Desemprego

2.555 visualizações

Publicada em

Fotonovela realizada pelos meus alunos e alunas de Tecnologia Educacional, do Curso de Pedagogia da Faculdade Sumaré, unidade Imirim, outubro de 2007.

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Desemprego

  1. 1. Desemprego
  2. 2. Que bom que estou trabalhando! Keila estava feliz por ter conseguido o emprego.
  3. 3. Ainda bem que o expediente está acabando para eu ver minha filha. Mas mesmo assim não via hora de ir embora para ver seu bebê de meses.
  4. 4. Vamos para o bar depois do expediente? Vamos sim. Justo desse dia, suas amigas chamaram Keila para comemorar seu emprego.
  5. 5. Nossa, que cliente chata que atendi! Você não viu o problema que eu tive que resolver! Animadas, contavam o ocorrido no emprego.
  6. 6. Vamos brindar a entrada da Keila no trabalho? Depois do brinde, vamos na minha casa conhecer meu bebê? Eu só quero é me divertir. Depois de brindar, Keila chamou suas amigas para conhecer seu bebê.
  7. 7. É linda a minha filha! Em sua casa, Keila orgulhosa com seu neném.
  8. 8. Keila estava preocupada, com medo de perde seu emprego.
  9. 9. Será que depois da experiência, me contratam? Seu serviço era o único sustento da família.
  10. 10. Keila pediram para passar no RH. Eu sabia! Até que o inevitável aconteceu.
  11. 11. Eu não posso fazer nada. Por que justo eu? Keila queria saber. Por que logo eu?
  12. 12. Márcia, supervisora,esperava Keila
  13. 13. Aqui, a papelada da keila, Márcia Obrigada Mara Márcia explicou para Keila o motivo de ser demitida.
  14. 14. Finalmente consegui demití-la. Márcia demitiu Keila por não gostar dela como pessoa e esperou uma oportunidade para mandá-la embora. Profissionalmente, Keila era uma ótima funcionária.
  15. 15. . Keila chora por ter sido demitida.
  16. 16. E agora, com que dinheiro vou comprar os remédios da minha filha? Agora com a demissão, Keila pensava como iria comprar os remédios de sua filha que estava doente.
  17. 17. Espero que dessa vez eu consiga. Keila esperançosa entrega seu currículo.
  18. 18. Mais um currículo para o lixo. O porteiro, já sabendo da realidade, debochava da situação.
  19. 19. Esse povo vem com muita esperança para arrumar um emprego, nem sabem eles que os currículos são jogados no lixo. Jogou o currículo fora.
  20. 20. Vou contar pro meu amor que estou grávida Ele vai adora! Mesmo desempregada, Keila engravidou novamente. Mas não pensava em cometer loucuras com toda essa situação. E, além disso, esperava o apoio do pai da criança.
  21. 21. Joab, estou grávida de novo. E agora? Estou desempregada. Eu não queria essa criança. E você sabia. Keila, feliz por mais uma criança, achava que o pai iria sentir a mesma sensação. E não foi o que aconteceu.
  22. 22. Eu não quero nem você nem essa criança, porque você engravidou para me segurar. Ai!!!! O pai não admitia essa situação e para não assumir a paternidade inventou um motivo qualquer.
  23. 23. Depois de algum tempo, Keila já com duas filhas grandes. Apesar de tudo, das necessidades ela era feliz.
  24. 24. Ainda bem que tenho o beneficio Sem expectativa de emprego, Keila depende de denefício do governo para sustentar sua família .

×