Idade Média
História 7º ano Prof. Carla Freitas

Cultura

Cultura Monástica
Desenvolvida pelos monges nos mosteiros
 Mosteiros eram centros Culturais:
 Escolas monásticas – Ens...

Cultura Monástica
Iluminuras

Cultura Cortesã
Desenvolvida nas cortes de reis
e nos palácios e castelos dos
senhores
 Reis e grandes senhores
começam...

Cultura Cortesã
 Aparecem os Jograis e Trovadores - que
recitavam e cantavam
 Cantigas de gesta (poema épico narrativo...

Cultura Cortesã
Ai eu, coitada, como vivo en gran
cuidado
por meu amigo, que hei alongado!
Muito me tarda
o meu amigo na...

Cultura Cortesã
 Literatura
 Romances de cavalaria (relatam
feitos lendários de cavaleiros como
a corte do rei Artur)
...

Cultura Popular
Desenvolvida nos
campos e cidades
 Assentava, sobretudo, na
tradição oral - estava ligada
às lendas, ca...

Cultura Popular
Pois nossas madres van a San Simón
de Val de Prados candeas queimar,
nós, as meninhas, punhemos d'andar
...

Cultura Popular
 As romarias, os mercados e as
feiras atraíam músicos,
malabaristas e dançarinos.
 Encontrava-se aí:
•...

Aparecimento das
Universidades
As escolas monásticas e episcopais eram para
formação religiosa, insuficiente para as
pop...

Estudos Gerais
Lisboa/Coimbra
 1290 - Criação do Estudo Geral
Português por D. Dinis em Lisboa,
após autorização do Pap...

Religião

Igreja
A Igreja tinha variadas
utilizações, servia de local de:
Culto
Resolução de conflitos recorrendo
ao Padre
Pro...

Religião
Marco da vida quotidiana
Igreja marca o ritmo e o horário de
trabalho
Sinos marcavam o início e o fim do
trab...

Religião
Pecados e Penitências
“As penas mais violentas abrangiam quinze anos de penitência, com proibição de receber os...

Peregrinações
 Santiago de Compostela
 Roma
 Igreja do Santo Sepulcro (Jerusalém)

Paganismo
Mantêm-se o culto naturalista
com a crença em :
Signos
Estrelas
Maus olhados
Encantamentos
Agoiros
Magia

Ordens Mendicantes
“(…) Viver em obediência, pobreza e
castidade (…).
Os irmãos não terão nada de próprio,
nem casa, nem...

Ordens Mendicantes
Surgem como reação ao luxo, em que viviam
muitos membros do clero.
Viviam do seu trabalho e de esmo...

Arte

Românico
Estilo artístico surgido nos finais do século X
e inícios do século XI, e que se prolonga até ao
século XIII, ...

Românico
Características
Arcos de volta inteira Abóbadas de berço

Paredes robustas e grossas
Reforçadas com contrafortes
Interiores com pouca iluminação
Igreja da Cedofeita - Porto Vé...

Planta em cruz latina
Catedral de Santiago de Compostela
Nave central
Naves laterais
Cruzeiro ou Transepto
Deambulatório...

Escultura nos tímpanos, arquivoltas e capitéis
Capiteis historiados ou com monstros grotescos para lembrar e
afastar o...

Decoração com frescos
Românico
Características
Frescos Românicos de São Vicente de
Tahull, Barcelona, séc. XII
Frescos ...

Grandes Igrejas
Sé de Lisboa
Sé de Coimbra
Sé de Porto
Sé de Braga
Românico
Em Portugal

Pequenas Igrejas Rurais
S. Pedro de Rates
Santo André de Algosinho
Nossa Senhora da Azinheira, Outeiro Seco,
Chaves
...

Castelos e Fortalezas
Castelo de Longroiva, Guarda
Edificios Municipais
Domus Municipalis de
Bragança
Românico
Em Po...

Gótico
Estilo artístico surgido na Europa entre os
séculos XII e XIII e que se prolonga até ao séc.
XV
 Nome criado po...

