Principios da restauração

1.827 visualizações

Publicada em

O primeiro casal da historia humana caiu fora do Ideal do Criador e todos os descendentes foram contaminados. Devemos estudar e conhecer os Princípios da Restauração.

Publicada em: Espiritual, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Principios da restauração

  1. 1. Os Princípios da Restauração e a Resolução de Conflitos 1
  2. 2. Onde começa a paz? Uma vez que a guerra nasce na mente do homem, é na mente do homem onde devem se criar os baluartes Organização da ONU para da paz. a Educação, a Ciência e a Cultura Preâmbulo da Constituição da UNESCO 2
  3. 3. Necessitamos de uma renovação espiritual Não acredito que seja possível estabelecer uma paz mundial permanente. Temos tentado e falhado miseravelmente. A menos que o mundo tenha um renascimento espiritual, esta civilização está condenada. Dag Hammarskjold Segundo Secretário Geral da ONU
  4. 4. A realidade da natureza humana Natureza egoísta Bem desenvolvida Natureza original Não desenvolvida
  5. 5. Os pensamentos e as ações definem o espírito e o caráter Má Pessoa Boa Pensamentos, pa Pensamentos, lavras e ações palavras e ações egoístas ou más não egoístas
  6. 6. O Eu em conflito A mente é dual: pura e impura. Hinduismo, Maitri Upanishad 6.34 Toda pessoa tem tanto um coração mau, como um coração bom. Religiões Nativo americanas, Tradições Mohawk Porque o que eu faço não o aprovo, pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço. Cristianismo, Romanos 7:15
  7. 7. Como mudamos nossa natureza? Indenização  Restauração Posição espiritual Original Um esforço para reverter ou restaurar algo que Perdida Restaurada estava perdido. Tomando responsabilidade em agir Realidade para corrigir defeitos, Atual debilidades e maus hábitos
  8. 8. Passo 1: Reconciliar-se com Deus  Oração e meditação  Ofertas a Deus  Estudo das Escrituras  Pureza sexual, celibato, separação do mundo  Submissão e obediência a Deus
  9. 9. Passo 2 : Reconciliar-se um com o outro Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti. Deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeira com teu irmão, e depois vem e apresenta a tua oferta. Cristianismo Mateus 5:23,24
  10. 10. Honrar a Deus + Amar-se mutuamente Palavra de Deus Aprender, crer, e Praticar a praticar a Palavra de Palavra de Deus. + Deus na relação com os outros. É necessário ter êxito em ambas as áreas para se envolver na meta da paz.
  11. 11. A importância da reconciliação Aquele que diz que está na luz, e aborrece a seu irmão, até agora está nas trevas. Cristianismo I João 2:9
  12. 12. A importância de um bom exemplo Que se levante entre vocês um grupo de pessoas que convidem a todos que sejam bons, desfrute de tudo que seja correto, e proíba tudo o que seja mau; eles serão os que alcançarão a felicidade e prosperidade. Islamismo, Alcorão 3.104
  13. 13. A importância da unidade Que tenham aspirações em comum, e corações de aceitação; que juntos sejam como uma somente, e assim possam viver bem. Hinduísmo Rig Veda 10.191.4
  14. 14. A importância de cada pessoa Quando se cultiva a vida pessoal, a família estará ajustada; quando a família está ajustada, o estado estará em ordem; quando o estado estiver em ordem, haverá paz por todo o mundo. Confucionismo A Grande Ciência
  15. 15. Arquétipos do conflito ABEL CAIM Abel amava Deus , no Caim estava consumido pelo entanto, não pôde ressentimento devido a uma ganhar o coração de seu injustiça percebida, não irmão que estava podendo ver o seu irmão do consumido pelo ponto de vista de Deus. ressentimento. Abel tinha a bênção de Incapaz de controlar sua Deus e não ia ira, ele matou seu irmão. compartilhá-la.
  16. 16. Arquétipos do conflito Deus desejava que Caim e Abel amassem um ao outro. Se bem fizeres, não haverá aceitação para ti? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e para ti será o seu desejo, e sobre ele dominarás. . Judaísmo, Cristianismo: Gênesis 4:7
