Boas novas pdf

109 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
109
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boas novas pdf

  1. 1. Boas Novas – Publicação do COMESB – junho/2013 – Ano 01 – Nº. 01.“Boas Novas”Caros leitores:Este foi o nome que melhorse adequou à concretizaçãode um antigo sonho deunidade entre os pastoresevangélicos deste município.Prova dessa unidade é queestá chegando as suas mãos aprimeira edição doinformativo do COMESB, o“Boas Novas”, quemensalmente vai veicular asinformações das realizaçõesmais destacadas do Conselhoe também das igrejas que ocompõem. Vamos sempretratar de um tema relevanteno Editorial, conhecer ahistória das igrejas e pastoreslocais, na seção Igrejas ePastores. Muitas fotos serãodivulgadas no espaço Fotos eFatos. Nosso desejo é queapreciem o informativo, nosajudando com sugestões, asquais poderão serencaminhadas para o e-mail:paulorrsouza@yahoo.com.br.O editor.DestaqueNo dia 25 de maio, em todo do Globo, foramrealizados trabalhos de evangelização,alcançando desde grandes centros urbanos, atéos mais remotos lugares, no Dia deEvangelização Global. No Brasil o mo-vimento é denominado “GOD BRASIL”, e oCOMESB, através de suas igrejas, fez suaparte, realizando evangelismos em váriosbairros da cidade, encerrando o movimentocom um lindo culto coletivo no NAE de SãoBenedito/CE...Veja o texto completo na página 03 -EVANGELISMOIgrejas e PastoresNeste mês vamosconhecer a igrejaAssembléia de DeusBela Vista, com sede naAvenida Tabajara, cujopastor é Carlos Albertodo Nascimento Araújo,fundada em...Saiba mais na página 04- IGREJAS.No dia 31 de maio,estendendo-se até o dia1º de junho a igrejaCOMADESMA,realizou eventocomemorativo ao seuprimeiro aniversário,contando com apresença de váriospastores da convençãoCOMADESMA etambém do COMESB...Página 04 – IGREJAS.COMESBÉ o Conselho deMinistrosEvangélicos de SãoBenedito/CE, cujoobjetivo é a uniãodas igrejas, pastorese evangélicos, emtorno de uma visãode Reino, para oplenofortalecimento daigreja cristã, comvistas a sua missãoprimordial: pregar oEvangelho a todacriatura. Nossoendereço eletrônicoé:www.comesbce.blogspot.com.CAPA01
  2. 2. Boas Novas – Publicação do COMESB – junho/2013 – Ano 01 – Nº. 01EditorialDesde muito tempo, oproblema da falta de unidadeentre as lideranças das igrejasevangélicas, talvez nãoperceptível em nível nacional eestadual, mas, certamente,quando diz respeito a ummunicípio, sobretudo, depequeno porte, tem causadosérios entraves para aprogressiva implantação daPalavra de Deus entre aspessoas ou para a eficácia damensagem levada a algunspoucos lugares.Primeiramente porque essafalta de unidade corrobora parao enfraquecimento do corpomaterial de Cristo, ou seja:aquele formado pelos salvos epelas igrejas institucionais.A própria bíblia declara quetodos os salvos são membrosdo Corpo de Cristo e comomembros, somente em perfeitaarticulação e colaboraçãoconferem saúde e capacidadeao Corpo(I Coríntios 12:12).Ora, se um salvo é consideradoum membro, um conjuntodesses membros, ou seja: umaigreja (agrupamentodelimitado, denominacional) éum sistema; assim como osistema músculo-esqueléticohumano, formado pormúsculos e ossos, que fazmovimentar todo o corpo.Qualquer falha ou degradaçãoem um membro atinge oconjunto todo, mesmo queaquele afetado seja de somenosimportância (I Coríntios12:22-27). Da mesma forma seum membro trabalhasse emdesfavor do outro, como porexemplo: o dedo indicador damão direita fosse programadopara atingir o olho esquerdo,de hora em hora, a visãodaquele olho não subsistiriapor muito tempo, a não ser queo dedo fosse cortado. Numaexército combatente dependeda atuação