SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
PRINCÍPIOS DA GESTÃO
Participação – Democracia – Transparência
 Participação - Toda comunidade escolar será ouvida na tomada de decisões
de modo a valorizar as relações humanas;
 Democracia – Com base no Diálogo, Ética, Legalidade, Impessoalidade,
Moralidade e Eficiência nos atos de gestão;
 Transparência – Publicidade na aplicação dos recursos e ações realizadas no
Campus, bem como o repasse das discussões ocorridas nas reuniões de
dirigentes.
COMPROMISSOS
 Reestruturar toda Equipe Gestora atual do Câmpus Floresta;
 Garantir a participação de todos os servidores na escolha dos membros da
Equipe Gestora (Cargos Comissionados – CDs e FGs);
 Empreender ações para a realização de obras estruturais (laboratórios, salas de
aula, área de convivência, refeitório, quadra poliesportiva, bloco administrativo,
sala para o NAPNE, sala de descanso);
 Reformar alguns espaços existentes necessários para o bom andamento das
atividades;
 Realizar manutenção periódica (iluminação, encanação e demais estruturas
vinculadas tanto ao Campus quanto à Escola - Fazenda);
 Estruturar a Escola-Fazenda com construção de salas, laboratórios, cercas,
poços, internet, etc.;
 Ampliar e consolidar ações que contribuam para a melhoria da qualidade da
educação básica e superior no Câmpus;
 Consolidar a inter-relação ensino-pesquisa-extensão como forma de
contribuir para o efetivo desenvolvimento da microrregião de Itaparica;
 Transformar o Câmpus Floresta em Centro de Referência em Educação
Profissional, Científica e Tecnológica nas áreas de atuação em nível regional;
 Estimular a pesquisa como produção de conhecimento voltado para a formação
de profissionais da educação, visando o fortalecimento da educação pública na
região;
 Garantir excelência e gratuidade na oferta de todos os níveis de ensino, por meio
dos recursos orçamentários institucionais, bem como dos oriundos de parcerias;
 Manter relação dialogal e respeitosa com a comunidade interna e externa;
 Pleitear, junto à Reitoria a compra de notebook ou tablete para alunos e
professores do Câmpus Floresta;
 Estruturar ambientes de trabalho com computadores e outros equipamentos
necessário para o bom andamento das atividades docentes e administrativas;
 Ofertar outros cursos, realizando consulta pública à comunidade da microrregião
para escolha dos mesmos;
 Estreitar relações com os prefeitos, secretários, diretores da GRE e das Escolas,
bem como Universidades e com outras instituições no sentido de firmar parcerias
para realizações de diversas ações;
 Ofertar curso e eventos na microrregião de Itaparica para divulgar o Câmpus;
 Melhorar a segurança predial, realizando manutenção periódica das câmeras e
cerca elétrica;
 Firmar parceria com agentes coletores de material reciclável para
encaminhamento dos resíduos produzidos no Câmpus, conforme prever a Lei nº
12.305/10;
 Discutir a Comunidade Escolar a importância da preservação do Patrimônio
Público por meio do Programa organizado para esta finalidade;
 Fortalecer o Centro de Vocação Tecnológica (CVT) de Itacuruba, de forma a
atender a comunidade e seu entorno com projetos voltados para o fortalecimento
da economia regional;
 Estabelecer calendário de reuniões periódicas entre a equipe gestora e os
demais servidores do Campus para avaliação/análise da atuação dos gestores,
sugestões e tomada de decisões;
 Instituir o Conselho Escolar do Câmpus Floresta;
 Organizar uma ouvidoria local, visando o acolhimento de considerações da
Comunidade;
 Criar um espaço/ informativo para divulgar os êxitos obtidos tanto dos servidores
quanto dos alunos. (Destaques);
 Fortalecer a gestão de pessoas com implantação de projetos, visando a
qualidade de vida e saúde do servidor;
 Fortalecer o acompanhamento da Assistência Estudantil.
AÇÕES PROPOSTAS POR DIMENSÃO ESTRATÉGICA
ENSINO
 Ampliar o acervo físico e digital da biblioteca (livros, periódicos, jornais, DVDs,
etc.), bem como o mobiliário (estantes, computadores, frigobar e/ou gela água;
bibliocanto);
 Desenvolver estudos e pesquisas relativas ao acesso de discente com
Necessidades Específicas, oportunizando a inclusão social;
 Fomentar a utilização dos laboratórios como espaços privilegiados para ações de
ensino, pesquisa e extensão;
 Fortalecer as ações da biblioteca para disseminação do conhecimento na
comunidade;
 Apoiar a implementação de projeto de leitura como estratégia para elevação do
nível de conhecimento no Ensino Médio;
 Fortalecer e ampliar ações de orientação educacional e promover um efetivo
acompanhamento do processo ensino-aprendizagem, em especial para os
cursos técnicos integrados;
 Fortalecer e ampliar as ofertas educacionais para atender as demandas locais,
com Cursos Técnicos de Nível Médio presencial e à distância, Cursos de
Formação Inicial e Continuada - FIC, PROEJA;
 Estruturar o Polo de Educação à Distância do Campus Floresta para atuar como
centro de formação continuada e de geração de ofertas educacionais na
modalidade à distância para atendimento da comunidade;
 Fortalecer o Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Especiais
(NAPNE), com sala específica para este fim, bem como materiais essenciais
para o desenvolvimento do trabalho;
 Incentivar a elaboração de um Projeto do NAPNE, visando a sensibilização e a
divulgação;
 Contratar a presença do tradutor de libras e promover melhorias na
acessibilidade no Câmpus;
 Fomentar a criação de Núcleo de Estudos Afro-brasileiro e Indígena como forma
de valorização da educação inclusiva e multicultural;
 Implementar estratégias que possibilitem a redução da reprovação e da evasão
escolar, com a utilização de um acompanhamento sistemático;
 Pleitear cursos de pós-graduação gratuitos presenciais e a distância;
 Executar e avaliar o Projeto Pedagógico Institucional (PPI) e a nova Organização
Didática no âmbito do Câmpus;
 Acompanhar o revisão do PDI do IF SERTÃO – PE, solicitando a participação de
servidores do Câmpus para fazer parte da comissão;
 Atualizar permanentemente os Sistemas de Registros Acadêmicos, bem como os
Censos Escolares do MEC;
 Garantir que as decisões e questões levantadas nos Conselhos de Classe sejam
realizadas e suas ações sejam divulgadas posteriormente aos docentes,
técnicos de ensino e familiares dos discentes;
 Criar o Programa de Conscientização e Preservação Ambiental por meio de
palestras e plantio de mudas, uso racional da água e energia elétrica;
ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL
 Apoiar a atuação dos estudantes do Diretório Acadêmico e a criação do Grêmio
Estudantil, incentivando e fortalecendo as ações dos mesmos;
 Apoiar a participação dos alunos em eventos esportivos, científicos e culturais,
como complemento à prática educativa e de socialização;
 Pleitear junto à Reitoria a ampliação dos recursos para a Assistência Estudantil
de modo a possibilitar o aumento do valor de auxílios/bolsas para estudantes, do
número de bolsas e da quantidade de visitas técnicas;
 Informatizar os processos seletivos para concessão de auxílios;
 Ofertar oficinas de nivelamento (Português e Matemática) para os ingressantes,
com a participação dos bolsistas MEC e estagiários;
 Ampliar o atendimento do serviço de saúde a todos os estudantes;
 Implantar o programa Estudante Sorridente, através do atendimento
odontológico, pleiteando a contratação do profissional e estrutura necessária
para o atendimento, e / ou formação de parceria com a Prefeitura Municipal;
 Ofertar a alimentação escolar gratuita e com qualidade aos estudantes;
 Otimizar as ações da Assistência Estudantil com vistas a assegurar o acesso, a
permanência e a conclusão dos estudos de todos os alunos, em especial,
àqueles em situação de vulnerabilidade social;
 Dialogar com os prefeitos da microrregião de Itaparica, a possibilidade de
patrocinar uma casa de estudante (feminina e outra masculina) para aqueles que
necessitarem, bem como garantir o transporte escolar para todos que dele
dependerem;
 Solicitar junto a reitoria a construção de alojamento no Câmpus para os
estudantes de outras localidades;
 Ver a possibilidade legal para adquirir ônibus (a exemplo da UNIVASF) para
realização de locomoção dos estudantes para localidades circunvizinhas;
 Incentivar a monitoria de alunos dos Cursos Superiores do Câmpus (com
certificação para os mesmos) como forma de diminuir a evasão e melhorar o
desempenho acadêmico;
 Instalar programas de prevenção à saúde como campanhas de vacinação,
doação de sangue, prevenção de câncer de mama e colo de útero, de próstata,
tétano, DST, prevenção de gravidez na adolescência;
 Estimular a criação de grupos de estudos entre os alunos;
 Favorecer o acesso ao Câmpus pela parte lateral / fundos, em horário de maior
fluxo de alunos, disponibilizando um servidor terceirizado, facilitando assim a
entrada de alunos e servidores vindos do Caetano II e COHAB;
 Possibilitar o acesso dos alunos do segundo pavilhão aos banheiros com a
remoção de parede onde se encontra o depósito de materiais, transferindo o
mesmo para outra localidade;
 Promover a integração dos alunos do PRONATEC e de outros programas no
Câmpus.
EXTENSÃO
 Criar núcleo de atendimento ao produtor rural;
 Pleitear o aumento do quantitativo de projetos e bolsas de extensão para
docentes, técnicos e estudantes;
 Incentivar a criação de projetos (docentes e técnicos) para beneficiar mais
alunos bolsistas;
 Aperfeiçoar os mecanismos de interação e acompanhamento dos egressos;
 Fomentar a realização de projetos de responsabilidade social;
 Aprimorar a integração do Câmpus com os diversos segmentos da sociedade,
pleiteando a participação de servidores nos Conselhos Municipais e
Estaduais;
 Fomentar ações que favoreçam o desenvolvimento dos arranjos produtivos,
culturais e sociais locais;
 Aperfeiçoar os mecanismos de divulgação da ação institucional;
 Incentivar Projetos que facilitem o desenvolvimento de ações de ensino,
extensão e pesquisa / inovação junto às comunidades do entorno;
 Apoiar as ações de intercâmbios do IF Sertão Pernambucano com instituições
de outros países, através da Pró-Reitora de Extensão;
 Favorecer a ampliação das oportunidades de estágios e empregos para
estudantes e egressos;
 Garantir a execução das ações do Programa Nacional de Acesso ao Ensino
Técnico e ao Emprego (PRONATEC) e do Programa Mulheres Mil;
 Garantir a realização anual de eventos de cunho científico, esportivo, artístico
e cultural;
 Divulgar no site os Projetos de Extensão desenvolvidos no Câmpus.
 Implantar o empreendedorismo no Campus apoiando projetos de incubação
de empresas e empresa júnior.
PESQUISA E INOVAÇÃO
 Apoiar projetos de pesquisa para estudantes e servidores, priorizando o
desenvolvimento local e regional, incentivando a articulação com o ensino e
extensão;
 Contribuir para o aperfeiçoamento dos editais de pesquisa, com a participação
