19 - - 19 - - 19 19 BRPR XXV Empreend e Part. Ltda. 19 - - 19 - - 19 19 BRPR A Adm. de Ativos Imob Ltda 537 - 56 594 237 - 357 594 BRPR Participações S/A 52 - 0 52 - - 52 52 68.911 92 1.178.591 1.247.594 76.089 543.978 627.526 1.247.594 ATIVO PASSIVO Circulante Longo prazo Permanente Total Circulante Longo prazo Patrimônio líquido Total
  • 37. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 12 8. Investimentos - continuação b) Informações sobre os principais grupos de ativo, passivo e resultado das empresas controladas em 30 de setembro de 2009 BRPR I Empreend. e Part. Ltda. 26.666 (4.907) (13.572) (716) 7.470 BRPR II Empreend.e Part. Ltda. 11.647 (3.392) (6.433) 84 1.907 BRPR III Empreend. e Part. Ltda. 7.245 (1.865) (3.780) (99) 1.500 BRPR IV Empreend. e Part. Ltda. 9.804 (2.398) (5.229) 26 2.204 BRPR V Empreend. e Part. Ltda. 13.310 (3.074) (7.447) (217) 2.571 BRPR VII Empreend. e Part. Ltda. 4.555 (1.243) (2.498) 47 861 BRPR VIII Empreend. e Part. Ltda. 3.540 (957) (901) (264) 1.418 BRPR IX Empreend. e Part. Ltda. 2.963 (823) (16) (169) 1.955 BRPR X Empreend. e Part. Ltda. 6.201 (863) 40 (683) 4.694 BRPR XI Empreend. e Part. Ltda. - - 5 (1) 4 BRPR XII Empreend. e Part. Ltda. - - (0) - (0) BRPR XIII Empreend. e Part. Ltda. 1.208 (242) (697) (15) 255 BRPR XIV Empreend. e Part. Ltda. 4.726 (1.253) (2.347) (1) 1.125 BRPR XV Empreend. e Part. Ltda. 1.665 (393) (1.059) - 213 BRPR XVI Empreend. e Part. Ltda. - - (34) - (34) BRPR XVII Empreend e Part. Ltda. 1.305 (267) (752) (27) 260 BRPR XVIII Empreend e Part. Ltda. - - (1) - (1) PP II Empreend Imobiliários Ltda. 396 (37) (40) (91) 229 BRPR XX Empreend e Part. Ltda. - - (1) - (1) BRPR XXI Empreend e Part. Ltda. - - 719 (226) 493 BRPR XXII Empreend e Part. Ltda. - - (1) - (1) BRPR XXIII Empreend e Part. Ltda. - - (1) - (1) BRPR XXIV Empreend e Part. Ltda. - - (1) - (1) BRPR XXV Empreend e Part. Ltda. - - (1) - (1) BRPR A Adm. de Ativos Imob. Ltda 1.477 (219) (1.265) - (6) BRPR Participações S/A - - (9) - (9) 96.707 (21.932) (45.319) (2.352) 27.104 Demonstração do Resultado Receita bruta de aluguéis e serviços Impostos, abatimentos e custos dos imóveis Despesas operacionais Imposto de renda e contribuição social Resultado do período
  • 38. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 13 9. Intangível Controladora Consolidado Ágio na aquisição da DVR V Empreendimentos Imobiliários Ltda. (i) 8.080 1.407 Ágio na aquisição da Icomap Industria e Comércio Ltda. (ii) - 8.080 8.080 9.487 (i) Esta empresa é proprietária de dois galpões industriais localizados na cidade de Jandira-SP. Após a aquisição pela Companhia, a denominação social passou a ser BRPR VI Empreendimentos e Participações Ltda. (ii) Esta empresa é proprietária do Edifício ICOMAP localizado no Rio de Janeiro. Após a aquisição pela Companhia, a denominação social passou a ser BRPR IX Empreendimentos Participações Ltda. Os ágios gerados nas aquisições de investimentos têm como fundamento econômico a rentabilidade futura. Com base nas projeções de fluxo de caixa descontado gerado pelos ativos mantidos por estas empresas controladas, a Administração da Companhia não identificou nenhum indicador de perda da substância econômica do ágio registrado em 30 de setembro de 2009. Em consonância com o CPC 01 item 107, CPC 02 item 32 e CPC 13 item 49 e 50, a partir de 1º de janeiro de 2009, os saldos dos ágios não são mais amortizados, estando sujeitos a análises anuais de recuperabilidade. 10. Imobilizado Controladora 30/6/2009 Taxa Anual Depreciação de Custo Acumulada Líquido Líquido depreciação Softwares 20% 103 (43) 60 66 Instalações 10% 182 (40) 142 147 Móveis e Utensílios 10% 148 (34) 114 114 Equipamentos de informática 20% 229 (107) 122 133 Imobilizado em andamento 15 - 15 - 677 (224) 453 460 30/9/2009
