Conjução

334 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
334
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conjução

  1. 1. Yoga Sutras:II.18,II.19, II.20, II.21, II.22, II.23, II.24, II.25, II.26, II.27Doris FridmanMaio-2013Conjunção entre “O que vê” e “O que é visto”
  2. 2. O que é visto• Natureza nas combinações infinitas de suasqualidades, gunas ( Sattva,rajas,tamas)geram:* vários tipos de energia que podem sermais ou menos perceptíveis.* categorias derivadas destas qualidades:os elementos, mente, sentidos de percepção,órgãos de ação
  3. 3. O que vêÉ pura consciência.Não depende da natureza.
  4. 4. AvidyaFalta de compreensão espiritualÉ o que causa a identificação entre :“o que vê e “o que é visto”.
  5. 5. KaivalyaEmancipaçãoConhecimento correto rompe o elo que une “oque vê” com “o que é visto”
  6. 6. Percepção consciente discriminadora parao conhecimento perfeito, ou correto• O fluxo ininterrupto de percepção conscientediscriminadora leva ao conhecimento correto.• Conhecimento perfeito tem 7 esferas :corpo,sentidos, energia, mente, intelecto,consciência e alma.• *conquista do corpo; conhecimento da energia;controle da mente; estabilidade da inteligência,conhecimento a partir da experiência; absorçãodos sabores da vida, conhecimento do simesmo.
  7. 7. Conjunção “do que vê” com “o que é visto”• A natureza serve ao que vê para o desfrute,ou para a emancipação• Natureza e inteligência existem para servir overdadeiro propósito do que vê: aemancipação• conjunção do que vê com o que é visto :identificação ou emancipação• Cessa para os seres iluminados, após tercumprido sua função
  8. 8. As impurezas são destruídasMediante a prática devota dos diversos aspectos do Yoga“lapidação”

×