  17. 17. O que deveria ocorrer? ABEL CAIM Ser humilde apesar de ter Superar o sido abençoado por Deus. ressentimento da Perdoar e ser tolerante rejeição passada. perante o abuso. Reconhecer o valor do Servir o seu irmão para seu irmão. dissolver o seu Regozijar-se com o ressentimento. êxito do irmão. Estar pronto para mediar Deixar para traz o ódio e estar disposto a reconciliar-se.
  18. 18. O curso da resolução do conflito Se agora tenho achado graça em teus olhos, peço-te que tomes o meu presente da minha mão porquanto tenho visto o teu rosto, como se tivesse visto o rosto de Deus mim. Judaísmo, Cristianismo: Gênesis 33:10
  19. 19. Implicações na construção da paz e a resolução de conflitos
  20. 20. Resultados da Primeira Guerra Mundial Esquerda: O General Ferdinand Foch (2º da direita) na rendição alemã no bosque de Compiegne perto de Paris. acima: Adolf Hitler (com a mão na cintura) visitando o lugar da rendição alemã, em 22 de junho, 1940.
  21. 21. Resultados da Segunda Guerra Mundial George C. Marshall e o Plano Marshall 21
  22. 22. Raízes históricas do conflito  Os crimes nacionais de uma geração se convertem em uma carga para as futuras gerações.  Os ressentimentos étnicos/religiosos se acumulam.
  23. 23. O maior ato de amor: Conquistar o coração do inimigo A chave para a paz é doar-se àqueles que nos tem feito um grande dano.  Converter o inimigo em amigo.  Reverter as antigas situações de abuso e de vingança.
  24. 24. Amando os inimigos Nunca nos livraremos de um inimigo devolvendo ódio por ódio; livraremos do inimigo ao nos livrarmos da inimizade. Martin Luther King, Jr. 24
  25. 25. Amando os inimigos Jesus não condenou nenhum de seus inimigos. Seu poder era o poder do amor. Sun Myung Moon 25
  26. 26. Amando os inimigos Quando me desespero, recordo que ao longo da história, o uso da verdade e do amor sempre ganha. Mahatma Gandhi 26
  27. 27. A escolha que todos enfrentamos: Resolver ou repetir os conflitos do passado? Passado Os problemas não resolvidos serão herdados pelas gerações seguintes, e na maioria dos casos serão problemas maiores e mais difíceis de resolver. Futuro 27
  28. 28. Princípios da resolução dos conflitos Auto-reflexão e reorientação.  Tomar responsabilidade pelo que você mesmo faz contribuindo com o conflito.  Considerar o que se poderia fazer para enfrentar o problema de uma maneira diferente.
  29. 29. Princípios da resolução dos conflitos Entrar em ação.  Procurar entender o que tem feito para que a outra pessoa se sinta ferida ou violada.  Estar aberto para a reconciliação.  Buscar corrigir injustiças passadas.
  30. 30. Princípios da resolução dos conflitos Reconciliação e renovação  Abandonar o impulso de tomar represálias.  Perdoar e aceitar as desculpas.  Resolver mudar a si mesmo, dando-se conta que este é o único caminho para ajudar a outra pessoa a mudar também.
  31. 31. Resolução de conflitos no matrimônio Auto-reflexão e reorientação  Tomar responsabilidade pelo que você mesmo faz contribuindo para o conflito.  Considerar o que poderia fazer enfrentando o problema de uma maneira diferente.
  32. 32. Resolução de conflitos no matrimônio Entrar em ação.  Procurar solucionar o que tem causado ao outro fazendo-o sentir-se ferido e violado.  Estar aberto para a reconciliação.  Buscar corrigir injustiças passadas como uma prioridade.
  33. 33. Resolução de conflitos no matrimônio Reconciliação e renovação  Abandonar o impulso de tomar represálias.  Perdoar e aceitar as desculpas.  Resolver mudar a si mesmo, dando-se conta que este é o único caminho para ajudar a outra pessoa a mudar também.
  34. 34. Implicações para os Embaixadores da Paz  Prestar atenção a ambos os lados.  Respeitar a integridade de ambos os lados.  Ganhar a confiança de ambos os lados tratando a cada um com igualdade.  Guiar ambos os lados para elevarem-se acima da posição de acusar ou colocar a culpa um no outro.  Apontar um resultado tipo “vencedor- vencedor”.

×