  • 39. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 14 10. Imobilizado -- continuação Consolidado 30/6/2009 Taxa Anual Depreciação de depreciação Custo acumulada Líquido Líquido Terrenos - 293.119 - 293.119 293.119 Reavaliação terrenos - 42.880 - 42.880 42.880 Edificações * 734.392 (30.395) 703.997 707.779 Reavaliação edificações * 105.335 (4.213) 101.122 101.728 Softwares 10% 121 (48) 74 78 Instalações 10% 182 (40) 142 147 Moveis e utensílios 10% 159 (36) 123 124 Equipamentos de informática 20% 280 (118) 161 165 Imobilizado em andamento - 26.373 26.373 21.806 1.202.841 (34.850) 1.167.991 1.167.826 30/9/2009 * A depreciação é computada de acordo com o período durante o qual se espera que os imóveis sejam usados pela Companhia, por prazos variáveis entre 33 e 50 anos, conforme vidas úteis remanescentes determinadas em laudos de avaliação emitidos por avaliadores independentes. Em 31 de dezembro de 2007, as controladas da Companhia, com base em laudo de avaliação emitido por peritos independentes, registraram a reavaliação de edificações e terrenos no montante de R$155.847 em contrapartida à reserva de reavaliação no patrimônio líquido. O imposto de renda diferido passivo, no montante de R$52.988, foi constituído no passivo exigível a longo prazo reduzindo o saldo da referida reserva no patrimônio líquido, sendo sua realização na alienação, venda e depreciação dos ativos reavaliados. Durante o trimestre findo em 30 de setembro de 2009, foi realizado por depreciação o montante de R$607.
  • 40. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 15 11. Empréstimos e financiamentos Finalidade Encargos financeiros Vencimento final 30/09/2009 30/06/2009 Aquisição do Edifício KPMG Tower (*) IGP M+8,84% a.a. 17/04/2017 11.394 11.731 Aquisição do Condomínio Panamérica Park e Ed. Plaza Centenário TR+9,90% a.a. 25/05/2017 48.764 49.163 Aquisição do Condomínio Ed. Glória (RJ), prédio sob o no. 1280 da Av. Piraporinha, Alphaville Centro Empresarial, prédio industrial em Jundiaí, e Conjunto de Galpões Comerciais em Itapevi TR+9,90% a.a. 17/08/2017 136.870 138.618 Aquisição de 2 imóveis em Jandira CDI+1,27% a.a. 17/08/2017 36.195 36.701 Aquisição do Edifício Henrique Schauman TR+10,15% a.a. 17/10/2017 30.290 30.421 Aquisição do Ed. Generali (SP) e Edifício da Bovespa RJ TR+9,90% a.a. 17/08/2017 24.094 24.495 Aquisição de conjuntos do Ed. Paulista Park, Ed. Berrini, Condomínio Ed. Isabella Plaza, 3o pavimento do Ed. Olympic Tower, Ed. Joaquim Floriano, Cond. Ed. Midas, Ed. Number One e conjunto no. 31 do Ed. Network Empresarial, Ed. Celebration, Ed. Athenas, Ed. Paulista Plaza TR+10,15% a.a. 17/08/2017 66.104 66.457 Aquisição dos edifícios MV9, Sylvio Fraga, Raja Hills, Ericsson e galpão industrial Coveright TR+9,90% a.a. 20/12/2017 100.340 100.560 Aquisição dos edifícios Avaya e Presidente Vargas TR+10,15% a.a. 18/09/2017 24.786 25.213 Aquisição dos edifícios São José e Santo Antônio IGPM+6% a.a. 17/01/2018 26.099 26.646 Aquisição do edifício Ericsson São José dos Campos TR+10,15% a.a. 17/01/2018 28.813 29.406 Aquisição do edifício Souza Aranha TR+10,15% a.a. 17/01/2021 8.832 8.918 Aquisição do Galpão Industrial Trisoft TR+10,15% a.a. 09/04/2018 13.028 