Alunos aula 4_-_gerenciamento_financeiro-1

180 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
180
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alunos aula 4_-_gerenciamento_financeiro-1

  1. 1. AULA 4BRIGHAM, 1999CLEMENTE,2008GITMAM, 1997WOILER, 2008ANÁLISE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRA10 – Análise de Viabilidade Econômico-financeira:10.1 Decisões sobre fontes de financiamento10.2 Modelamento financeiro e fluxo de caixa do projeto10.3 Análise de rentabilidade e risco10.4 Seleção de projetos
  2. 2. ATIVOCirculanteRALPPermanente: investimentosimobilizadodiferidofontes de curto prazo(até 1 ano)fontes de longo prazo(acima de 1 ano)capital de giroinvestimentoPASSIVOPASSIVO10.1 Decisões sobre fontes de financiamento
  3. 3. RECURSOSINTERNOSRECURSOSEXTERNOSLUCRORESERVAS DE LUCRO:• reserva legal• reservas estatutárias• reserva para contingências• reserva de lucros a realizar• reserva de lucro para expansão• ...• RESERVAS PESSOAIS DO EMPREENDEDOR
  4. 4. RECURSOSEXTERNOSENDIVIDAMENTOK de TERCEIROSENDIVIDAMENTOK PRÓPRIOInstituições de fomentoBancos comerciaisFornecedoresFundos de pensãoFundos de investimentodemais terceirosEmissão de açãoDebêntures conversíveis
  5. 5. Fontes financiamento- TECPAR- FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA- FINEP- BRDE- BNDES- CROWDFUNDING- PRIVATE EQUITY- VENTURE CAPITAL- ANGEL INVESTMENT- “LEI DO BEM”
  6. 6. Tabela de financiamento:VALOR DA PRESTAÇÃO =AMORTIZAÇÃO DO PRINCIPAL + ENCARGOSCUSTO DO K
  7. 7. investimento total R$ 150.000,00 100%financiamento R$ 120.000,00 80%TJLP1/ano 6,5% = 0,065prazo total 60 mesescarência 12 mesesdata inicial 1/1/2007encargos: spread0,045 antecipação 0,06 total 1,105 anofator redutor TJLP 1,06ano 365 dias(1+i)÷1,06=(1+0,065)÷1,06 =1,004717fator encargos (spread + antecipação) [(1+0,045+0,06)n/365-1] 1,0003997531,105EXEMPLO FINANCIAMENTO PELO BNDES
  8. 8. data dos nº diaspagamentos no mês(n)1/1/20071/2/2007 311/3/2007 281/4/2007 311/5/2007 301/6/2007 311/7/2007 301/8/2007 311/9/2007 311/10/2007 301/11/2007 311/12/2007 301/1/2008 311/2/2008 311/3/2008 291/4/2008 311/5/2008 30saldo devedoratual(St)120.000,00120.047,97120.091,32120.139,32120.185,80120.233,85120.280,36120.328,44120.376,55120.423,11120.471,25120.517,86120.566,04120.614,24118.145,60115.678,09113.207,13saldo amortizado(Rt)0000000000000118.101,44115.631,87113.163,35110.691,42encargos amortização prestação(Et) (At) (Pt)--2994,468 2.994,47--3031,710 3.031,71--3069,085 3.069,08--3072,727 3.072,731027,160 2.512,80 3.539,96940,967 2.513,74 3.454,70985,123 2.514,74 3.499,86932,853 2.515,71 3.448,57prestaçãoa pagar(Tt)60595857565554535251504948474645
  9. 9. CUSTO DOPROJETOinvestimento+capital de giro+reserva técnica0 1 2 3 4 5 6 7 8 9INVESTIMENTOCAPITAL DE GIRO(fluxo de caixa)RESERVA TÉCNICAresultado anual do fluxo de caixa10.2 Modelamento financeiro e fluxo de caixa do projetoRepresentarão uma saída no ano zerodo DIAGRAMA de fluxo de caixapara análise de projetos
  10. 10. • 3 formas de representação em projetos:1 Fluxo de Caixa ajustado2 Diagrama de Fluxo de Caixa ajustadoSaldo final ANO 0 ANO 1 ANO 2 ANO 3 ANO 4 ANO 5(=)flx cx ajustado  (100.000)  (11.200)  (31.400)  68.900 61.200  101.500 68.900 61.200 101.5000 1 2 3 4 5(100.000) (11.200) (31.400) Fluxo de caixa
  11. 11. valor doinvestimento0 1 2 3 4 5 6 7 8 9saldo positivo do fluxoao longo de umdeterminadotempo: nsaldo fluxo de caixa: entradas – saídassaldo negativo do fluxo“diagrama é uma representação gráfica dos movimentos dedinheiro ao longo do tempo”.
