Provas da fgv

433 visualizações

Publicada em

DICAS PROVA DA FGV
CONCURSOS

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
433
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Provas da fgv

  1. 1. 4 [OFF TOPIC] DICAS DE ESTUDO PARA AS PROVAS DA FGV Sáb, 24 de Jan de 2015 4:09 pm . Enviado por: "Leonice Souza" katatauzinha DICAS DE ESTUDO PARA AS PROVAS DA FGV! Olá, Pessoal! Espero que todos estejam bem e pelo BEM sempre! Há quanto tempo, hein! Muito corre-corre... Vamos a algumas orientações para todos os que enfrentarão em breve as provas da FGV!  Não deixe de dar uma olhadinha nestes tópicos abaixo: 1) Conjunções (ênfase nas coordenativas aditivas - "E"/ adversativas - "oposição"/ explicativas/ conclusivas, e nas subordinativas concessivas/ causais/ temporais/ condicionais/ proporcionais) e operadores argumentativos; 2) Semântica (significação CONTEXTUAL de palavras e expressões: não o que elas são, mas "o que quiseram dizer" no contexto em que foram empregadas); CONOTAÇÃO/sentido figurado/metafórico ("Engordar os preços") e DENOTAÇÃO/sentido real/próprio/literal (Engordar os animais). 3) Coesão referencial: anáfora (retomada de informação escrita - "Soluções. Nós precisamos DISSO".), catáfora (apresentação de informação escrita - "Precisamos DISTO: soluções!") e dêiticos (palavra ou termo que aponta para um significado não escrito, mas facilmente subentendido pelo contexto - "Minha terra tem palmeiras..."; "minha terra" = Brasil, subentendido, não escrito). 4) Pontuação (ênfase em vírgula, aspas, travessão e dois pontos); 5) Crase (regras básicas: a das locuções femininas e aquelas em que nunca ocorre crase); 6) Interpretação de textos (responder diretamente nas provas) 7) formação de palavras (prefixos e sufixos); 8) emprego SEMÂNTICO/SENTIDO de algumas classes de palavras (preposição, pronome, substantivo, adjetivo, verbo).    Não se pergunta mais se uma palavra é tão somente "pronome" ou "adjetivo", mas qual o efeito de sentido ou a alteração discursiva produzida por esse termo (pronome ou adjetivo) em um dado contexto enunciativo. A abordagem do conteúdo está menos "decoreba" e muito mais funcional. 9) figuras de linguagem: relembre as básicas, sem estresse. Pode até nem cair na prova. Mas, para prevenir, aí vai uma ajudinha... Ironia (= piadinha jocosa), metáfora (= comparação sem conjunção... "O amor é um grande laço"), metonímia (= parte pelo todo, autor pela obra, produto pela marca... Ouvíamos Morzart / a música de Mozart; Comprei uma gilete / por lâmina de aço), antítese (= oposição com lógica... vida x morte, claro x escuro...), paradoxo ou oxímoro (= oposição sem lógica... "contentamento descontente", "dor que não dói"...), hipérbole (exagero da ideia...
  2. 2. "morrer de rir"), eufemismo (= suaviza a mensagem... "acusado de improbidade..." = roubar), sinestesia (= mistura de sentidos... "Áspero sabor"... = tato e paladar), prosopopeia ou personificação (= traços humanos a seres inanimados... "A ÁRVORE SORRIA para a criança", catacrese (= usa uma palavra por falta de outra melhor... "perna da cadeira", "emBARCAR no avião"), pleonasmo (= repetição viciosa e óbvia... "comer com a boca", "subir para cima", "mata verde", "pequeno detalhe"...). Â Â 10) a questão de concordância não deverá dar qualquer dor de cabeça. Relembre os verbos impessoais ("haver" no sentido de existir = sempre singular; "fazer" indicando tempo passado = idem!) e as relações básicas entre verbo e sujeito. Â ** NA HORA DA PROVA! Â Â Â Â Nada de começar a prova de Língua Portuguesa pela leitura do texto, viu! Como já alertamos, as questões de interpretação de texto serão as mais difíceis. Comece a prova por aquelas mais simples de gramática. (faça as mais simples de TODA a prova... só depois de uns 40 a 60 minutos, parta para as questões de texto. Mas, não as deixe para o final. São muito traiçoeiras... nunca decida no primeiro impulso de avaliação, ok?)Â Â Â Â Â É comum as questões mais difíceis de texto trazerem respostas por aproximação de inferências (deduções) e pouco exatas. Não estranhe. Não há muita precisão nas respostas de certas questões, a exemplo de outras bancas (FCC, ESAF, Cesgranrio, Cespe...). Â Â Â Â Pode haver questões de texto em que você não ache a resposta imediata, ficando entre duas ou três alternativas. Faz parte. Proceda, então, à ponderada eliminação. Â Â Â Â É isso aí, meus amigos! Â Â Â Â ÓTIMAS PROVAS A TODOS! Â Â Â Abraçãããoooo!!! Prof. Marcelo Bernardo Prof. Jamesson Marcelino (da Equipe MB) Siga-nos na WEB! PORTAL MB: www.marcelobernardo.com.br PÁGINA: facebook.com/profmarcelobernardo.mb PERFIL: facebook.com/profmarcelobernardoIII GRUPO: Português e Redação com o Prof. Marcelo Bernardo DÚVIDAS: duvidas.mbportugues@gmail.com FONTE; https://www.euvoupassar.com.br/? go=artigos&a=b4DEsEU47OIE5qxlbON5jt69XS2fGfFOjZr10BB9Fn4~
  3. 3. 5 [CONCURSEIROS] [MATERIAL] SUGESTÕES DE ESTUDO DE JURISPRUD? Sáb, 24 de Jan de 2015 4:10 pm . Enviado por: "robson cruz" robsoneosconcursos SEGUEM ABAIXO DUAS SUGESTÕES PARA ESTUDO DE JURISPRUDÊNCIA, ESPECIALMENTE PARA QUEM SE PREPARA PARA CONCURSO DA CESPE/****; http://www.dizerodireito.com.br/ http://jurisprudenciaresumida.com.br/ - ESSE AQUI O BOM CONCURSEIRO VAI TER QUE ACOMPANHAR HUGSS A TODIUSSSSSS; ;;; . através de email . Respo

×