13.178 Aquisição do Galpão Industrial Tecsis TR+10,15% a.a. 04/09/2021 9.221 9.308 564.830 570.815 Parcela vencível nos próximos 12 meses (69.812) (68.423) Passivo não circulante 495.018 502.392 * Financiamento transferido para imóvel Icomap (SPE BRPR IX Empreendimentos e Participações Ltda.) durante o 3º. Trimestre/09, nos mesmos termos e condições da contratação original. Conforme divulgado na nota 18, para parte dos empréstimos indexados a TR com juros pré fixados, a Companhia contratou instrumentos financeiros derivativos visando indexar esses empréstimos à variação do IGPM. Os imóveis adquiridos foram hipotecados como garantia principal dos empréstimos. Adicionalmente, foram oferecidas garantias representadas pela alienação fiduciária de quotas representativas do capital social das empresas controladas, tomadoras dos recursos, e cessão fiduciária dos direitos creditórios dos contratos de aluguel celebrados com os locatários dos imóveis.
  • 41. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 16 12. Empréstimos e financiamentos -- continuação As parcelas de longo prazo têm o seguinte cronograma de vencimentos: 30/09/2009 2010 15.289 2011 61.281 2012 54.619 2013 a 2021 363.829 495.018 12. Obrigações por aquisição de imóveis Em 30 de setembro de 2009, o saldo consolidado de R$ 2.124 corresponde aos valores a pagar relacionados com a aquisição de imóveis comerciais, assim demonstrados: 30/9/2009 30/6/2009 Galpão Jandira 1.740 1.740 Twin Towers 250 250 Outros 134 - 2.124 1.990 Consolidado 13. Imposto de renda e contribuição social A Companhia não apurou resultado tributável durante o trimestre findo em 30 de setembro de 2009 e não constituiu imposto de renda diferido ativo oriundo de prejuízos fiscais e de base negativa da contribuição social, que serão reconhecidos somente no momento em que houver consistentes perspectivas de sua realização.
  • 42. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 17 13. Imposto de renda e contribuição social -- continuação Em 2009, a Controladora optou pela apuração do Lucro Real Trimestral. Durante o primeiro trimestre, a Controladora registrou despesa de imposto de renda e contribuição social de R$ 266 e apurou prejuízo fiscal no segundo e terceiro trimestres de 2009 totalizando R$ 2.675, conforme apuração detalhada abaixo: (Valores em milhares de reais) BR Properties S.A. Lucro Real Trimestral 1 Trimestre 2 Trimestre 3 Trimestre Acumulado Lucro contábil 7.282 10.271 6.497 Equivalência (6.263) (12.054) (8.673) Resultado Contábil 1.019 (1.783) (2.176) Exclusão (926) (635) (167) Adição 1.050 1.050 1.036 Result. Antes IRPJ 1.143 (1.368) (1.307) Comp. Base Negativa (343) - - Base cálculo 800 (1.368) (1.307) IRPJ (194) - - CSL (72) - - Despesa de Imposto de (266) (266) Renda e Contribuição lançada no resultado do período de 9 meses findo em 30/09/2009 A despesa de imposto de renda e contribuição social de R$ 2.573 lançada no resultado consolidado refere-se a R$ 266 (Controladora) e R$ 2.307 (líquidos de R$ 202 de IRPJ Diferido e R$ 476 de CSLL Diferida) pagos por certas empresas controladas com base na apuração do lucro presumido. Em 30 de setembro de 2009, o saldo de prejuízo fiscal e base negativa de contribuição social da Controladora é de R$ 5.170. O imposto de renda e a contribuição social diferidos passivos com saldo de R$ 48.960 mil em 30 de setembro de 2009 foram constituídos sobre os valores de reserva de reavaliação sobre itens do ativo imobilizado (terrenos e edificações).
