Panorama Histórico e Social - Brasil 1890-1920

12.902 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.902
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Panorama Histórico e Social - Brasil 1890-1920

  1. 1. Panorama Histórico e Social BRASIL 1890 - 1920
  2. 2. <ul><li>República Velha </li></ul><ul><li>Nasce a Primeira constituição republicana. </li></ul><ul><li>Eleições eram indiretas. </li></ul><ul><li>Presidentes </li></ul><ul><li>11 presidentes tomaram poder do Brasil nesse período: </li></ul><ul><li>- Deodoro da Fonseca </li></ul><ul><li>- Floriano Peixoto </li></ul><ul><li>- Prudente de Morais </li></ul><ul><li>- Campos Sales </li></ul><ul><li>- Rodrigo Alves </li></ul><ul><li>- Afonso Pena </li></ul><ul><li>- Nilo Peçanha </li></ul><ul><li>- Hermes da Fonseca </li></ul><ul><li>- Venceslau Brás </li></ul><ul><li>- Delfin Moreira </li></ul><ul><li>- Epitácio Pessoa </li></ul>
  3. 3. Economia <ul><li>No campo da economia, predominou as exportações de café, base da economia e maior fonte de receita tributária. Foi também um período de modernização, com grandes surtos de industrialização, como o ocorrido durante a Primeira Guerra Mundial, porém, a economia continuaria dominada pela cultura do café. </li></ul>
  4. 4. População <ul><li>Houve o censo demográfico em 1900. De acordo com a pesquisa, cerca de 17 milhões de pessoas residiam no Brasil e a expectativa de vida do Brasileiro era de 33,4 anos. </li></ul>
  5. 5. Negros após a Abolição da Escravatura <ul><li>Após a abolição, foram restituídos aos negros a liberdade mas não a dignidade, não houve um processo de integração dos negros a sociedade e como não sabia fazer nada além de receber ordens, passaram a viver de sub-empregos ( a grande maioria desempenhavam as mesmas funções de quando eram escravos ) Assim, poderiam alguns deles trabalhar nas fábricas ao lado dos Imigrantes. Ainda sim, sem educação e instrução social para buscar uma boa posição na sociedade. Mesmo sendo assinada um Lei contra a escravidão, houveram outras formas “legais” de exploração ao negro, como Na província do Rio de Janeiro, por exemplo, as autoridades policiais obrigavam o liberto a assinar um termo de &quot;bem-viver&quot;, pelo qual ele se comprometia a trabalhar. Quanto a descriminação, a luta através de movimentos organizados, lentamente caminhou em direção á cidadania. </li></ul>
  6. 6. Revoltas, Movimentos Políticos e revoluções <ul><li>Revolução Federalista , onde houveram as batalhas de Carovi e de Passo Fundo e teve como causa a instabilidade política gerada pelos federalistas, que pretendiam &quot;libertar o Rio Grande do Sul da tirania de Júlio Prates de Castilhos&quot;, então presidente do Estado. </li></ul><ul><li>A Guerra de Canudos - confronto entre o Exército Brasileiro e integrantes de um movimento popular de fundo sócio-religioso liderado por Antônio Conselheiro, que durou de 1896 a 1897, na comunidade de Canudos, no interior do estado da Bahia). </li></ul><ul><li>Revolta da Armada -  séria ameaça ao governo Floriano Peixoto. </li></ul><ul><li>Revolta da Vacina - Revolta da população com campanha de vacinação obrigatória, imposta pelo governo federal, contra a varíola. </li></ul><ul><li>Revolta da Chibata - movimento de militares da Marinha do Brasil, planejado por cerca de dois anos e que culminou com um motim que se estendeu de 22 até 27 de novembro de 1910 na baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, à época a capital do país, sob a liderança do marinheiro João Cândido Felisberto. </li></ul>
  7. 7. Imigração <ul><li>A imigração no Brasil é dividida em 5 etapas . </li></ul><ul><li>Esse período entre 1890-1920 esta incluído na 4ª etapa. </li></ul><ul><li>> Imigração como fonte de mão-de-obra para as fazendas de café na região de São Paulo, com um largo predomínio de italianos, portugueses, espanhóis e japoneses. Quanto aos Alemãs, aproximadamente 57.000 deles migraram para o Brasil nesse período. </li></ul><ul><li>O momento mais importante da história da imigração no Brasil iniciou-se no fim do século XIX. Este processo imigratório, incentivado pelo governo e pelos senhores do café, objetivava utilizar trabalhadores europeus nas plantações de café. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>B r e n d o n w K l e i n </li></ul><ul><li>C a r o l i n e C a r v a l h o </li></ul><ul><li>F a b r i c i o E l l e r </li></ul><ul><li>L e o n a r d o A f o n s o </li></ul><ul><li>Y u r i C o u t o </li></ul>

×