precisa e articuladade cada soldado, em qualquerdas armas que ele atue, hajavista que, se um sequer falhar,coloca em vulnerabilidade todaa tropa, porém, se agir comacerto, fortalece-a e a conduz avitória. Não podemos olvidarque estamos em plena guerraespiritual e que adesarticulação dos membrosdo Corpo de Cristo e de seussistemas, enfraquece-O e, semdúvida, beneficia o exercitoadversário, retardando, porconseguinte, o avanço doReino de Deus(Efésios 6:12).Busquemos, pois, a unidade dopovo de Deus, a articulaçãodas igrejas evangélicas e overdadeiro testemunho de quesomos discípulos (soldados) deCristo Jesus (João 13:35).O COMESB é um dos espaçospropícios para isso.Pr.Paulo Roberto Rodrigues deSouza - A.D. GADE.Presidente do COMESB.Dia Global da EvangelizaçãoGlobal Outreach Day“GOD BRASIL”No dia 25 de maio, em todo do Globo, foram realizadostrabalhos de evangelização, alcançando desde grandes centrosurbanos, até os mais remotoslugares, no Dia da Evangelização Global, o GOD: GlobalOutreach Day. Milhões de cristãos em todo o mundoparticiparam desse evento. No Brasil o movimento é denominado“GOD BRASIL”, e o COMESB, através de suas igrejas, fez suaparte, realizando evangelismos em vários bairros da cidade.Durante esses trabalhos de evangelismos, que alcançaram algunsbairros como o do Chora, Vila Franco, Barra, Espadeiro e outros,foram distribuídos folhetos evangelísticos as pessoas, quer emsuas casas, como pelas ruas. Foi dado ênfase ao evangelismopessoal, de modo que muitas famílias foram visitadas, ouviramsobre o Evangelho e foram convidadas para o encerramento doGOD BRASIL, que se deu no NAEC – Núcleo de Artes,Educação e Cultura, onde houve um culto conjunto entre osministérios, com muitos louvores de cada igreja do COMESB,que entoaram lindos louvores ao Senhor, inclusive, a cantoraKaren Porto, da igreja COMASDESMA. O trabalho conjunto foidirigido pelo Pr. Paulo Henrique, da igreja A.D. Madureira e aexplanação da Palavra ficou a cargo do Pr. Carlos Alberto, daigreja A.D. Bela Vista. Foi uma festa memorável devido à uniãodas igrejas e a unidade entre os pastores e membros de cadaministério, todos dando as mãos para adorar a Deus, semdistinções pautadas em placas de igrejas ou conjeturasdenominacionais, porém, tudo com ordem e decência e comestrita observância das Escrituras. Durante o evento foi feita aleitura do relatório dos trabalhos, divulgando-se um resultadogeral, com os seguintes dados:Folhetos distribuídos 1109Casas visitadas 233Pessoas evangelizadas 1.342Quant. BairrosVisitados 05EVANGE-LISMO02
  3. 3. Boas Novas – Publicação do COMESB – junho/2013 – Ano 01 – Nº. I– 03IgrejasA.D. BELA VISTAFundada neste município no ano de 1997,atualmente tem como pastor dirigente, oministro Carlos Alberto do NascimentoAraújo, casado com a missionáriaTeresinha Araújo. A sede está localizadana Av. Tabajara, nº 1.140, no BairroMons. Otalício, contando, ainda, com umacongregação no Sítio Chapada II. Ahistória da Bela Vista em S. Benedito teveinício quando, em 1997, o Pr. José Mariada Silva (Pr. Dédinho), então pastor deGuaraciaba do Norte, sentiu o chamado deDeus para abrir um trabalho em S.Benedito. Inicialmente os cultos eramrealizados nas casas dos convertidos, masem junho de 1997, ocorreu a instalação daigreja em prédio cedido pelo Pr. Expedito,que já o possuindo e, filiando-se à BelaVista, chamou o Pr. Dédinho para ser opastor presidente, ficando ele, como co-pastor. Em sua gestão o Pr. Dédinhoadquiriu para a Bela Vista, o templo, e,quando em 2000, deixou o campo local, oPr. Expedito assumiu o trabalho,permanecendo por quatro anos, períodoem que deu início à construção dacongregação do