efetiva da comunidade de pesquisadores, como forma de otimização dos
recursos;
 Contribuir para a consolidação da política de pesquisa da Instituição;
 Fomentar o incremento da produção acadêmica, cultural, científica e tecnológica;
 Contribuir para o fortalecimento da Jornada de Iniciação Científica e Extensão
(JINCE) apoiando a participação de alunos e servidores;
 Incentivar a participação de alunos e servidores no Congresso de Pesquisa e
Inovação da Rede Norte e Nordeste de Educação Tecnológica (CONNEPI);
 Intermediar o diálogo entre o IF do Sertão Pernambucano com outras Instituições
reconhecidas nas áreas de pesquisa e pós-graduação;
 Incentivar a publicação científica de alunos e servidores em revistas
especializadas e anais de Congressos.
 Criar uma vitrine que contemple as diversas áreas do Câmpus.
ADMINISTRAÇÃO
 Executar todo orçamento anual do Câmpus;
 Aperfeiçoar os sistemas de controle de frota dos transportes (agendamento,
abastecimento e manutenção);
 Adquirir mobiliário para todos os setores, bem como renovação periódica da
mobília e equipamentos;
 Melhorar a infraestrutura atual do Câmpus – paredes, portas e janelas, etc.
 Ampliar o quadro de servidores terceirizados (motorista, auxiliar, vigilante, em
especial, para a Escola-Fazenda);
 Aperfeiçoar rotinas administrativas que favoreçam a agilidade e a eficiência nos
processos, em especial os relativos às licitações e compras;
 Criar um catálogo de materiais de consumo e bens duráveis específicos para o
Câmpus Floresta com a finalidade de facilitar, qualificar e dar celeridade aos
processos licitatórios;
 Ofertar treinamento de pessoas para atuar nas licitações e compras; e
acompanhar os pedidos encaminhados à Reitoria para garantir sua execução
dentro do prazo;
 Buscar autonomia para o grupo de compras e licitações, solicitando a sua divisão
e aumento da equipe para agilizar os processos;
 Estabelecer normas e procedimentos internos para os processos a serem
realizados, com base na Lei;
 Empreender ações, junto aos Órgãos Públicos Competentes (Prefeituras, DNIT,
Segurança Pública etc.), visando à melhoria da infraestrutura e a segurança no
entorno do Campus Floresta e da Escola- Fazenda;
 Pleitear junto à Reitoria a ampliação do quantitativo de cargos (docentes e
técnico-administrativos) com vistas à equalização das estruturas administrativas,
de ensino, pesquisa e extensão do Câmpus Floresta;
 Estruturar, com a participação da comunidade acadêmica, um Plano Diretor de
Obras para o Câmpus;
 Pleitear junto a Reitoria a contratação (liberação de código de vaga) de um
engenheiro civil para tratar das obras do Câmpus;
 Expor em quadro de aviso o andamento dos processos, das licitações, compras,
despesas e receitas, visando à transparência,
 Reivindicar a ampliação do Câmpus, priorizando o bloco administrativo,
biblioteca, novas salas de aula, quadra poliesportiva, piscina, bem como o
refeitório e a cozinha.
 Implementar um painel eletrônico na recepção com divulgação atualizada das
principais notícias de interesse para a comunidade escolar, como a divulgação de
aniversários, período de matrícula, avisos, fatos marcantes da semana, imagens
das aulas práticas e projetos desenvolvidos na área de Extensão e Pesquisa;
 Estruturar espaço de convivência, formando uma praça;
 Criar o Regimento Interno do Câmpus;
 Apoiar a criação de uma rádio comunitária no Câmpus;
 Incentivar a criação de projeto para aquisição de poço artesiano, bem como
projeto de horta e plantio de fruteiras na Escola Fazenda e na área livre do
Câmpus;
 Convidar os técnicos terceirizados para as reuniões do Câmpus como forma de
integrá-los à comunidade e de sensibilizá-los de sua participação no processo
educacional.
GESTÃO DE PESSOAS
 Atender, na forma da lei, a jornada de 30 horas para os técnicos-
administrativos, criando uma comissão específica para estudar as
possibilidades para este fim;
 Criar estratégias, visando a implantação da RSC (Reconhecimento de
Saberes e Competências) para os técnicos administrativos;
 Implantar o Projeto, já elaborado, Promoção à saúde e qualidade de vida no
trabalho, destinando um percentual de 5% semanal da carga horária do
servidor (previsto em Lei) para a vivência do projeto.
 Criar a coordenação de assistência à saúde do servidor;
 Pleitear, junto à Reitoria a realização de convênios e intercâmbios com
instituições nacionais e internacionais com vistas à elevação da titulação dos
servidores;
 Pleitear a isonomia entre os valores das funções gratificadas nos Campus;
 Implantar um Manual de Rotinas Administrativas para facilitar os trâmites dos
processos;
 Fomentar programas de capacitação, de forma a possibilitar que professores
e técnico- administrativos possam alcançar novas titulações;
 Garantir, anualmente, recursos orçamentários de custeio para a capacitação
dos servidores;
 Solicitar que as capacitações dos servidores sejam descentralizadas,
podendo acontecerem nos diversos Câmpus do IF Sertão;
 Apoiar a participação dos servidores em Congressos, Seminários, Fóruns e
Eventos Artístico-Culturais e Esportivos em articulação com a Diretoria de
Gestão de Pessoas;
 Propor melhorias para o aperfeiçoamento dos instrumentos de avaliação de
desempenho dos servidores, através CPA (Comissão Própria de Avaliação);
 Melhorar a atuação da CPA no Campus Floresta, visando a descoberta do
grau de satisfação / insatisfação dos servidores e alunos, buscando a
melhoria da atuação gestora para superação de problemas apontados;
 Promover cursos (capacitação) para os servidores (Linux, Libre Office, etc.) e
outras áreas;
 Instalar um programa de acolhimento aos nossos servidores pela promoção
de festas de confraternização, boas vindas e despedidas.
PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL
 Aperfeiçoar a metodologia de construção do planejamento participativo,
mobilizando toda a comunidade acadêmica para este fim;
 Fomentar a elaboração de projetos especiais para captação de
recursos extras orçamentários necessários à melhoria institucional;
 Empreender esforços para o aperfeiçoamento de ações de descentralização
administrativa e financeira;
 Contribuir para a revisão do Regimento Geral do IF SERTÃO – PE, o PDI e
outros documentos.
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
 Contribuir para o aperfeiçoamento e desenvolvimento de sistemas de
informações gerenciais para facilitação do funcionamento de todas as áreas;
 Pleitear, junto à Reitoria, a melhoria e ampliação do sinal (velocidade) da
Internet;
 Contribuir para a construção do Plano de Desenvolvimento de Tecnologia da
Informação (PDTI) e do Plano de Segurança da Informação (PSI) do IF
SERTÃO - PE;
 Ativar a sala de coordenação de TI com mobiliário e climatização;
 Estruturar os laboratórios com cabeamento adequado e demais materiais
necessários;
 Aprovar e divulgar a normativa de uso dos laboratórios;
 Incentivar a elaboração do Plano de Estágios para alunos de GTI, Técnicos
de Informática e EAD para a atuação no setor de TI;
 Expandir a rede lógica para a fazenda, com cabeamento estruturado (vlan);
 Implementar o uso de Linux pelos servidores nos computadores da
Instituição.
Biografia da candidata
Maria Aparecida de Sá é graduada em Pedagogia pela Faculdade de
Ciências e Letras de Caruaru (FAFICA). Especialista em Supervisão Educacional
pela Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO); Especialista em PROEJA pelo
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF
SERTÃO – PE). Possui mestrado em Ciências da Educação pela Universidade
Americana – Assunção – PY (2012). É Mestra em Tecnologia Ambiental pelo
Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP) 2014. Está matriculada como aluna
especial no Curso de Doutorado em Ciências da Educação na Universidade Federal
de Pernambuco – UFPE, cursando as disciplinas: Fundamentos Filosóficos da
Educação Popular e Didática do Ensino Superior.
Professora concursada da Rede Estadual de Educação do Estado de
Pernambuco desde 1993. Atuou como professora nas Escolas: Dep. Afonso Ferraz
e Major João Novaes e como diretora adjunta da Escola Cap. Nestor Valgueiro de
Carvalho, hoje escola de referência, tendo incentivado a participação de alunos e
professores em eventos, que culminaram com a premiação da aluna Marisa, em 2º
lugar a nível Estadual na Redação do Centenário Gilberto Freire, e a professora
Marleide, em 3º lugar no prêmio Dom Helder Câmara por uma Cultura de Paz.
Em 2002, participou da seleção interna para Educadora de Apoio, obtendo
êxito na função na qual atuou na Escola Júlio de Mello, sendo em 2004 transferida
para a Escola Três Marias. Em 2009 ficou a disposição da Prefeitura Municipal de
Carnaubeira da Penha, onde contribuiu com o Projeto para a implantação da
Universidade Aberta. Em 2010 para a Escola Júlio de Mello, ministrando aula na
turma de 2ª Fase de Educação de Jovens e Adultos. Em 2011 até os dias atuais foi
cedida a Prefeitura Municipal de Floresta, onde executa capacitações para os
professores da Rede Municipal de Ensino.
Em 1998, após aprovação em Concurso Público da Prefeitura Municipal de
Floresta, ficando em segundo lugar, foi inicialmente lotada no Centro de Educação
Professora Fortunata Ferraz da Rosa, atuando na Educação Infantil, e,
posteriormente, na Escola Municipal Deputado Audomar Ferraz, onde desempenhou
suas funções com turmas de Educação de Jovens e Adultos. Em 2008, solicitou
exoneração deste cargo em virtude da aprovação como Pedagoga no IF Sertão –
PE Campus Floresta onde até o presente momento atua.
Atuando ainda, como professora no Curso de Pedagogia no PROGRAPE
(Programa de Graduação em Pedagogia - UPE) e de 2003 a 2008 como professora
no ISEF (Instituto Superior de Educação de Floresta) no Curso Normal Superior,
sendo transformado posteriormente em Licenciatura em Pedagogia.
É desde 2008, servidor técnico administrativo de nível superior do IF
SERTÃO – PE Campus Floresta, assumindo o cargo de Pedagoga. Exerceu a
função de Coordenação de Ensino da Educação Básica, Técnica e Superior de
2010 a 2012 no Câmpus Floresta.
Desde que ingressou no Câmpus Floresta tem colaborado com o Ensino,
Pesquisa e Extensão, desenvolvendo pesquisa na área de Educação Ambiental com
bolsistas PIBIC e PIBIC JR e realizando Extensão com Projeto e bolsista PIBEX
Técnico.
Atuou como Supervisora e Professora no PRONATEC, entre 2012 e 2014, e
como Apoio Pedagógico no Programa Mulheres Mil em 2014 e 2015.
É membro do grupo de pesquisa GEDIN, além de possuir artigos publicados
em periódicos (Revista Científica de Educação Ambiental nº 10 – março 2015), e
anais de Congresso da área de Educação, Educação Ambiental e Educação de
Jovens e Adultos.
____________________________________
Maria Aparecida de Sá.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação Saberes da Terra MEC
Apresentação Saberes da Terra MECApresentação Saberes da Terra MEC
Apresentação Saberes da Terra MECprojovemcampoufc
 
