SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 47
Baixar para ler offline
1ª GUERRA
MUNDIAL
      -
 1914 -1918
A Europa antes da Guerra
• Diversidade de regimes políticos.

• Tensões nacionalistas devido à posse da Alsácia-
Lorena e aos conflitos na região dos balcãs.

• Conflitos económicos entre a França, a Inglaterra
e a Alemanha.

• Tensões sociais devido à falta de participação
política por parte da classe média e operariado.
As Alianças Político Militares
As Alianças Político Militares


•Tríplice Entente
   Inglaterra,
   França,
   Império Russo

•Tríplice Aliança
    Alemanha,
   Império Austro-Húngaro
   Itália
O ambiente no início do século XX era
                 de:
         PAZ ARMADA
 (Todos se preparavam para a guerra
 apesar de não estar ainda declarado o
               conflito)

As alianças político militares estavam
 feitas e a corrida ao armamento
         estava no seu auge.
28 de Junho de 1914
Assassinato do arquiduque Francisco Fernando por um
                  nacionalista Sérvio




            Início da Guerra
         Sucedem-se as declarações de guerra
A Euforia da Guerra
1ª Fase – Guerra de Movimentos




Não preparados para um novo tipo de batalha, a guerra
começou com movimentos semelhantes às tradicionais
batalhas...
Ofensivas rápidas em que era óbvia a superioridade alemã
e a necessidade de mudar de táctica.
1ª Fase
      Guerra de Movimentos
•Movimentos rápidos das tropas

•Superioridade das tropas alemãs

•O novo armamento impossibilita as batalhas
 tradicionais com dois exércitos a avançarem
 frente a frentes
Em breve, o equilibrio de forças fazia com
que a França conseguisse travar a Guerra
na batalha do Marne e com que se
entrasse numa nova e longa etapa da
guerra...
2ª Fase – Guerra de Posições




Iniciava-se a guerra de
Trincheiras ou de posições
As confortáveis trincheiras alemãs
Soldados franceses cavando
Trincheiras, com máscaras de gás
A Terra de Ninguém
A Batalha do
  SOMME
A Batalha de
VERDUM
2ª Fase
         Guerra de Posições
•Ambos os lados do conflito se defendem com a
 construção de trincheiras.
•Há um equilíbrio de forças.
•A guerra expande-se para outros continentes e
 novos espaços (terra, mar, ar)
•Fase muito demorada devido à dificuldade em
 conquistar as posições dos adversários.
A vida nas
trincheiras
O medo da morte
A espera
A vida nas trincheiras

    •Fome
    •Falta de Higiene
    •Doenças
    •Presença da morte
    •Medo
    •Espera
As novas
 armas
Os Canhões anti-aéreos




O Armamento
Artilharia pesada
Os Canhões de longo alcance
Os Torpedos
As metralhadoras
AS
GRANADAS
Os GASES TÓXICOS
Veículos
   de
combate
Os



Tanques
Interior de um
     submarino
Os navios e SUBMARINOS

        alemão
Os AVIÕES e
 Dirigiveis
O Barão Vermelho - Abateu 80 aviões inimigos

Manfred Von Richthofen
A Propaganda Política
3ª Fase – Guerra de Movimentos




A entrada da América na guerra
Novo
           Armamento




 Novos
Soldados
3ª Fase
     Guerra de Movimentos
•A Rússia sai da guerra

•Os EUA entram na guerra provocando um
 desequilíbrio de forças (Novas armas, soldados)

•Volta-se a uma estratégia de movimentos, com o
 avanço rápido da Tríplice Entente.
O Armistício
                  11 Novembro 1918




 Festejos em
Paris e Londres
Consequências
Demográficas
8 Milhões de Mortos
6 Milhões de Inválidos
Milhões de feridos e de traumatizados de guerra
Consequências
          Demográficas
•8 milhões de mortes
•6 milhões de inválidos
•Milhões de feridos e traumatizados de
 guerra
•Deslocação de população para zonas
 longe das frentes da guerra.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Ditadura Salazarista
A Ditadura SalazaristaA Ditadura Salazarista
A Ditadura SalazaristaCarlos Vieira
 
Portugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democraciaPortugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democraciaTeresa Maia
 
