Técnicas visuais

4.186 visualizações

Publicada em

Slide apresenta alguns conceitos e técnicas visuais para composição de uma peça gráfica

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.186
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
84
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
69
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Técnicas visuais

  1. 1. * Breno Carvalho Universidade Católica de Pernambuco Publicidade e Propaganda
  2. 2. *Não há palavra melhor do que layout para sintetizar a ideia, a forma, o arranjo ou composição de uma página. (Allen Hurlburt)
  3. 3. * As técnicas visuais oferecem ao designer uma grande variedade para expressão visual do conteúdo. Existem como polaridades de um continuum, ou como abordagens desiguais e antagônicas do significado. (DONDIS, 2003)
  4. 4. *Todos os elementos de um layout serão lidos pelo receptor – inclusive as imagens. *Para que isso aconteça de forma satisfatória, é importante ter conhecimento de algumas técnicas visuais. São elas: – Pregnância da forma – Hierarquia – Equilíbrio – Contraste – Profusão – Grid
  5. 5. * Na teoria da percepção da Gestalt, a lei da pregnância (Prägnanz) define a organização psicológica como sendo tão “boa” (regular, simétrica, simples) quanto o permitam as condições vigentes. (DONDIS, 1997: 42)
  6. 6. * O Diretor de arte precisa tornar evidente a hierarquia entre os elementos no layout. Isso significa que é preciso estabelecer visualmente uma ordem de importância para cada unidade: a importância da imagem, a importância do título, a importância do texto corrido, etc.
  7. 7. * A forma mais evidente e clássica de equilíbrio é a simetria A simetria é uma formulação visual totalmente resolvida, em que cada unidade situada de um lado da linha central é rigorosamente repetida do outro lado. (Donis A. Dondis)
  8. 8. * O contraste é a técnica visual que mais chama a atenção numa composição pois sua natureza é essencialmente o choque entre duas forças antagônicas. Há várias formas de gerar contraste: • Tom: claro X escuro. • Cor: cor quente X cor fria; cores opostas. • Elementos básicos: linha reta X curva. • Forma: forma sinuosa X forma reta. • Escala ou tamanho: grande X pequeno. • Espaço: cheio X vazio. • Tipografia: fonte antiga X fonte sem serifa.
  9. 9. * Técnicas de Comunicação Visual - Equilíbrio x Instabilidade - Simetria x Assimetria - Simplicidade x Complexidade - Economia x Profusão - Minimização x Exagero - Sutileza x Ousadia - Transparência x Opacidade - Repetição x Episodicidade
  10. 10. * Equilíbrio O equilíbrio é uma estratégia de design em que existe um centro de suspensão a meio caminho entre dois pesos.
  11. 11. * Instabilidade A instabilidade é a ausência de equilíbrio e uma formulação visual extremamente inquietante e provocadora.
  12. 12. * Simetria Simetria é uma formulação visual totalmente resolvida, em que cada unidade situada de um lado de uma linha central é rigorosamente repetida do outro lado. Trata-se de uma composição lógica e simples, mas que pode tornar-se estática, e mesmo enfadonha.
  13. 13. * Assimetria Na assimetria o equilíbrio pode ser obtido através da variação de elementos e posições, que equivale a um equilíbrio de compensação. Nesse tipo de design, o equilíbrio é complicado, uma vez que requer um ajuste de muitas forças, embora seja interessante e e fecundo em sua variedade.
  14. 14. * Simplicidade Técnica visual que envolve a imediatez e a uniformidade da forma elementar, livre de complicações ou elaborações secundárias.
  15. 15. * Complexidade Compreende uma complexidade visual constituída por inúmeras unidades e forças elementares, pois é um difícil processo de organização do significado no âmbito de um determinado padrão.
  16. 16. * Economia A presença de unidades mínimas de meios de comunicação visual é típica da técnica da economia. A economia é uma organização visual parcimoniosa e sensata em sua utilização dos elementos. Visualmente é fundamental e enfatiza o conservadorismo.
  17. 17. * Profusão A profusão é carregada em direção a acréscimos discursivos infinitamente detalhados a um design básico, os quais, em termos ideais, atenuam e embelezam através da ornamentação. A profusão é uma técnica de enriquecimento visual associada ao poder e à riqueza.
  18. 18. * Minimização A minimização e o exagero são os equivalentes intelectuais da polaridade economia-profusão, e prestam-se a fins parecidos, ainda que num contexto diferente. A minimização é uma abordagem muito abrandada, que procura obter do observador a máxima resposta a partir de elementos mínimos.
  19. 19. * Exagero Para ser visualmente eficaz, o exagero deve recorrer a um relato profuso e extravagante, ampliando sua expressividade para muito além da verdade, em sua tentativa de intensificar e amplificar.
  20. 20. * Sutileza Numa mensagem visual, a sutileza é a técnica que escolheríamos para estabelecer uma distinção apurada, que fugisse a toda obviedade e firmeza de propósito. Embora a sutileza sugira uma abordagem visual delicada e de extremo requinte, deve ser criteriosamente concebida para que as soluções encontradas sejam hábeis e inventivas.
  21. 21. * Ousadia A ousadia é uma técnica visual óbvia. Deve ser utilizada pelo designer com audácia, segurança e confiança, uma vez que seu objetivo é obter máxima visibilidade.
  22. 22. * Transparência Envolve detalhes visuais através dos quais se pode ver, de tal modo que o que lhes fica atrás também nos é revelado aos olhos.
  23. 23. * Opacidade É o bloqueio total, o ocultamento, dos elementos que são visualmente substituídos.
  24. 24. * Repetição A repetição corresponde às conexões visuais ininterruptas que têm importância especial em qualquer manifestação visual unificada.
  25. 25. * Episodicidade As técnicas episódicas indicam, na expressão visual, a desconexão, ou, pelo menos, apontam para a existência de conexões muito frágeis. É uma técnica que reforça a qualidade individual das partes do todo, sem abandonar por completo o significado maior.

×