Plano de Gestão - Chapa Unipampa ConsolidAção
Plano de Gestão - Chapa Unipampa ConsolidAçãoPlano de Gestão - Chapa Unipampa ConsolidAção
Plano de Gestão - Chapa Unipampa ConsolidAçãoConsolidAção Unipampa
 
Propostas do Prof. Sivaldo para a Reitora do IFRR 2016-2020
Propostas do Prof. Sivaldo para a Reitora do IFRR 2016-2020Propostas do Prof. Sivaldo para a Reitora do IFRR 2016-2020
Propostas do Prof. Sivaldo para a Reitora do IFRR 2016-2020Diógenes de Oliveira
 
FormAção pela Escola 2010
FormAção pela Escola 2010FormAção pela Escola 2010
FormAção pela Escola 2010tecampinasoeste
 
Edital de selecao.pet.cdsa.2011.2
Edital de selecao.pet.cdsa.2011.2Edital de selecao.pet.cdsa.2011.2
Edital de selecao.pet.cdsa.2011.2Petianos
 
Plano plurianual esp_gp_final_miolo_online_25-06-10
Plano plurianual esp_gp_final_miolo_online_25-06-10Plano plurianual esp_gp_final_miolo_online_25-06-10
Plano plurianual esp_gp_final_miolo_online_25-06-10Maria Nascimento
 
Edital Pacto Ensino Médio - RN
Edital Pacto Ensino Médio - RNEdital Pacto Ensino Médio - RN
Edital Pacto Ensino Médio - RNReinaldo Barros
 
Edital Pacto pelo Ensino Médio
Edital Pacto pelo Ensino MédioEdital Pacto pelo Ensino Médio
Edital Pacto pelo Ensino MédioReinaldo Barros
 
Trabalho de conclusão de curso
Trabalho de conclusão de cursoTrabalho de conclusão de curso
Trabalho de conclusão de cursomarcos_redel
 
Joao Rodrigues
Joao RodriguesJoao Rodrigues
Joao Rodriguesjsilva76
 
Proposta de gestão adalberto e isabel 2010 2014
Proposta de gestão adalberto e isabel 2010 2014Proposta de gestão adalberto e isabel 2010 2014
Proposta de gestão adalberto e isabel 2010 2014renovafriburgo
 
Apresentacao cursos formacao_pela_escola_2013
Apresentacao cursos formacao_pela_escola_2013Apresentacao cursos formacao_pela_escola_2013
Apresentacao cursos formacao_pela_escola_2013Luiz Carlos Dumont
 
Competencias basicas cb_maio_2011
Competencias basicas cb_maio_2011Competencias basicas cb_maio_2011
Competencias basicas cb_maio_2011tecampinasoeste
 
