Boletim de março 3

485 visualizações

Publicada em

EDIÇÃO DE MARÇO

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
485
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim de março 3

  1. 1. Boletim do Meio Ambiente – IFRJ Março/Abril de 2010 Aos calouros ... Parabéns ! Agora vocês fazem parte da família IFRJ !
  2. 2. EDITORIAL Acabaram as férias, passou o carnaval... É agora, no final do verão que, para muitos, o ano realmente começa. E para que você fique por dentro do que aconteceu durante o período de folga, nós do Boletim do Meio Ambiente, produzimos uma edição especial. Esse mês, o nosso boletim não abandonou o clima festivo das férias e também lembrou de algumas datas comemorativas do mês de março abrindo espaço para enquetes que destacam a importância de informar e sensibilizar o público às questões sócios-ambientais. Dessa forma, estendemos o convite aos alunos que acabaram de ingressar no IFRJ para conhecer melhor o nosso trabalho e saber o que acontece dentro dessa instituição. Lembrando sempre que, as vivências e perspectivas ambientais de cada um dos alunos e funcionários da nossa escola são fundamentais para a produção dos nossos artigos. Se você quiser compartilhar o que sabe, essa é a sua chance. Aqui você pode expor todas as suas idéias para a galera do IFRJ. Mande seu texto para o e-mail do nosso boletim: vocenojornal@gmail.com Aproveitem e sejam Bem vindos !! Redação: Bruna Almeida MAM 251; Mariana Luz GAM 231. Edição: Roseantony Bouhid e Nina Pelliccione Revisão dos textos: Equipe de língua portuguesa do IFRJ. Sugestões podem ser enviadas para o e-mail: vocenojornal@gmail.com
  3. 3. Nessa edição : Teste : Qual seu conhecimento sobre a biodiversidade ??? Suba o seu conceito: Fique por dentro do que rola pelo mundo. Plante uma árvore: O que pensar dessa prática que virou mania ? Embalagem: Conheça o marco histórico da consolidação do consumismo. Link ambiental: Veja como tudo no nosso planeta está interligado. Águas de março: Os efeitos dos temporais na nossa cidade não são nenhuma novidade. Cinema Responsável: Comentando um cinema novo, A Era da Estupidez. Eventos: Fique por dentro da Semana da Cultura do IFRJ ! Enquete: Você sabe onde está a maior biodiversidade da Terra ?? Participe !
  4. 4. O que você conhece sobre o nosso meio ambiente ??? 1. Você sabia que 2010 é o Ano Internacional da Biodiversidade? ( ) sim. ( ) não. 2. Você já ouviu falar na Convenção sobre a Diversidade Biológica? ( ) sim. ( ) não. 3. Você conhece o Livro Vermelho das espécies em extinção? ( ) sim. ( ) não. + sim : Parabéns ! Você não é que você vive! Apenas uma parte integrante do meio ambiente. + não : Ainda dá tempo de conhecer melhor ambiente .
  5. 5. Em primeiro lugar, é importante ressaltar (o que não é novidade para ninguém) que por resultado das atividades humanas, várias espécies de animais já foram extintas e que os estudos mais recentes sobre o assunto apontam números assustadores para o futuro. Diante dessa questão, em outubro de 2008, o Ministério do Meio ambiente lançou em Brasília, o Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. Essa publicação divulgou pela primeira vez, uma lista com todas as informações das espécies que fazem parte das Listas Nacionais Oficiais de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção. Por mais diversa que seja a literatura sobre o assunto, é extremamente necessário sensibilizar a todos sobre a importância da preservação desse patrimônio em todo mundo. E o motivo dessa urgência é a continuidade da vida na Terra. Foi pensando nesta impossibilidade de sobrevivência, que a Assembléia Geral das Nações Unidas declarou 2010 como o Ano Internacional da Biodiversidade e elaborou, um guia (http://www.peaunesco.com.br/BIO2010/Diretrizes_Gerais%20- %20Ano%20Internacional%20da%20Biodiversidade%20-%202010.pdf ) que deixa o assunto mais próximo da população e atenta a todos sobre a gravidade das taxas de desaparecimento das espécies . Todas as ações ligadas ao Ano Internacional da Biodiversidade estão sendo coordenadas pela Secretária da Convenção sobre a Diversidade Biológica que foi estabelecida no Rio de Janeiro durante a ECO/92 e possui um tratado internacional sobre a conservação e uso sustentável da biodiversidade. O lançamento oficial do Ano Internacional da Biodiversidade, ocorreu no último dia 22 de janeiro na própria sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, em Paris, Diversidade Biológica que tem um encontro marcado no final desse ano, em outubro de 2010 na cidade de Nagoya, Japão. Se a última lembrança sobre conferências é sobre o fracasso tornando público esse grande desafio da 10ª Conferência das Partes da Convenção sobre da COP 15, só nos resta torcer para que a COP 10 da biodiversidade não termine com a mesma cara..
  6. 6. Plantar árvores... será essa a solução? Pela teoria, se cada pessoa plantasse uma árvore, teríamos talvez boa parte de nossas florestas reconstituídas. Mas será que isso basta? A crítica que se faz aqui é que somente plantando árvores, não estamos agindo na causa. De que adiantar plantar se o comportamento não muda? Alguém planta, mas logo então vem outro e destrói. Dessa forma, vamos parar pra pensar no objetivo das campanhas de “Plante uma árvore”. Pode ser vista como uma solução para o seqüestro de carbono... mas será que estamos realmente neutralizando as emissões de CO2 na atmosfera e contribuindo para amenizar as alterações climáticas ? Se a partir de projetos como esses, pretende-se buscar maior sensibilização da sociedade para as questões ambientais que influenciarão o nosso futuro comum, deve-se divulgar que plantar uma árvore é muito mais do que somente colocá-la na terra. Temos que ser responsáveis em diversos aspectos: acompanhar seu crescimento (principalmente em cidades onde vários tipos de estrutura como calçadas e fiações podem ser prejudicados), proteger a área reflorestada, verificar se a espécie é adequada ao local de plantio... Esse tipo de projeto não deve seguir por atitudes pontuais, cidade que só planta árvore não significa cidade que não lança carbono na atmosfera... o que temos que fazer é mudar nossas atitudes. Se elas continuam as mesmas, você planta uma árvore hoje para daqui a algum tempo ela ser drasticamente cortada ou queimada acabando com todo o objetivo da campanha.
  7. 7. Comprar, comprar, comprar... e EMBALAR! No dia mundial do consumidor, vamos falar sobre as embalagens que guardam os produtos, protegem contra sujeira, facilitam o transporte e descrevem as suas características ao consumidor. Mas um dia, essa embalagem vira lixo... aí que mora o problema ! Essa data é uma homenagem ao Presidente norte-americano John F. Kennedy que no dia 15 de março de 1962 enviou uma mensagem ao Congresso Americano, reconhecendo que todo consumidor tem direito, essencialmente, à segurança, à informação, à escolha e de ser ouvido. No nosso país, a Lei que garante proteção e os direitos do consumidor entrou em vigor no dia 11 de março de 1991. Já que é impossível adquirir um produto sem levar pra casa a sua embalagem, que tal pensar em comprar apenas aqueles que utilizem embalagens fabricadas com responsabilidade ambiental ? Para facilitar a escolha por esses produtos, selecionamos alguns dos símbolos que você deve encontrar nas embalagens dos recicláveis:
  8. 8. LINK AMBIENTAL Observe a complexidade... Uma plantação toda destinada para produção de papel. É assim que são vistas por muitas empresas, as plantações de eucaliptos desde quando foi observado o bom rendimento da sua pasta celulósica na década de 60. Celulose: matéria prima utilizada na produção de papeis finos como guardanapos, papel toalha, papel higiênico, papéis para imprimir e escrever, papéis especiais, entre outros. Veja a quantidade de papel produzido no nosso país em mil toneladas.