Portugal 1ªguerra mundial - final
Portugal 1ªguerra mundial - finalPortugal 1ªguerra mundial - final
Portugal 1ªguerra mundial - finalSusana Simões
 
trabalho escolar sobre Participaçao de Portugal a 1° Guerra Mundial
trabalho escolar sobre Participaçao de Portugal a 1° Guerra Mundialtrabalho escolar sobre Participaçao de Portugal a 1° Guerra Mundial
trabalho escolar sobre Participaçao de Portugal a 1° Guerra Mundial2015twins
 
41 as transformações económicas do pós-guerra
41   as transformações económicas do pós-guerra41   as transformações económicas do pós-guerra
41 as transformações económicas do pós-guerraCarla Freitas
 
Invasões francesas em portugal
Invasões francesas em portugalInvasões francesas em portugal
Invasões francesas em portugalSara Catarina
 
Realizações da 1ª república
Realizações da 1ª repúblicaRealizações da 1ª república
Realizações da 1ª repúblicaGina Rodrigues
 
I Guerra Mundial
I Guerra MundialI Guerra Mundial
I Guerra MundialTeresa Maia
 
Guerra Colonial Portuguesa
Guerra Colonial PortuguesaGuerra Colonial Portuguesa
Guerra Colonial PortuguesaJorge Almeida
 
A Restauração Da Independência
A Restauração Da IndependênciaA Restauração Da Independência
A Restauração Da IndependênciaRui Neto
 
5 05 a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos
5 05  a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos5 05  a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos
5 05 a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunosVítor Santos
 

Mais procurados (20)

Salazarismo
SalazarismoSalazarismo
Salazarismo
 
I Guerra Mundial
I Guerra MundialI Guerra Mundial
I Guerra Mundial
 
11 a guerra_fria
11 a guerra_fria11 a guerra_fria
11 a guerra_fria
 
A Ditadura Salazarista
A Ditadura SalazaristaA Ditadura Salazarista
A Ditadura Salazarista
 
Prisões Políticas Do Estado Novo
Prisões Políticas Do Estado NovoPrisões Políticas Do Estado Novo
Prisões Políticas Do Estado Novo
 
1º república
1º república1º república
1º república
 
Portugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democraciaPortugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democracia
 
Portugal 1ªguerra mundial - final
Portugal 1ªguerra mundial - finalPortugal 1ªguerra mundial - final
Portugal 1ªguerra mundial - final
 
Guerra colonial
Guerra colonialGuerra colonial
Guerra colonial
 
trabalho escolar sobre Participaçao de Portugal a 1° Guerra Mundial
trabalho escolar sobre Participaçao de Portugal a 1° Guerra Mundialtrabalho escolar sobre Participaçao de Portugal a 1° Guerra Mundial
trabalho escolar sobre Participaçao de Portugal a 1° Guerra Mundial
 
41 as transformações económicas do pós-guerra
41   as transformações económicas do pós-guerra41   as transformações económicas do pós-guerra
41 as transformações económicas do pós-guerra
 
Invasões francesas em portugal
Invasões francesas em portugalInvasões francesas em portugal
Invasões francesas em portugal
 
1ª RepúBlica
1ª RepúBlica1ª RepúBlica
1ª RepúBlica
 
Realizações da 1ª república
Realizações da 1ª repúblicaRealizações da 1ª república
Realizações da 1ª república
 
I Guerra Mundial
I Guerra MundialI Guerra Mundial
I Guerra Mundial
 
1ª Republica
1ª Republica1ª Republica
1ª Republica
 
Guerra Colonial Portuguesa
Guerra Colonial PortuguesaGuerra Colonial Portuguesa
Guerra Colonial Portuguesa
 
A Restauração Da Independência
A Restauração Da IndependênciaA Restauração Da Independência
A Restauração Da Independência
 
5 05 a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos
5 05  a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos5 05  a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos
5 05 a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos
 
Ato de navegação
Ato de navegaçãoAto de navegação
Ato de navegação
 

Destaque

A I Guerra Mundial
A I Guerra MundialA I Guerra Mundial
A I Guerra MundialCPH
 
Primeira guerra mundial prof ka (ppt)
Primeira guerra mundial prof ka (ppt)Primeira guerra mundial prof ka (ppt)
Primeira guerra mundial prof ka (ppt)Karina de Figueiredo
 