Verticalidade – Aproximação do reino
dos céus
Gótico
Características
Catedral de Colónia
Notre Dame, Paris Tours

Amplitude dos espaços interiores
Gótico
Características
Sainte-Chapelle Canterbury
Salisbury

Arco em Ogiva
Abóboda em cruzaria de ogivas
Gótico
Características
Saint Adriá de Besos Mosteiro da Batalha Sainte-Cha...
Decoração abundante
Portais Monumentais
Arcobotantes e Botaréus
Pináculos e Agulhas
Gótico
Características
Notre-Dame...
Ambiente de luz divina
Grandes janelas
Rosáceas
Utilização de vitrais
Gótico
Características
Notre-Dame Sainte-Chapel...
Associação à estatuária
Gótico
Características
Notre-Dame
Catedral de Chartres
Mais modesto
Ligado sobretudo a mosteiros
Surge em alguns castelos
Gótico
Em Portugal
Mosteiro de Leça do Balio
Mostei...
Mosteiro da Batalha
Gótico
Português

 Cultura Monástica – Cultura desenvolvida nos mosteiros pelos
monges
 Cultura Cortesã – Cultura desenvolvida nas cirte...
1. Caracterizar as culturas monástica, cortesã e
popular.
2. Explicar o aparecimento das universidades.
3. Justificar a i...

Voltamos à
crise!!!
21 -  Cultura, Religião e Arte Medievais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

21 - Cultura, Religião e Arte Medievais

3.434 visualizações

Publicada em

Cultura monástica, popular e cortesã
Aparecimento das universidades
Papel da Igreja no quotidiano
Peregrinações
Ordens mendicantes
Arte Românica
Arte Gótica