Bolsas REUNI
Bolsas REUNIBolsas REUNI
Bolsas REUNIuriank
 
Apresentação Coordenação Pedagógica
Apresentação Coordenação PedagógicaApresentação Coordenação Pedagógica
Apresentação Coordenação Pedagógicaweslley1002
 

Mais procurados (19)

Apresentação Saberes da Terra MEC
Apresentação Saberes da Terra MECApresentação Saberes da Terra MEC
Apresentação Saberes da Terra MEC
 
Plano de Gestão - Chapa Unipampa ConsolidAção
Plano de Gestão - Chapa Unipampa ConsolidAçãoPlano de Gestão - Chapa Unipampa ConsolidAção
Plano de Gestão - Chapa Unipampa ConsolidAção
 
Propostas do Prof. Sivaldo para a Reitora do IFRR 2016-2020
Propostas do Prof. Sivaldo para a Reitora do IFRR 2016-2020Propostas do Prof. Sivaldo para a Reitora do IFRR 2016-2020
Propostas do Prof. Sivaldo para a Reitora do IFRR 2016-2020
 
FormAção pela Escola 2010
FormAção pela Escola 2010FormAção pela Escola 2010
FormAção pela Escola 2010
 
Edital de selecao.pet.cdsa.2011.2
Edital de selecao.pet.cdsa.2011.2Edital de selecao.pet.cdsa.2011.2
Edital de selecao.pet.cdsa.2011.2
 
Plano plurianual esp_gp_final_miolo_online_25-06-10
Plano plurianual esp_gp_final_miolo_online_25-06-10Plano plurianual esp_gp_final_miolo_online_25-06-10
Plano plurianual esp_gp_final_miolo_online_25-06-10
 
Informativo
InformativoInformativo
Informativo
 
Edital Mais Alfabetizaçãoo Ichu
Edital Mais Alfabetizaçãoo IchuEdital Mais Alfabetizaçãoo Ichu
Edital Mais Alfabetizaçãoo Ichu
 
Edital Pacto Ensino Médio - RN
Edital Pacto Ensino Médio - RNEdital Pacto Ensino Médio - RN
Edital Pacto Ensino Médio - RN
 
Plano rafael
Plano rafaelPlano rafael
Plano rafael
 
Edital Pacto pelo Ensino Médio
Edital Pacto pelo Ensino MédioEdital Pacto pelo Ensino Médio
Edital Pacto pelo Ensino Médio
 
Trabalho de conclusão de curso
Trabalho de conclusão de cursoTrabalho de conclusão de curso
Trabalho de conclusão de curso
 
Joao Rodrigues
Joao RodriguesJoao Rodrigues
Joao Rodrigues
 
Proposta de gestão adalberto e isabel 2010 2014
Proposta de gestão adalberto e isabel 2010 2014Proposta de gestão adalberto e isabel 2010 2014
Proposta de gestão adalberto e isabel 2010 2014
 
Apresentacao cursos formacao_pela_escola_2013
Apresentacao cursos formacao_pela_escola_2013Apresentacao cursos formacao_pela_escola_2013
Apresentacao cursos formacao_pela_escola_2013
 
Competencias basicas cb_maio_2011
Competencias basicas cb_maio_2011Competencias basicas cb_maio_2011
Competencias basicas cb_maio_2011
 
Bolsas REUNI
Bolsas REUNIBolsas REUNI
Bolsas REUNI
 
Apresentação Coordenação Pedagógica
Apresentação Coordenação PedagógicaApresentação Coordenação Pedagógica
Apresentação Coordenação Pedagógica
 
Seduc2013
Seduc2013Seduc2013
Seduc2013
 

Destaque

O professor leitor do texto do aluno: SD, reflexão linguística, reescrita
O professor leitor do texto do aluno: SD, reflexão linguística, reescritaO professor leitor do texto do aluno: SD, reflexão linguística, reescrita
O professor leitor do texto do aluno: SD, reflexão linguística, reescritaTerezinha Barroso
 
Projeto integrador 3º bimestre - totalmente pronto
Projeto integrador   3º bimestre - totalmente prontoProjeto integrador   3º bimestre - totalmente pronto
Projeto integrador 3º bimestre - totalmente prontofhramos
 
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014Andre Silva
 
AULA SHOW DE LINGUÍSTICA APLICADA À INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS EM CONCURSOS, ENE...
AULA SHOW DE LINGUÍSTICA APLICADA À INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS EM CONCURSOS, ENE...AULA SHOW DE LINGUÍSTICA APLICADA À INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS EM CONCURSOS, ENE...
AULA SHOW DE LINGUÍSTICA APLICADA À INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS EM CONCURSOS, ENE...Antônio Fernandes
 
Atps projeto de extensao_a_comunidade
Atps projeto de extensao_a_comunidadeAtps projeto de extensao_a_comunidade
Atps projeto de extensao_a_comunidademkbariotto
 

Destaque (7)

O professor leitor do texto do aluno: SD, reflexão linguística, reescrita
O professor leitor do texto do aluno: SD, reflexão linguística, reescritaO professor leitor do texto do aluno: SD, reflexão linguística, reescrita
O professor leitor do texto do aluno: SD, reflexão linguística, reescrita
 
Projeto Pedro
Projeto PedroProjeto Pedro
Projeto Pedro
 
Projeto integrador 3º bimestre - totalmente pronto
Projeto integrador   3º bimestre - totalmente prontoProjeto integrador   3º bimestre - totalmente pronto
Projeto integrador 3º bimestre - totalmente pronto
 
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
 
AULA SHOW DE LINGUÍSTICA APLICADA À INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS EM CONCURSOS, ENE...
AULA SHOW DE LINGUÍSTICA APLICADA À INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS EM CONCURSOS, ENE...AULA SHOW DE LINGUÍSTICA APLICADA À INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS EM CONCURSOS, ENE...
AULA SHOW DE LINGUÍSTICA APLICADA À INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS EM CONCURSOS, ENE...
 
Atps projeto de extensao_a_comunidade
Atps projeto de extensao_a_comunidadeAtps projeto de extensao_a_comunidade
Atps projeto de extensao_a_comunidade
 
EDUCAÇÃO INFANTIL
EDUCAÇÃO INFANTILEDUCAÇÃO INFANTIL
EDUCAÇÃO INFANTIL
 

Semelhante a Gestão participativa Câmpus Floresta

Folder Walter Diretor
Folder Walter DiretorFolder Walter Diretor
Folder Walter Diretorwalterdiretor
 
candidados a direção colegio benedicto joão cordeiro
candidados a direção colegio benedicto joão cordeirocandidados a direção colegio benedicto joão cordeiro
candidados a direção colegio benedicto joão cordeiroc.e. benedicto
 
Gcd atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvt
Gcd   atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvtGcd   atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvt
Gcd atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvtJovert Freire
 
Projecto educativo objectivos
Projecto educativo objectivosProjecto educativo objectivos
Projecto educativo objectivosANA GRALHEIRO
 
Plano anual de actividades2011 12
Plano anual de actividades2011 12Plano anual de actividades2011 12
Plano anual de actividades2011 12ANA GRALHEIRO
 
Plano anual actividades 2011 12
Plano anual actividades 2011 12Plano anual actividades 2011 12
Plano anual actividades 2011 12ANA GRALHEIRO
 
Proposta governo da Luiza Perdigão para Pentecoste
Proposta governo da Luiza Perdigão para PentecosteProposta governo da Luiza Perdigão para Pentecoste
Proposta governo da Luiza Perdigão para Pentecostezedalegnas
 
Anexo vii paa 2013-2014 (2)
Anexo vii   paa 2013-2014 (2)Anexo vii   paa 2013-2014 (2)
Anexo vii paa 2013-2014 (2)AMG Sobrenome
 
Diretório Acadêmico
Diretório AcadêmicoDiretório Acadêmico
Diretório AcadêmicoHugo Leonardo
 
Pauta local de reivindicações.ifac
Pauta local de reivindicações.ifacPauta local de reivindicações.ifac
Pauta local de reivindicações.ifacComandodeGreveIFAC
 
Plano de gestao 2014 2017 final-pdf
Plano de gestao 2014 2017 final-pdfPlano de gestao 2014 2017 final-pdf
Plano de gestao 2014 2017 final-pdfRonilson Santos
 
