Mulheres Empreendedoras Num Mercado Inovador

69 visualizações

Publicada em

Vou lhe apresentar uma mão cheia de mulheres que cansadas de reenvindicar e de esperar por respostas que não chegam ou chegam as pinguinhas, decidiram tomar elas mesmas as rédeas das suas vidas profissionais e financeiras e partiram rumo a outras paragens.

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
69
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mulheres Empreendedoras Num Mercado Inovador

  1. 1. As mulheres trabalham em média quatro vezes mais tempo por dia em trabalho doméstico e não remunerado do que os homens, de acordo com um relatório da ONU publicado em 27 de Abril deste ano.
  2. 2. Segundo o estudo, as mulheres trabalham diariamente 302 minutos de trabalho doméstico e de assistência não remunerada aos dependentes, contra apenas 77 minutos dos homens. Já em termos de trabalho remunerado, em média as mulheres trabalham 160 minutos por dia, contra 269 minutos dos homens. Porém, referem os autores, as mulheres continuam em trabalhos pouco qualificados e baixos salários e muitas vezes sem acesso a cuidados de saúde, água potável ou saneamento básico. O relatório determina 10 prioridades para a ação pública, começando por reivindicar mais e melhores empregos para mulheres, a redução da disparidade profissional e salarial entre homens e mulheres, o fortalecimento da segurança económica das mulheres ao longo da vida, a redução e redistribuição do trabalho doméstico e o investimento em serviços sociais com consciência das questões de género.
  3. 3. Tudo isto é muito bonito mas levará ainda seu tempo para se concretizar. E as vezes demasiado tempo! Tempo esse que algumas mulheres não estão dispostas a esperar. Vou lhe apresentar uma mão cheia de mulheres que cansadas de revindicar e de esperar por respostas que não chegam ou chegam as pinguinhas. Como tal, elas arregaçaram as mangas e decidiram tomar elas mesmas as rédeas das suas vidas profissionais e financeiras e partiram rumo a outras paragens. Pelo caminho aceitaram novos paradigmas profissionais, trabalharam em novas formas alternativas de criar o rendimento de que elas e suas famílias precisavam e hoje estão marcando a diferença no meio onde estão inseridas e a mudar drasticamente a qualidade de vida e a assegurar o futuro de suas famílias.
  4. 4. Elas falaram publicamente em um hangout onde contam um pouco de sua história passada recente. Sobre o que fazem e ganham no seu presente e onde pretendem chegar no futuro tendo como base as perspectivas desta nova forma delas se emanciparem. Caro/a leitor – seja você homem ou mulher – está convidado a assistir a este hangout para saber em primeira mão, onde e como estas mulheres estão se destacando do resto da multidão que apenas faz ruido mas que continuam na mesma. Reserve um tempo de qualidade e para assistir ao Hangout “Mulheres No Topo”
  5. 5. Estes dados fazem parte do relatório “Progresso das Mulheres do Mundo 2015: Transformar Economias, Realizar Desejos”, produzido pela ONU Mulheres, a organização dentro das Nações Unidas dedicada à igualdade e emancipação das mulheres.

×