  • 43. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 18 14. Contingências As operações da Companhia foram iniciadas em abril de 2007. Em 30 de setembro de 2009, a Companhia e suas empresas controladas estavam envolvidas em poucas ações de despejo ou execução de seus imóveis, sempre no pólo ativo destes processos de natureza civil, decorrentes do curso normal dos seus negócios, que não envolvem valores individuais significativos. Com base na opinião dos consultores jurídicos da Companhia e avaliação da administração, não foram registradas provisões para contingências, pois não havia processos classificados de perda provável. 15. Patrimônio líquido a) Capital social Em 21 de julho de 2009, foi homologado o aumento de capital da Companhia no montante de R$ 887 representado por 432.868 ações ordinárias, escriturais, e sem valor nominal, ao preço de emissão de aproximadamente R$2,05. O aumento é decorrente do exercício da opção de compra de ações de determinados beneficiários, outorgadas na forma do plano de opções aprovado em Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária realizada em 16 de abril de 2007 e do Primeiro Programa de Opções de Compra de ações, aprovado pelo Conselho de Administração em 17 de julho de 2007. Em 30 de setembro de 2009, o capital social integralizado de R$ 598.310 está representado por 241.467.569 ações ordinárias, todas nominativas, sem valor nominal. Do total do capital social integralizado, R$ 591.132 é composto por ações pertencentes a acionistas domiciliados no exterior. Em 30 de setembro de 2009, o limite de capital autorizado é de 400.000.000 de ações ordinárias. b) Reserva de capital Com o advento da Lei 11.638/07 foi criada a conta “opções outorgadas reconhecidas” para o reconhecimento dos pagamentos efetuados a administração a título de remuneração conforme CPC 10.
  • 44. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 19 15. Patrimônio líquido -- continuação c) Plano de opção de compra de ações Na Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária de 16 de abril de 2007, foi aprovado o Plano de Opção de Compra de Ações, pelo qual o Conselho de Administração poderá outorgar opções de compra de ações em favor dos administradores e empregados da companhia. As opções representarão o máximo de 10% do total de ações do capital da companhia existentes na data da concessão e o preço de exercício será o valor em moeda nacional equivalente a US$ 1.00 (um dólar norte-americano), corrigido pela taxa libor (6 meses). c) Plano de opção de compra de ações -- continuação Em 17 de julho de 2007 e 31 de agosto de 2007, foram aprovados, respectivamente, o primeiro e o segundo Programas de Opção de Compra de Ações para o ano de 2007, contemplando o número de opções outorgadas (num total de 13.956.935), preço e demais condições de exercício das correspondentes opções, cujos beneficiários são os membros da Diretoria da Companhia. A opção outorgada aos membros da Diretoria poderá ser exercida a partir de 17 de julho de 2008 para o Primeiro Programa, e a partir de 31 de agosto de 2008 para o Segundo Programa, em cinco lotes anuais iguais, cada qual equivalente a 20% do total da opção concedida. Em 11 de Agosto de 2008 alguns membros da Diretoria exerceram parcela do primeiro lote de opções de compra de ações, outorgados no âmbito do Primeiro Programa de Opção de Compra de Ações. Na Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária de 30 de abril de 2008, foi aprovado o Plano de Opção de Compra de Ações 2008, pelo qual o Conselho de Administração poderá outorgar opções de compra de ações em favor dos administradores e empregados da Companhia. As opções representarão o máximo de 10% do total de ações do capital da companhia existentes na data da concessão e o prazo de exercício será o valor em moeda nacional equivalente a R$3,09 por ação, acrescido de 4% de juros a.a, corrigido pelo índice do IGPM/FVG.
