Mendigo Que Virou Locutor

171 visualizações

Publicada em

Ted Williams: Anuncie O Seu Talento Ao Mundo!

Quando tudo falhar. Use o seu talento!

De raça negra, sem-abrigo, viciado em drogas e em álcool, e um ex-condenado por assaltar lojas e farmácias. Ele - Ted Williams - abordava os condutores nas paragens dos semáforos para lhes pedir uma moeda. Mas tudo isso poderia passar em branco caso não fosse a atitude deste sem-abrigo em relação ao seu talento.

Publicada em: Marketing
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
171
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mendigo Que Virou Locutor

  1. 1. Se lhe perguntarmos se conhece Ted Williams. Provavelmente não saberá de quem quem se trata. Mas se lhe lembrarmos de que ele é apelidado do homem “da voz de ouro” ou do “mendigo que virou locutor de rádio”, e que foi o personagem um vídeo no Youtube que rapidamente se tornou viral. E que desde que está disponível online já foi visto por mais de 8,5 milhões de vezes. Aí talvez você se lembre de quem iremos falar.
  2. 2. A parábola bíblica dos “talentos”. Retracta de forma bem clara, como muita gente desperdiça os talentos que Deus lhe proporcionou. Muitas vezes por medo e outras por simples preguiça em explora-lo. Nessa mesma parábola, o seu senhor, castiga o seu súbdito – a quem responsabilizou o talento – pelo mesmo ser detentor de tamanha dádiva e a ter desperdiçado. Não foi este o caso de Susan Boyle ou do Ted Williams. Curiosamente ambos partilham do mesmo dom, e tiveram a coragem e a fé par expor o seu talento ao mundo.
  3. 3. Quantos de nós lamentamos ao longo da vida, por não termos aquilo que desejamos. Quando tão simplesmente negligenciamos certos talentos que Deus nos deu, e que são nossos recursos naturais. E que se os usássemos, teríamos muito mais do que a partida desejaríamos.
  4. 4. Ted Williams, é agora é uma estrela mediática, desde que um repórter do “Columbus Dispatch” o filmou a exibir o talento que já lhe rendeu dezenas de ofertas de emprego e de convites para programas de televisão. A vida de Ted Williams transformou-se, literalmente, de um dia para o outro. É um verdadeiro “sapo que virou príncipe”.
  5. 5. De raça negra, sem-abrigo, viciado em drogas e em álcool, e um ex- condenado por assaltar lojas e farmácias. Ele abordava os condutores nas paragens dos semáforos para lhes pedir uma moeda. Mas tudo isso poderia passar em branco caso não fosse a atitude deste sem-abrigo em relação ao seu talento.
  6. 6. Talvez como medida de último recurso, ele pegou em um pedaço de cartão velho. E fez dele o seu outdoor pessoal. E escreveu nele algo que lhe mudaria o curso da sua vida. Ele anunciava ao mundo o seu talento: “Eu tenho um dom dado por Deus! Eu tenho uma voz radiofónica….” São milhares os pedintes que deambulam pelas nossas ruas – e lamentavelmente a tendência será aumentar. Não é novidade nas grandes cidades, a presença e a ação destes personagens. Mas Ted Williams se negava a ser mais um “lixo social” entre tantos. Ele tinha um talento e ainda lhe restava alguma atitude. Como tal, não olhando apenas as circunstâncias ruins de sua condição humana, prestou também alguma atenção aos seus recursos. Em especial ao seu talento.
  7. 7. Quantos de nós acreditaríamos que num país com tantos sem-abrigos. Onde se vê e se faz de tudo. Onde quase nada é novidade. Alguém viesse a reparar num pedinte que empunha um pedaço de cartão velho que dizia: “Eu tenho um dom dado por Deus! Eu tenho uma voz radiofónica….” O que é que isso importa para a vida dos outros!? Podia muitos de nós pensar assim! Mas não era assim que ele pensava. Para ele, era a sua única cartada no jogo da sua vida. E sabe que mais. Graças a sua fé e atitude, reforçada pelo talento de sua voz, ele apostou e ganhou na loteria da vida.
  8. 8. Ainda há pouco tempo andava com um cartaz apregoando a sua “voz de ouro” nos cruzamentos das auto-estradas do estado do Ohio e agora é convidado do programa Today, em Nova Iorque. Isto não é fantástico. Quando se diz que a “fé faz mover montanhas”. Neste caso foi literalmente verdade! Ted Williams: Anuncie O Seu Talento Ao Mundo! “Sinto-me como a Susan Boyle (a escocesa que fez furor no programa britânico “Britain’s Got Talent”). Ou como Justin Bieber (o cantor canadense mais popular do momento). Estou quase chocado”, afirmou Williams, de 53 anos.
  9. 9. Passada poucos dias, o repórter voltou ao mesmo semáforo, e fez algumas perguntas ao sem-abrigo, que explicou o seu passado de consumo de drogas e de álcool e assinalando a sua vontade de dar a volta por cima e reclamar a sua vida de volta. Ted Williams tornou-se conhecido em todo o mundo depois do repórter Doral Chenoweth III ter filmado vídeo inicial do homem enquanto estava parado num semáforo. O jornalista teve curiosidade em ouvi-lo falar, uma vez Williams quando ele empunhava um cartaz dizendo “Eu tenho um dom dado por Deus! Eu tenho uma voz radiofónica….” Instigando-o a dizer umas palavras, Chenoweth gravou Williams a dizer umas quantas frases típicas de um locutor de rádio ou de televisão. Imediatamente se pôde perceber o extraordinário tom de barítono da sua voz durante esse curto ensaio para a câmara.
  10. 10. Amigo/a leitor. Faça-se ouvir através de um microfone. Anuncie-o num pedaço de cartão velho ou escreva-o no seu blog. Não importa como…mas faça-o!! Fale sobre o seu talento. Sobre um conhecimento específico sobre algo que você sabe e que possa interessar a alguém. Partilhe seu hobby com outros entusiastas do mesmo. Fale sobre as suas experiências de vida ou até mesmo sobre as suas desgraças. Com certeza que em todas estas áreas, você encontrará audiência interessada. E sabe que mais…eles vão ficar entusiasmados com o que você está a partilhar e você ficará mais entusiasmando ainda, quando souber que vai ser recompensado financeiramente com isso. Como? Clique na imagem e DESCUBRA!

×