  12. 12. 3 Quadro do Fluxo de Caixa ajustadoFluxo de Caixa ajustadoANO R$0 (100.000)1 (11.200)2 (31.400)3 68.9004 61.2005 101.500
  13. 13. ANO I ANO II ANO III ANO IV ANO V(+) entrada 50.000 60.000 160.000 180.000 220.000(-) saída (45.000) (32.000) (36.000) (68.000) (72.000)(=) saldo do fluxo 5.000 28.000 124.000 112.000 148.000O FLUXO DE CAIXA PRECISA SER AJUSTADOCONFORME A(S) FONTE(S) DE CAPITALUTILIZADA(S)
  14. 14. ANOIANOIIANOIIIANOIV ANO V(+) entrada 50.000 60.000 160.000 180.000 220.000(-) saída (45.000) (32.000) (36.000) (68.000) (72.000)(=) saldo do fluxo 5.000 28.000 124.000 112.000 148.000AJUSTE DO FLUXO DE CAIXAANO0ANOIANOIIANOIIIANOIV ANO V(+) entrada 50.000 60.000 160.000 180.000 220.000(-) saída (45.000) (32.000) (36.000) (68.000) (72.000)(=) saldo do fluxo 5.000 28.000 124.000 112.000 148.000 1º PASSO: incluir ANO 0
  15. 15.  2º PASSO: somar a depreciação ANO 0ANO IANO IIANO IIIANO IV ANO V(+) entrada    50.000 60.000  160.000  180.000  220.000 (-) saída    (45.000) (32.000)  (36.000)  (68.000)  (72.000) (=) saldo do fluxo    5.000 28.000  124.000  112.000  148.000 (+) depreciação  -  2.000  2.000 2.000  2.000  2.000 3º PASSO: incluir no ANO 0: valor do investimento +capital de giro + reserva técnica(280.000,)Investimento: 200.000Capital de giro: 80.000Reserva técnica: zero
  16. 16.  ANO 0ANO IANO IIANO IIIANO IV ANO V(+) entrada  -  50.000 60.000  160.000  180.000  220.000 (-) saída  -  (45.000) (32.000)  (36.000)  (68.000)  (72.000) (=) saldo do fluxo  -  5.000 28.000  124.000  112.000  148.000 (+) depreciação  -  2.000 2.000  2.000 2.000  2.000 (-) investimento  (200.000)  -  -  -  -  -(-) capital giro  (80.000)  -  -  - -  - (=)flx cx ajustado  (280.000)  7.000 30.000  126.000  114.000  150.000 (-) reserva téc. -  -  -  - -  - 4º PASSO: ajustar o fluxo
  17. 17.  5º PASSO: simular utilização das fontes de recursoINTERNO K TERCEIROS• apenas: UTILIZAÇÃO R INTERNO ANO 0ANO IANO IIANO IIIANO IV ANO V(+) entrada  -  50.000 60.000  160.000  180.000  220.000 (-) saída  -  (45.000) (32.000)  (36.000)  (68.000)  (72.000) (=) saldo do fluxo  -  5.000 28.000  124.000  112.000  148.000 (+) depreciação  -  2.000 2.000  2.000 2.000  2.000 (-) investimento  (200.000)  -  -  -  -  -(-) capital giro  (80.000)  -  -  - -  - (=)flx cx ajustado  (280.000)  7.000 30.000  126.000  114.000  150.000 K PRÓPRIO
  18. 18. (=)flx cx ajustado  (280.000)  7.000 30.000  126.000  114.000  150.000 UTILIZAÇÃO R INTERNO (280.000) 7.000 30.000  126.000  114.000  150.000 0                     1                 2                   3                         4                    5
  19. 19.  ANO 0ANO IANO IIANO IIIANO IV ANO V(+) entrada  -  50.000 60.000  160.000  180.000  220.000 (-) saída  -  (45.000) (32.000)  (36.000)  (68.000)  (72.000) (=) saldo do fluxo  -  5.000 28.000  124.000  112.000  148.000 (+) depreciação  -  2.000 2.000  2.000  2.000  2.000 (-) investimento  0  -  -  -  -  -(-) capital giro  0  -  -  - -  - (=)flx cx ajustado  0  (21.300)  (65.600)  37.200  31.900 74.700 UTILIZAÇÃO K TERCEIROS• apenas:(-) financiamentoPrestação: amort+encargos  - (28.300) (95.600) (88.800) (82.100) (75.300)