  • 45. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 20 15. Patrimônio líquido -- continuação Em reunião do Conselho de Administração realizada em 30 de maio de 2008, foi aprovado o Primeiro Programa de Opção de Compra de Ações para o exercício de 2008 e alocação da outorga de 3.559.871 opções de compras de ações. O preço do exercício de opções está fixado em R$3,09 por ação, acrescidos de 4% de juros a.a e correção pelo IGPM/FGV. Em 29 de agosto de 2008, foi aprovado pelo Conselho da Administração da Companhia, o Segundo programa de opções de compra de ações sob o âmbito do Plano de Opções de Compra de Ações aprovado em AGOE de 30 de Abril de 2008, correspondente a 647.248 ações bem como a alocação das outorgas a determinados empregados da Companhia. c) Plano de opção de compra de ações O quadro a seguir apresenta a movimentação das outorgas de opções de compra de ações, o valor da opção e o valor de mercado da ação, nessa data: Em milhares 1a Outorga 2a Outorga 3a Outorga 4a Outorga Total Total de opções de compra de ações emitidas 9.440 4.517 3.560 647 18.164 (-) Exercício das opções de compra de ações (230) (433) - - (663) (=) saldo atual do número de opções de compra de ações em 30/09/2009 9.209 4.084 3.560 647 17.501 Valor de exercício da opção em 30/09/2009 - R$ 1,90 1,90 3,25 3,17 Valor de mercado da ação em 30/09/2009 - R$ 3,09 3,09 3,09 3,09 Na determinação do valor justo das opções de ações, foram utilizadas as seguintes premissas econômicas: 1a Outorga 2a Outorga 3a Outorga 4a Outorga Data da Outorga 17/07/07 31/08/07 30/05/08 29/08/08 Volatilidade do preço da ação 3,01% 3,01% 3,01% 3,01% Taxa de juro livre de risco 7,47% 7,47% 4,24% 4,24% "Vesting period" 3,54 anos 3,66 anos 4,41 anos 4,66 anos Número de opções 9.440 4.517 3.560 647 Valor justo na data da outorga 3.183 1.491 0 0 Valor de exercício da opção em 30/09/2009 - R$ 1,90 1,90 3,25 3,17
  • 46. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 21 15. Patrimônio líquido -- continuação A despesa contabilizada corresponde ao valor justo dos respectivos instrumentos financeiros, calculado na data da outorga, com base no modelo Black&Scholes, registrado em uma base “pro rata temporis”, durante o período de prestação de serviços que se inicia na data da outorga, até a data em que o beneficiário adquire o direito ao exercício da opção. No trimestre findo em 30 de setembro de 2009, a Companhia reconheceu esta despesa no montante de R$184 no resultado do período. c) Reserva de reavaliação Em 31 de dezembro de 2007, foi constituída reserva de reavaliação reflexa relativa aos valores registrados pelas empresas controladas, líquida dos efeitos tributários. Essa reserva será transferida para lucros/prejuízos acumulados à medida da realização dos ativos reavaliados pelas empresas controladas com base nas depreciações, baixas ou alienações. 16. Resultado financeiro líquido 30/9/2009 30/9/2008 30/9/2009 30/9/2008 Receitas financeiras Aplicações financeiras 6.979 15.800 9.799 16.580 Marcação a mercado dos instrumentos financeiros derivativos 1.728 - 1.728 - Outras Receitas 0 4 550 251 8.707 15.804 12.077 16.831 Despesas financeiras Juros e encargos financeiros sobre empréstimos - - 43.623 50.802 Perdas em operações com derivativos (swap) 788 - 788 - IOF - - 51 - Outros 279 666 367 709 1.067 666 44.829 51.511 Controladora Consolidado
  • 47. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 22 17. Partes relacionadas As transações com partes relacionadas correspondem a contas correntes entre as empresas e são provenientes basicamente de pagamentos de despesas a serem reembolsadas no curto prazo. Em 30 de setembro de 2009, não existem saldos em aberto referente as transações com partes relacionadas. A remuneração total dos administradores para o período findo em 30 de setembro de 2009 foi de R$ 2.142 a qual é considerada benefício de curto prazo. A despesa com o plano de opção de compra de ações aos administradores e empregados totalizou R$ 785 no período de 9 meses findo em 30 de setembro de 2009. 18. Instrumentos financeiros e gerenciamento de riscos A Companhia e empresas controladas participam de operações envolvendo instrumentos financeiros com o objetivo de financiar suas atividades ou aplicar seus recursos financeiros disponíveis. A administração desses riscos é realizada por meio de definição de estratégias conservadoras, visando liquidez, rentabilidade e segurança. A Companhia restringe sua exposição a riscos de crédito associados a bancos e a aplicações financeiras efetuando seus investimentos em instituições financeiras de primeira linha e em títulos de curto prazo. O risco de crédito é minimizado, pois os contratos de aluguel foram celebrados com clientes de primeira linha. Em 30 de setembro de 2009, não havia nenhuma concentração de risco de crédito relevante associado a clientes. A Companhia e suas empresas controladas não têm dívidas, passivos ou custos relevantes denominados em moeda estrangeira. A Companhia operou com derivativos durante o terceiro trimestre de 2009, com o objetivo de se proteger (“hedge”) do possível descasamento negativo entre a variação da Taxa de Referência – TR, índice que corrige a maioria dos contratos de financiamento bancários, e o Índice Geral de Preços – Mercado – IGP-M, utilizado para atualização monetária da maior parte dos contratos de aluguéis. O derivativo de proteção (“Swap”) foi contratado em fevereiro de 2008 pelo prazo de 30 meses e valor de referência (nocional) de R$ 39.421 mil, apresentando perda não realizada de R$ 437 (valor justo) em 30 de setembro de 2009.
