Para o tenis e outros esportes, desenvolvimento de topo NOS
atletas devem caber dentro da cultura Americana
Jack Sock dos ...
um jogador para os profissionais", disse ele.
Mas para competir nestes dias, que o jogador tambem precisa de forca e condi...
Jogos de Londres 2012. Liderando o caminho sao as Karolyis, vindo do arregimentada sistema na
Romenia.
O que e mais Americ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Para o tenis e outros esportes, desenvolvimento de topo NOS atletas devem caber dentro da cultura Americana

312 visualizações

Publicada em

Jack Sock dos EUA gritos depois de perder um tiro na quarta rodada, o jogo de frances torneio de ten...

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
312
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Para o tenis e outros esportes, desenvolvimento de topo NOS atletas devem caber dentro da cultura Americana

  1. 1. Para o tenis e outros esportes, desenvolvimento de topo NOS atletas devem caber dentro da cultura Americana Jack Sock dos EUA gritos depois de perder um tiro na quarta rodada, o jogo de frances torneio de tenis Aberto contra a Espanha, de Rafael Nadal em Roland Garros stadium em Paris, Franca, segunda-feira, 1 de junho de 2015. (AP Photo/Thibault Camus)h(Associated Press) Jack Sock e executado no Aberto da franca foi notavel, nao so como a primeira vez que a jovem de 22 anos, chegou a um Grand Slam rodada de 16 em singles. Ele tambem se tornou o mais jovem Americana homem, uma vez que Pete Sampras, em 1993, para avancar, que de longe em Roland Garros. O tenis pode ser um esporte individual, mas o orgulho nacional ainda conta -- como ele e seus compatriotas sao lembrados com cada um dos primeiros a sair da majors. Buscando reverter essas escorregar sorte, a Associacao de Tenis dos EUA, em 2008, contratado Patrick McEnroe como seu primeiro gerente geral de desenvolvimento de jogadores. Mais um modelo centralizado era o objetivo, mas tambem o que provou ser o desafio de, em um pais que valoriza a individualidade. McEnroe, o sucessor de Martin Blackman, herda uma modificacao na abordagem que tenta respeitar a individualidade enquanto ainda encontrar maneiras de usar o sistema centralizado para melhorar jogadores. E um ato de equilibrio de frente para federacoes de diversos esportes como o dos EUA tenta se manter ou voltar para o topo. A angustia e ainda sentida no basquete. Ao anunciar um treinador de normas de iniciativa, em fevereiro, nos EUA de Basquete Presidente Jerry Colangelo ecoou anterior criticas de Kobe Bryant, que alguns dos fundamentos e nuances que nao sao ensinados na juventude nivel. A 45 anos, Blackman, que foi contratado em abril, teve uma primeira linha de assento para estas questoes no tenis. Como uma elite junior, ele treinou ao lado de futuros campeoes de Grand Slam Andre Agassi, Jim Courier em coaching grande Nick Bollettieri. Ele jogou na faculdade e em turne, e ele tem trabalhado para a USTA, atuou como diretor de um centro de treinamento, e fundou sua propria academia de tenis. A maior razao pela qual a USTA tem agora o passo, disse, e a forte subida do custo de desenvolvimento de uma potencial estrela. "Nos anos 80 e mesmo no inicio dos anos 90, um bom treinador e um bom programa poderia levar
  2. 2. um jogador para os profissionais", disse ele. Mas para competir nestes dias, que o jogador tambem precisa de forca e condicionamento, psicologia do desporto, torneio de coaching. "E quase impossivel para um particular programa ou um treinador para fornecer todos os elementos de formacao", disse ele. A solucao obvia parecia estar reunindo todos os principais do pais juniors em um centro de treinamento nacional. Mas a USTA tentativas iniciais de que, sob McEnroe foram um saco misturado. Treinadores locais ressentiu com a intrusao, e alguns jogadores nao progresso como se esperava. Para o tenis