Jornal dos Comerciários - Nº 140

538 visualizações

Publicada em

Jornal do Sindicato dos Comerciários de Nova iguaçu e Região - Nº140, Dezembro de 2012

Publicada em: Notícias e política
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Sabe eu fico ate triste em ver essas coisa dizendo que os trabalhadores conquisto o Abono de Natal por que nada disso aconteceu na empresa onde trabalho(marisa patio mix) nao sei qual e a do sindicato com ela pois ja fizemos varias reclamaçoes e nenhuma providencia foi tomada, pra ter noçao os funcionarios tem que pedir demissao pra sair ou senao e justa causa pois a propria gerente disse que nao vai mandar ninguem, entao sindicato acorda faz alguma coisa pra ajudar os funcionarios dessa loja.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
538
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
56
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal dos Comerciários - Nº 140

  1. 1. Publicação do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Nova Iguaçu, Mesquita, Nilópolis, Paracambi, Itaguaí, Belford Roxo, Queimados, Ano 16 Nº 140 Novembro - Dezembro / 2012 Japeri e Seropédica. TODOS CONTRA OACORDO COLETIVO ESPECIALO Acordo Coletivo Especial (ACE) é uma proposta FELIZ NATAL!que a CUT, central sindi- O Abono de Natalcal ligada ao governo, a-presentou, e representa é por empresa.uma séria ameaça aos di- Parabéns porreitos dos trabalhadores, mais essapois permite que se fechem conquista! Oacordos por fora do que es-tá na lei. Isso naturalmen- Comerciáriote vai representar um ata- merece, e oque nunca antes visto . Papai Noel apóia! Veja a matéria Boas Festas! completa na página 4 Atenção para os Feriados Mais duas municipais: É PROIBIDO O TRABALHO NESTES DIAS: vitórias jurídicas do Sindicato 27 de Novembro (Mesquita) PÁGINA 5 8 de Dezembro Confira tudo (Belford Roxo, Japeri, Queimados, Nilópolis) sobre o fim do campeonato 3 de Dezembro de futebol e (Itaguaí) saiba quem Se você for intimidado foi o campeão! a ir trabalhar, denun- cie ao Sindicato! PÁGINA 6
  2. 2. COMBATE ÀS OPRESSÕES DENÚNCIAS Marisa (Nova Iguaçu Comerciárias em Luta contra o e Queimados) Esta loja, que de vez em quan- Acordo Coletivo Especial Marineide da Costa do aparece nesta coluna, justi- ficou que não exige o uniforme dos seus trabalhadores (sapato e Diretoria do Sindicato meia preta). Então, você que trabalha na Marisa, pode ir com Lei Maria da Penha, a violência o calçado e meia no estilo e cor As leis trabalhistas no Brasil, que sofrem com a dupla, tripla que quiser. Demorô! Além dissoque são desrespeitadas em muitos jornada, podem ver sua situação contra as mulheres a cada dia aumenta mais enquanto os a empresa precisa dar o valecasos, servem como base para piorar ainda mais. Estão em risco a transporte em Riocard, e nãoimpedir que os patrões explorem licença maternidade, estabilidade governos assistem a tudo calados, em dinheiro como vem fazendo.ainda mais os trabalhadores. gestante entre outros. sem fazer nada. A LUTA É NOSSA ALTERNATIVA. Supermercado Novo Agora a reforma trabalhista tem 25 DE NOVEMBRO - DIA LATINO Mundo (Queimados)outro nome: A.C.E. (Acordo AMERICANO E CARIBENHO DE COMBATE A VIOLÊNCIA CONTRA Nós, comerciárias, temos que Os trabalhadores do estacio-Coletivo Especial), que retira fortalecer a luta para ampliar os namento ficam no relento, A MULHER.direitos históricos conquistados nossos direitos. Não podemos debaixo de chuva e sol. É umcom muita luta por mulheres e Neste país, a Presidenta prome- aceitar o ACE, porque o governo e trabalho desumano. De novohomens (Veja mais na página 4). teu governar especialmente para as os patrões usarão de chantagem e mundo, só tem o nome. Isso vai mulheres, construindo creches e ameaça para justificar mais um acabar. Além da possibilidade de perder casas abrigo para as vítimas de ataque que será o retorno à escra-o FGTS, Férias e 13º, as mulheres