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

21 - Cultura, Religião e Arte Medievais

  1. 1. Idade Média História 7º ano Prof. Carla Freitas
  2. 2.  Cultura
  3. 3.  Cultura Monástica Desenvolvida pelos monges nos mosteiros  Mosteiros eram centros Culturais:  Escolas monásticas – Ensino era em latim e tinha como base a Bíblia e a doutrina da Igreja.  Oficinas de cópias de livros – greco-romanos, cristãos e muçulmanos  Bibliotecas – com manuscritos antigos onde estava preservada a sabedoria ancestral.  Em Portugal destacaram-se os mosteiros de:  Lorvão  Santa Cruz de Coimbra,  Alcobaça  São Vicente de Lisboa
  4. 4.  Cultura Monástica Iluminuras
  5. 5.  Cultura Cortesã Desenvolvida nas cortes de reis e nos palácios e castelos dos senhores  Reis e grandes senhores começam a rodear-se de uma numerosa corte.  Surgem inúmeras diversões de Corte:  Banquetes  Caça  Torneios  Jogos de tabuleiro
  6. 6.  Cultura Cortesã  Aparecem os Jograis e Trovadores - que recitavam e cantavam  Cantigas de gesta (poema épico narrativo medieval que celebra os feitos de heróis do passado)  Cantigas de amigo (o assunto era a ausência de um amigo, confidenciava o amor e a saudade)  Cantigas de amor (o único tema tratado era o amor pela sua dama)  Cantigas de escárnio e maldizer (fazia-se a sátira/ a sociedade em geral – a vida da corte, as dificuldades económicas de certos estratos sociais, as aspirações da burguesia e aspectos caricatos da vida das camadas populares.
  7. 7.  Cultura Cortesã Ai eu, coitada, como vivo en gran cuidado por meu amigo, que hei alongado! Muito me tarda o meu amigo na Guarda! Afonso X ou Sancho I Se eu podesse desamar a quen me sempre desamou, e podess'algún mal buscar a quen me sempre mal buscou! Assí me vingaría eu, se eu podesse coita dar, a quen me sempre coita deu. Pero da Ponte Foi un día Lopo jograr a casa dun infançón cantar, e mandou-lh'ele por don dar tres couces na garganta; e fui-lh'escass', a meu cuidar, segundo com'el canta. Martin Soares
  8. 8.  Cultura Cortesã  Literatura  Romances de cavalaria (relatam feitos lendários de cavaleiros como a corte do rei Artur)  Vida dos santos (relatam a vida de santos)  Crónicas (textos históricos que relatam os acontecimentos – de um reinado ou dinastia - por ordem cronológica)  Literatura genealógica (relatam feitos valorosos de famílias nobres)
  9. 9.  Cultura Popular Desenvolvida nos campos e cidades  Assentava, sobretudo, na tradição oral - estava ligada às lendas, cantares de trabalho e contos  Os jograis divulgavam-nas nas feiras e romarias.  Era transmitida oralmente de terra em terra e de geração em geração
  10. 10.  Cultura Popular Pois nossas madres van a San Simón de Val de Prados candeas queimar, nós, as meninhas, punhemos d'andar con nossas madres, e elas entón queimen candeas por nós e por si, e nós, meninhas, bailaremos i. Nossos amigos todos lá irán por nos veer e andaremos nós bailand'ant'eles, fremosas, en cos, e nossas madres, pois que alá van, queimen candeas por nós e por si, e nós, meninhas, bailaremos i. Nossos amigos irán por cousir como bailamos, e poden veer, bailar moças de mui bon parecer, e nossas madres, pois lá queren ir, queimen candeas por nós e por si, e nós, meninhas, bailaremos i. Pero de Viviães
  11. 11.  Cultura Popular  As romarias, os mercados e as feiras atraíam músicos, malabaristas e dançarinos.  Encontrava-se aí: • Bailes, dança • Procissões • Música popular • Saltimbancos • Declamação de poesia
  12. 12.  Aparecimento das Universidades As escolas monásticas e episcopais eram para formação religiosa, insuficiente para as populações das cidades (interessada em conhecimentos administrativos e comerciais) Surgem associações de estudantes e professores (Universidades ou Estudos gerais) onde se promove um estudo racional de: Teologia Direito Medicina
  13. 13.  Estudos Gerais Lisboa/Coimbra  1290 - Criação do Estudo Geral Português por D. Dinis em Lisboa, após autorização do Papa, com as Faculdades de Artes, Direito Canónico (Cânones), Direito Civil (Leis) e Medicina.  1308 - O Estudo Geral passa para Coimbra.  1338 – Volta a regressar a Lisboa  1354 – Volta para Coimbra  1377 - Novo regresso a Lisboa  1537 – Instalação definitiva em Coimbra
  14. 14.  Religião
  15. 15.  Igreja A Igreja tinha variadas utilizações, servia de local de: Culto Resolução de conflitos recorrendo ao Padre Proclamações e avisos Reuniões Local de diversão onde se ouviam jograis, trovadores e se representavam autos
  16. 16.  Religião Marco da vida quotidiana Igreja marca o ritmo e o horário de trabalho Sinos marcavam o início e o fim do trabalho Festas religiosas marcavam os dias de descanso As horas de oração marcavam o ritmo dos dias Cerimónias religiosas marcavam toda a vida do Homem Baptismo Crisma Penitência Comunhão Extrema Unção
  17. 17.  Religião Pecados e Penitências “As penas mais violentas abrangiam quinze anos de penitência, com proibição de receber os sacramentos, jejuns e mortificações contínuas.(...) Recebiam-nas os sodomitas (...) os incestuosos (...) os incendiários de igrejas e os assassinos de clérigos (...).” “ Pecava ( ... ) foi torpe em comer ou em beber, abrindo muito a boca ou soando com os beiços, como besta, ou vertendo os manjares ou o vinho por si ou por a mesa, ou metendo torpemente toda a mão ou todos os dedos em escudela(...)” “ Se algum se banhou em banho com as mulheres e as viu nuas, e ainda a sua mulher mesma, jejue dois dias em pão e água.” “Quase todas as penitências podiam, no entanto, ser remidas por oração ou por esmola. A um dia a pão e água equivaliam quarenta salmos rezados de joelhos ou setenta rezados em pé, acompanhados de caridade de dar de comer a um pobre. Cinco dinheiros faziam o mesmo serviço remissório. (...) facilitava a absolvição dos pecadores ricos que distribuíam pelos pobres e pelos cofres da igreja somas avultadas.( ... ) era um meio de enriquecer o clero e promover a assistência aos pobres(...)”
