43 da queda da monarquia à implantação da república

888 visualizações

Publicada em

Situação de Portugal no início do século XX
Descontentamento perante a monarquia
Regicídio
Implantação da República
Participação de Portugal na 1ª guerra
Legislação da república

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
888
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

43 da queda da monarquia à implantação da república

  1. 1. Queda da Monarquia Implantação da República História 9º ano Prof. Carla Freitas
  2. 2. 70 60 50 40 30 20 10 0 1870 1880 1890 1900 1910 Milhares de contos de reis O comércio externo português de 1870 a 1910 Importações Exportações
  3. 3. Atraso agrícola e industrial Balança comercial desfavorável com o consequente aumento da dívida pública Crise económico-financeira de 1890-92 (provocou a desvalorização da moeda e o aumento do desemprego, dos impostos e dos preços) Agravamento das condições de vida e de trabalho da população, principalmente da classe média e do operariado
  4. 4. Situação Política Rotativismo dos principais partidos progressista e regenerador Descontentamento perante o Ultimato Inglês Difusão dos ideais republicanos e socialistas Revolta de 1891 no Porto (1ª tentativa fracassada de implantar a República) Entrega do Governo a João Franco que impõe uma ditadura Aumento da atividade da Maçonaria e Carbonária 31 de Janeiro de 1891
  5. 5. 1 de Fevereiro de 1908 Assassinato do rei D. Carlos e do príncipe herdeiro D. Luís, no Terreiro do Paço. Assassinos foram os republicanos Manuel Buiça e Alfredo Costa
  6. 6. Sobe ao trono com 19 anos Demite João Franco Forma governo com todos os partidos que apoiavam a monarquia Agravamento da situação económica e política
  7. 7.         1) Bombardeamento do Palácio Real pelos republicanos. 2) Fuga do rei D. Manuel II para Inglaterra. 3) Prisão dos padres jesuítas pelos republicanos. 4) Barricadas republicanas na Rotunda. 5) Desembarque da marinha no Terreiro do Paço. 6) Proclamação da República na Câmara Municipal. 7) Visita do Governo Provisório aos revolucionários acampados na Rotunda.
  8. 8. 5 de Outubro de 1910 Proclamação da República na varanda da Câmara Municipal de Lisboa Apoios:  Partido republicano  Maçonaria  Carbonária Revoltosos:  Pequena burguesia  Classe Média  Operariado D. Amélia e D. Manuel II fogem para o exílio em Inglaterra
  9. 9. Constituição de um Governo provisório, presidido pelo professor Joaquim Teófilo Braga. Elaboração e aprovação de uma nova Constituição (21/Agosto/1911). Eleição do primeiro Presidente da República, o professor Manuel de Arriaga (24/Agosto/1911). Adoção de novos símbolos: moeda, bandeira, hino.
  10. 10. Estabelece a separação de poderes. Defendia a igualdade e a liberdade. Podiam votar todos os cidadãos alfabetizados com mais de vinte anos (do sexo masculino). Parlamento era o órgão de soberania mais importante. Parlamento elegia o Presidente. Governo era nomeado pelo Presidente da República.
  11. 11.  O verde,que é a cor da Natureza, simboliza a liberdade.  O vermelho, que é a cor do sangue, representa a vida.  A esfera armilar simboliza o mundo que os navegadores Portugueses descobriram.  Os sete castelos simbolizam a independência de Portugal.  O escudo com as cinco quinas representa o nascimento da Nação.
  12. 12. Finanças • Tentativa de pôr fim ao défice das contas públicas • Imposição de restrições nas despesas Sociedade • Autorização e regulamentação da Greve • Descanso semanal obrigatório • Limitação dos horários de trabalho • Direito à Assistência Social (protecção em casos de doença e de velhice). • Reconhecimento do filhos ilegítimos
  13. 13. Laicização do estado • Lei da Separação da Igreja e do Estado • Expulsão das Ordens religiosas • Nacionalização dos bens da Igreja • Proibição do Ensino Religioso nas Escolas • Registo Civil Obrigatório • Legalização do Divórcio Educação • Criação do Ministério de Instrução Pública • Instrução Obrigatória para todas as crianças dos 7 aos 12 anos. • Fundação de mais de 1500 escolas • Desenvolvimento do ensino técnico e agrícola • Fundação das Universidades do Porto e de Lisboa 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Evolução do analfabetismo em Portugal 1870 1890 1900 1911 1920 1930