violência. No entanto, apesar da vidão do tempo moderno. RESULTADOS DE DENÚNCIAS: SAÚDE & SEGURANÇA Casas Bahia (Top Shopping) CIPA - Comissão Interna de Após a última denúncia do Jor- nal a empresa apresentou os Prevenção de Acidentes (Parte 2) papéis da dedetização, com tu- do em dia. Mas as baratas con- tinuam se proliferendo na loja. panhadas por todos os membros da É um dos instrumentos necessá- A formação da CIPA é paritária, CIPA (os indicados pela empresa e rios para garantir que o cipeiro te- A pergunta que não quer calar:ou seja, metade de seus membros é os eleitos pelos trabalhadores). nha total liberdade de atuação na Será que eles usaram, ao invésindicada pela empresa e a outra é de veneno, vitaminas? Os cipeiros devem convocar reu- defesa dos trabalhadores, sem queeleita pelos trabalhadores. niões extraordinárias toda vez que seja penalizado pela empresa, com a O mandato da CIPA tem duração houver necessidade, como no caso demissão. Supermercadosde um ano, o que significa que aseleições devem ocorrer anualmente, de acidentes. Portanto, o mandato de um ci- Assai peiro é da categoria que o elegeu e A empresa foi autuada peloem todas as empresas, obrigatoria- deve ser utilizado para beneficio dos A lei garante estabilidade de em- Ministério do Trabalho pormente. trabalhadores. trabalhar nos feriados, por não O numero de cipeiros pode variar prego aos cipeiros eleitos por dois anos (durante o ano do mandato e no Esse é mais um motivo para que os ter local apropriado parade uma loja para outra, em razão do trabalhadores pensem bem antes de recém-mães, ausência de inter-numero de funcionários. ano posterior, chamado de período de carência). dar o seu voto. valo entre as jornadas e tam- As reuniões da CIPA devem, obri- Certifique-se de que está elegen- bém por praticar o banco degatoriamente, ser realizadas men- A estabilidade, que é concedida do quem realmente vai usar a esta- horas.salmente, para debater problemas de por lei aos cipeiros, não é uma me- dida com o objetivo de beneficiar o bilidade em beneficio da categoria, esaúde e segurança dos trabalhado-res. As reuniões devem ser acom- cipeiro. não em beneficio próprio. Casa & Video Foi autuada por intervalo entre FILIADO À CSP-CONLUTAS SUBSEDES: Sede: Rua Dr. Barros Júnior, 408/412 ITAGUAÍ: Avenida Paulo de Frontin, 72/202; BELFORD ROXO: Praça Getulio Vargas, 112 Ap 201 - as jornadas irregular, banco de Centro - Nova Iguaçu - RJ TELs./FAX: 2768-9297 / 2767-5130 / 2767-8232 Tel. (21) 2687-7729 Centro; Tel. 2663-1904 horas, por não ter descanso se- www.sindconir.org.br comunicacao@sindconir.org.br NILÓPOLIS: Rua Prof. G. Alfredo Filgueiras, 18, Sala QUEIMADOS: Avenida Irmãos Guinle, 901/214; Tel. 2665-3093 manal, e por trabalhar nos feri- 407-A; Tel. 2791-9271 ados. O sindicato não vai parar Jornal de responsabilidade da diretoria colegiada do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Nova Iguaçu, Nilópolis, Paracambi, Itaguaí, Belford Roxo, Queimados, Japeri, Seropédica, e Mesquita. Conselho Editorial: Renato Gomes, Gabriel até os direitos dos trabalhado- Silva, Zé Roberto, Marcelo Baena; Diagramação e projeto gráfico: Raphael Botelho; Fotos: Paulo Santos; res estarem garantidos! Jornal dos Comerciários Novembro-Dezembro 2012
  3. 3. NACIONAL Conheça o drama dos índios Guarani-Kaiowá, ameaçados pelos grandes donos de terra Nas últimas semanas um drama Mato Grosso do Sul, recebeu a no- séculos no Brasil. Durante o ano beira de estradas e vivendo numaaté então desconhecido do grande tícia de que seria ‘despejada’, pela de 1988, a pressão do povo junto constante incerteza. Essa situaçãopúblico tomou conta das redes so- Justiça Federal de Naviraí. Tudo com lideranças indígenas garantiu extrema está levando esse povo aociais e caixas de e-mail. Uma comu- para favorecer os grandes fazen- que a constituição tratasse de de- desespero. Só esse ano já ocor-nidade