St. Chapada II. Em 2004,por motivo de doença na família o pastorExpedito deixa o trabalho, que é repassadopara o Pr. Edilson Rodrigues, queexecutou a construção dos muros da igrejae fez algumas reformas. Sua permanênciafoi curta, de apenas um ano e quatromeses. Já no ano de 2005, assumi otrabalho o Pr. Jurandir, que permaneceugestão faz um brilhante trabalho dereforma no prédio da igreja. Emfevereiro de 2007, a convenção envia oatual pastor, Carlos Alberto, que desdeentão está à frente dos trabalhos daigreja, realizando um excelente trabalho,que hoje, incluindo, a sede e acongregação, além de trabalho no bairroVila Franco, já conta com mais de 75pessoas, entre membros e congregados(fonte: AD. Bela Vista).A.D. COMADESMA:Primeiro AniversárioNo dia 31 de maio, estendendo-se até odia 1º de junho a igreja COMADESMA,realizou evento comemorativo ao seuprimeiro aniversário. No último dia demaio o Pr. Edmar Marques, ministrodirigente da igreja local, recebeu váriosconvidados. Já no dia 1º de junho,recebeu pastores da convençãoCOMASDESMA e do COMESB eigrejas locais, bem assim, muitos outrosconvidados, confraternizando eagradecendo a Deus por mais uma etapavencida e pelas muitas vitóriasconquistadas no decorrer de mais de umano de trabalho. Na ocasião foi realizadoum culto festivo, sem faltar, no entanto,a Palavra de Deus, que foi proclamadapelo Pr. Franciélio, de Fortaleza. Oslouvores ficaram sob a responsabilidadeda cantora Karen Porto, que é esposa doPr. Edmar, a qual recebeu o apoio dogrupo de louvor da igreja, “Geração deAdoradores”. Na ocasião a juventudeapresentações. O Pr. Edmar chegou a S.Benedito há cerca de um ano e meio, com amissão de estabelecer uma igreja daCOMASDESMA – Convenção dasAssembléias de Deus do Estado doMaranhão, e hoje pode comemorar a exitosaexperiência de ousadia e de fé quemanifestou, para vir o excelente fruto deseus esforços: uma igreja viva e atuante: aCOMASDEMA de S. Benedito-CE.PARABÉNS COMADESMA, PARABÉNSPASTOR EDMAR E CANTORA KARENPORTO!!!.Fotos:1-Igreja repleta de membros e convidados,inclusive, presença de pastores e igrejas doCOMESB.2-Pastor Edmar e sua esposa cantora KarenPorto (casal abençoado que preside aCOMASDESMA, em S. Benedio).3-Pr. Franciélio, pregando a Palavra,exortando à vida cristã baseada no primeiroamor.IGREJAS03
  4. 4. Boas Novas – Publicação do COMESB – junho/2013 – Ano 01 – Nº. I – 04IGREJA BATISTA VISÃO MISSIONÁRIA ESTÁCONSTRUINDO SUA SEDE PRÓPRIAA Igreja Batista Visão Missionária, que completa em 2013, onze(11) anos de atuação em S. Benedito, pautados em trabalhosmissionários, daí o nome “Visão Missionária”, pois nasceu, naverdade, como “Batista Missionária Monte da Fé”, está em plenaconstrução de sua sede própria, no bairro Cidade Alta. O PastorErivelton Pinho é o dirigente da igreja. INFORMAÇÃO SOBRECOLABORAÇÃO PARA A OBRA DE DEUS – SEDE DAIGREJA BATISTA- PODE SER OBTIDA ATRAVÉS DOCOMESB (www.comesbce.blogspot.com - Fale com oCOMESB).A.D. GADE TAMBÉM EM CONSTRUÇÃOA Igreja Assembléia de Deus GADE – Geração de Adoradores deDeus, também está construindo sua congregação no Sítio Jussarados Vinutos, terreno doado pelo irmão Antônio de Oliveira Lima,mais conhecido como, “Antonio Bela“, a obra está bem adiantadae a inauguração marcada para 21 de setembro. O pastor PauloRoberto, agradece a todos os colaboradores dessa obra.Refletindo o DesafioDROGASUm problema que Reclama Sérios Enfrentamentos – O que aIgreja pode fazer?O uso indiscriminado das mais variadas formas de drogas, assimentendidas como: ‘toda substância não produzida pelo organismo,que introduzida nele, opera alterações sobre o Sistema NervosoCentral, está alcançando dimensões