Rivalidades imperialistas
Rivalidades imperialistasRivalidades imperialistas
Rivalidades imperialistasbetepa
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialAlan
 
1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)Valéria Shoujofan
 
Primeira guerra 2013
Primeira guerra 2013Primeira guerra 2013
Primeira guerra 2013Fabio Salvari
 
Participação do Brasil na Primeira guerra mundial
Participação do Brasil na Primeira guerra mundialParticipação do Brasil na Primeira guerra mundial
Participação do Brasil na Primeira guerra mundialPoliana Tavares
 
1 guerra mundial
1 guerra mundial1 guerra mundial
1 guerra mundialJonny Peter
 
Primeira Guerra Mundial - antecedentes e conflito
Primeira Guerra Mundial - antecedentes e conflitoPrimeira Guerra Mundial - antecedentes e conflito
Primeira Guerra Mundial - antecedentes e conflitoElton Zanoni
 
351 a primeira guerra mundial
351 a primeira guerra mundial351 a primeira guerra mundial
351 a primeira guerra mundialcrpp
 
Apresentação grandes navegações tmp
Apresentação grandes navegações tmpApresentação grandes navegações tmp
Apresentação grandes navegações tmpPéricles Penuel
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítimasamuelbaiano
 
Primeira guerra mundial aula
Primeira guerra mundial   aulaPrimeira guerra mundial   aula
Primeira guerra mundial aulaprofmarloncardozo
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialhistoriando
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialJosé Gomes
 
Esquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundial
Esquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundialEsquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundial
Esquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundialFJDOliveira
 

Destaque (20)

A I Guerra Mundial
A I Guerra MundialA I Guerra Mundial
A I Guerra Mundial
 
I Guerra Mundial
I Guerra MundialI Guerra Mundial
I Guerra Mundial
 
Primeira guerra mundial prof ka (ppt)
Primeira guerra mundial prof ka (ppt)Primeira guerra mundial prof ka (ppt)
Primeira guerra mundial prof ka (ppt)
 
1 guerra mundial
1 guerra mundial1 guerra mundial
1 guerra mundial
 
Rivalidades imperialistas
Rivalidades imperialistasRivalidades imperialistas
Rivalidades imperialistas
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)
 
Primeira guerra 2013
Primeira guerra 2013Primeira guerra 2013
Primeira guerra 2013
 
1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial
 
Participação do Brasil na Primeira guerra mundial
Participação do Brasil na Primeira guerra mundialParticipação do Brasil na Primeira guerra mundial
Participação do Brasil na Primeira guerra mundial
 
1 guerra mundial
1 guerra mundial1 guerra mundial
1 guerra mundial
 
Primeira Guerra Mundial - antecedentes e conflito
Primeira Guerra Mundial - antecedentes e conflitoPrimeira Guerra Mundial - antecedentes e conflito
Primeira Guerra Mundial - antecedentes e conflito
 
351 a primeira guerra mundial
351 a primeira guerra mundial351 a primeira guerra mundial
351 a primeira guerra mundial
 
Apresentação grandes navegações tmp
Apresentação grandes navegações tmpApresentação grandes navegações tmp
Apresentação grandes navegações tmp
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Primeira guerra mundial aula
Primeira guerra mundial   aulaPrimeira guerra mundial   aula
Primeira guerra mundial aula
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
Esquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundial
Esquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundialEsquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundial
Esquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundial
 

Semelhante a 1a Guerra Mundial: Alianças, Batalhas e Consequências

Semelhante a 1a Guerra Mundial: Alianças, Batalhas e Consequências (20)

Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
2º ano - Primeira Guerra Mundial
2º ano - Primeira Guerra Mundial2º ano - Primeira Guerra Mundial
2º ano - Primeira Guerra Mundial
 
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
PRIMEIRA GUERRA MUNDIALPRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
 
Primeira Guerra Mundial (3).pptx
Primeira Guerra Mundial (3).pptxPrimeira Guerra Mundial (3).pptx
Primeira Guerra Mundial (3).pptx
 