  • 48. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 23 18. Instrumentos financeiros e gerenciamento de riscos -- continuação Os principais riscos financeiros são: Risco de taxas de juros As receitas e despesas da Companhia são afetadas pelas mudanças nas taxas de juros devido aos impactos que essas alterações têm nas despesas de juros provenientes dos instrumentos de dívida com taxas variáveis e das receitas de juros geradas a partir dos saldos das aplicações financeiras. Risco de liquidez A Companhia gerencia o risco de liquidez efetuando uma administração baseada em fluxo de caixa, de forma a manter uma forte estrutura de capital. Além disso, eventuais descasamentos entre ativos e passivos são constantemente monitorados. Os instrumentos financeiros estão sendo apresentados em atendimento à Deliberação CVM nº 566, de 17 de dezembro de 2008, que aprovou o Pronunciamento Técnico CPC 14, e a instrução CVM 475, de 17 de dezembro de 2008. Posição ativa Índices (TR + 10%) 25.145 32.297 30.380 38.094 Posição passiva - Índices (IGP-M + 7,06%) (25.145) (32.297) (30.817) (38.596) - - (437) (502) Contratos de "swaps" mensurados a valor justo por meio do resultado Valor de referência Valor Justo Trimestre Atual Trimestre Anterior Trimestre Atual Trimestre Anterior Ganhos e perdas, realizados e não realizados, sobre esses contratos são registrados no resultado financeiro líquido e totalizaram ganho de R$940 (Nota 16). O saldo a pagar em 30 de setembro de 2009 no valor justo de R$ 437 está integralmente registrado na conta operações com derivativos no passivo circulante.
  • 49. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 24 18. Instrumentos financeiros e gerenciamento de riscos -- continuação Análise da sensibilidade dos instrumentos financeiros derivativos A Instrução CVM estabelece que as companhias abertas, em complemento ao disposto no item 59 do CPC 14 – Instrumentos Financeiros: Reconhecimento, Mensuração e Evidenciação, devem divulgar quadro demonstrativo de análise de sensibilidade, para cada tipo de risco de mercado considerado relevante pela administração, originado por instrumentos financeiros, ao qual a entidade esteja exposta na data de encerramento de cada período, incluídas todas as operações com instrumentos financeiros derivativos. A tabela a seguir demonstra a análise de sensibilidade preparada pela Administração da Companhia e o efeito caixa das operações em aberto em 30 de setembro de 2009: Operação Risco Provável Possível Remoto a Pagar Índices (TR + 10%) Aumento da TR/ Queda IGPM 6.235 6.229 6.224 Índices (IGP-M + 7,06%) Aumento do IGPM/ Queda da TR (6.898) (7.004) (7.110) Efeito líquido das variações dos cenários (663) (775) (886) Cenário a Pagar a Pagar Em 30 de setembro de 2009, os contratos em aberto possuem diversos vencimentos até julho de 2010. Em cumprimento ao disposto acima, foi considerado como cenário mais provável, na avaliação da Administração, uma variação do IGP-M e TR de 0,35% e 0,70% respectivamente em 2009, e 6,22% e 0,37% em 2010. O cenário possível considera uma deterioração de 25% na variação dos índices. Deste modo, foi assumida uma variação do IGP-M e TR de 0,39% e 0,61% respectivamente em 2009, e 7,00% e 0,33% em 2010. O cenário remoto considera uma deterioração de 50% na variação dos índices. Deste modo, assume-se uma variação do IGP-M e TR e 0,44% e 0,53% respectivamente em 2009, e 7,77% e 0,28% em 2010. A Administração entende que em qualquer cenário, as operações com derivativos não geram impactos significativos na posição patrimonial e financeira da Companhia.