da tribo chamada Guarani- deiros da região, o chamado agro- marcar quais são as terras desses reram 30 suicídios.Kaiowá divulgou uma carta que te- negócio, que para se expandir, se povos. A nova constituição deter- A repercussão do caso fezve grande repercussão na internet, utilizam de pistoleiros armados. minava que em cinco anos teriam acontecer atos em mais de 50pedindo que se decrete “a nossa Os pistoleiros, com estupros, es- que ser demarcadas todas as áreas cidades a favor do povo Guarani-dizimação e extinção total” e para pancamentos e assassinatos de li- reivindicadas pelos índios, coisa Kaiowá. A luta arrancou uma vitó-“enviar tratores para cavar um deranças, causam um clima de ter- que até hoje não aconteceu. E, por ria parcial da Justiça contra ogrande buraco para jogar e enterrar ror entre essas comunidades e os isso, continuam e aumentam as despejo iminente dos 173 indíge-os nossos corpos”. forçam a se mudar. Assim os pa- disputas entre índios e donos de nas. Mas a luta continua. A exigên- Isso porque a comunidade for- trões do campo podem aumentar terras, e os primeiros vivem encur- cia agora é a demarcação definitivamada por 173 indígenas acampa- suas posses. ralados entre as cidades e as terras das terras, para que esse povo possados hoje à beira do rio Hovy, no Os índios são oprimidos há do agro-negócio, acampando na finalmente viver em paz. AVISO Aviso: Encerramento do contrato com a Clínica CIMENI Comunicamos mais uma vez daqui para frente, não serão feitos ca, poderão continuar normal- Qualquer dúvida entre em aos sócios do Sindicato que o novos contratos. mente com ele, até abril de 2013, contato com o Sindicato, pelos mesmo encerrou o contrato com Porém, aqueles sócios que já quando todos serão encerrados telefones: 2768-9297, 2767- a Clínica CIMENI. Ou seja, tinham o convênio com essa clíni- definitivamente. 5130, ou 2767-8232. Novembro-Dezembro 2012 Jornal dos Comerciários
  4. 4. NACIONAL Acordo Coletivo Especial (ACE) é um ataque aos trabalhadores O Que é esse ACE? sas simplesmente desrespeitam o O Acordo Coletivo Especial que está na lei, sem nenhuma preo-(ACE) é uma proposta que a CUT cupação em serem punidas. Porém,através de seu principal sindicato, hoje, quando chega aos ouvidos doo dos Metalúrgicos do ABC, apre- Sindicato, ele pode entrar na jus-sentou e visa impor o ‘negociado tiça para que a empresa seja obriga-sobre o legislado’, ou seja, pretende da à cumprir o que está na lei. Comque os acordos entre sindicatos e o ACE isso acaba, e todos os co-patrões tenham mais valor do que merciários poderão ter que engolirestá na lei. os desmandos dos patrões. O que o ACE mudaria? Por que isso foi Os patrões poderiam, por exem- apresentado?plo, pressionar um sindicato para O governo e a CUT falam queele aceitar que os trabalhadores temos que ‘modernizar’ as relaçõesabram mão das férias, ou do des- entre patrões e trabalhadores, mascanso nos feriados, ou mesmo que em nenhum momento a legislaçãonão tenham aumento. E o sindi- impede que os patrões deêm maiscato não poderia entrar na justiça do que os trabalhadores precisam,para garantir estes direitos, pois o caso queiram. A legislação só esti-acordo seria superior à lei. pula o mínimo de condições para um trabalhador viver com dignida- de. Além disso, esse acordo é uma Se ele é tão ruim, reedição de um projeto que foi bar- por que foi logo um rado na época do Fernando Henri- sindicato que o que, que agora volta pelas mãos da apresentou? mesma CUT, que nos anos 90 foi Essa medida foi apresentada pela contra ele!CUT, central sindical ligada ao go-verno com claras pretensões polí-ticas. O setor que apóia o governo E agora, o que fazer?Dilma, sabendo da grande polêmi- Agora temos que mostrar que osca que isto geraria, resolver apre- trabalhadores não querem ne-sentar a proposta a partir de um nhum direito a menos! pelo con-importante Sindicato, para ter a