Primeira guerra
Primeira guerraPrimeira guerra
Primeira guerra
 
1º guerra mundial
1º guerra mundial1º guerra mundial
1º guerra mundial
 
Imperialismo Europeu e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo Europeu e Primeira Guerra MundialImperialismo Europeu e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo Europeu e Primeira Guerra Mundial
 
1º guerra mundial - prof marcos rocha.pdf
1º guerra mundial - prof marcos rocha.pdf1º guerra mundial - prof marcos rocha.pdf
1º guerra mundial - prof marcos rocha.pdf
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
A 1ª guerra mundial
A 1ª guerra mundialA 1ª guerra mundial
A 1ª guerra mundial
 
Apresentação 1ºguerra mundial
Apresentação 1ºguerra mundialApresentação 1ºguerra mundial
Apresentação 1ºguerra mundial
 
Primeira Guerra Mundial.pdf
Primeira Guerra Mundial.pdfPrimeira Guerra Mundial.pdf
Primeira Guerra Mundial.pdf
 
Iª GM.pdf
Iª GM.pdfIª GM.pdf
Iª GM.pdf
 
Aula12 primeira guerra
Aula12 primeira guerraAula12 primeira guerra
Aula12 primeira guerra
 
primeira guerra.pdf
primeira guerra.pdfprimeira guerra.pdf
primeira guerra.pdf
 

Mais de Carla Freitas

Mais de Carla Freitas (20)

11 ha m6 u1
11 ha m6 u111 ha m6 u1
11 ha m6 u1
 
11 Ha M5 u3
11 Ha M5 u311 Ha M5 u3
11 Ha M5 u3
 
11 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 111 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 1
 
Módulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - RomantismoMódulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - Romantismo
 
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIXMódulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
 
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismoMódulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
 
Módulo 8 - Naturalismo e Realismo
Módulo 8 - Naturalismo e RealismoMódulo 8 - Naturalismo e Realismo
Módulo 8 - Naturalismo e Realismo
 
11 ha m5 u4
11 ha m5 u411 ha m5 u4
11 ha m5 u4
 
11 ha m5 u2
11 ha m5 u211 ha m5 u2
11 ha m5 u2
 
11 ha m4 u3 3
11 ha m4 u3 311 ha m4 u3 3
11 ha m4 u3 3
 
11 ha m5 u1
11 ha m5 u111 ha m5 u1
11 ha m5 u1
 
11 ha m4 u4 3
11 ha m4 u4 311 ha m4 u4 3
11 ha m4 u4 3
 
11 ha m4 u4 2
11 ha m4 u4 211 ha m4 u4 2
11 ha m4 u4 2
 
11 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 111 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 1
 
11 ha m4 u3 2
11 ha m4 u3 211 ha m4 u3 2
11 ha m4 u3 2
 
11 ha m4 u3 1
11 ha m4 u3 111 ha m4 u3 1
11 ha m4 u3 1
 
11 ha m4 u2 2
11 ha m4 u2 211 ha m4 u2 2
11 ha m4 u2 2
 
11 ha m4 u2 1
11 ha m4 u2 111 ha m4 u2 1
11 ha m4 u2 1
 
11 ha m4 u1
11 ha m4 u111 ha m4 u1
11 ha m4 u1
 
11 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 311 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 3
 

Último

Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfSandra Pratas
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonRosiniaGonalves
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 

Último (20)

Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 

1a Guerra Mundial: Alianças, Batalhas e Consequências

  • 1. 1ª GUERRA MUNDIAL - 1914 -1918
  • 2. A Europa antes da Guerra • Diversidade de regimes políticos. • Tensões nacionalistas devido à posse da Alsácia- Lorena e aos conflitos na região dos balcãs. • Conflitos económicos entre a França, a Inglaterra e a Alemanha. • Tensões sociais devido à falta de participação política por parte da classe média e operariado.
  • 4. As Alianças Político Militares •Tríplice Entente Inglaterra, França, Império Russo •Tríplice Aliança  Alemanha, Império Austro-Húngaro Itália
  • 5.
  • 6. O ambiente no início do século XX era de: PAZ ARMADA (Todos se preparavam para a guerra apesar de não estar ainda declarado o conflito) As alianças político militares estavam feitas e a corrida ao armamento estava no seu auge.
  • 7. 28 de Junho de 1914 Assassinato do arquiduque Francisco Fernando por um nacionalista Sérvio Início da Guerra Sucedem-se as declarações de guerra
  • 8. A Euforia da Guerra
  • 9. 1ª Fase – Guerra de Movimentos Não preparados para um novo tipo de batalha, a guerra começou com movimentos semelhantes às tradicionais batalhas... Ofensivas rápidas em que era óbvia a superioridade alemã e a necessidade de mudar de táctica.
  • 10. 1ª Fase Guerra de Movimentos •Movimentos rápidos das tropas •Superioridade das tropas alemãs •O novo armamento impossibilita as batalhas tradicionais com dois exércitos a avançarem frente a frentes
  • 11. Em breve, o equilibrio de forças fazia com que a França conseguisse travar a Guerra na batalha do Marne e com que se entrasse numa nova e longa etapa da guerra...
  • 12. 2ª Fase – Guerra de Posições Iniciava-se a guerra de Trincheiras ou de posições
  • 15. A Terra de Ninguém
  • 16.
  • 17. A Batalha do SOMME
  • 19. 2ª Fase Guerra de Posições •Ambos os lados do conflito se defendem com a construção de trincheiras. •Há um equilíbrio de forças. •A guerra expande-se para outros continentes e novos espaços (terra, mar, ar) •Fase muito demorada devido à dificuldade em conquistar as posições dos adversários.
  • 21. O medo da morte
  • 23. A vida nas trincheiras •Fome •Falta de Higiene •Doenças •Presença da morte •Medo •Espera
  • 27. Os Canhões de longo alcance
  • 32. Veículos de combate
  • 34. Interior de um submarino Os navios e SUBMARINOS alemão
  • 35. Os AVIÕES e Dirigiveis
  • 36. O Barão Vermelho - Abateu 80 aviões inimigos Manfred Von Richthofen
  • 38.
  • 39. 3ª Fase – Guerra de Movimentos A entrada da América na guerra
  • 40. Novo Armamento Novos Soldados
  • 41. 3ª Fase Guerra de Movimentos •A Rússia sai da guerra •Os EUA entram na guerra provocando um desequilíbrio de forças (Novas armas, soldados) •Volta-se a uma estratégia de movimentos, com o avanço rápido da Tríplice Entente.
  • 42. O Armistício 11 Novembro 1918 Festejos em Paris e Londres
  • 44. 8 Milhões de Mortos
  • 45. 6 Milhões de Inválidos
  • 46. Milhões de feridos e de traumatizados de guerra
  • 47. Consequências Demográficas •8 milhões de mortes •6 milhões de inválidos •Milhões de feridos e traumatizados de guerra •Deslocação de população para zonas longe das frentes da guerra.
  • 49. Imagens das Zonas de Batalha
  • 50.
  • 51. Consequências Económicas Destruição de: • Cidades • Pontes • Estradas • Fábricas  Crise económica  Fim da hegemonia europeia que passa para os EUA
  • 53. 1919 Paris Assinatura do Tratado de Versalhes
  • 54. Cartoon alusivo ao Tratado de Versalhes e às condições que a Alemanha foi obrigada a engolir
  • 55.
  • 56. Sede da Sociedade das nações
  • 57.  Desmembramento dos impérios Austro-Húngaro, Turco e Alemão, o que deu origem à formação de novos Estados.  Surgem países como a Polónia, a Hungria, a Checoslováquia e a Jugoslávia. Tratado de Versalhes:  Alemanha perde a Alsácia e Lorena e todas as suas colónias.  O território alemão fica dividido pelo corredor polaco.  Alemanha é desmilitarizada, proibida de ter marinha de guerra, blindados e aviões de combate.  Os países vencidos são obrigados a pagar duras indemnizações.  É criada a Sociedade das Nações, com o objectivo de promover a paz e a cooperação económica entre os Estados Membros, por proposta dos Estados Unidos, que nunca chegam a entrar na Sociedade. Ficam lançadas as sementes de um futuro conflito