Pauta local-servidores-ifac.final-aprovada
Pauta local-servidores-ifac.final-aprovadaPauta local-servidores-ifac.final-aprovada
Pauta local-servidores-ifac.final-aprovadaLucilene Belmiro Acácio
 
Pauta local de reivindicações dos servidores do IFAC
Pauta local de reivindicações dos servidores do IFACPauta local de reivindicações dos servidores do IFAC
Pauta local de reivindicações dos servidores do IFACLucilene Belmiro Acácio
 
Propostas da Chapa Outras Palavras
Propostas da Chapa Outras PalavrasPropostas da Chapa Outras Palavras
Propostas da Chapa Outras PalavrasMatheus Sampaio
 
Objectivos do proj educ actualizados
Objectivos do proj educ actualizadosObjectivos do proj educ actualizados
Objectivos do proj educ actualizadosANA GRALHEIRO
 
Plano de Acção 2009/2013
Plano de Acção 2009/2013Plano de Acção 2009/2013
Plano de Acção 2009/2013be23ceb
 
Plano1 trab lie_2014
Plano1 trab lie_2014Plano1 trab lie_2014
Plano1 trab lie_2014Iva Pavan
 

Semelhante a Gestão participativa Câmpus Floresta (20)

Nossas propostas
Nossas propostasNossas propostas
Nossas propostas
 
Folder Walter Diretor
Folder Walter DiretorFolder Walter Diretor
Folder Walter Diretor
 
candidados a direção colegio benedicto joão cordeiro
candidados a direção colegio benedicto joão cordeirocandidados a direção colegio benedicto joão cordeiro
candidados a direção colegio benedicto joão cordeiro
 
Gcd atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvt
Gcd   atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvtGcd   atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvt
Gcd atividade 3 - apresentação slide - conhecendo a cead - final jvt
 
Projecto educativo objectivos
Projecto educativo objectivosProjecto educativo objectivos
Projecto educativo objectivos
 
Plano anual de actividades2011 12
Plano anual de actividades2011 12Plano anual de actividades2011 12
Plano anual de actividades2011 12
 
Plano anual actividades 2011 12
Plano anual actividades 2011 12Plano anual actividades 2011 12
Plano anual actividades 2011 12
 
PEA 2012-13
PEA 2012-13PEA 2012-13
PEA 2012-13
 
Proposta governo da Luiza Perdigão para Pentecoste
Proposta governo da Luiza Perdigão para PentecosteProposta governo da Luiza Perdigão para Pentecoste
Proposta governo da Luiza Perdigão para Pentecoste
 
Anexo vii paa 2013-2014 (2)
Anexo vii   paa 2013-2014 (2)Anexo vii   paa 2013-2014 (2)
Anexo vii paa 2013-2014 (2)
 
Diretório Acadêmico
Diretório AcadêmicoDiretório Acadêmico
Diretório Acadêmico
 
Pauta local de reivindicações.ifac
Pauta local de reivindicações.ifacPauta local de reivindicações.ifac
Pauta local de reivindicações.ifac
 
Plano de gestao 2014 2017 final-pdf
Plano de gestao 2014 2017 final-pdfPlano de gestao 2014 2017 final-pdf
Plano de gestao 2014 2017 final-pdf
 
Pauta local-servidores-ifac.final-aprovada
Pauta local-servidores-ifac.final-aprovadaPauta local-servidores-ifac.final-aprovada
Pauta local-servidores-ifac.final-aprovada
 
Pauta local de reivindicações dos servidores do IFAC
Pauta local de reivindicações dos servidores do IFACPauta local de reivindicações dos servidores do IFAC
Pauta local de reivindicações dos servidores do IFAC
 
Propostas da Chapa Outras Palavras
Propostas da Chapa Outras PalavrasPropostas da Chapa Outras Palavras
Propostas da Chapa Outras Palavras
 
Objectivos do proj educ actualizados
Objectivos do proj educ actualizadosObjectivos do proj educ actualizados
Objectivos do proj educ actualizados
 
Plano de Acção 2009/2013
Plano de Acção 2009/2013Plano de Acção 2009/2013
Plano de Acção 2009/2013
 
Síntese dos processos (formação & avaliação)
Síntese dos processos (formação & avaliação)Síntese dos processos (formação & avaliação)
Síntese dos processos (formação & avaliação)
 
Plano1 trab lie_2014
Plano1 trab lie_2014Plano1 trab lie_2014
Plano1 trab lie_2014
 

Mais de blogdoelvis

Decisão (1).pdf
Decisão (1).pdfDecisão (1).pdf
Decisão (1).pdfblogdoelvis
 
Edital classe artistica 01 convertido
Edital classe artistica 01 convertidoEdital classe artistica 01 convertido
Edital classe artistica 01 convertidoblogdoelvis
 
Edital de convocacao para nomeacao e posse n 002.2020
Edital de convocacao para nomeacao e posse n 002.2020Edital de convocacao para nomeacao e posse n 002.2020
Edital de convocacao para nomeacao e posse n 002.2020blogdoelvis
 
Diário Oficial eletrônico MPPE 10.11.2020
Diário Oficial eletrônico MPPE 10.11.2020Diário Oficial eletrônico MPPE 10.11.2020
Diário Oficial eletrônico MPPE 10.11.2020blogdoelvis
 
Justiça determina imediata suspensão da divulgação de pesquisa elaborada pelo...
Justiça determina imediata suspensão da divulgação de pesquisa elaborada pelo...Justiça determina imediata suspensão da divulgação de pesquisa elaborada pelo...
Justiça determina imediata suspensão da divulgação de pesquisa elaborada pelo...blogdoelvis
 
Processo seletivo simplificado para contratao de professor substituto edital ...
Processo seletivo simplificado para contratao de professor substituto edital ...Processo seletivo simplificado para contratao de professor substituto edital ...
Processo seletivo simplificado para contratao de professor substituto edital ...blogdoelvis
 
Edital 57 2019 inscricao 30 dias
Edital 57 2019 inscricao 30 diasEdital 57 2019 inscricao 30 dias
Edital 57 2019 inscricao 30 diasblogdoelvis
 
Diario oficial eletrnico mppe 24.07.2019
Diario oficial eletrnico mppe   24.07.2019Diario oficial eletrnico mppe   24.07.2019
Diario oficial eletrnico mppe 24.07.2019blogdoelvis
 
Projeto de lei iptu verde
Projeto de lei iptu verdeProjeto de lei iptu verde
Projeto de lei iptu verdeblogdoelvis
 
Edital n 45 de 05 de julho de 2019 vagas remanecentes sisu 2019.2 1 2
Edital n 45  de 05 de julho  de 2019  vagas remanecentes sisu  2019.2 1 2Edital n 45  de 05 de julho  de 2019  vagas remanecentes sisu  2019.2 1 2
Edital n 45 de 05 de julho de 2019 vagas remanecentes sisu 2019.2 1 2blogdoelvis
 
Edital 001-2019-pss.sest
Edital 001-2019-pss.sest Edital 001-2019-pss.sest
Edital 001-2019-pss.sest blogdoelvis
 
05. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos - atualizado em 01.07.2019
05. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos - atualizado em 01.07.201905. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos - atualizado em 01.07.2019
05. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos - atualizado em 01.07.2019blogdoelvis
 
01. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos
01. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos01. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos
01. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativosblogdoelvis
 
Edital selecao alunos docentes bolsistas 2019
Edital selecao alunos docentes bolsistas 2019Edital selecao alunos docentes bolsistas 2019
Edital selecao alunos docentes bolsistas 2019blogdoelvis
 
Edital tae 2019 definitivo
Edital tae 2019 definitivoEdital tae 2019 definitivo
Edital tae 2019 definitivoblogdoelvis
 
Edital prevupe 2019
Edital prevupe 2019Edital prevupe 2019
Edital prevupe 2019blogdoelvis
 
52 edital do concurso (retificado em 06 05-2019)-1557151397
52 edital do concurso (retificado em 06 05-2019)-155715139752 edital do concurso (retificado em 06 05-2019)-1557151397
52 edital do concurso (retificado em 06 05-2019)-1557151397blogdoelvis
 
Edital 26.2019 professor substituto
Edital 26.2019  professor substitutoEdital 26.2019  professor substituto
Edital 26.2019 professor substitutoblogdoelvis
 

Mais de blogdoelvis (20)

Decisão (1).pdf
Decisão (1).pdfDecisão (1).pdf
Decisão (1).pdf
 
Edital classe artistica 01 convertido
Edital classe artistica 01 convertidoEdital classe artistica 01 convertido
Edital classe artistica 01 convertido
 
Edital de convocacao para nomeacao e posse n 002.2020
Edital de convocacao para nomeacao e posse n 002.2020Edital de convocacao para nomeacao e posse n 002.2020
Edital de convocacao para nomeacao e posse n 002.2020
 
Diário Oficial eletrônico MPPE 10.11.2020
Diário Oficial eletrônico MPPE 10.11.2020Diário Oficial eletrônico MPPE 10.11.2020
Diário Oficial eletrônico MPPE 10.11.2020
 
Justiça determina imediata suspensão da divulgação de pesquisa elaborada pelo...
Justiça determina imediata suspensão da divulgação de pesquisa elaborada pelo...Justiça determina imediata suspensão da divulgação de pesquisa elaborada pelo...
Justiça determina imediata suspensão da divulgação de pesquisa elaborada pelo...
 