  9. 9. As chuvas do verão Essas poderiam ser FORTÍSSIMO TEMPORAL ATINGE O RIO DE JANEIRO duas manchetes recentes, “ A forte chuva que atingiu o Rio provocou diversos pontos de alagamento, deixou um grande número de mortos e desabrigados. mas na verdade, a primeira A força da água, também contribuiu para os deslizamentos de terra em alguns pontos da cidade.” delas foi publicada em 1966. TEMPORAL NO RIO DE JANEIRO DEIXA A CIDADE ALAGADA Isso mesmo ! Apesar da “ O temporal que atingiu a cidade deixou várias ruas alagadas, semelhança entre as notícias, complicou a vida dos cariocas e causou estragos por toda parte. “ a primeira é sobre a enchente do dia 2 de janeiro de 1966 e a segunda é sobre o temporal do final do verão desse ano no dia 14 de março. Essa comparação foi feita para relembrar as fragilidades do Rio de Janeiro diante de fortes temporais ou então de chuvas constantes, aquelas que se arrastam durante dias. Diversas podem ser as causas de inundações e deslizamentos, seja a geografia local, a ocupação desordenada ou a falta de manutenção da nossa cidade. Mas para tentar solucionar ou amenizar esses problemas, basta apenas o COMPROMISSO de toda a sociedade para cuidar do nosso Rio.
  10. 10. CINEMA RESPONSÁVEL  Você já pensou em ir ao cinema assistir filmes que abordem o desmatamento, o aquecimento global ou a influência de poluentes em grandes cidades? Pois esta é a nova tendência. O “cinema verde”. Festivais de cinema ambiental têm sido promovidos com freqüência e salas de cinema que se dedicam a esta temática. A linguagem cinematográfica aliada ao fascínio que as telonas provocam geram um instrumento eficaz para disseminar uma nova cultura ambiental. A proposta dos festivais é, por meio das produções audiovisuais, estimularem o debate e propor soluções sob uma perspectiva crítica. Baseada nessa atual perspectiva o nosso boletim estará mensalmente trazendo críticas, sinopses e curiosidades de filmes que sejam “rotulados” por esse conceito.  Comentando um cinema novo: “A Era da Estupidez” é ficcional, onde são discutidas questões ambientais e o modo de vida no planeta através de um monólogo. O longa-metragem conta a história de um homem que vive em 2055, na Terra devastada por catástrofes ambientais. O personagem encontra registros de 2008 e se pergunta por que não salvamos o planeta enquanto ainda havia tempo. O filme é composto por essa imagem de um futuro ficcional e por relatos e imagens reais de vítimas de tragédias atuais causadas pelas mudanças climáticas decorrentes do aquecimento global, como o tsunami no oceano Índico e o furacão Katrina. Ao todo são sete relatos de diferentes partes do mundo. “
  11. 11. Entre os dias 17 e 21 de Maio estará sendo realizada no campus Maracanã a X Semana da Cultura do IFRJ. O tema da Semana é Globalização e Meio Ambiente. A sexta feira, assim como nos últimos dois anos, é dos alunos, feitas pelos alunos. O Festival da Cultura irá ter início 09:00hs terminando por volta das 20hs. Se você canta, dança, tem uma banda, um grupo, recita poesias, revele sua arte e participe do Festival da Cultura escrevendo para: festivaldacultura2010@gmail.com até o dia 15 de abril. Se você quer participar do nosso boletim essa é a sua chance. Aqui você pode mostrar todas as suas idéias para a galera do IFRJ. Mande seu texto para o e-mail da enquete abaixo e ele será publicado na próxima edição.
  12. 12. “Não se consegue harmonia quando todos cantam a mesma nota...” Autor desconhecido Visite nosso blog! www.boletimmeioambiente.blogspot.com

×