cada vez mais aterradoras. Jáconsiderado um problema de Saúde Pública, sem falar que afetadireta e indiretamente a Segurança Pública, tem provocadorespostas polêmicas por parte do Governo. Talvez isso ocorraporque as autoridades não sabem como resolver o problema. Umadas últimas medidas diz respeito à internação compulsória dosdependentes, ou seja: mesmo sem o consentimento deles. O quenão se conseguiu responder é para onde irão as pessoasrecolhidas, já que são poucas as comunidades terapêuticas sérias eas clínicas de recuperação, quase sempre, cobram valoreselevados. Não fosse isso, ainda haveria uma maior interrogação: oque será dos dependentes após saírem do internamento?O internamento compulsório não prepara o dependente para omercado de trabalho e nem viabiliza sua interação com a própriafamília, já que a grande maioria já rompeu com ela ou mesmo setrata de pessoas abandonadas.A Igreja Cristã não precede de modo algum à família, pois comoinstituição constituída por decreto divino, a família vem emprimeiro. Dessa forma, não só a sociedade é resultado direto dasfamílias, como a Igreja tem na família o seu mais importantenúcleo. O Evangelho visa à família como portadora da mensagemde Salvação, que, apesar de ser individual, encontra granderespaldo quando contempla o grupo familiar, já que é fundamentalpara expressar o amor de Cristo, vivido pelo homem e pelamulher na instituição conjugal, que também contempla o cuidadocom os filhos, como garantia da perpetuação do gênero humano eexpressão de adoração a Deus. A Igreja Evangélica pode fazermuito, acolhendo os dependentes e suas famílias e ensinando-as oprincípio máximo do Evangelho: O AMOR. – Pr. Paulo Roberto(GADE).IGREJAS04
  5. 5. Boas Novas – Publicação do COMESB – junho/2013 – Ano 01 – Nº. I – 05BíbliaDEGRAUS PARA MORIÁEm Gênesis Cap. 22, encontramos aintrigante passagem em que Deus pede aAbraão para sacrificar seu filho Isaque,mandando-o ir à terra de Moriá, maisprecisamente a um monte que iria mostrá-lo. Sabemos que Abraão obedeceu, mas emque consistiu essa obediência, senão empassos bem firmados sobre verdadeirosdegraus de fé e de confiança irrestrita emDeus?1-Abraão levantou-se de manhã cedo(Cap. 22, v. 3 a). Ele não ficou deitado seperguntando se deveria ir ou não, se teriacoragem de fazer o que Deus pedira, ou sedeixaria para amanhã ou depois. Quantasvezes não nos achamos nessa situação:Deus nos fala, nos chama, nos dá direção,pede-nos algo e ficamos retardando nossaparte no chamado, quase sempre commedo, divagando se Deus pode ou nãosuprir, se vai ou não atender nossasnecessidades. Abraão fez diferente aodemonstrar fé, não tardou a darcumprimento ao que o Senhor lhemandara fazer.2-Abraão cortou lenha para o holocausto(Cap. 22, v. 3 parte final). Que incrível!Abraão se preparou desde o momento desair de casa para executar a ordem deDeus: sacrificar em holocausto seu filhoIsaque, consumindo-o no fogo apósceifar-lhe a vida. Ele cortou e levou alenha e não esperou para cortar no monte,onde com certeza haveria árvores emvolta.Desde o recebimento da ordem e oprimeiro passo para executá-la Abraão jádeterminou em seu coração que iria darcumprimento integral ao que o Senhor omandara, exteriorizando esse sentimentoao preparar a lenha que seria usadasomente mais tarde. Muitas vezesouvimos e entendemos as ordenanças deDeus, mas não colocamos em nossocoração a fé inabalável que a tarefa serácumprida não importa quão grande seja,ou, sacrificante. Também, deixamos deexteriorizar essa certeza na direção deDeus, muitas vezes negando asdispostos a cumprir as missões que Deusnos propõe.3-Abraão partiu para o lugar doholocausto, apesar