  • 50. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 25 20. Eventos Subseqüentes Em 02 de outubro de 2009, a Controladora, através de sua subsidiaria BRPR XVIII Empreendimentos e Participações Ltda., adquiriu a totalidade das quotas representativas do capital social da MGM – Empresa de Participações e Empreendimentos Imobiliários Ltda. (atualmente denominada BRPR XXVI Empreendimentos e Participações Ltda.), sociedade detentora de um imóvel comercial de aproximadamente 49 mil m2 no município de Itapevi – SP. O preço de compra da totalidade das quotas da antiga MGM, após ajustes previstos no respectivo contrato de compra e venda, foi de R$ 14.137 mil, dos quais R$ 1.850 mil ficaram retidos na forma estabelecida no contrato. A aquisição representou, para a BRPR XVIII, um desembolso total de R$ 79.000 mil, já que também envolveu o provimento de recursos para liquidação de dívidas bancárias da antiga MGM no valor aproximado de R$ 64.863 mil. Em 06 de outubro de 2009, foi aprovado um aumento de capital na Controladora no montante de R$ 220.900 mil, mediante a emissão de 84.961.539 novas ações ordinárias, ao preço de emissão de aproximadamente R$ 2,60 por ação, que foram integralmente subscritas em dinheiro em 13 de outubro de 2009 por um conjunto compreendendo acionistas então existentes e novos investidores. Em razão desta subscrição, os novos investidores tornaram-se detentores de 15,14% do capital da Controladora, e celebraram com os acionistas existentes, na data de aprovação do aumento de capital, o Terceiro Aditamento e Consolidação do Acordo de Acionistas da Controladora. Os recursos deste aumento de capital serão empregados na continuidade da implementação dos propósitos corporativos do grupo BR Properties, quais sejam, a compra, venda, desenvolvimento, administração e aluguel de propriedades imobiliárias comerciais no Brasil (com exceção de shopping centers). Em conexão também com este aumento de capital, o limite de capital autorizado da Controladora foi ampliado para ate 400.000.000 de ações.
  • 51. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS DATA-BASE - 30/09/2009 01992-5 BR PROPERTIES S.A. 06.977.751/0001-49 06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS 03/11/2009 14:42:10 Pág: 26 21 – Demonstração de Valor Adicionado – DVA 30/9/2009 30/9/2008 30/9/2009 30/9/2008 Receitas - 94.855 68.141 Receitas não operacional 230 282 488 496 Provisão para devedores duvidosos - (128) Custos dos serviços prestados - (12.217) (11.507) Insumos adquiridos de terceiros (4.039) (3.110) (8.079) (6.311) Valor adicionado bruto (3.809) (2.828) 74.919 50.819 Retenções (Depreciação, amortização e exaustão) (75) (167) (75) (171) Valor adicionado líquido gerado (3.884) (2.995) 74.844 50.648 Valor adicionado recebido em transferência 35.697 12.373 12.077 16.831 Resultado de equivalência patrimonial 26.990 (3.431) - - Receitas financeiras 8.707 15.804 12.077 16.831 Valor adicionado para distribuição 31.813 9.378 86.921 67.479 - - Distribuição do valor adicionado Governo (1.301) (2.047) (11.551) (8.985) Empregados (5.662) (5.050) (6.758) (5.368) Remuneração do capital de terceiros/ financiadores (juros e aluguéis) (1.067) (666) (44.829) (51.511) Lucros (prejuízos) retidos 23.783 1.615 23.783 1.615 Total distribuído e retido 31.813 9.378 86.921 67.479 Período de nove meses findo em Controladora Consolidado