  18. 18.  Peregrinações  Santiago de Compostela  Roma  Igreja do Santo Sepulcro (Jerusalém)
  19. 19.  Paganismo Mantêm-se o culto naturalista com a crença em : Signos Estrelas Maus olhados Encantamentos Agoiros Magia
  20. 20.  Ordens Mendicantes “(…) Viver em obediência, pobreza e castidade (…). Os irmãos não terão nada de próprio, nem casa, nem terra, nem coisa nenhuma, mas como peregrinos e estrangeiros neste mundo, servindo o Senhor em pobreza e humildade, sigam pedindo esmolas confiadamente.” Regra de S. Francisco, 1223
  21. 21.  Ordens Mendicantes Surgem como reação ao luxo, em que viviam muitos membros do clero. Viviam do seu trabalho e de esmolas  Prestavam assistência aos mais necessitados Estavam em constante contacto com a população As duas ordens religiosas que vão defender o ideal de pobreza e de humildade são: 1209 – Franciscanos, fundada por S. Francisco de Assis.  1215 – Dominicanos, fundada por S. Domingos de Gusmão.
  22. 22.  Arte
  23. 23.  Românico Estilo artístico surgido nos finais do século X e inícios do século XI, e que se prolonga até ao século XIII, nalgumas zonas da Europa Ocidental.  O seu nome foi-lhe atribuído pelos historiadores de arte devido às influências romanas.  De carácter essencialmente religioso (igrejas e conventos), civil (Domus Municipalis de Bragança ) e militar (castelos). Igreja de St. Nectaire Sé velha de Coimbra
  24. 24.  Românico Características Arcos de volta inteira Abóbadas de berço
  25. 25.  Paredes robustas e grossas Reforçadas com contrafortes Interiores com pouca iluminação Igreja da Cedofeita - Porto Vézelay, Borgonha Mosteiro de Santa María la Real de Irache - Ayegui - Aiegi Românico Características
  26. 26.  Planta em cruz latina Catedral de Santiago de Compostela Nave central Naves laterais Cruzeiro ou Transepto Deambulatório Absidíolos Românico Características
  27. 27.  Escultura nos tímpanos, arquivoltas e capitéis Capiteis historiados ou com monstros grotescos para lembrar e afastar o mal Tímpano Portal Sul, Santiago de Compostela, Galiza Românico Características
  28. 28.  Decoração com frescos Românico Características Frescos Românicos de São Vicente de Tahull, Barcelona, séc. XII Frescos na Igreja de Nossa Senhora do Sepulcro dos Templários, Trancoso, 1162
  29. 29.  Grandes Igrejas Sé de Lisboa Sé de Coimbra Sé de Porto Sé de Braga Românico Em Portugal
  30. 30.  Pequenas Igrejas Rurais S. Pedro de Rates Santo André de Algosinho Nossa Senhora da Azinheira, Outeiro Seco, Chaves Românico Em Portugal
  31. 31.  Castelos e Fortalezas Castelo de Longroiva, Guarda Edificios Municipais Domus Municipalis de Bragança Românico Em Portugal
  32. 32.  Gótico Estilo artístico surgido na Europa entre os séculos XII e XIII e que se prolonga até ao séc. XV  Nome criado por Vasari com fortes conotações pejorativas, designando um estilo somente digno de bárbaros e vãndalos  Ligado ao desenvolvimento económico das cidades e ao crescimento da burguesia  Associado ao fortalecimento do poder real Catedral de Colónia
  33. 33.  Verticalidade – Aproximação do reino dos céus Gótico Características Catedral de Colónia Notre Dame, Paris Tours
  34. 34.  Amplitude dos espaços interiores Gótico Características Sainte-Chapelle Canterbury Salisbury
  35. 35.  Arco em Ogiva Abóboda em cruzaria de ogivas Gótico Características Saint Adriá de Besos Mosteiro da Batalha Sainte-Chapelle Amiens
  36. 36. Decoração abundante Portais Monumentais Arcobotantes e Botaréus Pináculos e Agulhas Gótico Características Notre-Dame Abadia de WestminsterDuomo de Milão
  37. 37. Ambiente de luz divina Grandes janelas Rosáceas Utilização de vitrais Gótico Características Notre-Dame Sainte-ChapelleCatedral de Colónia
  38. 38. Associação à estatuária Gótico Características Notre-Dame Catedral de Chartres
  39. 39. Mais modesto Ligado sobretudo a mosteiros Surge em alguns castelos Gótico Em Portugal Mosteiro de Leça do Balio Mosteiro de Alcobaça Santa Maria da Feira
  40. 40. Mosteiro da Batalha Gótico Português
  41. 41.   Cultura Monástica – Cultura desenvolvida nos mosteiros pelos monges  Cultura Cortesã – Cultura desenvolvida nas cirtes de reis e de grandes senhores  Cultura popular – Cultura do povo, tradicionalmente de transmissão oral, onde se incluem danças, cantares, lendas e contos.  Jogral – poeta e músico ambulante que ganhava a vida divertindo o público das cortes ou nas feiras.  Trovador – Poeta nobre que compunha trovas para serem cantadas  Universidades – Corporação de pessoas, com direitos especiais, concedidos pelo papa ou pelos reis: acolhia alunos de qualquer parte, tinha um conjuntos de mestres que ensinavam as diferentes disciplinas e no final concediam uma licenciatura.
  42. 42. 1. Caracterizar as culturas monástica, cortesã e popular. 2. Explicar o aparecimento das universidades. 3. Justificar a importância da Igreja na Idade Média 4. Identificar as principais zonas de destino dos peregrinos. 5. Identificar as ordens mendicantes. 6. Explicar o que eram as ordens mendicantes. 7. Identificar vestigios de paganismo na idade média. 8. Caracterizar o Românico. 9. Caracterizar o Gótico. Metas O que deves saber desta matéria
  43. 43.  Voltamos à crise!!!

×