  20. 20. (=)flx cx ajustado  0  (21.300)  (65.600)  37.200  31.900 74.700 UTILIZAÇÃO K TERCEIROS37.200  31.900  74.700 0                     1                 2                   3                         4                    5 (21.300) (65.600) 
  21. 21. UTILIZAÇÃO R INTERNOR$100.000UTILIZAÇÃO K TERCEIROSR$180.000 ANO 0ANO IANO IIANO IIIANO IV ANO V(+) entrada  -  50.000 60.000  160.000  180.000  220.000 (-) saída  -  (45.000) (32.000)  (36.000)  (68.000)  (72.000) (=) saldo do fluxo  -  5.000 28.000  124.000  112.000  148.000 (+) depreciação  -  2.000 2.000  2.000  2.000  2.000 (-) investimento  (100.000)  -  -  -  -  -(-) capital giro  -(=)flx cx ajustado  (100.000)  (11.200)  (31.400)  68.900 61.200  101.500 (-) financiamento  - (18.200) (61.400) (57.100) (52.800) (48.500)
  22. 22. UTILIZAÇÃO R INTERNOR$100.000UTILIZAÇÃO K TERCEIROSR$180.000(=)flx cx ajustado (100.000) (11.200) (31.400) 68.900 61.200 101.50068.900 61.200 101.5000 1 2 3 4 5(100.000) (11.200) (31.400)
  23. 23. UTILIZAÇÃO R INTERNO (280.000)7.000 30.000 126.000 114.000 150.0000 1 2 3 4 5UTILIZAÇÃO K TERCEIROS37.200 31.900 74.7000 1 2 3 4 5(21.300) (65.600)UTILIZAÇÃO R INTERNOUTILIZAÇÃO K TERCEIROS68.900 61.200 101.5000 1 2 3 4 5(100.000) (11.200) (31.400)TIR 11,72%aaTIR 26,51%aaTIR 22,81%aa
  24. 24. VALOR RESIDUAL:-Fechamento do projeto: (280.000)7.000 30.000 126.000 114.000 150.0000 1 2 3 4 5 20.000170.000 (15.000)135.000venda de ativos – positivogastos – negativo
  25. 25. Vendas Brutas(-) Impostos(=) Vendas Líquidas(-) Custo dos Produtos Vendidos(=) Lucro Bruto(-) Despesas Comerciais(-) Despesas Administrativas(-) Pgto do I.R. Oper. e Cont. Social - Ex. Anterior(-) Investimentos p/ Man. da Capacid.(+) Depreciação(+) Variação Adiantamentos de Clientes/Fornecedores(-) Variação no Disponível(=) Fluxo de Caixa Operacional Sem Res. Financeiro(=) Fluxo de Caixa Operacional Com Res. Financeiro(-) Variação nos Diversos Créditos de CP e LP(-) Novos empréstimos a controladas(-) Pgto. IR e Cont. Social n/ Oper - Ex. Anterior(-) Pgto. Participações e Dividendos(-) Adições ao Ativo Permanente(-) Pagamento dos juros de Empréstimos(-) Amortização de Empréstimos(+) Recebimento de Créditos de controladas(+) Recebimento dos juros de controladas(+) Variação nos Diversos Débitos de CP e LP(+) Desconto de duplicatas no M.I. e M.E.(+) Venda de Permanente(+) Novos empréstimos(+) Resultados não Operacionais(+) Integralização de Capital(-) Amortização de Necessidade de Caixa Ex. Anterior(-) Pgto de Juros s/Necessidade de Caixa Ex. Anterior(+) Receita Financeira= Fluxo de Caixa do Período(-) Pgto IR e Cont. Social no Exercício - Oper.(-) Pgto IR e Cont. Social no Exercício - N. Oper.(+) Resgate de Aplicação Financeira(+) Novos Empréstimos Moeda Nacional(=) Disponível para Aplicação
  26. 26. PROJETOAJUSTAR O FLUXO DE CAIXA:1)100% RECURSOS INTERNO2)40% RECURSO INTERNO E60% DE CAPITAL DE TERCEIROS (apresentara simulação do financiamento)
  27. 27. ATIVIDADEAJUSTE DE FLUXO DE CAIXA

×