e outros esportes, a questao nao e tanto como para desenvolver atletas de topo como para desenvolver atletas Americanos, que podem funcionar em outros paises simplesmente nao pode trabalhar com jovens aqui. Na patinacao artistica, os EUA produziram grandes campeoes para geracao apos geracao, mas vem de fora de uma Olimpiada em que ele deixou de ganhar uma medalha em singles pela primeira vez desde 1936. O atual top homem Americano, Jason Brown, chegou a esse ponto por ficar com o que funciona melhor para ele como um individuo, e que permanece em sua abordagem, enquanto ele tenta terminar a seca. Em Marco de s campeonatos do mundo, Brown nao tentar o quadruplo salto que e de todos, mas um pre-requisito para uma medalha. Ate que ele poderia fazer o quad de forma consistente na pratica, o de 20 anos, nao queria que o salto para atrapalhar seu estado mental para o resto do programa. Ele foi o quarto em mundos -- bem fora da medalha de bronze posicao, mas ainda assim a melhor performance por um homem Americano desde 2009. O seu antigo treinador, Kori Ade, ira perguntar-lhe skatistas profundas questoes filosoficas, explicando que, "com criancas Americanas, se eu nao sabia que essas criancas, nao sei como eles carrapato, eu nao seria capaz de obter o maximo proveito deles, quando e mais importante." Ainda assim, ela gostaria de ver a figura de patinacao tornar-se mais como EUA Ginastica e o que o seu presidente, Steve Centavo, chama de uma "semi-centralizado do sistema." Que surge a partir de alma-buscando uma medalha de menos, mostrando em jogos Olimpicos de 2000. "Foi muito tradicionalmente Americana," Penny disse que o modelo antigo, "e, francamente, e engracado porque voce tinha um monte de gente e um monte de atletas talentosos, mas ninguem realmente trabalhando juntos para ajudar uns aos outros." Sob nacional das mulheres da equipe coordenadora Martha Karolyi, ginastas ficar com seus treinadores pessoais, mas regularmente viajar para o Texas, para ser avaliado. Penny quer que todos pensem de ginastica como esporte coletivo, nao individual. O resultado: tres em linha reta em torno os medalhistas Olimpicos de ouro e equipe de ouro nos
  3. 3. Jogos de Londres 2012. Liderando o caminho sao as Karolyis, vindo do arregimentada sistema na Romenia. O que e mais Americano, Penny disse, do que um "melting pot"h O Karolyis ter encontrado a formula perfeita da mistura o melhor de ambas as culturas. Blackman disse que a USTA aprendeu que, para as jovens jogadores norte-Americanos, o vinculo com o seu treinador pessoal e poderoso. Final que de forma demasiado seca e contraproducente, disse ele. O novo modelo e para tentar o apoio que relacao o maximo de tempo possivel. Investir na formacao de treinadores e uma parte muito grande. Ele espera que mais se aposentou estrelas voltar como treinadores para ajudar a instilar uma cultura. Nenhum homem Americano atingiu um Grand Slam quartas-de-final, desde 2012, uma faixa estendida quando o Meia perdeu para Rafael Nadal na segunda-feira. Nenhum ganhou um dos principais singles titulo desde Andy Roddick em 2003, Aberto dos EUA. Blackman, nao acho que e pratico ou desejavel para incentivar um estilo comum de jogo. Mas ele se lembra de que os norte-Americanos usado para compartilhar uma determinada atitude, uma notavel resistencia. Ele traca que volta para uma certa independencia em como essa geracao de jogadores vieram atraves das fileiras. O que a USTA pode fazer agora, disse, e para incentivar os pais a dar um passo atras e permitir que os treinadores de ser duro com os jogadores. "Isso faz parte da cultura Americana que somos individuos," Blackman, disse. "Nos vamos fazer as coisas de uma maneira diferente, diferentes caminhos. E um nao de um cortador de cookie abordagem para todos, mas no final do dia, que na verdade e o que vai nos tornar grandes concorrentes."

×