de não saberexatamente onde seria (Cap. 3, v. partefinal). Quando Deus falou a Abraão,disse-lhe somenteque fosse à terra de Moriá, a umdeterminado monte que iria lhe mostrar. Eele foi. Nem sempre Deus é específicoconosco, ou seja: mostra exatamente quala dimensão e o propósito do que nosmanda fazer. Não raro o Senhor coloca emnossos corações sonhos, que sob umaótica meramente material e lógica,parecem impossíveis de se realizarem outotalmente inconsistentes ou infrutíferos.Quando Deus envia, Ele certamentecapacitará e suprirá.4-Abraão soube responder às indagaçõesacerca da ausência visível das condiçõesde realizar a ordem de Deus (Cap. 3, v. 7 e8). O coração de Abraão se não estivessefirmado em Deus, certamente teriavacilado quando Isaque perguntou-lhepelo cordeiro, ausente naquele momento,em contraposição à presença do cutelo eda lenha. Quando ousamos responderafirmativamente ao chamado de Deus, epassamos por aquele período de prova,quando Deus quer saber se iremosperseverar, manter a fé, e muitas situaçõesadversas sobrevêm, como respondemos àscríticas, desdém e dúvidas dos muitos quenão crêem nas promessas de Deus,colocam a nossa frente? Será que sabemosdemonstrar confiança em Deus mesmoquando todas suas promessas parecem quejamais vão se cumprir? Quando tudo etodos estão na contramão daquilo que Elepôs em nosso coração? Quando tudoparece que está dando errado? Temos fé osuficiente para dizer: “O Senhorproverá!”.5-Abraão estendeu a mão para executar adura tarefa (Cap. 3, v. 10). Ele não sóouviu como creu, mas também sedeterminou a executar a obra que Deus lhepropusera, manteve a fé diante dasimpossibilidades e ergueu as mãos paracumprir conforme Deus lhe dissera.Muitos têm fracassado nesse momento,finalizar a tarefa, que é o próprio cerne dochamado, não têm coragem, pois quasesempre é algo grandioso demais e o medobate à porta. Deus precisa ver que podemosarriscar tudo, a ganhar e a perder,confiando nas promessas Dele. Para Deus,porém, perder (certas coisas) é motivo deganho e ganhar (também, certas coisas) émotivo de derrota. Cumprir todas as etapasda vontade e da direção de Deus, é certezade vitória e grandes bênçãos, como ocorreucom Abraão, tendo Deus suprido para si opreço do sacrifício, elevando-o ao “status”de Pai da Fé.Por Pr. Paulo Roberto R. Souza (AD.GADE).Responsabilidade SocialA obra evangelística não pode prescindirdo contexto social, ou seja: a mensagem doEvangelho, quanto possa deve serexteriorizada pelo apoio material eemocional aos carentes. Os Evangelhosmostram a todo tempo a preocupação deJesus pelo aspecto da vida social daspessoas que o buscavam, oraprovidenciando alimentos, ora curando osenfermos (Mateus 14:14-21BÍBLIASOCIAL05
  6. 6. Boas Novas – Publicação do COMESB – junho/2013 – Ano 01 – Nº. I – 06Há várias frentes onde a igreja evangélica pode atuar no campo social, sobretudo prestando apoio a crianças, envolvendo-as nãosomente nos ensinamentos bíblicos, que tem o condão de estimular uma educação de grande valia social, mas também, em projetosque as ajudem a ter acesso à bens e serviços de cunho não assistencialistas, mas de interação social, ajudando, também, a dirimirconflitos sociais causados por desemprego, doenças na família, desestruturação familiar, etc. Nas próximas publicações veremosalgumas alternativas sociais mediante projetos, apoiadas pela igreja evangélica de S. Benedito-CE.Fatos em FotosPr. Carlos Alberto (A.D. Bela Vista) – No God Brasil (25 de maio) Pastores do COMESB – Visita a A.D. Montese (11 de maio)Evento em Ibiapina, com o cantor Felipão (10 de maio) Pr. Cláudio Mesquita (A.D. Montese) – God Brasil (25 de maio)IMAGENS06

×