Folder sead
Folder seadFolder sead
Folder sead
 
Processo seletivo simplificado para contratao de professor substituto edital ...
Processo seletivo simplificado para contratao de professor substituto edital ...Processo seletivo simplificado para contratao de professor substituto edital ...
Processo seletivo simplificado para contratao de professor substituto edital ...
 
Edital 57 2019 inscricao 30 dias
Edital 57 2019 inscricao 30 diasEdital 57 2019 inscricao 30 dias
Edital 57 2019 inscricao 30 dias
 
Diario oficial eletrnico mppe 24.07.2019
Diario oficial eletrnico mppe   24.07.2019Diario oficial eletrnico mppe   24.07.2019
Diario oficial eletrnico mppe 24.07.2019
 
Projeto de lei iptu verde
Projeto de lei iptu verdeProjeto de lei iptu verde
Projeto de lei iptu verde
 
Edital n 45 de 05 de julho de 2019 vagas remanecentes sisu 2019.2 1 2
Edital n 45  de 05 de julho  de 2019  vagas remanecentes sisu  2019.2 1 2Edital n 45  de 05 de julho  de 2019  vagas remanecentes sisu  2019.2 1 2
Edital n 45 de 05 de julho de 2019 vagas remanecentes sisu 2019.2 1 2
 
Edital 001-2019-pss.sest
Edital 001-2019-pss.sest Edital 001-2019-pss.sest
Edital 001-2019-pss.sest
 
05. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos - atualizado em 01.07.2019
05. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos - atualizado em 01.07.201905. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos - atualizado em 01.07.2019
05. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos - atualizado em 01.07.2019
 
01. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos
01. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos01. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos
01. edital 27-2019-gr-tecnico-administrativos
 
Edital selecao alunos docentes bolsistas 2019
Edital selecao alunos docentes bolsistas 2019Edital selecao alunos docentes bolsistas 2019
Edital selecao alunos docentes bolsistas 2019
 
Edital tae 2019 definitivo
Edital tae 2019 definitivoEdital tae 2019 definitivo
Edital tae 2019 definitivo
 
Edital prevupe 2019
Edital prevupe 2019Edital prevupe 2019
Edital prevupe 2019
 
52 edital do concurso (retificado em 06 05-2019)-1557151397
52 edital do concurso (retificado em 06 05-2019)-155715139752 edital do concurso (retificado em 06 05-2019)-1557151397
52 edital do concurso (retificado em 06 05-2019)-1557151397
 
Edital 26.2019 professor substituto
Edital 26.2019  professor substitutoEdital 26.2019  professor substituto
Edital 26.2019 professor substituto
 
Aditivo 02
Aditivo 02Aditivo 02
Aditivo 02
 

Último

EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 

Último (20)

EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 

Gestão participativa Câmpus Floresta

  • 1. PRINCÍPIOS DA GESTÃO Participação – Democracia – Transparência  Participação - Toda comunidade escolar será ouvida na tomada de decisões de modo a valorizar as relações humanas;  Democracia – Com base no Diálogo, Ética, Legalidade, Impessoalidade, Moralidade e Eficiência nos atos de gestão;  Transparência – Publicidade na aplicação dos recursos e ações realizadas no Campus, bem como o repasse das discussões ocorridas nas reuniões de dirigentes. COMPROMISSOS  Reestruturar toda Equipe Gestora atual do Câmpus Floresta;  Garantir a participação de todos os servidores na escolha dos membros da Equipe Gestora (Cargos Comissionados – CDs e FGs);  Empreender ações para a realização de obras estruturais (laboratórios, salas de aula, área de convivência, refeitório, quadra poliesportiva, bloco administrativo, sala para o NAPNE, sala de descanso);  Reformar alguns espaços existentes necessários para o bom andamento das atividades;  Realizar manutenção periódica (iluminação, encanação e demais estruturas vinculadas tanto ao Campus quanto à Escola - Fazenda);  Estruturar a Escola-Fazenda com construção de salas, laboratórios, cercas, poços, internet, etc.;  Ampliar e consolidar ações que contribuam para a melhoria da qualidade da educação básica e superior no Câmpus;  Consolidar a inter-relação ensino-pesquisa-extensão como forma de contribuir para o efetivo desenvolvimento da microrregião de Itaparica;  Transformar o Câmpus Floresta em Centro de Referência em Educação Profissional, Científica e Tecnológica nas áreas de atuação em nível regional;  Estimular a pesquisa como produção de conhecimento voltado para a formação
  • 2. de profissionais da educação, visando o fortalecimento da educação pública na região;  Garantir excelência e gratuidade na oferta de todos os níveis de ensino, por meio dos recursos orçamentários institucionais, bem como dos oriundos de parcerias;  Manter relação dialogal e respeitosa com a comunidade interna e externa;  Pleitear, junto à Reitoria a compra de notebook ou tablete para alunos e professores do Câmpus Floresta;  Estruturar ambientes de trabalho com computadores e outros equipamentos necessário para o bom andamento das atividades docentes e administrativas;  Ofertar outros cursos, realizando consulta pública à comunidade da microrregião para escolha dos mesmos;  Estreitar relações com os prefeitos, secretários, diretores da GRE e das Escolas, bem como Universidades e com outras instituições no sentido de firmar parcerias para realizações de diversas ações;  Ofertar curso e eventos na microrregião de Itaparica para divulgar o Câmpus;  Melhorar a segurança predial, realizando manutenção periódica das câmeras e cerca elétrica;  Firmar parceria com agentes coletores de material reciclável para encaminhamento dos resíduos produzidos no Câmpus, conforme prever a Lei nº 12.305/10;  Discutir a Comunidade Escolar a importância da preservação do Patrimônio Público por meio do Programa organizado para esta finalidade;  Fortalecer o Centro de Vocação Tecnológica (CVT) de Itacuruba, de forma a atender a comunidade e seu entorno com projetos voltados para o fortalecimento da economia regional;  Estabelecer calendário de reuniões periódicas entre a equipe gestora e os demais servidores do Campus para avaliação/análise da atuação dos gestores, sugestões e tomada de decisões;  Instituir o Conselho Escolar do Câmpus Floresta;  Organizar uma ouvidoria local, visando o acolhimento de considerações da Comunidade;  Criar um espaço/ informativo para divulgar os êxitos obtidos tanto dos servidores quanto dos alunos. (Destaques);
  • 3.  Fortalecer a gestão de pessoas com implantação de projetos, visando a qualidade de vida e saúde do servidor;  Fortalecer o acompanhamento da Assistência Estudantil. AÇÕES PROPOSTAS POR DIMENSÃO ESTRATÉGICA ENSINO  Ampliar o acervo físico e digital da biblioteca (livros, periódicos, jornais, DVDs, etc.), bem como o mobiliário (estantes, computadores, frigobar e/ou gela água; bibliocanto);  Desenvolver estudos e pesquisas relativas ao acesso de discente com Necessidades Específicas, oportunizando a inclusão social;  Fomentar a utilização dos laboratórios como espaços privilegiados para ações de ensino, pesquisa e extensão;  Fortalecer as ações da biblioteca para disseminação do conhecimento na comunidade;  Apoiar a implementação de projeto de leitura como estratégia para elevação do nível de conhecimento no Ensino Médio;  Fortalecer e ampliar ações de orientação educacional e promover um efetivo acompanhamento do processo ensino-aprendizagem, em especial para os cursos técnicos integrados;  Fortalecer e ampliar as ofertas educacionais para atender as demandas locais, com Cursos Técnicos de Nível Médio presencial e à distância, Cursos de Formação Inicial e Continuada - FIC, PROEJA;  Estruturar o Polo de Educação à Distância do Campus Floresta para atuar como centro de formação continuada e de geração de ofertas educacionais na modalidade à distância para atendimento da comunidade;  Fortalecer o Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Especiais (NAPNE), com sala específica para este fim, bem como materiais essenciais para o desenvolvimento do trabalho;  Incentivar a elaboração de um Projeto do NAPNE, visando a sensibilização e a divulgação;  Contratar a presença do tradutor de libras e promover melhorias na
  • 4. acessibilidade no Câmpus;  Fomentar a criação de Núcleo de Estudos Afro-brasileiro e Indígena como forma de valorização da educação inclusiva e multicultural;  Implementar estratégias que possibilitem a redução da reprovação e da evasão escolar, com a utilização de um acompanhamento sistemático;  Pleitear cursos de pós-graduação gratuitos presenciais e a distância;  Executar e avaliar o Projeto Pedagógico Institucional (PPI) e a nova Organização Didática no âmbito do Câmpus;  Acompanhar o revisão do PDI do IF SERTÃO – PE, solicitando a participação de servidores do Câmpus para fazer parte da comissão;  Atualizar permanentemente os Sistemas de Registros Acadêmicos, bem como os Censos Escolares do MEC;  Garantir que as decisões e questões levantadas nos Conselhos de Classe sejam realizadas e suas ações sejam divulgadas posteriormente aos docentes, técnicos de ensino e familiares dos discentes;  Criar o Programa de Conscientização e Preservação Ambiental por meio de palestras e plantio de mudas, uso racional da água e energia elétrica; ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL  Apoiar a atuação dos estudantes do Diretório Acadêmico e a criação do Grêmio Estudantil, incentivando e fortalecendo as ações dos mesmos;  Apoiar a participação dos alunos em eventos esportivos, científicos e culturais, como complemento à prática educativa e de socialização;  Pleitear junto à Reitoria a ampliação dos recursos para a Assistência Estudantil de modo a possibilitar o aumento do valor de auxílios/bolsas para estudantes, do número de bolsas e da quantidade de visitas técnicas;  Informatizar os processos seletivos para concessão de auxílios;  Ofertar oficinas de nivelamento (Português e Matemática) para os ingressantes, com a participação dos bolsistas MEC e estagiários;  Ampliar o atendimento do serviço de saúde a todos os estudantes;  Implantar o programa Estudante Sorridente, através do atendimento odontológico, pleiteando a contratação do profissional e estrutura necessária
  • 5. para o atendimento, e / ou formação de parceria com a Prefeitura Municipal;  Ofertar a alimentação escolar gratuita e com qualidade aos estudantes;  Otimizar as ações da Assistência Estudantil com vistas a assegurar o acesso, a permanência e a conclusão dos estudos de todos os alunos, em especial, àqueles em situação de vulnerabilidade social;  Dialogar com os prefeitos da microrregião de Itaparica, a possibilidade de patrocinar uma casa de estudante (feminina e outra masculina) para aqueles que necessitarem, bem como garantir o transporte escolar para todos que dele dependerem;  Solicitar junto a reitoria a construção de alojamento no Câmpus para os estudantes de outras localidades;  Ver a possibilidade legal para adquirir ônibus (a exemplo da UNIVASF) para realização de locomoção dos estudantes para localidades circunvizinhas;  Incentivar a monitoria de alunos dos Cursos Superiores do Câmpus (com certificação para os mesmos) como forma de diminuir a evasão e melhorar o desempenho acadêmico;  Instalar programas de prevenção à saúde como campanhas de vacinação, doação de sangue, prevenção de câncer de mama e colo de útero, de próstata, tétano, DST, prevenção de gravidez na adolescência;  Estimular a criação de grupos de estudos entre os alunos;  Favorecer o acesso ao Câmpus pela parte lateral / fundos, em horário de maior fluxo de alunos, disponibilizando um servidor terceirizado, facilitando assim a entrada de alunos e servidores vindos do Caetano II e COHAB;  Possibilitar o acesso dos alunos do segundo pavilhão aos banheiros com a remoção de parede onde se encontra o depósito de materiais, transferindo o mesmo para outra localidade;  Promover a integração dos alunos do PRONATEC e de outros programas no Câmpus. EXTENSÃO  Criar núcleo de atendimento ao produtor rural;  Pleitear o aumento do quantitativo de projetos e bolsas de extensão para
  • 6. docentes, técnicos e estudantes;  Incentivar a criação de projetos (docentes e técnicos) para beneficiar mais alunos bolsistas;  Aperfeiçoar os mecanismos de interação e acompanhamento dos egressos;  Fomentar a realização de projetos de responsabilidade social;  Aprimorar a integração do Câmpus com os diversos segmentos da sociedade, pleiteando a participação de servidores nos Conselhos Municipais e Estaduais;  Fomentar ações que favoreçam o desenvolvimento dos arranjos produtivos, culturais e sociais locais;  Aperfeiçoar os mecanismos de divulgação da ação institucional;  Incentivar Projetos que facilitem o desenvolvimento de ações de ensino, extensão e pesquisa / inovação junto às comunidades do entorno;  Apoiar as ações de intercâmbios do IF Sertão Pernambucano com instituições de outros países, através da Pró-Reitora de Extensão;  Favorecer a ampliação das oportunidades de estágios e empregos para estudantes e egressos;  Garantir a execução das ações do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (PRONATEC) e do Programa Mulheres Mil;  Garantir a realização anual de eventos de cunho científico, esportivo, artístico e cultural;  Divulgar no site os Projetos de Extensão desenvolvidos no Câmpus.  Implantar o empreendedorismo no Campus apoiando projetos de incubação de empresas e empresa júnior. PESQUISA E INOVAÇÃO  Apoiar projetos de pesquisa para estudantes e servidores, priorizando o desenvolvimento local e regional, incentivando a articulação com o ensino e extensão;  Contribuir para o aperfeiçoamento dos editais de pesquisa, com a participação efetiva da comunidade de pesquisadores, como forma de otimização dos recursos;