trário, queremos mais direitos, edesculpa que foram ‘os próprios queremos que os que já temos se-trabalhadores que quiseram essa jam respeitados! Por isso a centralmedida’. Tanto é que vários patrões sindical que o Sindicato faz parte, ae donos das grandes montadoras CSP-Conlutas, junto com outrasde automóveis já se manifestaram organizações estão organizando aa favor do ACE. luta contra o ACE . Já está marcado um Ato Político no Auditório do Senado, em Brasília, que o Sindi- cato participará, e levará a bandei- E o que aconteceria com os comerciários? ra dos trabalhadores no comércio Veja o vídeo explicativo Muitos de nós, comerciários, já de Nova Iguaçu e Região. Fique produzido pela CSP-Conlutasvivem na prática o que este acordo ligado nos próximos passos da luta! no site do Sindicato.pretende fazer, pois muitas empre- www.sindconir.org.br Jornal dos Comerciários Novembro-Dezembro 2012
  5. 5. JURÍDICO COMBATE ÀS OPRESSÕES Prezunic perde a terceira na 20 de novembro:justiça e Casas Bahia terá que Dia da Consciência Negra pagar Abono de 2009 Paulo Tomé Diretoria do Sindicato O Prezunic perdeu mais uma. Casas Bahia terá que pagarPela terceira vez a justiça ordenoua reintegração do cipeiro Rodrigo,demitido por perseguição. A em-presa tentou de tudo para desqua- Abono de 2009 Em 2009 o Sindicato fechou o acordo coletivo, garantindo Abo- H á cento e vinte e quatro anos, a princesa Isabel, através de uma lei im- perial, aboliu o trabalho escravo no Brasil. Essa é a história quelificar este lutador, chegando ao no de Natal. A Casas Bahia, na aprendemos na escola, mas elaponto de produzir um vídeo para época, se negou a pagar. O Sindi- não começou e nem terminoujustificar sua demissão por justa cato entrou na justiça e agora por vontade da princesa. Ela co- Ato dia 19/11 no calçadão decausa, e não conseguiu: A última saiu, finalmente, a decisão: O Nova Iguaçu às 9h pelo Dia da meçou na África e continuousentença ordenou que o Rodrigo pagamento será realizado a todos Consciência Negra e contra o aqui em nosso país, com a luta deseja reintegrado ao seu local de que trabalhavam na empresa nes- trabalho nos feriados. nossos ancestrais pela liberdade.trabalho e indenizado com os salá- ta época, com juros e correção viços precarizados fazem parte do Só a lei em si é uma farsa. Osrios que não recebeu neste meio monetária. O processo agora está cotidiano dos trabalhadores ne- Quilombos foram e continuamtempo, e tudo que tinha direito. na fase de cálculo, pois a empresa gros em geral, inclusive os de nossa sendo um exemplo, com seu mo-Até danos morais. Agora Rodrigo tem que apresentar a relação no- base. do de vida baseado na solidarie-poderá retomar suas atividades em minal de todos que lá trabalha- dade e na liberdade duramente Na disputa por uma vida maisdefesa dos trabalhadores do Prezu- vam na época. Mais uma vitória conquistada. digna, entendemos que a omissãonic. Mais uma vitória importante da luta!contra esta empresa truculenta e O sindicato segue o exemplo e a negação do racismo nos levamarbitrária, que não respeita os di- dos quilombos: lutando e orga- ao buraco profundo da ignorânciareitos dos trabalhadores. nizando os comerciários. Hoje, e do conformismo. Zumbi guer- como no passado, só teremos li- reiro e líder de seu povo vive até berdade se lutarmos, pois a liber- hoje entre nós, e o seu dia antes de dade é uma conquista. A explo- ser uma comemoração, é o dia da ração, os baixos salários e os ser- reflexão sobre a nossa negritude. NA PONTA DA LÍNGUA Você é a favor da política de cotas para negros?Em seu último congresso, o Sindicato estabeleceu que toda sua diretoria deveria ter pelo menos 50% de negros. Em agosto, o Senado aprovou oprojeto que regulamenta o sistema de cotas raciais e sociais nas universidades públicas federais. A chamada ‘política de cotas’, tem como objetivoinserir o negro onde sua presença é considerada pequena em relação à quantidade de negros na sociedade, e vem ganhando espaço, e gerando muitapolêmica. Fomos à Queimados, saber dos comerciários: ‘Você acha que a política de cotas raciais contribui no combate ao racismo?’ Eu sou a favor sim, por que Não. Por que acho que é Eu acho que sim, eu Não. Achava que tinha queacho que o preconceito tem que uma forma em que estão queren- concordo. Porque o negro, ele é ser de igual para igual, não tinhaacabar. Eu sei que existe ainda, do inferiorizar ainda mais o ne- bem visado ainda. Mesmo que que existir diferenças. Por queentão, por mim, poderiam existir gro, dizendo que ele não é capaz hoje em dia tenha mudado muita essas diferenças? Somos todoscotas sim. Nenhum problema de competir, de estudar, de con- coisa, eu acho bem legal, eu iguais.com isso. correr a uma vaga com uma concordo. pessoa que é branca.Jorge Gil, Lenilson, Joelma, Jurema,Di Santinni. Lojas Cem. Casas Bahia. Ponto Frio. Novembro-Dezembro 2012 Jornal dos Comerciários
  6. 6. SINDICATOCampeonato de futebol chega ao fimCAMPEÃO Di Santinni Top Shopping C hega ao fim mais um campeonato de futebol dos comerciários organizado pelo Sindicato! Este ano a grande campeã foi a equi- pe da Di Santinni Top Shopping. A Vice-campeã foi a equipe da Casa do Biscoito, e em terceiro lugar a equipe do Vianense 12. Na artilha- ria tivemos um empate: Diego da Humanitarian e Sandro do Novo Mundo, ambos com 8 gols. O goleiro menos vazado foi Leonardo, da equipe campeã. Parabéns à todos os participantes pela esportividade, e um parabéns especial aos campeões! No final do campeonato ainda tivemos a entrega dos troféus e das medalhas, seguida de um churrasco pra comemorar mais essa iniciativa de integração dos comerciários promovida pelo Sindicato! Quartas de Final 14 de Outubro15h Guanabara Galácticos 03 x 3* Casa do Biscoito16h Humanitarian 10 x 60 NKS17h Di Santinni Centro 04 x 50 Di Santinni Top Shop18h Vianense 12 10 x 40 Novo Mundo VICE CAMPEÃO 3º LUGAR Casa do Biscoito Vianense 12 Semi Finais 21 de Outubro15h Artilheiros (8 gols): Goleiro menos Casa do Biscoito 08 x 4 Humanitarian vazado (11 gols):16h Di Santinni Top Shop 04 x 2 Vianense 12 Finais 04 de Novembro 3° LUGAR:15h Humanitarian wo x 00 Vianense 12 CAMPEÃO:16h Di Santinni Top Shop *0 x 00 Casa do Biscoito Sandro Lima Diego do Santos Leonardo Lima - O time VENCEU nos pênaltis | wo - O time PERDEU por W.O. Novo Mundo Humanitarian Di Santinni Top Shopping ELEIÇÕES 2012 Para os trabalhadores, agora é luta! De dois em dois anos somos E justamente por isso que a dire- Assim, tentaram de todo o modo Agora o que temos que fazer é irconvocados à participar dos jogo toria e depois os próprios trabalha- excluir Renato dos debates, abusa- a luta, pois o prefeito eleito já deude cartas marcadas que é a elei- dores em assembléia decidiram a- ram do poder econômico e usaram várias provas de que, comoção. Os candidatos tradicionais poiar a candidatura de Renato Go- todo o tipo de baixaria, mas sua sempre, vai governar para osprometem mundos e fundos mes (PSTU) à prefeitura de Nova candidatura conseguiu mais de patrões, aqueles que bancarampara, no final das contas, tudo Iguaçu, por entender que esta can- 1.000 votos, mostrando que nem sua campanha eleitoral milioná-permanecer como está. didatura era diferente, pois não todos estão de acordo com esse ria. Prova disso é a declaração no Por isso o Sindicato sempre se prometia mundos e fundos como troca-troca eleitoral. Uma impor- debate do Jornal O Extra, ondepautou pela luta, pois é através as outras, e sim buscava ser um tante conquista que nos fortalece. afirmou que o comércio deveriadela que conseguimos mais di- ponto de apoio para as lutas dos E o mais importante: Sem pegar funcionar ‘24 horas por dia’.reitos e conquistas. trabalhadores, e isso sim, geraria a um centavo com os patrões. mudança. Jornal dos Comerciários Novembro-Dezembro 2012

×