  14. 14. Causas da participação portuguesa: • Garantir posse das colónias em África (atacadas pela Alemanha e cobiçadas pela Inglaterra). • Maior prestígio para legitimar a jovem “República” a nível internacional. • Pressão dos Aliados. Portugal junta-se à Tríplice Entente em 1916 Criação do CEP (Corpo Expedicionário Português) Consequências • Grande Despesa • Muitos Mortos • Desvalorização da Moeda • Aumento dos Preços • Os salários não acompanhavam a subida dos Preços
  15. 15. Instabilidade Política • Divisão do Partido Republicano em vários partidos rivais (Partido Democrático, Partido Evolucionista e União Republicana). • Existência de dois períodos de ditadura (Pimenta de Castro, 1915, Sidónio Pais, 1917-18). • Frequentes quedas de governos e de Presidentes da República Em 16 anos existiram 45 governos e 8 Presidentes. • Oposição da Igreja e dos Monárquicos. Crise económica • Aumento dos impostos • Aumento da inflação • Desvalorização da moeda • Fome • Diminuição do poder de compra • Aumento da dívida pública Agitação Social • Greves • Atentados terroristas pelos anarquistas e bolchevistas Participação na 1ª Guerra Mundial • Agravamento da situação económica e política • Descontentamento perante o número de baixas.
  16. 16. 28 de Maio de 1926 Derrube da 1ª República É instaurada uma ditadura militar comandada pelo general Costa Gomes O Parlamento é dissolvido Suspensão das liberdades individuais 1928 – António de Oliveira Salazar é convidado para ministro das finanças com extensos poderes 1932 – Salazarismo Salazar assume o governo com o cargo de Presidente do Conselho
  17. 17. Rotativismo Político – Alternância de poder entre dois partidos com uma linha distinta. Partido Republicano Português – Fundado em 1876, congregava intelectuais, comerciantes, industriais, profissionais liberais, funcionários e proletariado urbano. Defendia ideais de patriotismo, de anticlericalismo, de progresso, liberdade, justiça e a abolição do regime monárquico. Partido Socialista Português – Fundado em 1875, criticava a sociedade capitalista e não aceitava a propriedade privada dos meios de produção. Era dirigido essencialmente à classe operária. Maçonaria – Organização semissecreta, com rituais próprios, defensora da fraternidade e da liberdade. Era constituída predominantemente por elementos da burguesia. Carbonária – Organização secreta, com algumas ligações à Maçonaria, embora independente dela. Era anticlerical e defendia a queda da Monarquia, considerando legítimos todos os meios, incluindo os meios violentos. Regicídio – Assassínio de Rei ou Raínha. Em Portugal foi o assassinato de D. Carlos e do filho D. Luís. Governo provisório - É um governo criado após situações revolucionárias e/ou de emergência. Sufrágio - Processo de escolha através do qual os indivíduos selecionados terão o direito ao voto; processo de seleção feito através de uma votação; eleição. Laicização – Tornar leigo, ou seja, deixar de ser religioso ou associado à religião. Constituição – Texto fundamental que regula os direitos e garantias dos cidadãos e a organização política de um Estado. Diradura – Governo em que os poderes do Estado se concentram nas mãos de um só homem. Golpe Militar - Operação, geralmente armada, para tomar o poder político Golpe de Estado –Acão de uma autoridade que viola as formas constitucionais; conquista do poder político por meios ilegais.
  18. 18. 1. Caracterizar a situação Portuguesa no início do século XX. 2. Justificar o desenvolvimento das doutrinas republicanas. 3. Localizar no tempo o Regicídio e os intervenientes na ocorrência. 4. Localizar no tempo a implantação da república. 5. Explicar a ação dos governos republicanos nos diferentes campos. 6. Justificar a participação de Portugal na 1ª Guerra Mundial. 7. Justificar o descontentamento perante a República. 8. Localizar no tempo o Golpe Militar e a implantação de uma ditadura.

×