  • 7.  Contribuir para a consolidação da política de pesquisa da Instituição;  Fomentar o incremento da produção acadêmica, cultural, científica e tecnológica;  Contribuir para o fortalecimento da Jornada de Iniciação Científica e Extensão (JINCE) apoiando a participação de alunos e servidores;  Incentivar a participação de alunos e servidores no Congresso de Pesquisa e Inovação da Rede Norte e Nordeste de Educação Tecnológica (CONNEPI);  Intermediar o diálogo entre o IF do Sertão Pernambucano com outras Instituições reconhecidas nas áreas de pesquisa e pós-graduação;  Incentivar a publicação científica de alunos e servidores em revistas especializadas e anais de Congressos.  Criar uma vitrine que contemple as diversas áreas do Câmpus. ADMINISTRAÇÃO  Executar todo orçamento anual do Câmpus;  Aperfeiçoar os sistemas de controle de frota dos transportes (agendamento, abastecimento e manutenção);  Adquirir mobiliário para todos os setores, bem como renovação periódica da mobília e equipamentos;  Melhorar a infraestrutura atual do Câmpus – paredes, portas e janelas, etc.  Ampliar o quadro de servidores terceirizados (motorista, auxiliar, vigilante, em especial, para a Escola-Fazenda);  Aperfeiçoar rotinas administrativas que favoreçam a agilidade e a eficiência nos processos, em especial os relativos às licitações e compras;  Criar um catálogo de materiais de consumo e bens duráveis específicos para o Câmpus Floresta com a finalidade de facilitar, qualificar e dar celeridade aos processos licitatórios;  Ofertar treinamento de pessoas para atuar nas licitações e compras; e acompanhar os pedidos encaminhados à Reitoria para garantir sua execução dentro do prazo;  Buscar autonomia para o grupo de compras e licitações, solicitando a sua divisão
  • 8. e aumento da equipe para agilizar os processos;  Estabelecer normas e procedimentos internos para os processos a serem realizados, com base na Lei;  Empreender ações, junto aos Órgãos Públicos Competentes (Prefeituras, DNIT, Segurança Pública etc.), visando à melhoria da infraestrutura e a segurança no entorno do Campus Floresta e da Escola- Fazenda;  Pleitear junto à Reitoria a ampliação do quantitativo de cargos (docentes e técnico-administrativos) com vistas à equalização das estruturas administrativas, de ensino, pesquisa e extensão do Câmpus Floresta;  Estruturar, com a participação da comunidade acadêmica, um Plano Diretor de Obras para o Câmpus;  Pleitear junto a Reitoria a contratação (liberação de código de vaga) de um engenheiro civil para tratar das obras do Câmpus;  Expor em quadro de aviso o andamento dos processos, das licitações, compras, despesas e receitas, visando à transparência,  Reivindicar a ampliação do Câmpus, priorizando o bloco administrativo, biblioteca, novas salas de aula, quadra poliesportiva, piscina, bem como o refeitório e a cozinha.  Implementar um painel eletrônico na recepção com divulgação atualizada das principais notícias de interesse para a comunidade escolar, como a divulgação de aniversários, período de matrícula, avisos, fatos marcantes da semana, imagens das aulas práticas e projetos desenvolvidos na área de Extensão e Pesquisa;  Estruturar espaço de convivência, formando uma praça;  Criar o Regimento Interno do Câmpus;  Apoiar a criação de uma rádio comunitária no Câmpus;  Incentivar a criação de projeto para aquisição de poço artesiano, bem como projeto de horta e plantio de fruteiras na Escola Fazenda e na área livre do Câmpus;  Convidar os técnicos terceirizados para as reuniões do Câmpus como forma de integrá-los à comunidade e de sensibilizá-los de sua participação no processo educacional.
  • 9. GESTÃO DE PESSOAS  Atender, na forma da lei, a jornada de 30 horas para os técnicos- administrativos, criando uma comissão específica para estudar as possibilidades para este fim;  Criar estratégias, visando a implantação da RSC (Reconhecimento de Saberes e Competências) para os técnicos administrativos;  Implantar o Projeto, já elaborado, Promoção à saúde e qualidade de vida no trabalho, destinando um percentual de 5% semanal da carga horária do servidor (previsto em Lei) para a vivência do projeto.  Criar a coordenação de assistência à saúde do servidor;  Pleitear, junto à Reitoria a realização de convênios e intercâmbios com instituições nacionais e internacionais com vistas à elevação da titulação dos servidores;  Pleitear a isonomia entre os valores das funções gratificadas nos Campus;  Implantar um Manual de Rotinas Administrativas para facilitar os trâmites dos processos;  Fomentar programas de capacitação, de forma a possibilitar que professores e técnico- administrativos possam alcançar novas titulações;  Garantir, anualmente, recursos orçamentários de custeio para a capacitação dos servidores;  Solicitar que as capacitações dos servidores sejam descentralizadas, podendo acontecerem nos diversos Câmpus do IF Sertão;  Apoiar a participação dos servidores em Congressos, Seminários, Fóruns e Eventos Artístico-Culturais e Esportivos em articulação com a Diretoria de Gestão de Pessoas;  Propor melhorias para o aperfeiçoamento dos instrumentos de avaliação de desempenho dos servidores, através CPA (Comissão Própria de Avaliação);
  • 10.  Melhorar a atuação da CPA no Campus Floresta, visando a descoberta do grau de satisfação / insatisfação dos servidores e alunos, buscando a melhoria da atuação gestora para superação de problemas apontados;  Promover cursos (capacitação) para os servidores (Linux, Libre Office, etc.) e outras áreas;  Instalar um programa de acolhimento aos nossos servidores pela promoção de festas de confraternização, boas vindas e despedidas. PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL  Aperfeiçoar a metodologia de construção do planejamento participativo, mobilizando toda a comunidade acadêmica para este fim;  Fomentar a elaboração de projetos especiais para captação de recursos extras orçamentários necessários à melhoria institucional;  Empreender esforços para o aperfeiçoamento de ações de descentralização administrativa e financeira;  Contribuir para a revisão do Regimento Geral do IF SERTÃO – PE, o PDI e outros documentos. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO  Contribuir para o aperfeiçoamento e desenvolvimento de sistemas de informações gerenciais para facilitação do funcionamento de todas as áreas;  Pleitear, junto à Reitoria, a melhoria e ampliação do sinal (velocidade) da Internet;  Contribuir para a construção do Plano de Desenvolvimento de Tecnologia da Informação (PDTI) e do Plano de Segurança da Informação (PSI) do IF SERTÃO - PE;  Ativar a sala de coordenação de TI com mobiliário e climatização;  Estruturar os laboratórios com cabeamento adequado e demais materiais necessários;  Aprovar e divulgar a normativa de uso dos laboratórios;  Incentivar a elaboração do Plano de Estágios para alunos de GTI, Técnicos
  • 11. de Informática e EAD para a atuação no setor de TI;  Expandir a rede lógica para a fazenda, com cabeamento estruturado (vlan);  Implementar o uso de Linux pelos servidores nos computadores da Instituição. Biografia da candidata Maria Aparecida de Sá é graduada em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras de Caruaru (FAFICA). Especialista em Supervisão Educacional pela Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO); Especialista em PROEJA pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF SERTÃO – PE). Possui mestrado em Ciências da Educação pela Universidade Americana – Assunção – PY (2012). É Mestra em Tecnologia Ambiental pelo Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP) 2014. Está matriculada como aluna especial no Curso de Doutorado em Ciências da Educação na Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, cursando as disciplinas: Fundamentos Filosóficos da Educação Popular e Didática do Ensino Superior. Professora concursada da Rede Estadual de Educação do Estado de Pernambuco desde 1993. Atuou como professora nas Escolas: Dep. Afonso Ferraz e Major João Novaes e como diretora adjunta da Escola Cap. Nestor Valgueiro de Carvalho, hoje escola de referência, tendo incentivado a participação de alunos e professores em eventos, que culminaram com a premiação da aluna Marisa, em 2º lugar a nível Estadual na Redação do Centenário Gilberto Freire, e a professora Marleide, em 3º lugar no prêmio Dom Helder Câmara por uma Cultura de Paz. Em 2002, participou da seleção interna para Educadora de Apoio, obtendo êxito na função na qual atuou na Escola Júlio de Mello, sendo em 2004 transferida para a Escola Três Marias. Em 2009 ficou a disposição da Prefeitura Municipal de Carnaubeira da Penha, onde contribuiu com o Projeto para a implantação da Universidade Aberta. Em 2010 para a Escola Júlio de Mello, ministrando aula na turma de 2ª Fase de Educação de Jovens e Adultos. Em 2011 até os dias atuais foi cedida a Prefeitura Municipal de Floresta, onde executa capacitações para os professores da Rede Municipal de Ensino. Em 1998, após aprovação em Concurso Público da Prefeitura Municipal de Floresta, ficando em segundo lugar, foi inicialmente lotada no Centro de Educação
  • 12. Professora Fortunata Ferraz da Rosa, atuando na Educação Infantil, e, posteriormente, na Escola Municipal Deputado Audomar Ferraz, onde desempenhou suas funções com turmas de Educação de Jovens e Adultos. Em 2008, solicitou exoneração deste cargo em virtude da aprovação como Pedagoga no IF Sertão – PE Campus Floresta onde até o presente momento atua. Atuando ainda, como professora no Curso de Pedagogia no PROGRAPE (Programa de Graduação em Pedagogia - UPE) e de 2003 a 2008 como professora no ISEF (Instituto Superior de Educação de Floresta) no Curso Normal Superior, sendo transformado posteriormente em Licenciatura em Pedagogia. É desde 2008, servidor técnico administrativo de nível superior do IF SERTÃO – PE Campus Floresta, assumindo o cargo de Pedagoga. Exerceu a função de Coordenação de Ensino da Educação Básica, Técnica e Superior de 2010 a 2012 no Câmpus Floresta. Desde que ingressou no Câmpus Floresta tem colaborado com o Ensino, Pesquisa e Extensão, desenvolvendo pesquisa na área de Educação Ambiental com bolsistas PIBIC e PIBIC JR e realizando Extensão com Projeto e bolsista PIBEX Técnico. Atuou como Supervisora e Professora no PRONATEC, entre 2012 e 2014, e como Apoio Pedagógico no Programa Mulheres Mil em 2014 e 2015. É membro do grupo de pesquisa GEDIN, além de possuir artigos publicados em periódicos (Revista Científica de Educação Ambiental nº 10 – março 2015), e anais de Congresso da área de Educação, Educação Ambiental e Educação de Jovens e Adultos. ____________________________________ Maria Aparecida de Sá.